Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Gregório Ribeiro

Colaboradores
  • Total de itens

    42
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre Gregório Ribeiro

  • Data de Nascimento 26-07-1983

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Brasil, Inglaterra, Holanda, Espanha, Itália, Áustria, Liechtenstein, França, Bélgica, Alemanha, Índia, Nova Zelândia, Escócia, Portugal, Japão, República Tcheca, Hungria, Malta, Dinamarca, Suécia, Islândia, Lituânia, Grécia, Argentina, Bolívia, Peru, Colômbia e USA.
  • Próximo Destino
    Amsterdam e depois Paris.
  • Ocupação
    Mochileiro e criador de conteúdo digital.
  • Meu Blog
  1. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí galera!!?? Tudo bom?? Espero que sim! Inverno na Europa tá chegando então a Rafa resolveu escrever um post sobre o que fazer em 7 dias na Islândia!! PS: Só no inverno que você pode ver a Aurora Boreal. http://www.slowspirit.com/pt/2016/10/o-que-fazer-em-7-dias-na-islandia/
  2. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí galera?? Tudo certinho?? Eu e a Rafa acabamos de começar a nossa super lua de mel de 3 meses, e nosso primeiro destino é Boracay nas Filipinas, nesse post tem algumas dicas de como chegar lá e média de preços de acomodação e comida. Espero que gostem! http://www.slowspirit.com/pt/2016/10/um-rapido-relato-da-asia/
  3. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí galera?? Como que vocês estão?? A gente está super bem!! No momento eu (Greg) e a Rafa estamos morando em Londres e o Gui e a Sophia na Cornualha, nossa viagem pela América do Sul foi sensacional e acabamos ficando um pouquinho longe do mochileiros.com. Nas próximas semanas postarei alguns textos interessantes sobre a Bolívia e o Peru por aqui e muito em breve sobre o Sudeste Asiático também. Esse post é o Aqui e Agora de Agosto de 2015. http://www.slowspirit.com/pt/2015/08/aqui-e-agora-agosto-2015/
  4. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí mochileiros?? Belezinha?? Neste post escrevemos sobre Slow Travel e como é possível viajar de forma sustentável respeitando o meio ambiente e sem gastar muito dinheiro. Divirtam-se!! http://www.slowspirit.com/pt/2014/11/opiniao-slow-travel/
  5. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    Pra quem está acompanhando os posts sobre o Japão, aqui vai um pouquinho sobre Takayama! Nesta cidade nos visitamos a Vila Folclórica Hida No Sato, o Templo Hida Kokubunji, as ruas de Sanmachi, o Festival de Carnes Hida, a Feira Jinya-mae e o Takayama Jinya. No final do texto você encontrará os custos na cidade. Espero que gostem! http://www.slowspirit.com/pt/2014/12/takayama-surpresa-inesperada/
  6. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí galera!?? Aqui vai o novo post da Rafaela que acabou de sair do forno sobre maneiras sustentáveis para se lidar com o ciclo menstrual. Meninos me desculpem mas esse post foi escrito para as meninas. Espero que gostem! http://www.slowspirit.com/pt/2014/09/meninas-na-estrada-mooncup-absorventes/
  7. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    E aí galera!! Neste post eu escrevo sobre como faço para juntar dinheiro para viajar e também como que fiz enquanto ainda estava no Brasil. O texto tem um foco na questão do desapego e das prioridades. http://www.slowspirit.com/pt/2014/09/como-juntar-dinheiro-para-viajar/
  8. Gregório Ribeiro

    Abel Tasman National Park - Perguntas e Respostas

    1 - Se você tiver um carro, vai ter que deixar o carro estacionado em Marahau e dali partir pra visitar o parque. Não tem como visitar o parque de carro. 2 - Existem muitas, mas muitas opções no parque brother. Aqui vai parte do que escrevi no meu blog: "Existe uma flexibilidade bem grande de passeios nesse parque e as empresas fazem de tudo para se encaixar nas vontades dos turistas. O caminho que escolhemos era um dos mais clássicos, mas tinha gente que por exemplo pegava o barco até Anchorage e andava até Marahau, ou o barco deixava as mochilas em Anchorage e a pessoa saltava em Onetahuti para fazer a caminhada até Anchorage, ou até tinha gente que fazia apenas passeios de caiaques em algumas praias e depois voltavam de barco para Marahau." 3 - Sim, Marahau. Meu mano ficou no albergue The Barn e eu acampei nas praias de Onetahuti e Anchorage. 4 - Depende do seu budget. Eu paguei NZD$ 12.20 por noite pra acampar, e meu irmão pagou NZD$ 9.00 (com desconto) ficando na campervan no estacionamento do albergue. 5 - Não fiz o caiaque, fizemos apenas o trekking e valeu muito a pena!! Acho que vale a pena dar uma lida nesses dois textos (pequenos) sobre nossa aventura em Abel Tasman. Abel Tasman Greg Abel Tasman Gui Espero ter ajudado brother!!
  9. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    Galera, nesse post nós escrevemos um resumo de como levamos a vida e um pouco sobre o nascimento do Slow Spirit. Tentamos esclarecer um pouco os conceitos que seguimos e usamos no nosso dia a dia, como: Minimalismo, Frugalismo, Vida Nômade, Slow Movement e Meio Ambiente. Espero que gostem!! http://www.slowspirit.com/pt/2014/08/estilo-de-vida-slow/
  10. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    Mais um pouco sobre o Japão galera! Um dia visitando os templos de Kyoto, passamos pelo Nijo Castle, Kyoto Imperial Palace, Ginkakuji Temple e o Kyomizu Temple. Tudo muito lindo!! Coloquei dois videozinhos maneiros desse dia no post e no final do texto fiz um resumo dos custos de entrada dos templos e da alimentação. http://www.slowspirit.com/pt/2014/07/japao-kyoto-templos/
  11. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    Penso da mesma forma! Evito carregar (e acumular) tralhas, quanto menos coisas desnecessárias na minha volta, mais feliz me sinto. Adorei o blog de vcs, principalmente o texto sobre o desapego, estou falando desse texto aqui: http://www.slowspirit.com/pt/2011/01/estilo-de-vida/ Curti mesmo o blog de vcs, abraços. Opa Adriana!! Fico feliz que você gostou menina!! Além das nossas viagens também gostamos de escrever sobre pequenas mudanças de atitude que podem nos ajudar a alcançar o que queremos. Este texto fala exatamente disso, praticar o desapego material não significa ser um mulambo-sujismundo-mochileiro-chulé, e sim uma pessoa que aprende a valorizar o que tem e a viver com menos. Espero que o blog te inspire de alguma forma. =)
  12. Opa Aline!! Eu não sei dizer se tenho uma experiência grande mas quando fui planejei bastante e tive a oportunidade de passar 2 meses nesse incrível país. Tento passar as infos pra ajudar as pessoas porque as vezes mesmo lendo em diversos lugares ainda ficamos com os pés atrás e inseguros sobre algumas coisas. Dezembro é high season lá então imagino que os preços das coisas estarão um pouco mais caros e muita gente viajando, então é legal se programar pra comprar esses trens o quanto antes para não ter risco de pagar mais caro ou ficar sem transporte. Bom, eu vou tentar te dar uma idéia do que você pode fazer seguindo o que aprendi por lá, no meu primeiro mês eu aluguei um carro (com motorista) e viajei num passo mais rápido, no segundo mês foi basicamente ônibus e trem e viajando num passo mais lento. Eu sou sempre a favor de viajar num passo mais lento mas também sou flexível e sei que as vezes não temos o tempo que gostaríamos num país e vemos um monte de coisa num curto espaço de tempo. Gostei do seu roteiro e acho que é exatamente o que escrevi mais acima, seria o clássico que a maioria das pessoas fariam numa viagem a Índia (sem contar Jaipur). Tenho muita vontade de conhecer Varanasi e imagino que 4 dias sejam suficientes, já Mumbai não conheci direito pra falar a verdade. Passei por lá 3 vezes entre estações de trem e ônibus mas não cheguei a visitar nada na cidade e por isso não sei dizer quantos dias são necessários, mas acho que 5 pode ser muito. Aqui vão algumas idéias para 19 dias de viagem: 1a) Adicionei Rishikesh e se for ficar 4 noites em Udaipur rola um daytrip pra Ranakpur. 4 dias em Delhi ou Varanasi, você decide. 4 noites em Mumbai / 4 noites em Udaipur (1 dia pra Ranakpur) / 4 noites em Delhi / 2 noites em Rishikesh / 2 noites em Agra / 3 noites em Varanasi 2a) Adicionei as Ajanta e Ellora Caves. 4 noites em Mumbai / 2 noites em Aurangabad (Ellora e Ajanta Caves) / 4 noites em Udaipur (1 dia pra Ranakpur) / 4 noites em Delhi / 2 noite em Agra / 3 noites em Varanasi 3a) Um pouco mais apertado mas vendo tudo. 3 noites em Mumbai / 2 noites em Aurangabad (Ellora e Ajanta Caves) / 4 noites em Udaipur (1 dia pra Ranakpur) / 3 noites em Delhi / 2 noites em Rishikesh / 2 noite em Agra / 3 noites em Varanasi Acho que tem como brincar muito com as cidades que você quer conhecer, mas uma coisa que queria mencionar é o seguinte: Mumbai e New Delhi são grandes e tem MUITA gente, as vezes pode ser um pouco demais pra quem não tá acostumado com muvuca. Quanto mais pro interior você for mais tranquilo fica, por isso resolvi colocar essas outras cidades aí no seu roteiro. E também tem que levar em consideração o tempo que você vai ficar dentro dos trens, porque dependendo das distâncias você pode acabar perdendo quase um dia inteiro viajando. Imagino que você anda pesquisando e sabe onde encontrar as coisas, mas se por acaso não entrou nesses sites, dá olhada. IRCTC(compra de passagens onlie),Cleartrip(checa os trens pelo site do IRCTC, é uma agência que vende também), Site do governo e o famoso Seat61 da Índia. O seat61 já ajuda MUITO em diversos aspectos, especialmente com exemplos de tempo que se leva entre cidades mais média de preços. O seat61 tem info sobre diversos países pelo mundo e sempre vale a pena checar. E pra finalizar, acho que vale a pena qualquer opção, o importante é conhecer a cultura e sentir como o país anda.
  13. Gregório Ribeiro

    Slow Spirit - Estilo de vida minimalista e sustentável focado em viagens

    Pra quem vai fazer um mochilão na Europa não se esqueça que existem vôos bem acessíveis para o Marrocos. Um destino exótico, barato e cheio de histórias e aventuras!! Neste post o Gui dá uma geral do que se fazer por uma semana, listando os custos no final. http://www.slowspirit.com/pt/2012/03/marrocos-deserto-cobras-especiarias/
  14. Gregório Ribeiro

    Cidade para passar 5 meses- Tauranga/ Wellington ?

    Vivi, tudo bom menina?? Eu morei durante quase um ano na NZ e tenho um monte de dicas para dar. Pelo que entendi você pretende estudar por 4 meses e viajar por 1, certo?? Você vai com o visto de estudante ou com o WHV?? Me liguei que você pretende trabalhar enquanto estuda, então talvez o WHV seja melhor para você. Bom, sobre as cidades, se está pensando em ir para Tauranga, você "tem que morar" em Mount Maunganui, que é uma das cidades de praia perto de Tauranga. Apesar de ser bem pequena é super bonita e com uma ótima qualidade de vida. Pra ser sincero, o apt mais maneiro que morei em toda a minha vida foi em Mt. Maunganui. Eu não sei como é a questão de escolas de inglês por lá, mas tenho certeza que existem algumas. Existem diversos trampos na área de hospitality e no campo, dependendo da época do ano e da colheita também. De Auckland tem como você ir para várias cidades menina, quando fui pro Mount a primeira vez estava morando em Auckland e fomos de carro. Dá pra se fazer várias viagens de FDS morando lá, mas concordo contigo num ponto. Apesar de Auckland ser uma cidade super maneira, não é necessariamente a melhor pra se morar. Wellington é a capital da NZ, meu irmão morou um tempo lá e se amarrou. Muitas escolas de inglês, vida norturna agitada e trabalhos diversos. Não acho que valeria a pena descer para a Ilha Sul para uma trip de FDS, o custo do ferry é alto então provavelmente valeria se passasse de 2 semanas a 1 mês viajando. Eu fui pra lá 2 vezes e me diverti muito, até cogitei em morar lá mas acabei ficando em Napier. Eu acho que você deveria pesquisar bastante (e fazer perguntas aqui) sobre todas as possibilidades. Minha dica de lugares para morar, estudar e trabalhar seriam (sem ordem de melhor pra pior ou vice-versa): - Auckland - Mount Maunganui - New Plymouth - Napier - Wellington - Queenstown Dunedin é uma cidade universitária, milhares de estudantes moram na cidade e dizem que a noite é bem agitada. Eu passei lá de carro durante uma road trip e acabei dormindo apenas 2 noites. Achei a cidade meio sem sal e muito industrial se comparada com outras que visitei durante minha estadia na NZ, mas a verdade é que essa é a minha opinião, conheci pessoas que se amarraram e morariam lá. Se eu tivesse que escolher alguma cidade na Iha Sul, ficaria entre Queenstown e Christchurch. PS: Eu moraria 4 meses na Ilha Norte, tentaria visitar tudo em viagens de FDS, e depois no mês livre viajaria de carro pela Ilha Sul.
  15. Gregório Ribeiro

    Mochilão na europa julho de 2014

    Brother, Eu já fui algumas vezes para Amsterdam e nunca utilizei este I amsterdam city card, acho que vale a pena se você for em MUITOS museus e utilizar frequentemente o transporte público em poucos dias, senão, acho que pode ficar caro (I Amsterdam City Card). Dá pra fazer tudo a pé em Amsterdam, eu nunca nem cheguei a pegar os trams (bondes) que rolam pela cidade, e sobre os museus, lembro de ter pago 10 Euros no Van Gogh (agora está 15) e paguei 8,50 Euros no Rijksmuseum (agora está 15 também), a casa da Anne Frank custa 9 Euros pra entrar. Na minha opinião acho que não vale a pena, os preços são estes: 24 horas: €47.00, 48 horas: €57.00 e 72 horas: €67.00. De Amsterdam você poderia fazer uma day trip pra Utrecht (meia hora de trem), uma cidadezinha super bonitinha com canais, como uma mini-amsterdam. E também daria pra você pegar um trem pra Zaanse Schans (cidade dos moinhos), demora uns 15 minutos saindo da estação central de trem de Amsterdam. É linda demais, super pequena e você não precisa de um dia inteiro, apenas uma manhã.
×