Ir para conteúdo

andre_2004

Membros
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que andre_2004 postou

  1. Caros, Vi num site um passeio que sai de Lisboa e faz Cascais e Obidos em um dia. Estou pensando em fazer esse roteiro de carro, pois terei um dia livre em Lisboa. Vale a pena? Obrigado Andre
  2. Para quem tiver interesse, é muito dificil conseguir um barco (traineira) para pesca la. Preços de Jul/17 Lancha em torno de 3mil para pescar 12hs e 2mil 6hs. Uma traineira em torno de 1500. Seguem os contatos que consegui Caia +55 81 996013894 Celso +55 81 99914.5057 Robertinho +55 81 99710.3328 Deo +55 81 98505 8009 Wendel (Barco Romulo) +55 81 99714 2287 No (Casa do No) +55 81 98321-5346 / +5581 98715-5552
  3. Caros Estou pensando em passar o recessu de 25dez a 30dez / 17 em Santo Antonio do Pinhal, alguem sabe se Santo Antonio e Campos ficam muito cheios nessa época?
  4. Eu vou em Julho. Se alguem puder atualizar os valores de lugares para comer e passeios agradeco!
  5. Obrigado pela resposta! Fiquei animado!
  6. Decidimos de ultima hora ir para mambucaba, uma praia que fica 40km de Paraty sentido Angra, por indicação de uma amiga que ja conhecia o lugar e tinha uma pousada para indicar. Fomos para a pousada da Alice. É uma pousada bem simples com 3 quartos sendo um para um casal e outros dois para 3 pessoas ou 4 se colocar o colchão no chão. A Alice montou um esquema muito bom para quem quer economizar. Pagamos 70 reais a diaria, sem direito a café. O café é cobrado a parte. 2,50 o cafe com leite e 3,50 o misto quente. O quarto é limpo e basico, nao tem ar condicionado. Tem um ventilador de chão. Ela pode emprestar roupa de cama e travesseiro, mas nao faz parte do pacote. Como resolvemos ir entre o Natal e Ano Novo de 2016. Atendeu plenamente nossas expectativas. A pousada é super bem localizada, só sair do portao e ir pra praia. Chegamos de carro e o carro só saiu na hora de ir embora. Ela oferece janta, 18 reais o prato, uma comida que ela mesmo faz simples e saborosa, aquela comida caseira que vc sente que foi feita na hora. A Alice cozinha muito bem, vale a pena jantar lá! Frente da Pousada Vista do portão da pousada Estacionamento da Pousada Bife acebolado Polenta Café Não tem frigobar no quarto, levamos uma caixa termica e ela vende um pacote de gelo por 10 reais. Ficamos 4 dias e um pacote de gelo dela foi suficiente para gelar a agua e as cervejas o tempo todo. E o gelo que sobra ela guarda para vc poder usar depois. Ela empresta guarda sol e cadeiras para os hóspedes, uma mordomia! Ao lado da pousada tem uma loja de artigos de praia que aluga caiaques, 10 reais a hora. Tem uma ilha bem de frente para praia que dá para ir remando. Meus amigos que foram lá vira, tartarugas. A água da prainha de Mombucaba é muito limpa, da ate para ver os pés quando se esta com a água na altura do umbigo e ver os peixinhos passando. Peixinhos Mambucaba Na hora do almoco almocavamos em um quiosque chamado Maria Farinha, muito bom. A minha amiga que recomendou a pousada da Alice disse que era o unico quiosque que valia a pena, os outros eram caros e ruins, entao todo dia comiamos la. A Alessandra e o Arthur atendem super bem, a comida deles é muito boa. O macarrão com frutos do mar é imperdivel! Camarao flambado Macarrao com frutos do mar cardapio Achamos Mambucaba um excelente lugar, pena que é tão longe de SP (400km). Na ida fomos pela estrada Cunha Paraty. A parte do Rio é de bloquete, tem alguns pontos que cairam e só passa um carro, mas dá para ir tranquilo. Minha esposa achou que tinha muita curva. Na volta fui pela Taubate Ubatuba. Ela achou melhor. Na volta paramos em Sao Luiz do Paraitinga para almocar. Achamos um restaurante excelente chamado Sol Nascente. Que comida saborosa! A Alice ( dona do restaurante) trata os clientes como amigos. Comemos maminha com molho de shiitake e uma lasanha de shiitake. Lasanha de Shiitake Maminha com molho de shiitake Frente do restaurante Cardapio Tem ate Yakissoba de Shiitake! Sorvete de queijo com goiabada Essa viagem foi realmente especial...minha esposa disse que fomos agraciados pelo bom atendimento das "Alices" , donas da pousada e restaurante sol nascente...atendimento personalizado, sem pretensões para mercenarismo e sim cobrança por preços justos...destaque para o carinho pelo ser humano e pelo bem estar dos hospedes / clientes foi um diferencial. Tudo se resume a algo que brilha nos olhos e se reflete no dia a dia: gostar daquilo q se faz, gostar do seu trabalho. Temos um bb de 1,5 ano. Ele teve tratamento vip. Aconchego, segurança, alegria, boas risadas e sorriso sempre presente no rosto resumem nossa estadia e almoço. Por mais "Alices" neste mundo!!! Restaurante Sol Nascente Endereço: Largo das Mercês, 2 - Centro, São Luís do Paraitinga - SP, 12140-000 Telefone: (12) 3671-1400 Alice Pousada Mambucaba https://www.facebook.com/alicesuitesprainhapousadinha/?fref=ts Rua do Robalo 217 Prainha de Mambucaba Paraty (24) 99227-5346 (Whatsapp) Quiosque Maria Farinha https://www.facebook.com/quiosquemariafarinha/ Endereço: Prainha de Mambucaba, Paraty - RJ, 23970-000 Telefone: (24) 99908-1035
  7. Alguem foi para la recentemnete? gostei muito deste post me animouo a levar o meu pequeno de 2 anos. Alguem ja alugou carro por la? Encontrei um alocadora que tem carros fechados e achei que com o pequeno vai facilitar bastante. O guarda-sol vc levou no aviao ou comprou um por la? Tem um blog que mostra ate a descida para a praia do Sancho com bebe http://www.trilhaseaventuras.com.br/roteiro-de-8-dias-em-fernando-de-noronha-com-crianca/
  8. Belo relato Lulucita, parabens! Estou pensando em fazer o mesmo no proximo feriado (15/11) que caira num sabado, sairemos de SP no sabado chegando umas 9hs no aeroporto, de la pegamos o carro e vamos para Inhotim. Pretendemos ir la no sabado e domingo. Algumas duvidas, para mim o melhor hotel em custo/beneficio é esse Ibis da Afonso Pena. O que vc achou? Valeu a pena contando cafe + estacionamento a parte? Vc comprou os ingressos antes ou deixou para comprar na hora? Vc sugere algum restaurante proximo a esse hotel para jantar? Obrigado Andre
  9. Estivemos nessa pousada em 09-10/Nov/2013. É a segunda vez que vamos nela, fomos em 2008 e este ano novamente e o tratamento continua o mesmo. Os donos da Pousada Valter e o Henrique não sabem o que fazer para agradar os hóspedes! Além deles os funcionarios dele, sejam os barqueiros ou o pessoal da cozinha sempre se esforça para atender bem. Aconteceram dois episódios que gostaria de destacar, minha sogra é diabética e só havia pudim de sobremesa, a moça da cozinha ao ouvir o comentário da minha sogra foi para a cozinha e voltou com duas laranjas para ela comer perguntando se laranja ela podia comer. Outro episódio aconteceu quando estavamos eu e meu sogro pescando no pier em frente da pousada e o Valter ao perceber que gostavamos de pescar ofereceu para nos levar no barco menor que eles tem. E ele reforçou que mesmo se outros hóspedes não quisesem ir, ele nos levaria para pescar mesmo se fosse uma só pessoa, pois segundo ele o barco ficaria ali parado e não havia problema em nos levar para pescar. Os dois barcos dele são muito limpos, eu costumo pescar sempre e conheço bem de barco, os dois são bem limpos e conservados sem nenhum vazamento ou algo que demonstre falta de manutenção. O pessoal da pousada leva cadeiras e lanches nos passeios, alem de caiaque, espaguetes uma mordomia só! Na pousada servem camarão e mariscos frescos no almoço, se quiser eles encomendam uma duzia de ostras por 35 reais. Gostamos muito de lá, para mim é a melhor pousada que já ficamos, tanto pela estrutura da pousada como pelo atendimento. Acomodações: quartos muito limpos e muito bem conservados (apesar de a Pousada ser antiga e tradicional, os donos tem muito cuidado com a manutenção). Chuveiro quente e ducha forte é diferencial.Banheiros novos e limpos tanto na Pousada quanto nos barcos! Atendimento e servico: Excelente. Superou expectativas, pelo cuidado com os os hóspedes, no nível de Pousada de luxo, mas sem frescura e com toque simples e familiar aliado a muita educação e carinho. Durante as refeições o dono da pousada teve o cuidado de avisar sobre o que levar nos passeios, blusa, se poderia haver vento forte etc. Atitudes simples que fizeram a diferenca. As praias são de dificil acesso, por isso o passeio é feito de escuna. Ao descer da escuna, nao ha quiosques, e toda a estrutura de lanches, cadeiras, caiaques e montada pelos administradores da pousada.Lanches naturais saudaveis e oniguiri recheado com misso e frango constituiram o lanche servido a todos durante o passeio e visita a praia. Oniguiri (bolinho de arroz) servido na praia pelo Henrique Cadeira levada pelo pessoal da pousada para os hospedes usarem na praia. Quando fui em 2008 nao havia caiaque. Uma das senhoras que estava hospedada queria passear no caiaque mas estava com medo, a equipe da pousada deu suporte e o dono da pousada, atento aos hospedes logo pulou no caiaque ao lado e seguiu ao lado da senhora ensinando-a a remar na direçao certa. Atendimento incrivel , detalhes que precisam ser mencionados para justificar o porquê estou classificando o atendimento como excelente e digo que, raramente quero voltar aos passeios que faço, mas neste caso quero voltar numa proxima oportunidade...com certeza.Outro ponto que nao sei se foi notado por outros hospedes: ao termino do passeio todo o lixo gerado é recolhido pela equipe da pousada, deixando a praia limpinha... Fomos com uma excursão predominantemente de idosos e, ao fim do passeio notei uma senhora agradecendo ao dono pela hospedagem e atendimento, algo bonito de se ver.Os barqueiros sao comunicativos. Os funcionarios gostam de trabalhar la e sentem-se felizes em agradar os hospedes, algo raro de se ver, o que me leva a confirmar que o quesito atendimento superou expectativas. Acesso: o dono da pousada tem barco próprio para transportar os hóspedes. Qualidade da comida: excelente higiene e variedade. Salada fresca e ä vontade. Funcionários atentos na distribuição e nas necessidades dos hóspedes. A cozinha é administrada pela dona da Pousada, frutos do mar muito frescos. Pescamos anchovas no mar quando saimos com o barco da Pousada. No dia seguinte, prepararam o peixe e serviram no almoç pudim de leite e daqueles que podemos chamar de pudim da vo, uma delicia! Panela de marisco servido na janta Preço da estadia: excelente custo benefício.Todos os passeios e refeicoes estao inclusos. Link para o site da pousada: http://www.recantodospassarosig.com.br/ Passeios: Excelente opcao para ir com crianca e familia, inclusive idosos que nao tenham dificuldade de locomocao.
  10. Caros, Estou procurando um hotel para passar uma noite (02/Nov) para 4 pessoas. Alguem tem alguma sugestão? Eu não acho nenhum que custe menos de 200 reais por quarto. O ibis Rio de Janeiro Centro esta saindo 240 e os comentários no tripadvisor sao que a regiao que ele fica é muito perigosa. Obrigado Andre
  11. andre_2004

    Lima

    Caros, Ficarei dois dias em Lima (um final-de-semana), acompanhei as dicas deste tópico. Chegarei na sexta de manha (10am) e partirei no domingo a noite (9pm). Ficarei no Hotel El Ducado. Alguem conhece este hotel? Meu planejamento é: Sexta Dar uma volta em Huaca Pucllana, pois estarei em Miraflores. Museo del Oro Sabado de manha Plaza de Armas, Catedral de Lima, Convento de Santo Domingo Catacumbas Tarde mercados de artesanato na Avenida La Marina, no bairro de Pueblo Libre. Larcomar com por-do-sol Circuito Mágico de Aguas Domingo Mercado del Indios no bairro de Miraflores Museu de la Nacion Restaurante Rosa Náutica - Miraflores O que vcs acham? Eu gostaria de algumas dicas de restaurantes. Peguei alguns neste topico, mas ainda não tenho muitos. LA HERRADURA, na ponta da praia, comer um ceviche. Obrigado! Outra coisa Tem outlet de roupas lá?
  12. Olá pessoal, Tentei resumir abaixo nossa experiência em Porto Seguro, esperamos poder ajudar. A principio pensamos em alugar um carro pois estávamos em família num total de 4 pessoas. O aluguel do carro sairia ~100 reais por dia, além do combustível e desgaste ao dirigir. Estadia: ficamos no Andimar Hotel. É um hotel simples e barato, mas com estrutura muito antiga. Encanamento antigo, cuja água cheirava a ferro, ficávamos com cheiro de sulfato ferroso após o banho, rsrs. Acabamos nos divertindo com a situação. Limpeza razoável, café da manhã regular e atendimento displicente. Tivemos a impressão de que os funcionários pouco se importavam com nossos pedidos. Para todos os pedidos: mudança de quarto, toalha de rosto, redes na varanda não tivemos retorno. Achamos melhor não insistir para não estragar as férias rsrs. O Hotel fica longe do centro, o que impactou no nosso tempo de deslocamento. Por estes motivos, não recomendo. Passeios: Trancoso e Arraial são passeios tranqüilos de se fazer de transporte público. Há agencias de turismo que fazem Trancoso e Arraial no mesmo dia, cobrand0 40 reais. Há agencias que fazem um dia em Trancoso e outro dia em Arraial, cobrando 55 reais por pessoa, por cidade (100 reais as 2 praias). Dia 0: Chegada a Porto Chegamos no aeroporto e o transfer da Coconut já nos esperava. Fomos para o hotel e saimos para jantar na passarela do alcool. O onibus que leva do hotel, que fica na parte norte, para o centro saiu 2,50 por pessoa e levava em torno de 15 minutos para chegarmos la. Saimos varias vezes de onibus e mesmo voltando tarde não chegamos a ver ou passar por nenhuma situação perigosa. Dia 1: City Tour Como estava incluido no pacote receptivo da Coconut um city tour fomos faze-lo. Fomos a praia de Mundai na parte da manha, uma boa praia, o Coconut nos deixou em uma barraca do Goiano. No velho esquema guia-barraca. Os preços não foram exorbitantes e a barraca tem uma boa estrutura. Achamos a praia bem cheia e com varios guarda-sois. Na parte da tarde fomos ao centro historicos e visitamos o marco do descobrimento. Experimentamos um acaraje muito bom la. Jantamos em um restaurante chamado Portinha. Muito bom, com bastante salada e comida a quilo, vc pode escolher uma massa para ser preparado na hora, estilo Spoleto. O preço do quilo estava 40 reais (Jan/13). Ele abre no almoço e no jantar. Dia 2: Fomos a Trancoso de transporte público e gastamos por pessoa: 2,5 onibus até a balsa 4 balsa 10 van 8 reais van de volta Balsa grátis na volta 2,5 reais ônibus até o hotel Total = 27,5 Fomos de van saindo da balsa de Arraial, pois deixava proximo a praia. A praia Nativos é muito bonita, cheguem cedo para aproveitar as piscinas naturais. Jantamos em um resturante proximo ao hotel chamado Cabana Gaucha, que tem uma churrascaria que custa 35 por pessoa. Nada demais. Dia 3: Praia do espelho (terceira praia mais bonita do Brasil). Simplesmente fantástico! Falésias, recifes, piscina natural... Desistimos do aluguel do carro para esse dia pois a pista é simples e tem aproximadamente 18 km de estrada de terra com muitos buracos. Pagamos o passeio via Amigos do Mar, com Ademir, R$ 40 reais. Não havia consumação mínima, como divulgado por muitos guias da cidade. 4 pessoas gastaram 160 reais no passeio via agencia, o equivalente ao aluguel do carro + combustível e julgamos melhor poupar o desgaste de dirigir numa estrada que não conhecíamos. Foi a melhor escolha. Barraca Itaoca. Atendimento lento, atraso de 01h30 do horário previsto para o almoço e de brinde esqueceram parte do nosso pedido. Mas tudo bem, sem pressa, afinal não tínhamos horário para outras atividades. Na ida passamos pela fazenda onde havia búfalos, e pela aldeia de índios, com artesanato local. Na volta o guia foi pontual e deixou todos os clientes em seus respectivos hotéis. Dia 4: Passeio recife de fora. Fantástico!!! Amei, nunca havia visto e presenciado nada parecido. Recomendo que levem seus próprios snorkels, até por questão de higiene. O aluguel é barato, O tênis ou crocs protegem o pé das pedras , corais e conchas. São 50 min até chegar aos corais. O passeio de escuna tem música e lá vendem cerveja, refrigerante é água. A Skol lata custava 8 reais. Descemos de bote. Ao chegar aos corais, um guia local orienta os turistas e esclarece as normas do passeio. Tivemos 02 horas na piscina e achamos que foi tempo suficiente.É seguro, para quem não sabe nadar há a opção de ficar num lugar mais raso, mas restringe a visibilidade para ver mais peixes. Guia de REcife de Fora fazendo uma palestra Jantamos em um restaurante chamado Conveniencia do Gaucho, fica bem na saida da balsa. De quarta e domingo o preço é 30 reais por pessoa incluindo churrasco. Dia 5: Arraial Fomos para Arraial de onibus, demos uma parada na ida no Museu do Descobrimento. Vale a visita, os guias mirins são bem simpáticos e atenciosos. Nau do Museu do Descobrimento Chegando em Arraial fomos para Mucuge, praia bonita, mas preferimos Santo Andre ou Santo Antonio em Cabralia. Almoçamos em um restaurante muito bom chamado Paulo Pescador, comida muito bem feita a preço fixo 25 reais (ref Jan/13), atenção que esse restaurante não aceita cartão, apenas dinheiro vivo. Macarrao com lagosta Quando estavamos em Arraial passamos em um hostel para conhecer, achamos muito bom, os quartos eram limpos, para ate 4 pessoas com armario com chave. O hostel chama-se moxhostel. Tem cozinha lá para os hospedes poderem utilizar, o hostel fica bem localizado no centro de Arraial. Os preços que ela nos passou do quarto privativo foram Janeiro: 2p R$120 / 3p $165 / 4p $200 Fevereiro: 2p $100 / 3p $135 / 4p $160 Broadway de Arraial Por-do-sol visto da balsa Dia 6: Cabralia e Santo Andre Praias mais desertas e com faixa de areia maior. Neste dia decidimos alugar um carro pois segundo nos informamos fica dificil de chegar em Santo Andre de transporte publico, alugamos um carro por 100 reais/dia. Conseguimos ir para Santo Andre e dar uma passada em Santo Antonio e Guaiu, sendo essas duas ultimas bem desertas e ideais para uma caminhada. Santo Andre Santo Antonio Almoçamos em um lugar muito bom chamado Restaurante Gaivotas, lá comemos lagosta para 4 pessoas (2 lagostas +-1kg) por 90 reais. Demos uma passada na feira indigena que tem lá e visitamos o marco da 1a missa. Dia 7: Tribo PAtaxó Como era o ultimo dia decidimos não ir longe e fomos fazer uma visita na tribo pataxo reserva da jaqueira, recomendo esse passeio custa 35 reais por pessoa e tem de ser feito obrigatoriamente acompanhado de um guia da agencia Pataxo turismo. Na chegada uma das indias faz uma palestra contando um pouco da historia dela e da criação da reserva. Após a palestra se faz uma trilha com um indio que vai explicando um pouco da cultura deles, como as armadilhas que usavam para caçar, plantas medicinais, oca. Eles prepararam um peixe na folha de patioba para experimentarmos, muito bom. No final participamos de um ritual de agradecimento deles. É um passeio que gostamos bastante, bem instrutivo e rico. India preparando o peixe na folha de patioba Indio explicando o veneno da planta Indios se pintando Entrada da Reserva Ritual de Agradecimento Resumo das dicas * Se forem para Arraial ou Trancoso, é facil ir de transporte público, os onibus não deixam bem perto da praia, ao passo que as vans que saem proximo da balsa levem até bem perto da praia, só que cobram mais caro e não saem na hora, muitas vezes ficam esperando a van encher para sair. * Se forem para Santo Andre, vale a pena alugar carro, pois fica longe e você pode visitar as praias de Santo Antonio e Guaiu. A diaria estava 100 reais, combinamos com o responsavel de ficarmos dois dias e ele cobrou 150 reais. Entregou e retirou o carro no hotel. Se quisessemos poderiamos retirar e devolver o carro no aeroporto. Utilizamos o serviço da Locaporto (Marcio) * Negociem bastante, quando fechamos o pacote para REcife de Fora, ganhamos de brinde o aluguel do crocs e snorkel * Hoteis que ficam na parte norte (Mundai, Barramares etc) ficam longe do centro, ou seja, para vc ir para Arraial ou para a passarela do alcool vai gastar 15 minutos de transporte publico, só tomem cuidado se houve algum show no centro, pois o transito para tudo e fica muito barulhento. * Normalmente o periodo da manha é melhor para visitar as praias, pois como a maré está baixa a faixa de areia é maior e os recifes aparecem. * Muitos lugares não aceitam cartão e caixas eletronicos tem poucos.Em Porto tem caixa no Shopping da Avenida Central. Em Arraial tem um caixa na farmacia da rua Mucuge.
  13. Sao Jose dos Campos - Hospedagem Caros, Alguem tem alguma dica de hotel bom e barato em SJC/SP? O mais em conta que achei foi o Ibis e esta por 109 reais. Obrigado
  14. Fomos para Pipa e adoramos, ficamos 5 dias na Pousada da Vovo. O relato completo está aqui relado-pipa-janeiro-2011-t51192.html
  15. Pipa!! Aconchegante seria a definição de Pipa. Adoramos os bares com música ao vivo, a diversidade de pessoas, o clima amigável e badalação noturna. Bem diferente do que imaginavamos. Adoramos peixes e frutos do mar, então vão notar que nossas dicas de comidas giram em torno destes. Há muitos estrangeiros que ali se instalaram para trabalhar/ morar, e os bares, muitas vezes de proprietários estrangeiros (inclusive os garçons!), têm bom atendimento (acreditem, bom atendimento!!) e estilos bem diversificados: indianos, japoneses, italianos, rústicos, grego... tem pra todos os gostos. Transporte aeroporto - Pipa: Vale a pena pegar um taxi combinado com a pousada, no nosso caso combinamos com a Pousada. Um taxi nos pegou no aeroporto e levou ate a porta da Pousada por 100 reais, um taxista muito gente boa. Como o aeroporto fica distante de Natal e ainda chegamos num voo da TAM as 22hs, julgamos melhor não arriscar. Para vcs terem uma ideia, uma moto-taxi de Pipa para Natal sai por 80 reais! Sorvete: a melhor sorveteria foi a Gelateria Italiana Preciosa, que fica um pouco depois do centro no sentido Praia do Amor. Chocolate é cremoso, uma delícia! Provamos sorvete de mais 02 lugares no centro, sem comparação com a qualidade e o sabor de Gelateria italiana. Passeios: fizemos um passeio de escuna que incluía as praias + volta na Baía de Guaraíra, foi show! No barco havia caipirinha e caipiroska à vontade, frutas frescas e espetinhos de frango e camarão, além de bruschetas. Tratamento vip...aliado ao lindo dia, São Pedro foi generoso: presenciamos o pôr do sol e gostamos muito. Nao percam o passeio no Santuario ecológico, que tem também o projeto Tamar, com trilhas e mirantes (lindas paisagens). Da pra ver a paisagem da praia do Amor, que forma um coração... Há também cartazes informativos sobre formação geológica da região, fauna e flora, uma verdadeira aula!! Algumas plantas nativas são sinalizadas. O Santuário ecológico é propriedade particular e o acesso às trilhas custa apenas 5 reais. As trilhas são bem sinalizadas. Não perca este passeio, pois vale muito a pena!! Acesso super facil de van, é só falar para o cobrador que quer ir ao santuário. Praias: A praia do Madeiro não é muito boa para banhos, o mar é muito bravo. Nem caminhadas, os quiosques lá fecham as 17hs. Gostamos muito da praia da Cacimbinha, facinho de ir de van (veja comentarios sobre vans abaixo), tanto é que fomos 2 vezes. A paisagem é simplesmente maravilhosa. Tem o quiosque do Chico, deixavamos as coisas la e iamos caminhando ate a Praia da Boia para pegar piscinas naturais. As porções dele tb são boas; pedimos uma porcao de mandioca e veio bem servida, sequinha e saborosa, por 7 reais! As cadeiras são confortáveis e, como a praia é mais deserta que as outras, o tratamento é vip. Recomendamos para pessoas que gostam de sossego na praia e caminhada. Esta praia proporciona uma bela vista das falesias. Praia do amor: Nao vale a pena comer na praia do amor, os quiosques não inspiram confianca. Entretanto, vale dar uma passadinha para conhecer. É uma praia para surfistas. Lá dá para ver o famoso barril que deu o nome a Pipa. Refeições: a maioria dos restaurantes não aceita cartão de crédito, portanto esteja preparado, senão haverá poucas opções para refeição. Há um caixa 24hs para as emergências logo na entrada da cidade. Comemos uma pizza maravilhosa no Piazzetta de Pipa na Rua Bem-te vi, uma travessa da Rua principal (Golfinhos) , uma pizza para 2 saiu 31 reais de dois sabores, pizza muito boa, crocante e bem recheada, o bar tem a decoração dos grandes nomes da MPB, com telão passando clipes e cadeiras confortáveis. Muito dez para um fim de noite, casais, família e grupos de amigos. Comemos lá também um crepe de salmão defumado muito gostoso. Ao lado do Piazzetta de Pipa há um restaurante gracioso chamado Pacifico Bar e grill. Os preços são salgados, provamos a porção de ceviche (uma delícia), mas o que marcou mesmo foi o mojito, o melhor que já bebi, há um toque refrescante diferente. Fomos almoçar no restaurante da Toca da Coruja. Experimentem o Robalo na folha de bananeira do Toca da Coruja, o preço é um pouco salgado, mas o prato é maravilhoso, o melhor que comemos em Pipa. O atendimento de lá é 10! Fez nos sentirmos convidados vips em um restaurante chique, segundo o taxista é uma das pousadas mais caras de Pipa. Comemos também no Casarão (Praia do Centro) e no Peixe e cia nao achamos nada demais nos dois restaurantes. Gostamos muito da comida da Risoteria que fica na rua principal de Pipa, uma entrada discreta. Um risoto de frutos do mar bem servido para 01 pessoa saiu 28 reais, um prato muito bem elaborado e com bom custo beneficio. Um pouco afastado da badalação, um pouco antes da Gelateria intaliana Preciosa há opções mais baratas de refeições, para quem pretende alternar as escolhas durante sua estadia; que variam de 8 a 20 reais. São pratos básicos mas saborosos. A pousada da Vovó é boa; basica, não temos o que reclamar da higiene. Não faltaram toalhas e limpeza nos quartos. Entretanto, eles pecam um pouco no atendimento, pouco treinamento dos atendentes, que não sabiam indicar nenhum restaurante bom. A pousada é limpa e todo dia de manhã tem um bolo quentinho no café. As roupas de cama são trocadas a cada 3 dias. O café é simples e fresquinho. Ela fica a uns 500 mts do centro de Pipa, uma subidinha boa, mas fica num lugar silencioso, mesmo com muvuca na rua principal a pousada estava tranquila. Um lugar que gostamos foi o Artesão da musica, uma das poucas lojas de Pipa com algum artesanato diferente. Nao usem o servico da Ola Brasil, o Roberto não sabe de nada e fica enrolando os clientes. Em Pipa o transito na rua principal é caótico, ficamos uma semana e nem precisamos alugar carro! O servico de vans funciona muitissimo bem, fomos para Madeiro, Cacimbinha e Tibau sem precisar de carro. A passagem custa 1,50. Uma semana é suficiente para conhecer Pipa, ficamos 6 dias e foi tempo suficiente. Não se entusiasme com o passeio dos golfinhos, vimos apenas as costas de 2. Já vi mais golfinhos no litoral de SP. Achamos o preço de algumas coisas relativamente barato por tratar-se de uma cidade turistica, por exemplo uma garrafa de água custava 2 reais em quase todos os lugares. Pipa é uma viagem para quem curte praia, ou seja, nõ há nada para se fazer alem de tomar sol, banho de mar, caminhar na praia, comer e beber.
  16. Obrigado pelas respostas! Quando for para lá vou procurar o TRIEB ECOTOUR e o passeio de lancha. Acho que vai ser divertido. Aproveitando e abusando da boa vonta de vocês, tem algum prato tipico que vcs recomendam? T+
  17. Caros, Vou para Janeiro para Pipa, ficarei 5 dias. Não pretendemos alugar carro, pois li que lá em Pipa dá pra fazer tudo sem carro. Minha esposa está preocupada se nas proximidades de Pipa tem o que fazer em 5 dias. Gostaria de algumas sugestões de lugares para comer e passeios. Vale a pena pegar um guia com buggy para conhecer as praias próximas? Tem passeios de barco/escuna? Ficarei na Pousada da Voo que foi bem recomendada por um amigo. Esta pousada fica no Centro. Obrigado
×
×
  • Criar Novo...