Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Ricardo Palma

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Ricardo Palma

  • Data de Nascimento 16-03-1972

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Parati, Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Monte Verde, Campos do Jordão, Gonçalves, Curitiba, Paranaguá, Ilha do Mel, Morretes, Porto Alegre, Gramado, Canela, Salvador, Buenos Aires, Tigre, San Isidro
  • Próximo Destino
    Buenos Aires (Julho 2011)
    Florianópolis (Setembro 2011)
    Salvador (Janeiro 2012)
    Monte Roraima (Março 2012)
  • Ocupação
    Profissional da área de informática, programador, webdesigner, educador
  1. Bom dia a todos: Mais uma contribuição aos que estão planejando uma viagem à Buenos Aires. É o roteiro dia a dia que eu elaborei como uma sugestão de passeios, só pra não ficar perdido com tantas opções... Esse roteiro ainda vai ser incrementado com sugestões de casas noturnas, baladas, etc... Quem se interessar, me mande um email que assim que estiver pronto eu encaminho. (e-mails: [email protected] / [email protected] | Skype: rppalma) Espero que seja útil. Abraços Chegada em Buenos Aires – 12/07/2011 Manhã: check-in no apartamento, compras de supermercado na região, almoço básico Tarde: Ir ao Banco Piano para trocar reais por pesos. (A) Av Sta Fe, 1097 --> San Martin, 345 1. Siga na direção leste na Av Sta Fe em direção à Libertad 700 m 2. Vire à direita para permanecer na Av Sta Fe 250 m 3. Vire à direita na Florida 19 m 4. Vire à esquerda na Marcelo T. de Alvear 110 m 5. Vire à direita na San Martin O destino estará à esquerda 850 m 2,0 km – aprox. 25 minutos Aproveitar o percurso e passar por alguns pontos do Circuito Cívico e de Compras: Plaza San Martin, Galerias Pacífico, Rua Flórida. (B) San Martin, 345 --> © Pirámide de Mayo (Casa Rosada) 1. Siga na direção sul na San Martin em direção à Sarmiento 61 m 2. Vire à esquerda na Sarmiento 130 m 3. Vire à direita na Reconquista 400 m 600 m – aprox. 7 minutos © Pirámide de Mayo  (D) Manzana de Las Luces 1. Siga na direção oeste na Av Rivadavia em direção à Bolívar 110 m 2. Vire à esquerda na Bolívar 100 m 3. Vire à direita na Av Pres. Julio A. Roca 210 m 4. Vire à esquerda para permanecer na Av Pres. Julio A. Roca 22 m 5. Continue para Perú O destino estará à esquerda 81 m 500 m – aprox. 7 minutos (tentar passar pelo Cabildo) (D) Manzana de las Luces --> (E) Palacio Barollo 1. Siga na direção norte na Perú em direção à Adolfo Alsina 81 m 2. Vire à esquerda na Adolfo Alsina 9 m 3. Vire à direita na Av Pres. Julio A. Roca 7 m 4. Vire à esquerda na Adolfo Alsina 120 m 5. Vire à direita na Chacabuco 190 m 6. Vire à esquerda na Av De Mayo O destino estará à esquerda 850 m 1,3 km – aprox. 16 minutos (E) Palacio Barolo --> (F) Plaza del Congreso 1. Siga na direção oeste na Av De Mayo em direção à San José 130 m 21. Vire à esquerda na Pres. Luis Sáenz Pena 73 m 22. Curva suave à direita na Hipólito Yrigoyen O destino estará à direita 260 m 450 m – aprox. 5 minutos Sugestão Noite: Confitería Ideal - Milonga "La Noche Ideal" 22,30-3 pm. Organizada por: Confeitaria Ideal. Com músicos e cantores ao vivo. (A) Talcahuano 1097 --> (B) Suipacha 380 18 minutos 1. Siga na direção sul na Talcahuano em direção à Marcelo T. de Alvear 400 m 2. Vire à esquerda na Av Córdoba 550 m 3. Vire à direita na Suipacha O destino estará à direita 550 m Quarta Feira – 13/07/2011 (A)Talcahuano 1097 --> (B)Cemitério da Recoleta - Junín 1790 1. Siga na direção norte na Talcahuano em direção à Av Sta Fe 350 m 2. Continue para Guido 750 m 3. Vire à esquerda na Junín - O destino estará à direita 48 m 1,1 km – aprox. 14 minutos (B)Cemitério da Recoleta - Junín 1790 --> ©Palais de Glace 4. Siga na direção nordeste na Junín em direção à Guido 48 m 5. Vire à direita na Guido 66 m 6. Vire à esquerda na Pres. Roberto M. Ortiz 220 m 7. Vire à direita na Av Alvear 36 m 8. Vire à esquerda na Eduardo Schiaffino 120 m 9. Vire à esquerda na Posadas 57 m 10. Vire à direita na Eduardo Schiaffino - O destino estará à esquerda 44 m 600 m – aprox. 8 minutos ©Palais de Glace --> (D)Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernández Blanco (Suipacha 1422) 11. Siga na direção nordeste na Eduardo Schiaffino em direção à Av Del Libertador 74 m 12. Vire à direita na Av Del Libertador 1,0 km 13. Vire à direita na Suipacha O destino estará à direita 130 m 1,2 km – aprox. 16 minutos (D)Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernández Blanco --> (E)Monumento a los caídos en Malvinas 14. Siga na direção sudoeste na Suipacha em direção à Arroyo 38 m 15. Vire à esquerda na Arroyo 190 m 16. Vire à direita para permanecer na Arroyo 59 m 17. Vire à esquerda na Juncal 300 m 18. Vire à direita na Av Del Libertador 45 m 19. Curva suave à direita na Giro A San Martin O destino estará à direita 64 m 700 m – aprox. 8 minutos (A)Monumento a los caídos en Malvinas --> (B)Puente de la Mujer (Puerto Madero) 1. Siga na direção sudeste na Giro A San Martin em direção à Florida 81 m 2. Curva acentuada à direita na Florida 4 m 3. Vire à esquerda para permanecer na Florida 1 m 4. Florida faz uma curva suave à direita e se torna Av Leandro N. Alem 450 m 5. Curva suave à direita para permanecer na Av Leandro N. Alem 150 m 6. Vire à esquerda na Av Córdoba 180 m 7. Continue para Cecilia Grierson 130 m 8. Vire à direita na Av Alicia Moreau de Justo 750 m 9. Vire à esquerda na Macacha Güemes 270 m 10. Curva acentuada à direita para permanecer na Macacha Güemes 32 m 11. Macacha Güemes faz uma curva à esquerda e se torna Pierina Dealessi O destino estará à direita 400 m 2,4 km – aprox. 30 minutos (B)Puente de la Mujer (Puerto Madero) --> ©Casa Rosada (Yrigoyen 219) 12. Siga na direção norte na Pierina Dealessi em direção à Puente de La Mujer 100 m 13. Vire à esquerda na Puente de La Mujer 170 m 14. Vire à direita na Juana Manuela Gorriti 300 m 15. Vire à esquerda na Macacha Güemes 140 m 16. Continue para Tte. Gral. Juan Domingo Perón 92 m 17. Vire à esquerda na Av Rosales 140 m 18. Vire à direita na Bartolomé Mitre 55 m 19. Curva suave à esquerda na Av Leandro N. Alem 71 m 20. Curva suave à direita na Av Rivadavia O destino estará à esquerda 37 m 1,1 km – aprox. 15 minutos ©Casa Rosada and the Presidential Museum --> (D)Teatro Colón 21. Siga na direção sudoeste na Av Rivadavia em direção à 25 de Mayo 300 m 22. Curva suave à direita na Av Pres. Roque Sáenz Pena 900 m 23. Continue para Av Corrientes 20 m 24. Vire à direita na Cerrito O destino estará à esquerda 280 m 1,5 km – aprox. 19 minutos Sugestão Noite: Buenos Aires - Pasión de Tango – Centro Cultural Borges (Galerias Pacífico) Funciones: a las 20 hs. Luego de un año de permanencia en cartel, la magnífica Compañía re estrena BS AS PASION de TANGO, el show de típico Tango Argentino. Desde Buenos Aires, con sus luces y sombras, sus paisajes nostálgicos y contrastes urbanos nace y se proyecta Bs. As. Paisón de Tango. Tan genuino como el Tango mismo, se fusionan romance, pasión, elegancia y picardía en un show de auténtico Tango Argentino. El show de Tango que estabas esperando ver en Bs. As. Vestuario fastuoso, variedad coreográfica y sensibilidad en cada uno de sus cuadros. Entradas: Plateas num. $100.- , $ 80.- y $60.-l Pullman s/n $ 60. Quinta-Feira – 14/07/2011 - Passeio à Colonia Sacramento (Uruguay) O mapa acima retrata o bairro Histórico da cidade uruguaia de Colônia do Sacramento. Abaixo as indicações dos respectivos pontos turísticos de acordo com a numeração constante no mapa: 1- Portón de Campo Recuperado entre 1968 e 1971 ainda tem registro da antiga parede e elementos de sua ponte velha. Marcas do minério na pedra registram o nível da muralha original, que foi consolidada e parcialmente reconstruída. 2 - Calle de los Suspiros Tipicamente portuguesa, o projeto e pavimento originais. Um bloco que possui características especiais do edifício do primeiro período colonial, onde os estilos diferentes são combinadas sem perder a individualidade. 3 - Museo Portugués Construção tícica portuguesa do século XVIII, que se caracteriza por suas paredes com pedras de 60 a 90 cm de espessura, paredes interiores, divisórias e pisos originais. 4- Plaza Mayor Nasceu com a fundação, sendo o maior espaço aberto do recinto. Originalmente uma área para exercícios militares, estradas e intervenções subsequentes, hoje seus jardins criam um ambiente agradável. 5 - Ruinas del Convento de San Francisco y Faro Convento construído em 1694 e destruída por um incêndio em 1704. A construção do farol teve início em 1845 pelos soldados de Juan Manuel Rosas. As obras foram interrompidas pela Primeira Guerra Mundial e retomada em 1855, concluída em 1857. 6- Casa de Nacarello Construção Portuguêsa do século XVIII, pertencente à terceira fundação da cidade (1790), recuperada em 1993. Registra a identidade do tempo. 7 - Museo Municipal ( Casa del Almirante Brown) Construção original de1795 e reconstruida pelos espanhóis em 1835 que abriga o museu estabelecido pela primeira vez na cidade. Apresenta elementos de diferentes períodos da colônia. 8 - Casa del Virrey Nestas ruínas, recuperada a partir dos elementos originais, as aberturas confirmam uma origem relativamente suntuosa da habitação portuguesa. 9- Museo del Azulejo Construção portuguesa de 1740-1760 restaurada em 1986, foi inaugurado em 1988, como Museu do Azulejo. Tem paredes e parte do piso originais. Exibe aos visitantes uma bela coleção de azulejos que pertenceu a Jorge Paéz Vilaró. A maioria das peças é francesa, mas há também azulejos espanhóis. Fica fechado às quintas-feiras. 10 - Archivo regional Rancho Português da primeira metade do século XVIII, refletindo a arquitetura doméstica do período. No interior, destaca a sua calçada original como uma significativa e importante documentação histórica da cidade. 11 - Rescate Arqueológico de la Casa del Gobernador Construção de origem portuguesa em cimento, foi destinada a ser a residência do governador da cidade, destruída pelos espanhóis em 1777. 12- Basílica del Santíssimo Sacramento Conserva a construção original de sua nave, muros portugueses de pedras de ladrinho (arq. Tomás Toribio, 1808). A fachada e as cúplulas azulejas foram recuperadas em 1957. 13 - Museo Indígena Inaugurado em 1998, exibe uma coleção privada doada e guardado por seu autor, composta por bens de propriedade de Charruas e outras tribos na região. 14 - Museo Español Construção de 1720, reconstruída em estilo neoclássico, em 1840, que exibe as narrativas dos eventos mais importantes da história colonial e pinturas contemporâneas de Jorge Páez Vilaró. 15 - Centro Cultural Bastión del Carmen Construção de 1880 que começou como uma fábrica de cola e sabão, roupa de lã e de curtume, em seguida, lançar e armazenar grãos e, mais tarde passou para a propriedade dos argentinos, que vendeu para o Ministério da Educação e Cultura para o seu funcionamento como um centro cultural 16 - Muelle 1866 Inicialmente era mais longa e tinha uma seção com perpendicular na extremidade do rio. Devido à sua idade e como o tempo, perdeu parte de sua estrutura original, sendo recuperado em 2001, para embarcações desportivas da casa. Sexta-Feira – 15/07/2011 - Passeio à San Isidro e Tigre, com o Tren de La Costa Usar o trem da TBA de Retiro para Bmé. Mitre. Para chegar na estação Retiro: (A) Talcahuano, 1097 --> (B) Estação Retiro 1. Siga na direção norte na Talcahuano em direção à Av Sta Fe 4 m 2. Vire à direita na Av Sta Fe 750 m 3. Vire à esquerda na Maipú 110 m 4. Vire à esquerda para permanecer na Maipú 250 m 5. Vire à direita na Av Del Libertador 8 m 6. Vire à esquerda na Av Dr. José María Ramos Mejía 200 m 1,3 km – 16 minutos Trem da TBA da Estação Retiro até a Estação Maipú Na Estação Maipú encontra-se o Tren de La Costa. Sábado – 16/07/2011 – Feira da Recoleta – Casa Rosada - Compras Manhã: A Feira da Recoleta é o maior artesanato em Buenos Aires. Além disso, o melhor lugar para comprar pequenas souvenirs. Horários: Todos os fins de semana e feriados, das 11 às 20 hs. (A) Talcahuano 1097 --> (B) Plaza Francia 1. Siga na direção norte na Talcahuano em direção à Av Sta Fe 350 m 2. Continue para Guido 700 m 3. Vire à direita na Pres. Roberto M. Ortiz 220 m 4. Vire à esquerda na Av Alvear 290 m 5. Continue para Av Del Libertador O destino estará à esquerda 200 m 22 minutos Noite: Show Señor Tango Horários: Segunda-feira a domingo. Jantar: 20:30 h. Show: 21:30 h. Dirección: Vieytes 1655, Barracas, Capital Federal. Para reservas e consultas ligue: 4303-0231. (A) Talcahuano 1097 --> (B) Vieytes 1655, Barracas 1. Siga na direção sul na Talcahuano em direção à Marcelo T. de Alvear 270 m 2. virar à esquerda na segunda rua transversal para Paraguay 270 m 3. Vire à direita na Cerrito 1,2 km 4. Continue para Lima 500 m 5. Vire à esquerda na Av Belgrano 49 m 6. Pegue a primeira à direita em Av 9 de Julio 1,0 km 7. Continue para Au. 9 de Julio 3,7 km 8. Continue para Puente Pueyrredón 500 m 9. Curva acentuada à direita na Av Bartolomé Mitre 450 m 10. Curva suave à direita na Vieytes O destino estará à esquerda 450 m Domingo – 17/07/2011 – Feira de Santelmo & La Boca (Caminito) & La Bombonera (A) Talcahuano 1097 --> (B) Plaza Dorrego 1. Siga na direção sul na Talcahuano em direção à Marcelo T. de Alvear 800 m 2. Vire à esquerda na Lavalle 140 m 3. Curva suave à direita na Av Pres. Roque Sáenz Pena 170 m 4. Vire à direita na Cerrito 24 m 5. Vire à esquerda na Av Corrientes 20 m 6. Continue para Av Pres. Roque Sáenz Pena 900 m 7. Continue para Av Rivadavia 20 m 8. Vire à direita na Bolívar 100 m 9. Curva suave à esquerda na Hipólito Yrigoyen 110 m 10. Vire à direita na Defensa 1,3 km 11. Vire à direita na Bethlem O destino estará à esquerda 29 m 3,6 Km - 44 minutos (B) Plaza Dorrego --> © Caminito 12. Siga na direção leste na Bethlem em direção à Defensa 29 m 13. Vire à direita na Defensa 1,0 km 14. Continue para Av Regimiento de Patricios 29 m 15. Vire à esquerda na Pilcomayo 180 m 16. Vire à direita na Irala 1,2 km 17. Vire à esquerda na Gral. Gregorio Aráoz de Lamadrid 280 m 18. Vire à direita na Caminito 70 m 2,8 km – aprox. 34 minutos © Caminito --> (D) La Bombonera 19. Siga na direção oeste na Caminito em direção à Gral. Gregorio Aráoz de Lamadrid 70 m 20. Vire à esquerda na Gral. Gregorio Aráoz de Lamadrid 47 m 21. Vire à direita na Garibaldi 100 m 22. Vire à direita na Olavarría 39 m 23. Vire à esquerda na Juan de Dios Filiberto 210 m 24. Vire à esquerda na Brandsen O destino estará à direita 6 m 450 m – aprox. 6 minutos
  2. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    UM ROTEIRO DE CAFÉS DA MANHÃ EM BUENOS AIRES Quando falamos de uma cidade como Buenos Aires, preparar qualquer refeição, inclusive o café da manhã, é uma atividade doméstica da categoria “evitável” – afinal, estamos falando da cidade sul-americana mais bem servida de cafés, confeitarias e similares!!! Nas 7 manhãs que passamos na cidade, poderíamos ter tomado o nosso café cada dia em um lugar diferente, e sempre perto de casa – só repetimos por escolha própria. Uma dica que seguimos foi o Café del Pilar, na esquina da Junín com Gral.Las Heras: O ambiente do café é uma graça: E pode-se escolher entre vários tipos de café da manhã, todos igualmente apetitosos. Normalmente consistem de café com leite (que pode ser trocado por café puro ou chá), medialunas (semelhantes aos croissants) e tostadas: No dia seguinte resolvemos experimentar algum lugar que aparecesse no caminho entre o nosso apê e a Ateneo Grand Splendid – caso nada nos agradasse, bastava seguir direto para o café da livraria… Encontramos um lugarzinho simpaticíssimo bem ao lado, na própria Avenida Santa Fe, o Buenos Aires Grill – que serve um café da manhã delicioso: Eu não gosto de café com leite, e sempre peço para que substituam o meu por alguma outra coisa. Nesse dia não precisei – uma das opções trazia um belo cappuccino! Um dos meus cafés favoritos em Buenos Aires, a partir desta última viagem, foi o Café de la Rambla, na esquina da Posadas com a Ayacucho. Eu não o conhecia antes e foi uma descoberta totalmente por acaso. Como eu freqüentei Buenos Aires tanto tempo sem saber da existência do chocolate caliente do La Rambla, muy fuerte, feito, como gentilmente me explicou o garçom, com uma barra de chocolate amargo e outra ao leite?!? E o lugar em si, não é absolutamente lindo?!? Arriscamos mais uma novidade no outro dia… Afinal, não tem graça só seguir as dicas, né? É preciso arriscar um pouquinho para descobrir umas pérolas e poder passar a dica adiante… E o achado da vez foi a Confitería Québec, na Avenida Callao: O lugar é relativamente pequeno, há poucas mesas, mas tudo é delicioso… Um lugar onde fomos apenas à tarde, mas que não deixa de ser uma opção para o café da manhã, é o Café La Biela: É um fato que os preços lá são proporcionais à fama do lugar, mas vale experimentar… Café Tortoni – modo de usar: Um outro lugar que é super turístico é o Café Tortoni, na Avenida de Mayo: Não deixo de ir nunca porque não me importo que o Tortoni seja turístico. Isso não me faz diferença… O que me importa é que, seja turístico o quanto for, ele nunca vai deixar de ser um dos cafés mais lindos onde eu já fui, onde tomo os chocolates quentes mais deliciosos que existem, e que, além disso, está situado na avenida que tem a arquitetura mais bela de toda Buenos Aires. Agora, não acho que ninguém tenha que ficar em fila na porta nem aguentar mau humor ou mau serviço no Tortoni, não – e nem contar apenas com a sorte para evitar esses dissabores… Eu acredito que o Tortoni tem um jeito certo de usar. Posso até estar enganada, mas comigo sempre deu certo. A dica é ir sempre na contramão do fluxo… Por exemplo, se tiver fila na porta, siga adiante, e deixe pra voltar outro dia. O ideal é que a entrada do Tortoni esteja assim: Eu gosto de ir pela manhã, de preferência no meio da manhã, quando a maior parte dos portenhos já está no trabalho e os turistas ainda não chegaram. Dessa vez, entrei no café às 09:30 h e estava até mais vazio do que eu esperava: Eu, claro, pedi o meu velho conhecido, o chocolate espeso, um dos meus favoritos. Os outros são o submarino (aquele da barrinha de chocolate no leite fervente) e o chocolate con cognac, que eu reservo para aqueles dias de frio absurdo… O chocolate espeso é misturado pelo próprio cliente, na mesa, na medida em que preferir – o chocolate derretido vem em uma jarrinha à parte, e é daqueles que povoam os sonhos de todo chocólatra… Quando saímos, mais ou menos uma hora depois, o café já estava um pouco mais cheio, mas nada lembrava a multidão que se aglomera por lá nos fins de tarde: Acho que vale a pena, mesmo para quem esteve lá e não gostou, dar uma nova chance. É turístico, sim, mas acima de tudo, é histórico, é parte da tradição da cidade. Ah, sim, mas acho que não vale a pena provar os churros, não, Ok? Pelo menos se vocês, como eu, gostarem dos que são recheados com doce de leite. É que, na terra do melhor doce de leite do mundo, os churros não têm recheio…
  3. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    DIVERSOS • O Complexo Catalinas, com suas torres envidraçadas de multinacionais, é a parte moderna da cidade. • Puerto Madero – Antigo porto de Buenos Aires, onde as docas foram recicladas em 1989 e viraram modernos escritórios, e sofisticados restaurantes, é um lugar bonito para se almoçar ou jantar com bela vista do Rio da Prata. • Porto de Vicente Lopez – O Museu do Transporte, que conserva o avião espanhol “Plus Ultra”, primeiro em cobrir a travessia da Atlântico. (Creio que fica na parte oeste da cidade, Olivos?) • Mississipi River – É um barco que propõe um atraente passeio com intenção de mostrar os contrastes da grande cidade. As saídas são de Dársena Norte, todos os domingos e feriados às 16hs. e 18hs. As sextas e sábados à noite oferece-se um jantar show com baile. • Bonde – Parte da rua Bonifácio esquina com Mitre, próximo ao Parque Chacabuco, aos sábados das 16 horas às 19:30 e aos domingos das 10 horas às 13 horas e das 15 horas às 20 horas. • Carlos Gardel está enterrado no cemitério da Chacarita. • Shopping Maall – Alta Avellaneda. • Banco do Brasil – Calle Sarmiento, 487. Dica do autor: Na avenida Santa Fé ficam as vitrines mais cobiçadas e, no número 883/1059, obtém-se informações turísticas para muito que se tem a fazer em Buenos Aires... Na Casa da Província del Chubut (Sarmiento, 1172), obtém-se informações sobre a Península Valdés. TANGO O tango é muito mais que um ritmo musical em Buenos Aires, é uma verdadeira unanimidade e estilo de vida entre os argentinos, talvez até mais que o samba para os brasileiros. É um crime passível de pena capital visitar Buenos Aires e não assistir um show de tango. Uma das atividades mais interessantes e verdadeiramente nativas um turista estrangeiro pode realizar é assistir a uma milonga, salões de dança onde os moradores dançam o tango. Há um guia de distribuição gratuita onde aparece a lista de todas as milongas dia a dia, com os seus locais e horários, chamada TangoMapGuide (Produzido pelo Hotel Porteño Caserón: http://www.caseronporteno.com). Você pode assistir a shows gratuitos em La Boca e aos domingos na Feira de San Telmo, porém em vários lugares da cidade você poderá ver casais dançando ao som de um CD, sendo de bom tom, mas não obrigatório, dar um trocado para o casal que ganha a vida como artista de rua. Já para quem pode gastar um pouco a mais, há várias casas de tango, muitas com um jantar incluído, com espetáculos extremamente bem produzidos, alguns dignos de Brodway. Señor Tango, Av. Vieytes, 1655, Barracas, tel. 11 4303-0231. Grandioso show de tango hiper-mega-ultra produzido. Você pode optar por só assistir ao show ou assisti-lo acompanhado de um jantar argentino. Altamente recomendado por qualquer um que tenha visto. $125 só o show, $400 show e jantar. La Viruta, calle Armenia 1366, entre Cabrera e Niceto Vega, Palermo, tel. 11 4774-6357, Abre às 20h de 4ª a domingo; milonga a partir da meia-noite de 6ª a domingo. Entrada AR$20. Poucos turistas. O Tango é um dos fenômenos mais conhecidos e amados da Argentina. Este ritmo sensual e único conquista dia após dia mais adeptos, fanáticos e admiradores no mundo todo. Aproveite sua viagem a BAires para ir a uma autentica milonga, assistir a um show ou aprender a dançar tango... Para assistir: SHOWS DE TANGO produções para turistas Tango Porteño num antigo teatro localizado perto do Obelisco na Calle Cerrito 570 você pode assistir a um dos mais espetaculares shows de tango da cidade. O jantar também é especial. Vale a pena! de $390 a $540 Comprar ingresso Café de Los Angelitos - Av. Rivadavia 2100, Balvanera. Reinaugurado em 2007 este café emblemático inaugurado em 1890 com o nome de "Bar Rivadavia" foi totalmente reformado e oferece um show de primeira categoria. nosso blog El Querandi - Perú 302, Monserrat, 5199-1770. Um antigo bar, em uma edificação histórica. Show com orquestra (piano, bandoneón, violino e contrabaixo), três pares de dançarinos e dois cantores. Jantar 20:30 hs: $230. Show às 22:15 $170. Madero Tango - E. Rawson de Dellepiane 150 - Dique 1, Puerto Madero - Tel: 4314-6688. Tangorama é o show de Mora Godoy, com dançarinos de tango. A cozinha fica a cargo do chefe Martiniano Molina. Jantar e show desde $240. Só show : a partir de $160. Michelangelo - Balcarce 433 - San Telmo, Tel: 4342-7007. Um espetáculo com mais de 30 artistas artistas em cena. Um menu que mistura sabores típicos com a cozinha de autor. De segunda a domingos, jantar às 20:30hs e show 22:10. Jantar e show a partir de $300, só show a partir de $200 Piazzolla Tango - Florida 165 - Galeria Güemes, Microcentro, 4344-8200 Jantar e show no Teatro Astor Piazzolla. Só show a partir de $160 , jantar e show 220$ . Toda a semana 20:00 hs às 24:00 hs.Museu, casa de shows e galeria de arte. El Viejo Almacén - Av Balcarce com Av Independencia, San Telmo, 4307-7388. Famosa casa de tango, associada à memória do cantor Edmundo Rivero. Aberto de segunda a domingo. Horário de jantar 20 hs , show: 22 hs. Jantar show $240 ( inclui bebidas), só show $165. Esquina Carlos Gardel - Carlos Gardel 3200, Almagro, 4867-6363. Show com uma orquestra estável com piano, contrabaixo, violino e bandoneón , 3 pares de dançarinos e 2 cantores. Jantar show $250, só show $170. Duração: 90 minutos. Esquina Homero Manzi - Av. San Juan 3601, 4957-8488. Com uma orquestra estável de piano, contrabaixo, violino e bandoneón , 3 pares de dançarinos e 2 cantores. Jantar/ show $250, só show $170. Duração: 90 minutos Todos os dias jantar 21:00 hs. Show 22:00 hs. Show sexta feira e Sábados de 00:30 hs a 01:30 hs. Show aos domingos e almoços "Tangueros" a partir das 14 hs. La Ventana - Balcarce 431, San Telmo, 433-0217 / 8689. Jantar e tango show num antigo convento restaurado com famosa orquestra de Juan Darienzo dirigida por Lazzari, dois cantores e ballet folklórico. De segunda a sábado, dois shows às 20:30 hs e 22:00 horas. Aos domingos um show às 22 horas. Rojo Tango - Martha Salloti 445, Puerto Madero, 4010-9200. No Hotel Faena, um testemunho do tango do começo até Piazzolla. De segunda a domingo, 20:30 hs. Caro, luxuoso e de bom gosto como tudo neste hotel emblemático. Señor Tango - Av. Vieytes 1655, Barracas 4303-0231/4 . Espetáculos diários à la Broadway com temas clássicos. Jantar às 20h e o show às 22h. Para ver, ouvir, dançar e curtir: Club de Tango As quartas feiras, 21:00hs, Armenia 1740 - 4832-2776. MILONGAS e AULAS DE TANGO. Quer ver como os argentinos dançam tango de verdade? Vá a uma milonga(um tango em ritmo mais rápido dançado nos salões). Sem a grandiosidade dos shows de tango, mas com mais cor local as milongas são a forma de conhecer melhor a cultura do tango. Nuevo Salón La Argentina - Bartolomé Mitre 1759, entre Callao e Rodríguez Peña. Para ver ágeis casais de velhinhos dançando ao som de uma orquestra de verdade (só aos sábados!). O ingresso custa 6 pesos e o baile vai até as 3 da manhã. Bar Sur - Estados Unidos 299, San Telmo. Shows intimistas que mostram uma imagem real da cultura portenha. O ambiente é descontraído e o público pode pedir música, dançar e cantar com os artistas. Todos os dias espetáculos das 20 às 4hs. A entrada inclui pizza livre. Café Tortoni - Av. De Mayo 829, Centro. Um dos cafés mais emblemáticos da cidade, o Tortoni oferece muitos espetáculos de tango e jazz nas sextas, sábados e domingos a partir das 21h. Chegue cedo ou reserve.O lugar vale a visita. CONFITERIA IDEAL - Suipacha 384, San Nicolás, 5265-8069. Aulas: Sábado de 2.30 a 18:30 hs. com Emilio Federico. Professor convidado: Cristal. Milongas: Sábado de 2 a 20hs. Primeira Hora : Entrada livre. nosso blog Centro Cultural Torquato Tasso - Defensa 1575, San Telmo. É um dos lugares mais freqüentados por jovens na faixa dos 30 anos e por turistas. Geralmente há shows ao vivo. Milonga e aulas de tango domingo às 22 horas Reservas e informações: 4307-6506. Complejo Tango - Av. Belgrano 2608, Congreso. Shows com jantar todos os dias a partir das 20h30. Uma hora antes do show é possível praticar tango gratuitamente. CACHIRULO -Maipú 444, Milongas: Sábados 18 hs as 3. Preço $6. Praticas Sábados 15 às 16:30hs. Aulas: Gerardo Quiróz e María Eugenia Cueás. CLUB SIN RUMBO -Tamborini 6157 - Villa Urquiza, 4574-0972. Milongas: Terça 22 hs as 3 Hs. Sexta e Sábados das 22 hs as 3 hs $6 Aulas: Terça 20 hs às 21:30 hs com Belén e de 21:30 hs as 22:30 hs com Raúl Da Silva. Aulas $5 Marta de Oliveto. CLUB GRICEL - La Rioja 1180, San Cristobal, 4957-7157. Milongas: Sexta e Sábados a partir da meia noite. Domingos as 20:30hs . Aulas: Segunda a Sábado CIRCULO SOCIAL BAILABLE - Av. José María Moreno 355, Caballito 4901-8575. Milongas: Sexta e Sábados a partir das 22:30 hs Preço: Mulheres grátis, homens $4 (drinks inclusos), casais $8 (2 drinks inclusos). EL ARRANQUE - Bartolomé Mitre 1759, San Nicolás, 4371- 6767 Milongas: Segunda, Terça e Quinta das 15 hs as 22 hs. Sábado das 15 as 21 hs. Aulas: Terça, Quinta e Sábados das 16 às 18 hs todos os níveis. Professores : Mimi Santapá. O Club de Copas Podestá transforma suas noites de rock e disco em uma grande milonga tanguera com orquestra ao vivo, happy hour de vinho e empanadas. Reservas 4832 2776 /Cel. 154 068 2527/+info: http://www.podesta.com.ar Cultura Tango Museo Mundial del Tango- Av. Rivadavia 830, Monserrat (4345 6967). Sede da Academia Nacional do Tango o museu percorre a historia do tango desde 1850 até a atualidade. Museo Casa Carlos Gardel -Jean Jaurés 735, Balvanera (4964 2015 ). Casa onde viveram Carlos Gardel e sua mãe.Seg a sexta das 11 as 18 hs. Sab, dom e fer das 10 as 19 hs. fecha as terças. Quartas feiras grátis. DICA No Bairro de Boedo ao longo da avenida Boedo entre a Av Independencia e San Juan se concentram inúmeros lugares de tango frequentados pelos moradores da cidade. EL PIAL - Ramón L. Falcón 2750, 4612-4257 . Milongas: Quinta 1 as 23 hs e Domingo das 18 às 24 hs. nosso blog EL PARAKULTURAL-Sarmiento 4006, Almagro Cel: 15-53251630, . Milongas: Terça 23hs. Aulas: Segunda a Segunda a partir de 21 hs. LA MARSHALL / GAY MILONGA Yatay 961,Almagro,4774-5470 Cel: 15 5406-9784. Milongas a partir das 22 hs Aulas: Quartas de 20:30 hs as 22 hs. LA VIRUTA TANGO - Armenia 1366, Palermo, 4832-4105. Milongas: Quartas, Domingo 23 hs, Sexta e Sábado a 24 hs. Aulas de tango: Quartas, sextas, sábados e domingos.É um dos lugares da moda entre os jovens. Oferece um cardápio para jantar nos dias de baile. As aulas de dança ocorrem de quarta a domingo à noite e não é preciso se inscrever antes. nosso blog NIÑO BIEN - Humberto Primo 1461, Constitución, 4147-8687.Milongas: Quinta a partir de 22:30 hs. Aulas: Quinta das 21;30 hs às 22:30 hs. ROUGE TANGO -Scalabrini Ortiz 1331, Palermo, 4832-6753.Milongas: Quinta a partir das 22:30 hs. Aulas: Quinta das 20:30 hs às 22:30 hs. SALON CANNING - Scalabrini Ortiz 1331, Palermo,4832-6753. Milongas: Tango com orquestra ao vivo. Quartas de 16 hs as 23 hs. Sexta das 23 as 4 hs e Domingos das 20 as 3 hs. Aulas: Sexta e Domingos das 20 hs. SUSHETA - Piedras 936, San Telmo 4361-3537. Milongas: quartas e sextas a partir das 22 hs. Aulas: Segunda, Terça e Sexta das 17 hs as 21 hs com Noelia e Nahuel. Quartas e Quinta 18 hs as 20 hs, Quinta: 20.30hs a 22.30 hs com Ernesto Balmaceda e Stella Báez. La Garufa Milonga Semanalmente, los Miercoles. 20:00hs CC Konex Sarmiento 3131 , 4864-3200. Nas quartas feiras, La Garufa reúne elementos do gênero porteño mais tradicional com um olhar contemporâneo: baile, orquestras, bandas, DJs, indumentária, mostras fotográficas e projeções. Aulas das 20hs as 21.30hs . Shows e milonga as 23hs. Ritual do tango O homem faz um sinal com a cabeça para a mulher que se quiser dançar responde com um sinal da cabeça. Só assim o homem se aproxima da mesa. O par dança uma seqüência de 4 a 5 musicas: tango, milonga (tango em ritmo mais rápido) e valsecito cruzado (tango em tempo de valsa) intercaladas por outro ritmo qualquer que ninguém dança). Ao final da seqüência o homem leva a mulher até a proximidade da mesa para não invadir a privacidade dela... As principais tanguerias de Buenos Aires oferecem aos turistas espetáculos de tango com muita pompa e glamour. São lugares de alto nível e de preços afins. Em muitas casas também é possível jantar antes do show ou desfrutá-lo com alguma bebida. Os espetáculos são uma sucessão de vários números artísticos, incluindo grupos instrumentais, cantores e casais de dançarinos. El Viejo Almacén (Av. Independencia e Balcarce, San Telmo) É a tangueria mais tradicional de Buenos Aires, um reduto com toda a calidez e o saudosismo do tango. Todos os dias se realiza um jantar às 20h, com carnes argentinas e comida internacional a la carte. O espetáculo, definido como "autenticamente portenho", começa às 22h e dura quase duas horas. [$$$] Esquina Carlos Gardel (Carlos Gardel 3200, Abasto) É uma das poucas tanguerias localizadas no tradicional bairro onde Gardel se criou. O espetáculo é de excelente nível e dura 1h20 no total. [$$$] La Ventana Tango (Balcarce 431, San Telmo) Em pleno coração de San Telmo, este histórico convento restaurado é um clássico da cultura portenha. La Ventana recorrido através de outros tempos. Os interiores que preservam o mais puro do edifício, são os âmbitos ideais para uma proposta única: 35 artistas em cena, duas orquestras de tango, um conjunto folclórico, dançarinos e músicos, um menu com pratos típicos e internacionais e uma deliciosa bodega de vinhos argentinos.[$$$] Piazzolla Tango (Florida 165 - San Martín 170, San Telmo) Buenos Aires é a terra que o tango semeou suas raízes por primeira vez e Piazzolla Tango, catedral do porteño, nasceu como resposta para satisfazer os seguidores da musica urbana desde o principio até o renovado estilo de Astor Piazzolla. Aqui o visitante poderá sentir o espírito da cidade, com sua harmonia que reúne não so a musica como também a dança, a plástica, os sabores, documentos, a amizade e os bons momentos. Piazzolla Tango brinca com a magia e os duendes de Buenos Aires: você completará o feitiço. [$$$] Señor Tango (Av. Vieytes 1655, Barracas) Todos os dias há espetáculos de grande categoria. O jantar começa às 20h e o show às 22h. Pode-se optar por assistir o show tomando champagne, jantando ou ainda em sala VIP. Como a casa é muito freqüentada é preciso fazer reserva (tel: 4303-0231/4). [$$$] Michelangelo (Balcarce 433, San Telmo) Localizado num lindo edifício do século XIX está talvez o lugar mais refinado e caro do setor. Oferece jantar e show de tango, com pratos elaborados pelo chef Francis Mallmann. De segunda a quinta, o jantar é às 20h30 e o show às 22h. Nas sextas e sábados o jantar é servido às 21h30 e o show começa às 23h30. [$$$] Sabor a Tango (J. D. Perón 2535, Centro) Um verdadeiro palácio reaberto há poucos anos, que é hoje mais um templo de tango em Buenos Aires. O jantar-show começa às 20h30 e inclui uma aula de tango grátis. [$$$] El Querandí (Perú 302, Congreso) Restaurante tradicional dos anos trinta, declarado monumento histórico. Ótima comida a la carte, que pode ser acompanhada por um impressionante show de tango. O jantar é servido às 20h30 e o show começa às 22h15. [$$$] As milongas são outro tipo de tangueria, com bailes menos luxuosos e mais animados, frequentados pelos típicos portenhos. São lugares seguros e tranquilos, onde é possível fazer uma refeição leve vendo os casais dançar ou inclusive fazer aulas de tango. Café Tortoni (Av. De Mayo 829, Centro) O lugar portenho por excelência. Durante a primeira metade do século XX foi refúgio de toda a intelectualidade e boemia da cidade. Grandes personalidades argentinas e estrangeiras visitaram seu salão. O Tortoni oferece muitos espetáculos de tango e jazz nas sextas, sábados e domingos a partir das 21h. [$] Confitería Ideal (Suipacha 384, Centro) Este café, criado a princípios do século XX, é um clássico da cidade. O público em geral é de pessoas de idade. Em seu salão se realizam shows nas quartas e sextas. As milongas e as aulas de tango são oferecidas praticamente todos os dias. [$] Bar Sur (Estados Unidos 299, San Telmo) Um clássico de todos os tempos em San Telmo. A proposta aqui são shows de tango não "for export", que mostrem uma imagem real da cultura portenha. O ambiente é descontraído e o público pode pedir música, dançar e cantar com os artistas. Todos os dias dão espetáculos sem parar de 20h a 4h. A entrada inclui pizza livre. [$$] La Viruta Tango (Armenia 1366, Palermo) É um dos lugares que estão na moda entre os jovens seguidores do tango. Oferece um cardápio para jantar nos dias de baile e, às vezes, há shows sem custo adicional no preço da entrada. As aulas de dança ocorrem de quarta a domingo à noite e não é preciso se inscrever antes. [$] Loco Berretín (Gurruchaga 1946, Palermo) Um restaurante temático de tango e vinho que oferece serviços gastronômicos de alta culinária argentina, shows e aulas de tango além de degustações e cursos de vinho. [$] Complejo Tango (Av. Belgrano 2608, Congreso) Este complexo oferece shows com jantar todos os dias a partir das 20h30. Além disso, chegando com uma hora de antecedência é possível praticar tango grátis. [$] Parakultural Salón Canning (Scalabrini Ortiz 1331, Palermo) Geralmente há shows, grupos, orquestras e dançarinos. As milongas ocorrem nas segundas, terças e sextas sempre às 23 horas. [$] Centro Cultural Torquato Tasso (Defensa 1575, San Telmo) É um dos lugares mais freqüentados por jovens na faixa dos 30 años e também por turistas. Geralmente há shows ao vivo e também dá para jantar ou tomar um drink. Tem milonga domingo às 22 horas e também aulas de tango. Reservas e informações: 4307-6506. [$]  COMPRE Banco do Brasil - Há uma agência na esquina da Rua Sarmiento e Rua San Martín. Costumava atender ao público, mas em 2010 se tornou apenas corporativa, não há mais caixas eletrônicos nem atendimento a pessoas físicas. Do outro lado da rua há uma casa de câmbio com boas cotações mas que exige seu documento de estrangeiro e o documento da entrada no país (entregue no avião). Saques com cartões da Visa de qualquer banco brasileiro pode ser efetuados em qualquer terminal de saque de qualquer banco argentino com o símbolo LINK. O valor máximo de saque por dia é de AR$ 600 (maio/2009). È importante saber que após a máquina pagar o dinheiro sacado é necessário apertar o botão OK para que o seu cartão de crédito seja devolvido para você. As taxas cobradas são de USD 2,50 + 2,50% + 1,00% do valor do saque (tarifas da Visa) e ainda o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado pelo Governo Brasileiro, no caso dos brasileiros. TAX FREE - Nas lojas identificadas com a logo TAX FREE, peça sempre um envelope branco com um cheque de devolução do imposto (16%), nas compras acima de AR$ 70. Convém sempre perguntar, pois às vezes o logo não está à vista, nem os vendedores te oferecem o cheque a que se tem direito. Ele(s) deve(m) ser carimbado(s) na alfândega (entre os balcões 26 e 27, no terminal onde ficam as companhias brasileiras) no AEROPORTO. É preciso levar também o produto para ser mostrado, bem como a fatura, quando se carimba o cheque. Portanto, faça isso antes de despachar as malas, porque eles vão querer ver mesmo o produto. Só aqueles fabricados no país tem imposto devolvido. O dinheiro se recebe no primeiro andar; eles vão te oferecer o valor para ser creditado no cartão de crédito, mas o melhor mesmo é receber em cash, na hora, o que é bom para pagar a taxa de embarque ou gastar no free shop. Feira de San Telmo - Plaza Dorrego (r. Humberto Primo esq. rua Defensa). Aos domingos, de 10 às 17h. Uma famosa feira de antiguidades, com todo tipo de objetos e diversas manifestações artísticas. La Boca - Ótimo lugar para a compra de souveniers. Feira Urbana, no Bar Brujas, Jorge Luis Borges, 1.640, Palermo Viejo. Produções de novos estilistas. Aos sábados e domingos, das 13h30 às 19h45. [15]. Papelera Palermo, Honduras 4945, Palermo, tel. 4833-3081 e tambem em Arenales 1170, tel. 4811-7698. Papéis de todo tipo e para qualquer fim. [16] Tienda Palacio, Honduras 5272, tel. 5411 4833-9456. Loja de presentes e bugigangas interessantes. [17] Kiehl's, Armenia 1527, Palermo, tel. 5411 4831-7999. Loja de personal care da famosa marca americana: a primeira na América do Sul. Infinit, Honduras esquina com Thames, Palermo Viejo. Óculos de sol e armações para lentes de grau. Design arrojado e preço camarada. [18] MacOnline, lojas da Apple - Alto Palermo Shopping, Av. Santa Fe 3253, tel. 54-11 5777-8000; Carlos Pellegrini 1135, tel. 54 11 4130-5300; e também na rua Honduras, logo depois da praça Cortázar, em Palermo. Buenos Aires conta com muitas áreas de compra e as principais lojas tem filiais em todas elas. Em todas você vai encontrar vestuário feminino, masculino, artigos de couro e eletro eletrônicos. Microcentro A Calle Florida localizada no região do Microcentro é a rua mais freqüentada e conhecida dos turistas brasileiros pela variedade de lojas de produtos de couro, calçados e peles argentinas. Lá também se encontram lojas multimarcas de grifes como a Free shop na Marcelo T Alvear 899. Na Florida 202, na Loja de departamentos Falabella. Tem tudo e a ótimos preços: maquiagem, perfumes, bolsas, roupas femininas e masculinas as marcas Quicksilver, Billaboing, Rusty e outras de surfwear. Calle Murillo- Na Calle Murillo com Calle Malabiana (altura do numero 600) , no bairro de Villa Crespo, pode-se encontrar cerca de 20 lojas de artigos de couro, casacos, jaquetas etc. El Once: Comercio Popular e de oferta No El Once uma das zonas mais cosmopolitas e intensas da cidade. encontra-se as lojas de confecções e comércio popular. Ali convivem pacificamente judeus, árabes, chineses, peruanos, bolivianos, armênios, coreanos em cerca de 3000 lojas atacadistas e varejistas de todos os tipos.Também é onde se pode comprar tecidos. Desenvolvido em torno da Estação ONCE tem como eixos principais a Avenida Pueyrredon e as Calles Corrientes, Rivadavia e Belgrano. A região abriga também o shopping Abasto. Subtes A,B e H Outlets Na Avenida Córdoba a partir do 4200 (altura da Av. Scalabrini Ortiz) encontram-se os OUTLETS das marcas argentinas renomadas. Boutiques sofisticadas, lojas de marcas famosas de estilistas locais e de marcas famosas você vai encontrar no Barrio norte e na região da Recoleta nas Avenidas Alvear, Ayacucho, Posadas, Quintana, Arenales e Juncal e nas imediações. É chic! Lojas de grifes como Ralph Lauren, Fendi, Nina Ricci, Hermés, Cartier, Zegan, Louis Vuitton, Versace, Kenzo. Não deixe de visitar a Galeria mais sofisticada da cidade a Promenade Alvear na Av. Alvear 1883 e a loja El Camarín, local 22. Acessórios, sapatos, bolsas chiques e fashion , moda feminina, masculina, esportiva e de crianças você encontra na avenida Santa Fé e nas suas transversais . Nesta rua você vai encontrar inúmeras opções de compras, entretenimento, restaurantes, cinemas, pubs, confeitarias, livrarias, lojas de roupa e de calçados. Moda arrojada, moderna - Se você está atrás de roupas diferentes vai encontrar em Palermo Viejo um bairro com várias sub regiões (Palermo Soho, Palermo Hollywood, Las Cañitas) que se transformou num pólo de design jovem tanto de moda como de objetos criativos e de vanguarda (quadrilátero das calles Gurruchaga, Honduras, Malabia e Costa rica).Lojas como a Humawaka (couros), Maria Cher e Nadide Zlotoroga (moda feminina), Sopa de príncipe, Owoko e Viva la Pepa (moda infantil) e Calma Chicha e Oda (design) explicam porque uma visita ao bairro é obrigatória! Groovy, grungy, funky... e vintage - O pessoal mais jovem vai curtir as galerias comercias localizadas na Av. Santa Fe - como a 5 a Avenida no 1270 e a Galeria Bond Street no número 1670 local lotado de jovens portenhos. A Galeria 5 a Avenida é repleta de lojas com peças retro e algumas vintage. Já a Galeria Bond Street está repleta de lojas "cool" especializadas em moda funky de jovens estilistas, casual streetwear, DVD/CD e lojas de comics e locais de tattoo. Ambas são excelentes locais para comprar e coletar folhetos de clubes, baladas, raves e festas. Os turistas que acham que San Telmo é o lugar só para ver e comprar antiguidades não sabem nada sobre este bairro transado e repleto de pequenas boutiques de moda feita por novos estilistas vendendo roupa funky e vintage. De uma olhada na "Puntos en el Espacio" (calle Peru 979, 4307-1742), na Punto Sur (Defensa,1135) e na "El Mundo" (calle Peru 886, 4362 3836), uma boutique sensacional com roupas de estilistas interessante Relógios de marca em Buenos Aires - Style Watch-Galerias Pacifico.The Watch gallery, Av Alvear, 1910. Relógios Fendi na D'Ázur Exprès Av Alvear,1699, na Time Square , Lavalle 526 e na Eve Joyeros - Paseo Alcorta. Gucci:Testorelli Galerias Pacifico (232). Breil Style Watch. Gal. Pacifico Livros, discos e filmes - de todos os tipos, sebos, musica (discos, CDs, Dvds, e todos os outros possíveis formatos existentes ou a serem inventados), pizzarias, confeitarias, chocolaterias e muitos dos "cafés NOTÁVEIS" da cidade você vai encontrar na Avenida Corrientes que é uma verdadeira instituição. Imperdível para amantes de livros, filmes, musica e cor local! Informática e eletrônicos, games e video games Palm store 4313-8000 Florida 878 Digitalk, Florida 890 Piso 20 e Juramento 2091(43150111). Necxus Mercedes 3353, Villa Devoto (4137-5640 ). Megatronics. Calle Tucuman, 2757 Once , (11) 4964-5728. Garbarino Av. Pueyrredón 350 (once) Av. Santa Fé 2199 e Florida 502. Galeria Jardín , Florida 537, Microcentro loja 381( 4327-4263) e 388 (4393-1466). Videogames Av. Córdoba 1170 (4372-5900) Artigos de Golfe Aficionados de golfe vão amar as lojas da cidade dedicadas ao esporte. No centro tem a golf shop na galeria Gueme (Florida165 cj 703) e na Av. Costanera, pertinho do Shopping Paseo Alcorta, na Av.Costanera R. Obligado com a J. Salguero 1425 tem a Jurado Golf num complexo com campo e driving range (o Costa Salguero). Bairro chinês (barrio Chino), Calle Arribeños entre Olazábal e Juramento, Belgrano. O bairro chinês é pequeno mas muito simpático. Fica perto da Av. Cabildo na altura da estação de metro Juramento. Dica de Restaurante: Palitos. De sobremesa um sorvete Fredo na Calle juramento a 50m da Av. Cabildo. Mauricinhos, patricinhas e socialites A Calle Migueletes situada em La Imprenta, atrás do hipódromo, vem se transformando em uma espécie de Upper west side Nova-iorquino. O point é La Cuadra uma vila coberta com lojas e galerias e um lounge café no meio. Saiba mais sobre a região Jaquetas e casacos (abrigos) você encontra em toda a cidade e em especial na Av. Forest 400 a 500 no bairro de Chacarita. Outlets A maioria das grifes argentinas e das lojas de grifes de Buenos Aires conta com outlets onde são vendidas as peças de coleções passadas a preços promocionais. A maioria destes outlets concentra-se na zona de Palermo na Av. Cordoba. Adidas - Av. Córdoba 4590 / 5197-5336 Alló Martínez - Av. Córdoba 4357. Palermo.allomartinez.com Adriana Constantini Outlet -Honduras 4744 e Arguibel 2884. http://www.adrianacostantini.com.ar Akiabara Outlet - Honduras 4865 Alpargatas - Av. Regim de Patricios 1051. http://www.alpargatasoutlets.com.ar American Denim - Córdoba 4901. American Pie - Córdoba 4475. Avia -Av. Cabildo 4009 Blaquè -Av. Scalabrini Ortiz 87 Barocco - Av. Córdoba 4820. baroccovicunol.com.ar Boating - Córdoba 4501, http://www.boating.com.ar Brera - Av. Córdoba 4918 Cacharel -Honduras 4755, Centro. Caro Cuore - Av. Córdoba 4716. carocuore.com.ar Cardon- Honduras 4755. Palermo. Carteras italianas - Maipú, 900.Centro Cheeky (crianças) - Av. Córdoba 4801 Chocolate - Dorrego 864 e Córdoba 4856. Clara Ibarguren - Av. Córdoba 4463. Av. Santa Fe 1336. Class Life - Av. Córdoba 4724 Crazy Puppet - Córdoba 4806. Christian Lacroix Outlet - Seguí 4662 Christian Dior Outlet - Lafinur 3057, Daniel Cassin - Av. Córdoba 4538 12 Onzas - Av. Córdoba 4770 . E-Mail - Córdoba 4511. Equilibrium - Córdoba 4766 Etiqueta Negra - Gurruchaga 770 /4772-7146 Extra Large - Av. Córdoba 4815 Fem Fem - Córdoba 4300 Ferraro (shoes) - Scalabrini Ortiz 128.www.ferraro.com.ar John L. Cook -Córdoba 4430. Julien - Av. Córdoba 4777. Kala - Crámer 1028. Kosiuko - Av. Córdoba 4378. Giesso - México 735. Gimos -Av. Córdoba 4930. Grimoldi -Av Cordoba 4718. http://www.grimoldi.com.ar Lacoste Outlet - Aguirre 875 / 5776-5776 Lady Stork - Córdoba 4650. http://www.ladystork.com Legacy - Córdoba 4671.www.legacy.com.ar Leñador - Mexico 1944, San Telmo.www.lenador.com.ar Levis outlet-Córdoba 4630. http://www.levis.com.ar Lonté - Camarones 2059. Mab - Córdoba 4571.www.modamab.com.ar Maqui - Córdoba 4206 María Vázquez - Av. Córdoba 4924 Mc Body (CRIANÇAS) - Córdoba 4880 Micadel. Colectora Pte. Perón 7480/46617752 Mimo (Crianças)- Córdoba 4930 Natalia Antolín - Córdoba 4571 Nike - Córdoba 4660 / 4773-1888 Ona Sáez - Córdoba 4372 Osh Kosh - Córdoba 4602.oshkoshargentina.com.ar Ovni - Av. Córdoba 4701 Pepe Cantero - Córdoba 4456 Perugia - Ayacucho 1975 Pigalle - Las Heras 680, Ramos Mejía, Portsaid - Córdoba 4724 / 4511-4343 Pronto - Córdoba 4914 Prune - Gurruchaga 861 Puma- Gurruchaga,806 /4776-4362 Ricky Sarkany - Av. Crámer 3664. Romanza - Córdoba 4714. Sólido Inc.- Av. Córdoba 4755 Sathya - Av. Córdoba 4784. Sol Porteño - Córdoba 4454. Stone Jeans-Córdoba 4755, stone-jeans.com System Basic - Av. Córdoba 4772 e Crámer 3280 Taos - Córdoba 4723. Tascani - Av. Córdoba 5060. This week - Av. Córdoba 5031 Toqe - Córdoba 4754. Townsend - Córdoba 4378 Tucci - Av. Córdoba 4280. Zhoué - Av. Córdoba 4754. Outlets em outros bairros: Ted Bodin (H) -Santa Fe 4611, Plmo.tedbodin.com Rever Pass- Cabildo 4041, Belgrano.reverpass.com Yagmour - Cabildo 2253 Yves Saint Laurent - Alsina 1479, Centro Paula Cahen D’Anvers -moda jovem e infantil Libertador 2312, Olivos. Pigalle - Las Heras 680, Ramos Mejía, Vitamina - Conesa 1073, Capital Brooksfield - Calle Aguirre,966 / 4776 6246 (Villa Crespo) La Martina - Aguirre 957 (Villa Crespo) Timberland - Calle Aguirre 761, 5197-5283 (Villa Crespo) The North Face - Calle Aguirre, 759 5197-5547 (Villa Crespo) Sofí Martiré (sapatos) abre inclusive aos domingos (Aguirre 714) outlets de eletrônicos & informática Dell -Paso 768, outletinformatico.com HP -Panamerican y Villate, Olivos - http://www.outlethp.com.ar Sony -Cabildo 4224, Belgrano - sonyoutletshop.com.ar Sanyo -Cabildo 4225, Belgrano - sanyooutlet.com.ar Palmstore -Florida 878, Retiro - palmstore.com.ar COMA Puchero - Cozido típico. Parrillada - Churrasco numa chapa bem próxima à brasa. (Buenos Aires sem carne, não é Buenos Aires), diferente do churrasco brasileiro a preferência aos miúdos suínos e bovinos se faz presente na parrillada(Chouriços de sangue de porco, Linguiças e Chinchulines) -- Também assam na parrilla o peito de frango e o famoso Bife de Chorizo conforme é descrito abaixo. Bife de Chorizo - Bife bem grosso e suculento, feito de uma parte do boi entre o contra-filé e a picanha. Bife de Lomo - Bife também suculento, de Filé Mignon. Empanadas - Os salgadinhos preferidos da Argentina, sendo uma espécie de pastel de forno. Alfajor - Uma excelente pedida são os alfajores Havanna. Considere experimentar os deliciosos alfajores Abuela Goye, vendidos na Galeria Pacífico e os Cachafaz, vendidos em qualquer kiosko e em supermercados. Facturas - Pães doces consumidos principalmente no café da manhã. Medialunas - Pequenos croissants, doces ou salgados. Ótima opção para o café da manhã. Sorvetes - Helados em espanhol. Em estilo italiano, um dos melhores do mundo (experimente o de doce de leite ("dulce de leche"). Panqueque de dulce de leche - Sobremesa tradicional, panqueca recheada com o delicioso doce de leite argentino. Os restaurantes encerram os serviço após as 16h e reabrem somente para o jantar. Os portenhos jantam tarde, normalmente depois das 21 ou 22h. O pagamento de serviço (gorjetas) não é obrigatório e não se inclui na conta. Dá-se, costumeiramente, cerca de 10% do valor total, quando o serviço é satisfatório. Econômico Existem vários locais nas ruas para se fazer lanches, incluindo os cachorros-quentes (panchos), salsichas (chorizos ou a versão com pão chamada choripán) e pizzas (vendidas em pedaços individuais). La Estancia, - Calle Lavalle. Uma parrillada completa para 4 pessoas custa em torno de US$ 10 (menos de R$ 25), sem contar a bebida. El Desnivel - Defensa 855, San Telmo. Tel: 4300-9081 - Restaurante tradicional, sem maiores pretensões. Ambiente rústico e atendimento simples, no entanto a comida é barata e deliciosa. Recomenda-se o Vacio (Fraldinha) com Papas Fritas. Uma tradição é pedir uma Gazeosa (água com gás) e misturar um o vinho da casa. El Sanjuanino[19] Posadas 1515, Recoleta. Tel: 4804-2909 - Restaurante simples que serve comídas típicas argentinas. Famoso pelas empanadas que podem ser comidas no lugar ou levadas para viagem. Salgado Alimentos, Ramirez de Velasco 401 (esq. Aráoz) – Villa Crespo, tel 4854-1336 [20]. Restaurante e rotisseria. Médio Chiquilín - r. Sarmiento 1599 (esq. Montevideo) Tel: 4373-5163/3020. Um clássico portenho. Bife de chorizo, assado e massas caseiras. Siga la Vaca - avenida Alicia Moreau de Justo, 1.714 - Puerto Madero. Tel: 4315-6801; http://www.sigalavaca.com. Churrascaria estilo rodízio, no entanto o cliente é quem vai à parrilla (churrasqueira) para pegar a carne e às vezes há fila. Possui buffet de saladas não tão farto como as churrascarias brasileiras e vários cortes de carne. O preço gira de AR$ 38 a 80 por pessoa, com direito a uma bebida por cliente: uma garrafa de vinho ou jarra de cerveja. A água é livre. Ideal para quem quer comer e beber muito sem se preocupar com conforto ou qualidade. Pierino, Lavalle 3499 esquina com Billinghurst, tel. 5411 4864-5715, cel. 15-5062-1527. Comida italiana de primeira. O lugar (não o prédio, mas o próprio restaurante) é tombado patrimônio da cidade de Buenos Aires. O Sr. Pierino em pessoa gosta de conversar com os clientes e explicar os pratos, num clima muito receptivo e descontraído. Vale a pena! La Cabrera, Dois endereços em Palermo Viejo: Cabrera 5127, tel.: 4832-5754; Cabrera 5099 (esq. Thames), tel.: 4831-7002. Comida argentina (carnes, massas, tortillas etc) farta e deliciosa. As carnes são excelentes e incluem acompanhamento de uma pequena salada e de potinhos com petiscos. Ideal fazer reserva ou chegar às 20:00 para entrar na fila de espera. Sorrento, em Puerto Madero - http://www.sorrentorestaurant.com.ar/. Há outros dois endereços. Ambiente chique e comida de ótima qualidade (pelo menos as massas, foi o que eu comi) por um bom preço. Recomendo o segundo andar, a vista de Puerto Madero à noite é espetacular. BEBA E SAIA Médio Cafe Tortoni - Av. de Mayo, 825. Tel: 4342-4328 ([email protected]) [21]. Popular entre os turistas, este café é uma instituição portenha, um belo e charmoso café do século 19. Serviço competente a um médio preço. O chocolate com churros é uma das combinações clássicas da casa. Informe-se sobre os shows de tango que acontecem no lugar - em geral estão sempre lotados e é necessário reservar ingressos para assistí-los. Acontecem aos sábados a partir das 21:30. Conversar com o gerente sobre uma mesa de última hora é uma opção. O show é de grande qualidade e retrata fielmente o espírito do tango portenho sem as produções hollywoodianas de outras casas muito mais caras. Costuma se formar uma grande aglomeração na porta, com filas de turistas, mesmo que ainda haja muitas meses vazias dentro, o que de certa forma contribui para valorizar todo o espaço. Vale muito a pena, mais pelo passeio que pela comida. Seg-sab de 8h a 3h30; domingos, de 8 a 1h. Os ingressos para os shows começam a ser vendidos às 11 horas da manhã. Vale a pena comprar os ingressos antes e retornar à noite para assistir ao espetáculo. Krakow Café Bar (Krakow Bar), Buenos Aires, Venezuela 474, San Telmo/Monserrat (entre Defensa & Bolivar), ☎ +54 11 4342 3916‎, [22]. 6pm-3am, F,Sat to 5am. Este pub ofrece a melhor selecao de choppe em San Telmo, um variedade enorme de cocktails e uma variedade enorme de bebidas numa localizacao esplendida. Menu europeu comprecos acessiveis onde incui tapas, picadas, pizzas, hamburgers e pratos principais. Uma multidao de pessoas de varias nacionalidades desfrutam enventos esportivos numa tela grande, jogos de Nintendo Wii, jogos de tabuleiro, WiFi gratuito e sofas confortaveis na sala de estar do espaco Club do Pub. O pessoal da casa sao poliglotas e musica moderna e tocada num volume agradavel a todos. Happy Hour e todo dia ate 10PM. editar Bar 6, Armenia 1680, tel. 4833-6807. Moderno e descolado. MANTENHA CONTATO Por telefone O código de área de Buenos Aires é 11. Para chamadas de longa distância (interurbanos), disca-se o 0. O prefixo para ligações internacionais é 00. Nas bancas de jornal são vendidos cartões para ligações internacionais (peça por tarjeta de llamada internacional) a partir de AR$10 em que se pode falar por até 1h para o Brasil. Pela web Os chamados locutorios, lojas onde é possível conectar-se à Internet e também realizar chamadas telefônicas mais baratas, estão espalhados por toda a cidade. O preço do acesso é em torno de AR$ 1,50 por hora de Internet. SEGURANÇA Polícia turística - Av. Corrientes, 436. 0800 999 5000 (toll free)/4346 5748 ([email protected]). Tem atendimento em português. Golpe comum - Se na rua um pombo lhe sujar (ou sua roupa aparecer suja de repente), logo deverá aparecer alguém pronto para lhe ajutar a se limpar: é a pessoa que jogou a sujeira em você. Duarante a "ajuda", ela tentará bater sua carteira ou roubar sua bolsa. Recuse veementemente a ajuda, segure bem sua bolsa ou sua carteira e grite POLÍCIA, POLÍCIA. O ladrão desistirá e irá embora. Golpe comum - Se uma mulher (e até mesmo homens) de aparência normal te chamar na rua para ver uma "apresentación" e ganhar massagens de meninas de graça, sem compromisso, na primeira vez, não dê atenção e saia! Na verdade elas são agentes de prostíbulos. Uma vez levados para "dentro" não te deixam sair, impedindo fisicamente até que se desembolse uma boa quantia em dinheiro. Esser tipo de golpe é bastante comum no centro, principalmente na Av. Corrientes, Calle Florida e Av. Lavalle. Evite andar por ruas desertas ou semi-desertas, mesmo no centro, nos horários e dias de menos movimento. Sobre as questões de segurança envolvendo táxis, ver seção circule acima. SAÚDE A água de Buenos Aires é potável. Tem um gosto horrível. Compre a "Eco de los Andes". E cuidado: vendem água potável engarrafada como se fosse mineral. Ambulância - ligue 107, grátis
  4. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    COLONIA SACRAMENTO Colônia é uma cidade histórica, de colonização portuguesa, e muito singela. É pacata e tem todo perfil de cidade do interior, mas não se engane: possui restaurantes maravilhosos e a cidade tem um charme especial. Colônia fica ao lado de Buenos Aires, separada apenas pelo Rio da Prata. A viagem de uma cidade a outra é de apenas 1 hora de catamarãs grandes, climatizados e confortáveis. É preciso disposição para andar a cidade toda, que tem calçamento de paralelepípedo. Mas há estabelecimentos que alugam carrinhos de golfe e triciclos motorizados para os turistas poderem rodar sem se cansar. Há restaurantes aconchegantes, lindos e para todos os gostos e bolsos. A cidade é o refúgio de argentinos e uruguaios em temporadas frias, assim como Punta é o point na época do verão. A cidade é considerada patrimônio histórico cultural da humanidade pela UNESCO. Veja Gaste a totalidade de seu tempo visitando a Cidade Histórica. Há aluguel de carrinhos de golf, mas para se conhecer, há que se ir a pé, pois cada casa tem alguma peculiaridade. Aproveite e vá para as pedras e admire o Rio da Prata. A noite, as luzes dão um clima a mais. Assim, visite durante o dia e também durante a noite. Faça Suba ao topo do antigo farol. Caminhe pelo centro e tome um sorvete de massa. Veja os suvenires e coma um churrasco DIVERSOS • O Complexo Catalinas, com suas torres envidraçadas de multinacionais, é a parte moderna da cidade. • Puerto Madero – Antigo porto de Buenos Aires, onde as docas foram recicladas em 1989 e viraram modernos escritórios, e sofisticados restaurantes, é um lugar bonito para se almoçar ou jantar com bela vista do Rio da Prata. • Porto de Vicente Lopez – O Museu do Transporte, que conserva o avião espanhol “Plus Ultra”, primeiro em cobrir a travessia da Atlântico. (Creio que fica na parte oeste da cidade, Olivos?) • Mississipi River – É um barco que propõe um atraente passeio com intenção de mostrar os contrastes da grande cidade. As saídas são de Dársena Norte, todos os domingos e feriados às 16hs. e 18hs. As sextas e sábados à noite oferece-se um jantar show com baile. • Bonde – Parte da rua Bonifácio esquina com Mitre, próximo ao Parque Chacabuco, aos sábados das 16 horas às 19:30 e aos domingos das 10 horas às 13 horas e das 15 horas às 20 horas. • Carlos Gardel está enterrado no cemitério da Chacarita. • Shopping Maall – Alta Avellaneda. • Banco do Brasil – Calle Sarmiento, 487. Dica do autor: Na avenida Santa Fé ficam as vitrines mais cobiçadas e, no número 883/1059, obtém-se informações turísticas para muito que se tem a fazer em Buenos Aires... Na Casa da Província del Chubut (Sarmiento, 1172), obtém-se informações sobre a Península Valdés. TANGO O tango é muito mais que um ritmo musical em Buenos Aires, é uma verdadeira unanimidade e estilo de vida entre os argentinos, talvez até mais que o samba para os brasileiros. É um crime passível de pena capital visitar Buenos Aires e não assistir um show de tango. Uma das atividades mais interessantes e verdadeiramente nativas um turista estrangeiro pode realizar é assistir a uma milonga, salões de dança onde os moradores dançam o tango. Há um guia de distribuição gratuita onde aparece a lista de todas as milongas dia a dia, com os seus locais e horários, chamada TangoMapGuide (Produzido pelo Hotel Porteño Caserón: http://www.caseronporteno.com). Você pode assistir a shows gratuitos em La Boca e aos domingos na Feira de San Telmo, porém em vários lugares da cidade você poderá ver casais dançando ao som de um CD, sendo de bom tom, mas não obrigatório, dar um trocado para o casal que ganha a vida como artista de rua. Já para quem pode gastar um pouco a mais, há várias casas de tango, muitas com um jantar incluído, com espetáculos extremamente bem produzidos, alguns dignos de Brodway. Señor Tango, Av. Vieytes, 1655, Barracas, tel. 11 4303-0231. Grandioso show de tango hiper-mega-ultra produzido. Você pode optar por só assistir ao show ou assisti-lo acompanhado de um jantar argentino. Altamente recomendado por qualquer um que tenha visto. $125 só o show, $400 show e jantar. La Viruta, calle Armenia 1366, entre Cabrera e Niceto Vega, Palermo, tel. 11 4774-6357, Abre às 20h de 4ª a domingo; milonga a partir da meia-noite de 6ª a domingo. Entrada AR$20. Poucos turistas. O Tango é um dos fenômenos mais conhecidos e amados da Argentina. Este ritmo sensual e único conquista dia após dia mais adeptos, fanáticos e admiradores no mundo todo. Aproveite sua viagem a BAires para ir a uma autentica milonga, assistir a um show ou aprender a dançar tango... Para assistir: SHOWS DE TANGO produções para turistas Tango Porteño num antigo teatro localizado perto do Obelisco na Calle Cerrito 570 você pode assistir a um dos mais espetaculares shows de tango da cidade. O jantar também é especial. Vale a pena! de $390 a $540 Comprar ingresso Café de Los Angelitos - Av. Rivadavia 2100, Balvanera. Reinaugurado em 2007 este café emblemático inaugurado em 1890 com o nome de "Bar Rivadavia" foi totalmente reformado e oferece um show de primeira categoria. nosso blog El Querandi - Perú 302, Monserrat, 5199-1770. Um antigo bar, em uma edificação histórica. Show com orquestra (piano, bandoneón, violino e contrabaixo), três pares de dançarinos e dois cantores. Jantar 20:30 hs: $230. Show às 22:15 $170. Madero Tango - E. Rawson de Dellepiane 150 - Dique 1, Puerto Madero - Tel: 4314-6688. Tangorama é o show de Mora Godoy, com dançarinos de tango. A cozinha fica a cargo do chefe Martiniano Molina. Jantar e show desde $240. Só show : a partir de $160. Michelangelo - Balcarce 433 - San Telmo, Tel: 4342-7007. Um espetáculo com mais de 30 artistas artistas em cena. Um menu que mistura sabores típicos com a cozinha de autor. De segunda a domingos, jantar às 20:30hs e show 22:10. Jantar e show a partir de $300, só show a partir de $200 Piazzolla Tango - Florida 165 - Galeria Güemes, Microcentro, 4344-8200 Jantar e show no Teatro Astor Piazzolla. Só show a partir de $160 , jantar e show 220$ . Toda a semana 20:00 hs às 24:00 hs.Museu, casa de shows e galeria de arte. El Viejo Almacén - Av Balcarce com Av Independencia, San Telmo, 4307-7388. Famosa casa de tango, associada à memória do cantor Edmundo Rivero. Aberto de segunda a domingo. Horário de jantar 20 hs , show: 22 hs. Jantar show $240 ( inclui bebidas), só show $165. Esquina Carlos Gardel - Carlos Gardel 3200, Almagro, 4867-6363. Show com uma orquestra estável com piano, contrabaixo, violino e bandoneón , 3 pares de dançarinos e 2 cantores. Jantar show $250, só show $170. Duração: 90 minutos. Esquina Homero Manzi - Av. San Juan 3601, 4957-8488. Com uma orquestra estável de piano, contrabaixo, violino e bandoneón , 3 pares de dançarinos e 2 cantores. Jantar/ show $250, só show $170. Duração: 90 minutos Todos os dias jantar 21:00 hs. Show 22:00 hs. Show sexta feira e Sábados de 00:30 hs a 01:30 hs. Show aos domingos e almoços "Tangueros" a partir das 14 hs. La Ventana - Balcarce 431, San Telmo, 433-0217 / 8689. Jantar e tango show num antigo convento restaurado com famosa orquestra de Juan Darienzo dirigida por Lazzari, dois cantores e ballet folklórico. De segunda a sábado, dois shows às 20:30 hs e 22:00 horas. Aos domingos um show às 22 horas. Rojo Tango - Martha Salloti 445, Puerto Madero, 4010-9200. No Hotel Faena, um testemunho do tango do começo até Piazzolla. De segunda a domingo, 20:30 hs. Caro, luxuoso e de bom gosto como tudo neste hotel emblemático. Señor Tango - Av. Vieytes 1655, Barracas 4303-0231/4 . Espetáculos diários à la Broadway com temas clássicos. Jantar às 20h e o show às 22h. Para ver, ouvir, dançar e curtir: Club de Tango As quartas feiras, 21:00hs, Armenia 1740 - 4832-2776. MILONGAS e AULAS DE TANGO. Quer ver como os argentinos dançam tango de verdade? Vá a uma milonga(um tango em ritmo mais rápido dançado nos salões). Sem a grandiosidade dos shows de tango, mas com mais cor local as milongas são a forma de conhecer melhor a cultura do tango. Nuevo Salón La Argentina - Bartolomé Mitre 1759, entre Callao e Rodríguez Peña. Para ver ágeis casais de velhinhos dançando ao som de uma orquestra de verdade (só aos sábados!). O ingresso custa 6 pesos e o baile vai até as 3 da manhã. Bar Sur - Estados Unidos 299, San Telmo. Shows intimistas que mostram uma imagem real da cultura portenha. O ambiente é descontraído e o público pode pedir música, dançar e cantar com os artistas. Todos os dias espetáculos das 20 às 4hs. A entrada inclui pizza livre. Café Tortoni - Av. De Mayo 829, Centro. Um dos cafés mais emblemáticos da cidade, o Tortoni oferece muitos espetáculos de tango e jazz nas sextas, sábados e domingos a partir das 21h. Chegue cedo ou reserve.O lugar vale a visita. CONFITERIA IDEAL - Suipacha 384, San Nicolás, 5265-8069. Aulas: Sábado de 2.30 a 18:30 hs. com Emilio Federico. Professor convidado: Cristal. Milongas: Sábado de 2 a 20hs. Primeira Hora : Entrada livre. nosso blog Centro Cultural Torquato Tasso - Defensa 1575, San Telmo. É um dos lugares mais freqüentados por jovens na faixa dos 30 anos e por turistas. Geralmente há shows ao vivo. Milonga e aulas de tango domingo às 22 horas Reservas e informações: 4307-6506. Complejo Tango - Av. Belgrano 2608, Congreso. Shows com jantar todos os dias a partir das 20h30. Uma hora antes do show é possível praticar tango gratuitamente. CACHIRULO -Maipú 444, Milongas: Sábados 18 hs as 3. Preço $6. Praticas Sábados 15 às 16:30hs. Aulas: Gerardo Quiróz e María Eugenia Cueás. CLUB SIN RUMBO -Tamborini 6157 - Villa Urquiza, 4574-0972. Milongas: Terça 22 hs as 3 Hs. Sexta e Sábados das 22 hs as 3 hs $6 Aulas: Terça 20 hs às 21:30 hs com Belén e de 21:30 hs as 22:30 hs com Raúl Da Silva. Aulas $5 Marta de Oliveto. CLUB GRICEL - La Rioja 1180, San Cristobal, 4957-7157. Milongas: Sexta e Sábados a partir da meia noite. Domingos as 20:30hs . Aulas: Segunda a Sábado CIRCULO SOCIAL BAILABLE - Av. José María Moreno 355, Caballito 4901-8575. Milongas: Sexta e Sábados a partir das 22:30 hs Preço: Mulheres grátis, homens $4 (drinks inclusos), casais $8 (2 drinks inclusos). EL ARRANQUE - Bartolomé Mitre 1759, San Nicolás, 4371- 6767 Milongas: Segunda, Terça e Quinta das 15 hs as 22 hs. Sábado das 15 as 21 hs. Aulas: Terça, Quinta e Sábados das 16 às 18 hs todos os níveis. Professores : Mimi Santapá. O Club de Copas Podestá transforma suas noites de rock e disco em uma grande milonga tanguera com orquestra ao vivo, happy hour de vinho e empanadas. Reservas 4832 2776 /Cel. 154 068 2527/+info: http://www.podesta.com.ar Cultura Tango Museo Mundial del Tango- Av. Rivadavia 830, Monserrat (4345 6967). Sede da Academia Nacional do Tango o museu percorre a historia do tango desde 1850 até a atualidade. Museo Casa Carlos Gardel -Jean Jaurés 735, Balvanera (4964 2015 ). Casa onde viveram Carlos Gardel e sua mãe.Seg a sexta das 11 as 18 hs. Sab, dom e fer das 10 as 19 hs. fecha as terças. Quartas feiras grátis. DICA No Bairro de Boedo ao longo da avenida Boedo entre a Av Independencia e San Juan se concentram inúmeros lugares de tango frequentados pelos moradores da cidade. EL PIAL - Ramón L. Falcón 2750, 4612-4257 . Milongas: Quinta 1 as 23 hs e Domingo das 18 às 24 hs. nosso blog EL PARAKULTURAL-Sarmiento 4006, Almagro Cel: 15-53251630, . Milongas: Terça 23hs. Aulas: Segunda a Segunda a partir de 21 hs. LA MARSHALL / GAY MILONGA Yatay 961,Almagro,4774-5470 Cel: 15 5406-9784. Milongas a partir das 22 hs Aulas: Quartas de 20:30 hs as 22 hs. LA VIRUTA TANGO - Armenia 1366, Palermo, 4832-4105. Milongas: Quartas, Domingo 23 hs, Sexta e Sábado a 24 hs. Aulas de tango: Quartas, sextas, sábados e domingos.É um dos lugares da moda entre os jovens. Oferece um cardápio para jantar nos dias de baile. As aulas de dança ocorrem de quarta a domingo à noite e não é preciso se inscrever antes. nosso blog NIÑO BIEN - Humberto Primo 1461, Constitución, 4147-8687.Milongas: Quinta a partir de 22:30 hs. Aulas: Quinta das 21;30 hs às 22:30 hs. ROUGE TANGO -Scalabrini Ortiz 1331, Palermo, 4832-6753.Milongas: Quinta a partir das 22:30 hs. Aulas: Quinta das 20:30 hs às 22:30 hs. SALON CANNING - Scalabrini Ortiz 1331, Palermo,4832-6753. Milongas: Tango com orquestra ao vivo. Quartas de 16 hs as 23 hs. Sexta das 23 as 4 hs e Domingos das 20 as 3 hs. Aulas: Sexta e Domingos das 20 hs. SUSHETA - Piedras 936, San Telmo 4361-3537. Milongas: quartas e sextas a partir das 22 hs. Aulas: Segunda, Terça e Sexta das 17 hs as 21 hs com Noelia e Nahuel. Quartas e Quinta 18 hs as 20 hs, Quinta: 20.30hs a 22.30 hs com Ernesto Balmaceda e Stella Báez. La Garufa Milonga Semanalmente, los Miercoles. 20:00hs CC Konex Sarmiento 3131 , 4864-3200. Nas quartas feiras, La Garufa reúne elementos do gênero porteño mais tradicional com um olhar contemporâneo: baile, orquestras, bandas, DJs, indumentária, mostras fotográficas e projeções. Aulas das 20hs as 21.30hs . Shows e milonga as 23hs. Ritual do tango O homem faz um sinal com a cabeça para a mulher que se quiser dançar responde com um sinal da cabeça. Só assim o homem se aproxima da mesa. O par dança uma seqüência de 4 a 5 musicas: tango, milonga (tango em ritmo mais rápido) e valsecito cruzado (tango em tempo de valsa) intercaladas por outro ritmo qualquer que ninguém dança). Ao final da seqüência o homem leva a mulher até a proximidade da mesa para não invadir a privacidade dela... As principais tanguerias de Buenos Aires oferecem aos turistas espetáculos de tango com muita pompa e glamour. São lugares de alto nível e de preços afins. Em muitas casas também é possível jantar antes do show ou desfrutá-lo com alguma bebida. Os espetáculos são uma sucessão de vários números artísticos, incluindo grupos instrumentais, cantores e casais de dançarinos. El Viejo Almacén (Av. Independencia e Balcarce, San Telmo) É a tangueria mais tradicional de Buenos Aires, um reduto com toda a calidez e o saudosismo do tango. Todos os dias se realiza um jantar às 20h, com carnes argentinas e comida internacional a la carte. O espetáculo, definido como "autenticamente portenho", começa às 22h e dura quase duas horas. [$$$] Esquina Carlos Gardel (Carlos Gardel 3200, Abasto) É uma das poucas tanguerias localizadas no tradicional bairro onde Gardel se criou. O espetáculo é de excelente nível e dura 1h20 no total. [$$$] La Ventana Tango (Balcarce 431, San Telmo) Em pleno coração de San Telmo, este histórico convento restaurado é um clássico da cultura portenha. La Ventana recorrido através de outros tempos. Os interiores que preservam o mais puro do edifício, são os âmbitos ideais para uma proposta única: 35 artistas em cena, duas orquestras de tango, um conjunto folclórico, dançarinos e músicos, um menu com pratos típicos e internacionais e uma deliciosa bodega de vinhos argentinos.[$$$] Piazzolla Tango (Florida 165 - San Martín 170, San Telmo) Buenos Aires é a terra que o tango semeou suas raízes por primeira vez e Piazzolla Tango, catedral do porteño, nasceu como resposta para satisfazer os seguidores da musica urbana desde o principio até o renovado estilo de Astor Piazzolla. Aqui o visitante poderá sentir o espírito da cidade, com sua harmonia que reúne não so a musica como também a dança, a plástica, os sabores, documentos, a amizade e os bons momentos. Piazzolla Tango brinca com a magia e os duendes de Buenos Aires: você completará o feitiço. [$$$] Señor Tango (Av. Vieytes 1655, Barracas) Todos os dias há espetáculos de grande categoria. O jantar começa às 20h e o show às 22h. Pode-se optar por assistir o show tomando champagne, jantando ou ainda em sala VIP. Como a casa é muito freqüentada é preciso fazer reserva (tel: 4303-0231/4). [$$$] Michelangelo (Balcarce 433, San Telmo) Localizado num lindo edifício do século XIX está talvez o lugar mais refinado e caro do setor. Oferece jantar e show de tango, com pratos elaborados pelo chef Francis Mallmann. De segunda a quinta, o jantar é às 20h30 e o show às 22h. Nas sextas e sábados o jantar é servido às 21h30 e o show começa às 23h30. [$$$] Sabor a Tango (J. D. Perón 2535, Centro) Um verdadeiro palácio reaberto há poucos anos, que é hoje mais um templo de tango em Buenos Aires. O jantar-show começa às 20h30 e inclui uma aula de tango grátis. [$$$] El Querandí (Perú 302, Congreso) Restaurante tradicional dos anos trinta, declarado monumento histórico. Ótima comida a la carte, que pode ser acompanhada por um impressionante show de tango. O jantar é servido às 20h30 e o show começa às 22h15. [$$$] As milongas são outro tipo de tangueria, com bailes menos luxuosos e mais animados, frequentados pelos típicos portenhos. São lugares seguros e tranquilos, onde é possível fazer uma refeição leve vendo os casais dançar ou inclusive fazer aulas de tango. Café Tortoni (Av. De Mayo 829, Centro) O lugar portenho por excelência. Durante a primeira metade do século XX foi refúgio de toda a intelectualidade e boemia da cidade. Grandes personalidades argentinas e estrangeiras visitaram seu salão. O Tortoni oferece muitos espetáculos de tango e jazz nas sextas, sábados e domingos a partir das 21h. [$] Confitería Ideal (Suipacha 384, Centro) Este café, criado a princípios do século XX, é um clássico da cidade. O público em geral é de pessoas de idade. Em seu salão se realizam shows nas quartas e sextas. As milongas e as aulas de tango são oferecidas praticamente todos os dias. [$] Bar Sur (Estados Unidos 299, San Telmo) Um clássico de todos os tempos em San Telmo. A proposta aqui são shows de tango não "for export", que mostrem uma imagem real da cultura portenha. O ambiente é descontraído e o público pode pedir música, dançar e cantar com os artistas. Todos os dias dão espetáculos sem parar de 20h a 4h. A entrada inclui pizza livre. [$$] La Viruta Tango (Armenia 1366, Palermo) É um dos lugares que estão na moda entre os jovens seguidores do tango. Oferece um cardápio para jantar nos dias de baile e, às vezes, há shows sem custo adicional no preço da entrada. As aulas de dança ocorrem de quarta a domingo à noite e não é preciso se inscrever antes. [$] Loco Berretín (Gurruchaga 1946, Palermo) Um restaurante temático de tango e vinho que oferece serviços gastronômicos de alta culinária argentina, shows e aulas de tango além de degustações e cursos de vinho. [$] Complejo Tango (Av. Belgrano 2608, Congreso) Este complexo oferece shows com jantar todos os dias a partir das 20h30. Além disso, chegando com uma hora de antecedência é possível praticar tango grátis. [$] Parakultural Salón Canning (Scalabrini Ortiz 1331, Palermo) Geralmente há shows, grupos, orquestras e dançarinos. As milongas ocorrem nas segundas, terças e sextas sempre às 23 horas. [$] Centro Cultural Torquato Tasso (Defensa 1575, San Telmo) É um dos lugares mais freqüentados por jovens na faixa dos 30 años e também por turistas. Geralmente há shows ao vivo e também dá para jantar ou tomar um drink. Tem milonga domingo às 22 horas e também aulas de tango. Reservas e informações: 4307-6506. [$]
  5. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    SAN ISIDRO E DELTA DO TIGRE Perto da capital, na beira do Rio da Prata, encontra-se uma das áreas residenciais e turísticas mais exclusivas da Grande Buenos Aires. No extremo norte, está o "Delta do Paraná", "Delta do Tigre" ou simplesmente "Tigre", gigantesco conjunto de ilhas, reserva natural da floresta e da fauna nacional. O cenário é único, cheio de matizes; rios, canais, árvores frondosas, casas coloridas, embarcações e a vida sã como princípio. É um dos poucos arquipélagos turísticos do mundo, destino de milhares de portenhos aos finais de semana. No percurso da Capital Federal até o Tigre, situam-se os principais municípios da Grande Buenos Aires: San Fernando, San Isidro e Vicente Lopez. Pela sua proximidade com a capital, a região transformou-se em um lugar privilegiado de residência e miniturismo. San Fernando é a capital nacional da náutica, (a Argentina tem 44 campeões mundiais de yachting onde está concentrada a atividade de seu esporte. San Isidro é a capital nacional do Rugby, com importantes clubes de transcendência internacional. Tigre, rodeada pelo Rio da Prata e o Paraná, é a via de entrada ao Delta. Sua geografia é única na região: grandes extensões de ilhas, só acessíveis por água, centenários clubes de remo, casas pitorescas e cais com restaurantes, churrascarias e bares. San Isidro é um bairro residencial charmoso. As atrações são a própria estação, que tem restaurantes, sorveterias e a linda Catedral, localizada na praça, logo atrás da estação. Tren de La Costa Passeio de atratividade em um trem elétrico veloz que já passa para estradas legendário, a maioria com visão para o rio da Prata, a floresta beira-rio e o delta bonito. verá mansões velhas e modernas nos desfiladeiros, praias bonitas e você marine e poderá parar para viajar centros históricos importantes. O mais singular neste trem é a possibilidade para descer para visitar - com o mesmo ingresso - todas as estações que foram recicladas em comercial ativo, cultural e centros de gastronomia. O Delta de estação, próximo ao Tigre de rios e Luján, é o último e forma um grupo com o Parque fabuloso da Costa que oferece diversões para grande e os meninos e viagens para o delta em um catamarã exclusivo. Cada estação tem um escritório de informação que dá informação sobre as atividades culturais e desportivas do mês. Há instalações para passageiros em assento de rodas que podem viajar inclusive um companheiro livre. O guarda do trem é, em troca, agente de segurança. O Passeio até o delta, com as detenções básicas, demora 3 h pelo menos. Com o mesmo ingresso você pode deixar as estações e visitar os ambientes. Se opta para levar a cabo uma viagem sem descer isto ele insumirá 25 minutos. Em 1891, a Via férrea de companhia de Buenos Aires e Rosário habilitou o Trem do Primeiro chão, chamou deste modo porque ela área mais importante correu paralelo e mesmo próximo ao rio da Prata. Depois passou às mãos da Via férrea Central argentina e, na década de 1950, para esses da Via férrea Mitre. Um setor do mesmo, Retiro-Mitre, que é hoje Vias férreas Metropolitanas. O Trem do Primeiro chão passou do Retiro Terminal ao Delta de estação, no Tigre. Em 1931, as locomotivas inglesas para vapor aberto o muito depois para a tração elétrica e trinta anos, a área de 15 km que lhe deu nome e fama era inválida para déficit. Várias intenções não reabilitaram isto pelo tempo. Os anos de abandono que eles deterioraram as estações e as propriedades circunvizinhas fortemente, exclua a estação San Isidro que foi consertado, e algumas áreas das estradas que os vizinhos se tornaram jardins, como uma continuação das propriedades. Em 1990, o Estado chamou a oferta de público para o estabelecimento de um serviço de grade de passageiros e o comercial e exploração de bens imóveis de estações e terras. O único oferecedor era a Sociedade Comercial da Prata, um grupo administrativo que constituiu a sociedade Trem anônimo da Costa. O nome da via férrea reflete o fato que corre para a área recuperada de 15 km ao longo da ribeira do rio da Prata. O desígnio do projeto que incluiu a reciclagem de oito estações e a construção de outro três, procurou para ser adaptado às exigências dos usuários, enquanto pondo cuidado especial nos aspectos de transporte, serviços, esparcimiento e suplemento nos meios circunvizinhos. Cruza as municipalidades de Vicente López, San Isidro, San Fernando e Tigre. A companhia adotou um sistema de transporte elétrico claro de ar alimentar, de grande segurança para seu controle e capacidade de ter freado. O time rolante é de origem espanhola, composta por unidades com ar condicionado, articule e com capacidade para 120 pé passageiros e oitenta sentado. A suspensão isola barulhos e vibrações dos carros. Foi inaugurado 20 1995 de abril com a presença do Presidente o Carlos Menem. Como chegar Do microcentro de Buenos Aires, a melhor opção é pegar o trem do desjejum Mitre dentro o este ción Retiro. Em 25 minutos chegará à estação Mitre (só compra passagem de ir até que este ción). Lá, uma ponte colocação de lugar pedestre cruza na avenida Maipú (aos 2300) e conecta com a estação homônima, o primeiro do Trem da Costa. Pode comprar a passagem até o Tigre (Delta de estação) ou estações de intermediário. Nós recomendamos para adquirir só passagem de andamento para partir aberto a opção de voltar diretamente de Tigre para o Buenos Aires em outro trem. Estacione Maipú Seu estilo arquitetônico, de tijoleiro de tipo, procurou reminiscências da construção clássica cerque a inglesa. As paredes de vitrificação da ponte pedestre que conecta com a estação Mitre permitem para uma visão panorâmica da avenida Maipú. Ao mesmo tempo, esta ponte é pátio de comidas, na estação achará comércio guiou cobrir as necessidades diárias, como cópias, isto fotografias, farmácia e artigos desportivos. O trem circula para um viaduto de desígnio claro que não bloqueia o tráfico das ruas do bairro de oliveiras. A primeira detenção está na Estação o Borges. Estacione o Borges Formosamente reciclado, a paisagem está no ambiente mais intimista do itinerário inteiro. O nome lembra ao coronel Francisco Borges, uruguaio que lutou debaixo do controle de Bartolomé Mitre. Arcadas de tijolo cruzando vistas, em um plazoleta para passos da plataforma, verão o cinema anterior quase centenário o York, chamou hoje Juan Carlos Altavista em homenagem para o popularísimo cômico argentino - o criador do caráter Minguito - isso era vizinho de oliveiras. O quadrado tradicional de oliveiras está no outro endereço e, na frente, a igreja paroquial o Jesus no Pomar das oliveiras, embutiu estilo neo-gótico, com torres inconclusas, que roseta e vitraux incolor, e fachada cobriram com escaladores de heras. O bairro residencial tem ruas pavimentadas, arvoredos copados e residências entre esse aquele destaque algum chalé eu sou Tudor usado. Recapture o trem. A próxima parada é o Libertador de Estação. Estacione o Libertador É um das estações novas e foi construído em ambas as calçadas do Av do Libertador., tirando proveito de uma terra baldia e o edifício de uma fábrica anterior. O grupo é de grande vôo e elevações na avenida, o que aquele observa em panorâmica do pátio de comidas. Nesta estação pode ir para o cinema, fazer compras no supermercado e outro comércio e visitar quartos de exibições. Daqui para a estação San Isidro é um caminho aeróbica paralela para as estradas, seguro e iluminado. Daqui e até o fim da viagem o rio da Prata verá do trem, enquanto se aparecendo em espaços abertos ou em resumo asomos entre as densidades do foresta ou o complexo e enredo urbano diverso dos bancos. A próxima detenção é a Estação Anchorena. Estacione Anchorena Leva o João Batista nome Anchorena, proprietário velho destas terras, folhas das quais doou para o plano do Trem do Primeiro chão. Ao lado da estação reciclada velha que é levado fora um projeto de recuperação da costa chamado Passeio da Ribeira, com porto de esporte e uma estação fluvial com visão espetacular para o rio e a cidade de Buenos Aires. Um caminho pedestre leva ao molhe Anchorena. Na estação poderá alugar para bicicletas e para rolos os fins de semana. Continuando a viagem, do trem mansões bonitas avistarão à esquerda com os jardins no desfiladeiro. A parada seguinte é os Desfiladeiros de Estação. Estacione Desfiladeiros Do testamento dela tenha acesso a uma área de chamou pratique windsurfe Praia de Peru, com esporte complexo e vários muito perto de restaurantes para as estradas. Nesta estação uma feira pitoresca de antiquários que consistem trabalha de mais de 70 posições. Ao levantar o trem, para o direito a Reserva verá Ribeira de Norte Ecológica, relicto do mesopotâmica de floresta em galeria. Esta costa inteira estava coberta no passado para sauzales denso, tipas, loureiros e cravos do ar que serviu de hábitat a chajáes, azule, cotovias e tordos. Um pequeno mais tarde chegará à Estação espetacular San Isidro. Estacione San Isidro É um do mais completo do itinerário. San Isidro era conhecido no passado como a Buenos Aires Versalhes, porque a sociedade alta foi. Hoje também é chamado Capital Nacional do Rúgbi. Ao descer do trem, quase na plataforma, dois canteiros mantêm flores multicores qualquer hora dentro do ano. Em o do direito, um distintivo lembra a visita do Rei da Espanha, Juan Carlos eu. A estação velha - reciclou hoje - o que menos sofreu de deterioração era, desde em 1983 consertou isto razoavelmente a ele e se tornou o Teatro da Estação, enquanto mantendo este caráter até 1993. Hoje, aquele reborns de espírito durante os fins de semana, com os espetáculos de palhaços, mimica, ilusionistas, zanquistas e grupos musicais. Caminhe para as galerias abra da baixa planta, calefaccionadas em inverno e ventilou em verão, com comercial local variado de nível bom. achará um supermercado, uma sala de estar audível e um carrossel onde os meninos sentem em instrumentos musicais, uma fonte bonita, escadas mecânicas e um elevador até o primeiro chão. Do terraço terá uma visão bonita do Mitre quadrado abrupto. Também há quatro cinemas e comercial e estabelecimentos de gastronomic, com espaços comer ao ar livre, e uma grande sala de estar de entretenimentos infantis. A licença de rua a estação e cruzando para o Mitre quadrado para visitar o Capacete. Histórico de San Isidro. Da estação, pode cruzar para a ponte pedestre e continuar Tiscornia rua abaixo para apoiar fora para o rio da Prata. O trem continua para a ribeira à Estação reciclada Gorjeta Pequena, seguida pela Estação nova a Marina Nova. Este último fica situado em uma área residencial de casas com transportar, embutido muito baixas terras recuperadas para o rio. Do outro lado da estrada, no desfiladeiro o palácio Sans Souci é perspicaz. A próxima parada é a Estação o San Fernando. Estacione o San Fernando Em tempos da colônia, este era um pagamento famoso como San Fernando da Visão Boa. Hoje, chama isto a ele Nacional Importante do Náutico., no passado era uma área de intervalos para a piquenique de fim de semana e programas com os tangos de orquestras assadas e típicas. Os alojamentos, de madeira e chapeia, eles foram construídos em pilhas devido ao crescente; hoje eles que-dão poucos deles. A próxima parada é o Canal de Estação. Estacione Canal Aqui é a posição central de operações desta via férrea, conectadas por computador com cada unidade rolante. Para o fim da viagem, para a ribeira da cidade de Tigre, verá o Mercado de Frutas à direita. O término possui um local esplêndido no Tigre de rio, lá está Estação Delta Estacione Delta É um grande complexo que contém a estação reciclada velha e um parque enorme de diversões e espetáculos, o Parque da Costa. Da estação você consentimentos para o Porto de Comidas, no setor do Tigre de rio. O porto é a poucos pisa, donde catamarãs que navegam para o delta pesam âncora; um destes; é exclusivo para passageiros que viajam no Trem da Costa. também pode caminhar para Tigre. Onde almoçar em Trem da Costa A oferta está concentrada nas estações Maipú. Borges, Libertador, San Isidro e Delta. Para uma prancha com acesso para escada mecânica, você pode entrar para o Parque da Costa da estação. Parque da Costa É um parque esplêndido de diversões, de 15 há de superfície, adjacente ao Delta de estação e conectado com ela. É um lugar cheio de surpresas, enquanto perturbando em alguns setores e você acalma dentro outro, tudo na marca da paisagem insular marginada pelos rios Luján e Tigre, e o canal Patiño. Os espaços são enfeitados fora com torres, terraços, molhe, pérgulas, pranchas, toldos e marquises, tudo projetaram no estilo vitória-nenhum que caracterizou ao Delta no começo de século. Para espetáculos ao vivo, tem 11.000 cidades distribuíram em dois anfiteatros, um circo sem animais e três teatros. A Fonte de Dançarinos de Águas e a Tela de Água, uma combinação de música bonita e luz estão no centro do parque, com grande movimento e volume. O carrossel, dança das xícaras, montanha russa e um sinnúmero de outras atrações mecânicas e jogos chama para jovem e meninos. Eles também são levados fora continuamente ao ar livre espetáculos. poderá se ir as vezes que querem isto no mesmo dia pelo parque: para a saída eles o marcarão a entrada. Que chegam em automóvel eles têm uma praia de estacionamento com 5.000 quadrados (você acesso de custos). UM ônibus de dois chãos, Leylanc inglês original, transportes de lá até a entrada de parque e disto para o estacionamento. Onde comer No Delta de estação este o Porto de Comidas, em terraços no rio, com habitante de auto-serviço. No setor do rio Luján, para o interior do parque, é as áreas dedicadas para restaurantes de especialidades.
  6. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    OLIVOS Vá até o bairro de Olivos, cerca de trinta minutos do Centro. Veja a residência Oficial Olivos, a casa do presidente, que fica a uma quadra da estação Maipú, e na Avenida Maipú, embarque no Trem de La Costa, que tem como ponto inicial a estação Maipú e o ponto final é no Delta do Rio Tigre (aproximadamente 15 km). Tren de La Costa (Maipú – Delta) – Estação final da linha Mitre. Ingresso: segunda a sexta, com direito a parar em qualquer estação o tempo que quiser e depois prosseguir viagem. Durante a viagem, pare na estação de San Isidro, e conheça a Catedral de San Isidro. Chegando na estação final, existe um parque de diversões “Parque de La Costa”, uma feira de artesanatos e outra de frutas. Embarque em uma das catamarãs, embarcações que percorrem vários canais e passa por diversas ilhotas onde se vê bonitas casas em estilo palafita. A cidade de Tigre é o ponto de partida para visitar as ilhas que compõem o Delta do Paraná, na sua desembocadura noi Rio de la Plata. Existe a possibilidade de navegar até uma delas e, especialmente, à de Martín García, reserva natural e histórica. OLIVOS Vá até o bairro de Olivos, cerca de trinta minutos do Centro. Veja a residência Oficial Olivos, a casa do presidente, que fica a uma quadra da estação Maipú, e na Avenida Maipú, embarque no Trem de La Costa, que tem como ponto inicial a estação Maipú e o ponto final é no Delta do Rio Tigre (aproximadamente 15 km). Tren de La Costa (Maipú – Delta) – Estação final da linha Mitre. Ingresso: segunda a sexta, com direito a parar em qualquer estação o tempo que quiser e depois prosseguir viagem. Durante a viagem, pare na estação de San Isidro, e conheça a Catedral de San Isidro. Chegando na estação final, existe um parque de diversões “Parque de La Costa”, uma feira de artesanatos e outra de frutas. Embarque em uma das catamarãs, embarcações que percorrem vários canais e passa por diversas ilhotas onde se vê bonitas casas em estilo palafita. A cidade de Tigre é o ponto de partida para visitar as ilhas que compõem o Delta do Paraná, na sua desembocadura noi Rio de la Plata. Existe a possibilidade de navegar até uma delas e, especialmente, à de Martín García, reserva natural e histórica. Subte até a Estação Congreso de Tucuman  o ônibus 152, sentido Olivos, até o portal do Trem de La Costa – Estação Maipú.
  7. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    SAN TELMO Um dos bairros mais antigos, com casas coloniais restauradas chamadas de “conventillos”, é lugar residencial preferido por artistas e artesãos. É um bairro de antiquário e objetos velhos. Suas construções refletem a arquitetura dos séculos XIX e XX. A Praça Coronel Manuel Dorrego ou Plaza Dorrego é o centro do bairro, onde todos os domingos são montadas barracas para celebrar a famosa e pitoresca Feira de Antiguidades de San Pedro Telmo que funciona, geralmente, das 10 às 18hs30. Neste local existem vários artistas de rua, a Igreja de San Telmo, a Rua Defensa, a Pasaje San Lorenzo que é uma interessante ruela com arquitetura colonial que acaba na Faculdade de Engenharia. Aqui também se encontram o Museu da Cidade e o Museu Farmacológico. Não deixe de ir à feira na Plaza Dorrego que funciona apenas nos domingos, é muito bacana e cheia de objetos antigos. Aproveite para assistir a um show de tango que acontece na praça mesmo. Chegue cedo para aproveitar o espaço que vai diminuindo à medida que as pessoas vão chegando. Nas ruas em torno ficam espalhados shows com orquestras da cidade, um momento super gostoso prá relaxar, artistas de rua ficam pela redondeza e a mais bacana é uma velhinha que parece ter saído do filme “Bicicletas de Belleville” ela faz som com objetos do cotidiano! Visite também a Passaje de La Defensa que é uma galeria de antiguidades. O monumento da Mafalda é recente. Ela na esquina da Calle Chile com Defensa! E lá a boneca feita de pano é bem mais barata que em Caminito. Para comer uma picada, indico o bar/restaurante El Federal que fica na rua Perú esquina com Carlos Calvo. Não deixe de visitar o Mercado de San Telmo. Não se preocupe porque você irá passar por ele com certeza; aí é só entrar e curtir o lugar. San Telmo fica próximo do bairro La Boca onde tem o estádio Boca Junior e o museu a céu aberto El Caminito com aquelas casinhas todas coloridas. Colecionadores e amantes de quinquilharias vão amar a feira de antiguidades de San Telmo na Plaza Dorrego que se encontra rodeada por belos edifícios de fins do século XIX e XX. Mesmo quem não gosta de feiras, badulaques e afins tem bons motivos para visitar este bairro pleno de diversão, arte e dezenas de bares e restaurantes onde se pode saborear ao mesmo tempo dois ícones da cultura nacional: o bife de chorizo e o tango. Dirigindo-se a San Telmo a partir da Plaza de Mayo, as ruas mais aprazíveis para caminhar Defensa e Balcarce são. A primeira é cheia de lojas de antigüidades e é considerada a principal artéria do bairro, enquanto a segunda é mais tranqüila, uma rua de paralelepípedos cheia de casas de tango e pequenos cafés. As ruas adjacentes também são interessantes, com uma infinidade de bares e restaurantes alternados com as casas. As simpáticas Pasaje San Lorenzo e Pasaje Giuffra eram antigamente riachos que davam no rio onde agora fica a movimentada Avenida Paseo Colón. San Lorenzo 380 é o local da impressionante e finíssima casa colonial Casa Mínima, a casa mais estreita da cidade, com apenas dois metros de largura – e 50 metros de comprimento. Um desses estabelecimentos é o restaurante Mitos Argentinos onde uma refeição completa sai por 17 pesos. O prédio em que o restaurante está instalado já completou um século. Para quem gosta de tango, San Telmo possui alguns endereços preciosos, como o Almacén de Tangos Generales, em uma das esquinas da praça Dorrego. Ali, é possível encontrar desde blusas até baralhos temáticos, além dos livros.Os jantares com show de tango nas casas da Balcarce são outra opção. Novos cafés e restaurantes estão surgindo nas ruas Bolívar e Defensa, com uma impressionante concentração na Chile, entre a Bolívar e a Balcarce. A maior parte da atividade noturna concentra-se em algumas casas noturnas underground e no justificadamente famoso pub Gibraltar. A paróquia de San Pedro González Telmo se localiza na calle Humberto 1º 340, entre as calles Defensa e Balcarce, e deu origen ao nome do barrio. Em seu interior se encontram valiosas relíquias. San Telmo está mudando, tornando-se mais glamuroso e menos desbotado. A revitalização mais recentemente deve-se aos albergues e uma florescente cena gay . Bares e restaurantes Pride Café - Balcarce 869 (4300 6435). Ônibus 22, 24, 29, 74. Aberto diariamente, 10h/23h. Não aceita cartão. À noite e nas tardes de domingo, a casa fica mais cheia, por conta da mistura de gays e héteros. Bar Plaza Dorrego - Defensa 1098 (4361 0141). Ônibus 9, 10, 20, 126, 195. Aberto diariamente, 8h/3h. Não aceita cartão. Com mesas na calçada, este bar centenário incorpora o espírito tanguero de San Telmo. Bar Seddón - Defensa 695 (4342 3700) Ônibus 24, 29, 126, 130, 152. Aberto 3ª a dom., 17h. Não aceita cartão. Durante a semana é tranquilo, mas nos finais de semana, com bandas ao vivo, o espaço bomba. El Británico - Avenida Brasil 399 (4300 6894). Ônibus 10, 29, 39, 93, 152. Aberto 24h. Não aceita cartão. La Farmacia - Bolívar 898 (4300 6151). Ônibus 10, 24, 29. Aberto 3ª, 5ª e dom., 9h/1h30; sáb., 9h/2h30. Cc AmEx, MC, V.Nos três andares deste prédio o público GLS é bem-vindo. Seu cardápio longo e criativo oferece refeições a preços razoáveis. Terraço na cobertura. El Federal - Carlos Calvo 599 (4300 4313). Ônibus 10, 22, 24, 29, 86. Aberto 2ª, 5ª e dom., 7h30/2h; 6ª e sáb., 7h30/4h. Cc MC, V. Construído em 1864, faz parte da lista oficial dos bares históricos de Buenos Aires 647 Club - Tacuari 647, entre México e Chile (43312950) ônibus 59, 60, 168 Aberto diariamente, a partir das 20h. Cc AmEx, DC, MC, V. Elegante casa noturna com impressionante design interior e coquetéis fabulosos. O restaurante oferece uma fusão de comida ocidental e oriental. Gibraltar - Perú 895 (4362 5310). Ônibus 24, 29, 86. Aberto diariamente, 18h/4h. Não aceita cartão. Um pub com uma combinação de cerveja barata curries bem condimentados e uma coleção sem fim de uísque. Nos fundos, uma mesa de snooker. Museo de Arte Moderno - Av. San Juan 350, entre Defensa y Balcarce (4361 1121). Ônibus 29, 64, 86, 130, 152. Aberto Mar/jan 3ª a 6ª, 10h/20h; sáb. dom.,11h/20h. Fechado fev. Visitas Guiadas (espanhol) 3ª, 4ª, 6ª, dom., 17h. Entrada AR$3. Não aceita cartão. Museo del Cine - Defensa 1220, entre San Juan y Cochabamba (4361 2462). Ônibus 29, 64, 86, 130, 152. Aberto 3ª a 6ª, 10h/19h; sáb., dom., 11h30/18h30 Entrada grátis Museo Histórico Nacional - Defensa 1600, y Caseros (4307 1182/4457). Ônibus 10, 24, 29, 39, 64, 130, 152. Aberto Fev/dez 3ª a 6ª, 11h/17h; sáb., 15h/18h; dom., 14h/18h Fechado jan. Visitas Guiadas (espanhol) sáb., dom. 15h Entrada AR$2. Não aceita cartão. Dica da cartunista Maitena"...para um almoço de domingo, depois da Feira de San Telmo: Telmo Bar (Carlos Calvo com Bolivar)” ...uma pequena pensão, baratíssima, onde são feitos uns malfatti de espinafre gloriosos”.. Para comprar ou apenas apreciar: Na rua Defensa 919 uma loja com coisas pra casa; é a L’ago. Sima, loja de acessórios onde comprei um cachecol diferente e uma golinha xadrez pro inverno. fica na rua Estados Unidos 408. Também na rua estados unidos 382 fica a loja Puma (existem váaaaarias pela cidade, mas cada uma diferente da outra). Loja bacana que é obrigação visitar é a Cualquier Verdura. Fica na Humberto 1º 517. Tel 4300-2474. Ainda na Defensa 702, uma casa de esquina chama a atenção; é a Matéria Urbana. Puntos En El Espacio, Rua Perú 979. É uma loja que trabalha com novos estilistas. Mas nem sempre o preço é bom… A gente pode encontrar lá em Palermo, onde os próprios artistas juntam forças para concentrar tudo num mesmo espaço como se fossem garagens ou galpões, os mesmos artigos! Elastica, tudo muita bacana e fica na rua Perú 1112; atualizando aqui vi que o site não está mais no ar… então não sei se ainda existe. Por fim a Tienda Porteña que fica na rua Carlos Calvo 618. Fone: 4362 3340 Para comer: La Rosália fica na Rua Estados Unidos 482. Prefiram mesas do lado de fora que é mais gostoso, você encontrará logo na entrada e se já estiverem ocupadas não fique triste, pois no final do grande salão, num jardim de inverno charmoso existem mais delas! Lá o cardápio é de ficar indeciso, e o menu degustação de sobremesas é simplesmente um pecado! Imperdível!! Você poderá almoçar depois de passear pela feira. Mas seria prudente fazer reserva. O legendário El Desnível tem aparência de um açougue, mas veja isso como um charme a parte. A carne é muito saborosa e foi lá o primeiro lugar onde comi. Fica na Rua Defensa 855. O único inconveniente é que lá eles não aceitam cartão de crédito… Procure por mesas no salão do fundo, logo depois dos banheiros; onde é bem mais agradável! E o mais tradicional do bairro o 1880 que também fica na Defensa 1665 (não abre nas segundas e à noite é preciso fazer reserva pelo telefone 4307 2746) lá tem várias placas de propaganda e também o famoso boneco Geniol “remédio pra dor de cabeça”. Jeff trouxe um pra presentear o “La Tosqueria” (boteco do Gus e Robinho!)   LA BOCA Bairro portuário que lembra a Itália, lugar dos primeiros habitantes genoveses (de 1880 até 1930) e do primeiro porto da cidade. Aqui está a tradicional ruela de La Boca – “O Caminito” (1959) – lugar que inspirou o tango homônimo, é uma passagem cheia de nostalgia do tango. Tendo sido lugar de uma velha linha de trem, hoje este caminho em curva converte-se durante os fins de semana numa verdadeira festa ao ar livre. O bairro conserva até hoje, suas genuínas construções ou casinhas, de chapas ou madeiras pintadas com tonalidades vivas, dando um colorido todo especial para o bairro e tornando-se um museu ao ar livre. São a herança de uma época que a necessidade transformou a sucata portuária em estilo. Aqui também é o endereço do Estádio de La Bambonera, sede do clube de futebol Boca Juniors, o mais popular time da Argentina (1940). Do lado do estádio existe uma tradicional cantina chamada: La Cancha, que serve um maravilhoso marisco. O Parque Lezama marca a fronteira entre o Bairro San Telmo, La Boca e Barracas. É um dos espaços verdes mais belos da cidade e alberga o Museu Histórico Nacional, também oferece, aos finais de semana, uma feira de artesanatos. Daqui se tem uma vista do Rio Riachuelo, rio que desemboca no Rio da Prata. A região costeira de La Boca era, até o final do século 19, a entrada obrigatória da cidade, mas quando o porto foi transferido para Puerto Madero começou a decadência. Atualmente a parte do bairro que dá para o rio está renascendo em parte graças ao crescente movimento turístico, com cada vez mais pessoas percorrendo o longo caminho até o pequeno e multicolorido Caminito. A melhor maneira de começar o passeio pelo bairro é pelo calçadão à beira do rio. O coração da comunidade agora é o Estádio "La Bombonera", sede do time de futebol Club Atlético Boca Juniors há quase um século. Na Del Valle Iberlucea 1261 fica o pequeno Museo Histórico de Cera de La Boca (4301 1497, http://www.museodecera.com.ar), um museu à moda antiga que abriga uma coleção em cera de múmias, figuras nacionais e da fauna nativa. Mas nem tudo é nostalgia em La Boca. A Fundación Proa é um dos principais espaços da cidade em matéria de arte contemporânea e uma ótima razão para visitar o bairro. Av. Pedro de Mendoza 1929 [54-11] 4104 1000 - Arte contemporânea. O local foi ampliado e renovado com projeto do estudio Caruso-Torricella de Milão. Outra destacada galeria da região está localizada nos edifícios doados a La Boca pelo pintor Benito Quinquela Martín (1890- 1977), amigo íntimo do compositor de tango Juan de Dios Filiberto.A coleção do Museo de Bellas Artes de La Boca é composta pelo trabalho de Quinquela Martín e outros artistas argentinos, além de uma grande coleção de figuras de proa, lembrança do passado náutico do bairro. Museo de Bellas Artes de La Boca Benito Quinquela Martín Av. Pedro de Mendoza 1835, entre Palos e Del Valle Iberlucea (4301 1080). Ônibus 29, 53, 64, 130, 152, 159. Aberto fev/dez 3ª a 6ª, 10h/17h ; sáb., dom., 11h/17h30 Fecha jan. Não aceita cartão. Museo de la Pasión Boquense - Brandsen 805 e la Vía (4362-1100 http://www.museoboquense.com). Ônibus 10, 24, 29, 53, 64. Aberto diariamente 10h/19h (fecha em dias de jogo). Visitas guiadas (ao estádio) a cada hora 11h/17h. Cc AmEx, DC, MC, V. Calle Museo Caminito- Na década de 1950, Arturo Cárrega decidiu recuperar o terreno onde havia passado um riacho e mais tarde o trem. Convocou o pintor Quinquela Martín que batizou a rua de 100 metros de “Caminito” em homenagem ao popular tango de Peñalosa e Filiberto. Em 1959, Caminito se converteu em um museu a céu aberto Museo de Cera Del Valle Iberlucea 1261. A casa data de princípios del siglo XX e abriga o único museu de cera da Argentina. Banchero Pizza- Suarez 396 (corner of Av. Almirante Brown), La Boca Bar La Perla - Magallanes e Del Valle Iberlucea. Um dos bares mais tradicionais da zona. Localizado em uma zona de galerias de arte, antiquários e salas de exposição. Dica da cartunista Maitena ..."O restaurante favorito na Boca é o El Obrero (Cafarena, 64), outro boteco, mas esse é grande e lotado, muito lindo, com fotos de futebol antológicas e um ambiente único. Come-se bem sem pagar muito. É freqüentado por senhoras do bairro com bóbi no cabelo, mas você também pode encontrar o Bono (sim, Bono) comendo na mesa ao lado. Não é sempre, claro..."   EL ONCE O Once é o mais movimentado distrito comercial da cidade. La se concentra o comércio atacadista de confecções. Historicamente associado à grande população judaica da cidade, tem agora grandes comunidades coreana e peruana. O bairro deve seu nome estação ferroviária 11 (Once) de Septiembre localizada na Plaza Miserere em geral chamada de Plaza Once. Ver mapa da região. Se você gosta da mesmice e previsibilidade dos shoppings centers, esqueça o Once mas se você adora "descobrir" pechinchas e adora confusão e diversidade uma visita ao Once é obrigatória. O Once é, na verdade, parte de um bairro oficialmente conhecido como Balvanera que tem como limite norte a Avenida Córdoba. Na Córdoba 1950 fica o notável Palácio de Águas Corrientes que ocupa uma quadra inteira. É a sede dos serviços de água da capital, administrado pela empresa privada Aguas Argentinas até que o governo entrou em cena, em 2006. Construído entre 1887 e 1895, este edifício decorado, com cores vivas e mistura de estilos arquitetônicos, é realmente único entre os espigões da cidade. As Avenidas Rivadavia e Pueyrredón são as principais artérias do Once, mas o maior movimento do bairro é nas quadras ao sul e a oeste do cruzamento delas. Aqui, as batidas latinas ecoam de cada loja, o comércio de bugigangas se espalha pelas ruas e a poluição visual é levada a extremos. Para conhecer o Once judaico, a Congregación Sefardi, uma sinagoga em estilo mourisco na Calle Lavalle 2400, merece ser visitada. A duas quadras de distância, na Calle Paso 400, fica o elegante Templo Ashkenazi de Paso. É melhor conhecer as sinagogas fazendo uma visita guiada, uma vez que o acesso foi limitado desde os ataques terroristas. As vítimas do carro bomba de 1994 na AMIA, Associação Mutual Israelita Argentina, no Once, são lembradas pelo comovente Monumento de Homenaje y Recordación a las Víctimas del Atentado a la AMIA, situado no jardim do prédio reconstruído, na Pasteur 633. As agências de viagem precisam de 48 horas para programar visitas. Logo acima do Once, na Avenida Corrientes com a Anchorena, fica Shopping Abasto, construído em um antigo mercado uma obra-prima art decó construída entre 1930 e 1934 que foi o mercado atacadista central da cidade. O prédio foi negligenciado durante décadas e sua poderosa presença se tornou símbolo da decadência do próprio bairro de Abasto rumo a um triste cenário de blues, bebida e cocaína. Com a transformação do antigo mercado Abasto em shopping center o cenário do Bairro começou a se transformar e hoje abriga o Museu Carlos Gardel e um luxuoso hotel temático o Abasto Plaza Hotel Buenos Aires - Av. Corrientes 3190, Balvanera. Dentro do shopping fica o Museo de los Niños Abasto (Museu das Crianças de Abasto), com três andares de exibições educacionais sobre as atividades comerciais e industriais de Buenos Aires. O palco central do plano de revitalização de Abasto é o Ciudad Cultural Konex um , enorme complexo de artes no cruzamento da Sarmiento com a Jean Jaurès, inaugurado em 2005. Por fora, o edifício reflete o desenho geométrico do estilo art déco de Abasto, e dentro há uma sala de ópera e uma série de teatros. Inspirado no Centro Pompidou de Paris, é o centro nervoso da Fundación Konex. Museo Casa Carlos Gardel Jean Jaurès 735, entre Zelaya y Tucumán (4964 2071). Metrô B, Pueyrredón ou Carlos Gardel/ Ônibus 19, 92, 124. Aberto 2ª, 4ª, 6ª, 11h/18h; sáb., dom., 10h/19h. Visitas Guiadas (Espanhol) 2ª, 4ª, 6ª, 15h; sáb., dom., 13h, 15h, 17h. grátis menores de 10 anos. Grátis 4ª. Não aceita cartão.
  8. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    RETIRO Nome dado à área da cidade em volta da estação e do museu Retiro (1915). Endereço também da Torre Monumental ou Torre dos Ingleses e da Plaza San Martín (local de alguns palacetes, edifícios e hotéis mais significativos da cidade). O distrito de Retiro adotou esse nome quando um governador espanhol do final do século 17 construiu ali uma casa de campo para sua aposentadoria e a batizou de El Retiro. Veja mapa. Atualmente, a principal atração são seus grandes espaços abertos – a área cheia de sombra onde fica a agradável Plaza San Martín, a segunda mais importante praça da cidade com um conjunto equestre de mármore e bronze criado em 1862 pelo escultor francês Louis Joseph Daumas. Na praça também está o monumento a San Martín e o Palácio San Martín que é uma mansão em estilo francês que hoje abriga o ministério do exterior (1909). Na rua Florida localiza-se a Galerías Pacífico, um antigo edifício que foi transformado em shopping, com belos afrescos e maravilhosas pinturas no teto. Dentro da Galerías Pacífico tem uma loja chamada Havana, onde vende-se alfajor. No último andar, fica o Centro Cultural Borges - Jorge Luis Borges (1899/1986), autor de “Aleph”, foi um dos maiores renovadores da literatura hispano-americana. Nesta rua, esquina com Paraguay, está o café Florida Garden (experimente a famosa mousse de chocolate) e no número 340 a suntuosa livraria El Ateneo. Em uma das pontas da praça, o Palácio San Martín (Arenales 761, 4819 8092) foi construído entre 1909 e 1912 para a multimilionária família Anchorena. Hoje fica aberta às quintas e sextas feiras para visitas guiadas (uma excelente coleção de arte argentina pré-colombiana). No lado oposto da praça, a Basílica del Santísimo Sacramento, na rua San Martín 1039, é cenário comum de casamentos da alta sociedade. Ao lado o Edificio Kavanagh, o mais alto da América Latina quando foi concluído, em 1935.Suba de elevador para ter uma visão panorâmica da praça e das estações ferroviárias construídas pelos ingleses, você pode pegar um elevador até o sexto andar. Ao lado, o luxuoso Plaza Hotel (da rede Marriott) foi construído em 1908 por Alfred Zucker, arquiteto da catedral de Saint Patrick, de Nova York. Embora todos digam que estão indo “ao Retiro” para tomar um ônibus ou um trem, existem na verdade três terminais de trem e mais uma estação ferroviária na Avenida JM Ramos Mejía. A maior delas, construída pelos ingleses, data de 1915 e se destaca como um dos melhores exemplos de arquitetura inspirada no Palácio de Cristal. Aproveite para conhecer o * Café Retiro na Estação Retiro 1358. Um dos "notáveis da cidade". O café original fazia parte da estação quando de sua construção em 1915. A feira de artesanato Paseo del Retiro, criada para dar um pouco de vida à pouco atraente e deserta área oposta à estação rodoviária, funciona todos os fins-de-semana. Algumas quadras acima, na Av. Libertador, em um velho edifício da ferrovia, fica o Museo Nacional Ferroviario. Os dois andares são uma instigante mostra de uma época que deveria envergonhar os governos recentes, obcecados por automóveis. Ao lado do museu fica o ateliê de Carlos Regazzoni, escultor internacionalmente respeitado cujas peças são feitas de sucata encontrada nos pátios da ferrovia. A um pulo dali, subindo a ladeira, na Suipacha 1422 fica uma das pérolas culturais de Buenos Aires: o ** Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernández Blanco. Os fãs de música clássica e folclórica podem assistir a concertos às sextas, sábados e domingos às 19 horas, muitas vezes com a orquestra de câmara barroca do próprio museu. Se tiver tempo, passeie pelo tranqüilo pátio andaluz da mansão, coberto de hera. A Plaza Embajada de Israel fica na esquina da rua Suipacha com a Arroyo. Em 1992, um atentado destruiu a embaixada israelense, que ficava ali. Cada uma das 29 árvores representa uma vítima da explosão. A área em torno se recuperou do atentado e a isolada calle Arroyo agora é centro de um circuito de galerias de arte. No número 1333 da Suipacha, a principal instituição de ensino de inglês da Argentina tem o British Arts Centre. Ali se realiza uma série de eventos gratuitos, como peças e filmes em inglês, além de concertos de jazz, música celta e clássica, além de exposições e oficinas de arte e fotografia. Bares, cafés e restaurantes Café Retiro na Estação Retiro 1358. Um dos "notáveis da cidade". Entre Palmas (de autor) Arenales 939. Plaza Grill (Marriott) Florida 1005 West Bengal (Indiano) Arenales 837. Irifune (sushi) Paraguay 412 Bar Empire - Três Sargentos 427, A calle Tres Sargentos é uma das mais bonitas do microcentro. Sentar-se neste bar e apreciá-la é um prazer... Filo (pasta) San Martín 975 Dadá * (autor) San Martin 941, entre Marcelo T Alvear e Paraguay Costumbres Criollas (típica) Libertador 308 El Federal (típica) San Martín 1015 British Arts Centre - Suipacha 1333, entre Juncal y Arroyo, Retiro (4393 6941)Ônibus 59, 61, 93, 130, 152. Aberto Fev 2ª a 6ª, 12h30/18h30. Mar/dez 2ª a 6ª,15h/21h. Fecha em jan. Entrada grátis. Museo Nacional Ferroviario - Avenida del Libertador 405 com Suipacha (4318 3343/3538). Metrô C, Retiro/Ônibus 59, 61, 93, 130, 152. Aberto fev/dez 2ª a 6ª, 10h/16h. Fecha em jan. Circulo Militar. Ver pág. 73. Entrada grátis Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernández Blanco - Suipacha 1422, entre Arroyo e Libertador (4327 0272). Ônibus 93, 130, 152. Aberto 3ª a dom., 14h/19h Visitas guiadas (espanhol) sáb.,16h; dom. 15h. Grátis quintas. Não aceita cartão. Museo de Armas de la Nación Avenida Santa Fe 702 com Maipú (4311 1071). Metrô C, San Martín/ Ônibus 10, 17, 70, 152. Aberto Mar/dez 2ª a 6ª, 13h/19h. Fecha em jan/fev; Grátis até 5 anos, meia-entrada. Não aceita cartão.   PUERTO MADERO E COSTANERA SUR Quando um novo porto começou a ser construído ao norte da estação Retiro, Puerto Madero começou a declinar. Após a renovação em 1996 ressurgiu como uma das zonas mais modernas, luxuosas e charmosas da cidade com restaurantes exclusivos, lojas, escritórios e apartamentos caríssimos. Uma bela marina e uma área verde preservada na costanera sur que vale um passeio. O porto de tijolos vermelhos e os armazéns construídos entre 1889 e 1898 eram a primeira visão da cidade. Em 1911, um novo porto começou a ser construído ao norte do Retiro e Puerto Madero começou a declinar. Quando renovado em 1996 reabriu com restaurantes exclusivos, lojas e escritórios caríssimos e condomínios residenciais luxuosos. Na entrada dos cais, a leste do Dique (doca) 4, há um edifício inspirado na Sidney Opera House, sede do Opera Bay, uma brilhante, mas meio brega, casa noturna dedicada exclusivamente ao pessoal que sai dos escritórios. Para conferir a história marítima da região, visite a impecável Corbeta Uruguay, no Dique 4 na Alicia Moreau de Justo com a Corrientes. No Dique 3 fica a ainda mais impressionante Fragata Presidente Sarmiento (Alicia Moreau de Justo com Belgrano). Esta fragata, foi usada como navio-escola de 1899 a 1961 e agora é um museu itinerante cheio de fotos, mapas e objetos domésticos, com as cabines originais de carvalho e teca. Em frente a Sarmiento fica a elegante Puente de la Mujer, passarela projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Aberta em dezembro de 2001, a ponte custou US$6 milhões, bancados por Alberto R. González, falecido proprietário de boa parte de Madero. O Hilton enfrenta agora a concorrência do Faena Hotel + Universe, de Philippe Starck e que abriu as portas em 2005. Mais além de Madero Este fica a outra selva urbana do Río de la Plata: a Reserva Ecológica Costanera Sur , a maior reserva selvagem– grátis – de BsAs. Quatro lagos, gigantescas cortaderas (capim-dos pampas) salgueiros e arbustos oferecem hábitat para mais de 200 espécies de pássaros e 50 variedades de borboletas. Uma vez por mês, na noite mais perto da lua cheia, oferece passeios noturnos; telefone antes para reservar lugar. A grande esplanada que margeia a reserva é um dos locais mais agradáveis para caminhadas, banhos de sol e para respirar algo que não dióxido de enxofre. Lugares de interesse Coleção FORTABAT, Puerto Madero dique 4, na frente da Torre Fortabat. Uma coleção de arte européia sem similar em nenhuma coleção, començando por um óleo sobre madeira de Pieter Brueghel el Viejo, datada de 1564/65. Obras de Sir Lawrence Alma-Tadema, Marc Chagall, Salvador Dalí, Hermenegildo Anglada Camarasa, Gustav Klimt, Auguste Rodin, Demetre Chiparius. Museo de la Inmigración Antigo Hotel de Imigrantes, Avenida Antártida Argentina 1355 com Avenida de los Inmigrantes (4317 0285). Ônibus 6, 20. Aberto 2ª a 6ª, 10h/17:00h; sáb., dom., 11h/18h. Entrada grátis; contribuição sugerida AR$1. Edificio Malecón - Dique 1 Construído em 1999, foi projetado por um dos más importantes estúdios de arquitectura dos Estados Unidos. Se trata de una torre de 12 pisos de escritórios. Molino Porteño - Dique 2. Na margen leste do dique se encontra o Moinho porteño, de 1891. Seu estilo é um expoente da arquitetura funcional portuária e foi declarado patrimônio nacional. Depósito de cerveja de 1927, a Cervecería Munich abriga o Centro de Museos, a partir de onde são administrados todos os museus da cidade. Uma visita guiada ao pitoresco pub dá uma idéia de como era boa a vida dos ricos que vinham nos fins-de-semana. Reserva Ecológica Costanera Sur - Av. Tristán Achaval Rodríguez 1550, entre Brasil e Estados Unidos (4893 1588/ telefone grátis 0800 444 5343). Ônibus 2,4. Aberto Abr/set 3ª a dom., 8h/18h; Out/mar 3ª a dom.,8h/19h. Visitas guiadas (Espanhol) 10h30, 15h30 sáb, dom. Entrada grátis. Um pouco ao sul, no centro de uma rotatória perto da entrada da reserva (Avenida Tristán Achával Rodríguez e Padre ML Migone), há uma fonte construída em 1902 pela artista Lola Mora, de Tucumán.A Fuente de las Nereidas é uma alegoria em mármore sobre uma concha. Uma quadra mais ao sul fica o Museo de Calcos y Escultura Comparada, da principal escola pública de arte da cidade, com uma coleção de réplicas de obras-primas antigas e renascentistas. Em torno do museu, o terreno é ocupado por parrillas baratas, tornando o local popular para os almoços de domingo.
  9. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    REGIÃO CENTRAL A região do Congreso, que abrange a Plaza e a Avenida de Mayo, é a zona cívica da cidade onde ficam a casa Rosada e diversos outros edifícios históricos e institucionais. Saindo da Plaza de Mayo em direção ao sul encontra-se a zona mais antiga da cidade que remonta às suas origens hispânicas. Ali se encontram a Catedral Metropolitana, diversos edifícios históricos e a famosa "manzana de las luces". O bairro chama-se Monserrat. CENTRO, SAN NICOLAS E MONSERRAT A avenida Corrientes, tradicional avenida portenha, é o endereço das livrarias, cinemas, teatros e casas noturnas, também é uma das avenidas que levam diretamente ao Obelisco. El Obelisco (1936), um dos símbolos da cidade, com 68m de altura, foi construído para comemorar os 400 anos da chegada dos espanhóis na área do rio da Prata. Tal obra está localizada no cruzamento da Avenida Corrientes com a avenida mais larga do mundo – a 9 de Julho – com 140 metros de largura e 10 pistas. O Teatro Colón (1908) é um prédio de estilo italiano, reconhecido por sua excelente acústica e considerado o mais importante teatro lírico da América Latina. Foi projetado pelo italiano Carlos Pellegrini, está entre os mais famosos teatros do mundo e tem uma magnífica programação de ópera e dança. No seu cenário tem atuado artistas de prestígio mundial. A temporada acostuma ser de maio a outubro, suas visitas com guias se realizam de segunda a sexta das 9hs. às 16hs. As entradas são vendidas nas bilheterias laterais e no dia anterior ao espetáculo, das 10 às 20hs. A Plaza de Mayo testemunha os fatos mais importantes da história argentina e foi palco da revolução de maio de 1810. No centro da praça vê-se a Pirâmide de Mayo (1811), que foi o primeiro monumento construído na cidade, em comemoração à Independência e o Monumento de General Belgrano. A praça está rodeada de edifícios emblemáticos, tais como o Cabildo (1725) que foi sede do governo municipal durante a época colonial, hoje, é o Museu Histórico da Revolução de Maio; a Catedral Metropolitana, século XVIII, construída em estilo neoclássico, alberga o Mausoléu do General San Martín e a Casa do Governo, mais conhecida como Casa Rosada é a sede de La Presidência da Nação, sede do governo federal e do poder executivo, onde pode-se ver uma cerimônia de troca de guardas a cada duas horas. Entre as Ruas Alsina, Bolívar, Moreno, Peru encontra-se a “Manzana de la Luces” -com a Igreja “San Ignacio” e “Colégio Nacional Buenos Aires ”. La Manzana de Las Luces” ou “O Quarteirão das Luzes”, fica a duas quadras de Cabildo e perto da Plaza de Mayo, reúne elementos históricos como a igreja e o colégio de San Ignacio, a mais antiga da cidade, construções de alguns assentamentos jesuítas e os Túneles Coloniales do século XVIII. Fachada neorrenascentista da primeira Universidade de Buenos Aires, fundada em 12/08/1821. Neste solar se instalaram os jesuítas em 1633. Depois da expulsão da ordem, em 1767, no quarteirão foram instalados a Universidade de Buenos Aires e o Congresso Nacional. O conjunto apresenta galerias subterrâneas do século XVIII que o conectam com outros edifícios dos arredores. A Igreja de “San Ignacio”, iniciada em 1686, é a mais antiga da cidade. Foi o templo maior dos jesuítas. O "Colégio Nacional Buenos Aires”. É um dos mais prestigiosos do país. Sua história antecede o princípio do século XVIII. A Avenida de Mayo tem esplêndidas fachadas e cúpulas, inaugurada em 1894, mostra como Buenos Aires era durante as primeiras três décadas do século. Nesta avenida, no número 825, fica o Café Tortoni, de estilo Art Noveau, é a mais antiga cafeteria literária da cidade (1858), onde é servido uma espécie de sorvete chamado merengada, que é delicioso... Quem gosta de história e arquitetura não pode deixar de conhecer o bairro de Monserrat onde ficam os principais marcos históricos de Buenos Aires. Circuito: Plaza de Mayo, Balcarce, Rivadavia, Bolívar, Hipólito Yrigoyen. Com a segunda fundação de Buenos Aires, em 1850, Juan de Garay decidiu a localização da “Plaza Mayor”, a atual “Plaza de Mayo” . Em 1810, foi cenário da Revolução de Maio, início da independência argentina Durante a ditadura foi lugar de reunião das “Madres (mães) de Plaza de Mayo” que reclamavam o aparecimento de seus filhos sequestrados pela ditadura militar. No centro da praça se levanta a Pirâmide que comemora o primeiro aniversário da Revolução de 1810. Ao redor dela localizam-se diversos edifícios importantes. Na esquina da Avenida Rivadavia com a 25 de Mayo fica o Banco de la Nación. Seguindo para oeste, pela Avenida Rivadavia, encontra-se a neoclássica Catedral Metropolitana. Atrás da Casa Rosada, há um espaço verde chamado Parque Colón, com um monumento a Colombo. Casa de Maria Josefa Ezcurra - Alsina 455, construída em 1836 mostra influências do renascimento italiano.“Café La Puerto Rico” Alsina 420. Inaugurado em 1887, foi declarado “ Bar notável” pela prefeitura portenha. A fachada é de granito negro, com amplas vitrines que permitem ver a rica carpintaria de madeira. Possui 70 mesas e apresenta espetáculos de tango. Em 1785 na Alsina 500 foi inaugurada uma “botica” que seria o primeiro comércio em vender livros na cidade. A partir de 1830, foi transformada exclusivamente em livraria e em um dos centros intelectuais da cidade. Atualmente, funciona a livraria Ávila, o único comércio de Buenos Aires que mantém localização e desde os tempos coloniais. Igreja e Convento de “San Francisco” - “Capilla (capela) San Roque” Alsina e Defensa. A frente está coroada por esculturas que representam a São Francisco de Assis, Giotto, Dante Aleghieri e Cristovão Colombo. No interior se destacam imagens em madeira policromada do século XVIII. Plazoleta San Francisco - Alsina e Defensa. Suas estátuas que representam a Astronomia, a Indústria, a Geografia e a Navegação rodeavam antigamente a Pirâmide de Maio. A pracinha foi projetada pela necessidade de estender o átrio da igreja, para abrigar a grande quantidade de fiéis que assistiam seus serviços. Na esquina da Calle Moreno com Defensa encontra-se o bar “El Colonial”. Na calle Moreno 340 o “Museu Etnográfico Juan B. Ambrosetti” que possui a mais completa coleção etnográfica e antropológica do país, com elementos das culturas “condorhuasi”, “ona”, “tehuelche”, “guarani” e “toba”. O edifício, de 1880, é obra do arquiteto Pedro Benoit. Na calle Defensa 350, a Casa de Rivadavia na qual em 1780 nasceu Bernardino Rivadavia, primeiro presidente argentino. Na calle Defensa 372 a“Casa de la Defensa / Museo Nacional del Grabado". O Museu exibe uma extensa coleção de gravadores do século passado e contemporâneos. Na Avenida Belgrano com Defensa, a Basílica Nossa Senhora do Rosário / Convento de São Domingo. É uma das igrejas que melhor conserva as linhas originais, com planta jesuítica de três naves. Na calle Venezuela 469 a Casa de Liniers. Da construção original se conservam a fachada e umas poucas paredes. Seu primeiro proprietário foi Martín de Sarratea, sogro de Santiago de Liniers, e penúltimo Vice-Rei do Rio da Prata. Na calle Defensa com a México a Ex-Casa da Moeda. Obra do engenheiro E. Costilla, inaugurada em 1881. Atualmente pertence ao Exército Argentino. Na México 524 a Casa de José Hernández. Típica casa do século XIX que pertenceu ao autor do Martín Fierro. Atualmente, abriga a Sociedade Argentina de Escritores. Na México 560 a Ex Biblioteca Nacional. Este edifício foi construído em 1901 para sede da Loteria Nacional, e cedido à Biblioteca Nacional. Obra do arquiteto italiano Carlos Morra, é representativo da arquitetura de Beaux Arts, sóbria e monumental. A biblioteca foi transladada em 1992 ao seu atual edifício da calle Áustria e Libertador. Museo Histórico Nacional del Cabildo y de la Revolución de Mayo -Bolívar 65, entre Avenida de Mayo e Hipólito Yrigoyen (4334 1782/4342 6729). Metrô A, Plaza de Mayo ou D, Catedral ou E, Bolívar /ônibus 24, 64, 130. Aberto 3ª a 6ª, 12h30/19h; dom., 15h/19h. Visitas guiadas (Espanhol) dom., 15h, 16h30. Entrada Museu contribuição AR$1. Passeios AR$3. Museo de la Casa Rosada - Hipólito Yrigoyen 219, entre Balcarce e Paseo Colón (4344 3802). Metrô A, Plaza de Mayo ou D, Catedral ou E, Bolívar/ônibus 24, 64, 130. Aberto 2ª a 6ª, 10h/18h; dom.,14h/18h Visitas guiadas Museu (Espanhol) 2ª a 6ª, 11h, 16:h; dom.,15h, 16h30. Casa Rosada (Espanhol) 2ª a 5ª, 16h; (Espanhol e Inglês) 6ª, 16h. (Espanhol) 6ª, 16h; Entrada grátis. http://www.museo.gov.ar Catedral Metropolitana - Av. Rivadavia com San Martín (4331 2845). Metrô A, Plaza de Mayo ou D, Catedral ou E, Bolívar/ônibus 24, 64, 130. Aberto 2ª a 6ª, 8h/19h; sáb. e dom 9h/19h30 . Visitas guiadas (espanhol) Templo 2ª a 6ª, 11h30, 16h. Cripta 2ª a 6ª, 13h15. Entrada grátis. Museu da Cidade - Farmácia “La Estrella” Alsina e Defensa. No térreo funciona uma farmácia de 1834 — com tetos decorados pelo italiano Parisi e estantes de nogueira italiana — e na planta superior um museu que exibe objetos do cotidiano do Buenos Aires antigo. Circuito cívico Para conhecer a Buenos Aires Cívica comece o passeio na Plaza de Mayo e caminhe rumo norte até a Plaza del Congreso. Ver mapa da zona. Na Avenida de Mayo, 500 a Estação Peru de subterrâneo (metrô) inaugurada em 1913, foi a primeira de Buenos Aires e da América do Sul e conserva a arquitetura da época de sua abertura. No número 506 encontra-se a Pasage Roverano que liga a Avenida de Mayo com a Hipólito Irigoyen e tem uma entrada particular para línea A de Subterrâneos (estación Perú). Na Avenida de Mayo, 525, a Sede do Governo da Cidade . Edifício construído entre 1891 e 1902, do arquiteto italiano Giovanni Cagnoni. Saindo para oeste, a partir da Plaza de Mayo, o primeiro destaque é o edifício do jornal La Prensa, de 1896, (número 575), coroado por uma estátua de Pallas Athena, atualmente a Casa de la Cultura do governo. O Salón Dorado inspirado no Palácio de Versalhes abriga concertos clássicos. No numero 599 uma das "notáveis" a Confeitaria “London City” (El London), inaugurada em 1954.Em suas mesas, o escritor argentino Júlio Cortázar escreveu a novela, “Los prêmios”, que na primeira página diz “Era en El London de Peru e Avenida” “El London” . No 747 o Palácio Urquiza Anchorena. Uma passagem deste edifício liga a Avenida de Mayo e a Av. Rivadavia. Foi construído pelo engenheiro Sanguinetti, em 192l. No numero 767 a 777 o Palacio Vera. Este palácio art noveau com suas linhas curvas e vidros biselados, foi construído em 1910 pelos arquitetos Prins e Ranzenhofler para residência da família Díaz Vélez. Atualmente, funcionam duas livrarias especializadas em primeiras edições e exemplares raros. O emblemático Café Tortoni fica no 825 Fundado em 1858 por um imigrante francês, é o café mais antigo de Buenos Aires. No 1150 o Hotel Castelar do arquiteto Mario Palanti, responsável também pelo Palácio Barolo, foi inaugurada em 1929. Um dos hotéis mais importantes de Buenos Aires, o Castelar alojou o poeta espanhol Federico García Lorca durante os seis meses que viveu na cidade, na década de 1930. No número 1212 o Teatro Avenida inaugurado em 1908. As “zarzuelas do Avenida” foram um clássico em Buenos Aires até que, por um incêndio, o teatro foi fechado em 1979. A reabertura foi em 1994, com a apresentação do cantor espanhol Plácido Domingo. No número 1265 o Bar “Los 36 billares” inaugurado em 1894, é um dos bares mais tradicionais de Buenos Aires e um dos centros mais importantes de bilhar de todo o país. No 1297 o melhor exemplo de art nouveau, ricamente decorado com elementos da natureza é o Hotel Chile, na esquina da Calle Santiago del Estero. Obra do arquiteto francês Jules Dubois é um expoente do estilo art noveau do princípio do século, com fachada de linhas sinuosas e ricos detalhes ornamentais. No 1317 o Antigo Hotel Majestic abriga a sede de uma sucursal da Administración Federal de Ingresos Públicos. No 1333 o Edifício ex-jornal “Crítica” com fachada em elementos do estilo art deco foi dirigida pelos arquitetos húngaros Gyorgy e Andrés Kalnay. O 1370 é um destaque da avenida: o Palácio Barolo. Um prédio com uma passagem térrea, com gárgulas, inscrições em latim e quiosques .O arquiteto italiano Mario Palanti o desenhou para ser um tributo à Divina Comédia de Dante. O inferno fica no térreo, o purgatório corresponde aos 14 primeiros andares e o prédio estreita-se até o paraíso, nos pavimentos superiores. Entre as Calles Luis Saénz Peña e San José outro impressionante edifício marca o limite oeste da avenida. Com seus dois elegantes domos, o Edifício de la Inmobiliaria, construído em 1910 para uma companhia de seguros, é uma mistura eclética de estilos, incluindo sacadas italianas e temas orientais. Daqui até a Plaza del Congreso são poucos passos. Plaza del Congreso é o nome popular das três quadras a leste do Palacio del Congreso. A praça conta com uma versão da escultura o Pensador de Rodin e uma estátua de Mariano Moreno, um dos revolucionários de maio. Há um pequeno mercado de pulgas no lado da Calle Hipólito Yrigoyen. A parte oeste da praça é dominada pelo Monumento a los Dos Congresos, cuja peça central é a estátua da República. O Palácio del Congreso, em estilo greco-romano é uma construção com domo e colunas que pode ser conhecido em visitas guiadas. Na esquina à direita do palácio ficava uma confeitaria histórica El Molino (fechada em 1996), onde os políticos costumavam tomar seu expresso entre as sessões. Atualmente em reforma, o pequeno Teatro Liceo, na esquina da Rivadavia com a Paraná, é uma das mais antigas casas de diversão de BsAs. Foi aberto em 1876 e recebeu Eva Perón como atriz iniciante. A Diagonal Norte liga a Plaza de Mayo ao bairro de Tribunales, onde os tribunais são rodeados de escritórios de advocacia e quiosques que vendem literatura jurídica. Todos os edifícios têm dez andares de altura e uma sacada no segundo piso. A melhor arquitetura da Diagonal localiza-se na esquina com a Florida, onde o Bank Boston exibe sua fachada decorativa e o teto dourado pesadamente decorado de seu hall interno (pode ser visitado apenas no horário de funcionamento do banco). No final da avenida encontra-se o Palácio de Justicia, sede da Suprema Corte . Em frente e até a Avenida Córdoba fica a Plaza Lavalle, atraente área verde rica em história e grandes árvores. Seu ponto focal é um monumento a Juan Lavalle. Procure também La Fuente de los Bailarines (Fonte dos Bailarinos) um memorial para dois bailarinos do Teatro Colón mortos em um acidente de avião em 1971.Do outro lado da praça, ocupando um quarteirão inteiro, fica o Teatro Colón. Com suas linhas regulares é uma importante referência da ópera e da música clássica reconhecida local e internacionalmente. Na esquina da Avenida Córdoba com a Libertad localiza-se o Teatro Cervantes, o grande teatro lírico da capital, inaugurado em 1921. Sua fachada é uma réplica aproximada da universidade de Alcalá de Henares, na Espanha, onde nasceu o criador de Don Quixote. Em seu interior, também abriga o Museo de Teatro, abrangente tributo à história do teatro argentino. Em alguns passos chega-se a Avenida 9 de Julio e seu ícone central, o Obelisco, um marco da cidade. Palacio del Congreso - Hipólito Yrigoyen 1849, entre Entre Ríos com Combate de los Pozos (4370 7100). Metrô A, Congreso/ônibus 12, 37, 64, 86. Fechado às vezes Jan. Visitas guiadas espanhol e inglês 2ª a 4ª, 11h. Somente em espanhol 2ª, 3ª e 6ª, 17h, 19h. Somente em inglês 2ª, 3ª e 6ª, 16h. Entrada grátis. Casa de la Cultura - Avenida de Mayo 575, entre Perú e Bolívar (4323 9669). Metrô A, Perú ou D, Catedral ou E, Bolívar/ ônibus 24, 29, 64, 86, 111, 130. Aberto Fev-dez 2ª a 6ª, 8h/20h; passeios sáb., dom. Fecha jan. Visitas guiadas (espanhol e inglês) sab., 16h, 17h; dom., de hora em hora 11h/16h. Entrada grátis.  MICROCENTRO Esta área é a mais conhecida e explorada pelos turistas. Nesta região, principalmente na Calle Florida, concentram-se lojas de couros, grifes, peles e lãs. Lá também fica um dos shoppings mais bonitos da cidade a Galeria Pacífico. Entre as 18 e as 20 hs, o show fica por conta das casas de espetáculos, livrarias noturnas e pizzarias ao longo da Av. Corrientes. Avenidas e praças verdejantes, o centro histórico e comercial tem um trânsito congestionado por veículos nas ruas estreitas e por pedestres nos calçadões das Calles Florida e Lavalle. No horário comercial, o distrito central é tomado por porteños fazendo compras, trabalhando, correndo, gritando. A região tem a maior concentração de instituições financeiras do país, estendendo-se por quase todo o comprimento das ruas Florida, San Martín e Reconquista. Muitos dos bancos daqui foram construídos na primeira metade do século 20. Um bom exemplo é o antigo Banco Tornquist, na Bartolomé Mitre 559. Maquetes de como o distrito era durante o século 19 e como é agora estão em exibição no Museo del Banco de la Provincia (Sarmiento 362, 4331 1775). Outro museu associado ao tema financeiro, o Museo Numismático (San Martín 216, 1 o. andar, 4348 3882), exibe exóticas cédulas antigas do banco além de raras moedas cunhadas na Tierra del Fuego. Para ver como os porteños abastados viviam durante o boom econômico do final do século 19, entre no Museo Mitre – casa do ex-presidente e fundador do jornal La Nación, Bartolomé Mitre. Ele possui uma rica biblioteca especializada em história americana. Na esquina da Reconquista com a Perón, protegida por maravilhosos portões de ferro fundido, está a Basílica Nuestra Señora de la Merced, do século 18, cuja fachada ricamente decorada foi restaurada em 1905. Vizinho a ela, o pátio do Convento de San Ramón abriga atraentes lojinhas e uma lanchonete escondida com vista para um agradável jardim. Ao longo do lado oeste da Avenida Leandro N Alem, há uma série de galerias com bancos, cafés, casas de câmbio e, do lado leste, o gigantesco Correio Central, localizado na Sarmiento 151 um dos bons exemplos da arquitetura francesa de BsAs. Para os filatelistas a dica é conhecer o pequeno museu. Embora antigamente fosse uma rua elegante, a calle Florida, única via totalmente de pedestres de BsAs, agora é totalmente comercial. As Galerías Pacífico são as mais esteticamente inspiradas da cidade. Na ala sudeste (com uma entrada na esquina da Viamonte com a San Martín), fica o Centro Cultural Borges, uma atuante casa de eventos artísticos construída em memória do maior escritor argentino. Atrás dele, na esquina da San Martín com a Viamonte, fica a Igreja de Santa Catalina, do século 18. A Calle Lavalle, entre a San Martín e a Carlos Pellegrini, é cheia de cinemas blockbusters e filmes B, redes de restaurantes fast-food. Perto dali, mas saindo do Microcentro, está a Av. Corrientes. Até os anos 1970, era a Broadway porteña, o ponto de encontro noturno dos amantes da literatura e onde os boêmios se encontravam para falar sobre revolução. Bares e restaurantes da região Algumas das boas "parrillas" situadas na zona: Al Carbón (Reconquista 875 Plaza Grill (hotel Marriott) (Florida 1005) e El Establo (Paraguay 489). Se é fã de sushi tem o Irifune (Paraguay 412). Não vive sem pasta? Experimente o Broccolino na Córdoba, Av. 820 e o Pinuccio & Figlin Chile 2199. Para quem curte pizza a famosa Los Inmortales na Lavalle 746 e Las Cuartetas na Av. Corrientes 838. *Dada- San Martin 941, entre Marcelo T Alvear e Paraguay, Retiro. Bar e restaurante. Coquetéis saborosos e originais e cozinha de bistrô moderna. * Le Bar -Tucuman 422, entre Reconquista e San Martin. Bar restaurante estiloso. No almoço menu executivo! Esqueça o MacDonald!! Em Buenos Aires se come muito bem! Aproveite.
  10. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    PALERMO Este bairro foi batizado pelos bonairenses como “Villa Freud” pela alta densidade de psicanalistas que se encontram aqui. É um dos bairros mais extensos e bonitos, graças aos seus parques e alamedas. O Parque do Palermo é um centro de recreação, o “Central Park” do portenho e o maior da cidade, estende-se pelo lado norte do rio e da avenida Costaneira Norte, que é um dos poucos lugares de Buenos Aires que dá acesso ao rio de La Plata, também onde se localiza o aeroporto central. Nos Bosques de Palermo se encontram o Jardim Japonês, o Planetário Galileo Galilei (1966), o Monumento à Carta Magna e às Quatro Regiões da Argentina (1927), mais conhecido como “Monumento aos Espanhóis”, pois foi doado pela comunidade espanhola no primeiro centenário da Revolução de Maio de 1810. E é também aqui, que ficam o Horto Florestal, o Jardim Botânico com mais de 5.000 espécies de plantas (1898); o Jardim Zoológico; o prédio da Sociedade Rural; a zona residencial de Palermo Chico; e o Shopping Center Alto Palermo, que é enorme e completamente destoante em relação à arquitetura da cidade. Barrancas de Belgrano, com seus jardins projetados pelo paisagista francês Charles Thays. Vale a pena também visitar as praças Itália e Alemanha. Palermo é um conjunto de bairros (Palermo Soho, Palermo Viejo, Palermo Hollywood…) onde acontece praticamente tudo. Quando você entrar no primeiro estabelecimento do bairro, você irá encontrar os três guias da região: indumentárias /gastronomia / hospedaje. Retire o seu, pois eles são sempre muito úteis pra novas descobertas! A região de Palermo tem tudo o que se pode desejar: museus, parques, lagos, um zoológico, clubes de pólo, golfe e críquete, um aeroporto, jardins botânico e japonês e um planetário em três áreas básicas: o pequeno Palermo Chico (margeando a Recoleta), com as embaixadas e as casas do muito ricos e o MALBA; Palermo Viejo (que compreende Palermo Hollywood e Palermo Soho) com cozinha internacional e butiques da moda; simplesmente Palermo, com as áreas verdes e uma serie de praças e parques ao redor do Parque Tres de Febrero que os moradores chamam de Parque Palermo ou Los Bosques de Palermo com gramados bem conservados, lindos jacarandás, palmeiras e um lago, além de cafés e do Museo de Artes Plásticas Eduardo Sívori, do Hipódromo Argentino, de um centro de exposições, do Jardín Botánico Carlos Thays, do Jardim Zoológico. Cercado pelo campo de pólo e pela pista de corrida do Hipódromo, há um movimentado distrito residencial e de restaurantes conhecido como Las Cañitas que já foi muito badalado e vem perdendo lugar para a região sofisticadíssima conhecida como La Imprenta há alguns quarteirões com epicentro na Calle Miguelettes. O Museo Evita fica em uma das ruas mais tranquilas de Palermo e ao longo da Avenida Figueroa Alcorta há muito comércio, incluindo o shopping center Paseo Alcorta . Mas a contribuição mais importante da área é o Museo Latinoamericano de Buenos Aires,o MALBA com uma impressionante galeria de arte contemporânea e obras de alguns dos melhores artistas latino-americanos do século passado. Frida Kahlo, Diego Rivera, Tarsila do Amaral e outros pintores inovadores dividem as paredes com mestres modernos argentinos, como Antonio Berni e Jorge de la Vega. De volta à Libertador, rumo centro, fica o Museo de Motivos Argentinos José Hernández. Dirigindo-se novamente à Recoleta a partir do parque, você pode desviar da Avenida del Libertador e entrar no Palermo Chico (apelidado de Barrio Parque). Este subúrbio chique é onde diplomatas e estrelas de TV como Susana Gimenez estacionam seus jipes blindados. Não há lojas nem kioscos para estragar a paisagem, só muita arquitetura fina para admirar. Lugares de interesse Jardín Japonés -Avenida Casares y Berro (4804 4922 9141 (http://www.jardinjapones.com.ar). Ônibus 37, 67, 102, 130. Aberto diariamente, 10h/18h. Visitas Guiadas (Espanhol) sáb., 15h. 6-10 anos, convênio; grátis menores de 6 anos. Não aceita cartão. Malba: Colección Costantini Avenida Figueroa Alcorta 3415, entre Salguero com San Martín de Tours (4808 6500) http://www.malba.org.ar). Ônibus 67, 102, 130. Aberto dom. a 4ª, 9h/21h; 5ª a sáb., 9h/13h Visitas Guiadas (Espanhol). Grátis qua. Cc AmEx.Visitas em inglês mediante reserva para grupos de 15 pessoas ou mais. Museo Evita -Lafinur 2988, entre Gutiérrez y Las Heras (4807 9433/0306). Metrô D, Plaza Itália / Ônibus 37, 59, 60, 102. Aberto 3ª a dom., 14h/19h30. Não aceita cartão. Bares e restaurantes da região O restaurante (Café des Arts) do MALBA (Museo de Arte Latino Americana) na Figueroa Alcorta, Av. 3415 (Palermo Chico), é um dos bons restaurantes da cidade. Uma das melhores parrillas de Buenos Aires a Don Julio fica em Palermo, na Guatemala 4691 perto do Jardim Botanico Lugares e passeios: Palermo Soho A região de Palermo Viejo (que compreende Palermo Hollywood e Palermo Soho) é uma das zonas trendy da cidade. Se você gosta de "estar por dentro" das novidades e não quer fazer as coisas que todo mundo faz, adora curtir a noite e baladas vai adorar. Lá estão os restaurantes de comidas exóticas e de autor, as lojas de roupas dos novos estilistas e de design, os outlets dos designers e estilistas argentinos e hotéis design e boutiques... Palermo Viejo é jovem, vibrante, criativo e moderno lá, e em La Imprenta (outra zona na moda...o equivalente porteño do Upper West side novaiorquino) tem muitos lugares descolados para ver e comprar. As comunidades do leste europeu e da Armênia fizeram de Palermo Viejo sua sede no começo do século 20 e a cozinha de todo o mundo está presente em diversos restaurantes. O epicentro da região é a Plazoleta Cortázar (entre Serrano e Thames) popular para um drinque ao ar livre. A a região da Avenida Juan B. Justo foi rebatizada de Palermo Hollywood devido aos inúmeros estúdios de televisão ali instalados. A pedida é passear pela região vendo as vitrines, o movimento e curtindo os bares, lojas, restaurantes e discos da zona... E se quer curtir um Tango no LA VIRUTA TANGO - Armenia 1366. Milongas: Quartas, Domingo 23 hs, Sexta e Sábado a 24 hs. Aulas de tango: Quartas, sextas, sábados e domingos. É um dos lugares da moda entre os jovens. As aulas de dança ocorrem de quarta a domingo à noite e não é preciso se inscrever antes. Plaza Cortazar (aos domingos feira de artesanato) Calle Córdoba (outlets) - entre Scalabrini Ortiz e Uriarte. Lojas vintage das principais marcas e estilistas argentinos e de algumas grifes. Dicas de Lojas: Calma Chicha. Acessórios para você e sua casa! Tienda Três. Fica na Armenia 1655. Red Sur. Loja de luminárias fantásticas. Rua Gurruchaga 1397. Autoria bsas. Onde os novos designers unem focas. Fica na Suipacha 1025. Perto das avenidas 9 de Julio e Santa Fé. Paul co. Objetos para casa. Gorrite 4865, esquina com Honduras. Pablo Chiappori é o arquiteto mais atuante na elaboração das lojas mais descoladas de Buenos Aires. Puro. Localizada J.L. Borges 2.184. Loja de bolsas e tênis com estampas coloridas onde você pode montar a sua maneira pelo site. Sopa de Príncipe que fica na Thames 1749, loja de bonecos de pano, fofétima. Loja Puma que fica na Armenia 1539. Loja de esquina linda. Vale entrar pra passear pelos ambientes. A Tealosophy. Loja de chás, na Gorriti, 4865. Capital. Loja de decoração. Honduras 4.985. Nobrand. Fica na Gorriti 5876. Objeto. Gurruchaga 1335. Sabater Hermanos. Loja de sabonetes divertidos a granel! Gurruchaga 1821. Condimentos, loja de acessórios diferentes. Honduras 4874 Sem dúvida alguma a melhor loja de bolsas! Tienda Gorrion! Nicaragua 4517 Salsipuedes. Honduras 4814. Papelera Palermo. ma-ra-vi-lho-sa! Honduras 4945. Rec. Loja de roupas “urbano vintage”. Honduras 4839. Juana de Arco. Fica na El Salvador 4762. Humawaca. El salvador 4692. Bolsas em couro legítimo com design super elaborado. Soldba. Costa Rica 4645. Link relacionado à loja: Infinit Boutique. Thames 1602. Óculos lindos! Orbital . Gorriti 4799. Óculos espetaculares! Prototype. Malabia 1720 loja 38. Fica numa galeria super charmosa! Orb. Roupa feminina. Malabia 1628. 28 sport. Sapatos em edições limitadas. Fica na Fitz Roy 1962 Corre Lola. Sapatos e acessórios bacanas. Niceto vega 4691. Siñal de Diseño. Pje Soria 5008. Sixfeet é uma loja de produtos feitos com intervenção de grafiteiros. Bacanérrima! Em dois endereços: Malábia 1220 e Gurruchaga 1653. Trippin é uma loja divertida toda decorada com móveis retrô, linda de viver e bacanérrima! Fica na Armenia 1838. Bem perto de Palermo fica a av. Córdoba onde ficam os Outlets. Para Comer: Restaurantes e lugares gostosos são o que não faltam na região; A melhor carne e o melhor Tiramissú com certeza é no Don Julio! Que fica na Rua Guatemala 4691 esquina com Gurruchaga. Um dos melhores sorvetes é da Freddo. Faça frio ou calor, não deixe de saborear! Tem por toda a cidade. Mas o sorvete mais delicioso sem dúvida alguma é o da Persicco, vale à pena conferir . Nigueletes 868 na região Almagro fone: 0810- 3337377 Um hotel boutique e restaurante com pratos deliciosos e um ambiente muito bacana é oBobo. The Taco Box. Tex Mex Bistrô. Soler 558. Fica em Palermo Hollywood. Las Cortaderas. Restaurante e Casa de Café que fica na rua Charcas 3647 Marks Deli. Fica na El Salvador 4701, esquina com Armenia. Comi um sanduíche maravilhoso, sensacional. The Food Factory by Tomás Kalika. Nicarágua 6055. Café da manhã surpreendente! Mega suco de laranja, café expresso acompanhado de media lunas deliciosas.
  11. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    Bom dia à todos: Como irei viajar para Buenos Aires no próximo mês, eu garimpei umas dicas na internet e montei o guia que irem imprimir e levar comigo, além dos tradicionais Guia Viagem e Guia 4 Rodas. Esse conta com dicas pesquisadas em vários sites e blogs; não é material inédito, nem de minha autoria (ainda não fui lá pra conferir), mas tentei ao menos juntar tudo numa coisa só. Ilustrei com algumas imagens até para facilitar a identificação visual dos locais. Espero que possa ser útil. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ ZONA NORTE A parte mais verde e agradável de Buenos Aires fica ao norte do centro, para onde a elite porteña foi em 1871 fugindo de uma epidemia de febre amarela. Atualmente, com exceção de Puerto Madero, é a zona mais exclusiva e cara de BsAs. A área é definida pelas Avenidas Córdoba, del Libertador e Figueroa Alcorta. Mais ao norte ficam os bairros de Palermo Chico (região das mansões ocupadas pelas embaixadas), Palermo e Palermo Viejo (conhecido como Palermo Soho e Hollywood), e Las Cañitas / La Imprenta, as novas áreas fashion da cidade. RECOLETA Bairro elegante que mais lembra Paris, pois tem uma arquitetura de estilo francês, com lojas, cafés e restaurantes finos. O coração desse aristocrático bairro é a mais importante necrópole do país: o Cemitério de la Chacarita ou da Recoleta (1822), onde está o túmulo de Evita Perón, entre outros. Cementerio de la Recoleta - Junín 1760, entre Guido e Vicente López (4803 1594).Ônibus 10, 17, 60, 67, 92, 110. Aberto diariamente, 7h/17h45. Visitas Guiadas (Inglês) 2ª a 5ª, 11h . Entrada grátis. Igreja da Virgem del Pilar (1732), uma joia de arte colonial com altares e imagens barrocas. Tendo sido convento de monges franciscanos no século XVIII e asilo de mendigos da Recoleta no século XIX, foi restaurado em 1980, e reúne hoje a “cult people”, como o Centro Cultural da Recoleta. Ao redor do Cemitério Recoleta que abriga centenas de personagens ilustres, distribuídos em um compacto labirinto de mausoléus de granito, mármore e bronze ficam a igreja do Pilar, um mosteiro franciscano, onde hoje fica o Centro Cultural Recoleta, que promove as artes visuais contemporâneas e tem diversas salas de show. Também tem um cinema e um museu de ciências interativo para crianças e o shopping Buenos Aires Design com dois andares que exibem a última palavra em móveis. Os terraços do shopping têm uma série de cafés e restaurantes. A sudoeste do cemitério, na Vicente López, fica o shopping center Village Recoleta completando a incongruente imagem de uma cidade dos mortos rodeada por subúrbios de diversão e frivolidade. Nos espaços verdes diante do Centro Cultural, que vão até a Avenida Libertador, há três gigantescas árvores de gomeros (ficus) que dão sombra aos pedestres e passeadores de cachorro. A Plaza Francia, a nordeste do centro cultural, é ocupada nos fins-de-semana e na maioria dos feriados oficiais por uma feira de artesanato que atrai turistas, andarilhos e neo-hippies. Na avenida Libertador, 750, está ocupado por um edifício centenário que foi uma antiga e importante casa de leilões rurais da cidade, hoje transformada no elegante Pátio Bullrich, o primeiro shopping, o mais sofisticado e o mais chique da cidade. Na avenida Libertador, 1.473, fica o Museu Nacional de Bellas Artes e no número 1.902 o Museu Nacional de Arte Decorativa. Atrás do museu, na Avenida Figueroa Alcorta, fica a Facultad de Derecho (Faculdade de Direito). Museo Nacional de Bellas Artes - Av. del Libertador 1473 com Pueyrredón (4803 8814 4691) http://www.mnba.org.ar. Ônibus 17, 62, 67, 93, 130. Aberto 3ª a 6ª, 12h30/19h30; sáb., dom., 9h30/ 19h30 . Visitas Guiadas (Espanhol) 3ª a dom., 17h. Entrada grátis. Na Libertador com a Callao fica o Museo de Arquitectura (4800 1888), localizado em uma antiga caixa d’água da ferrovia que data de 1915. As exposições acompanham a evolução de Buenos Aires e questões de design e da arquitetura. Abre à tarde de março a dezembro. A Plaza Rubén Darío é dominada pela Biblioteca Nacional, projetada nos anos 1960 pelos arquitetos Clorindo Testa, Alicia Cazzaniga de Bullrich e Francisco Bullrich. No final da Recoleta, para os lados de Palermo, na Avenida del Libertador 1902, fica a mansão em estilo francês Palacio Errázuriz, que abriga o Museo Nacional de Arte Decorativo. O arquiteto francês René Sergent, que construiu a mansão em 1911, deu ao edifício uma complexa fachada de elementos franceses, coríntios e toscanos. Na avenida Santa Fé, 2.020, localiza-se a Confiteria La Mision. Já o Café La Biela, avenida Quintana, 600, e exatamente do outro lado da rua está o Café de La Paix, Quintana, 595. Sorveteria Freddo. Do outro lado da Calle Posadas fica o belle époque Palais de Glace, que já foi rinque de patinação, salão de baile e um importante salão de tango nos anos 1920, dirigido pelo Barão de Marchi. Foi neste edifício circular que o tango foi oficialmente adotado pela burguesia. Mais recentemente, foi transformado em centro de exposições e feiras de moda. Em frente ao Palais de Glace há um monumento a Carlos María de Alvear, oficial que fundou o regimento da guarda montada em 1812 com San Martín e o primeiro dos Alvear a se tornar uma figura importante na história da cidade. Palais de Glace - Posadas 1725 com Schiaffino (4804 1163). Ônibus 17, 61, 67, 92, 93. Aberto 3ª a dom., 14h/20h. Entrada contribuição sugerida AR$1. Essa é outra sugestão de roteiro para fazer pela manhã: Vá ao parque Tres de Febrero munido com kit sobrevivência: contendo uma canga ou manta, para estender na grama e relaxar; água e petiscos, e um bom livro! Lá você pode e deve visitar o Rosedal que possui atualmente mais de 12.000 roseiras. No centro dele você encontra O Jardim dos Poetas onde, através de caixas de som situadas nas extremidades de um charmoso caramanchão ouvem-se poemas. Passe pelo Jardin Japonês a entrada custa apenas 3 pesos e é bucólico e gostoso. Lá tem restaurante e lanchonete também. Bem pertinho dele ficam o Zoológico e o Jardim Botânico. Ir ao Malba é simplesmente imperdível e sempre com exposições maravilhosas. O museu fica na Avenida Figueroa Alcorta 3415. Vale almoçar no restaurante de lá, indicado na matéria 10 razões para conhecer Buenos Aires Gastronômica, por Santiago Keller Sarmiento. Bem pertinho do museu fica a grande flor metálica Flor Genérica que vai abrindo durante o dia e se fecha durante a noite. Não deixe de fazer fotos em frente dela! Siga direto para o Cemitério de La Recoleta. A entrada é gratuita, porém eles ficam abertos só até às 18h. Não precisa comprar o mapa para ver o túmulo de evita porque sempre tem gente lá! O que irei dizer agora pode soar bem estranho, mas o cemitério, que é lindo, também está indicado no livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer”. Fica na Junín 1790. Colado ao cemitério fica o Buenos Aires Design, onde para qualquer amante de design. Morph é a loja da vez! Depois de encher os olhos a dica é forrar o estômago com as saborosas empanadas do El Sanjuanino. Rua Posadas 1515. Fones: 4805 2683 e 4804 2909. Há 50 anos servindo a mais tradicional empanada da capital, super procurada pelos portenhos e você pode comer lá ou se preferir, leve para comer mais tarde! Passeie pelo agradável bairro de Recoleta, no caminho com certeza você irá se deslumbrar com o Alvear Palace Hotel. Situado na Av. Alvear 1891. O bairro é repleto de galerias de arte. Durante a caminhada desça uma rua paralela à Alvear e vá ao Patio Bullrich. Lá eu encontrei uma loja de roupa que une beleza com qualidade. Verdade seja dita, a maioria das roupas que compro na Argentina não dura muito não… Mas a John L.Cook é uma das exceções! Comece pelo Barrio Norte tomando o metro da linha D sentido bairro e descendo na estação Callao. Caminhe em direção a Av. Santa Fé (a mais comercial do bairro e nossa área de compras favorita da cidade). No encontro das duas avenidas (no numero 1860 da Santa Fé) visite a livraria Grande Ateneo um antigo e lindo cinema transformado em livraria. Ande algumas quadras na Santa Fé vendo as olhando as vitrines (este é o lugar para comprar um sapato argentino!). O famoso cemitério da Recoleta fica na calle Junín 1760, entre Guido e Vicente López. Vá caminhando em direção à região pela rua que achar mais interessante. Em volta do cemitério você vai encontrar inúmeros cafés e restaurantes, a Plaza Francia e o Buenos Aires design um shopping de design. A Av. Alvear, com lindos edifícios de arquitetura européia (inclusive as Embaixadas Francesa e Brasileira) inúmeras boutiques de grifes famosas como Ralph Lauren e hotéis luxuosos (como o Alvear) e na sua paralela a Calle Posadas fica o shopping Pátio Bulrich um dos mais antigos e lindos da cidade. Caminhe pela Alvear em direção ao centro. É hora de conhecer a famosa Av. 9 de Julio e ter uma visão noturna de obelisco. Um marco da cidade! A linha de ônibus 64 permite realizar um passeio do bairro de Belgrano até La Boca percorrendo vários bairros importantes da cidade. Abaixo se pode ver o percurso e os pontos de interesse.Para chegar no ponto inicial tome o os ônibus:15, 29, 38, 41, 44, 63, 55, 65, 80, 113, 114, 118, 130 ou o metro linha D e desça na estação Juramento. Aproveite para passear pela Av. Cabildo tomar um sorvete na Persicco da Calle Juramento e conhecer o bairro chinês. O calçadão RM Ortíz, que vai da esquina da Junín com a Vicente López até a Avenida Quintana, é um dos locais mais populares de BsAs para a tradicional caminhada da tarde, conhecida como el paseo. Na esquina da Avenida Quintana fica o tradicional e cheio de classe café La Biela. Do lado oposto ao café, com sua copa lançando uma grande sombra sobre o terraço externo, há uma magnífica árvore conhecida como Gran Gomero. De todas as ruas da região, a Avenida Alvear é a mais sofisticada. Caminhando para sudeste a partir das praças da Recoleta em direção ao centro, o primeiro edifício realmente interessante é o Alvear Palace Hotel , uma construção de 1932 de estilo francês. Mais adiante, ficam alguns palacetes do começo do século 20, que um dia foram residência da elite porteña, incluindo o art nouveau Palácio Duhau (atualmente o luxuoso hotel Hyatt) e diversas mansões, entre elas a neogótica Residencia Maguire (1683) e a neoclássica Nunciatura Apostólica (no 1637). No centro da Plaza Francia está o monumento de mármore à Liberdade, um presente da França à Argentina. Do outro lado da avenida a mais nova área de paisagismo, o Parque Carlos Thays, exibindo o heroico bronze Torso Masculino, do escultor colombiano Fernando Botero. O principal corredor de consumo e símbolo do Barrio Norte é a Avenida Santa Fe, um reduto de lojas e butiques de marcas famosas. Se der uma caminhada pela avenida não deixe de entrar no n o. 1860, que agora abriga a livraria Ateneo. A poucas quadras (entre a Callao e a Pueyrredón), fica um dos locais mais abertamente gays da cidade especialmente nas noites de fins-de-semana. O resto da região é ocupado pela Universidad de Buenos Aires.
  12. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    Bom dia à todos: Como irei viajar para Buenos Aires no próximo mês, eu garimpei umas dicas na internet e montei o guia que irem imprimir e levar comigo, além dos tradicionais Guia Viagem e Guia 4 Rodas. Esse conta com dicas pesquisadas em vários sites e blogs; não é material inédito, nem de minha autoria (ainda não fui lá pra conferir), mas tentei ao menos juntar tudo numa coisa só. Ilustrei com algumas imagens até para facilitar a identificação visual dos locais. Espero que possa ser útil. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ ZONA NORTE A parte mais verde e agradável de Buenos Aires fica ao norte do centro, para onde a elite porteña foi em 1871 fugindo de uma epidemia de febre amarela. Atualmente, com exceção de Puerto Madero, é a zona mais exclusiva e cara de BsAs. A área é definida pelas Avenidas Córdoba, del Libertador e Figueroa Alcorta. Mais ao norte ficam os bairros de Palermo Chico (região das mansões ocupadas pelas embaixadas), Palermo e Palermo Viejo (conhecido como Palermo Soho e Hollywood), e Las Cañitas / La Imprenta, as novas áreas fashion da cidade. RECOLETA Bairro elegante que mais lembra Paris, pois tem uma arquitetura de estilo francês, com lojas, cafés e restaurantes finos. O coração desse aristocrático bairro é a mais importante necrópole do país: o Cemitério de la Chacarita ou da Recoleta (1822), onde está o túmulo de Evita Perón, entre outros. Cementerio de la Recoleta - Junín 1760, entre Guido e Vicente López (4803 1594).Ônibus 10, 17, 60, 67, 92, 110. Aberto diariamente, 7h/17h45. Visitas Guiadas (Inglês) 2ª a 5ª, 11h . Entrada grátis. Igreja da Virgem del Pilar (1732), uma joia de arte colonial com altares e imagens barrocas. Tendo sido convento de monges franciscanos no século XVIII e asilo de mendigos da Recoleta no século XIX, foi restaurado em 1980, e reúne hoje a “cult people”, como o Centro Cultural da Recoleta. Ao redor do Cemitério Recoleta que abriga centenas de personagens ilustres, distribuídos em um compacto labirinto de mausoléus de granito, mármore e bronze ficam a igreja do Pilar, um mosteiro franciscano, onde hoje fica o Centro Cultural Recoleta, que promove as artes visuais contemporâneas e tem diversas salas de show. Também tem um cinema e um museu de ciências interativo para crianças e o shopping Buenos Aires Design com dois andares que exibem a última palavra em móveis. Os terraços do shopping têm uma série de cafés e restaurantes. A sudoeste do cemitério, na Vicente López, fica o shopping center Village Recoleta completando a incongruente imagem de uma cidade dos mortos rodeada por subúrbios de diversão e frivolidade. Nos espaços verdes diante do Centro Cultural, que vão até a Avenida Libertador, há três gigantescas árvores de gomeros (ficus) que dão sombra aos pedestres e passeadores de cachorro. A Plaza Francia, a nordeste do centro cultural, é ocupada nos fins-de-semana e na maioria dos feriados oficiais por uma feira de artesanato que atrai turistas, andarilhos e neo-hippies. Na avenida Libertador, 750, está ocupado por um edifício centenário que foi uma antiga e importante casa de leilões rurais da cidade, hoje transformada no elegante Pátio Bullrich, o primeiro shopping, o mais sofisticado e o mais chique da cidade. Na avenida Libertador, 1.473, fica o Museu Nacional de Bellas Artes e no número 1.902 o Museu Nacional de Arte Decorativa. Atrás do museu, na Avenida Figueroa Alcorta, fica a Facultad de Derecho (Faculdade de Direito). Museo Nacional de Bellas Artes - Av. del Libertador 1473 com Pueyrredón (4803 8814 4691) http://www.mnba.org.ar. Ônibus 17, 62, 67, 93, 130. Aberto 3ª a 6ª, 12h30/19h30; sáb., dom., 9h30/ 19h30 . Visitas Guiadas (Espanhol) 3ª a dom., 17h. Entrada grátis. Na Libertador com a Callao fica o Museo de Arquitectura (4800 1888), localizado em uma antiga caixa d’água da ferrovia que data de 1915. As exposições acompanham a evolução de Buenos Aires e questões de design e da arquitetura. Abre à tarde de março a dezembro. A Plaza Rubén Darío é dominada pela Biblioteca Nacional, projetada nos anos 1960 pelos arquitetos Clorindo Testa, Alicia Cazzaniga de Bullrich e Francisco Bullrich. No final da Recoleta, para os lados de Palermo, na Avenida del Libertador 1902, fica a mansão em estilo francês Palacio Errázuriz, que abriga o Museo Nacional de Arte Decorativo. O arquiteto francês René Sergent, que construiu a mansão em 1911, deu ao edifício uma complexa fachada de elementos franceses, coríntios e toscanos. Na avenida Santa Fé, 2.020, localiza-se a Confiteria La Mision. Já o Café La Biela, avenida Quintana, 600, e exatamente do outro lado da rua está o Café de La Paix, Quintana, 595. Sorveteria Freddo. Do outro lado da Calle Posadas fica o belle époque Palais de Glace, que já foi rinque de patinação, salão de baile e um importante salão de tango nos anos 1920, dirigido pelo Barão de Marchi. Foi neste edifício circular que o tango foi oficialmente adotado pela burguesia. Mais recentemente, foi transformado em centro de exposições e feiras de moda. Em frente ao Palais de Glace há um monumento a Carlos María de Alvear, oficial que fundou o regimento da guarda montada em 1812 com San Martín e o primeiro dos Alvear a se tornar uma figura importante na história da cidade. Palais de Glace - Posadas 1725 com Schiaffino (4804 1163). Ônibus 17, 61, 67, 92, 93. Aberto 3ª a dom., 14h/20h. Entrada contribuição sugerida AR$1. Essa é outra sugestão de roteiro para fazer pela manhã: Vá ao parque Tres de Febrero munido com kit sobrevivência: contendo uma canga ou manta, para estender na grama e relaxar; água e petiscos, e um bom livro! Lá você pode e deve visitar o Rosedal que possui atualmente mais de 12.000 roseiras. No centro dele você encontra O Jardim dos Poetas onde, através de caixas de som situadas nas extremidades de um charmoso caramanchão ouvem-se poemas. Passe pelo Jardin Japonês a entrada custa apenas 3 pesos e é bucólico e gostoso. Lá tem restaurante e lanchonete também. Bem pertinho dele ficam o Zoológico e o Jardim Botânico. Ir ao Malba é simplesmente imperdível e sempre com exposições maravilhosas. O museu fica na Avenida Figueroa Alcorta 3415. Vale almoçar no restaurante de lá, indicado na matéria 10 razões para conhecer Buenos Aires Gastronômica, por Santiago Keller Sarmiento. Bem pertinho do museu fica a grande flor metálica Flor Genérica que vai abrindo durante o dia e se fecha durante a noite. Não deixe de fazer fotos em frente dela! Siga direto para o Cemitério de La Recoleta. A entrada é gratuita, porém eles ficam abertos só até às 18h. Não precisa comprar o mapa para ver o túmulo de evita porque sempre tem gente lá! O que irei dizer agora pode soar bem estranho, mas o cemitério, que é lindo, também está indicado no livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer”. Fica na Junín 1790. Colado ao cemitério fica o Buenos Aires Design, onde para qualquer amante de design. Morph é a loja da vez! Depois de encher os olhos a dica é forrar o estômago com as saborosas empanadas do El Sanjuanino. Rua Posadas 1515. Fones: 4805 2683 e 4804 2909. Há 50 anos servindo a mais tradicional empanada da capital, super procurada pelos portenhos e você pode comer lá ou se preferir, leve para comer mais tarde! Passeie pelo agradável bairro de Recoleta, no caminho com certeza você irá se deslumbrar com o Alvear Palace Hotel. Situado na Av. Alvear 1891. O bairro é repleto de galerias de arte. Durante a caminhada desça uma rua paralela à Alvear e vá ao Patio Bullrich. Lá eu encontrei uma loja de roupa que une beleza com qualidade. Verdade seja dita, a maioria das roupas que compro na Argentina não dura muito não… Mas a John L.Cook é uma das exceções! Comece pelo Barrio Norte tomando o metro da linha D sentido bairro e descendo na estação Callao. Caminhe em direção a Av. Santa Fé (a mais comercial do bairro e nossa área de compras favorita da cidade). No encontro das duas avenidas (no numero 1860 da Santa Fé) visite a livraria Grande Ateneo um antigo e lindo cinema transformado em livraria. Ande algumas quadras na Santa Fé vendo as olhando as vitrines (este é o lugar para comprar um sapato argentino!). O famoso cemitério da Recoleta fica na calle Junín 1760, entre Guido e Vicente López. Vá caminhando em direção à região pela rua que achar mais interessante. Em volta do cemitério você vai encontrar inúmeros cafés e restaurantes, a Plaza Francia e o Buenos Aires design um shopping de design. A Av. Alvear, com lindos edifícios de arquitetura européia (inclusive as Embaixadas Francesa e Brasileira) inúmeras boutiques de grifes famosas como Ralph Lauren e hotéis luxuosos (como o Alvear) e na sua paralela a Calle Posadas fica o shopping Pátio Bulrich um dos mais antigos e lindos da cidade. Caminhe pela Alvear em direção ao centro. É hora de conhecer a famosa Av. 9 de Julio e ter uma visão noturna de obelisco. Um marco da cidade! A linha de ônibus 64 permite realizar um passeio do bairro de Belgrano até La Boca percorrendo vários bairros importantes da cidade. Abaixo se pode ver o percurso e os pontos de interesse.Para chegar no ponto inicial tome o os ônibus:15, 29, 38, 41, 44, 63, 55, 65, 80, 113, 114, 118, 130 ou o metro linha D e desça na estação Juramento. Aproveite para passear pela Av. Cabildo tomar um sorvete na Persicco da Calle Juramento e conhecer o bairro chinês. O calçadão RM Ortíz, que vai da esquina da Junín com a Vicente López até a Avenida Quintana, é um dos locais mais populares de BsAs para a tradicional caminhada da tarde, conhecida como el paseo. Na esquina da Avenida Quintana fica o tradicional e cheio de classe café La Biela. Do lado oposto ao café, com sua copa lançando uma grande sombra sobre o terraço externo, há uma magnífica árvore conhecida como Gran Gomero. De todas as ruas da região, a Avenida Alvear é a mais sofisticada. Caminhando para sudeste a partir das praças da Recoleta em direção ao centro, o primeiro edifício realmente interessante é o Alvear Palace Hotel , uma construção de 1932 de estilo francês. Mais adiante, ficam alguns palacetes do começo do século 20, que um dia foram residência da elite porteña, incluindo o art nouveau Palácio Duhau (atualmente o luxuoso hotel Hyatt) e diversas mansões, entre elas a neogótica Residencia Maguire (1683) e a neoclássica Nunciatura Apostólica (no 1637). No centro da Plaza Francia está o monumento de mármore à Liberdade, um presente da França à Argentina. Do outro lado da avenida a mais nova área de paisagismo, o Parque Carlos Thays, exibindo o heroico bronze Torso Masculino, do escultor colombiano Fernando Botero. O principal corredor de consumo e símbolo do Barrio Norte é a Avenida Santa Fe, um reduto de lojas e butiques de marcas famosas. Se der uma caminhada pela avenida não deixe de entrar no n o. 1860, que agora abriga a livraria Ateneo. A poucas quadras (entre a Callao e a Pueyrredón), fica um dos locais mais abertamente gays da cidade especialmente nas noites de fins-de-semana. O resto da região é ocupado pela Universidad de Buenos Aires.
  13. Ricardo Palma

    Buenos Aires entre 12 e 19 de Julho

    Boa noite, mochileiros: Estou indo agora em Julho para Buenos Aires. Alugamos um apartamento na Recoleta, através de uma empresa de aluguel de apartamentos temporários lá de Buenos Aires. Gostei do atendimento, feito via skype, msn, emails, por uma brasileira que reside em BA. Iremos voar pela Pluna e ficaremos em BA de 12 a 19 de Julho. Caso alguém esteja por lá nesse mesmo período, podemos entrar em contato... Estou montando um roteiro com dicas garimpadas na internet, com informações de conhecidos (uma amiga que vai todo ano e outra que irá passar uma semana agora em Junho), e assim que estiver pronto coloco aqui pra tentar ajudar aos demais. Li muitos relatos sobre problemas em apartamentos, hotéis, restaurantes, enfim, no convívio com os "hermanos", e vou colocar aqui o que penso: - experiências são individuais: já viajei pela CVC para Curitiba, e fui por conta própria para Porto Alegre; entre viajar com "guias turísticos" e eu mesmo fazer meu roteiro, fico com a segunda opção; nada contra a CVC, mas prefiro eu mesmo montar meus passeios de acordo com meu tempo e meus interesses; e outra coisa - realmente, um monte de turistas, andando atrás de um guia, acaba incomodando os locais (vi isso em Curitiba...); quando vamos visitar alguém, o mínimo que podemos fazer é sermos cordiais e nos esforçarmos para entender o idioma e os costumes locais; se mesmo assim nos tratam mal, daí é coisa sem solução - o jeito é denunciar, entregando os locais onde isso ocorreu, e se possível usar o alcance das redes sociais para divulgar; turismo vive de cordialidade e hospitalidade: se não sabem usar o marketing a favor, vão enfrentar o marketing contra; - idioma: nós brasileiros adoramos criticar turistas estrangeiros que, quando vem para cá, não tentam falar em português (ou algo aproximado) conosco; se é assim, também devemos nos esforçar para nos fazermos entender pelos locais; o espanhol não é coisa de outro mundo, e basta um cursinho rápido em áudio (desses que a gente encontra na internet para download) para conseguir isso; - cordialidade: respeito às tradições e à cultura local são fundamentais; da mesma maneira que gostamos de ser tratados, devemos tratar os locais; por exemplo, penso em levar algumas "lembrancinhas" aqui do Brasil para distribuir lá em BA... Para o pessoal da empresa de aluguel de aptos, para a funcionária que me atendeu, para a dona do apto, e até para o porteiro do prédio; são coisas simples, que podem parecer até ridículas, mas que podem fazer a diferença em caso de necessidade; - crimes, golpes, segurança: bem... estou acostumado a ir em SP e andar pelas ruas do centro; lá em BA aplicam golpes? E aqui? Aqui somos assaltados por pivetes, por drogados, por políticos (epa... isso não é turismo...), somos incomodados por pedintes, vendedores de água, ambulantes... e achamos que fora daqui isso é diferente? Acho que nem na Europa escapamos de situações assim; a segurança nós fazemos: cuidados com bolsas, sacolas, não ficar mostrando dinheiro, etc, não andar pelas ruas com "cara de turista"... o centro de SP é terrível em questão de segurança, mas nem por isso me sinto intimidado; - cobranças abusivas: antes de me sentar em um restaurante para comer, vou procurar me informar sobre as "taxas"; isso é o mínimo; conferir a conta é de lei; dicas de outros ajudam, mas lá também deve ter uma espécie de "centro de atendimento ao turista"; vou procurar me informar e assim que souber alguma coisa, coloco aqui. No mais, estou pensando em fazer os passeios à pé e usar o subte; alguns passeios noturnos irão demandar táxis, mas daí pretendo conseguir algumas dicas com a própria empresa que me locou o apto. Aguardo contato de outros que estiverem por lá na mesma época... Quem sabe não nos encontramos em alguma parrillada????
×