Ir para conteúdo

Tadeu Pereira

Colaboradores
  • Total de itens

    203
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Tadeu Pereira venceu a última vez em Julho 9

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

121 Excelente

Links para Redes Sociais

Sobre Tadeu Pereira

  • Data de Nascimento Março 28

Últimos Visitantes

3.324 visualizações
  1. @Wemesson Carvalho Pretendo mochilar pelo maranhão no final do ano... quero passar a virada em Alter do Chão no Pará conhece? Mas quero passar por Barreirinhas no maranhão antes... bora?
  2. @joao alexandre Salve salve João... vo escrever o restante ... ta meio corrido a vida mas em breve consigo sentar e escrever o restante do relato... gratidão!
  3. Tadeu Pereira

    Arembepe

    @May Oliveira Ola... tu conseguiu acampar na aldeia? pode me passar algumas informações? vlw
  4. 22º Dia: Chiang Mai - 25/11/18 - Chiang Mai - Dumbo Elephant Spa - ฿2200,00 Baht Acordamos por volta das 7:00am, tomamos um bom café da manhã, arrumamos nossas mochilas e aguardamos até que o transporte do tour nos buscasse em nosso hostel. A van chegou no horário combinado, por volta das 8:30am e depois de pegar mais algumas pessoas que também estavam no tour pela cidade de Chiang Mai, nós partimos em um grupo de 15 pessoas para o santuário dos elefantes. O Dumbo Elephant Spa é um santuário de elefantes situado na zona rural da cidade de Chiang Mai onde os elefantes não são treinados para serem montados pelos turistas, não são usados objetos cortantes ou pontiagudos nos animais e também não são acorrentados, os animais ficam soltos na floresta. O santuário apoia o TURISMO ECO e procura apenas conectar turistas à vida selvagem, apoiando e contribuindo para a reabilitação de elefantes tailandeses. Estes foram os principais motivos pelo qual escolhemos o santuário Dumbo Elephant Spa. Na cidade de Chiang Mai encontramos diversas agências com preços até mais acessíveis, porém em muitos deles os animais não são tratados como animais e sim como uma forma cruel de ganhar dinheiro. Fizemos a reserva pela internet com dois dias dias de antecedência pelo próprio site do santuário (www.dumboelephantspa.com) pelo valor de ฿2200,00 baht onde optamos em ficar o dia todo interagindo, alimentando, brincando na lama, dando banhando na cachoeira e caminhando na floresta com os elefantes. O tour ainda conta com um excelente almoço, água e frutas e um carisma fantástico das pessoas que moram no local. Assim que chagamos fomos recepcionados pelo pessoal que vive e mora no santuário, nos passaram algumas dicas e regras e nos forneceu água e um café da manhã pra começar as atividades. Também nos foi dado uma camiseta especial para identificação e não agredir visualmente os animais. Começamos nossas atividades alimentando os animais com bananas. Nos ensinaram como fazer ele abrir sua boca com um comando de voz e assim podíamos colocar o alimento direto na sua boca. Foi bem legal essa parte e ainda era só o começo! Assim que acostumamos com os bichos passamos para o lado de dentro das cercas e ficamos lado a lado interagindo com os grandões. Foi bem emocionante! Barriga cheia pé na areia! Após o banquete de bananas, fomos dar uma volta com os elefantes pela floresta, onde eles iam, nós íamos atrás. Ficamos por um bom tempo andando atrás deles pelo meio do mato e quando o sol começou a esquentar por volta do meio dia, fomos para uma lagoa de lama refrescar os elefantes. Foi uma brincadeira bem bacana, onde sujamos todos os elefantes e a nós mesmo numa enorme poça de lama onde os animais adoram se sujar jogando lama pra todo lado. Retornamos com os animais todos sujos de lama e depois da foto rss nos dirigimos para uma linda cachoeira onde todos se banharam juntos! Foi sensacional! Ficamos por um bom tempo banhando nas águas geladas das montanhas e logo após nos reunimos para nos secar e retornar a Chiang Mai pelas inúmeras curvas da estrada que leva até a cidade passando pelas montanhas. Fizemos uma longa e animada despedida com direito até a um baseado na folha de bananeira e música do Ventania (Cogumelos Azuis) que deixaram os nativo bastante animados hauhauhauha. Foi inesquecível! Retornamos para Chiang Mai por volta das 17:30pm e ficamos o resto do dia andando pela cidade. Aproveitamos e reservamos no próprio hostel o nosso tour pelo White Temple, o Templo Branco que fica na cidade de Chiang Rai, depois fomos a tribo Long Neck Village, a tribo das mulheres girafas e finalizamos no Golden Triangle, o Triangulo Dourado que designa a confluência do Rio Ruak e do Rio Mekong, uma vez que o termo vem sendo apropriado pelo turismo tailandês para descrever a tríplice fronteira entre Tailândia, Laos e Myanmar. 23º Dia: Chiang Rai - 26/11/18 - Chiang Rai - White Templo - Long Neck Village e Tribo Akha - Golden Triangle (Tailândia, Laos e Myanmar) ((((Continua no próximo post)))) Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/
  5. 21º Dia: Chiang Mai - 24/11/18 - Chiang Mai - Templo Wat Chedi Luang, Wat Ho Tham e Wat Sukmin. Depois da fantástica noite anterior participando dos Festivais Yee Peng e Loy Krathong tiramos este dia para conhecer alguns templos de Chiang Mai. Começamos pelo templo Wat Chedi Luang. Templo budista localizado no centro histórico de Chiang Mai. O espaço agora ocupado pelo templo era originalmente composto por três outros templos: Wat Chedi Luang, Wat Ho Tham e Wat Sukmin. O local é um complexo grande com diversos outros templos para visitação. Ficamos por algumas horas contemplando esse lugar, porém neste dia os templos estavam lotados de turistas por toda parte e isso incomoda e atrapalha um pouco. A noite de Chiang Mai é bem movimentada. Com a cidade cheia de turistas ainda por causa dos festivais, os bares e restaurantes estavam lotados. Fomos no Rasta Café Chiang Mai localizado na rua Loikroh ao lado da ponte sobre o rio Ping. O Bar tinha uma ótima vibe, tocava ska, reggae, reggae tailandês entre outros, só a cerveja que era mais cara neste local, mas mesmo assim ficamos um tempo e tomamos uma bela e gelada Chang. Como estávamos próximos ao Rio Ping, nós aproveitamos e voltamos para o Regina Garden Guesthouse & Restaurant para finalizar nossa noite ao lado do rio Ping e com uma bela lua cheia. Como já havíamos reservado nosso tour em um santuário de elefantes, o Dumbo Elephant Spa, tínhamos que dormir cedo para descansar, pois na manhã seguinte uma van nos pegaria no hostel para nos levar ao local. Retornamos ao hostel então, deixamos nossas mochilas já arrumadas e fomos dormir pois o próximo destino seria um dos mais aguardados do mochilão, o santuário dos elefantes. 22º Dia: Chiang Mai - 25/11/18 - Chiang Mai - Dumbo Elephant Spa (((((Continua no próximo post)))) Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/
  6. @Fran tucci Oi Fran... Nós saímos de Guarulhos (São Paulo) x Madrid (Espanha) (3hrs) X Benjing (China) (3hrs) x Banguecoque (Tailândia) e a volta foi da mesma forma, saímos de Banguecoque x Benjing x Madrid x Guarulhos. Geralmente a passagem fica sim mais barata retornando da mesma forma da ida, mas isso não é uma regra, terão retornos que serão feitos por outras cidades com o mesmo valor. Mas se vc comprar a ida e depois comprar a volta, eu acredito que ficará mais caro sim. Da uma pesquisada e faça as simulações pra ver se compensa. blza.
  7. @casal100 então... o camboja e o myanmar eu ficaria 3 4 dias... já daria pra ver quase tudo... ja a Tailândia, Nepal e Índia precisam de um pouco mais de tempo pela complexidade dos lugares.
  8. @casal100 Poxa vida, fiquei emocionado lendo isso! Que bom que aproveitou as dicas e que deram certo pra ele... É o mínimo que eu posso fazer pela plataforma, pois quando estava fazendo a minha pesquisa para ir pra Ásia, o Mochileiros.com me ajudou muito com diversas dicas, então eu me sinto na obrigação de colocar tudo que eu faço relatado para incentivar e ajudar outras pessoas. Vocês vão fazer a viagem dos sonhos na Tailândia... a moeda deles o Baht é muito desvalorizada, então preparem - se para se sentirem milionários ahuhaahuahua. Vá e passe mais tempo nos países, eu irei voltar talvez ano que vem, quero ficar mais tempo pra conhecer realmente os costumes do povo. Mas por enquanto são planos! Qualquer dúvida so chamar que ajudo vcs ok. Gratidão!
  9. @Jucelio Paez Landim Ohhhh Jucelio... Subimos juntos uma parte do Chacaltaya... me recordo sim de você! Lembro que vocÊ voltou e nós continuamos. A guia era sim uma mulher e passava uma espécie de protetor no rosto que mais parecia uma massa corrida huahauhuahu Satisfação te encontrar aqui no relato...acompanhe os próximos posts que estou chegando na parte do Chacaltaya logo logo... forte abraço! Gratidão.
  10. @leandroalvez Eae Leandro... que bom q leu o relato... obrigado! Cara não passe vontade não! A maioria das praias tem placas informando que é propriedade particular, mas acampamos assim mesmo... Como esta em baixa temporada as praias ficam desertas, quase ninguém passa por la. Os bares não ficam abertos e não fica ninguém na praia. Acampe um pouco mocozado, escondido que rola sim... nos acampamos na areia da praia mesmo e não aconteceu nada... hauahuhauah.... Gratidão!
  11. @Fran tucci Que bom que esta gostando... muito obrigado... Então, tem caiaque e tem os tours com barcos pra la tbm, mas vá de caiaque, é muito melhor, cansa um pouco mas a visão é incrível, não é perigoso, super seguro, passe bastante protetor e faça Nui Beach e Monkey Beach que vc vai gostar muito desse rolÊ. Tem astante gente que vai de caiaque, você pode esperar alguém e ir junto, vi pessoas fazendo isso. Nui Bay foi a praia mais linda que eu vi em toda minha trip pela Ásia... ja Monkey Beach é bem interessante pelo macaquinhos mesmo e suas águas cristalinas... cuidado com a mochila e alimento perto desses animais, eles são agressivos quando veem comida. olha, só vai, vc vai curtir muito... yeahhhhhhhhhhhh Gratidão!
  12. @Márcio/Sp Verdade! Conversando com os locais, eles dizem que nem eles morando a vida toda la, não conseguem conhecer tudo... tem muita praia linda naquele lugar!
  13. 7º Dia: Isla Del Sol - 01/01/2019 - Isla Del Sol - Templo do Sol Acordamos tarde, afinal era o primeiro dia do ano de 2019, merecíamos uma boa noite de sono ahuahauha. Tiramos o dia para conhecer o Templo do Sol e o lado la ilha que ainda não tínhamos ido. Fizemos uma trilha de poucos minutos até um pico alto que tem um grande espantalho. Ficamos um tempo contemplando este lado da ilha. Bem abaixo conseguimos ver o Templo do Sol, saímos cortando as trilhas e chegamos na entrada que dava acesso ao templo. O lugar é considerado muito sagrado mesmo antes dos Incas. Muito antes também o Lago Titicaca era considerado sagrado pelos povos pré-colombianos. As lendas incas, por sinal, dizem que a civilização surgiu na ilha. Inti, o deus Sol, ficou decepcionado ao olhar para a terra e ver que os homens viviam de forma selvagem, sem organização. Assim, deu vida a Manco Capac e Mama Ocllo, os dois primeiros incas, cuja responsabilidade foi ensinar aos homens os princípios da agricultura, artesanato e da religião. Se é verdade ou não, parte da história deu origem da civilização e está contada na Roca Sagrada, no Templo del Sol e vários outros sítios preservados ao longo Do Willka Thaki, a estrada construída pelos incas que une o norte ao sul da ilha. Seguimos a trilha de volta pela parte de baixo passando por alguns restaurantes e muitos locais vendendo seus artesanatos. Almoçamos e logo depois fomos em uma outra praia fazendo a mesma trilha da primeira porém seguindo pela esquerda na bifurcação que tem antes de chegar nelas. Como ainda não tínhamos conseguido pegar um dia legal pra ver o famoso por do sol visto da ilha, neste dia o sol deu o ar da graça e nos presenteou com um belo entardecer visto do Mirador Cerro Queñuani. Chegando no mirador tivemos a oportunidade de participar da Cerimônia do Condor para retirar as más energias do ano que se passou. Foi muito interessante. Fechamos nosso dia com chave de ouro. Um belo por do sol iniciou nossa última noite na Isla del Sol. Na manhã seguinte retornaremos a La Paz para conhecer alguns lugares que não tivemos tempo de conhecer quando passamos pela capital boliviana pois estávamos com pouco tempo. 8º Dia: La Paz - 02/01/2019 - Isla Del Sol x Copacabana x La Paz - Pub (((((Continua no próximo post)))) Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/ (...)
  14. 20º Dia: Chiang Mai - 23/11/18 - Chiang Mai (Festival das Lanternas e dos barquinhos - Loi Krathong e Yee Peng) - Hostel ฿450,00 Baht - Lanternas e Krathong ฿30,00 baht Assim que chegamos em Chiang Mai, fomos logo abordados na estação de trem por diversos serviços de táxi. Escolhemos o mais barato que nos levou em alguns minutos para o nosso hostel. Ficamos hospedados no Hostel Bann Elephant Home 2 Loikroh e pagamos ฿450,00 baht por 3 dias em um quarto compartilhado com oito camas/beliche, banheiro compartilhado, ar condicionado e café da manhã incluso. O hostel fica muito bem localizado perto de restaurantes, mercados, farmácias e oferece também serviços de lavanderia, táxi, tours e restaurante, todos pagos a parte. Nos acomodamos, tomamos um belo e merecido banho e fomos explorar a cidade de Chiang Mai, que estava em festa e cheia de turistas por causa dos famosos festivais que ainda estavam acontecendo na cidade, o Loi Krathong que é o festival das balsas flutuantes, onde diversas pessoas se reúnem nas proximidades dos lagos, rios e canais para lançarem os "Krathongs" junto com aqueles que amam. Os "Krathongs" são balsas circulares fabricadas com troncos de bananeira, decoradas com flores, velas e incensos. Acredita - se que se um "krathong" de um casal flutuar lado a lado após serem lançados no rio, os mesmos terão um futuro feliz juntos. O outro festival que acontece nos mesmos dias coincidindo com o Loy Krathong é o Yee Peng, que é o famoso festival das lanternas ou luzes onde diversas pessoas se reúnem para lançarem lanternas de papel pelo céu criando um maravilhoso show de luzes. O festival é celebrado anualmente em toda a Tailândia principalmente nas cidades de Chiang Mai e Ayutthaya, acontecendo na noite de lua cheia do duodécimo mês do calendário lunar tradicional tailandês, que no calendário ocidental se coincide, normalmente, com o mês de Novembro. Andamos por algum tempo conhecendo a cidade que estava toda enfeitada e se preparando para o último dia do festival. Encontramos um lugar muito bacana chamado Regina Garden Guesthouse & Restaurant que fica localizado às margens do Rio Ping e próximo da Ponte Thanon Charoem Mueang. Ficamos a tarde toda neste agradável lugar aconchegante tomando algumas cervejas geladas e comendo os mais variados típicos pratos tailandeses. Valeu muito a pena! Retornamos ao hostel para nos arrumar para o grande momento do dia, os festivais. Saímos por volta das 20:00pm e a avenida principal Charoen Muang já estava abarrotada de gente. Ficamos do lado esquerdo da ponte Thanon Charoem Mueang em um gramado onde se tem uma ótima vista do rio e do céu. Compramos nossas lanternas com alguns vendedores que circulavam pelas pessoas por ฿30,00 baht fizemos nossos pedidos e agradecimentos e soltamos nossas lanternas no céu iluminado com tantas outras. Foi um momento muito especial e aguardado da viagem. Foi fantástico! Retornamos ao hostel depois de um dia incrível. O festival superou nossas expectativas. Foi fantástico ver todas aquelas lanternas brilhando no céu e o Rio Ping cheio de balsas iluminadas flutuando. Foi lindo! Recomendo muito esse rolê. 21º Dia: Chiang Mai - 24/11/18 - Chiang Mai - Templos (((((Continua no próximo post)))) Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/ (...)
  15. 19º Dia: Banguecoque - 22/11/18 - Hanói x Banguecoque x Chiang Mai (Festival das Lanternas - Loi Krathong e Yee Peng) - Empresa VietJet R$368,00 - Trem ฿771,00 Baht - Guarda-volume ฿100,00 Baht - Café da manhã ฿100,00 Acordamos por volta das 6:00am e como já tínhamos feito o check-out antes, só entregamos as chaves na recepção e partimos de táxi que já estava nos esperando para o Aeroporto Noibai Airport de Hanói. Embarcamos às 9:15am pela empresa VietJet Air e pagamos R$368,00 reais com chegada por volta das 11:00am no Aeroporto Don Mueang em Banguecoque. Do aeroporto seguimos direto para a Estação de Trem Hua Lamphong onde mais uma integrante do time que tinha vindo de Madrid na Espanha nos aguardava. Logo após o reencontro fomos comprar nossas passagens de trem para Chiang Mai por ฿771,00 baht para uma viagem noturna, com assentos que transformam em camas, banheiro, cozinha comunitária e com duração de aproximadamente 13 horas rumo a Chiang Mai, agora no norte da Tailândia. Como tínhamos muito tempo ainda na capital tailandesa, pagamos um guarda volume na estação Hua Lamphong por ฿100baht e seguimos de tuctuc para o gigantesco shopping MBK Center ou Mahboonkrong para passar o dia. O complexo contém oito andarem e cerca de duas mil lojas, departamentos, restaurantes, pontos de atendimento etc. O local é realmente gigantesco! Retornamos à estação de trem para embarcarmos para Chiang Mai pois já estava acontecendo o festival das luzes a 2 dias e chegaríamos para o último dia do festival. Pegamos nossas mochilas no guarda-volumes do terminal e embarcamos no trem #13 às 19:35pm. No meio da viagem foi oferecido o café da manhã por ฿100,00 baht que foi servido por volta das 8:00am da manhã. A viagem foi tranquila e engraçada. Durante o percurso o trem parou em algumas estações e algumas pessoas bem diferentes para nós ocidentais entraram no trem rsss. Foi uma grande experiência viajar de trem pela Tailândia, recomendo muito esta viagem. Apesar do tempo não ter ajudado muito, e a chuva não ter dado tréguas neste dia durante a viagem, logo de manhã quando clareou o dia vimos que estávamos passando por belas paisagens durante o percurso. Vimos muito verde, enormes campos de arroz e muitas matas aparentemente intocadas ainda pelo homem. Chegamos em Chiang Mai por volta de 9:00am e fomos direto para o hostel que já tínhamos reservado pelo aplicativo Agoda.com. 20º Dia: Chiang Mai - 23/11/18 - Chiang Mai (Festival das Lanternas - Loi Krathong e Yee Peng) (((((Continua no próximo post)))) Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/ (...)
×
×
  • Criar Novo...