Ir para conteúdo

mosesp

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Karina, ótimo seu relato! Comoe stou indo para o México em novembro, foi ótimo para ter ideia dos preços de entrada nos lugares! =)
  2. Oi Janaina, Também estou indo para o Uruguai, mas em dezembro (de 21 a 30). Montevideu, Punta e Colonia são os destinos "padrões" no Uruguai. Muitos relatos de mochileiros, principalmente para essas três cidades, você pode ler nesse link: uruguai-relatos-de-viagem-f737.html. Para se hospedar em hostel não tem segredo. Veja essa página uruguai-hospedagem-t25525.html onde os mochileiros colocam referências de hospedagem. Sugiro que entre no www.hostelworld.com ou algum outro site de hostels e procure pelos que têm melhores avaliações. Acredito que na alta temporada de verão (dezembro/jan
  3. Pedrada, valeu! Eu já tinha lido o relato de vocês também! Hahah E estive pensando mesmo em passar a tarde em Santa Clara e seguir para Remédio no mesmo dia, ficando lá por uma noite, para ir ao Cayo no dia seguinte. Nesse caso, você sabe se no terminal de ônibus de Santa Clara tem locker da Via Azul para deixar a mochila? Mas eu não gostaria de passar uma segunda noite em Remédios, por isso, no mesmo dia que fosse ao Cayo, eu já tentaria pegar ônibus para alguma outra cidade (Cienfuegos ou Trinidad).. mas, pelo que vi em seu relato, a saída do ônibus da Via Azul de Remédios para Trini
  4. Oi Erick, Nossa, muito obrigado por seus indicações! Serão todas incluídas e vou mudar algumas coisas que veria nos primeiros dias para o meu último dia de viagem, quando estiver de volta no DF. Sobre Oaxaca, a chegada deve ser por volta das 8h de uma quinta-feira, e fico até a noite da sexta-feira. Eu coloquei o Monte Alban no segundo dia porque, pelo que li, as saídas para lá são cedo e, para não chegar na cidade na correria, eu faria as outras coisas (tanto a visita na cidade, quanto esses outros pontos que você citou, Mitla, Hierva el Agua..) no primeiro dia. Mas dá para trocar tam
  5. Em 2010, fiquei na Hostal Carmen, da Dona Carmen Contreras (http://www.hostalcarmenpucon.com), que fica na Arauco, 460 (uma das ruas que cruza a Av. O'Higgins). O e-mail para reservas é [email protected] É uma casinha de madeira, típico chilena, muito confortável, limpa, com internet, cozinha equipada. Tem quartos para duas e três pessoas, quartos para casais (com banheiro) e uma cabana no mesmo terreno também. Não poderia recomendar mais a Dona Carmen. Na época, ela até convidou a mim e a dois irmãos mineiros que estavam hospedados para a ceia de Natal com a família dela, sem c
  6. mosesp

    Pucón

    @thamiluz É verdade, em 2010, fui para Pucón e fiz várias coisas com o pessoal da Florencia e lembro do Carlos! No dia que eu subiria o Villarica, ele foi até com uma camiseta do Corinthians porque eu disse que era corintiano! hahah @LuizPR Eu fiquei na Hospedaje Carmem, da Dona Carmem Contreras, também próxima ao Donde German, e é ótima! A cidade tem uma boa oferta de hostels, mas nessa época do ano janeiro/fevereiro é alta temporada de verão. Problemas em arrumar um hostels você não vai ter, mas talvez não consigo algum hostel muito recomendado, já que ele pode estar lotado.
  7. Pessoal, queria pedir desculpas aos que começaram a ler meu relato da viagem ao Chile em dezembro de 2010 porque eu não a conclui! Mas vou tentar me redimir e, mesmo tendo passado mais de 2 anos, vou continuar de onde parei, té porque muitas informações são ainda muito úteis e tenho todos meus gastos anotados. - 23 de dezembro | quinta-feira De manhã cedo, fiz check-out no Che Lagarto e parti para a rodoviária (o terminal dos ônibus que partem para o sul é diferente do daqueles que vai para Valparaíso/Viña, mas ficam um de frente para o outro). O ônibus saia por volta das 7h, chegava e
  8. Pessoal, Depois de ler inúmeros relatos do pessoal do Mochileiros, estou montando meu roteiro para 24 dias no México e em Cuba e, depois de mudar várias vezes alguns detalhes, fazer várias consultas aos sites da ADO, Viva Aerobus, Volaris, Via Azul, etc, cheguei em uma primeira versão do itinerário. Minha ideia original era descer da Cidade do México até Yucatán e, de Cancun, ir para Havana, retornando em um voo para DF. Mas, devido ao custo muito alto de ir para Cuba a partir de Cancun e voltar para DF, decidi pegar um voo low-cost de DF para Cancun, inserir Cuba no meio da viagem, v
  9. Oi Marcos, Valeu mesmo pelas dicas! Inclui Mérida no meu roteiro (eu estava com dois dias extras, para casos de atrasos na viagem), e estava integrando sua sugestão de deixar a mochila em um locker em Chichén Itzá e, depois, ir direto para Playa del Carmen, mas acho que vou ter que mudar o sentido do meu roteiro, por conta dos voos para Havana... Inicialmente, eu estava planejando ir para Cuba após descer de DF para Cancun, com ida para Havana por Cancun, e volta por DF. Mas isso estava deixando muito caro (quase USD 800, enquanto meu novo roteiro deixaria isso por USD 280)! Então, est
  10. Marcos, Seu relato está ótimo. Estou montando meu roteiro para México e Cuba, e seus posts estão ajudando MUITO, já que vou fazer DF, Oaxaca e Palenque também. No momento, estou pensando em tirar Mérida do roteiro (não fazer Uxmal, e ter alguns dias a mais em Cuba), e ir de Palenque direto para Cancun e, baseado em Cancun, fazer Chichen, Tulum, etc (e de lá, pegar o voo para Havana). Vou aguardar seu relato chegar na parte de Mérida para ver se me decido de vez sobre isso!
  11. Oi Marcos, Valeu mesmo pela recomendação. Você acha que em um dia é possível conhecer pelo menos o básico de Tallin? Eu disse que não seria minha prioridade nessa viagem, mas eu quero conhecer a cidade devidamente - e ela estava nos meus planos originais também (que seria Tallin-Helsinki-St Petesburg-Moscou, mas por questão de datas e horários de voos, optei por começar pela Noruega e tirar a Rússia dessa vez). Pois, por esse planejamento, eu chegaria em Tallin numa sexta-feira pela manhã, e já partiria de volta a Londres no início do sábado. Vou procurar seu relato. Valeu pela dic
  12. Pessoal, Em abril, estarei em viagem a trabalho em Londres e vou ter uma semana extra para poder viajar. Então, depois de ler muito os tópicos sobre os países aqui no Mochileiros e fazer várias simulações de passagem aéreas, ferroviárias, etc, fiz um roteiro e gostaria da opinião de quem puder ajudar e também tirar algumas dúvidas. Teoricamente, meu trabalho em Londres acaba no dia 18/04/2013 (quinta-feira) e estou planejando começar a viagem já no dia 19/04/2013 (sexta-feira). Devo estar de volta a Londres no dia 27/04/2013 (sábado) para meu voo de volta a São Paulo. 19 DE ABRIL (
  13. Pessoal, Estava tentando consultar os horários de ônibus de Cusco para Puno, agora em dezembro, no site da Cruz del Sur (para talvez até comprar o bilhete online), mas a única mensagem que o site mostra para esse trecho (tanto ida, como volta) é que não há nenhum ônibus marcado para o mês de janeiro. E para qualquer outro trecho há ônibus. Estou acessando por esses site: https://ticketnet.cruzdelsur.com.pe/main.php Para quem já foi, é tranquilo ter passagens disponíveis com pouca antecedência, diretamente na rodoviária? Alguma ideia da frequencia com que saem ônibus Cusco -> Pun
  14. Olá pessoal, Em dezembro/2010 fiz minha viagem de 2 semanas para o Chile. MUITAS informações eu só consegui lendo os relatos aqui dos mochileiros, então vou escrever meu relato para contribuir também com os próximos viajantes! Vou tentar falar sobre as passagens áreas, transporte dentro do país, coisas que fiz e lugares que fui. No meu relato não vai ter muita coisa sobre comida típicas ou coisas do tipo porque, pessoalmente, não gosto de comer muitas coisas. Mas, como fiz todo o planejamento financeiro e também o controle financeiro durante a viagem, o relato vai ser detalhado em questão
  15. mosesp

    Pucón

    Anne, Estive no Chile em dezembro/2010 e, por ter lido muitos relatos dos mochileiros aqui do forum sobre casos em que o tempo não ajudava na subida ao Villarica, reservei alguns dias a mais para Pucon. Cheguei em Pucon, mais ou menos, umas 20h (desde Santiago). Fui direto para o hostel (Hospedaje Carmen, excelente). Ainda no Brasil eu havia enviado um e-mail fazendo cotação com algumas agências. Para minha surpresa, apenas uma respondeu, a Florência. Em Pucon, a Dona Carmen (dona da hospedagem) também me recomendou a Florência. Fui lá na mesma noite e fiz minha reserva para a subida n
×
×
  • Criar Novo...