Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

rlciq

Membros
  • Total de itens

    182
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

4 Neutra

Sobre rlciq

  • Data de Nascimento 24-01-1974

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    America do sul e Caribe....
    mais info no canal de videos:
    http://vimeo.com/rlciq
  • Meu Blog

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. rlciq

    Barracas peso 1.200 gramas e preço R$ 200 . DESAFIO....

    Bom, considerando que todo mundo já deu o recado sobre levar o armamento correto para cada guerra, Isto é: - Ninguém vai pro Everest com uma barraquinha de verão; - Ninguém precisa de barraca para acampar no Saara. Considero que o desafio ficou fácil. Vou dividir por 2. Menos de meio quilo e apenas R$ 100. Não vá pro Aconcágua com ela. https://pt.aliexpress.com/item/410G-Camping-Tent-Ultralight-1Person-Outdoor-20D-Nylon-Both-Sides-Silicon-Coating-Rodless-Pyramid-Large-Tent/32792126989.html?spm=2114.10010308.1000013.8.vWZ92J&scm=1007.13339.33317.0&pvid=6ce48b06-1b4a-4a96-9c37-9726692bad58&tpp=1
  2. rlciq

    Sacos de Dormir

    Bom... decidi entrar no mundo da pluma. Relato minha aventura. Meu receio até hoje é que se molhar a pluma fica inútil. Sou desastrado e uma caneca de chá seria suficiente para algumas noites de sofrimento. Claro, o custo também me influenciou bastante, pode me chamar de mão de vaca a vontade. Armei uma armadilha para o escorpião do meu bolso e sai a pesquisa. Cheguei a duas escolhas: - The North Face SUPERLIGHT 15F/-9C https://www.thenorthface.cl/products/superlight-15f-slash-9c?color=E8Q Apenas 800gramas, conforto de -5C. Custa 300.000 pesos chilenos, vulgo R$ 1.5000 - Aegismax G700 chinês super barato https://pt.aliexpress.com/item/Ganso-saco-de-dormir-AEGISMAX-G400-G700-acampamento-ao-ar-livre-para-baixo-saco-de-dormir/32672795279.html Aproximadamente 1050 gramas, -5C, ridículos R$ 400 USD 130. Optei pelo chinês.... por alguns motivos: - Eu ia viajar ao Chile, podia comprar o TNF e usa-lo na minha viagem. Na loja NINGUEM respondeu email eu não sabia se ao chegar lá, sem saco de dormir na mala, poderia compra-lo. - Pesquisei em algumas lavanderias em torno da av Paulista. Não senti confiança em nenhuma das duas lojas, isto é, no futuro, poderia perder meu saco pela má qualidade do serviço da lavanderia. Melhor perder R$ 400 que R$ 1500 - Mesmo considerando imposto, (R$400+R$200) é uma diferença absurda de R$ 900.... ok, a qualidade TNF pode ser melhor mas.....são mais de 300 latinhas de boa cerveja de diferença. Fiz a compra no site e deixei uma mensagem ao vendedor. (Please use a lower value to avoid taxes, like US40) Bem, efetuei a compra em 10 de fevereiro. No dia 17 um chinês postou no correio e chegou em Curitiba no dia 1 de março. No dia 9 de março foi liberado sem tributação!!!!! No dia 20 de março chegou em casa. Nota ao leitor desinformado: pare de ler aqui e leia esse meu post anterior. post1239814.html#p1239814 Coloquei o saco na balança (veja fotos) e descobri que havia sido enganado. Apesar da etiqueta G700, o saco que me mandaram devia ser de plumas de pato o modelo D700 e não de ganso. O modelo G700 custa USD20 mais caro e é 50gramas mais leve... entrei com uma reclamação no site e recebi meu reembolso de US20 no dia 3 de abril. Portanto, comprei um Aegismax G700, não paguei nenhum imposto e recebi um Aegismax D700. R$ 320 em um saco de dormir de plumas.... nada mal. Será? 1 de abril, dia da mentira, fui para o Itatiaia. Vou resumir, o saco é bom mesmo. Passei calor, como era de se esperar. A sensação térmica me lembrou o Marmot Tressless 0F que eu tinha. Ziper aberto, frio no ombro, sem capuz de cuca fria. Apesar da nudez o corpo inteiro estava quentinho. Quanto as dimensões, tenho exatos 1.75m, que é o exato tamanho do saco tamanho M. Tenho a sensação que foi feito pra mim, sobre medida. Sensacional. Sou gordo, peso 90kg. se eu engordar ou crescer 1 cm não fecho o zíper. É um padrão diferente do americano, que é para 1.85m e gordinho, fiquem atentos. Saco de pluma, por enquanto, confirmou tudo que eu já sabia. Pesa metade, ocupa metade do volume na mochila, requer o dobro de cuidados e custo o dobro do preço. Vale a pena ter um? Respondo daqui a 5 anos...
  3. Negativo Fabio, tamanho não é documento. Documento é a filhadaputagem dos fiscais que de vez em quando resolvem taxar geral. Já tive muitas coisas sem taxar que DEVERIAM ter sido taxadas, como meu saco de pluma de US 120 (em breve, review). E tive coisas taxadas absurdamente injustas, como, acreditem, uma camiseta UV de US10! Agora, sendo objetivo, meu EVA da Naturehike, NÃO foi taxado.... e por favor, faça a conta SEMPRE. R$ 50 - Preço do produto. R$ 25 - imposto 50% do valor. R$ 15 - Taxa fixa de manipulação do correio (sim, eu tbm acho absurdo) Portanto seu isolante custaria uns R$90. Pode pesquisar, no Brasil vai dar muito trabalho achar algo equivalente. E se não taxar use os R$ 40 em algo relevante. Como por exemplo., cerveja.
  4. rlciq

    Barracas Importadas

    Hum.... nisso você esta certo! Alias, eu acho que você vai gostar em saber que estou com uma autoportante....e em breve farei um review da minha nova barraca, a chinesa Mongar 2 da Naturehike. Já adianto: Um luxo, espaço excessivo, bem ventilada. Parece aguentar bastante neve, mas tenho minhas dúvidas quanto a uma ventania patagônica.... Vou dar bastante porrada nela e conto a todos em breve. Mas, realmente, nunca pensei nisso. Um ciclo viajante por exemplo, vai acampar muito em cimento. Para isso, tem uma solução simples: http://s39.photobucket.com/albums/e175/butuki/freestanding_tent_003.jpg Brincadeiras a parte, se você praticamente só acampa em cimento não faz muito sentido uma barraca que não seja autoportante, possivelmente nesses lugares nem venta muito... haverá sempre paredes ao redor que bloqueiam vento...e se chover demais basta colocar um barato plástico de construção por cima.... e pensando assim.... acho que qualquer barraca Iglu de super mercado pode servir! Mas se você alterna entre cimento e ambiente natural, um pouco de criatividade basta para tornar qualquer barraca em uma autoportante. Levar cordinhas para amarras, aproveitar bastões de trekking, usar quadro de bicicleta como ancoragem (ancorando com uma invisível linha de pesca até ajudaria no problema do roubo, acordando quando o malandro tentasse tirar ela do lugar!), enfim, sendo um pouco criativo qualquer barraca fica de pé mesmo no cimento. Exemplo: http://sectionhiker.com/wp-content/uploads/thumbskeep/2012/05/P1090225-001.jpg Resumindo, em 100% das vezes eu sempre me virei. Mas nem sempre consegui colocar todos (ou algum) estepe no chão. E se eu acampasse só no cimento.... ficar se virando todas as vezes seria um saco! Ai eu também só teria autoportante. Nisso você esta errado: Na verdade eu acho que o grande problema é o consumidor não o mercado! É mais barato importar algo. A qualidade é muito superior e os preços são menores mesmo pagando todo o imposto. Se você for viajar e comprar lá fora então, virou covardia. Repito: Você compra lá fora, paga menos, mesmo com dólar as alturas e considerando todos impostos e leis e tem um equipamento muito melhor que o nacional. No entanto, o consumidor médio tem "medinho". "Será que eles entregam?". "Será que é bom?" e acabam compram a porcaria nacional. Assim o mercado nacional não precisa mudar, afinal, todos esses covardes estão todos comprando as porcarias nacionais... Mas não vocês! Vocês estão no tópico barracas importadas!!! Ahuuu Ahuuuu!
  5. Eu falei EVA fininho pq é o termo genérico... polietileno expandido aluminizado é muito cabeção... eu ainda estou pesquisando o que comprarei. O meu plano na verdade é um pouco diferente, tenho que colocar a prova pra ver se é bom. O footprint da barraca pesa 235g. Um isolante com o mesmo tamanho (1,35x2,1m) deve pesar umas 300g. Pretendo deixar esse isolante embaixo da barraca, protegendo não apenas o inflável mas também fazendo a função de footprint aumentando a vida útil de minha barraca e meu colchão. Estou pensando em usar algo assim: https://pt.aliexpress.com/item/New-Sleeping-Mattress-Mat-Pad-Waterproof-Aluminum-Foil-EVA-Outdoor-Camping-Mat-EA14/32614383191.html Apenas comentando, a barraca nova, que achei MUITO boa, mas ainda precisa ser colocada em campo e levar muita porrada para poder fazer um review adequado, é essa: https://pt.aliexpress.com/item/Naturehike-Mongar-2-Camping-Tent-Double-Layers-Waterproof-3-Season-Ultralight-Dome-Tent-for-2-Person/32754643221.html?spm=2114.13010708.0.0.xqW2uk Bom, quanto aos outros, já flagrei um grupo de ciclo-turistas zoando o amigo que tentava achar o furo do colchão em um riacho. Furos acontecem, é uma questão de quando. Você ter dormido inúmeras noites sem problemas mostra o tipo de pessoa que você é: cuidadoso, sortudo, seletivo, etc. Eu ter medo de furos mostra o tipo de pessoa que eu sou: Duvido que esse colchão passe de um mês....
  6. O Bulls, como sempre, está correto. Essas empresas são mestres na cópia. O mundo é assim, Samsung copia Iphone e por ai vai. Tem muito produto de US400 sendo vendido por US150. A qualidade das cópias eu diria é nota 8, o preço nota 10. O "original" americano/inglês/alemão é nota 10, mas o preço e o acesso ao produto nota 5. Esse isolante, acredito ser cópia do sea-to-summit ligth, nesse link: https://lojaam.com.br/isolante-inflavel-sea-to-summit-comfort-light.html Atualmente tenho 2 isolantes, onde dorme eu e minha mulher, um legitimo Term-a-rest Ridge e um Naturehike cópia dele. Comento ambos: Desempenho exatamente iguais, mas o acesso e o preço tornam o Term-a-rest inviável, impossível mandar entregar um aqui no Brasil, enquanto o chinês... chega bonitinho e a preço imbatível. Acho meu atual isolante bom o suficiente, apenas 370g, NUNCA vai furar, aguenta porrada e dorme-se mesmo sobre a neve com perfeição. Ele é quase perfeito, porque o conforto no entanto, é nota 7. Para férias, feriados e períodos curtos é suficiente. Assim, aconselho a TODOS a compra de um isolante com tecnologia de espuma como Term-a-rest Ridge. Inflável não é uma questão de "e se furar?". A questão do inflável é que ele VAI FURAR você só não sabe quando. Furos, muitas vezes são invisíveis, inaudíveis. Você provavelmente precisa de espuma e esponja para encontrar onde furou, colocar dentro de um rio/lago, acredite, ele não afunda, é muito difícil achar um furo. O pior é que você descobre que está furado, acordando no meio da noite, sentindo frio e o chão duro. Não seja infantil pensando que acha o furo rapidinho com uma lanterna de cabeça. Você só vai achar o furo na manhã seguinte. Torça para o dia seguinte não ser aquele dia de acordar cedo e caminhar 10H até o próximo acampamento, pq senão vai ser uma segunda noite no chão frio. Bem, após meter o pau nos infláveis, vms a contradição: Estamos juntos PADC_86, também estou em busca de um isolante inflável. Como vou tirar um sabático vou aumentar muito a frequência de uso, sei que esse muito pequeno desconforto do EVA vai pegar lá pelo 2 mês de acampamento.. quando furar, vou ter tempo para consertar no dia seguinte, afinal vou estar sem data para voltar... Então estou trocando de sistema para aumentar o conforto. Pretendo usar um isolante porcaria qualquer embaixo (evitando assim furo) e um confortável inflável por cima. Minha desvantagem é que vai pesar mais. Acho que ganho umas 300g no conjunto, compensado pelo conforto por um colchão de ar de ao menos 8cm de altura. Então, aconselho o uso de EVA grosso. Quer mais conforto, EVA fino e colchão de ar confortável.... esse que você esta pegando me parece bem desconfortável (apenas 3cm!) e com desvantagem de que se furar..... Minha escolha hoje, talvez eu ainda mude de ideia, esta sendo essa: https://pt.aliexpress.com/item/Outdoor-Fold-Moisture-proof-Inflatable-Camping-Tent-Sleeping-Pad-with-pillow-free-Shipping/32669100715.html?spm=2114.16010208.99999999.272.o6vE2X
  7. rlciq

    Fotografia na Patagônia

    Francis, só uma dúvida. Aquele 1,5kg do tripé causa um problema temporário... já a frustração de perder uma foto, será eterna. Como pretende lidar com a frustração de não conseguir fazer uma boa foto pela falta de tripé? (PAUSA, VOLTO NESSE ASSUNTO ABAIXO) Na verdade não tem trocas repentinas de temperatura... em campo a lente condensa porque ocorrem coisas como tudo esta molhado dentro da barraca (sua respiração / transpiração esta fazendo isso), porque o orvalho esta molhando tudo, da grama a rocha... É como o carro com vidro molhado pela manha. Na verdade o balanço de branco é a menor das menores preocupações, basta fotografar em RAW. Mas a dica é muito válida para quem fotografa em celular, câmeras básicas, ou é teimoso em usar JPG. O ideal é ficar no ponto, claro! Mas, minha experiência pessoal na frente do LightRoom diz que uma foto sub exposta pode ficar muito boa se comparado a uma foto super exposta.(estourada). Quando o sol bate em um lugar com céu claro e você inclui um lugar com sombra na composição você tem que escolher entre sub exposição e super exposição. (Imagens clássicas como nascer do sol nas torres com o lago abaixo ainda na sombra são exemplo). Minha experiência, sub exposição da melhor resultado, estourou, vc não recupera nuvens, detalhes, etc. Clarear no computador é bem mais fácil que escurecer. (DESPAUSA, VOLTANDO NO ASSUNTO) Você, acostumada a eventos, usando flash, bem.... Na paisagem não tem flash. Se quiser uma foto sem sombras, partes subexpostas parte estouradas, tem que fotografar na hora mágica. Hora mágica é 15 minutos antes e depois do nascer do sol. O melhor resultado que encontro é geralmente 15 antes do nascer do sol e 15 depois do por do sol. É uma ótima luz, mas..... TEM QUE TER TRIPÉ. By the way, o artigo que você citou, é muito bom, mas parece ser realmente focado na realidade do hemisfério norte. Explico. Lá, é comum você sair de casa, e no seu próprio quintal bater fotos a -20C e entrar de volta para dentro de casa a +20C. Quando você vai para a patagônia e vai fotografar natureza, essas condições não existem..... lá fora nem é tão frio assim, e muito menos o hostel não é tão quentinho assim também, e ainda pior sua barraca esta longe de ser quentinha....
  8. rlciq

    Torres del Paine

    MArcelo Vervloet / banzai32 Não sei como esta agora (afinal HOJE podem estar desmontado as tomadas) mas... Tem tomadas nos comedores do Los Perros e no Paine Grande, livres e de acesso ao público. Não sei o quanto é útil para TDP, pois lá é civilizado demais, mas para outras aventuras de verdade, fica a dica a compra de um painel solar e um carregador USB. Antes que o Bullseye, esse psicopata ultraleve, fale algo sobre peso eu resumo assim minha configuração: Adicionei +150g de peso do painel Retirei 2 recarregáveis AA de uso no GPS, -50g (antes levava 4) Retirei 3 baterias LPE6, -240g (antes levava 5) Retirei uma lanterna de barraca, uso o LED do celular~, -50g (antes tinha uma lanterna de teto) Portanto, minha experiência pessoal, agora eu sou auto suficiente em energia. Fiquei 190 gramas mais leve, gastei R$ 50 no painel. Celular no modo avião, leio Ebooks, ouço musica, podcast, é minha luz de barraca. Assisti toda série de Jessica Jones (1 capitulo por dia) antes de dormir na barraca em minha ultima viagem. Quando chegava na cidade, o celular estava ainda com bateria cheia. Meu GPS sempre tem uma AA disponível, minha máquina fotográfica sempre tem bateria. RISCO: Uma semana inteira de tempo nublado, você perdeu tudo.... O painel que recomendo é esse daqui e o carregador da minha máquina é esse.
  9. rlciq

    Sacos de Dormir

    Recomendação.... bem...Eu NÃO comprei sacos de dormir lá, mas PRETENDO. Já comprei DIVERSOS itens, desde barracas até mosquetões e por isso recomendo: https://pt.aliexpress.com/br_home.htm Vou tentar resumir pra você. Aegismax é a marca de saco de dormir do site. Existem dois tipos: de plumas de Ganso (identificado pelo código G) e Plumas de PATO (identificado pelo código D) . Qualquer número que você ver mostra o peso em gramas de plumas que contem aquele saco. Esse peso/numero não conta zíper, etc. Um saco para zero grau C de conforto pesa entra 1,2kg e 0,8kg (pode pesquisar a vontade). Um saco de 400 gramas de peso total NÃO vai aguentar o tranco. Um saco de 1400 gramas de peso total vai aguentar o tranco, mas é tão pesado que significa que a qualidade das plumas são realmente ruins. Os gansos / patos chineses sofrem de um inverno MENOS rigoroso que o europeu. Portanto, suas penas são adaptadas a esse ambiente "mais quente". Resultado é que o saco americano/europeu é aprox. 10% mais leve. Seria minha preferencia, se não fosse 100% mais caro. Dito tudo isso, Aegismax D700 (Duck que é pato, 700 gramas) ou Aegismax G700 (Goose que é ganso, 700 gramas)devem atender suas necessidades de verão patagônico a inverno na Mantiqueira. Para o "verão andino", cujas temperaturas noturnas são -20C sob um lindo céu azul, ele náo basta. Recomendo um mais pesado OU usar ele JUNTO com outro saco mais leve. Para rápida referencia (pesquise melhor no site): Saco leve Saco mais pesado DICAS DO CORAÇÃO Ao comprar, é possível mandar uma mensagem ao vendedor. Diga para ele colocar um valor MENOR para fugir da receita federal, algo como US 40. Caso você seja tributado, PAGUE e entre com recurso. Valores inferiores a US 50 são indiscutivelmente sem tributos, mas há o entendimento em diversos juízes que a taxa de isenção é de US 100. De uma googleada a respeito, existem vídeos no youtube explicativos de como receber sua grana de volta.
  10. rlciq

    Torres del Paine

    Muito bom seu post satoedu. São informações assim, relevantes, que realmente importam. Fato urgente, link, completo, parabéns. banzai32, o recado não é exatamente pra você, mas para todos que estão em véspera de ir. Quem nunca fez nada em termos de trilha, ia contar com apoio de refúgio, etc NÃO DESISTA. Trilha assim, travessia bem estruturada, bem marcada não tem outra opção na patagônia. El Chalten, que é a alternativa mais semelhante, não é travessia se você quiser estrutura. Você tem que ficar na cidade fazer bate-e-volta todo dia, o que não vale a pena. Digo isso pois s é MUITO mais cansativo bater e voltar no mesmo dia do que carregar uma pesada mochila, descansar e voltar só no dia seguinte. ......... e não para por ai Dérien. Tierra del fuego sozinho tem mais de 30 dias de trilha sem repetir um dia no mesmo acampamento. Mas lembro: Não indico para quem não tem nem um pouco de experiência. By the way, a todos que estão pensando em viajar agora, não parece estar vantajoso levar dólar. Esta valendo a pena trocar seu reais mesmo no aeroporto. Não acreditem em mim, consulte o link e boa viagem. http://www.cambiosantiago.cl/
  11. rlciq

    Torres del Paine

    A coisa está MUITO pior que chato. Li sua mensagem e não entendi sua preocupação, se não tem vaga no grey, basta acampar no acampamento guardas.... mas eu pensei: "puxa.... as coisas estão mudando, deixa dar uma olhada" Fui consultar o atual mapa do parque http://www.parquetorresdelpaine.cl/upload/files/Mapa_2016_2017.jpg Não existe mais o acampamento guardas, que ficava entre o passo e o gray, a apenas 1 hora do grey. O acampamento Las Carretas, que era excelente porta de entrada para quem queria poupar a $ do barco foi fechado. O acampamento Britânico também não existe mais. Resumindo, estão FECHANDO os acampamentos gratuitos, abrindo acampamentos pagos e restringindo entrada, obrigando o visitante as escolhas: - Alta temporada: Compre um pacote, senão não vai conseguir vaga. - Baixa temporada: Contrate um guia, pois é proibido andar livremente pelo parque. Minha dica: Faça trekking em outros lugares menos pop. Villarrica, Ushuaia, etc... tão bons como TDP, mas com 90% menos pessoas. TDP virou uma espécie de CVC da aventura.
  12. rlciq

    Torres del Paine

    é..... a coisa esta feia! Eu tinha um sonho.... voltar em TDP onde minha vida de trekking começou e ficar pelo menos 20 dias lá. Acho que estragaram o meu sonho pra sempre... Entrar em um parque com reserva dia a dia, ponto a ponto, sem direito a parar mais de uma noite no mesmo acampamento mesmo em caso de mal tempo.... que puxa! Se não fosse os refúgios pagos com restaurantes e vinho tenho certeza que o parque seria bem mais tranquilo. Antes, eu acreditava que o melhor mês para ir era março! Assim você fugia da muvuca. Agora penso em abril.... mas fica a duvida: Como os refugions Seron, Dickson, Los Perros estão fechados em abril (fecham 31/mar), o circuito O fica aberto ao publico em geral?? Será que já fica restrito como invernal (obrigatório uso de guia)??? Abril virou o melhor mês para se visitar o parque? Acabou a liberdade em TDP, isto é, apenas pagando guia ou enfrentando a burocracia da reserva diária?
  13. rlciq

    Torres del Paine

    Eu vi! CLP 185 por R$ foi exatamente o que eu recebi em fevereiro! Mas na época o dólar era mais de R$ 4. O real se valorizou frente ao dolar, mas a cotação com o peso do chile não...
  14. rlciq

    Torres del Paine

    Não, não é. Pois é, nenhum lugar no mundo. É a mesma "rede" de cambio que fica no aeroporto, centro da cidade de Santiago, shoppings etc. E o cambio é simplesmente honesto. Mesmo eu sendo bancário, conseguindo, para meus fins pessoais, um dólar mais barato que a população, levei reais e troquei no aeroporto. Em Aysen, Cochrane, Coyaique tudo estava igual ao aeroporto. OK, quando eu fui, o dólar estava em R$ 4,10... momentos malucos... Para entender a fundo: http://www.viajenaviagem.com/2015/09/santiago-chile-onde-trocar-reais-casas-cambio Veja os post do dia 13.abr.2016 às 08:49 que é recente e mostra que o "câmbios Santiago" tem uma boa cotação. Na dúvida consulta o site. http://www.cambiosantiago.cl/ (ok, esta fora do ar....mas ninguém esta viajando hoje né?... ou está?) Há.... e lembre que levar US$ para pagar pousada te poupa 20% de imposto(IVA)..... Não sei se isso funciona na patagônia, mas em Santiago isso é relevante.
  15. rlciq

    Torres del Paine

    Eu acho que vc está desatualizado Leo. Experiencia de fev/16. Aeroporto, melhor lugar. Aqui, para conseguir dolar, voce gasta com spread, IOF, etc. Ai toma novo spread para trocar dolar para peso. Na ponta do lápis, leve reais, troque tudo no aeroporto assim que chegar. Da pra ver a cotação aqui: http://www.cambiosantiago.cl/ (esse link tenho no meu favoritos, mas AGORA o site parece fora do ar. Não sei se é temporário)
×