Ir para conteúdo

sheiter

Membros
  • Total de itens

    292
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que sheiter postou

  1. Corte A estrada entre Bastia e Corte é excelente . Corte é a capital historica da Córsega , sua citadela no topo de uma colina abriga o museu da Corsega ,mas atenção ele não abre para visitação as segundas , durante a noite a citadela fica iluminada . Uma das visitas imperdíveis é o valée de la restonica , a estrada é sinuosa e estreita , mas muito bonita. Nós fizemos a trilha do lac Du melo e lac Du capitello , chegamos cedo, a temperatura era de 10 graus , mas a sensação era de menos com a umidade. No começo a trilha é fácil mas depois as dificuldades vão aparecendo, esc
  2. Marine de Giotttani Pequena marina onde paramos para almoçar no único restaurante do local, onde também é possível se hospedar. Um lugar muito tranquilo e o mar com tons que vão do azul ao verde. Aqui eu tive uma surpresa com as estradas do cap corse. O que eu posso dizer é que a surpresa não foi boa, para os que conhecem a Bolivia , as estradas são uma versão europeia das estradas bolivianas. Pura aventura , necessitam urgente de obras , em alguns trechos elas até já começaram , mas parecem obra de igreja , não terminam . bem, isso foi o que eu fiquei sabendo após conversar
  3. oi Prividal muito bom relato . Você pode me tirar uma dúvida . a van do transfer de uyuni para san Pedro de atacama , é uma van de linha comum ou é uma van de agencia de turismo ? qual é a cidade da fronteira onde vc pegou esta van ? obrigado
  4. NONZA ( e o mistério da bandeira ) Pequena cidade na encosta da montanha de frente para o mar , uma de suas atrações é uma torre Paoline, diferente da maioria das torres por lá, que são torres genovesas, casas com seus telhados em pedra ardósia e a igreja de santa Julia uma verdadeira obra de arte. Mas o mais inesperado vem agora.... Resolvemos beber algo num restaurante próximo a torre e com bela vista da encosta e do mar . Descendo as escadas entre a torre e o restaurante , avistamos algo que não esperavamos ....uma bandeira do Brasil no terraço do retaurante....eu pense
  5. Oi Paola Eu passei 17 dias completos na Córsega . Qualquer outra informação, é só perguntar . segue algumas fotos;
  6. fotos ...eu não estou conseguindo carregar as fotos....
  7. PORTO PARA EVISA ( ROTA DOS CALANQUES DE PIANA ) Fomos pela estrada costeira , estreita e sinuosa com uma bela vista dos “CALANQUES DE PIANA” , nos fazia parar a todo instante para fotografar. Numa dessas paradas vimos a trilha D’ORTU ANCIENE e resolvemos fazer , pequena e um tanto íngreme , mas no final uma vista espetacular. Em Evisa fizemos uma das trilhas do GR20(Grande Randonnee ) para o refúgio de Ciottulu no Col de Verghio , uma trilha longa , numa floresta de pinheiros imensos , com troncos de grandes diâmetros como eu nunca tinha visto . Paramos numa bergerie para tomar um
  8. BONIFÁCIO No topo de falésias no extremo sul da Córsega , onde o vento é constante, esta Bonifácio ,com sua citadela imponente. Entre seus muros, incrustada nas falésias num ângulo aproximado de 45° esta “ les escaliers Du Roy d’aragon” ou a escadaria do rei de Aragão ,um dos passeios imperdíveis e vertiginosos. ILHAS LAVESSI É um dos possíveis passeios de barco que partem de Bonifácio. Ah! Eu esqueci de uma coisa muito importante sobre a Córsega ...a máfia.... Afinal a Córsega já pertenceu a Itália. Desceu todo mundo do barco, vai um pouco para cada lado....caminhamos al
  9. Ajaccio No centro de Ajaccio tem uma feira que acontece todos os dias , onde é possível comprar produtos locais, queijos , embutidos, doces e geleias. Eu sugiro a de figo com nozes para comer com queijo de cabra. Nos arredores várias lojas de souvenirs e restaurantes . Também existem os passeios de barco . Filitosa e o figo da tortura ou figue de barbárie Filitosa é um sitio préhistórico , com pequenas contruções em pedras , monumento religioso e algumas esculturas megalíticas. Caminhando pelo sítio nos deparamos com uma senhora que admirava um belo fruto , nos a
  10. A Corsega é conhecida na França como a “ A ILHA DA BELEZA “ , mas é ainda um destino pouco conhecido dos brasileiros . É possível ir de avião , mas a nossa escolha foi ir de ferrie da empresa “corsica ferrie “ , para levar o carro ( o carro é necessário na Córsega , principalmente fora da temporada turística ). Ficamos destraidos com a bela vista das ilhas sanguinárias no golfo de Ajaccio e acabamos descendo tarde para pegar o carro e enfrentamos um congestionamento de pessoas na escada . Como de costume ,não olhamos o número do estacionamento , então foi um tal de procurar daqui , p
  11. É muito interessante e vale apena visitar . Com o tempo bom e sem neblina , vc vai poder desfrutar mais .
  12. Um passeio de um dia completo por uma trilha leve para mim , mas porem eu penso que ela deve estar classificada como moderada , não foi difícil . Paramos muitas vezes para fotos , um dos guias era uma figura muito engraçada , antes de começarmos ele nos deu as instruções necessarias e durante a trilha passou muitas informações interessantes a respeito da fauna , da flora do local e Tb das formações rochosas . A trilha tem +/- 8 km , é necessário levar tudo o que for consumir , inclusive água . A roupa aconselhável é camisa de manga longa e calça .
  13. Então veio a resposta ... são os turistas moles , não estão lá para fazer trilhas , só querem sombra e água fresca ..vão para lá pra descansar . Por isso eu tive tanta dificuldade para encontrar pessoas que estivessem dispostas a fazer a Cidade de Pedra e até mesmo o Parque dos Pirineus e olha que não foi por falta de tentativas . No penúltimo dia na cidade , eu enviei uma mensagem para uma das agencias e aguardei uma resposta ate a manhã do dia seguinte , não obtendo uma resposta resolvi ir ate lá . Para minha surpresa , tinha um grupo pronto para fazer o passeio
  14. Para piorar, o tempo não estava ajudando muito , passei três dias na cidade na esperança de arrumar um grupo . O centro historico de pirenopolis é pequeno , mas tem muitos restaurantes , a noite a Rua principal fica cheia de turistas nos restaurantes , na maioria de Brasilia e Goiania que vão para lá para descansar , comer e ir para as cachoeiras ... E conversando com um guia local eu descobri que esses turistas são chamados entre eles de “ TURISTA MAMÃO” ... Eu fiquei pensando o que seria o tal TURISTA MAMÃO ...
  15. Larguei as coisas no quarto e fui almoçar , bem perto tinha um restaurante vegetariano , então resolvi comer lá para acompanhar meu amigo, lugar pequeno e acolhedor , com alguns livros e atendimento muito bom... a comida é bem servida .... Que me desculpem os vegetarianos , mas que coisa ruim é a tal da carne de soja ...eu sou mesmo um mochileiro carnívoro ...gosto de um bom bife , é melhor comer só salada do que comer a carne de soja . De barriga cheia, parti para as agencias para procurar o passeio à Cidade de Pedra , a cidade é pequena e tem poucas agências , na pr
  16. Cheguei no aeroporto de Brasilia por volta de 17:30 e descobri na informação turística que não tinha mais ônibus para Pirenopolis , então o jeito foi procurar um hotel , outra informação que consegui na informação turística ... como era só para dormir , peguei um dos mais baratos 80 reais , no núcleo bandeirantes ... Não adiante me perguntar o nome , pois eu não falo nem que me torturem.... o hotel era péssimo ....mas eu sobrevivi.... O serviço de informações turisticas do aeroporto de brasilia foi muito competente :'> , ao contratrario de um outro que deixou muito a desejar no
  17. Si vc pense que a “CIDADE DE PEDRA “ é na Jordânia ....vc não esta completamente enganado , mas o que vc talvez não saiba , é que nós temos Aqui no Brasil a nossa própria “ CIDADE DE PEDRA “ .. Aqui começa o meu relato , da minha viagem para conhecer a CIDADE DE PEDRA . No meio do ano passado eu comecei a planejar esta viagem e pesquisando aqui no site , vi um relato de um mochileiro que pretendia conhecer " A TAL CIDADE " , mas que acabou não indo , então resolvi pesquisar mais ...foi ai que vi algumas fotos do lugar
  18. Oi Vivi , tudo que você puder me enviar de informação da região , eu vou te agradecer . Esta muito dificil de encontrar informações de algumas cidades. você fez algum passeio para conhecer alguma aldeia ? vou te enviar meu e-mail por mp. abs
  19. oi pessoal ! eu pretendo ir ao amazonas em fevereiro e fiz algumas pesquisas aqui , mas estou tendo dificuldade de encontrar hoteis e informações a respeito de alguns lugares , eu vi aqui muitas dicas , eu penso que alguem possa me ajudar. as cidades que pretendo visitar são ; - iranduba ,essa é a primeira cidade apos atravessar a ponte do rio negro , duvida ; 1 - posso chegar diretamente na cidade de barco ou preciso pegar um onibus ? 2- é possivel fazer um passeio de barco para parana do ariau , se sim , quanto custa ? 3- hotel popular , alguem pode indicar ( vi
  20. Oi Fernanda , parabens pelo relato . eu pretendo ir a Bonito e ao pantanal em janeiro ou fevereiro . você já foi para lá esta epoca ? eu penso em passar de 10 a 12 dias por lá, você acha bom a quantidade de dias ? Qq ajuda e dicas são bem vindas !
  21. boa tarde , você postou no local errado , aqui é para quem já viajou. você deve postar em roteiros de viagens. como experiente em mochilar, não acho muito boa a tua ideia , mas si este for o teu sonho..
  22. Parabens pelo relato ! Aqui no Brasil é pouco divulgado . No proximo ano eu estou pretendendo ir a Corsega , provavelmente eu devo passar 3 semanas . Voce acha que é suficiente ? Teu vai ajudar bastante. Eu devo fazer uma parte do GR20 .
  23. Oi ana ! acabei de voltar de salvador tem pouco tempo. Te sugiro a praia do forte(fica numa cidade proxima a salvador) , projeto tamar de preservação de tartarugas, si vc for de onibus , vc deve pegar um onibus até a rodoviaria de salvador e depois os micros da linha branca ou linha verde. vc pode visitar em salvador o dique do tororo . E para comer te sugiro o retaurante do mercado modelo com uma vista linda, se vc gosta de peixe , eu comi o peixe tropical , não tenho certeza si o nome do prato é este , mas o peixe e muito bom.
×
×
  • Criar Novo...