Ir para conteúdo

lojudice

Colaboradores
  • Total de itens

    440
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

14 Boa

Sobre lojudice

  • Data de Nascimento Dezembro 4

Bio

  • Ocupação
    Jornalista

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. @casal100 Ainda não conheço Cancun, mas conheço San Andrés. Se for considerar todas as vantagens e desvantagens, incluindo preços, jamais trocaria San Andrés por FN, ainda mais pq vc pode emendar com uma passada por Cartagena que é um dos lugares que eu mais gostei de conhecer.
  2. Fiz esse post há 12 anos e pelo jeito não melhorou, pelo contrário. Na época não conhecia nada do Caribe. Hoje já fui pra vários lugares e não gastaria meu dinheiro em FN de jeito nenhum. O preço que se gasta pra ficar numa pousadinha mequetrefe "de família" dá pra ficar num 4 estrelas a beira mar com serviço de praia numa ilha sensacional no Caribe. E pior que nem dá pra dizer que FN compensa pq é rústica pq não é verdade. É apenas mais um "pega bobo" daqueles vários que temos aqui no Brasil. Autêntico e rústico é bem diferente de mal cuidado com serviços caros e ruins. Uma pena pq a Ilha é linda...
  3. lojudice

    Piranhas

    Rosa, É bem provável mesmo que tenha mudado porque fui pra lá há quase 10 anos. Aliás, que bom que mudou! kkkk. Angiquinhos fica em Delmiro Gouveira, que é caminho para Paulo Afonso. Abs
  4. lojudice

    Piranhas

    Rosa, A agência que eu conheci por lá foi a do Jairo, da Angico Tour: (82) 8823-3973 / 9965-1104 [email protected] Quando eu fui ainda era um esquema amador, mas que já funcionava bem para conhecer a região. Ele pode te ajudar com hospedagem também, mas não tem muito segredo porque o lugar tem duas ou três pousadas e todas são parecidas em preços e serviços. Eu não lembro mais o nome do lugar que eu fiquei, mas lembro que achei todas as pousadas iguais. Quanto a Paulo Afonso, o passeio pela hidrelétrica é a principal atração, mas só vale se você estiver com tempo para gastar um dia a mais. Se tiver com o tempo apertado, concentre-se nos passeios próximos de Piranhas como o Canyon e o lugar onde mataram Lampião que são mais legais e não precisam alugar carro pra fazer. Abs Lojudice
  5. lojudice

    Piranhas

    Rosa, A partir de Piranhas você consegue fazer todos esses passeios facilmente. O mais longinho é Angiquinhos. Não sei se hoje já tem agência de turismo lá que faça esse passeio com regularidade, mas se tiver realmente interessada, não será difícil alugar um carro e contratar um guia para ir a Angiquinhos. Nesse caso, o ideal seria aproveitar e chegar até Paulo Afonso, porque vale o passeio, passando por Angiquinhos. Em 4 dias você faz tudo com tranquilidade, mas dá até para fazer em 3 acelerando bastante. Abs Lojudice
  6. Oi Flávia, Dá para emendar uma trilha na outra sim, mas vai ser bem desgastante. Emendar ou não depende do seu preparo físico e disposição para dormir e comer mal por uma semana seguida, rs. Abs Lojudice
  7. Galera, Estou passando o réveillon em Bonito e fui hoje no Sucuri. Por causa da piracema o rio está completamente sem peixes. Deu pra contar nos dedos os lambarizinhos que tinham por lá. Nem piraputanga tinha. No Prata e na nascente Azul isso não está acontecendo. Então sugiro que quem vier para cá até fevereiro evite o Sucuri e prefira as outras nascentes. É minha terceira vez na cidade e nas outras o Sucuri estava normal. Então acredito que após fevereiro tudo volte ao normal. Mas por enquanto a flutuação por lá está bem sem graça. Abs Lojudice
  8. lojudice

    Arequipa

    Juliana, O terminal terrestre fica longe da Plaza de Armas mas os táxis no Peru são muito baratos. Se não me engano paguei oito soles da Plaza de Armas até lá em janeiro. Sempre negociando: pergunte pro taxista quanto fica a corrida e nunca aceite o primeiro preço (isso depois de um tempo é chato pra caramba). Já o convento é cerca de dois ou três quarteirões e vc pode ir a pé mesmo. Yanahuara eu não conheci. Abs Lojudice
  9. Luaine, Fui dar uma olhada na cotação do peso chileno e acabei de descobrir que o real despencou e não está valendo nada lá no Chile, rsrs. Considerando o dólar de hoje seu orçamento é de quase US$ 100 por dia. Acho que dá tranquilamente para se virar 12 dias por lá, mas com essa valorização do peso chileno, é melhor você dar uma perguntada nos tópicos de Santiago e do Atacama para quem esteve no lugar recentemente. Abs Lojudice
  10. Gizelly, Eu não me lembro quanto foi que gastei pois já faz um bom tempo, mas com certeza foi mais do que esse seu orçamento. Porém, quando cheguei no Chile dei uma relaxada com os custos e andei esbanjando em restaurantes e vinhos chilenos, rs. Acho que seu orçamento está bem apertado, especialmente porque quando eu fui, o dólar estava em um câmbio bem mais favorável do que hoje. Não acho que seja inviável se manter dentro desse seu custo, mas vai ter que cortar todos os "excessos" da viagem e apertar bastante o cinto. Abs Lojudice
  11. nnaomi, A Grota do Angico é para conhecer o lugar onde o Lampião foi morto. Para que gosta de história é uma prato cheio, mas se você está sem tempo, o passeio do canyon é muito mais legal porque é mais bonito e há uma parada para banho. Já a Grota do Angico, você navega pelo São Francisco até um restaurante, depois segue uma trilha a pé no meio da caatinga (evite a hora do sol forte pq é realmente forte!). Visualmente não é tão impreesionante quanto o canyon. Abs Lojudice
  12. Obrigado pela consideração. No mais, não houve contraposição à praticamente nada, né... Eu até comecei a escrever, mas deu preguiça.
  13. Netuno, São comentários como o seu que me fazem voltar sempre ao Mochileiros. A discordância só eleva o nível do site. Porém para discordar, primeiro é necessário saber ler e entender o que está escrito antes de sair ofendendo, mas nos dias de hoje isso é cada vez mais difícil de se ver. Já repeti várias vezes por aqui que isso se trata da visão que eu tive. Com certeza, outros como você podem ter tido uma experiência diferente. Mas achei que seria legal contar o que eu achei porque até então só lia "oba oba" sobre Noronha. E o mais engraçado é que fiz uma viagem ótima pra Mangue Seco há alguns anos... paz e tranquilidade total! rsrs Abs Lojudice
  14. rodmend, Honestamente já estou meio sem paciência pra esse tópico. Não imaginava que iria repercutir tanto e por vários anos depois. Mas como você quase foi educado acho que devo contrapor alguns de seus argumentos: De fato os preços em Noronha são regidos, como em qualquer parte do planeta, pela oferta e demanda. Só que algumas políticas totalmente equivocadas do governo influíram consideravelmente na "oferta". Se é para deixar os nativos arrendar as pousadas para grandes grupos, então porque não se libera logo de uma vez a entrada de hotéis na ilha e deixa que essa concorrência abaixe o preço sem o intermediário? Também jamais disse que a ilha tem que ser reservada para qualquer tipo de turista, mas acho que qualquer um que esteja lá tem que ter um mínimo de consciência para preservar um ecosistema que é muito frágil. E não foi isso que eu vi por lá. O que eu vi foram pessoas muito mais interessadas em voltar pra casa dizendo que foram pra Noronha. Talvez você tenha tido uma experiência diferente. Como eu frisei no primeiro tópico, essa foi a sensação que tive lá. Citei o turista farofeiro, porque esse é o primeiro a se zangar quando qualquer um lhe impõe limites em seu comportamento que não deveria ser aceito em qualquer praia, muito menos por lá. O ecosistema de Noronha claramente não permite que qualquer um se comporte por lá como se comporta em sua casa, porque lá há limites para abastecimento de água, acúmulo de lixo, barulho, etc... não é porque todo mundo anda de carro em sua cidade natal que precisa de um landrover para andar 100m na ilha.
×
×
  • Criar Novo...