Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

kyko17

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Próximo Destino
    Argentina e Uruguai
  1. kyko17

    Patagônia

    poh show esse roteiro vou pesquisar sobre os lugares vlw brigadão
  2. kyko17

    Patagônia

    Fala galera Estou planejando uma viagem para a patagônia em outubro de 2015 começando por Ushuaia e terei 15 dias de viagem gostaria de saber se tem outras cidades bacanas para se conhecer na redondeza tendo em vista que dps terei voltar para Ushuaia para voltar pra casa ou se tem algum aeroporto em outra cidade próxima abraços...
  3. Poh irado esse ano tou querendo ir pro Equador e Colômbia ...
  4. Cara eu quando fui pra Bolívia nem passava pela minha cabeça fazer o huayna porém dps que subi o chacaltaya puts a sensação que tive quando cheguei no cume que me fez querer subir o huayna potosi é muito desafiador e satisfatório ao msm tempo foda...
  5. show sua trip Taygeyssel tbm pretendo dar rolé desses pelo Peru incluindo mais alguns lugares ..
  6. Caramba Diogenez tentei postar as fotos ai dai na hora de carregar ta dando falha de carregamento não sei se tem limite de fotos...e a respeito do Huayna Potosi paguei 680 bolivianos por 02 dias com o equipamento e alimentação incluso e boa viagem brother...
  7. Fala galeraaa... enfim tirei um tempo para relatar como foi minha trip,por esses dois países belíssimos da nossa América do sul primeiro quero agradecer e muito esse site por ter sido minha maior fonte de informações sobre os lugares que visitei sem esse site creio que minha trip não seria tão bem sucedida, então vamos lá ao que interessa rsrs 25/12/14 Eis que chega o grande dia,estava muito ansioso por esse dia com um pouco de medo pelo que iria encontrar,frio.altitude,deserto,montanhas.... sai de casa as 8h da manhã rumo ao aeroporto de Vitória cerca de uns 20 mn de onde eu moro meu voo sairia as 9:40h da manhã rumo a Guarulhos,viagem super tranquila rápida cerca de 1h de voo já estava em terras paulistas e meu voo para a Bolívia sairia somente as 15h da tarde com destino a Cochabamba e de Cochabamba para La paz as 19h horário local estava desembarcando em La paz já de dentro do avião ja começava a sentir o que encontraria pela frente um pouco de dor de cabeça,falta de ar os primeiros sinais do soroche rsrs as 19:40h já estava na esteira para pegar minha bagagem ao pegar a bagagem da esteira já senti que ela estava bem mais pesada do que o normal srsrs bom caminhei até a saída do aeroporto para trocar uns reais por bolivianos mais a cotação estava horrível então troquei somente 70 reais 150 bs somente para pegar um taxi rumo ao centro da cidade por que minha intenção era parti rumo a Uyuni no mesmo dia mais só que tinha esquecido um detalhe era natal e tudo estava fechado quando sai do aeroporto nuss como fazia frio em La paz uns 7°C em Vitória estava uns 35º C uma baita diferença climática,peguei um taxi 70 bs até o hostel loki como fui sem reservar nada não tinha vaga dai pensei ferrou mais nada em La paz se tem muita opção de hostel e andei um pouco pela calle illhampu e encontrei o hostel Bolívia camino dorado bem mais barato do que o loki com quarto privado e banheiro coletivo somente 30bs a diária bom demais depois de já estar hospedado fui procurar algo pra comer então eis que encontrei um cantinho meio brazuca em la paz pizzaria mozzarela sempre tinha brasileiro por lá depois de comer uma pizza fui pro hostel dormir por que no dia seguinte seria corrido. 26/12/14 Acordei cedo e logo fui procurar umas casas de câmbio para trocar um pouco de dinheiro e depois de muito procurar achei uma na calle illhampu mesmo 1 real 2:30 bs,depois da grana trocada fui até o terminal de buses para comprar a passagem para Uyuni meu logo quando se chega no terminal você se impressiona com a gritaria das pessoas que vendem passagem é uma coisa de louco Oruro,Cochabamba,Uyuni,Tiquile,Santa Cruz... enfim comprei uma passagem pela trans Omar 120 bs para as 19h da noite depois da passagem comprada fui dar uma volta pelo centro de La paz e fechar uns passeios para quando voltasse do deserto depois de muito procurar achei uma agência na calle illampu chamada Boliva pachamama fiz um pacote dowhill coroico,chacaltaya e valle de la luna por 350bs muito barato se comparado as outras agências como já estava quase na hora do meu bus para Uyuni fui para hostel tomar um banho e arrumar as coisas para parti pro deserto como tudo na Bolívia o bus atrasou cerca de 1h mais ta bom as 20:10h partimos rumo a Uyuni. 27/12/14 Depois de umas 14 horas de viagem chegamos a Uyni pelo o bus você já ver a diferença da paisagem bem árida de Uyuni,descendo do bus uma pessoa da Thiago turs já me abordou querendo vender uma pacote para 3 dias por 650 bs mais resolvi dar mais uma procurada e entrando na colchani tur logo perguntei o valor para os 03 dias no deserto estava 680 bs porém já tinha 03 brazucas em um grupo e resolvi ficar por que com uma galera brazuca a zoeira era garantida e logo depois chegou mais 03 brazucas 02 mulheres e um brother e assim fechamos nosso grupo só de brazucas eu,Thiago,Bernado,Marcel,João,Aline e Natália e como tudo na Bolívia mais uma vez atrasou devíamos ter saído as 10h da manhã e só saímos as 12:30h um baita atraso. Depois desse atraso enfim fomos para o deserto primeira parada cemitério de trens ,lugar bacana com alguns trens bem antigos tiramos bastante fotos algumas bem engraçadas e tals depois de lá fomos para o monumento do Dakar Bolívia aonde tiramos muitas fotos também tinha umas bandeiras de diversas partes do mundo muito legal e depois de tantas fotos paramos para almoçar para depois irmos para o ponto alto da viagem ao deserto o Salar de Uyuni,chegando ao salar o que mais me impressionou foi a imensidão do deserto como a natureza é exuberante a sensação de estar lá no deserto não tem palavras para descrever só estando lá e vivendo aquilo para saber,em meio a muitas fotos e muita admiração pelo lugar eis que chega uma equipe de tv fazendo uma reportagem sobre o deserto e pede para o nosso grupo dar uma entrevista para eles sobre o que estávamos sentindo de estar no espelho natural da terra,cada um falou o que estava sentindo de estar naquele lugar maravilhoso bom depois do momento celebridade no deserto eu o João,Aline,Nathalia resolvemos subir um morrinho que se tem lá no meio do salar aonde se tem uns caquitos gigantes que não me recordo o nome agora só que la de cima se tem um baita visual vale a pena subir se paga uma entrada de 25 bolivianos para poder subir,na subida aconteceu uma situação acho que foi a mais engraçada da viagem só de lembrar já to dando risadas rsrs o salar estar a 3600 metros acima do nível do mar então já viu qualquer subida é sofrida sem sacanagem e o João e as meninas por não passarem por La paz antes terem ido direto para Uyuni estavam sentindo bastante o efeito da altitude e logo no meio do morro o João encosta numa pedra caçando um pouco de ar pra respirar e vem a Nathalia sua namorada toda carinhosa pra dar um beijo nele o cara me sai desesperado com a respiração ofegante dizendo porra Nathalia você teve 4 anos pra me beijar vai querer me beijar logo agora caramba ta querendo me matar kk que situação. Bom descemos o morro vimos o por do sol no salar e partimos para o hotel de sal por que já estava anoitecendo,ai que começou nossa odisseia fomos no hotel aonde a agência tinha feito a reserva e para nossa surpresa não tinha reserva meu pensa numa galera desesperada eu comecei a brincar com a rapaziada que íamos dormir ali mesmo no carro todo mundo espremido a galera tava louca já dai rodamos mais meia hora fomos em outro hotel e nada mais outro e nada dai uma mulher abriu um hotel lá que estava fechado pra gente poder ficar até que o hotel era bacana e tudo só estava com um cheiro de morfo devido ao tempo que estava fechado e a principio achamos que ficaríamos só agente no hotel meu logo depois chegou mais uns 6 grupos sinistro,pelo menos deu pra tomar uma ducha fria naquele frio foi punk jantamos e eu o Bernardo e o Marcel decidimos encarar o frio e olhar as estrelas tava tipo uns -5C° mais vale muito a pena nunca tinha visto o céu tão lindo depois fomos dormir porque o outro dia ia ser puxado. 28 /12 / 2014 Acordamos cedo tomamos um café da manhã e fomos para o deserto a dentro era dia de conhecer as lagunas verde,laguna blanca,laguna colorada e arvore de pedras. Primeira parada laguna verde lugar bonito com alguns flamingos na água mais estava ventando demais nesse dia e muito frio também e dificultou um pouco as fotos mais vale a pena, depois fomos para a laguna branca que é bem parecida com a verde só munda a coloração uns vulcões no fundo e mais nada dai partimos para a laguna colorada essa sim belíssima cheia de cores e flamingos uma laguna imensa muito bonita mesmo e lá tem um ponto base aonde se tem uns banheiros e até wifi luxo puro no deserto almoçamos ali tendo como paisagem de fundo a laguna colorada perfeito o lugar depois do almoço fomos para a última parada do dia árvores de pedra. Mais uma vez uma tarde muito fria uma paisagem exuberante muito vento muita areia voando e muitas fotos maravilhosas ficamos cerca de uma hora e meia ali tirando fotos das árvores e tals e resolvemos ir para o hotel que segundo o guia ficava um pouco distante da onde agente estava e lá fomos nós 2h de viagem chegamos a entrada da reserva pagamos 150 bolivianos cada um e entramos para o parque detalhe não perca o ticket para sair do parque vai precisar dele se perder vai ter que pagar de novo chegamos no hotel por volta das 16:30 dai já fui tomar uma ducha por que tomar banho frio no frio da noite é complicado galera mais tarde jantamos e fomos dormir por que no outro dia acordaríamos as 4h da manhã. 29/12/14 Todos levantamos bem cedo tomamos café da manhã e fomos para os geiseres esse dia com certeza foi o mais frio do deserto porque você chega no geiser não é nem 5h da manhã ainda,os geiseres não da pra ser ver muita coisa além de muita fumaça e uma catinga de enxofre danada eu particularmente não gostei dai fomos para as águas termais continua muito frio não me arrisquei a entrar na água mais 3 pessoas do meu grupo entraram ficamos lá cerca de 1h depois retornamos para Uyuni cerca de 5h de viagem.Chegamos a Uyuni por volta das 16h da tarde como eu era o único que ainda não tinha comprado passagem de volta para La Paz deixei minhas coisas na agência e fui atrás para comprar a passagem mais ninguém mais tinha para o mesmo dia indo para La Paz me indicaram fazer o seguinte comprar uma passagem para Oruro e de Oruro para La Paz foi o que eu fiz comprei para as 20h dai voltei para agência peguei minha bagagem e fui num hotel que tinha próximo a agência aonde o João,Aline,Nathalia estavam para tomar uma ducha dai também tomei uma ducha e depois fomos comer alguma coisa e esperar dar o horário do bus porque o nosso saia no mesmo horário as 20h,fizemos uma hora na pizzaria depois que comemos e por volta das 19:30 fomos para agência pegar o bus nos despedimos e cada qual seguiu seu caminho. 30/12/14 Viagem super tranquila de Uyuni para Oruro cerca 6h de de viagem cheguei em Oruro por volta da 2h da manhã e logo fui procurar passagens para La Paz e consegui por 20 bolivianos para as 3h da manhã e como tinha 1h livre resolvi ir na delegacia aonde os 13 corintianos ficaram presos em Oruro perguntei a algumas pessoas se a delegacia ficava longe do terminal de buses me falaram que não umas 8 quadras então combinei com um taxista para me levar 15 bolivianos para ir e voltar chegando lá nossa os caras devem ter passado aperto lá condições bem precárias mesmo mais fizeram por merecer tirei uma fotos conversei um pouco com o policial de plantão e logo fui embora por que meu bus saia as 3h da manhã,voltei pro terminal de buses comi um lanche e logo meu bus partiu mais 4h de viagem.Cheguei em La Paz por volta das 7h da manhã como eu já sabia que chegaria cansado do deserto quando comprei os passeios do chaltaya,valle de la luna e downhill coroico já comprei para o dia seguinte dia 31/12 faria o chacaltaya e valle de la luna e 01/01 faria o dowhnhill do terminal de buses fui direto para o hostel Bolivia Camino dorado na calle Illampú aonde já estava hospedado cheguei fiz o check-in eu fui tomar uma ducha e dar uma dormida por que estava exausto.Acordei por volta do meio dia fui comer algo e dar uma volta pelo centro da cidade fui ao estadio Hernando Silles,Mirante Kili Kili.Mercado de las brujas e ja estava anoitecendo então voltei para hostel tomei uma ducha e fui a uma pizzaria que era reduto de brasileiro em La Paz Mozzarela muito boa a pizza e sempre tinha brazuca por comi uma pizza e depois fui pro hostel dormir por que estava ansioso pela primeira montanha que iria subir ver neve passar dos 5000 metros de altitude era misto de medo com adrenalina muito bom.. 31/12/14 Eis que chega o grande dia de subir minha primeira montanha na vida acordei cedo por volta das 6:30 tomei um café da manhã e voltei para o hostel por que o pessoal da agência ia lá me buscar por volta das 8:15,chegaram no horário fui o primeiro que buscaram e logo fomos aos outros hostels buscar o restante da rapaziada,rodamos cerca de uns 40mn e ja estavam todos na van como em todo rolé na Bolivia muitos brazucas 5 ao total no meu grupo galera super gente boa mais fiz mais amizade com Felipe pelo fato de estar sozinho também fizemos até outros rolés juntos mais abaixo eu conto, seguimos intam para o chacaltaya cerca de 2h de viagem chegando no chacaltaya estava um pouco frio nublado e fomos até perto da antiga estação de esqui de carro depois o resto do trajeto seria a pé,quando se chega a estação ti cobram uma entrada de 15 bolivianos para poder subir dai começamos a subida essa parte até o cume é bem ingrime dificulta bastante a subida ti falta muito ar e dica leve água você vai precisar é difícil mais bem satisfatória quando se chega ao cume a sensação que se tem lá de cima é inexplicável ficamos pouco tempo no cume cerca de 30mn porque estava nevando e a guia ficou com receio de piorar e depois não conseguirmos descer e logo tivemos que descer descida super tranquila do meu grupo somente um casal de bolivianos não subiu e a Thati brasileira também não conseguiu subir bom descemos e logo fomos para o valle de luna que fica do outro lado da cidade chegando no vale de la luna se paga uma entrada de 15 bolivianos também bom achei o lugar bastante interessante apesar de ter lido inúmeros relatos falando que não vale a pena conhecer eu particularmente gostei das formações geológicas você ver La Paz como era antigamente é bacana ficamos cerca de 1h por lá e depois voltamos para La Paz mais 2h de viagem chegamos em La Paz por volta das 17h fui direto para a agência de turismo aonde tinha fechado esse pacote do chacaltaya,valle de la luna,downhill porque tinha gostado tanto de subir o chacaltaya que queria um desafio maior subir o Huayna Potosi 6088 metros de altura e logo fechei o passeio para dois dias de subida por 680 bolivianos com os equipamentos inclusos para os dias 02/03 de janeiro depois de fechar tudo fui para o hostel tomar um banho dar uma descansada e depois ir para o Mozzarela comer algo e logo que comi voltei para hostel para dormir porque o dia seguinte seria puxado downhill... 01/01/15 Acordei por volta das 6h tomei uma ducha e segui para agência de turismo que ficava na mesma rua aonde eu estava hospedado para fazer a prova dos equipamentos e tomar o café da manhã que já estava incluso no pacote da agência No Fear feita a prova dos equipamentos seguimos para uma lanchonete para tomar o café da manhã na lanchonete conheci o Marcio brazuca também cara super gente fina conversamos bastante e depois fomos rumo a la cumbre chegando em la cumbre encontrei o brother Felipe que conheci um dia antes na subida do chacaltaya dai eles nos entregaram as bikes demos umas voltas para conhecer a bike tiramos fotos antes da descida e começamos a descer a primeira parte que é asfaltada é bem tranquila descida só tem que ficar atento com o fluxo de veículos que é bastante intenso na primeira parte nós demos varias paradas ora pra fotos ora para instruções depois de 1h de descida chegamos na segunda parte da descida que é bem mais demorada e bem mais complicada também por que nossa mão de descida é sempre a esquerda por causa do penhasco e os veículos vão pela direita por causa do peso deles então todo cuidado é pouco nessa hora mais você desce no seu ritmo apreciando a paisagem que é exuberante e se fazem muitas paradas para fotos no meio do caminho e também para juntar toda a galera mais a descida é super tranquila claro se você manter a prudência e não querer abusar da velocidade e tals e só se lembrar que já morreram pessoas fazendo essa descida depois de umas 3h de descida eis que chegamos em Coroico paramos em um bar para devolver a bike e os equipamentos e também para tomar uma breja e conversar sobre a adrenalina da descida ficamos no bar um tempo e logo seguimos para uma pousada para almoçar,almoçamos uma comida muito boa por sinal e logo seguimos rumo a La Paz mais 2h de viagem chegando em La Paz eu e o Marcio estávamos com um pouco de fome e resolvemos ir no reduto brazuca em La Paz Pizzaria Mozzarela como sempre estava cheia de brazuca por lá conheci um brother Henrique de Vitória Es também coisa rara rsrs comemos uma pizza muito boa e logo fui para hostel porque o dia seguinte seria bem puxado. 02/01/15 Eis que chega o grande dia estava ansioso por esse dia por que seria a primeira vez que subiria uma montanha com equipamentos e que passava dos 6000 metros,acordei por volta das 7h tomei um café da manhã voltei para hostel deixei minha bagagem no hostel levei só o necessário para 02 dias e fiz o check-out e parti para a agência Bolívia Pachamama para fazer a prova doa equipamentos e aguardar a hora de partir pra montanha chegando na agência conheci meus parceiros de escalada Marisa espanhola super gente boa e Horácio argentino muito boa gente também depois uma conversa logo partimos para van rumo a montanha Huayana Potosí cerca de 2h de viagem chegamos no refúgio baixo até onde se pode ir de carro cerca de 4800 metros logo que chegamos fomos almoçar e depois colocar as roupas térmicas para subida que seria bem puxada cerca de 3h de caminhada até o refúgio alto carregando 15kg nas costas começamos a subir a primeira hora super tranquila não era tão ingrime mais depois foi piorando começou a nevar a fazer muito frio até que chegamos numa cabana no meio da montanha aonde paramos tomamos uma água e pagamos 10 bolivianos para uma senhora que fica na cabana diz o guia que pagamos o direito de subir na montanha porém não entendi muito bem mais ta valendo depois de ficarmos um tempo ali descansando na cabana voltamos a subir e estava frio nevando bastante a subida era bem ingrime muitas paradas no meio do caminho para recuperar o ar tinha hora que achava que não iria conseguir chegar mais consegui enfim chegamos ao refúgio alto 5130 metros de altura já era de tardezinha quando chegamos o visual muito foda tiramos altas fotos e logo o guia nos chamou para dentro do refúgio e nos deu uma sopa super quente e nos disse que era para gente dormi cedo pois iriamos subir até o cume da montanha na madrugada sairíamos a meia noite dai logo fomos jantar e tentar dormir mais estava muito complicado para dormir nossos sacos de dormir estavam muito frio por dentro acabavam não esquentando nada e a temperatura ambiente também estava muita fria resumindo dormimos nada. 03/01/15 E a meia noite em ponto o guia entrou no quarto nos chamando e logo levantamos e fomos colocar os equipamentos para subir o restante da montanha começamos a subir andamos cerca de 10 minutos e logo chegamos no paredão de neve dai tivemos que colocar os grampões na bota nos amarramos uns nos outros e começamos a subir essa parte era bem ingrime e com nossas lanternas frontais enxergávamos muito pouco e começou a nevar muito a neve dificultava agente enxergar pois tínhamos que andar olhando para baixo andamos cerca de 2h e a nevasca aumentou a intensidade e também começou a dar raios que clareavam tudo dai nosso guia resolveu descer a montanha porque estava ficando perigoso a nevasca poderia piorar então ficamos um pouco frustados de estarmos a uns 150 metros do cume e não poder ir lá mais a nossa segurança fala mais alto então descemos novamente para o refúgio alto ficamos ali tirando o monte de neve que caiu nas nossas mochilas e roupa e também conversando sobre a subida até o dia amanhecer para podermos descer até o refúgio baixo e logo que amanheceu começamos a descida depois de umas 2h descida chegamos no refúgio baixo almoçamos e ficamos esperando a van para poder voltar para La Paz logo a van chegou e seguimos viagem 2h até La Paz chegando em La Paz me despedi da galera e logo fui para hostel fazer o check-in e tomar uma ducha e descansar um pouco porque estava só o bagaço. 04/01/15 Acordei um pouco tarde por volta da 9h e fui direto para cemitério de La Laz para pegar a van para ir para o sitio Arquelógico de tiwanaku estava um dia meio chuvoso tempo feio mais mesmo assim resolvi ir lá por que só teria esse dia pra ir por que no mesmo dia iria para Copacabana bom chegando no cemitério tem varias vans que fazem esse trajeto paguei 15 bolivianos esperei cerca de umas meia hora até a van encher e partimos para o tiwanaku como em todo rolé na Bolívia muitos brazucas na van chegamos no sitio arqueológico por volta dos meio dia logo fui almoçar e depois comprei a entrada para o sitio 80 bolivianos o guia você paga a parte como a rapaziada não quis pegar um guia fomos sem um mesmo mais o sitio é em área aberta e devido a chuva e o frio que fazia não foi um rolé bacana muita lama mais deu pra tirar umas fotos e tals mais eu particularmente não gostei o museu não se pode tirar fotos de algumas coisas no sitio tinha uma parte que estava fechada dei um rolé de 1:30h mais ou menos e logo voltei para van para voltar para La Paz e conversando com o motorista ele me disse que eu poderia ficar em El Alto porque de lá saiam vans para Copacabana e foi isso que fiz na volta o motorista me deixou no lugar aonde saiam as vans e logo peguei uma 20 bolivianos até Copacabana tem uma hora que não me lembro o nome do lugar que você tem que descer da van pagar 2 bolivianos entrar num barco enquanto a van vai em uma balsa para atravessar o lago Titicaca muito estranho bom cheguei em Copacabana as 21h fui logo arruma um hostel e de frente para praça de Copacabana achei um hostel simples mais com localização e preço bom hostel plaza 35 bolivianos a diária fiz o chek-in e logo fui dormir porque o dia seguinte seria puxado. 05/01/15 Acordei por volta das 6h da manhã como o hostel que estava não tinha café da manhã fui a uma lanchonete perto do hostel aonde tinha uma atendente bem simpática e tomei um café da manhã bem reforçado por 20 bolivianos ,logo depois que acabei de tomar café fui para a rua principal de Copacabana aonde tem varias agências de turismo para comprar a passagem para ilha del sol passagem comprada 30 bolivianos ida e volta lá não vale muito a pena pesquisar preços todos são basicamente os mesmos comprei a passagem para ir e voltar no mesmo dia como os barcos saiam as 9h e retornavam as 17h tinha um tempo livre até lá resolvi subir o calvário de Copacabana subida bem tranquila cerca de uns 300 metros mais ou menos de lá se tem uma visão bem bonita do lago titicaca e da cidade de Copacabana e lá encima tem varias pessoas fazendo pedidos de casamento,carro,casa etc... e é bem curioso porque eles fazem um cercadinho e colocam um carro de plastico uma casa dentro e ficam jogando cerveja encima deles uma parada muito estranha bom fiquei por ali por cerca de 1h e logo desci porque já estava dando a hora de pegar o barco para ilha del sol pela primeira vez na viagem foi cumprido o horário as 9h horas estávamos partindo para ilha del sol viagem super tranquila cerca de 2h de barco chegando na ilha os guias locais logo abordam as pessoas oferecendo os seus serviços o engraçado de lá que é um guia por barco achei muito pouco porque é muita gente no barco dai você não tem muitas informações sobre a cultura local etc..como tudo na Bolívia na ilha não é diferente se tem a bela de altitude cerca de 3800 metros e se tem que fazer uma caminhada de mais ou menos 1:30h até chegar na roca sagrada mais é uma caminhada bem tranquila passando por varias paisagens foda então torna a caminhada tranquila no meio do caminho o guia vai contando sobre a cultura local as crenças e as civilizações que habitaram a ilha chegando na roca sagrada se tem uma energia muito boa do lugar não sei se é por saber que é um lugar sagrado pelas as civilizações que por lá viveram e por tudo que passavam até chegar ali.Bom ficamos cerca de 1h hora por ali e depois tivemos duas opções uma voltar com o guia pelo mesmo caminho para pegar o barco para o lado norte da ilha ou seguir a trilha caminhando até o lado norte cerca de 3h de caminhada eu optei pela caminhada porque segundo o guia voltar pelo mesmo lugar segundo as tradições ti traria azar rsrss uma coisa muito importante que estou esquecendo chegando na ilha se paga uma entrada no museu 10 bolivianos e na hora do retorno se paga o serviço do guia mais 10 bolivianos,bom depois de pagar o guia eu mais algumas pessoas fomos para a caminhada que não se tem mais nada de sitio arqueológico para se ver mais em compensação tem uma baita visual que torna a caminhada super prazerosa no meio do caminho tem que pagar uma taxa de uso da ilha para os moradores 15 bolivianos segundo eu entendi essa taxa é para ajudar para que eles continuem perpetuando a cultura,depois de 2:30h de caminhada estava no lado norte aonde não se tem muita coisa pra ver somente a fonte inca como estava com uma baita fome fui a um dos vários restaurantes que se tem desse lado da ilha e comi a famosa truta do lago titicaca muito barato por sinal 25 bolivianos depois do almoço foi só apreciar a paisagem e aguardar o retorno para Copacabana as 15:20h pegamos o barco de volta as 17:30h já estava de novo em Copacabana fui direto para o hostel tomar uma ducha pois estava muito cansado por volta das 19:30 fui a um restaurante jantar e novamente comer a famosa truta e depois dei uma volta pela cidade e logo fui dormir porque no dia seguinte iria para Puno no Peru... 06/01/15 Acordei um pouco mais tarde nesse dia por volta das 9h da manhã fui a rua para ver os horários no Ônibus para Puno e teria uma que sairia as 18:30 da noite comprei a passagem 40 bolivianos e então teria basicamente o dia todo livre em Copacabana então voltei novamente ao Calvário para apreciar aquela vista linda de novo fiquei por ali sentado numa pedra bem de frente para o lago titicaca e admirando sua imensidão por volta das 13h da tarde desci do calvário e fui procurar restaurante e novamente comi a famosa truta rsrs e logo depois do almoço procurei uma lan house para passar umas fotos para o pendrive e também conversar um pouco com os familiares e etc.. depois fui para o hostel dar uma descansada que logo mais teria uma viagem longa,bom 18h fiz o check-out no hostel que era bem de frente para a praça da onde sairia o bus e as 19h da noite com um pouco de atraso normal na Bolívia eis que sai o bus rumo a Puno cerca de 20mn depois que o bus partiu chegamos na fronteira dai todos temos que descer para passar pela imigração da Bolívia e dar saída do País estava um baita frio uma baita fila sinal de uma baita demora também uma coisa muita importante o cartão de entrada no País que eles chamam de célula verde que te dão para preencher no avião e depois destacam e ti dão uma parte da célula verde na imigração do aeroporto guarde ele com cuidado pois quando for sair do País vão ti pedir e vi bastante gente se complicando por ter perdido.Bom depois de todo esse rolo na imigração Boliviana você tem que atravessar a fronteira e caminhar cerca de 300 metros até a imigração Peruana e novamente enfrentar aquela fila que parece interminável perdemos cerca de 2h para dar saída na Bolívia e entrar no Peru as 21h enfim partimos rumo a Puno como no Peru era uma hora a mais cheguei em Puno a meia noite e logo peguei um taxi rumo a algum hostel e o taxista me levou a um hostel super bem localizado perto de onde saiam os barcos para as ilhas de uros e tiquile hostel titicaca 30 soles a diria em quarto privado com ar condicionado logo fiz o check-in e fui para o quarto para dar uma descansada porque no dia seguinte iria acordar cedo para ir para as ilhas... 07/01/15 Acordei cedo novamente tomei um ótimo café da manhã no hostel e fui procurar agência de turismo para fazer o passeio das ilhas,estava caminhando na beira do lago titicaca e logo fui abordado por um guia local me oferecendo seus serviços de guia Walter o seu nome dai conversamos um pouco ele era nativo das ilhas Uros e tals e resolvi fazer o passeio com ele mesmo devido a ele ser nativo das ilhas e também pelo preço que era bem convidativo 30 soles e por ser somente eu e ele dai pegamos um barco bem típico mesmo do lugar de madeira e tals uns 20mn no barco e chegamos as ilhas flutuantes de Uros lugar muito intrigante tudo feito de uma planta local totora a principio eu achei que era somente uma ilha mais ao todo são 98 ilhas cada uma com um líder ou presidente como eles chamam e tem um presidente para todas as ilhas e tals muito interessante pena que quando eu fui não vi quase nenhum habitante local segundo o guia eles estavam pescando e uns trabalhando fiquei pela ilha cerca de 2h horas conheci a casa do guia e a artesania local ele me explicou um pouco da cultura local e depois fomos almoçar em um restaurante da ilha e logo depois retornamos para Puno chegando em Puno dei uma volta pela cidade para conhecer um pouco mais a cidade e logo fui para rodoviária para poder comprar a passagem de volta para La Paz por que infelizmente a trip estava acabando e comprei uma passagem pela empresa titicaca bus 35 soles com saída para as 17h como ainda era 16h fui em uma lan house da rodoviária para o tempo passar mais rápido e também dar uma olhada nos emails,facebook etc.. As 17h já estava embarcando no bus que partiu as 17:20h agora vão ser cerca de 7h até La Paz a volta para passar na imigração até que foi bem tranquila comparada com a ida cheguei por volta das 23:30h em La Paz e como a rodoviária era perto do hostel que estava fui caminhando naquela noite fria,cheguei no hostel o mesmo que fiquei na minha estadia toda em La Paz hostel Bolívia Camino Dorado na calle Ilhampú fiz o check-in e logo fui tomar uma ducha pra dormir e acordar bem tarde no outro dia pois teria o dia livre... 08/01/15 Acordei por volta das 9h como era meu penúltimo dia em terras Bolivianas e pegaria o voo as 6h da manhã do dia seguinte tirei esse dia para comprar algumas coisas e ficar de boa pela cidade fui a calle de las brujas ao teleférico,mirante kili kili, fui a pizzaria mozarella fiz um rolé mais pelo centro mesmo de La Paz peguei umas daquelas vans que se tem uma monte em La Paz só para sentir a sensação de andar nesse meio de transporte creio que deva ser o mais utilizado em La Paz comi também um pouco da comida típica boliviana e não passei mal rsrs passei a viagem toda com medo de comer e acabar passando mal caminhei bastante pelas ruas do centro e com a caída da noite fui para hostel combinei com um taxista que estava em um ponto de taxi para me esperar por volta das 4h da manhã do dia seguinte e depois fui arrumar as malas que me deu um baita trabalho com as coisas que comprei na viagem e logo fui dormir porque no dia seguinte madrugaria.... 09/01/15 Acordei na madruga 3:30h da manhã tomei aquele banho e logo fui para a rua e lá estava como combinado o taxista e fomos rumo ao aeroporto 60 bolivianos o taxi chegando ao aeroporto logo fui fazer o check-in e depois do check-in uma coisa muito estranha antes de passar as malas de mão no raio x tem um pessoal do exército que olha sua bagagem e fica ti fazendo perguntas tipo o que você fez na Bolívia aonde ficou o motivo da viagem sei lá achei muito estranho isso depois de passar por isso esperei uma meia hora na sala de embarque e logo peguei o avião rumo a Santa Cruz de la Sierra voo rápido cerca de 1h já estávamos em Santa Cruz porém nosso voo para São Paulo só Sairia meio dia depois de muita espera eis que anunciaram o voo e lá fomos nós partimos 12:20h e as 16:20h estávamos chegando em Sampa e ainda pegaria o voo as 18:30 para Vitória Es e no horário certo as 18:30h pegava o voo rumo a minha cidade e as 20h aterrizava no aeroporto de vix e assim terminava minha jornada .... Bom espero que esse relato possa ajudar abaixo vou postar algumas fotos porque são muitas e quem quiser ver o restante das fotos e perguntar algo vou deixar o link do meu facebook abraços https://www.facebook.com/daniel.guapo.37
  8. Sim andei dando uma pesquisada aqui e realmente o lado boliviano do titicaca parece ser bem melhor do que o peruano e valeu pela dica Aletucs e Anfranca a respeito do salar de Uyuni você chegou ver outras agências de turismo ? E vc sabe me dizer se eles fazem essa incursão pro deserto já beirando a virada do ano por que não achei nenhuma informação aqui no site para as datas que vou viajar derrepente pode estar alagado e fica um período sem haver passeios pelo deserto ?? E você lembra o nome da loja aonde comprou roupas de frio em La paz. Abraços ....
  9. Viagem show a de vocês vou fazer um roteiro parecido com o vocês entre o final de dezembro e começo de janeiro devido aos perrengues que vocês passaram acho que vou cancelar os passeios pelas ilhas em Puno hehe abraços..
  10. Viagem show cara. Peguei várias dicas valiosas aí no seu relato estou ansioso pro final do seu relato farei uma viagem com o roteiro parecido com o seu final do ano abraços ..
  11. kyko17

    Baladas e Shows de Tango em Buenos Aires

    oiiiiii galera .. vou conta um, pouquinho da minha experiencia hein baladas hein terras portenhas faz poucos dias estive hein BAS com minha dignissima esposa hein buenos aires ficamos 05 dias por lá . E resolvemos ir só ao sábado para balada escolhemos uma boate mais faladas pacha antes de irmos pra lá pesquuisamos na net sobre baladas,cultura, gastronomia resumindo tudo da terrinha bom vamos ao que interressa . chegamos na balada por volta de umas meia noite pois vimos na net qui começa tarde e tinha muita fila pra encara enfim resolvemos ir nesse horario para facilita nossa entrada pegamos um taxi do centro até a boate é um pouco longe uns 25 mn essa ida nos custou 32 pesos dica importante si vc quiser para as baladas portenhas chegando lá compre um chip gsm de uma opreradora local de lá pois quando você sai da balada não passa sufoco para ir pro hotel por que as baladadas ficam um pouco afastadas e na saida vc não encontra nenhum meio de transporte então para se prevenir compre um chip isso eu estou falando para as boate pacha e terranza foram que fui. voltando chegamos na boate meia noite hum frio de racha o portão ainda estava fechado tudo apagadobom eu achei qui não ia nem abri naquela noite tinha um vigia lá na portaria ai perguntamos para ele qui horas iria abri e se ia abri a boate ele nos informou que abriria por volta das 01 hora da manha ai nós pensamos ao siga la vaca(churrascaria prox: a boate) toma um cerveja um vinho depois agente volta hum chegamos lá uma fila danada de espera pra entra no na churrascaria mesmo assim esperamos por lá fora estava muito frio cerca de 09 graus a temperatura bom depois de espera umas 1 hora para entra sentamos na mesa e garçonete nos atendeu quando falamos nosso pedido ela falou qui só poderia anotar si fosse o rodizio que não poderiamos tomar somente o vinho e sim acompanhado do rodizio então resolvemos ir embora por que nem rola eu querendo ir pra boate dança e beber comer um rodizio antes que por sinal a carne lá é maravilhoso .Então ja era 01:20 da madruga voltamos para boate quando chegamos na frente da boate ah o portão estava aberto mas para o nosso desanimo total não tinha ninguem tava tudo apagado ainda pensei hein ir para outra boate mas tyci (esposa) falou não nós estamos aqui vamos espera hum beleza entaramos no estacionamento da boate sentamos lá e ficamos grudadinho por que o frio tava d+++ ai por volta de umas meia hora começou a chegar uns gatos pingados e resolvemos ir para fila na fila conhecemos 02 duas garotas muitos simpaticas do rio de janeiro ai resolvemos como bonx brasucas logo se enturmamos hum i ja era 02:00 da madruga continua o frio ainda pior e a boate nada de abri foi ai qui aconteceu umas das melhores coisas da viagem chegou um grupo de argentinas eastavão hein umas 07 garotas e nos perguntou se nos sabiamos a que horas iria abri a boate falamos que ja era pra ter abrido por que a mulher da bilheteria falou que iria abri as 02:00 ai elas começaram a conversar com agente e uma dica importante si você acha qui argentino não gosta de brasileiros tira isso da sua cabeça eles adorâo nós brasileiros hum voltando a boate ai nesse papo discontraido ela nos falou umas das coisas qui eu mais gsotei de ouvi na vida ... qui estava com uma lista de amigos e se agente queria entra na lista com elas meu a entrada era 120 pesos hum na hora aceitamos bom eu pensei qui agente só iria entra de graça né mais Deus é bom d+++ para nossa supresa agente entro fico na aréa vip ainda com direito a dose duple nossa tava tudo bom d+++ mais ainda faltava alguma coisa .... gente na boate bicho tava tudo vazio e ja passava das 02:30 da manhã ai eu resolvi beber para esquenta o frio e afogar as magoas ai nós estavamos conversando com as argentinas eas cariocas que nem olhavamos pro slão lá embaixo vocês podem até achar qui é sacanagem minha mas derepente parace qui chego aquele monte de onibûs do conrithians no pacaembu meu chegou todo mundo de uma só vez a boate loto a balada foi massa e rolou até as 07 da manhã muito foda se quiserem ver as fotos me add ai no orkut
×