Ir para conteúdo

AlfredoGuerraMachado

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Ilha de Navarino - Notícias de Puerto Williams Moro em Brasília e já estive na Ilha de Navarino 3 vezes, fazendo diferentes trilhas. Escrevo agora para falar de um email que recebi do Luis Tiznado da Turismo Shila ( [email protected] ) , relatando incêncio em Puerto Williams: http://www.elpinguino.com/noticias/125115/Incendio_en_Puerto_Williams.html O Fogo anda castigando o Chile. Sai do Parque de TDP 1 dia antes do início do grande incêndio em dezembro/2011, fiz o circuito "0", minha segunda vez por lá. Depois fui para Ilha de Navarino pela 3ª vez, desta vez indo até Puerto Toro. Já
  2. Ilha de Navarino - Notícias de Puerto Williams Moro em Brasília e já estive na Ilha de Navarino 3 vezes, fazendo diferentes trilhas. Escrevo agora para falar de um email que recebi do Luis Tiznado da Turismo Shila ( [email protected] ) , relatando incêncio em Puerto Williams: http://www.elpinguino.com/noticias/125115/Incendio_en_Puerto_Williams.html É de conhecimento de todos o quanto a Família de Luis Tiznado trabalha para o desenvolvimento e crescimento de Puerto Williams. A perda provocada pelo incêndio é grande mas com a garra e a competência da família Luis Tiznado - Rosana e
  3. Olá João! Em complementação as informações anteriores quero fazer uma correção ao endereço referente as perguntas de reposta referentes a / El Chalten (item 3) que é: el-chalten-perguntas-e-respostas-t8457.html. Veja também: 1. O QUE FAZER NA PATAGÔNICA em dicas-o-que-fazer-na-patagonia-t32889.html. 2. Perito Moreno - glaciar-perito-moreno-big-ice-ou-mini-trekking-t28109.html 3. Patagônia – sugestões de roteiro e noção de custos - patagonia-sugestao-roteiro-e-nocao-de-gasto-t28593.html Existem também locais específicos que tratam de câmbio, hospedagem, vestiário adequado, dentre outros.
  4. Caro João, Para os esclarecimentos contendo informações dos seus percursos na Patagônia Argentina e Chilena existem alguns grupos em Mochileiros que você poderá consultar e participar: 1. Torres del Paine – são 96 páginas com muitas experiências de esclarecimentos - torres-del-paine-perguntas-e-respostas-t8367-1425.html 2. Ushuaia – são 31 páginas com informações atualizadas - ushuaia-perguntas-e-respostas-t12001-450.html 3. El Chaltén – são 49 páginas, sempre com depoimentos, perguntas e resposta - ushuaia-perguntas-e-respostas-t12001-450.html Boa pesquisa! Espero que a leitura consiga
  5. Olá João! Estes prepartivos, planejamento da viagem são importantes para que você realize realmente um percurso conhecendo muitos detalhes. Estarei embarcando na madrugado do dia 18/12, ou seja, tenho apenas 2 dias aqui. Até lá estarei a disposição para novas troca de experiências em viagens pelo Chile. Serão 43 dias, voltarei apenas no final de janeiro/2011. Espero poder contribuir e orientar quanto os seus questionamentos. Abraços, Alfredo
  6. Olá Alan! DE CARRO você tem a possibilidade de seguir direto de EL CALAFATE para TORRES DEL PAINE. O percurso mais curto é via EL CERRITO, a estrada é de rípio, fechada no inverno. DE ÔNIBUS de EL CALAFATE para PUERTO NATALES (Empresas COOTRA e BUS SUR – diariamente – custa US$ 16). Todavia há a possibilidade de viajar de EL CALAFATE à CERRO CASTILLO (Empresas BUS SUR e ZAAHJ – terça, quarta, sexta, sábado e domingo). Em CERRO CASTILLO tomar outro ônibus direto à TORRE DEL PAINE. Como sempre, é bom fazer reserva assim que chegar em EL CALAFATE. A melhor escolha dependerá da existência do ô
  7. Bem interessante a abertura deste espaço onde podemos tomar conhecimento sobre “O QUE FAZER NA PATAGÔNIA”, e também deixar uma contribuição com base em experiências de viagens. Estou na terceira viagem à Patagônia, e sempre conhecendo novos lugares. Também fiz a opção de viajar pela Patagônia Chilena. Por apresentar uma menor interferência provocada pela ocupação da Região é mais selvagem. Por isso existe menos estrutura turística o que nos leva a um contato direto com a população, que nos recebe de braços abertos. Em muitos lugares ficamos em hospedarias familiares e nos alimentamos em inúme
  8. Olá Sra e Sr. Léo, Vocês já estão com o roteiro fechado e os hotéis reservados? Como vocês têm pouco tempo, 16 dias, o ideal é chegar do Brasil por uma extremidade do roteiro e embarcar de volta pela outra extremidade, sem ter que voltar ao ponto de início. Assim vocês ganham tempo para aproveitarem melhor os lugares visitados. Vocês estarão viajando pela TAM? A TAM e a LAN são parceiras e vocês poderão chegar no Chile tendo como ponto outra Cidade, como Puerto Montt que está em seu roteiro, sem custo adicional na passagem aérea, mesmo com milhas do programa fidelidade. Alugar carro dá um
  9. Olá Pauli e João! Já fiz esta viagem, mas em sentido oposto. E como tinha tempo, não fui direto, mas aproveitando par conhecer algumas cidades. A viagem entre Belém e Macapá pelo estreito de Breves é muito bonita. Aproveita, conhece Macapá e em seguida pegue outro barco para Santarém. Em Santarém vale a pena pegar a moto e ir conhecer Alter do Chão. Depois volta à Santarém e pega outro barco que poderá ser direto para Manaus ou parar em Paritins para conhecer. Não moro na Região Amazônica, não tenho como informar os preços. Mas no caso de vocês dois, o ideal é pegar um camarote. Estes barco
  10. Olá João! Sem problema, pretendia saber como era o seu vôo de ida e volta para Montevideo para poder dar algumas sugestões. Recomendo comprar o Viajante Argentina e o Viajante Chile onde você encontrará detalhes da sua viagem. Existe uma versão do Viajante América do Sul, contendo um resumo sobre a Argentina e o Chile. Para as trilhas tem o TREKKING IN THE PATAGONIAN ANDES da Lonely Planet (cmprei na Livraria Saraiva). Há ofertas de vários percuros em ônibus saindo de Ushuaia, tanto para Punta Arenas quanto direto para Puerto Natales e Torre del Paine. A viagem de Bariloche para o Chile po
  11. Olá João! Quero desejar a vocês uma Boa Viagem ... pesquisando na net e procurando informações no Mochileiro certamente vc terá condições e planejar muito bem a sua viagem. Antes de dar sugestões do roteiro, quero fazer 3 perguntas: 1) Por que o vôo internacional é, ida e volta, por Montividéo? 2) O ideal é você iniciar o percurso por um lado da cordilheira e volatar pelo outro. A sua Cidade de início de viagem no exterior poderá ser diferente da Cidade do final da viagem e regresso ao Brasil. Assim você não perde tempo regressando. Por exemplo, chegando por onde você está programando, mas
  12. Olá Fábio, Concordo com a Déia, Felipe e Rodrigo. As opções de viagem pelo Chile e Argentina são muitas, depende dos interesses e do perfil de cada um. Pessoalmente eu prefiro viajar pelo Chile, sempre descendo a partir de Santiago. Não que o Norte do Chile não seja bonito, mas o tempo para o seu roteiro é curto para conhecer as localidades por onde estará passando, e tendo que optar, sou favorável a descer na direção sul. Até porque o mais próximo de Santiago você poderá fazer em outra viagem aérea por exemplo, e como você disse, talvez alugando um carro por lá. Tomando como base o seu rot
  13. Viajar pelo extremo sul da Patagônia Chilena tem os limites dos Transportes, sejam eles rodoviários, marítimos ou aéreos. No ano passado estive em Villa O’Higgins e Tortel e para se chegar nestes lugares, só em micro ônibus, 2 vezes por semana. Para ir de carro tem que levar combustível suficiente para a volta, não existem locais de abastecimento. A rodovia é sem movimento, e em uma viagem de dia inteiro, não passam mais do que 5 carros em sentido contrário, o número de ciclistas é um pouco maior. Villa O’Higgins é o final da Carretera Austral e de lá existe uma Travessia, trekking para El Cha
  14. Diminuir o peso da mochila está diretamente ligado ao tipo de viagem, a existência ou não de uma infra-estrutura de apoio, a estação do ano, ao clima e ao tempo de viagem. Os itens básicos de higiene pessoal não são os que mais contribuem para o acréscimo do peso da mochila. Ao contrário da grande maioria, carregar produtos desidratados é sempre mais leve que ter que carregar algo diluído, quando a opção existe. Isto vale para os itens básicos de higiene como também para os produtos de alimentação, dentre outros. Como exemplo, um Trekking em regiões isoladas sem refúgios no percurso, onde acam
  15. Com relação a viagem à Patagônia, existe muito o que se conhecer, descobrir, explorar. Alguns roteiros estão na moda, outros menos conhecidos, todos muito bonitos. A viagem pelo Chile encontramos a natureza mais selvagem, menos explorada, a Carretera Austral torna-se semelhante a uma estrada vicinal na zona rural brasileira, comparada a nossa Trasamazônica em termo de viabilizar o deslocamento numa área remota do país. Por ela chega-se até Villa O’Higgins. E com tanto o que conhecer há necessidade de priorizar o que se deseja. Existem muitos sites onde você poderá saber um pouco de cada local
×
×
  • Criar Novo...