Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

xmts_jose_br

Membros
  • Total de itens

    92
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Bolivia:Salar de Uyuni, Potosi e Sucre.
    Argentina: El Calafate, El Chaltén.
  • Próximo Destino
    Ushuaia, Torres del Paine
  1. xmts_jose_br

    relato De Carona para o Uruguai

    Muito Bom relato, ajudou bastante. Obrigado por compartir!
  2. Depois de ter uma kombi, o importante é pé na estrada, na ruta, na praia...
  3. Parabéns, que Viagem! Vocês provaram que a kombi é um carro forte, se estiver com mecânica em dia vai e volta como outros carros. O piloto tem que ser fera mas não precisa surfar de kombi no rípio Mas vale tudo pelas lindas paisagens e sensações que vão ficar no seu coração pra sempre. Show de bola!!!!
  4. Beth, La Chiringuita y eu estaremos em Pomerode recebendo os amigos Argentinos! "A Força dos Volks" fazendo amigos e unindo nações!!! Se você morar por perto Apareça!!!
  5. Obrigado, Com bom planejamento Machu Picchu é fichinha, e vc vai curtir pra caramba!
  6. Neste dia colocamos a fofoca em dia e descansamos. De noite já estava programado um churrasquinho com amigos e fomos dormir tarde. No domingo saímos perto das 11hs, mas preferimos descer a serra até a freeway(BR 290) e subir pela BR 101, desse modo não subimos mais nem uma montanha até em casa. Paramos em algumas praias e na terça-feira de noite chegamos sãos e salvos os três: Beth, La Chiringuita e Eu Não é Comodoro Rivadávia mas dá pro gasto! Camboriú - SC falta pouco! Vídeo: http://s1150.photobucket.com/user/xmts_jose_br/media/Tuacutenel.mp4.html
  7. Agora em terras BR partimos cedo pelo pampa gaúcho e enfrentamos subidas na BR 290 onde esquentava bastante o motor, mas procurar um mecânico levaria a perda de tempo e dinheiro, então seguimos. Na parte da tarde telefonamos pra família aqui da nossa cidade, e arriscamos ligar pro meu irmão que mora na serra gaúcha. Se ele pudesse nos receber no sábado subiría-mos a Serra em Pântano Grande, Venâncio Aires, Lajeado, Bento Gonçalves durante à noite. E mesmo achando que não iria conseguir, subimos, levamos a madrugada toda 6:00 hs da manhã chegamos em Farroupilha - Essa kombi não vai quebrar não? rsss
  8. Passamos o dia todo na 127, foi "surreal". Primeiro me esqueci que em Entre Rios a Polícia pega mais pesado, pois em toda a Argentina nenhuma polícia nos multou mesmo quando estáva-mos errados. No cruzamento da ruta 127 com a 6 ,a polícia nos parou igualzinho como nos outros relatos: fomos no escritório, inventou algo, pediu 9.000 pesos, como eu não tinha, foi baixando, e em menos de 5 minutos acertamos pelo valor 280 pesos, como aquele frio da manhã era importante para o motor paguei e saí vazado. Segundo: existe um trecho em que os blocos que foram usados pra fazer a rodovia estão soltos e afundam de um lado levantando do outro quando os carros passam ãã2::'> Foi aventura atravessar. Terceiro: Eu queria chegar logo na ruta 14 pra pegar um asfalto liso, mas quando cheguei na 14 o viaduto estava em obras. Carros e caminhões andavam cada um num sentido diferente, pois não havia mais estrada, somente um lamaçal que cada um passava por onde achava melhor. Quando cheguei do outro lado havia placas onde a lama espirrou e mal dava pra ver escrito BsAs. Fomos pra outra direção e deu certo Dormimos em Uruguaiana.
  9. Era chegada hora de partir, depois de descansar bastante, trocar óleo da Chiringuita e compartir dias belíssimos com nossos amigos, tomamos a estrada rumo Norte. Em Morrison conhecemos uma pessoa incrível chamada Melina, que nos falou que acabavam de escolher o Pápa e que era Argentino, seu nome era Francisco e nós devía-mos ir para uma cidade chamada San Francisco. Esses tipos de coincidências trabalhavam a nosso favor, mas só isso não seria suficiente para encarar a famosa "ruta 127". Mas pensando bem pra quem já tinha feito 10.000km e não tinha nem cambão Dormimos em Paraná, a 127 ficou pro dia seguinte.
  10. Nos dias seguintes passeamos conhecendo a cidade, e comemorando com assados, chegamos desde beber uma garrafa de "fernet" com coca-cola, até muitos mates de vários sabores, mas a maneira como nos trataram é que foi especial. Gracias amigos los espero em breve!
  11. Chegamos e encontramos nossos amigos que trabalham na capital Córdoba, e tinham vindo visitar suas Famílias neste feriadão. Foi muita sorte(coincidência diria um superticioso), pois no mês antes, e no mês depois deste feriadão não estariam em Morrison. A surpresa foi total pois não tinham visto os recados no facebook. Após conhecer todos fomos na casa de um amigo deles e foi muito legal. Chegamos e este amigo (estudante de psicologia) era muito bom conversar com ele, sua namorada (filha de mãe brasileira) super legal. Assim como Morretes, Morrison tb é bem pequena super tranquila. Nos sentamos na frente de sua casa e conversamos bastante, tomando mate e beliscando salgados e doces deliciosamente diferentes, então apareceu um violão, depois 2 atabaques sendo um base e outro solando, mas o fato é que a música pulsava, música é a linguagem universal. 2013 AR 2011 BR
  12. Buenas, lhes conto que mesmo hoje em dia, às vezes parece um sonho, mas lembro que atravessar a Ruta 35 não foram só alegrias. Andamos por muitos km de noite e troquei até a bobina, mas andar no calor era demorado ficar parando de hora em hora, sendo que conforme esfriava pela noite a Chiringuita rendia mais. Desse modo, numa noite já com adrenalina a mil, e a estrada piorando cada vez mais, forçamos até altas horas, pois o feriado estava acabando então começou a chover, e sem limpador de parabrisas fomos obrigados a parar na 1º cidade. Mas não era nem um pueblo, eram 15 casas longe 1 km da Ruta. Procuramos dormir perto da delegacia mas não tinha polícia, somente casas e uma praça, acabamos dormindo num posto de diesel para máquinas agrícolas, na via de acesso ao pueblito chamado "Melina" que nem no google eu achei. Apesar do lado ruim tinha uma força positiva e um festival de coincidências que nos faziam acreditar. Choveu durante a noite e ainda escuro aproveitei o frio pra rodar. Deu umas chuvas durante a manhã, e pedi info pra uma frentista do posto de gasolina, que emocionada me disse que sua "Terra Natal" - Morrison ficava à 130km. Chegamos em Morrison depois da siesta.
  13. Aqui vai uma lista com nome dos campings que ficamos, foram poucos. Certo dia encontramos um casal argentino que viajava num jipe verde, e disseram que se ficasse escuro, entravam num posto de gasolina e dormiam. É um estilo de viajar comum na argentina. 1º camping Valle Eden perto Tacuarembó. Muito bom ótima estrutura. Não pagamos pois só almoçamos e não achamos o dono na saída. 2º camping ACA Puerto Madryn. Ótimo. Foram 100 pesos. (Sempre valor 2 + Veículo) 3º camping Municipal Puerto San Julian. Muito Bom. Foram 100 pesos. 4º camping Niriguao - El Calafate. Muito Bom. Foram 70 pesos. 5º camping Municipal Gaiman. Muito Bom. Foram 50 pesos. 6º camping Policial Mutual Las Grutas. Muito Bom. Foram 80 pesos. Neste link ajuda encontrar campings na Argentina: http://www.solocampings.com.ar/
  14. Neste dia vimos muitas cidades arrumando seus cemitérios pelos mortos nas Malvinas. Vimos muitas estrelas no chão e depois soubemos que marcavam acidentes fatais. Mas nós só dando com a mão quando piscavam os faróis pra nós. Em uma das paradas pra ver um avestruz percebemos que os faróis não acendiam, por isso piscavam faróis pra nós, tentamos algumas coisas e nada, fomos em frente, e passamos de fininho num posto da polícia então entramos na primeira cidade. Acontece que era feriado e o eletricista estava fechado, fomos em outro que resolveu nosso problema, batemos um papo e acabamos levando um mel. Aliás, conversamos com uma dona de Lan house e duas Senhoras num mini-mercado por no mínimo 40 min cada, pessoal do interior tem um modo suave encantador. Já de noite na hora de encostar, num posto da polícia o guarda nos mandou passar, e logo ouvi um assoviu mas andei em frente e estacionei no posto de gasolina. Antes de descer da kombi os policiais já me abordaram e avisaram que as luzes de trás estavam apagadas, somente poderia seguir viagem se tivesse luzes atrás. E voltaram pra ruta de onde viam a gente. Rapidamente um frentista chamou outro que já conhecia o defeito, era falta de "fio terra por causa da ferrugem" Raspamos a ferrugem e acendeu, tudo isso em questão de 10 min. Entrei na kombi e abri o vinho para um brinde! Que dia!
  15. Conversando com as pessoas descobrimos que haveria um feriado de vários dias, que juntaria Páscoa com Guerra das Malvinas. Os caminhões sumiram da Ruta, por que em alguns dias do feriado caminhões são proibidos nas estradas. Saímos do litoral e entramos pelo interior procurando achar a Ruta 35 sempre sentido norte, sem GPS, e sem mapa fomos na internet ver google maps, e avisar os amigos que em alguns dias chegaría-mos em Córdoba se nada acontecesse. Nos próximos dias tivemos almoços longos por causa do calor e esticamos um pouco mais de noite. Las Malvinas son Argentinas
×