Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Marcus Reis

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Brasil: MG, SP, RJ, ES, BA, MT, AM, TO, DF.
    EUA: Montana, Denver, NYC
    Ireland: Dublin an North
    France: Paris
  • Próximo Destino
    Argentina e Uruguay
  • Ocupação
    Estudante, autônomo no ramo de eventos.
  1. e aew bruno.. blza! Então... foi um dos melhores pra mim mesmo o do downhill hehe... eu tbm curto bike pakas , apesar de não ter mto tempo pra andar hehe. O pacote lá com a Madness foi 84 dólares na bike mais simples.. mas como eu disse todo mundo q escolhe essa bike diz q dá pra fazer o downhill d boa ! Eu tinha olhado na Gravity antes da Madness e acho que tava uns 120 dólares hehe bem fora do meu orçamento.. daí corri pra Madness hahaha. Quanto aos preços.. a maioria eu lembro de kbça... mas alguns eu esqueci hehe por isso é bom tu levar um caderno e ir anotando tudo se não perde a noção de quanto gastou . Vlw ! qualquer coisa estamos aí !
  2. Aí vão algumas das milhões de foto que tirei nesse tour hehe Estrecho de Tiquina Estrecho de Tiquina Começando a avistar o Titicaca \o/ O local do crime rsrsrss, mas eu indico haha Tava pensando se comia um trem esquisito q tava no meio haha La trucha ! A travessia! poww postei umas 50 fotos desse tour... mas a maioria tá dando erro... vou tentar postar mais tarde
  3. Dia 23/04/2011 e 24/04/2011 ( COPACABANA - ISLA DEL SOL ): Esqueci de escrever que em algum desses dias.. não me lembro se foi no dia do downhill ou do chacaltaya eu fechei o pacote pro tour de 2 dias e uma noite pra copacabana. Fui na Madnesse e perguntei se eles faziam esse tour.. aí ela me disse que sim.. mas tipo eles terceirizam o tour hehe nao é bem com eles. Se não me engano o tour me custou 600 e poucos bol incluindo trasporte La paz - Copacabana - Isla del sol /Isla del sol - Copacabana - La paz + almoço ao chegar em Copacabana + guía durante todo o passeio + hostal na Isla del Sol + jantar na Isla del Sol + café da manha no segundo dia + Almoço. Esse passeio foi muuuuuito massa, exceto o incoveniente que nos aconteceu logo que chegamos, que conto nas próximas linhas. Fizemos check out no wild rover, mas já deixei avisado lá que talvés voltaríamos hehe. Esperamos na recepção o pessoal do tour pra copacabana chamar e uns 40 minutos depois apareceram. Fomos num buzao lotaaaaaaaaado de israelenses kk tinha bem uns 20. A viagem foi tranquila. Logo chegamos ao estrecho de tiquina e atravessamos pro outro lado num barquinho que custou 1,5 bol.Chegando do outro lado voltamos pro buzao e em uns 30 min estávamos em Copacabana. Chegando lá o guía já nos abordou assim que saímos do ônibus.. Vicente era o nome dele. Um aymara super gente boa hehe. Pegamos as mochilas e o acompanhamos até um restaurante. Eles no deixou lá e disse que 1 hora mais tarde voltaria pra pegar o barco pra ilha do sol. Comemos como entrada a tradicional sopa que eles servem antes de toooodas as refeições hehe e depois a trucha del lago hehe muuuuito bom!!! Nessa hora aconteceu uma coisa beeeeeeem chata... o alexandre tinha deixado uma mochila pequena numa cadeira separada … lá tinha colocado um netbook, um celular, um perfume que tinha comprado em la paz e um tênis tbm hehe. Daí chegou um cara perguntando se não tínhamos visto uma mulher grávida vestida de azul ( tipo.. uma pergunta nada a ver... qual adulto q vai se perder por aí ).. enfim, nesse meio tempo acho que ele levou a mochila e nós nem percebemos. Depois do almoço o alexandre foi ao banheiro e logo depois eu fui também.. quando voltei ele estava procurando a mochila. Aí fiquei puto haha chamei o guia.. pedi pra chamar o pessoal que trabalhava no restaurante.. não pra acusá-los, mas pra, de repente, ajudar em algo. Infelizmente ninguém viu quem pegou a mochila. O passeio tinha ficado sem graça começamos a desanimar e ficar desconfiados com todo mundo hehe com o guia principalmente. Depois disso fomos pro barco e deixei a mochila do lado de baixo do barco...tava tão inquieto e desconfiado com o guia que resolvi descer e ficar lá em baixo pra não desgrudar das mochilas hehe. Chegando na ilha, peguei as mochilas..e o guia disse que podíamos deixá-las num sei aonde pra não precisar carregar durante o tour, eu disse que não me importava de andar com ela nas costas. Depois que descemos do barco ele insistiu e disse que podíamos deixar as mochilas com ele e ir ao banheiro ... aí eu fiquei puto.. e falei que nós não íamos deixar as mochilas com ninguem porque não tivemos boas experiências logo no primeiro dia e que não dava pra confiar muito no pessoal de lá kkk zanguei mesmo haha mas acho que com razão porque eu tinha tudo pra deconfiar dele, porque quando a mochila desapareceu ele coincidentemente estava na porta do restaurante nos esperando hehe fora que só nós estávamos no tour haha. Mas com o passar do tempo eu percebi que não foi ele. Enfim, começamos o tour ( com as mochilas nas costas kk foi tenso ) conhecemos o templo do sol, uma ruína Inca bem massa, o guia passou um bom tempo lá com agente explicando muita coisa. Foi muito legal porque foi nosso primeiro contato com a cultura Inka. Depois disso subimos e seguimos a trilha pelas terraças e ele continuou explicando sobre a cultura e parava de vez enquando pra nos mostrar coisas interessantes hehe. Depois de caminhar umas 2 horas chegamos num lugar tipo um povoado. Bem curioso lá.. o Vicente disse que a ilha tinha uns 2 mil habitantes e que toooodos eram da mesma família kkkkkk perguntei pra ele quantas llamas tinham que matar quando eles faziam um churrascão hahahah. Chegamos no hostal e deixamos as mochilas lá, agora mais confiantes hahaha até porque a porta tinha chave hahaha, daí o guia nos chamou pra nos levar pra um ponto mais alto da ilha antes do por do sol que dava pra ver a parte norte ( esqueci de falar que como só tínhamos 2 dias pra esse tour ficamos só na parte sul ) e dava pra ver tbm o Perú. Antes de chegar lá encontramos dois nativinhos muito bonitinhos hehe o alexandre tirou fotos deles e eles pediram caramelo como troca kkk como não tínhamos demos moedas.. eles ficaram bem satisfeitos hehe. Depois disso seguimos. A vista de lá era bem bacana. Ele disse que o por do sol costuma ser muito bonito, só q pegamos um dia não muito bom hehe , mas valeu muito a pena! Ficamos lá até escurecer e conhecemos um casal de australianos que tinham vindo de Puno. Susan e Kan... muito simpáticos eles . Ficamos conversando um tempão (q inglês difíciiiiiiiil de entender kkkk ) ... compartilhamos umas experiências da viagem e rimos pakas hehe. Tava muuuuuuuuuito frio lá em cima e a Susan deu um grito no guia que estava com eles “ heeeeyyyy come ooooonnn !!!! “ hahah ainda bem .. porque já tava batendo queixo hahaha. Nos despedimos dos australianos e fomos pra um hostal da prima do Vicente ( que eu perguntei se era mãe dele kkkkkk) pra jantar !!! Depois da sopa comemos a trucha e pollo.. muuuito bom ! Eu vi o Vicente falando com a prima em aymara.. nao entendi nda kk mas pelas expressões dela de quem estava encabulada haha deu pra ver que ele estava contando do furto . Depois do jantar ele nos levou para até o outro hostal onde estava as nossas coisas e que ficava a poucos metros dali. A vista do quarto era inacreditável (tínhamos visto quando fomos deixar as mochilas ) já não bastava a vista do Titicaca e tinha uma cordilheira ao fundo do lago... incrível !!! Fomos dormir bem cansados e acordamos uma hora após o combinado kkkk. Tomamos café e seguimos. Fomos ao jardín de los inkas.. que lugar agradável.. deu vontade de sentar por lá e ficar o dia todo ouvindo o barulho das trêz fontes inkas hehe na verdade de duas porque uma o Vicente disse que parou de jorrar por filhadaputagem dos espanhóis hehehe que tinham a péssiam mania de destruir tudo haha. Outra coisa que achei interessante foi ele dizer que até hoje não se sabe com 100% de certeza de onde vem a água que cai das fontes.. legal esses mistérios dos inkas hehe. Ele quase nos obrigou a beber a água da fonte .. fiquei meio assim haha pq tinha lido aki em algum relato que alguem passou mal depois que bebeu a água kkk ele disse que quem bebe fica carregado de coisas boas lá que não lembro muito bem kk mas enfim, eu já tava lá mesmo e pensei... “ vai que se eu não beber eles interpretam como um desrespeiro à cultura kkk “ aí bebi sem perhaps haha não me aconteceu nada naum haha. Depois disso descemos e fomos pegar o barco de volta pra Copacabana. Eu tava com uma garrafa de água de uns 2 litros... e bebi tudo e fui pro barco ... uns 30 minutos depois do barco sair essa água queria sair kkkkk e ainda faltava uma hora pra chegar.. afff uma hora que me pareceu 5 haha passei aperto nesse dia kkkk … mas aguentei chegar em copacabana por pouco ! Uff! Chegando lá fomos almoçar num outro restaurante e comemos, pra variar um pouco, uma trucha hahahah mas é pq é muuuito bom hehe gostei bem mais que o ceviche! Depois do almoço fomos conhecer a catedral quem tem em Copacabana.. o guia nos disse que é a maior catedral da américa latina.. e realmente o espaço é bem grande. Gostei da catedral! O guia nos pedia desculpas todo sem jeito durante todo o tour haha falava que nunca havia acontecido isso com nenhum de seus turistas e que estava muito triste hehe. Realmente quando fomos conhecendo a vida e a rotina dele vimos que ele era gente boa hehe e era uma pessoa muito simples também. Ele tem uma agência em copacabana que eu disse que ia indicar haha chama-se Andes Amazonia. Ele nos levou lá e conhecemos a esposa dele e sus hijitos hehe. Eu já tinha ficado mais tranquilo quando estava na ilha porque perguntei uma chola se ela o conhecia haha ela disse que “ sí es un guia “ mas respondeu com um ar de " lóoogico né... todos o conhecem aqui " hehe. Demos uns 10 dólares pra ele por suas gentilezas hehe . Ele nos deixou no buzao que nos levaria de volta pra la paz. Daí entramos e voltamos... estrecho de tiquina outra vez haha e la paz . Não me lembro bem que horas chegamos em la paz.. o buzu nos deixou na calle sagárnaga e resolvemos ficar no hotel sagárnaga... o cara fez a diária por 60 bol pra cada um.. O hotel tem uma cara boa. Deu pra descansar tranquilo. Mais tarde demos uma volta .. não me lembro se fomos a algum restaurante... depois voltamos pra dormir pq o dia seguinte seria o das compras hehe e o último em la paz.
  4. hehe vlw ! ahh vou falar mais do hostal sim .. como eu disse fiquei no mesmo hostal em arequipa e cusco.. e gostei pakass de lá. mais pra frente conto mais !
  5. Cara, então.. justamente o que eu pensei lá e me arrependi haha. Eu troquei os reais aki por dólares e já perdi de cara 70 reais hehe e lá fiz vários câmbios pelas moedas locais e perdi mais ainda. Então acho que vc não deve pensar duas vezes... eu pelo menos na minha próxima trip farei isso: levar tudo em real e talves uns 30 dólares pra alguma eventualidade e vender os reais lá. Eu acho que todas as casas de câmbio que passei compravam real.
  6. vlw cara hehe ! Faça a trip mesmo... é incrível d mais \o/ ! Peço mil desculpas aí pra galera que está acompanhando, por eu estar fazendo o relato num ritmo bem lento hehe... é que essa vida de trabalhar o dia todo e estudar a noite rouba todo o meu tempo hehe! Mas prometo que hoje e amanhã eu continuo o relato e posto mais fotos. abço
  7. DIA 22/04/2011 ( DOWNHILL COROICO !!! ) : Esse foi um dia a parte! hehe Acordamos umas 05:30... não é fácil acordar uma hora dessa em la paz, mas não tava afim de perder esse tour que é fantástico ! Chegamos no escritório da Madness da calle Sagárnaga umas 06:30 como combinado. Já tinha uma porrada de gente lá. Uns minutos depois fomos pra um quintal que fica nos fundos da agência mesmo pro guia dar as explicações básicas e entregar os equipamentos de segurança. Feito isso saímos de La Paz umas 07:30 e seguimos pra La cumbre. No ponto que paramos e saimos da van a visão já era bonita.. tirei algumas fotos e voltei pro grupo pra ouvir mais algumas explicações de cuidados a serem tomados hehe. Eu tava meio nervoso porque o passeio realmente é meio perigoso e arriscado hehe aliás alguns turistas já morreram nesse percurso, mas não tem grilo.. só não dar mole hehe. Dei umas voltinhas pra me familiarizar com a bike e partimos pro downhill !!! Já é bom desde o início hahaha !!! uns 30 segundos de descida e vc já começa a ver as paisagens alucinantes rs. Fiquei tão impressionado com aquelas montanhas gigantes e aqueles vales que uma hora quase perdi o controle da bike e caí kkkkk Realmente.. foi uma das paisagens mais belas que vi em toda a viagem! Não esperava tudo aquilo hehe Descemos de bike acho que uma hora e pouco ..e chegamos num trecho que tinha que pagar uma taixa de 15 bol pra seguir. Nesse ponto nos deram um lanchinho e seguimos só que na van. Aproveite esse trecho de descida no asfalto.. como eu disse as paisagens são incríveis ! Depois de andarmos um pouco acho que uns 40 min de van paramos num lugar que já era estrada de chão.. íamos entrar literalmente na death road hehe. Lá é beeeem mais difícil pra controlar a bike... Tem que ter muito cuidado porque altas pessoas levaram tombo.. e acho que levar tombo nesse passeio é normal, mas tem que ter cuidado pra nao levar esse tombo perto do abismo kkkkk. A sensação de estar passando em meio àqueles despenhadeiros é frenética !!! Tu pensa.. " caraii não acredito que tô aqui tão perto do abismo hahaha ". Dá um medo do caramba de perder o controle do nada e cair direto no vão kkkk acho que essa é a graça do passeio. Há lugares que são super sombrios hahaha cheio de neblina e com todas aquelas cruzes mostrando que ali já morreu gente kkk. muuuuito lokoooo esse passeio. Pra mim foi o melhor hahaha. Depois de um tempo descendo.. meu freio começou a falhar. E já fiquei meio grilado... logo mais na frente a bike pegou velocidade e eu não consegui freiar, aí joguei a bike pro lado que não tinha abismo é claro.. c fosse me esborrachar pelo menos ficaria vivo hahah. Daí eu procurei o guia e mostrei o problema e ele deu um jeito.. e o freio ficou zero bala haha. se vc sentir que o freio tá ruim pare imediatamente e chame um guia heheh não é nada agradável vc estar na death road com os freios ruins hahah. O lance dos freios é comum acontecer.. porque vc usa o freio em 80% do tempo hehe. Paramos num lugar pra mais um lanche e seguimos... Teve umas horas que passamos tipo dentro de uns riozinhos que tinha gente lavando roupa.. aquela penca de minino brincando e tomando banho hahah e tem que pegar uma velocidade boa pra não parar no meio da água e molhar o tênis hehe. Mais pra frente fizemos uma parada numas tendinhas pra descansar e pra ver se aliviava o calor.. o sol tava muuuuito quente e aquelas roupas não estavam muito frescas hehehe Desse ponto já dá pra avistar Coroico, mas não se iluda hehe o guia fala que tá chegando, mas esse trecho é o mais cansativo pq o sol já tá rachando e já não tem tantas descidas hehe mas vale a pena . Quando concluimos o percurso foi muito bom ! Dá uma sensação de ahh eu sou foda haha e também de eu estou vivo kkk. Chegando lá tomamos uma cerveja pra matar a cede e seguimos de carro pro hotel em coroico. Lá almoçamos e deu pra descançar um pouco... Tomamos um drink tbm com uns brasileiros que estavam no chacaltaya .. a minina me perguntou se eu já tinha mastigado a folha de maconha kkkkkk uns 5 segundos depois ela falou " opss.. nao a folha de coca" kkkkkkk rachei de rir dela hahaha. Depois disso nos despedimos porque eles fizeram o tour por outra agencia.. e voltamos pra van pra seguir de volta pra la paz... dormii até chegar em la paz... e chegando lá fomos na madness pegamos a camiseta e os CDs.. serviço show de bola ! recomendo total !!!
  8. DIA 21/04 ( CHACALTAYA E VALLE DE LA LUNA ) : O dia começou cedo pra nós.. acordamos umas 06:00 hrs.. olha que nem é taaaaaaao cedo, mas naquele frio tudo vira um sacrifício rsrsrs e já que estava bem empolgado pra ver o gelo pela primeira vez, pulei da cama sem cerimônia hehe A guia nos chamou na recepção do hostal pontualmente. Não me lembro se foi 07:00 ou 08:00.. sei lá.. só sei que foi no horário combinado rs. Depois de nós eles ainda passaram em um outro hostal pra pegar um casal de brasileiros.. aliás.. foram 6 brasileiros na van.. foi um dos poucos dias que tive contato com brasileiros durante toda a viagem hehe. Durante a ida conversei com um alemão gente boa até.. ele tava com o ombro quebrado parece... acho q por causa do downhill rsrsr e eu ia fazer no dia seguinte haha. A primeira parada foi num lugar que dava uma visão panorâmica de la paz e teve outra numa vendinha mais pra frente.. lá falamos com os brasileiros.. uns de sampa outros de porto alegre... a guia também conversou com agente e era super simpática. Depois que ela escutou os outros brasileiros arriscando o espanhol ela disse..." ahh ustedes todos son brasileños como ellos " kkk tipo.. como se os brasileiros falassem com um sotaque especial...inconfundível rsrsrs Enfim, voltamos pra van e seguimos. Um pouco pra frente já deu pra ver uma montanha nevada..porra que incrível aquilo.. nunca tinha visto, pra mim foi um máximo haha. tentei tirar umas fotos mas tinha muita neblina e nenhuma prestou. Seguindo mais um pouco fizemos outra parada para tirar fotos com umas lhaminhas e alpacas que estavam no caminho. A esposa do alemão que eu conversei era engraçada... ela era super empolgada..só andava sorrindo impressionada com tudo haha quando ela viu essas lhamas ela saiu da van e correu atráz delas kkkkk e tirou fotos quase montada numa lhama kkk mto massa ela haha adoro essa empolgação hahah. Desse ponto dá pra ver também o Wayna Potosí... que foi umas das visões mais bonitas que tive na viagem... muito linda a montanha!!! Wayna Potosí ! Sensacional ! Depois disso seguimos pro Chacaltaya... a subida até lá é massa... tu passa na beira de estradas bem altas e vê o vão lá em baixo hahah massa. Nessa parte tinha também umas lagunas formadas pelo degelo que dava uma visão bem bonita. Chegando lá em cima. quando saí da van já não estava muito fácil respirar. Fui o último a subir porque realmente achei a respiração muito pesada.. e depois de uns 10 ou 15 min eu comecei a subir. Vc sobe um pouco e com o esforço já começa a sentir calor.. só que se parar pra descansar 2 minutos já sente aquele frio d novo rsrsr A guia disse que no inverno fica tudo cheio de gelo.. realmente gostaria de visto mais, mas o pouco que eu vi já valeu a pena.. muito bonito lá em cima principalmente a visão do wayna potosí que me apaixonei hehehe. Depois que tu chega lá em cima, tem uma outra montanha seguindo que quem quiser chegar lá tem q ser rápido. A alemã, claro, com toda aquela empolgação dela já estava era no pico da outra montanha kkkk por isso que quando saí do carro ela foi a primeira a disparar na frente kk muito comédia ela. Quando ela voltou ela me disse toda animada que foi até o outro lado haha. Eu queria ter ido, lá tinha bem mais gelo.. mas dei mole.. não tinha que ter esperado na chegada. agora fica pra próxima hehe. Enfim, ficamos um tempo lá em cima e voltamos pra seguir pro Valle de la luna. Chacaltaya Wayna Potosí A mão tava congelando kk A outra montanha que falei..se quiser chegar lá tenha pressa hehe Brasucas nas alturas hehe Após o Chacaltaya voltamos pra La paz e os dois brasileiros de sampa ficaram no caminho. Daí seguimos pro Vale de la Luna. Lá é legal.. fizemos uma trilhazinha lá dentro de uns 40 minutos e umas 16:00 hrs já estávamos de volta so hostal. Foi bom o passeio. O chacaltaya acho que não deve ficar de fora do roteiro.. e se tiver disposição dê uma passadinha no valle de la luna. Chegamos em la paz varados de fome... entramos num restaurante cubano que tem na Sagárnaga e os brasileiros de porto alegre estavam lá esperando por atendimento há uns minutos e ninguem hehe parece que o almoço lá já tinha encerrado... depois fomos todos a um restaurante natural na mesma rua.. que por sinal é muito bom... pedi um prato com carne de lhama ( típico de restaurante narural kkk ) e matei a fome hehe muito bom! recomendo. A minha parte deu 50 bol, mas eu comi muito bem .. o prato é muito bem servido. Mais tarde depois de dar uma passada do hostel e entrar na internet voltamos pra sagárnaga pra ver se o restaurante cubano estava aberto hehe eu tinha gostado de lá. E estava sim! Bebemos uma Paceña... e pedi um prato que não consegui comer nem a metade da comida hehe. Foi baratin .. acho que minha parte de uns 25 bol. Se tiver um tempinho a noite vá à Sagárnaga e procure este restaurante.. é muito bom! Não me lembro o nome mas ele fica quase de frente ao hotel Sagárnaga. Depois de voltar pro hostal fomos dormir.. pq no outro dia tínhamos que acordar umas 05:30 pra estar no escritório da Madness na calle Sagárnaga pro esperado downhill hehe. ] Essa aí atras é a alemã. rsrs com a mesma empolgação do chacaltaya haha Esse é o restaurante Cubano... uma boa opção pros que gostam de comprar muito com pouco hehe A boa de la paz ! hehe
  9. 20/04/2011 ( LA PAZ ) : Chegamos em La Paz por volta de 06:30.. um frio disgramado rsrs e eu nem sabia que o pior estava por vir alguns dias depois rsrs. Isso conto mais pra frente rs. Mas estava bastante frio.. minhas luvas estavam tipo no fundo da mochila kkk e minhas mãos estavam congelando, não tava dando pra aguentar. Coloquei a mochila num banco e tirei tudo até achar a bendita luva rsrs e melhorou bastante. Depois disso tiramos algumas fotos em frente ao terminal e pegamos um taxi pro Loki hostal que nos custou 10 bol. Entramos no Loki e perguntamos se havia dormitório, a mulher disse que sem reserva não há num tom bem estranho..sei lá.. não me senti bem recebido lá.. e fora que uns dias depois tive uma esperiência ruim lá que conto mais pra frente, mas existem pessoas que se dão bem com o hostal, o que não foi o meu caso hehe. Virando a rua na Calle Comércio avistei o Wild Rover, e vendo de fora assim não me agradei muito, mas resolvemos entrar e perguntar se havia vagas. Por ser próximo achei que não haveria, mas o pessoal nos recebeu super bem, disse que tinha vagas e que agente já podia tomar café hehe e deixar as mochilas lá enquando dava a hora do check in.. gostei pakas de lá.. tanto é que fiquei no wild rover em outras duas cidades que são melhores ainda hehe. Ahh a diária num dorm de 10 pessoas ficou 44 bol com desayuno.. muito bom o preço! Depois disso fomos conhecer a plaza murillo que fica bem pertinho do hostal. Achei tudo muito massa lá.. o palácio del govierno.. a catedral .. muito bonito. Nunca vi tanto pombo por metro quadrado.. logo eu q odeio rsrs Depois disso fomos ao Museo Nacional de Arte que fica a poucos passos da praça. É um museu bacana.. dá pra fazer boas fotos na parte externa . Passamos uma hora mais ou menos dentro do museu e eu deixei o casaco no guarda volumes e passei um frio do caramba rsrs museu frio viu. A entrada custou 10 bol e não é necessário um gruia. Saímos e seguimos pela rua do museu no sentido oposto ao da praça. Nessa rua encontramos lojas de perfumes.. e os preços são os melhores. Pra quem quer comprar perfume compre em la paz.. não deixe pro free shopp pq dá uma diferença de até uns 10 reais. Depois de andar por essa rua... ainda andamos bastante até achar um burguer king que ficava looonge e agente nem sabia que tinha um perto do hostal rsrssrs. Os preços, lógico, são chocantes hahah comemos rpa caramba gastando bem pouco. Voltamos pro hostal pra fazer check in e nos instalamos. Pelo contrário que pensei.. o banheiro compartido é muuuuito melhor que banheiro privado dentro de dormitório. O compartido é limpo durante todo o dia.. já o privado se for limpo pelo menos uma vez ao dia é muito hehe ,ou seja, é bem imundo. Então essa é minha dica.. evite dormitórios com baño privado a não ser que vc queira um quarto matrimonial. Fomos dar uma volta pra fechar algum passeio. Procuramos a Av. Llampu e entramos numa agência chamada se não me engano Kano Tours.. saindo da calle sagárnaga e virando na llampu para a direita já dá pra ver a agência do outro lado da avenida. Ao entrar tive uma boa impressão da agência e do atendimento hehe então já fechei o pacote pro Chacaltaya e Vale de la Luna pro dia seguinte por 25 bol ( + 15 bol de entrada no chacaltaya + 15 bol de entrada no Valle de La luna ). A maioria dos centros de llamadas que vi em la paz cobram 3 bol o minuto para o Brasil... mas lá na Llampu achei um que cobrava 0,50 centavos de boliviano o minuto... muuuuito mais barato.. eu só ligava de lá rsrs. Compramos água e algumas besteiras pra comer no dia seguinte... tudo mto baratin hehe acho que pra cada um deu 12 soles. Voltamos pro hostal e fomos dormir cedo pq no dia seguinte tínhamos que acordar umas 06 hrs. Aaahhh esqueci que antes de voltar pro hostal fomos tentar fechar também o downhill coroico. Procuramos a gravity por recomendação da maioria da galera aqui do mochilerios... mas cheguei lá.. e não gostei muito.. pode ser que dei azar hehe tinhas umas mulheres lá que não sabiam explicar nada do passeio.. se enrolavam todas haha e além de tudo o preço é salgadíssimo haha fora do orçamento hehe então resolvi ir na Madness que tinha um escritório na mesma galeria do da gravity. Lá o cara foi super atencioso.. explicou tuuudo nos detalhes.. além do preço ser bem mais acessível haha ( 84 dólares , pra uma bike mais simples... mas deu pra fazer o downhill tranquilo ). Isso incluia além do transporte de ida pra La cumbre e volta de Coroico uns snacks... um almoço em coroico... uma camiseta e um CD com as fotos do percurso. Tem um trecho que os turistas devem pagar uns 15 bol não lembro onde é haha . Recomendo d mais .. primeiro o downhill ( c vc curte paisagens cinematográficas.. e correr um pequeno risco rsrs não pense em deixar o downhill de fora.. foi um dos melhores passeios que fiz !!!) e segundo a Madness... não tenho nada a reclamar.. foi tudo melhor que pensei... ( no dia do downhill descrevo melhor o tour). Nesse dia fomos ainda ao museo de la coca.. que é interessante.. vale a pena os 15 bol. Lá além de poder conhecer tudo sobre a coca ( na Bolívia e no mundo) mastigamos umas folhas de coca com um pózinho branco que o cara do museu nos ofereceu ( o pó não é cocaína kkk é bem doce ). O efeito é legal.. a boca adormece toda hahah fica no grau pra arrancar um dente rsrsr mas quanto ao efeito pra altitude não sei se fez muita diferença hehe. Enfim, quem curte informação vale a pena a visita ao museu. Indo pro Hostal Wild Rover ! Plaza Murillo. Catedral Museo Nacional de Arte Museo Nacional de Arte Plaza Murillo Essa foi a rua que achamos os perfumes baratos rs.
  10. Poizé Maci ... pense bem haha ainda mais que vc é mulher kkk.. vai chegar em la paz e vai ver o tanto de coisa barat e vai ficar loka haha comigo aconteceu isso.. e eu tive que comprar uma mala pra carregar o q eu comprava kkk mas eu fui acostumando haha.. como eu disse eu vou colocar mais fotos e continuar o relato.. abç
  11. pow cara... foi mal haha essa semana choveu aki e eu deslizei com carro na pista e estragou mta coisa... aí isso tomou um pouco meu tempo e não tava dando pra continuar o relato.. mas amanha ou segunda eu tiro um tempo e dou uma adiantada boa nisso e posto mais fotos! Quanto à máquina e à lanterna.. eu acho q em la paz deve ter isso sim.. mas se vc for em iquique é melhor deixar pra ver na zona franca.. pq os eletrônicos lá são consideravelmente mais baratos.. eu ia trazer uma máquina dos meus sonhos haha uma profissional e um netbook... mas lá eles não dividem nada em cartão internacional.. fiquei puuuuto com isso haha
  12. Cara.. amassar não amassa nao.. sempre levava tudo dobradinho ou as notas abertas mesmo.. e enfiava a money belt por baixo da calça e só deixava a parte do zíper pra fora, assim ninguem percebia q eu estava usando. E pelo que eu vi lá tu só terá problemas c deixar a nota rasgar ou c pegar uma muito velha.. aí eles não aceitam mesmo.. . Quanto às notas, levei de todas eu acho hehe ahh ... e uma coisa que eu me arrependi foi trocar tudo em dólar aki no brasil e ter que chegar lá e trocar pela moeda local. Desse jeito eu perdi dinheiro duas vezes, porque foram duas conversões. Então na minha próxima viagem eu penso em levar tudo em real ( apenas uns 50 reais em dolares ) e ir trocando lá mesmo. De todas as casas de câmbio que fui poucas não compravam o real.. é fácil encontrar.
×