Ir para conteúdo

Marcos Valle

Membros
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Pessoal, ainda é possível alugar barracas no parque? Pelo site não aparece mais a opção de alugar Comprei 2 ingressos para camping do dia 21/04 a 22/04 na Pedra do Sino e preciso de uma barraca para 2. Não consigo contato com o parque e por enquanto estou desabrigado Imaginei que eles tivessem barracas suficientes para a lotação de 63 pessoas no parque, mas já me disseram que não é bem assim. Alguém confirma ou sabe me explicar melhor essa situação? Obrigado!
  2. Embora ainda seja iniciante no mundo do trekking, já venho fazendo algumas travessias e trilhas há alguns anos. Estou realmente decidido a ir fundo nisso, mas os preços dos bons materiais no Brasil parecem impeditivos. Uma Deuter 60+15 está pelo menos na casa dos R$1200,00! Como não quero deixar de praticar e evoluir, pensei em alugar materiais até me capitalizar. Alguém já fez/faz isso? Conhece algum local de confiança em que eu possa alugar todo o material (barraca, mochila, anorak etc) para uma Petro-tere ou Agulhas Negras? Ou é furada não ir com equipamento próprio.
  3. Apesar de viver aqui há anos, nunca tinha feito uma trilha no RJ. Decidi partir com um amigo para o Pico da Tijuca, na Floresta. Fomos de carro até a pracinha do Alto, onde tem uma entrada para o parque. Os portões abrem às 08:00, então tivemos que esperar um pouco em uma fila de cerca de 5 carros. Do portão até o início da trilha propriamente dito tem uma estrada asfaltada (1h andando?), que percorremos de carro. Lá em cima tem um estacionamento e a indicação para o início da trilha. Aliás, a trilha para o Pico da Tijuca é toda bem sinalizada e não tivemos nenhum problema com isso. O começo do percurso é leve com Mata Atlântica secundária. Mas já dá para sentir o friozinho e ouvir os pássaros (e mosquitos!). Quando chega próximo ao topo tem uma escadaria com 117 degraus ladeada por uma corrente de ferro que NÃO ESTÁ EM CONDIÇÕES. As bases das estacas de ferro que suportam a corrente estão completamente oxidadas, sendo que muitas já caíram. A dica aqui é ficar com um pé atrás na hora de apoiar na corrente (literalmente). Uma vez lá em cima (1h - 1h30min), o visu faz cada passo valer a pena. Dá para ver todas as regiões do RJ, principalmente a zona Norte, o que faz a gente pensar como o Rio é MUITO maior do que a parte que Globo mostra A pedra da Gávea e a Serra dos órgãos ao fundo são pontos de destaque. Quando estávamos descendo encontramos um pai ofegante com um menino de uns 7 anos no colo ainda babulciando de choro, subindo a escadaria. Os papais que se preparem, essa parte faz a criançada tremer Mesmo assim, ele deu a dica de irmos ao Tijuca Mirim, que é bem pertinho do Pico da Tijuca. Apesar de não estar nos planos iniciais, decidimos seguir o conselho. A trilha é bem mais simples, não tem escadaria e o pico é um pouco mais baixo, mas ainda assim fornece um ângulo diferente do RJ. Um pouquinho adiante tem um platô muito bom para relaxar e fazer uma pausa. Ainda no Mirim, encontramos um senhor que nos indicou que o Bico do Papagaio ficava "a uns 20 minutinhos da primeira bifurcação". Poxa, legal! Vamos pegar três picos rapidinho ! Ou não... Na verdade a trilha do Papagaio é considerada mais difícil e não sem motivo. Primeiramente, é mal sinalizada. Em dois pontos ficamos havia bifurcações sem qualquer indicação. Perdemos algum tempo nesses locais até nos acharmos, sendo que em um chegamos a entrar na trilha errada por alguns minutos. Além disso, quando havia sinalização era para o Cocanha, não para o Papagaio. Essas trilhas vão juntas por um bom tempo até se se separarem. Em alguns pontos é possível encontrar esse símbolo, que indica a direção (só aqui? Ou é um símbolo conhecido?). A grande questão é que no Papagaio, diferente das anteriores, o aclive é bem mais acentuado e é preciso USAR OS BRAÇOS por um bom pedaço. Nada de 20 minutos, levamos quase 1h para chegarmos, contando com os atrasos de localização. Mesmo assim, o visu novamente recompensa. Enfim, as trilhas são muito show e todo carioca deveria conhecê-las. Já para quem vem de fora, é uma excelente oportunidade de conhecer o RJ todo, visto de cima. É isso aí!
  4. Opa, mochileiros cachaceiros rsrs Estou fechando com mais 3 amigos de irmos em julho tbm, provavelmente por volta do dia 19, podendo alterar. Nao conhecemos a trilha, mas fizemos Petro-Terê e foi... pesada kkk Vcs já tem material, contato com guia etc? Abs!
×
×
  • Criar Novo...