Ir para conteúdo

eniobeier

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.680
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Tudo que eniobeier postou

  1. Fui usuário do Smiles por alguns anos, concentrava quase todos os pagamentos no cartão e consegui fazer algumas viagens usando os pontos acumulados. Fui uma vez aos Estados Unidos, ao Peru e internamente para Belo Horizonte e Curitiba somente usando as milhas acumuladas mas com o passar do tempo começaram a exigir cada vez mais milhas para emitir um bilhete, mesmo no domestico. Estava acumulando milhas visando uma nova viagem ao exterior e certa feita fui conferir o Smiles e percebi que haviam sumido cerca de 63 mil milhas que haviam vencido. Para recuperar as milhas tinha que pagar uma taxa que era praticamente o valor da passagem para o destino que desejava. Desanimei. Cancelei o programa e liquidei as milhas restantes nuns eletro domésticos que precisava trocar aqui em casa. Hoje não acumulo milhas em nenhum programa, pelo numero que milhas que pedem para emitir uma passagem para qualquer destino não vale mais a pena.
  2. May Araujo De Santiago até San Pedro de Atacam são aproximadamente 1.680 km, por estradas muito boas, passando pelas localidades de Copiapó, Antofagasta e Calama. A Ruta 5 cruza boa parte do deserto ao norte do Chile. Locais para fazer uma parada eu indicaria duas cidades litorâneas: La Serena e Antofagasta. Passeios em San Pedro de Atacama existem muitos mas os mais procurados são Vale da Morte, Vale da Lua, Geiser del Tatio, Salar de Tara, Laguna Cejas, Pukara de Quitor, entre outros. O carro a ser utilizado pode ser qualquer um para chegar a San Pedro porque todo o caminho até lá, a partir de Santiago, é asfaltado mas os passeios é recomendável contratar uma agência porque as estradas até eles são, por vezes, muito ruins.
  3. Acho que aqui no Brasil vai ser + difícil encontrar correntes para comprar, acredito que terá mais possibilidades na Argentina.
  4. Estivemos em Buenos Aires em março passado, chegamos lá no dia 09/03 via Buquebus, vindo do Uruguay. Perguntaram quantos dias iríamos ficar e nos deram 90 dias mas não pediram nenhum comprovante de retorno. Mas se a chegada for via aérea não saberia dizer qual o procedimento
  5. Já fiz algumas viagens pelo Canadá e Estados Unidos pegando bastante neve e realmente tem que se ter muito mais atenção mas o perigo maior é quando temos gelo na pista, conhecido como gelo negro. A neve recém caída, desde que não muito profunda até dá para ir na boa, com cuidado. Quando faço estas viagens para regiões que sei que vou pegar muita neve dou sempre preferência por veículos 4x4, nunca com tração traseira.
  6. Pamela O segundo dia tá bem puxado. Certa vez fiz 1.450 km entre Bariloche até a cidade de Azul mas não recomendo. Acredito que 800 km/dia tá de bom tamanho. Não esquece que em julho você irá precisar portar correntes para fazer a travessia dos Andes entre Mendoza e Santiago.
  7. Perito Moreno que você cita é o Glaciar ou a cidade. Se for o glaciar fica em El Calafate, a cidade de Perito Moreno não em nada de atrativo, é apenas uma cidade que fica no caminho da Ruta 40.
  8. Pelo site Rut0.com você pode colocar o inicio e fim do seu trajeto para saber a melhor rota, quilometragem percorrida e ainda saber o tempo gasto em viagem. O site ainda informa a quantidade litros de combustível gasto considerando um automóvel mas, se você souber o quanto sua moto consome por litro dá para ter uma ideia. A nafta, depois de alguns meses congelados, teve um aumento neste último dia 18/08 e agora pode variar de ARG 56.68 a super a ARG 65.39 a premium , na YPF.
  9. No inicio do ano fui à Europa pela primeira vez, destino era Portugal mas entrei no continente europeu por Frankfurt e foi super de boa. Na imigração somente perguntas básicas: qual destino, motivo da viagem e quantos dias pretendia permanecer. Estava com todos documentos, reserva de hotel, passagem de retorno, cartões de credito/debito e dinheiro em espécie para comprovar capacidade financeira de me manter mas não nos foi solicitado nada.
  10. Com Honda City até que vai confortável. Tem gente que vai de Kombi, Fuca, bicicleta...dá pra ir com qualquer veículo. Daça uma boa revisão pré viagem e seja feliz.
  11. Fui várias vezes para Las Vegas e sempre dou uma pesquisada nas ofertas de hospedagem deste site: https://www.lasvegasadvisor.com/hotel-deals/ Já consegui excelentes ofertas nos hotéis Monte Carlo e Paris, ambos no coração da strip.
  12. No inicio do ano fui para Portugal com a Lufthansa com conexão em Frankfurt e a imigração se deu no aeroporto alemão. O retorno ao Brasil foi por Zurich onde foi dada saída da Europa.
  13. giulia23 o passeio custou 180.000 pesos colombianos (cerca de R$ 270,00) por pessoa e a reserva fiz no hotel em que estava hospedado. Evite o pessoal que lhe aborda nas ruas , dê preferência para comprar no seu hotel ou então num escritório de alguma agência (existem várias). Comprei o passeio da Chiva Rumbera com um vendedor que tinha ponto no McDonalds (Sr. Gino, da Elmos Tour) para um sábado à noite e esqueceram de nós. Depois para fazer contato com eles par remarcar foi a maior dor de cabeça .
  14. Estive em Cartagena no inicio de Outubro e gostei bastante. A cidade amuralhada é muito bonita, as praias são de água quentinha mas uma coisa que incomoda muito são os vendedores, ficam lhe abordando o tempo todo. Isto ocorre tanto na praia como pela cidade. Em Cartagena não deixa de fazer o passeio de Chiva, uma espécie de ônibus aberto com muita música e diversão. Já os passeios de barco fiz o que leva para Playa Branca (mais famosa), o de Islas Rosário e o da ilha de Bora Bora. Playa Branca é legal mas a praia é lotada tem os vendedores para encher o saco, o passeio de Islas Rosário você passa maior parte do tempo no barco passando por várias ilha onde ~contam algumas histórias locais mas tempo para aproveitar a praia é pequeno, cerca de 1 hora. Aí você escolhe o que qeur fazer snorkel ou o oceanário. Para mim o Bora Bora é o melhor, são aproximadamente 40 minutos de navegação até o local onde você é recebido com um drinque de boas vindas e você passa o dia relaxando num lugar onde não tem vendedores, com mar cristalino, boa musica e comida. BORA BORA PLAYA BRANCA
  15. Tem um cara que está neste momento fazendo uma viagem para o Alasca com uma GS 1200 e recentemente fez esta travessia. Dá uma consultada com ele, atualmente se encontra em Orlando. A travessia dele foi em um veleiro. Este é o endereço do blog dele: https://www.rodrigopoli.com/ Ele é bastante ativo no Instagram: https://www.instagram.com/rodrigopoli8/
  16. No youtube tem um canal de dois brasileiros que saíram com suas motos Harley do Rio de Janeiro e foram até os Estados Unidos para festa de 100 anos da em dois Harley Davidson. https://www.youtube.com/channel/UCNDCrZV25n0J3_W2X-5WHEw
  17. Uma opção também é a bela cidade de Chicago, mas se quer ver neve mesmo prá valer vá para o Wyoming, Montana, Colorado, Utah. No Utah a sugestão seria Salt Lake City e arredores (Park City é linda). No Wyoming/Montana minha sugestão é a localidade West Yellowstone, base para conhecer o Yellowstone National Park e as Teton Peaks. Se quiser se estender pela Florida mesmo vale uma escapada para Key West ou então para maravilhosas praias da região de Tampa.
  18. Tatif Na Porto Seguro você tem a opção de contratar o seguro viagem mundo que resolveria esta questão.
  19. Marina, Quando fiz a minha viagem realmente não vi motorhome nas estradas. O que o Poiuy falou sobre o black ice é muito importante, eu nunca pegava a estrada nas primeiras horas da manhã e sempre procurava parar antes do anoitecer. Nas rodovias principais você verá com frequência os caminhões limpando a neve e aplicando sal para derreter o gelo. Para ir de Vancouver em direção as Rocky Mountains você provavelmente terá que rodar pela Haighway 5 e passar no Coquihalla Pass, que com neve é bem perigoso. Antes de se dirigir para lá confirme as condições da estrada. Se me lembro bem fica entre as localidades de Hope e Kamloops. Quando passei por lá estava muito tranquilo, a estrada cruza uma região muito bonita. No youtube existem alguns videos mostrando a estradas. No Discovery Chanel havia uma série chamada de "Estradas da Morte" que mostrava as dificuldades encontradas por aqueles que se aventuravam neste passo durante uma nevasca.
  20. A Patagonia, independente da época do ano, é fria. Eu estive em Ushuaia num mês de janeiro e peguei temperatura de 2º graus. Na média ficava entre 8 e 12º graus mas devido ao vento sempre presente a sensação era bem baixa.
  21. eniobeier

    Canadá 2020

    Fiz duas road trips pelo Canada, ambas no inverno de 2016 e 2017, e foi muito top. Realmente faz bastante frio e alguns passeios ficam prejudicados pela neve mas ainda dá pra ver muita coisa. Se puder recomendar alguma região vá para provincia de Alberta (Calgari ou Edmonton são as principais cidades) e passeie por Banff, Canmore, Jasper, Lake Louise. Percorra e Icefiled Parkway seguramente uma das rodovias mais lindas do mundo.
  22. Entrei por Frankfurt em fevereiro passado e foi muito tranquilo, o agente só perguntou o motivo da viagem, qual o destino e quantos dias de permanência.
  23. Estive duas vezes em Nova Iorque e ambas foram no inverno. Mais que o frio o quê pega mesmo é o vento. Se não estiver ventando dá para fazer os passeios numa boa. O Central Park coberto de neve é espetacular. Da primeira vez a temperatura ficava sempre entre 0 e -8º. Nos dias que ventava realmente ficava dureza bater perna pelas ruas. Já na segunda visita tivemos mais sorte, foram dias de sol sem vento e com temperatura bastante amigável pra época, teve dias que bateu nos 16º positivos.
×
×
  • Criar Novo...