Ir para conteúdo

Cecizanatta

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Cecizanatta postou

  1. Uyuni?? Vale tudo a pena!!! qualquer perrengue! Se eu tivesse somente os 4 dias, eu preferiria ir para Uyuni... A experiencia de S. Pedro vale por ser uma cidade no deserto. Mas as paisagens e a sensação de estar imerso no deserto e vê-lo de maneira bruta e extrema é muito mais forte em Uyuni. Nenhum tour de S. Pedro é melhor do que os que fazemos na excursão a Uyuni. Abraços Cecilia
  2. Oi, das conversas que tivemos por lá com agencias e pessoas que viajaram, a única maneira de ter um quarto privado na viagem a Uyuni, é indo com a Atacama Connection. Eles T~em um hotel proprio e não se hospedam nos abrigos como as outras e nem no hotel de sal. Paga-se mais caro por este conforto. De qualquer forma, mesmo assim não sei te informar se tem banheiro no quarto. Nos abrigos do primeiro dia (para qualquer outra agência), tantos os quartos quanto os banheiros são coletivos. O quarto tem 6 camas e o banheiro é unico para todo mundo. Impossivel tomar banho. Onde ficamos estava tudo limpinho, mas a agua é fria e a noite estava muito fria... acho que uns dez graus negativos. No hotel de sal, os banheiros são coletivos e o banho quente tem que ser pago a parte, mas é um bom banho, uma ducha honesta e quentinha. O dono do hotel pede que não fiquemos muito tempo no banho porque a agua é aquecida em certa quantidade e pode não ser suficiente para todos. Dá para um banho de 5 minutos. Esta viagem a Uyuni é bem cansativa e pesada e temos que estar no espírito certo de não nos incomodar tanto com confortos... as paisagens vão nos preencher a alma, vão cuidar da gente, a diversão durante o dia, os bons papos, as coisas legais que vamos aprender. Cama e comida realmente não são o forte. Abraços Cecilia
  3. Olá, desculpe... não sei te responder sobre outras empresas. A Atacama Mistica tem um convênio com este hotel de sal (são varios...) e todos nós tivemos lugar lá. Casais ficaram em quartos de casais, solteiros ficaram juntos em quartos coletivos. Sei que em um determinado momento chegou uma galera em 2 camionetes querendo hospedagem, mas implicaria em misturar estes passageiros nos quartos com nosso grupo (já que alguns quartos estavam com camas vazias) e os donos do hotel não aceitaram. Foi aí que eu soube que a Atacama Mistica tinha preferencia de ocupação ali. O hotel é bom, o pessoal é simpático, é bem limpo e a comida é boa. Não passamos nada de frio e a roupa de cama estava bem limpa. Ganhamos até uma garrafa de vinho em cada mesa no jantar. 10 da noite toda a energia elétrica é desligada! Tem que levar lanterna e cuidar de carregar as baterias das cameras antes disso. Eu achei o máximo estar numa coisa feita TODA de sal.... A Atacama Connection nunca se hospeda em hotel de sal, eles têm seu próprio hotel e quando fomos lá conversar a atendente tentou nos convencer de que o hotel de sal era muito frio. Abraços Cecilia
  4. Sim, sim.... vcs têm razão! eu me concentrei em contar e mandar logo as dicas para quem estivesse indo. São umas 3 mil fotos, estou selecionando aos poucos. Eu tinha preparado uns arquivos em powerpoint com cada tour mas ficaram grandes, vou refazer compactando... abraços Cecilia
  5. Antes de viajar, consegui preparar minha viagem com muitas dicas postadas aqui... Portanto, espero agora retribuir da melhor maneira. Conseguimos ir com milhas TAM, com o trajeto completo Rio-Calama-Rio, fazendo escala em SP. Como li em alguns relatos, o pessoal da TAM não tem boa vontade em marcar estas passagens com o convênio TAM. Então o que fizemos foi: colocamos nossos cotovelos no balcão da TAm e dissemos que sabíamos que era possivel e que gostaríamos de poder usufruir. Só saimos de lá com as reservas feitas. Ou seja: basta insistir. No check-in, eles mandam as bagagens direto para Calama, mas... isso não quer dizer que a gente não tenha ir ir na esteira tirar as malas e ir no balcão de check in de novo. só quer dizer que as malas já estão etiquetadas. Então, procure se informar sobre sua bagagem em cada escala. BAGAGEM 4 camisetas dry sec manga curta e duas de manga longa. (Estas fininhas e leves que usamos para fazer academia são otimas, não precisa ser de marca... nas lojas americanas, Leader e casas afins encontramos por cerca de 20 reais cada... O problema é a de manga comprida, que costuma não ser facilmente encontrada... a não ser as de marca. As minhas são da Kailash e são otimas. 2 calças de tac-tel destas que viram bermuda. 2 calças para colocar por baixo da calça, que pode ser uma meia calça grossa ou ceroula de malha. 1 casaco leve tipo fleece. 1 casaco pesado corta-vento. roupa de banho (sim,no deserto é cheio de lugares para tomar banhos...) 1 bota de caminhada ou tênis resistente. 1 chinelo ou alguma coisa tipo Crocs. Estes itens são meu "kit viagem" que fui adquirindo aos poucos me preparando para varias viagens que já fiz e sempre uso os mesmos, então são um otimo investimento. 1 hidratante poderoso do tipo "pele extra seca" para passar depois do banho. 1 protetor solar fator 30 para o corpo.(vaiu servir de hidratante para o dia) 1 protetor solar fator no minimo 60 para o rosto. 1 protetor labial com fator de proteção solar no minimo 30. Estes itens são importantes ou depois de uns dias a pele fica que nem o deserto... Bucha vegetal ou similar (tem hora que a poeira gruda por causa do protetor solar e só esfregando muito pra tirar o tom bronzeado artificial...) Boné ou chapeu Oculos de sol lanterna canivete multiuso mochila pequena para tours Se for fazer o tour para Uyuni (Bolivia) mais duas camisetas (lá não dá para lavar roupa), meias de lã, cachecol, gorro, luvas Saco de dormir (se for para a Bolivia porque as roupas de cama dos hoteis são pessimas e também porque ajuda a não sentir frio) Baterias para cameras: podem ser carregadas no hotel, mas se for fazer o tour da Bolivia, não conte com isso, então é bom ter baterias extras carregadas, pois são 4 dias de fotos imperdíveis. Altitude: provoca reações principalmente nos primeiros dias, mas algumas pessoas continuam sentindo depois: dor de cabeça, enjoo, dor no corpo. Parece uma gripe. Se a dor de cabeça ficar muito forte, tem que pedir ajuda, pode complicar e ficar grave. É o que eles chamam de "puna" e pode matar da mesma maneira que mata um mergulhador que não faz descompressão ao voltar do mergulho. Ao sentir os sintomas, a primeira medida é ficar calmo, tentar respirar o mais profundamente possivel e não se mexer muito. avise o guia se estiver em um tour,eles sabem o que fazer. Chá de coca: ouvi dizer que ajuda, mas eu não gosto do sabor, então não testei. Usei Dipirona para a dor de caeça e Motilium para enjoo (este não dá sono) Também foi super util ter um frasquinho de soro fisiologico para o nariz e olhos ressecados. A gente come muita poeira nos tours e fica tudo grosso e ressecado. Lavar com soro dá um alivio enorme. Todos os dias eu lavava minhas roupas no chuveiro ou na pia e elas estavam completamente secas no dia seguinte. O material (dry sec e tac tel) ajudam, mas mesmo que não sejam disso, secam! As meias eram grossas e secavam! serviço de lavanderia: em torno de 1200 pesos por quilo. Fica pronto no dia seguinte. Não sei se é bom, não utilizamos. TRANSFER DO AEROPORTO Fizemos reserva no Hotel Lickana e eles mesmos reservaram o transfer do aeroporto até o hotel. Pagamos o mesmo preço que todos, ou seja, 10 mil pesos cada. Na volta também foi o hotel que ligou para o transfer, mas como nosso voo era as 7:30 da manhã, pagamos o preço do transfer especial que sai as 5 da manhã: 12 mil pesos. a empresa é a Likankabur.Eles fazem reserva também pelo site e depois vc pode enviar um email pedindo confirmação que eles retornam. CAMBIO Uma conta simples de fazer para ter um cambio aproximado (da época que fomos) é: tire 3 zeros e multiplique por 4 para saber o valor em reais.Ou seja: 10 mil pesos = aproximadamente 40 reais. Eu havia lido não sei onde que não havia banco ou caixa eletronico em S. Pedro (talvez uma iformação antiga) e levei meu dinheiro todo em especie. Pois tem dois bancos e um caixa eletronico dentro da agencia da Atacama Connection. Dá para sacar dinheiro se for preciso. Tem montes de casas de cambio também, a cotação ficou parecida com a do aeroporto de Santiago. HOSPEDAGEM Hotel Lickana: 38 mil pesos para o casal ou para quarto duplo - quartos espaçosos, agua quente toda hora, mesinha, armario, cabides... café da manhã decente (iogurte, suco, café, chá leite, pãezinhos crocantes, manteiga, geléia e ovos mexidos no domingo...). Importante: é servido desde as 7:30, ou seja, dá tempo de tomar café antes de sair para os tours que começam as 8:00. Alguns hoteis servem café somente depois das 8:00. Do lado de fora tem mesinhas agradaveis para ficar curtindo... tem também internet wifi gratis. Fica super bem localizado, bem perto do centro e de tudo. é bem silencioso. Tem uma porta nos fundos do quarto que dá para um patio interno onde tem varal... ótimo para secar as roupas do dia.Também ótimo para deixar aberta enquanto descansamos depois dos passeios... o quarto fica arejado. Único furo: haviamos reservado o hotel também para depois que voltássemos de Uyuni, mas o dono não entendeu e tivemos que ir para outro hotel, mas ele mesmo reconheceu o furo e procurou para a gente. Portanto,depois que fizemos o tour para a Bolivia, ficamos no Hotel Katarpe. 37 mil pesos o casal. A diferença deste para o Lickana é que o quarto era mais apertadinho, mais quente durante o dia, mais barulhento. Não tem patio com varal.No resto tudo igual. Soubemos de outros hoteis que cobram em torno de 20 mil para o quarto duplo mas que tem banho compartilhado.Há outros ainda que custam em torno de 8 mil por pessoa,mas os quartos são compartilhados e ficam longe do centro. De certa forma, nada é muiiiiito longe.... Tanto hotel Lickana quanto o Katerpe podem ser pagos com cartão.Mas eles dão uma forçada de barra para pagar em dinheiro. ALIMENTAÇÃO A comida tem mais ou menos o preço do Brasil. Tem restaurantes otimos e outros mais simples, mas em geral é boa. A dica que tivemos no site do restaurante El Paso foi ótima: o pessoal é simpático, a comida é boa e barata: pratos bem servidos por 2 a 3 mil pesos. É um PF, mas muito bom. Bebidas: em torno de mil pesos por um suco de 1 litro ou coca de 1litro. 600 pesos por bebidas individuais.Ele fica na Caracoles. Outro lugar bom e barato é o Solcor que fica na rua Calama. Tem um macarrão ao pesto divino...o unico problema é que o dono é de direita e gosta de falar de politica, defende o governo atual do Chile... Pizza boa: El Charrua, na rua Tocopilla, (ruazinha ao lado da agencia Atacama Mistica) 6 mil a pizza grande. 4 mil a individual (mas é grandinha...) Também a da Casa de iedra é otima, por mais ou menos o mesmo preço. A maioria dos restaurantes fazem um "menu" que varia entre 5 mil e 7,5mil pesos. O menu inclui uma entrada (sopa, salada ou uma coisa qualquer leve) um prato principal com "agregados"(arroz, batatas, etc...) e uma sobremesa. alguns incluem bebida, que é uma cerveja, ou uma taça de vinho. O que elegemos como o melhor menu em termos de custo/beneficio foi o do restaurante que fica na praça e tem umas mesinhas de fora: 5 mil o menu. acho que se chama La Plaza. Tanto a salada quanto a sopa são boas... o prato principal podia ser espaguete ou em frango elaborado ou peixe com molho de azeitonas. Os acompanhamentos eram um arroz com sementes de papoula ou legumes grelhados ou batata soutè. Sobremesa: arroz doce ou crepe. Bebida: vinho ou cerveja. O restaurante La Estaka foi recomendado aqui também no forum e achamos ótimo,embora seja mais caro. É aquele que a gente vai se sobra grana... mas a comida é maravilhosa! 7,5milo menu. No La Casona, queriamos apenas tomar um pisco souer e beliscar alguma coisa... aí a moça que fica na porta nos ofereceu os driks de graça se ficassemos lá. Comemos uma Tabla Crioula, que é uma tabua de frios - queijos, varios picles, uns presuntos diferentes, ovos... servidos com umas tostadinhas quentinhas. 13 mil pesos.Se estiver com fome, não é uma boa escolha... No cafe Adobe tinha que ter reserva... a cidade estava abarrotada! Mas me pareceu bem legal. Também aconteceu o mesmo com "Delicias de Carmem" - fomos lá conhecer e estava lotado. Mas me pareceu muito bom e com preço razoável. Fica na Calle Calama. A dica de comer nas barraquinhas do campo de futebol também foi ótima. Um dos guias do tour nos ensinou qual a melhor: uma que tem uma placa escrito "Jugos Naturales". Os pratos são bem servidos e baratos, em torno de 2,5mil pesos. é também estilo PF, com carne e acompanhamentos. Agua: tem embalagens de 600ml (350 pesos), de 1,5l(600 pesos) e de 5 litros (1,5 mil pesos). Compramos duas de 1,5 litros e uma de 5 litros que ficava no hotel e íamos repondo as de 1,5 litros que é o minimo que temos que levar em um tour. Frutas: são raras e caras. Chocolates e biscoitos: mesmo preço do Brasil. Vinhos: bons e baratos! TOURS Elegemos como a melhor empresa para os tours locais a Lickan Antay, que fica em um dos extremos da Caracoles. Os donos são atacamenhos e são ótimos. Se chegar lá dizendo que é brasileiro e que acessou o siter "matraca" ganha de cara 10% de desconto.Ele mesmo nos falou sobre isso. Dissemos que não conhecíamos o site, e então ele disse que se prometéssemos acessar quando voltassemos, ele nos dava o desconto. Uma figura! Mas nem foi isso que nos conquistou, foi mesmo o conhecimento que o dono da agencia demostrou e sua simpatia. Já haviamos contratado outros tours com a Atacama Mistica e então contratamos com ele o tour para o salar de Tara e foi maravilhoso. O guia era um guia de verdade (Silvio, que já foi citado aqui como exemplo de bom guia...) ele é um verdadeiro guia, conversa, explica tudo, se preocupa, pára o carro quando a gente quiser para fotos. Não tem pressa.Tem ótimo conhecimento da região e principalmente adora o que faz.O tour dura de 8 as 18. servem café da manhã por volta de 9 damanhã e almoço por volta das 13 horas. É tudo bem simples mas legal. Depois fomos ao Valle de lo arco-Iris com eles também. Como é um tour que pouca gente faz, ficamos preocupados de não conseguirem outras pessoas,mas eles nos garantiram que o tour aconteceria. No dia marcado, éramos só nós dois e eles fizeram o tour mesmo assim, ou seja, foi um tour privado pelo mesmo preço (já havíamos deixado pago). A guia foi ótima também, falante e prestativa.É um tour lindo.... a paisagem é bem diferene de tudo o que vimos e tem o setor de petroglifos com desenhos nas pedras que é bem interessante.Dura de 8 ao meio dia. O tour para Geisers del tatio fizemos com a Atacama Mistica e foi ok, nada a reclamar.Quando eles avisam que estará frio, estará mesmo!!! Saimos do hotel as 4 da manhã e depois de uma viagem miseravel porque a estrada é muito ruim, chegamos lá por volta de 5:30 com uma temperatura de 5 graus negativos... a altitude também é grande. Até o sol nascer foi um tormento...não achamos que estaria tão frio, entao realmente é bom estar agasalhado. Servem café da manhã por lá. Também fomos com Atacama Mistica para as Lagunas cejar e também foi ok. Não foi marcante como os outros. O tour termina com o por do sol e eles servem um pisco souer com petiscos, é bem simpático. tem que levar roupas de banho e toalhas para nadar. TOUR PARA UYUNI (BOLIVIA) Altamente recomendável. acredito que ficar uns 3 dias em S. Pedro seja suficiente para conhecer o principal, então, se tiver mais 4 dias, vá para a Bolivia... Ou inclua Uyuni em uma outra viagem... É realmente uma experiência de deserto incrivel. As paisagens são tão diferentes que a gente cansa de exclamar "ai, que lindo...." cada hora parece que estamos em um planeta diferente, as cores das lagoasmudam, das montanhas, da areia.... é realmente imperdível. Mas é uma viagem bem cansativa e pouco recomedável para pessoas mais sensiveis e que não estão acostumadas com muito pouco conforto. Não vou relatar o que vi, apenas vou me ater às informações... até porque eu nem consigo traduzir em palavras... Todas as agencias fazem o memso trajeto, o que muda são as hospedagens. A Atacama Connection tem um hotel proprio e não fica no abrigo do primeiro dia (portanto, isso pode ser levado em conta por pessoas que se incomodam com hospedagem coletiva e sem conforto), mas todas as outras ficam. Nós fizemos o tour que volta a S. Pedro, mas algumas pessoas ficam na Bolivia e voltam para o Brasil de lá. Fizemos com a Atacama Mistica (90 mil pesos). Ouvimos muitas reclamações da Colque (a mais barata... mas a que não tem nada de especial - 80 milpesos) e a Atacama Connection (90 mil pesos) furou feio com uns conhecidos que pagaram o tour e na vespera, à noite, foram comunicados de que não tinham como fazer o tour porque não tinham gasolina suficiente para mais de dois veiculos e o tour estava lotado (ou seja, fizeram overbooking). Os caras tiveram que sair correndo atrás de outro tour para não atrapalhar o calendario da viagem deles... Não soubemos informações de outras. Atacama Mistica nos pareceu uma boa agencia, com boa estrutura. Ficamos lá conversando om o cara um tempão, ele foi super atencioso e paciente, nos explicou o roteiro todo, deu muitas dicas. Comentamos com ele as reclamações mais frequentes de carros que quebram, motoristas bebados e ele disse que a frota deles era constantemente revisada e que pelo menos um dos motoristas era mecanico também. Quanto aos bebados, nos garantiu que em sua equipe isso era controlado. De fato, os motoristas que nos levaram até a fronteira foram ótimos... divertidos e atenciosos. De lá formamos grupos de 6 pessoas, tentamos ficar com gringos para evitar ficar só com brasileiros (nenhum preconceito... era apenas para conhecer gente diferente e falar de outras coisas e em outros idiomas). Nosso grupo tinha um casal de americanos e um casal de franceses. Foi otimo, falavamos em todas as linguas... o motorista sabia falar quecthua além do espanhol. Nosso motorista era o Leo e se mostrou o mais velho e lider dos outros motoristas e era também o que entendia de mecânica. O grupo da agencia era composto de 3 carros com 6 pessoas em cada. Os carros eram bons mesmo, todos 4x4, relativamente novos.Nos encontrávamos em cada parada. Foi uma turma ótima, cheia de brasileiros brincalhoes. Leo nos ensinou muito sobre o altiplano, sobre animais, sobre geologia da região. Foi uma otima prosa! Era ele também quem coordenava as refeições em cada parada e quem organizava as hospedagens. DINHEIRO além do preço do tour, que inclui praticamente tudo, tem que levar pesos bolivianos para pagar algumas entradas em parques, além de banheiros e banhos quentes. entrada no parque (primeiro dia): 150 bolivianos entrada na Ilha do Pescado (terceiro dia): 15 bolivianos Total: 150 bolivianos ou 15 mil pesos chilenos Banheiros (pagos em todo trajeto)- em torno de 3 a 5 bolivianos... Banhos quentes nas hospedagens - 10 bolivianos (exceto na primeira noite que não há opção de banho quente) Trocamos dinheiro em uma casa de cambio, porque o dono da agencia nos disse que não era certo ter um cambista no dia seguinte antes da viagem. Mas ele estava lá e o preço dele é bem melhor que os das casas de cambio e também bem melhor que os que vimos depois na Bolivia. Tem também uma mulher que fica percorrendo as ruas trocando dinheiro toda manhã antes da saída dos tours. BAGAGEM A bagagem maior pode ser deixada no hotel, que eles guardam até tua volta.Mas isso só vale se tiver como ficar em uma mochila ou mala fechada. Se estiver viajando sozinho e não tiver duas mochilas fica complicado. Roupas para 4 dias, casaco pesado e roupas para usar por baixo. Primeiro dia: tem que levar uma mochilinha a parte com roupa de banho e toalha. Na verdade é melhor ir com a roupa de banho por baixo para não ter que trocar na hora. A agua é maravilhosa e vale a pena entrar. A esta hora já não está tão frio e a gente seca lá fora em um minuto, quase nem precisa toalha. Alojamento MUITO basico, com quartos para 6 pessoas e comida bem basica. Não se passa fome, mas pessoas com paladares sensiveis vão sofrer. O almoço foi salsicha frita (bem ruim) com purê, salada de tomate com pepino, coca cola. Depois tem um chá da tarde com biscoitinhos basicos e depois o jantar que foi mais caprichado: sopa de legumes de entrada, pão e macarrão a bolognesa com queijo de lhama. Sem bebida no jantar.Café da manhã do dia seguinte: panquequinhas com manteiga, geleia e doce de leite, café, leite em pó, chá e toddy.O mais legal, além das paisagens, que são estonteantes, é também sentar na mesona com todomundo e ficar batendo papo... segundo dia: almoço simples na beira de uma laguna. Sao os motoristas que preparam: arroz com cenoura (já vem pronto e está obviamente frio), atum com milho e salada de pepino e tomate, coca e suco. Melancia de sobremesa. À noite: hotel de sal: muito legal! quartos mais confortáveis, banho quente pago, chá da tarde e depois jantar: sopa de legumes de entrada e depois frango assado com batatas fritas e arroz. Serviram vinho! café da manhã do dia seguinte igual ao outro. No hotel de sal há quartos para casal, para duas e tres pessoas. É muito limpo e confortavel. terceiro dia: almoço em uma feira proxima a Uyuni: macarrão, peito de frango empanado e legumes cozidos, coca e suco. Nesta feira há artezanato bem interessante. Peças feits em tear por otimos preços e também coisinhas feitas de sal que não se encontram em outro lugar. É legal levar dinheiro se quiser comprar lembranças, mas eles aceitam pesos chilenos e dolares(com um cambio pior...) A maioria das pessoas ficou em Uyuni depois do almoço, mas nós continuamos porque deveriamos voltar a S. Pedro. a hospedagem do terceiro dia é basica também, com quartos compartilhados e banheiro lá fora. O banho quente é bom, mas pago a parte. O jantar foi novamente salsicha frita com purê e sopa de legumes de entrada. Nada para beber... O dono da agencianos avisou que neste dia poderiamos correr o risco de chegar muito tarde na hospedagem e não ter mais comida... então era preciso comprar alguma coisa em Uyuni para garantir. Compramos frutas e suco, mas não precisou, chegamos a tempo. Quarto dia: Não há café da manhã porque saimos no dia seguinte as 4 da manhã para ir até a fronteira onde os motoristas vão pegar as pessoas que estão chegando para começar o tour.Na fronteira nos servem o café por volta de 8 da manhã, junto com o pessoal que chega.
×
×
  • Criar Novo...