Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

André Maués

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. André Maués

    Manaus

    Pessoal, Aacabei de criar um mapa com a localização dos principais pontos turísticos, hotéis, pousadas, bares e restaurante de Manaus e do entorno: http://maps.google.com.br/maps/ms?msid=216968073720280359762.0004a7ac0da60ba9e4bdd&msa=0&ll=-3.13561,-60.023224&spn=0.01022,0.01929 Abraços, -- O El Dorado é aqui: www.descobrindooamazonas.webs.com
  2. André Maués

    Ranking das Cachoeiras mais altas do Brasil

    Apresento-lhes a quinta maior cachoeira do Brasil, com a maior queda d'água livre do país (360 m): a Cachoeira do El Dorado (ou do Aracá) Para mais informações: http://descobrindooamazonas2.webs.com/parqueserradoarac.htm -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  3. Andreza, Eu fui de Manaus a Boa Vista em setembro de 2010. A estrada entre Manaus e Presidente Figueiredo está um verdadeiro tapete, nenhum buraco. Entre Figueiredo e o início da reserva indígena há alguns buracos, mas nada muito grave, só tem que prestar atenção. Dentro da reserva indígena, por incrível que pareça, o trecho amazonense até bastante conservado, com apenas alguns buracos. O problema começa quando atravessamos o rio Alalaú, ainda dentro da reserva, e entramos no estado de Roraima. Aqui o asfalto praticamente desaparece e vira uma estrade terra (ou lama). E quando saímos da reserva a situação continua ruim. O asfalto retorna, mas a sucessão de buracos é teri'vel, tornando este trecho bastante cansativo. Quando estamos a cerca de 200 km de Boa Vista, no município de Caracaraí, finalmente a estrada volta a ter boas condições de asfalto e se mostra completamente trafegável até a fronteira com a Venezuela. Roraima conta com diversas belezas naturais a serem desbravadas. Se a BR-174 estivesse completamente trafegável, eu estaria lá em quase todo feriado prolongado. -- O El Dorado é aqui: www.descobrindooamazonas.webs.com
  4. André Maués

    relato Belém – Mosqueiro – Manaus – Novo Airão – agosto 2010

    Mauro, Fico feliz que você tenha gostada da sua estada aqui em Manaus. Porém, devo frisar novamente: há muito mais para ver em Novo Airão do que apenas os botos. Mesmo ficando só um dia na cidade, é imprescindível fazer um passeio pelo arquipélago de Anavilhanas, o qual dura pouco mais de uma hora. E se puder ficar mais de um dia, vale a pena ir até Velho Airão e o Parque Nacional do Jaú: -- O El Dorado é aqui: www.descobrindooamazonas.webs.com
  5. André Maués

    relato Manaus / Maués / Manaus - Feriado de Pascoa 2011

    Sim, Ricardo. Se tudo der certo, irei usar a semana da pátria em setembro para conhecer aquele que parece ser um dos municípios mais bonitos do estado. A minha idéia é ir de lancha rápida e voltar de avião, ou vice-versa, dependendo do itinerário de cada um. Quero ficar lá do dia 4 ao dia 7 de setembro, e estou indo sozinho, pois não tenho como pagar a passagem da minha namorada, nem ela se convenceu a pagar os preços altos da passagem para ir "pro interior" (a lancha rápida custa R$300 e o avião, com sorte, deve sair pelo mesmo preço). Se você estiver afim de encarar essa aventura, podemos combinar de ir juntos. Abraços! -- O El Dorado é aqui: www.descobrindooamazonas.webs.com
  6. André Maués

    relato Manaus / Maués / Manaus - Feriado de Pascoa 2011

    Ricardo, a minha primeira viagem de barco (ou melhor, lancha rápida) foi no ano passado, quando voltei de Parintins para Manaus após o festival. Imagens como essas acima foram as que mais me impressionaram durante a viagem. Pra mim, essas paisagens transmitiam uma grande sensação de paz, com suas pequenas vilas onde não se vê mais do que meia dúzia de casas, uma escola e uma igreja, à beira do grande rio e cercadas pela floresta. Chega a ser até mesmo bucólico, na sua simplicidade. Creio que uma viagem (e não um passeio) de barco é algo que todo turistas (e morador) deveria fazer pela Amazônia. São paisagens que você não encontra em nenhum lugar do mundo e que mostram a verdadeira Amazônia, bem diferente dos pacotes "enlatados" oferecidos pelas agências de turismo. E olha que estamos falando do Rio Amazonas/Solimões. Uma viagem pelo Rio Negro, com seu espelho de águas negras, deve ser muito mais deslumbrante, e espero realizar esse sonho em setembro, quando irei conhecer as praias e montanhas de São Gabriel da Cachoeira. Fiquei impressionado também com a aparente estrutura do barco no qual você viajou. Sala para jantar com ar-condicionado??? Isso é extremamente raro dada as precárias condições do transporte de passageiros na Amazônia (uma grande paradoxo, já que se trata do nosso principal meio de transporte). E as condições de higiene dos banheiros? Realmente, Maués é uma cidade para ser conhecida a partir de setembro, com suas belas praias. Mas mesmo em abril já deu pra perceber que a cidade realmente tem uma orla organizada. Vou tentar usar um dos feriados de outubro para ir até lá. Obrigado pelo relato, Ricardo. As pessoas precisam conhecer esses paraísos escondidos do Amazonas. -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  7. André Maués

    relato Manaus - fui... e não gostei!! (com fotos)

    Ricardo, Vc de fato respondeu para ela de forma educada. Mas alguns outros utilizaram-se de ironia e nem sequer explicaram como ela poderia ter aproveitado melhor a viagem dela. Falando sobre o nosso centro, a última notícia agora é que irão alojar os camelôs em alguns prédios históricos próximos ao Booth Line, em frente ao atualmente desativado Museu do Porto. Vamos esperar, mas vc tem razão. A cada dia que passa fica mais difícil acreditar que o nosso centro um dia voltará a ser o que era antes. Hoje em dia, por exemplo, o Largo da Matriz, a região que fica logo em frente ao Porto de Manaus, em nada lembra os seus tempos áureos do início do século passado. -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  8. André Maués

    relato Manaus - fui... e não gostei!! (com fotos)

    Pessoal, Vamos ter um pouco de educação e bom senso hein. A Carol discorreu de forma sensata sobre todos os pontos dos quais ela não gostou na cidade, sem em nenhum momento generalizar ou ser agressiva nas suas observações. Na verdade, ela até mesmo fez questão de ressaltar os passeios e os lugares que lhe agradaram. Quer dizer que aqui no fórum só se pode postar comentários positivos sobre um lugar? Ele tem todo o direito de dizer que não gostou, e se torna mais certa ainda porque explicou detalhadamente as razões dela. Aliás, um pouco de autocrítica também não faz mal. Vcs por acaso acham que ela está errada? Me desculpem, mas pra mim Manaus também não é uma cidade bonita. Manaus é uma cidade com alguns lugares bonitos, mas o seu aspecto geral é de desorganização e quase abandono. E não estou falando dos subúrbios da cidade, pois o urbanismo é péssimo inclusive nas suas principais vias, como a Av. Constantino Nery e a a Av. Djalma Batista. Acima de tudo, Manaus é uma cidade que poderia ser uma das mais belas do país, mas insiste em enfeiar-se ao dar as costas para o Rio Negro, poluir os seus igarapés e arrancar todas as árvores das ruas para dar lugar a concreto. "Ah, mas Manaus não é a única cidade com esses problemas". E em algum momento a Carol afirmou o contrário? Claro que não. Alguns manauaras tem o péssimo costume de usar como argumento o fato de que "outras cidades também são assim" para justificar os nossos defeitos. Aí é muito cômodo, né? Pq não nos comparamos e inspiramos nos melhores, ao invés de contar vantagem sobre os piores? E mais uma vez repito: a Carol em nenhum momento fez comparação entre Manaus e outra cidade, apenas apontou nossos defeitos. Isso é errado? Dito isso, eu concordo que faltou sim um planejamento melhor da sua viagem, Carol. Com um carro alugado, você poderia ter ido a diversos lugares que não foram citados no seu post, como o Bosque da Ciência, o Parque Jéfferson Péres, o Largo do Mestre Chico, a Praça da Saudade e a Praça da Polícia. O centro histórico de fato encontra-se na sua maior parte uma grande bagunça, mas recentemente alguns lugares foram revitalizados e tornaram-se verdadeiras ilhas de qualidade de vida. Pra vc ter idéia, o ideal é inclusive visitar esses locais à noite, pois é quando tudo está iluminado e apresentaçòes culturais ao ar livre acontecem. Acredite: vc pode ficar nesses logradouros tranquilamente até às 22h, sem preocupação de ser assaltada, pois o policiamento é constante e não há sequer mendigos dormindo em bancos nem pedindo esmola. Bosque da Ciência Largo do Mestre Chico Parque Jéfferson Péres Praça da Saudade Praça da Polícia Com um carro, vc deveria ter passado pelo menos dois dias em Presidente Figueiredo. Se vc já achou linda a Caverna Refúgio do Maroaga, imagine se tivesse visitado os lugares abaixo: Cachoeira do Santuário Cachoeira da Iracema Cachoeira da Pedra Furada Lagoa Azul Realmente, o sistema de balsas de Manaus deve ser um dos piores do mundo. Acredite, o seu traslado foi até rápido, pois a fila pode demorar até cinco horas. Um verdadeiro absurdo!!! Ainda bem que a ponte deve ficar pronta até o final do ano, livrando turistas e os próprios amazonenses do martírio das balsas. Mas vcs de fato vacilaram em não ter abastecido logo que atravessaram. Isso é pré-requisito ao entrar em qualquer estrada que não conhecemos. Se assim tivessem feito, poderiam ter chegado até Novo Airão e não apenas iriam alimentar os botos, como poderiam fazer um passeio pelo Arquipélago de Anavilhanas, com seus belíssimos corredores verdes. Também não acho que a época escolhida por vocês foi a melhor. De janeiro a maio é a época do inverno na Amazônia, sendo que fevereiro e março são os meses mais chuvosos do ano, o que dificulta bastante os passeios ecológicos e tira um pouco da beleza das paisagens. O ideal mesmo seria vir em setembro ou outubro. Apesar do calor ser excessivo (mais de 40 C), o sol se faz constante quase todos os dias e o nível baixo do Rio Negro revela praias belíssimas de areia branca. Praia do Tupé, próxima a Manaus Praia do Açutuba, em Iranduba Praia do Meio, em Novo Airão Praia da Velha, no Parque Nacional do Jaú, em Novo Airão Também é nessa época que as flores da floresta desabrocham, revelando um verdadeiro espetáculo de cores no paraná do ariaú, em Iranduba. Portanto, sugiro que vocês voltem a cidade no futuro. Apesar de todos os nossos problemas, é inegável o avanço que temos tido nos últimos anos e a previsão é que, com a Copa de 2014, a cidade esteja ainda melhor. Vale a pena voltar à cidade em 2013, quando obras como a Arena da Amazônia e a nova Ponta Negra, além de um centro histórico inteiramente revitalizado (pelo menos é o que dizem, sem camelôs), estarão prontas. Arena da Amazônia Nova Ponta Negra Para facilitar a vida de turistas e até mesmo surpreender a maioria dos amazonenses que não conhecem a sua própria terra, eu criei um site para divulgar os principais pontos turísticos da capital e também de várias cidades do interior. Se vc tivesse descoberto o meu site antes, modéstia à parte, acho que a sua viagem poderia ter sido bem melhor, Carol... hehehehe... -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  9. André Maués

    relato Manaus e cidades próximas - dezembro 2010 - com fotos.

    Querem ver realmente um local bonito no Amazonas? Apresento-lhes a Cachoeira do El Dorado, a maior do Brasil: Para mais informações: http://descobrindooamazonas2.webs.com/parqueserradoarac.htm -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  10. André Maués

    relato Manaus e cidades próximas - dezembro 2010 - com fotos.

    PSoares, Realmente, uma viagem à Venezuela é extremamente recomendável para qualquer mochileiro que vive em Manaus. E espero que vc esteja pensando em destinos além da badalada Margarita. Logo no início da Venezuela, assim que cruzamos a fronteira, a região conhecida como Gran Sabana é linda e esconde belas cachoeiras e montanhas: Da mesma forma, antes de chegar na Venezuela, uma parada em Roraima pode garantir ótima surpresas. Quando fui até lá, visitei a Serra do Tepequém. Lindíssima. Ela é como se fosse a Presidente Figueiredo de Boa Vista, e é bastante frequentada pelos roraimenses. Muitas vezes pensamos que estamos isolados de tudo e de todos. Mas não é bem assim. Há grandes belezas para quem decidi subir a BR-174. Imagina então quando a BR-319 (Manaus-Porto Velho) for restauarada. Sabiam que poderemos ir até Cuzco e Machu Picchu de carro, cruzando os Andes? Uma viagem de aproximadamente 4 dias que mal posso esperar para realizar. -- O El Dorado é aqui: www.descobrindooamazonas.webs.com
  11. André Maués

    relato Manaus e cidades próximas - dezembro 2010 - com fotos.

    Caramba, pessoal. Fiquei uns dias sem entrar aqui e agora que voltei estou impressionado com a resposta positiva de vcs aos pontos turísticos do Amazonas. Que legal!! Como já disseram, a Lagoa Azul fica num sítio no Km 120 da BR-174. Eu ainda não fui lá, mas desde que descobri essas fotos na internet me informei junto ao Centro de Atendimento ao Turista (CAT) de Presidente Figueiredo e estou planejando minha ida nesse feriado da semana santa. De fato, o Amazonas possui diversas paisagens deslumbrantes que quebram a imagem pré-concebida que nós temos sobre a floresta amazônica, principalmente se decidimos subir o Rio Negro: Barcelos Barcelos: Parque Estadual Serra do Aracá Santa Isabel do Rio Negro São Gabriel da Cachoeira Se vcs gostaram da Lagoa Azul, então dêem só uma olhada no Lago Verde, localizado no Morro dos Seis Lagos, em São Gabriel: Verdade seja dita, viajar pelo Amazonas ainda é um grande desafio. A infra-estrutura e os serviços turísticos são extremamente precários. Já não bastassem as distâncias serem longas e o acesso difícil, os meios de transporte disponíveis são caríssimos (muito mais do que se fóssemos para fora do estado) e, paradoxalmente, nada confortáveis nem higiênicos na maioria das vezes. Além disso, para conhecer a maioria desses lugares, como a Serra do Aracá, só contratando agências especializadas que cobram uma fortuna. Ou seja, somos privados de aproveitar nossas próprias belezas naturais. Pra completar, a falta de informação sobre todos esses destinos chega a ser assustador. Quase ninguém nunca ouviu de nenhum deles, nem muito menos viu uma foto sequer, o que contribui para a percepção errônea de aqui na Amazônia "só tem mato". Bom, como as fotos mostram muito bem, ainda temos muito o que descobrir, não é mesmo? Por isso que criei o site abaixo, para reunir o máximo de informações sobre todos esses destinos e divulgá-los não apenas para turistas, mas principalmente para os próprios amazonenses. Acreditem, ainda há vários outros lugares além daqueles mostrados nas últimas fotos. Surpreendam-se com a nossa diversidade de paisagens e espalhem a notícia. Quem sabe assim o Poder Público não percebe finalmente o absurdo potencial ecoturístico que estamos vergonhosamente desperdiçando por falta de infra-estrutura, meios de transporte e serviços apropriados. http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  12. André Maués

    relato Manaus e cidades próximas - dezembro 2010 - com fotos.

    Péricles, Sou morador de Manaus e adorei o seu relato. Apesar da curta temporada, vc pode dizer que conheceu bem a cidade. Cobriu praticamente todos os pontos importantes do centro histórico e, principalmente, admirou a beleza dos monumentos iluminados à noite, além de conferir uma apresentação da orquestra no Teatro Amazonas. Pra completar, ainda conseguiu visitar Presidente Figueiredo e Novo Airão. Parabéns! Junto-me ao coro para dizer que Presidente Figueiredo merece, pelo menos, 2 dias da viagem de qualquer um à Manaus. Na verdade, vc poderia passar uma semana lá que não conseguiria ver todas as suas atrações. Além disso, como já disseram, as cachoeiras mais bonitas estão distantes do centro da cidade. É um desperdício visitar apenas aquelas que podem ser alcançadas a pé, na verdade estas nem valem a pena. Fico feliz que vc tenha conferido uma das mais belas cachoeiras do município, a do Santuário. Mas há várias outras atrações igualmente deslumbrantes: Cachoeira da Iracema Cachoeira da Pedra Furada Caverna Refúgio do Maroaga Gruta da Judéia Cachoeira da Neblina Uma das cachoeiras da onça Lagoa Azul E isso só pra citar alguns. Já em relação a Novo Airão, é importante dizer o município oferece MUITO mais do que só os botos. Uma visita aos Parques Nacionais de Anavilhanas e do Jaú, além da cidade fantasma de Airão Velho, é imprescindível (e se vc estiver em um grupo de pelo menos 4 pessoas sai tudo bem barato). Parque Nacional de Anavilhanas Parque Nacional do Jaú: Rio Carabinani Parque Nacional do Jaú: Praia da Velha Airão Velho Se vc pretende voltar a Manaus, creio que a melhor época seja entre setembro e novembro, o auge das praias no Rio Negro. Aparece cada preciosidade dentro de Anavilhanas. E por falar em belas praias, vc também poderia tentar ir até Maués, relativamente fácil de visitar através de uma combinação entre ônibus e lancha rápida. Maués: Ponta da Maresia Recentemente criei um site para divulgar os principais pontos turísticos do Amazonas. Lá vc pode encontrar informações de contato, como chegar, lista de pousadas e fotos de todos os destinos citados acima. Espero que ajude na sua próxima viagem. O Amazonas abriga um mundo de paisagens a serem desbravadas, inclusive pelos próprios amazonenses. http://www.descobrindooamazonas.webs.com Abraços!
  13. André Maués

    relato 2 Relatos de ida a Manaus, Pres. Figueiredo e Novo Airão

    Glauber, Pra mim, Novo Airão é uma cidade que pode ser visitada o ano todo, principalmente em razão de Anavilhanas. Esse arquipélago oferece diferentes paisagens em cada época do ano. A imagem exibida no post anterior mostra um momento de transição da vazante para a cheia do Rio Negro, com destaque para esse verdadeiro "gramado" que aparece nas margens e proporciona um belíssimo constraste de tons de verde. Na época da cheia, o destaque é a visão da floresta completamente alagada. O nível da água atinge a copa das árvores e a sensação é de que elas simplesmente brotam no meio do rio: Já na época da vazante, a vantagem são as diversas praias de areia branca que começam a aparecer: Portanto, em qualquer época que vc for, não será viagem perdida. Mas, se puder escolher, a melhor época é a da vazante mesmo, de setembro a janeiro,. Não apenas pelas praias que surgem em Anavilhanas e ao redor da cidade, como também pela Praia da Velha e o belíssimo leito rochoso do Rio Carabinani (fotos exibidas no post anterior) no Parque Nacional do Jaú. Uma visita ao Jaú só vale a pena nessa época, pois é quando estas duas principais atrações aparecem. E não deixe de presenciar o pôr-do-sol no meio de Anavilhanas. Muitos barqueiros negociam um preço menor e te levam lá só por esse momento. A revoada dos pássaros e as cores do céu refletidas nas águas do Rio Negro são de tirar o fôlego. Além desses, uma visita à cidade fantasma de Airão Velho também não pode faltar: -- O El Dorado é aqui: http://www.descobrindooamazonas.webs.com
  14. André Maués

    relato 2 Relatos de ida a Manaus, Pres. Figueiredo e Novo Airão

    Pessoal, Moro em Manaus e há alguns meses eu montei um site para divulgar os principais pontos turísticos do Amazonas: http://www.descobrindooamazonas.webs.com Lá há várias dicas sobre Presidente Figueiredo, Novo Airão e vários outros municípios, além de fotos de cada uma das atrações. Desde já adianto: quem for pra Novo Airão, não pense que lá só tem botos, pois uma visita aos Parques Nacionais de Anavilhanas e do Jaú é imprescindível (e se estiver em um grupo de pelo menos 4 pessoas sai tudo bem barato). Já em Figueiredo, por favor, fique pelo menos 2 dias. Eu garanto que lá há muito mais cachoeiras do que pontos turísticos na própria Manaus, além de ser nesse município que vc vai realmente ter a experiência de sentir a floresta amazônica, já que todas as cachoeiras só são encontradas depois de alguns metros (ou km) de trilhas na mata. E não se iludam em ir nas cachoeiras mais próximas do centro. As mais belas são justamente as mais distantes. Se vc não for na Cachoeira do Santuário, na Cachoeira da Iracema, na Cachoeira da Pedra Furada ou pelo menos na Caverna do Maroaga e na Gruta da Judéia, vc não poderá dizer que conheceu as belezas naturais de Figueiredo. Nós até mesmo temos uma lagoa azul, sabiam? Informações sobre como chegar em todos esse pontos e em vários outros estão no site. Abraços!
  15. André Maués

    Manaus em Dezembro/10. Ajudem!

    Olha só, acho que se vc está vindo em um pequeno grupo (3-4 pessoas) e pode ratear os custos, vale muito a pena alugar um carro. As diárias de aluguel em geral custam 70-90 reais. Isso não só vai te dar mais liberdade para se locomover dentro da cidade (os pontos turísticos são longes um do outro) como também te dará mais chances de conhecer um número maior de cachoeiras em Figueiredo. Táxis são extremamente carros (qualquer corrida não sai por menos de 40 reais) e o estado dos ônibus é crítico. Se puder gastar um pouco mais, vale a pena alugar o carro. Daria até para vc tentar ir em Novo Airão, nadar com os botos e fazer um passeio pelo arquipélago de Anavilhanas.
×