Ir para conteúdo

Olivio Neto

Membros
  • Total de itens

    56
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Olivio Neto postou

  1. "190 dólares e deu tudo certo" Fui ao Cotopaxi nesse mês de abril, e gastei no total 27 dólares: - ônibus do terminal de Latacunga até a entrada do Parque do Cotopaxi - $1 - camionete COM GUIA para a lagoa, refúgio E glaciar (valor por pessoa) - $25 - ônibus entrada do Cotopaxi - Latacunga - $1 Dicas: No terminal de ônibus de Latacunga, é só pegar qualquer um que for pra Quito e pedir pra parar na entrada do Parque (que fica na rodovia). Na entrada do Parque já tem várias camionetes esperando os turistas. O motorista geralmente tem autorização pra ser guia também, e daí é só combinar com ele o passeio (se o transporte vai incluir a lagoa, o refúgio e o glaciar) e o preço (quanto mais gente na camionete, mais barato dá pra ficar). Na volta, a camionete te deixa na rodovia, e é só esperar um dos muitos ônibus que passam por ali indo pra Latacunga. Sobre o guia e transporte, é obrigatório ter. Não tem como você entrar no Parque sem uma camionete e um guia - tanto prq não tem outro meio de circular lá dentro a não ser esse.
  2. O site do cruce é para o serviço do Cruce, que pode ser feito em um OU dois dias. Há como fazer o transporte entre os países de ônibus também, que é mais rápido e bem mais barato... o Cruce Andino é um serviço turístico que combina o transporte com o passeio, e o preço é uma fortuna.
  3. E ae gente Tou com muita vontade de fazer Guatemala e Belize em abril/15. Tenho 18 dias de férias. Andei pesquisando passagem e... tá Freud O melhor preço ficou entrando por Cancún e voltando por Guatemala City, mas né, 18 dias é muito pouco pra fazer tudo isso... não sei o que fazer Dae pensei em ficar só pela Guatemala mesmo, mas Belize está tão perto... Alguma luz alguém???
  4. Sugiro que fiquem em Puerto Varas mesmo. É mais turística, mais tranquila para casais, está mais perto de Frutillar e dos saltos de Petrohue.
  5. Duas semanas de Chile dá pra conhecer bastante coisa, mas não tudo. Pela disposição geográfica do país - e pra viagem não ficar tão cansativa também - você vai precisar escolher se vai subir ou se vai descer no mapa. Como seu roteiro provavelmente deve começar pela cidade de Santiago, resta saber se você vai explorar o norte do país (basicamente o deserto do Atacama e cidades litorâneas) ou se vai para a região dos rios e lagos, que fica mais ao sul (Pucón, Puerto Varas, Puerto Montt). O extremo sul do Chile estaria descartado.
  6. Tem hotéis de todo preço em PV - mais baratos que em Pucón até, já que Pucón é um vilarejo essencialmente turístico e PV é uma cidade (procure no booking, tem alguns muito bons e baratos). Ah, e o problema do inverno em PV não é o lago congelado rs O lago nem congela, na verdade. O que acontece ali no inverno é que é a estação de chuvas. Muito comum acontecer de chover o dia todo, ou passar dias com o céu encoberto (impossibilitando de se ver os vulcões e tal). Em Pucón, o clima também é assim no inverno.
  7. Poxa que pena... um carro ali "mata" a ilha toda, e você tem a liberdade de ir e voltar aos lugares que mais gostou, podendo organizar seu tempo melhor também...
  8. Essa desorientação é normal, relaxa Sobre o seu roteiro, eu sempre aconselho as pessoas a irem até Ica, que fica um pouco depois de Pisco, e pernoitar em Huacachina. De Huacachina é possível sair para esses dois passeios, e com a vantagem de ter um lugar MUITO bacana para ficar quando os passeios acabarem. Pisco é muito nada a ver, está (ou estava) bem destruidinha por conta do último terremoto, 0 de turismo. Já Huacachina por si só é um lugar voltado ao turismo, com estrutura e passeios próprios, sem contar o por-do-sol das dunas.
  9. Quero continuação! Tenho vontade de ir do Panamá ao México também, mas usando o MEX só pra voltar mesmo e dar mais ênfase nos países da América Central.
  10. Olivio Neto

    Pucón

    Não sei te informar isso... só fui à base. Galera estava subindo pra esquiar nesse dia, tinha sol e tal... mas parece queo trekking para o topo do vulcão envolve uma ajuda meteorológica, e nessa época lá é chuvosa... mas não sei te informar certinho não
  11. Olivio Neto

    Pucón

    Dizer que "um dia só basta" é bem relativo... Fiquei dois dias em Pucón agora em julho. Em um,fui à base do vulcão Vilarrica. E no outro, fui nas Termas Geométricas. Adorei o clima do vilarejo também, com seu cheiro de lenha queimando à noite e a vista do vulcão nevado de dia (dei sorte também, prq estava sol em ambos os dias). Se pudesse, ficaria um terceiro dia para conhecer outro termas ou alguma outra coisa que havia por ali.
  12. hahahhahaha que viagem massa curto muito um perrengue rsrs estou indo agora pro Uruguai, mas no caminho inverso (Colonia-Monte-Punta-Cabo-Diablo-Chuí-POA), vou anotar as dicas
  13. Nazca é uma loteria: não engesse a ida/volta, contando com o voo. Você vai chegar "tarde" em Nazca e talvez seu sobrevoo não seja possível (sem mais vagas para voos no dia, ventos fortes que fecham o espaço aéreo, coisas do tipo). A linha Nazca-Pisco talvez não exista mesmo. Mas você sempre pode ir até Ica primeiro e pegar um pinga-pinga pra seguir até Pisco (de Ica-Lima partem ônibus a cada 10 minutos). Pra dormir, não recomendaria Pisco, já que a cidade é um aparte. Compensa descer de ônibus em Pisco, pegar um táxi rapidinho e dormir em Paracas (se a intenção for fazer as Ballestas né). Ou dormir em Ica mesmo, fazer o buggy no dia seguinte... enfim.
  14. O preço médio costuma ser esse mesmo, 100 dólares. Com relação a hospedagem em Nazca... bom, se você conseguir chegar cedo em Nazca, e tiver disponibilidade para fazer o voo e uma boa condição climática para tal (leia-se "sem tempestade de areia") nesse mesmo dia, não compensa se hospedar. Os buses para Arequipa, p.ex., saem todos 22h por aí, então você ainda teria a tarde livre pra fazer outro passeio (Aquedutos ou o cemitério de Chauchilla), sem a necessidade de dormir na cidade (que, aliás, é feia e sem atrativos).
  15. Tou curtindo o relato, esperando a continuação! Pra entrar no Panamá tem aquela taxa de 50 dólares mesmo? Li isso uma vez...
  16. Procurei procurei procurei e não encontrei resposta, eis a minha dúvida: Estou planejando de ir no Paraguai nesse final de ano, sou de Campo Grande-MS, então o trajeto é relativamente simples, vou de ônibus e estou em Assunção em 14 horas. O que gostaria de saber é com relação a grana! Com esses vais-e-vens de dólar (hoje o dólar turismo está em R$ 2,37), o que é mais vantajoso de se fazer? - levar real mesmo e trocar por guarani ou - trocar por dólar, depois trocar por guarani Perde-se muito com taxas de conversão, câmbio, etc... estou prevendo de gastar pouco, algo em torno de R$ 1.200,00. E realmente não sei qual a melhor opção... ãã2::'>
  17. Muito bom o relato, vai ser de grande valia quando juntar a grana para tal Me fala, por que você disse que as fotos do clube do tiro são polêmicas? O alvo é animal vivo?!
  18. Olivio Neto

    Lima

    No Peru não tem essa exigência não, viu. É só uma ~recomendação~. Na Bolívia, é obrigatório. No Peru, NÃO.
  19. Olivio Neto

    Lima

    Proximidades de Miraflores/até Barranco - entre 5 a 8 soles Miraflores até Centro Histórico/Parque da Reserva - 10 a 15 soles Miraflores até Aeroporto - 40 a 60 soles Depende do táxi, do taxista...
  20. Ana, essa minha foto do perfil é no Banana's. Eu fui 3 vezes em Huacachina, fiquei hospedado no Banana's, no Carola e no Casa de Arena, que são os 3 albergues com preços bons, mesmo preço aliás, todos localizados na mesma rua. Dos 3, o melhor sem dúvida é o Carola, que fica na esquina do Banana's. O Banana's é o piorzinho dos 3: não tem quarto com banheiro privado, e o banheiro coletivo nem água quente tem. A área social do Carola e da Casa de Arena são bemmmm maiores, um espaço mais gostoso. Na Casa de Arena, tem uma balada dentro, e nos dias de festa o barulho pode atrapalhar de dormir (quem é que vai dormir com festa rolando né ). Quanto a Huacachina ter mal cheiro, realmente tem, e isso ocorre no final do dia, quando eles ligam uma bomba de tratamento de esgoto. Mas não é nada impossível de lidar.
  21. Oi Ana, pesquei seu relato aqui. Posso fazer algumas sugestões? (Sim, lá vou eu ) Você tá pretendendo se hospedar em Paracas. Atente-se que os ônibus não costumam descer até Paracas direto - geralmente eles param em Pisco, e daí você toma um táxi pra descer pra Paracas (fica bem pertinho). Paracas é uma "cidade" muito da sem graça, só é mesmo a passagem para as Ilhas Ballestas e para a Reserva. Como você pretende passar 3 dias em Paracas, vai morrer de tédio rs Então, eu sugiro que você desça de Lima para Ica, e se hospede esses 3 dias em um albergue na Laguna de Huacachina. A laguna é muito legal, paisagem/por-do-sol incríveis, mais quente que Paracas, é um climinha gostoso, só ficam turistas lá (porque não é dentro da cidade de Ica), super tranquilo e seguro, é a partir de lá que partem os passeios de buggy e sandboard pelo deserto (super recomendado), inclusive você pode contratar as saídas para as Ballestas, Reserva e vinícolas tudo da própria laguna (eles oferecem o transfer todo e te devolvem na laguna). Além disso, rolam algumas festas nos albergues de lá, tem bares bem animados, restaurantes... é ótimo, vale muito a pena.
  22. Ana, percebi que os taxistas do aeroporto são muito solícitos. Se você pedir pra ele passar numa casa de câmbio antes de te deixar no terminal da Cruz del Sur, ele vai fazer e não vai te cobrar nada a mais por isso. O câmbio ao longo da cidade não vai mudar muito não (oscila no máximo 5 centavos de um lugar pra outro).
  23. Os voos são feitos durante todo o dia. Geralmente os voos saem na parte da manhã porque o tempo é mais estável (estável = sem ventos). Depois do meio-dia, começam as ventanias por lá, e voar naqueles aviõezinhos fica impraticável. Mas depende muito do dia. Capaz que você só consiga voar no dia seguinte mesmo.
  24. Olha, esse Desaguadero é uma bomba! Quando voltei do Peru pra Bolívia enfrentei uma situação parecida. Estávamos atravessando a fronteira a pé e nisso os policiais nos chamaram, "vem cá, vem cá", e ingenuamente fomos, e chegando lá nos arrastaram pra uma salinha SINISTRA dentro da delegacia, e os 3 policiais começaram a falar rápido e ao mesmo tempo coisas do tipo "vamos te revistar", "cadê a maconha", "canguru, canguru" (referindo-se a alguma pochete, sei lá), implicaram com uns dólares que acharam na minha carteira, e só amansaram mesmo quando perguntaram o que eu fazia da vida e eu respondi que era advogado. Daí me liberaram felizes da vida e falando coisas do tipo "ahhh o Mundial, Brasil gañará!", etc., pra cima de mim?
×
×
  • Criar Novo...