Ir para conteúdo

Ane Rocha

Membros
  • Total de itens

    58
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Ane Rocha postou

  1. Olá pessoal! Vocês viram essa notícia? http://g1.globo.com/bahia/noticia/dois-novos-pontos-de-banho-sao-fechados-na-ba-apos-32-turistas-serem-infectados-por-doenca-de-caramujo.ghtml
  2. Hélio! Obrigada pelas dicas!!! Pode ser uma boa conhecer outras cachoeiras do Projeto Sempre Viva!
  3. Obrigada Dérien! Estamos bem inclinados a não reservar... Fizemos pesquisa de hospedagem em todas as cidades e temos uma noção dos preços... Daniela, Parece que nossos roteiros não vão se encontrar! Uma pena! Mas como vc disse, estaremos na Fazendinha e Tal... Então nos encontramos por Lençóis! =)
  4. Oi Dérien! Obrigada pelas dicas! Vou rever o roteiro no dia 15. E estamos quase certos que dormiremos em Igatu!!! Mais uma dúvida: até o momento só reservamos a hospedagem em Lençóis, que é a nossa primeira parada (vamos ficar na Hospedaria Fazendinha e & Tal. Alguém tem opiniões? Foi a mais barata que encontramos!). Você acha que conseguimos achar nas outras cidades sem reserva? Queríamos ficar um pouco mais livres para mudar o roteiro se for necessário! Daniela! Vamos conversar! Estaremos lá na mesma época! Poeríamos ver se o roteiro bate e dividir aluguel de carro e gasolina!!! =)
  5. Olá pessoal! Estarei na Chapada Diamantina, com meu companheiro, entre os dias 14 e 25 de julho!!!! =) Já li o tópico inteiro e diversos relatos, que me ajudaram MUITO a fazer nosso roteiro! Chegamos ao seguinte desenho: 14/07 (Lençóis) - chegada em Salvador pela manhã. Alugar o carro e ir para Lençóis. Vamos sair de Salvador por volta das 10h, então chegaremos em Lencóis por volta das 15h. Nesse dia podemos ir ver o por do sol no Morro do Pai Inácio 15/07 (Lençóis) - Cachoeira do Sossego e Robeirão do Meio (manhã) / Cachoeira dos Mosquitos (tarde) - É factível? 16/07 (Lençóis)- Parque Muritiba (Serrano, Salão Areia Colorida, etc...) (manhã) / Rio Mucugezinho e Poço do Diabo (tarde) - É factível? 17/07 - Lapa Doce, Torrinha e Pratinha -> Deslocamento para o Vale do Capão 18/07 (Capão) - Cachoeira da Fumaça (manhã)/ Riachinho (tarde) - É factível? 19/07 (Capão) - Cachoeiras Angélica e Purificação 20/07 - Poço Encantado e Poço Azul (deslocamento - Aqui tenho uma GRANDEEEE dúvida: ficamos hospedados em Igatu ou em Mucugê?) 21/07 (Mucugê ou Igatu?) - Projeto Sempre Viva (manhã)/ Cachoeira Andorinhas (tarde) 22/07 (Mucugê ou Igatu?) - dia mais livre, deslocamento para Ibicoara (Alguma sugestão?) 23/07 (Ibicoara) - Cachoeira do Buracão 24/07 (Ibicoara) - Cachoeira da Fumacinha 25/07 - Volta para salvador Dúvidas: Esse roteiro está bom? É possível fazer todos os esses passeios com esses dias? É melhor se hospedar em Mucugê ou Igatu? Caso fiquemos em Mucugê, gostaria de pelo menos passear um pouco em Igatu. Se alguém estiver indo para Chapada nesse período estamos abertos para dividir as despesas com o carro e gasolina! =)
  6. Acabei de fazer mais câmbio aqui em La Paz: o dólar continua 6.95 hoje consegui o real por 2.30
  7. Oi! Muito bom seu relato! Uma pergunta, qual foi seu critério para escolher o passeio de 2 dias e nao o classico de 3 dias - pergunta -
  8. Ane Rocha

    Potosí e Sucre

    Oi pessoal! Vi que algumas pessoas pegaram onibus de Sucre direto para Uyuni... Queria saber se alguem fez o trajeto contrário, de Uyuni para Sucre direto... Foi tranquilo - pergunta-
  9. Oi gente! Alguem sabe me informar se tem um onibus que vá direto de Uyuni para Sucre - pergunta-
  10. Oi gente! Estou em La Paz e quero fazer o passeio do Salar, mas simplesmente me passou despercebido que o Dakar vai passar por lá justamente quando me programei para fazer o passeio. Vcs sabem se fica muito mais caro ir nessa época - pergunta - Uma opcao é mudar um pouco o roteiro, chegar uns dias antes de fazer o passeio de 2 dias. Alguém jah fez esse passeio - pergunta- perderemos muita coisa - pergunta- desculpe, o computador aqui do hotel é todo desconfigurado...
  11. Cotacao em La Paz dolar 6.95 real 2.20 Em Santa Cruz dolar 6.90 real 2.40
  12. Então, mesmo o dólar estando este absurdo, ainda compensa porque é mais garantido???
  13. Rafa! Muito bom o seu relato! Estou indo para Bolívia no dia 27 e me ajudou bastante! Só tenho uma dúvida: vc entrou em contato com a sua operadora antes de viajar, ou foi só comprar o chip e colocar no celular? =)
  14. Alguém tem dicas de casa de câmbio em São Paulo? É a primeira vez que vou comprar dólares! hahaha
  15. Oi pessoal! Vi no começo deste tópico que é fácil ir do aeroporto até a rodoviária de ônibus (chego em CG às 08:15h e quero ir para Corumbá), mas algumas páginas atrás vi que seria inaugurada uma nova rodoviária que fica bem mais longe do aeroporto. Já foi inaugurada? Como chego lá? obrigada!
  16. Gente! Esse tópico é muito bom! Tô com água na boca só de ver as fotos!!! Obrigada a todos/as! Estou indo para Bolívia agora no final do mês e confesso que meu grande temor era comida... Não apenas pela falta de variedade que a gente acha que rola por lá (por pura ignorância e preconceito), mas também pelo medo de piriri... hahahaha! na volta também quero deixar minhas contribuições! =)
  17. Ane Rocha

    La Paz - Onde ficar?

    Obrigada Aletucs! Vou arriscar!!! Super animada para a viagem!
  18. Ane Rocha

    La Paz - Onde ficar?

    Oi gente! Pretendo ir para Bolívia no final de dezembro e ficar até o dia 18 de janeiro... Li aqui que não é necessário fazer reserva para a maioria das hospedagens. Essa regra tbm vale para o final de ano e janeiro? =)
  19. Oi Kate! também acho que vc deveria manter Tiradentes (a menos que tenha poucos dias). Foi a cidade que mais gostei (talvez pq eu já tinha ido à Ouro Preto). Gente, valeu pelos comentários, que bom que relato está ajudando no planejamento da viagem de vcs!
  20. Bom, é isso pessoal! Espero que o nosso relato ajude a viagem de vocês! As informações que conseguimos aqui no Mochileiros foram essenciais para nós e queríamos retribuir de alguma forma. =) Ane e Alex.
  21. Dia 10 (16/01/2014) – Ouro Preto/São Paulo Último dia de viagem!! Dá aquela tristezinha básica e a certeza de que foi uma viagem muito especial... Pela manhã fomos até as Igrejas Nossa Senhora da Mercê e da Misericórdia (não aberta ao público), São Francisco de Paula (muito bonita, mas que está precisando de uma boa restauração) e São José. Fomos ainda no Museu Casa Guignard (com obras desse artista plástico que eu não conhecia, mas adorei) e no Museu do Oratório, que eu adorei muito! Acho oratórios uma coisa muito linda e amei esse lugar! Almoçamos num restaurante que fica localizado um pouco após a Casa dos Contos (é subindo uma escada, um restaurante que vende panquecas... Foi R$ 15,00 por pessoa para comer a vontade, mas não achamos a comida boa). Logo em seguida começou uma chuva forte. Quem sabe era Minas chorando nossa partida... hahahaha! Esperamos um pouco para ver se a chuva passava, mas nada! É bem ruim andar pelas ladeiras com chuva, então resolvemos passar numa lojinha para eu comprar as últimas lembracinhas e voltar para a pousada. Ficamos por ali durante o resto da tarde, lendo alguma coisa, conversando. Quando nos demos conta já era hora de ir para rodoviária (voltamos de ônibus para São Paulo, pois tive um imprevisto no trabalho e tivemos de retornar um dois dias antes do previsto... Pagamos R$ 131,00 pela passagem de Ouro Preto para São Paulo). É isso. Ao final vimos que com mais tempo poderíamos aproveitar com mais calma os atrativos turísticos, irmos aos que faltaram e descobrir um pouco mais do lado não turístico da cidade, o que até facilitaria no preço total da viagem.
  22. Dia 09 (16/01/2014) – Mariana Dia de conhecer Mariana!!! Pegamos um ônibus (a passagem é mais ou menos R$ 3,00) ao lado da Praça Tiradentes e em mais ou menos meia hora chegamos! Nesse dia esquecemos de anotar os preços dos ingressos e não me lembro mais! =( Fomos ao posto de informação turística e pegamos mapinha, algumas informações (é mais estruturado do que o de Ouro Preto) e partimos para a andança pelo Centro Histórico. Eu achei o centro de Mariana bem charmoso e mais fácil de andar do que o de Ouro Preto (é menor e com menos ladeiras!). Começamos pela praça onde fica a Igreja São Francisco de Assis, o Pelourinho, a Igreja Nossa Senhora do Carmo e a Casa da Câmara e Cadeia (quatro coelhos com uma cajadada só!). Em seguida descemos para a Praça da Sé e visitamos a Catedral Basílica Nossa Senhora da Assunção (mais conhecida como Igreja da Sé), que é muito bonita! Aí a fome bateu! Almoçamos num restaurante muito bom que fica em frente a Praça do Coreto (não me lembro o nome). Self Service a vontade por R$ 12,00! E a comida era muito gostosa, o restaurante bem arrumadinho! (só cuidado com o preço das bebidas... Pedimos uma jarra de suco sem ver o preço e nos espantamos com os R$12,00 cobrados). Depois de abastecidos, voltamos a nossa caminhada: visitamos a Igreja Arquiconfraria Nossa Senhora Rainha dos Anjos e Igreja Nossa Senhora das Mercês, menores, menos visitadas, mas nem por isso menos lindas! Passamos pelo Chafariz de São Pedro e subimos até a Igreja São Pedro do Clérigos, onde também fica o mirante da cidade (a vista nem se compara a de Ouro Preto...). Descemos, paramos para tomar um sorvete e visitamos o Museu de Arte Sacra, que fica ao lado da Igreja da Sé. O museu tem um acervo muito interessante. Como queríamos visitar a Mina da Passagem era hora de ir embora (apesar de faltar ainda muitos atrativos da cidade)! Pegamos o ônibus e descemos no ponto que fica bem em frente a entrada da mina. Gente, o passeio é muito legal!! (R$ 30,00 e não tem estudante – mas vale a pena!). A gente desce pelo carrinho uma profundidade equivalente a um prédio de quatro andares, e depois vamos percorrendo galerias da mina. Também visitamos um lago subterrâneo que é usado por mergulhadores profissionais. É incrível o azul da água!!! Foi um passeio muito bacana, daqueles não dá para tirar do roteiro! De volta a Ouro Preto, passamos na pousada, tomamos um merecido banho, descansamos um pouco e fomos mais uma vez ao bar Satélite, dessa vez beber cerveja e comer pizza!
  23. Dia 08 (15/01/2014) – Ouro Preto Mais um dia para conhecer Ouro Preto, afinal coisas a serem visitadas não faltam nesta linda cidade. Começamos pela Igreja São Francisco, onde está temporariamente o Museu do Aleijadinho. Em seguida passamos na Casa da Baronesa (gratuito), que fica bem na Praça Tiradentes e atualmente é o escritório regional do IPHAN, mas é possível conhecer a parte térrea da casa, que pertenceu à família dos Camargo. É interessante, conta a história do crescimento urbano de Ouro Preto... Depois fomos ao Museu de Ciência e Técnica, também conhecido como Museu de Mineralogia da UFOP... É bom, tem bastante coisa sobre mineração. É MUITO legal para quem é da área. Para quem não é, embora seja interessante, tem uma hora que fica um pouco chato...rs! Hora do almoço!!! A gente aproveitou muito a cozinha mineira nesta viagem! Torresmo, feijão tropeiro, frango com quiabo... Depois de abastecer a pança seguimos para Museu da Inconfidência, que é bemmm legal, conta a história de Ouro Preto e do Movimento Inconfidente, além de ter um belo acervo de arte sacra e mobiliário do século XVIII e XIX. Em seguida fomos à Igreja Nossa Senhora do Carmo, que achei bem bonita. Lá aprendemos sobre a história da rivalidade entre os carmelitas e os franciscanos. Uma coisa interessante é o folheto explicativo que você pode pegar na entrada e que conta a história da Igreja, uma super mão na roda para quem não tem guia! Também visitamos a Casa da Ópera, o teatro mais antigo em funcionamento nas Américas (foi inaugurado em 1770) ! Eu acho aquele lugar lindo demais! É possível percorrer todo o teatro, inclusive os camarins e ainda tem a super explicação do guia Paulo (que é contratado pela Secretaria de Cultura). Passamos pela Igreja Nossa Senhora das Mercês e dos Perdões e pela Nossa Senhora da Conceição, mas estas não são abertas ao público e só podemos ver as fachadas. Depois de toda essa caminhada pelas ladeiras, tudo que a gente queria era um bom banho e um descanso bem gostoso! Compramos um lanche para comer na pousada e cama! Gastos do dia: Entrada Igreja São Francisco = R$ 6,00 (inteira) R$ 3,00 (meia) Entrada Museu de Ciência e Técnica = R$ 6,00 (inteira) R$ 3,00 (meia) Almoço no Restaurante Forno de Barro (na Praça Tiradentes) = R$ 36,00 (os dois – R$ 18,00 para comer a vontade! Comida bem gostosa!) Entrada Museu da Inconfidência = R$ 8,00 (inteira) R$ 4,00 (meia) Entrada Igreja Nossa Senhora do Carmo = R$ 6,00 (inteira) R$ 3,00 (meia) Entrada Casa da Ópera = R$ 2,00 (inteira) R$ 1,00 (meia) Sorvete na Sorveteria Bola de Neve (logo depois da Casa dos Contos) = R$ 28,90 Kg Jantar no Sandwich Brazil = R$ 12,00 (é tipo um Subway)
×
×
  • Criar Novo...