Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Jonck

Membros
  • Total de itens

    77
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Jonck

  • Data de Nascimento 20-10-1978

Outras informações

  • Próximo Destino
    Austria - Alemanha - Holanda - Belgica - França
  1. Em muitos lugares da Europa só se aceita cartão acima de determinada quantia - 10 euros, 20 euros etc. Eu e minha esposa sempre saíamos com pelo menos 100 euros, todos os dias, quantia suficiente para cobrir nossas despesas. Além disso sempre andava com um cartão do VTM com mais ou menos 400 euros, tinha um outro VTM com quantia maior que deixava guardado no cofre do hostel/hotel onde ficava. Fomos com 900 euros em espécie e acabamos precisando sacar bem mais do VTM do que esperávamos. Na Alemanha então já nem pedia mais se aceitava cartão. Perguntei para uma moça de farmácia o pq disse e ela falou que as taxas são muito altas e não compensa passar cartão por menos de 30 euros.
  2. Ah só retificando meu post anterior...por mais trampo que seja chegar até Munique, vale até pegar aquele maldito trem da ALX. Ida e volta ainda. Nada paga tomar aquela Augustiner deliciosa - é inclusive a preferida do staff do wombat's
  3. Parece muito "trampo" hehe. Esse vôo de Amsterdam para Munique só não é pior que o trem ALX que peguei de Munique pra praga, meu que porcaria, o avião era um Airbus que foi socado de gente e com uns assentos minúsculos, extremamente desconfortável. E o trem ALX tá doido, devia ser sucata russa que levava prisioneiro pra sibéria
  4. Jonck

    Munique

    Os jardins de Nymphenburg são bem legais também. O interior do palácio, nem tanto. Pra quem gosta de equipamento fotográfico, tem uma loja chamada Foto Sauer, muito grande e completa, com preço muito bom. Acho que o nome da rua é Sendlinder, algo assim.
  5. Meu, quanto tempo dá de Bruges a Munique? Vai ter que pegar avião em Bruxelas, nem sei se tem trem pra lá, vai cruzar a Alemanha inteira...
  6. Jonck

    Qual é a marca da sua Câmera?

    Apesar das máquinas, cumpre sempre lembrar que não são elas que tiram as boas fotos, e sim a "pecinha" atrás do visor
  7. Jonck

    Qual é a marca da sua Câmera?

    Excelente pra uma 5D mark II é pouco hehehe
  8. Ah se decidir ir pra Amsterdam leia o site do Ducs sobre amsterdam, ele mora lá e tá cheio de dica quente. Vá naquele restaurante das mães que ele falou, não lembro se é MAADERS o nome, mas no site dele tem. Peça pro hotel/hostel fazer reserva pq não fui não fiz reserva e levei fumo, tive que voltar pra casa pq estava lotadaço. E restaurante lotado é sinal de coisa boa e o restaurante em si é muito simpático. Vale a pena!
  9. Fiquei no Wombat's em Munique, gostei. Ir pra Munique mas não visitar a cidade é crime hehehe, vá pra Fussen e visite a cidade, no maximo dachau tb, o resto se nao tiver tempo esqueça...
  10. Eu dispensaria Amsterdam. Ficaria mais em Munique e esquecia Amsterdam. É uma cidade que não pretendo voltar pq nao gostei. Agora, Munique, ah, Munique...Pretendo voltar e LOGO! Bruges também. Fiquei dois dias e ficaria mais tranquilamente. Acho que quem só fica um dia em bruges perde muita coisa da cidade. Ainda vou escrever isso no meu relato. É claro que depende do que a pessoa quer fazer, não adianta ir pra Bruges pra fazer compra de roupa, agora, se gosta de curtir uma cidade com muita coisinha escondida, boa cerveja, climazinho bem diferente de cidade tumultuada que nem Paris, é o que há. E Munique foi a cidade mais segura, organizada, bonita, onde melhor comi e onde fiz os melhores passeios nessa minha viagem. E ainda faltou muita coisa pra ver, 6 dias não deu...Neuschwanstein - IMPERDÍVEL! Foi de longe o melhor e mais bonito passeio que fiz, vale cada centavo, cada minuto, tudo! Em Amsterdam fiquei no COCOMAMA e adorei, muito bom, as meninas que cuidam de lá são supersimpáticas e o hostel fica bem perto da linha 4 e 10 do bondinho. Numa região tranquila e próximo tem uma rua cheia de restaurantes, com um bem legalzinho chamado pata negra. Fui num mexicano lá chamado Alfonso's, pedi "tapas" e quando o prato veio fiquei com vontade de levantar e ir embora, não veio nem beliscão. Berlim tb foi muito legal, mas gostei mais de Munique. Fiquei 5 dias em Berlim e hj deveria ter tirado um dia de Berlim pra ficar mais em Munique. E nem fui pra Innsbruck, Salzburg etc isso fica pra próxima
  11. Jonck

    Qual é a marca da sua Câmera?

    Criskeune, faça um teste um dia: use todos os modos da máquina MENOS o automático! Eu tenho uma Nikon D90 e uma sonyzinha W30, mais o iPhone 4 - e que fotos boas tira esse iPhone, fiquei surpreso. Tanto na sony qto na D90, principalmente nesta, eu uso tudo menos o automático. Na D90 uso bastante o modo manual ou o prioridade abertura. Na W30 eu uso o modo auto com opções reguláveis, alterando para outros modos quando as circunstâncias exigem... Não sei se compensa comprar uma D60 hoje, tá muito defasada, acho no se for comprar DSLR da nikon tem que pegar uma já de calibre um pouco maior como a D5100, D90, D7000 para cima...conheço uma pá de gente que comprou D70, D3000 e nem um ano depois já vendeu pra pegar uma com mais recursos. Em tempo, chegou minha tokina 11-16, muuuito show! Quero testar ela com uma N75 (filme) que arrumei por aí para ver o que vai dar
  12. Olha, Dachau é do lado de Munique, não lembro se pega RER ou trem regional. Depois que vc desce do trem, anda uns 50 mts e tem uma parada de onibus e é só pegar um que vai pro campo de concentracao, é muito fácil fazer isso. Lá é só pegar um audio guide e pronto, vc está muito bem servida e faz tudo no tempo que bem entender. Eu ouvi só o principal do audioguide e foi, bem, ninguém gosta nem acha interessante o passeio a Dachau. Digamos que complementou bem a história da escola de atrocidades da SS. Eu fui bem cedo e depois fui curtir Nymphenburg, melhorou bastante o clima pesado da manhã. Só não consegui entender como tinha gente que tira foto dos fornos de cremação de Dachau fazendo pose, rindo...tem no-sense para tudo, mesmo.
  13. Maria Paula, vc pode comprar em Free Shop no Brasil, quando sai ou quando chega. MUITA coisa vale a pena comprar aqui pq na dutyfree no brasil é cobrado em dólar e na europa é euro, eñtão, já viu né. O perfume que custa 81 euros saiu por uns 90 dólares na Dutyfree em Guarulhos.
  14. Esse golpe da pracheta eu vi mas não sabia do esquema da doação de 20 euros. Como eu não sou de dar trela nem pra quem tá morrando na rua, mandei passear logo que as golpistas chegavam perto em Paris. Percebi que elas também são MUITO sorrateiras, fingindo-se de mudas mas ficam te sacando se dá pra roubar tb, minha esposa nem percebeu e uma do nada apareceu na frente dela...é claro que eu estava um pouco atrás cuidando da minha esposa e fiquei sacando qual era a da salafrária. Acho que ficam puxando tua atenção pra batedor de carteira também. Presenciei em Bruxelas uma atendente de lanchonete dar um tapaço da orelha de uma cigana que estava incomodando os clientes. Seria bom se cada um desses golpistas levasse uma dessa. Achei a vista do alto da Berliner DOm muito legal, vc paga 5 euros pra entrar na igreja e subir lá em cima, se tiver o Welcome Card paga só 3,50. ACHO que o passe dos museus vle para lá tb.
  15. Eu fiz o walking tour do Freeman em Praga e minha nota foi 6 para ele. Demorou umas 4 horas. Acho que se eu tivesse feito tudo sozinho tinha ganhado mais tempo e aproveitado mais. Aconteceu que nesse tour não vimos a hora cheia do relógio - tá, é simplezinho, nem se compara com o show de Munique, mas não deixa de ser legal ver a caveirinha batendo o sino e os três pecadores dizendo "não", vimos a praça São Venceslau lááá de longe, não se entra em nenhuma igreja, nada. Nem na ponte Carlos fomos, vimos de longe, porque o tour pela ponte está no outro tour, o do passeio ao castelo - acho. Que é pago. Ah e ainda paramos para comer num restaurante de "bagel" cheio de panfleto desses caras, pessoal vendendo passeio etc e a comida estava para lá de ruim, EU e minha esposa, pelo menos, não gostamos. Eu pensei em fazer esse tour pelas outras cidades e acabei desistindo. Tá certo que os guias contam umas historinhas de forma legal e tal, mas nada muito diferente do que já pesquisamos e lemos. Eu tinha o Lonely Planet das cidades que fui no meu iPhone e no dia anterior às minhas saídas dava uma olhada e tal, esses sim valeram muito, principalmente o de Munique que é completíssimo e as dicas de locais para comer são tiros certos. No final dei 80 coroas para o guia do Freeman - 8 reais. Foi o que valeu para mim. Ah e perdi o maior tempão procurando o maldito do Starbucks que era o ponto de encontro na praça de Praga, quando na verdade eles ficam esperando na praça também
×