Ir para conteúdo

renan-de-oz

Membros
  • Total de itens

    58
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre renan-de-oz

  • Data de Nascimento 13-09-1987

Bio

  • Ocupação
    Técnico de informática

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Agora em Abril de 2019, voltei para Buenos Aires com minha namorada e ficamos cerca de dez dias. Gostaria de deixar algumas dicas práticas para quem for. Câmbio da época: 1 BRL = 10,7 ARS / 1 BRL = 0,25 USD Táxi para Ezeiza: Paramos um Táxi em Palermo para nos levar ao aeroporto EZE. O taxista nos explicou que o preço é fixo, 750 ARS. Algumas empresas fazem esse trajeto, como a Taxi Ezeiza, mas acho que cobram mais caro. Chip argentino: É altamente recomendável ter um chip da argentina se você for ficar alguns dias no país. O chip custa cerca de 10 BRL nos kioscos e você car
  2. Oi Rafael! Olha, aparentemente, o valor da passagem é o mesmo na internet e no balcão para compras no Uruguai (não vi na Argentina). Acho mais cômodo comprar pela internet mesmo. Na rodoviária de Colonia del Sacramento tem uma agência da Colonia Express e é possível comprar no porto mesmo. A desvantagem de comprar pela internet é que seu roteiro fica engessado dependendo da antecedência da compra.
  3. Oi! Então, em dez dias acho que fica meio corrido incluir Foz. Para diminuir o tempo, eu cortaria um dia de Colônia (um dia só dá, tem gente que faz bate volta pra lá) três de BsAs e três de Montevideo. Para economizar tempo, poderia ser interessante pegar um voo chegando em BsAs e outro saindo de Montevideo para o Brasil (ou o contrário) para não ter que voltar até o ponto de partida. Fazer o free walking tour logo que chegasse nas cidades pra ir conhecendo elas de cara poderia ser uma boa. Não fica tão corrido, mas não vai dar pra ver tudo que tem vontade, acredito. Tem b
  4. As informações da viagem tirei de vários relatos, alguns aqui do mochileiros e outros de fora. Me ajudou muito os vídeos dos canais Aires Buenos e Roberta de Bolso, do Youtube. Também peguei dicas desses relatos: http://airesbuenosblog.com/mochilao-por-buenos-aires-dica-do-leitor/ http://www.mineirosnaestrada.com.br/posts-sobre-america-do-sul/#Uruguai Também consultei dicas no site Aguiar Buenos Aires
  5. Para pesquisar passagens de avião, preferi o Skyscanner. Eles mostram o preço com a taxa aeroportuária e não cobram comissão. Para pesquisar hostel, fui no booking.com Casas de câmbio, usei o site Melhor Câmbio. Para minha locomoção, usei as apps que vêm com o meu celular, o Nokia Here Maps e o Nokia Here Transit. Eles me davam até o trajeto dos ônibus (apenas em BsAs). A prefeitura de BsAs disponibilizou vários aplicativos para celular visando ajudar o turista: BA Como Llego: Mapas e trânsito. Problema é que precisa de internet para funcionar direito. BA EcoBici: É o app das bici
  6. Avião Pesquisei as passagens de avião pelo Skyscanner e as passagens com melhor preço saindo de São Paulo eram as da Qatar e da Turkish. Ambas tem boa reputação, mas pousam em EZE (Aeroporto Ezeiza, um pouco distante de Buenos Aires, mais ou menos como é Guarulhos em SP). Como cheguei bastante tarde, sozinho, pela primeira vez em um país estrangeiro, e carregando uma boa quantia de dinheiro vivo, preferi tomar um taxi. Usei o serviço Taxi Ezeiza. Você faz sua reserva pela internet e paga no balcão da companhia no aeroporto. Ficou em 580 ARS. Eles também aceitam dólares. Existem companhias
  7. Aqui no Brasil, troquei um pouco de Reais (BRL) por Pesos Argentinos (ARS) e dólares (USD) para não chegar no país totalmente sem dinheiro de lá. A taxa não foi muito boa ao todo (1 BRL = 3,4 ARS) mas foi a melhor que achei, usando o site Melhor Câmbio. Deveria ter deixado para trocar tudo na Argentina mesmo, onde o câmbio era bem mais vantajoso para o Real (1 BRL = 4,9 ARS). Abaixo, as casas de câmbio que encontrei com melhor cotação para Real por onde passei. As taxas mudam, então confira na internet, e não se esqueça de levar seus documentos e o que tiver carimbo de entrada/saída do
  8. Na volta pra Buenos Aires, estava com as costas doendo de ter andado todo o dia anterior de bike. Pensei "vou pegar um taxi em porto madero", mas tal era a muvuca na saída do porto que eu desisti. Tinha barcos de duas companhias desembarcando naquela hora, e pegar um taxi demandaria ficar esperando numa fila imensa no meio daquele povo. Tenho uma aversão meio irracional à multidões. Fui andando até a estação de trem Retiro. A estação Palermo é a próxima, apesar de ficar bem longe. O trajeto passa pelos bosques de Palermo e perto do Aeroparque. Malba Museu de Arte Latino-Americana de Bueno
  9. Em Montevidéu, fiquei no hostel da mesma franquia que Colônia, o El Viajero, localizado próximo da 18 de Julho e da Pza da Independência. Como cheguei no fim da tarde, só deu tempo de andar um pouco pela 18 e pela praça e fazer umas compras na Tata (mistura de Lojas Americanas e Carrefour de bairro). Teve uma festa bem animada de noite, mas eu estava muito cansado, fiquei pouco. Nos dias seguintes visitei outros pontos da capital uruguaia: Museu Andes 1972 Museu dedicado à tragédia do voo com um time uruguaio de rugby que caiu na cordilheira dos Andes e seus sobreviventes, resgatados
  10. Fiquei no Hostel El Viajero, a uns dez minutos do porto. Esse era um pouco mais agitado que o 7030 Hostel lá de BsAs. Quando cheguei, tinha um grupo de argentinos na faixa dos 50~60 anos hospedado. Fiquei charlando com eles. Os caras estavam vindo de moto do sul da provincia de Buenos Aires e chegaram no Uruguai por terra. Uma viagem bem extensa. Tinham dado uma passada em Punta pra tirar uma foto com a mão da areia lá e raparam pra Montevideo e depois pra Colonia. Em Colônia, visitei as ruínas, o farol e dei um passeio pela cidade em geral. Um belo dia fez muito frio, mas nos outros estav
  11. Peguei passagens com a Qatar Airways porque estava mais barato que todas as outras companhias que saiam daqui de SP. A Turkish também estava barata. São boas companhias, elas tem boa fama lá fora. Problema é que elas pousam em Ezeiza (o Guarulhos deles) praticamente te obrigando a gastar uma grana com taxi (tem uns ônibus também, vê lá nas dicas depois). Fiquei no 7030 Hostel, em Palermo. Um hostel BEM tranquilo, do jeito que eu queria. Tem uma área de convivência, sinuca, pub crawl e tals, mas os dormitórios ficam em outro andar, tem uma cortininha nas camas pra privacidade, e os colchões
  12. Tá, então foi assim: Eu nunca tinha viajado pra fora e queria viajar durante todo o período das minhas férias. Escolhi a Argentina e Uruguai porque tem a proximidade linguística, e porque tem muita dica de brasileiros. Também vi o que tinha pra visitar e achei que poderia ser bacana. E foi. Como é um par de destinos bem manjado, vou primeiro fazer o relato + fotos e depois as dicas de app, sites, câmbio e outras coisas. Pra quem estiver fazendo a primeira viagem pra lá, pode faler a pena conferir esse tópico. Quando eu falar de preços, vou usar a moeda local. O câmbio da época era mais ou me
  13. Obrigado pelas respostas! Parece besteira, mas era uma das minhas preocupações. Não gosto de levar roupas demais.
  14. Pessoal, boa noite. Fiz uma viagem ano passado pelo Brasil com duas semanas de duração. Levei roupa para uma semana e no meio do caminho (uma semana de viagem) entreguei as roupas já usadas para uma pessoa que cobrava para lavar. Achei uma boa opção para viagens um pouco mais longas, pois faz com que eu não precise levar roupas para todos os dias, diminuindo o tanto que tenho que levar na bagagem. Agora quero fazer uma viagem por Buenos Aires e Montevideo e ficar uns 20 dias. Pergunta: Sabem onde encontro algo assim com preços não muito abusivos? Eu sei que hotéis oferecem esse serviço, m
  15. Cara, viajar sozinho é bem legal, dependendo do roteiro. Dificilmente você fica sozinho mesmo. Vou dar umas dicas das viagens que fiz sozinho, talvez você acabe tendo alguma ideia: - Curitiba (três dias) Eles tem um ônibus turístico na cidade, onde você pode visitar as atrações da cidade. Ficando em hostel, dá pra conhecer mais gente e ir depois em algum pub, barzinho, show ou combinar visitar algum lugar. Um colega do fórum também recomendou uma visita ao parque estadual de vila velha, em ponta grossa, a partir de Curitiba, e achei bem interessante (depois procura por fotos do lugar
×
×
  • Criar Novo...