Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ddourado

Membros
  • Total de itens

    30
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre ddourado

  • Data de Nascimento 13-07-1982

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    EUA, França, Inglaterra, Gales, Alemanha, Espanha, Rússia, Chile, África do Sul, Suazilândia, Moçambique, Tanzânia, Japão, México
  • Próximo Destino
    A decidir...
  1. ddourado

    Tailândia - Perguntas & Respostas

    Acabei de voltar de lá! Realmente nas praias o câmbio foi o pior que vi. Na verdade, o melhor lugar de todos foi no aeroporto, no piso B (o mais baixo de todos). Lá troquei a 34,10. Em Bangkok, o mais próximo que vi foi 34,08 (que ok, não é quase nada diferente, haha, mas é só pra ilustrar que dá pra trocar no aeroporto mesmo). Nas praias normalmente estavam a 32 ou 32,50. Outra dica é comprar o chip de celular no aeroporto mesmo, no piso do desembarque. Comprei da True (não cheguei a pesquisar outras, só vi que existiam várias depois de comprado) um chip de 15 dias e 4GB de dados a 600 baht, se não me engano. Os táxis do aeroporto são extorsivos. Cobraram 800 baht mais pedágios até a região da Khao San (e ainda por cima o taxista não queria me dar troco da nota de 1000 que entreguei). Na volta peguei um de taxímetro e acho que não chegou a 400 baht. Caso não queiram ficar negociando preço ou ficar brigando pra ligar taxímetro, baixem o aplicativo Grab Taxi, que é tipo um 99 Taxi (tem uma taxa extra de 20 baht, mas mais que compensa a dor de cabeça). Uber também existe lá, mas pelas pesquisas que fiz fica o dobro do preço do Grab. Sobre meu roteiro, deu certíssimo! Eu achei um dia em Angkor suficiente, mas poderia ter ficado dois também (aí poderia tirar um dia de Phi Phi). Ah, e no último dia, como saí de Phi Phi às 10 da manhã e meu voo para o Brasil era à 1 da manhã, reservei um hotel perto do aeroporto (com transfer grátis) para descansar um pouco e tomar um banho antes da viagem. Fiquei só umas quatro horas nele, mas fez toda a diferença.
  2. ddourado

    Tailândia - Perguntas & Respostas

    Obrigado, Angie!! Estou mantendo Siem Reap no roteiro (pelo menos até agora, haha), mas decidi seguir a dica do Aldair e colocar logo depois de Bangkok. Além disso acho que vou ficar só um dia: vou à noite, durmo lá, visito os templos e volto para Bangkok à noite (e pego o voo pra Krabi no outro dia de manhã). Ficaria assim: 14/abr GRU-BKK 15/abr Chegada em BKK 16/abr Bangkok 17/abr Bangkok 18/abr Bangkok; ida para Siem Reap 19/abr Visita Siem Reap; volta Bangkok 20/abr BKK-Railay 21/abr Railay 22/abr Railay 23/abr Railay 24/abr Ida para Phi Phi 25/abr Phi Phi 26/abr Phi Phi 27/abr Phi Phi 28/abr Phi Phi-BKK 29/abr BKK-GRU (madrugada) E se Bangkok estiver muito legal eu tiro Siem Reap da jogada e fico por lá mesmo mais um dia Gostei do seu site! Vou pegar umas dicas de custo lá, obrigado!
  3. ddourado

    Tailândia - Perguntas & Respostas

    Pois é, Barbara, eu também sou assim, rs. Por isso estou com essa dúvida gigantesca. Não gosto de fazer turismo para ticar locais, mas ao mesmo tempo tenho muita vontade de conhecer Angkor Wat. A viagem tá cada vez mais próxima e ainda não sei o que vou fazer, rsrs. O coração tá mandando manter e a razão tá mandando cortar...
  4. ddourado

    Tailândia - Perguntas & Respostas

    Muito obrigado, Aldair! Acho que vou manter então, hehe. Fiz uma outra versão do roteiro e acabei achando que vou ficar muito tempo em um só lugar (mesmo não sendo fã de turismo pula-pula, hehe). Também não estava considerando algumas coisas que você colocou, como só meio dia em Ayutthaya, o que acaba liberando um tempo pra ver outras coisas. Também já tinha pensado em colocar Siem Reap antes das praias, por conta da facilidade de transporte e pra deixar o descanso pro final da viagem, hehe. Valeu!!
  5. ddourado

    Tailândia - Perguntas & Respostas

    Olá, pessoal! Estou indo para a Tailândia em abril. Estou montando meu roteiro e incluí Siem Reap nele (que tenho muita vontade de conhecer), mas estou achando que está meio corrido, o que acham? 14/abr GRU-BKK 15/abr Chegada em BKK 16/abr BKK 17/abr Day trip Ayutthaya 18/abr BKK 19/abr Ida para Railay 20/abr Railay 21/abr Railay (Hong Island) 22/abr Railay (4 Islands) 23/abr Ida para Phi Phi 24/abr Tour Bambu, Mosquito 25/abr Maya Bay pela manhã; Ida para Siem Reap à tarde/noite 26/abr Siem Reap 27/abr Siem Reap 28/abr Siem Reap-BKK pela manhã; dia livre em BKK 29/abr BKK-GRU (madrugada) Caso eu retire Siem Reap, qual seria a melhor distribuição dos dias que sobram? Estava querendo ir também em uma luta de Muay Thai, qual o melhor local para ir? Obrigado!
  6. ddourado

    Moçambique - Perguntas e Respostas

    yshisu, não posso te ajudar completamente, mas: 1. Quando morei lá o governo só dava visto de trabalho válidos por 2 anos, mas não sei se existe algum outro tipo 2. Pelo que eu vi, não muito. Existe algum ressentimento quanto a estrangeiros tirando empregos de moçambicanos, mas não é uma coisa muito usual não 3. Acho melhor alguma outra pessoa opinar, não sei... Pedro, de Joanesburgo a Maputo são aproximadamente 600 km, dá pra fazer em umas 8 horas, mas depende da fronteira. Se você puder quebrar sua ida, já aproveite para passar no Kruger, porque é caminho. Se for dormir dentro o parque, lembre-se que deve chegar antes do fechamento, que ocorre um pouco antes do pôr-do-sol (varia de acordo com os meses, agora no verão deve ser às 18h ou um pouco mais tarde)
  7. ddourado

    Tokyo e arredores (relato de viagem)

    hyggorh, não sei se você já comprou a passagem, mas quando eu fui, a melhor opção sem passar pelos EUA foi via Turkish. Considerando os valores do visto dos EUA, que algumas pessoas não tinham (U$160 mais a viagem para a entrevista), saiu mais barato (menos caro, hehe) passar pela Europa mesmo, já que pelo Oriente Médio o preço estava proibitivo. Aliás, foi comprado via Decolar. Nikko é bem bacana mesmo, vale a pena visitar, ainda mais se você for ficar só em Tóquio mesmo. Outra dica é comprar os cartões turísticos do metrô. Tem de 1 e 3 dias, para uso ilimitado. Só tome cuidado porque ele não é válido nas linhas da JR (como a Yamanote Line, uma das mais práticas da cidade). Se você for comprar o JR Pass (só vale a pena se for fazer viagens longas de trem, já se paga pra uma ida e volta a Kyoto, por exemplo), dá pra usar a Yamanote com ele e, dependendo da sua mão-de-vaquisse e disposição de andar, nem precisa comprar o passe turístico, hehe.
  8. ddourado

    Boston - Perguntas e Respostas

    Olá, pessoal! Estou indo pros EUA fazer um curso e vou tirar três dias pra ficar em Boston. Vocês acham que vale a pena conhecer Salem (já li que dá pra conhecer a cidade em uma manhã) também ou devo ficar só em Boston mesmo pra conhecer melhor a cidade? Valeu!
  9. ddourado

    África do Sul e Tanzânia

    Oi Matheos Eu fiz Serengeti e Zanzibar também, 4 dias inteiros em cada. Eu achei dias demais em Zanzibar (até porque fui na modalidade "ostentação" e fiquei em um all-inclusive - acho por mais que seja bom descansar, é meio chato ficar sem nada pra fazer, rsrs). Lá tem algumas coisas legais, praias magníficas (mas que você acha em outros lugares também, como em Moçambique mesmo - mas não em Maputo) e é bem legal rodar sem rumo em Stone Town, mas não tem muito mais que isso. De qualquer forma, essa é minha opinião, deve ter muita gente que achou Zanzibar o máximo, então tem que esperar mais opiniões. O Serengeti, por outro lado, é fenomenal! 5 dias está de bom tamanho, você consegue ver tudo. Vai ser cansativo (você fica todo o dia dentro do carro fazendo safári), mas vale a pena. Não deixe de ir no Ngorongoro, cratera de um vulcão extinto em que você vê milhares de bichos. O voo de balão também é recomendado, apesar de bem caro (500USD). Você pode colocar mais dias pra ver alguns outros parques na região, mas não sei te dar mais detalhes. Existem muitas, mas muitas mesmo agências na região. Eu fiz com a World Tours Tanzania, foi tudo tranquilo! Não fiz o Kilimanjaro, mas já me disseram que tem que reservar uma semana inteira pra fazer a trilha até o topo.
  10. ddourado

    Moçambique - Perguntas e Respostas

    Hahaha Acostume-se! Lá é bem parecido com isso. Olha, teoricamente não se pode mais fazer o visto de fronteira pra países que têm embaixada moçambicana, mas conheço vários que entraram fazendo ou na fronteira ou na África do SUl. Infelizmente não tenho mais detalhes, mas parece que tem jeito sim.
  11. ddourado

    Tokyo e arredores (relato de viagem)

    Muito bacana seu relato, Thiago! Vejo que vou ter que correr em Tokyo, fico só 5 dias... só não tinha pensado ir no Monte Fuji, já que vou na estação chuvosa e, pelo que li, as chances de não conseguir vê-lo são grandes. Oi Simone! O ideal é fazer o roteiro mesmo e depois entrar no http://www.hyperdia.com para ver os preços (lá tem só um detalhe: verifique o preço total, não só o fare - tem que somar o seat fee também). Vou ficar 16 dias agora em junho (Tokyo, Kyoto e Hiroshima), mas, pelo que vi, pra mim é mais vantajoso comprar o de 7 dias e pagar a viagem Tokyo-Kyoto separado. Bom, na verdade a diferença vai ficar tão pequena que acho que vou comprar o de 14 dias e ficar mais tranquilo, mas de qualquer forma o ideal é você fazer o seu roteiro e ver se compensa. Pra você ter uma noção, minhas passagens mais caras serão Tokyo-Kyoto a 13.400JPY e Hiroshima-Tokyo a 18.360JPY. Só esses dois já cobrem o valor do de 7 dias. A minha maior dúvida, porém, é saber se em Tokyo é possível usar só o metrô da JR (o passe só é válido nele) ou se o ideal é comprar o Suica (parece que tem um passe de 3 dias por 1500JPY também) de qualquer forma. Alguém sabe?
  12. ddourado

    África do Sul e Tanzânia

    Bom, eu não conheço muito de mergulho, mas sei que aqui tem uns lugares excelentes pra isso. Pertinho de Maputo tem a Ilha de Inhaca (fica a uns 40 minutos de barco), um pouco mais ao norte tem Tofo, que dá pra ir de carro também (umas 7 horas de viagem). Acho que dá pra ir de chapa (como são chamadas as vans aqui), mas são umas 10 horas em uma van lotada. Bazaruto (Vilanculos) é um lugar muito bonito, com certeza é um dos melhores lugares para mergulho. Fica a uns 900km de Maputo, sei que tem voos pra lá, mas não sei se tem chapas. A estrada em geral é boa (é a mesma tanto pra Tofo quanto pra Vilanculos), asfaltada, com poucos buracos e velocidade máxima de 120km/h. Só passa por muita cidadezinha no meio do caminho, onde a velocidade cai pra 60km/h (muitas vezes com radares móveis).
  13. ddourado

    África do Sul e Tanzânia

    Oi Juliana! Acho que pra você não vai adiantar mais, já que já até voltou para o Brasil, mas pode ser que ajude outras pessoas. Estou morando em Moçambique, fico a 100km do Kruger, então já fui várias vezes. É um passeio bem bacana, ainda mais pra quem nunca fez nenhum tipo de safári. No início do mês passado fui para o Serengeti e... é muito melhor que o Kruger! Não acho que tenha muita comparação, o Serengeti é bem mais roots, rs. Se há a possibilidade de escolha, vá para a Tanzânia. Agora, se o objetivo da viagem for só África do Sul, aí vale a pena ir pro Kruger mesmo, já que ir até o norte da Tanzânia vai ser bem demorado e caro. O Kruger tem duas vantagens sobre o Serengeti/Ngorongoro: dá pra você ir com o seu próprio carro, já que a estrada dentro do parque é asfaltada e bem sinalizada (no Serengeti é quase obrigatório o guia - não há sinalização e você vai querer saber pra que lado ir pra ver os bichos) e dá pra dar uma esticadinha no Blyde River Canyon, pra mim um dos mais bonitos passeios na África do Sul (só perde pra estrada do Cabo da Boa Esperança)
  14. ddourado

    relato Primavera na Islândia

    Oi, Nati! Obrigado pelo relato! Estou pensando em ir (sozinho) para a Islândia nas minhas próximas férias, no meio de junho. Estou considerando uma semana na Escócia e depois uma semana na Islândia. Queria saber se você achou meio corrido esse percurso ou se foi tranquilo (principalmente o primeiro dia, indo de Reykjavik a Akureyri direto!). E também se o sautjándi júni, que você comentou no outro post, é interessante (já que posso inverter a viagem e fazer a Islândia primeiro). Obrigado!
  15. ddourado

    Nova Zelândia: Qual é a melhor época?

    Oi, pessoal! Estava olhando destinos e pensei em ir pra Nova Zelândia em junho, sozinho. Andei pesquisando e vi que as máximas giram em torno de 15º, mas estou sem saber se isso inviabiliza muito os passeios. Não sou muito de aventura, penso mais em ver paisagens mesmo. Vocês acham que vou passar muito perrengue? Além disso, vi que o sol se põe por volta das 17h. Isso significa muita correria pra ver tudo? Ou será que seria melhor deixar essa viagem pra outra oportunidade (não vou precisar pagar a passagem, então esse é um grande incentivo para ir em lugares mais distantes, hehe). Valeu!
×