Ir para conteúdo

cissa29

Membros
  • Total de itens

    33
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que cissa29 postou

  1. O Monte Kenya é a segunda montanha mais alta da África, tratando-se na verdade de um maciço composto de diversos picos, sendo os mais altos Batian (5199m) e Nelion (5188m), alcançáveis apenas através de escaladas técnicas de longas cordadas, e o Point Lenana (4985m), 5º ponto mais alto da África e o mais popular por ser de fácil acesso técnico. Subimos por uma variante da pouco usada rota Chogoria, e descemos pela popular rota Sirimon, em 6 dias e 5 noites. A face norte dos principais picos do Monte Kenya: Lenana, Batian, Nelion, Pigott e John. CHEGANDO NO QUÊNIA Depois de quase 15
  2. Parabéns Divanei! Por vencer o perrengue e por beber essa "água" no último dia!
  3. Feriado que começou com a frustração da previsão de chuva pro Sudeste inteiro. O que sobrava era a vontade de fazer a tal da Serra Fina: se não fosse agora, dificilmente conseguiria fazer ainda em 2012, já que são 4 dias. Do grupo de 3-4 que aparentemente iam, 2 desistiram. E conforme a data ia chegando perto, eu ia ouvindo mais gente cancelando, e mais gente falando que ia estar feio, perigoso e complicado. Mas o problema é esse, quando eu quero muito uma coisa, por mais idiota que seja, perco a noção e vou atrás. E não foi diferente, fazer Serra Fina com chuva foi uma ideia totalmente de gen
  4. Alguém indicaria alguma loja do eBay, confiável, que venda equipos?
  5. UAU! Já vi que quem resolveu arriscar uma serrinha nesse carnaval se deu bem heim...
  6. Oi Getulio, em termos de fazer a parte alta, com um bom planejamento e conhecimento prévio do local acho que fica mais fácil. Pequei de não ter estudado a região quanto deveria, e agora que já tenho um certo know-how, pretendo voltar pra fazer os outros picos, inclusive os mais afastados. Sobre os quatis, eles só apareceram no Tronqueira, que é onde tinha gente com comida digamos assim "exposta". Nas 2 noites no Terreirão, e na noite no Casa Queimada tinha bem pouca gente, e sem farofa, então não tinha como atraí-los, mas talvez na alta-temporada eles apareçam nesses acampamentos també
  7. Viciada em fazer trilhas altas como eu sou, não quis perder a chance de ir até o Caparaó e trilhar alguns dos picos mais altos do Brasil, aproveitando pra treinar diversos aspectos de trilhas em altitude, e fazer minha primeira trilha solo em montanha. Então vamos ao que interessa! DIA 1 - SEXTA FEIRA, 17 DE FEVEREIRO Na sexta, 17/02, saí mais cedo do trampo com a benção do meu querido chefinho, e corri pra casa pra terminar de fechar a mochila, e dar os tapas finais na casa - deixar as plantas molhadas e comida e água dos gatos. Achei que fosse ter mais tempo, mas não tive, então nem de
  8. Se for subir de madrugada, utilize o sistema de 3 camadas: segunda pele (pra absorver o suor da subida), um fleece grosso (recomendo 300, lá em cima é frio pacas, e depois que vc pára de andar, o corpo esfria e sente o frio pra valer), e uma boa jaqueta/anorak pra segurar o vento na subida e lá em cima. Depois que o sol nascer, e vc começar a descer, vai tirando tudo aos poucos, mas pelo menos lá em cima vai conseguir curtir sem morrer de frio. Ah, luvas corta vento também, e um bom gorro.
  9. Estive lá no carnaval - estava solo também, e por causa disso, com mochila muito pesada (estava com uns 17kg) - abortei a subida ao Cristal, porém com dor no coração! Tinha ouvido falar que o caminho é meio exposto, e com a mochila grande ficaria perigoso. Acha que confere essa informação? A subida ao Cristal é mesmo meio tensa, vindo do Calçado?
  10. Hahaha! Pois é, já cheguei a perder 5 horas pra atravessar o rio por conta da maldita balsa.
  11. Ricardo, que massa que vc conseguiu ir pra lá! Morei aí em Manaus 5 anos e fui inúmeras vezes pra Novo Airão, mas nunca consegui chegar no PN Jaú por conta da "logística" complicada da região. Realmente a Amazônia é um superlativo e tem que vivenciar ela pra poder entender. Fotos lindas e saudade imensa desse lugar!
  12. Travessia incrível! Parabéns! Você não teria um tracklog disso? Ou talvez algumas coordenadas no mapa pra mais ou menos orientar o caminho? Vc usou qual carta, seria a do IBGE pra Manhumirim?
  13. Genial Renan! Leve e ocupa pouco espaço, e melhor, baratíssimo. Valeu por compartilhar.
  14. Ae! Foi show heim seu Jorge. Pelas fotos até parece que foi fácil, mas não foi... meus joelhos bem sabem disso.
  15. Esses dias baixei no meu Motorola Android um aplicativo gratuito que chama GPS essentials. Vou testar no sábado, mas se alguém quiser já dar uma olhada, dá pra baixar por aqui: https://market.android.com/details?id=com.mictale.gpsessentials&hl=en Pra um usuário básico parece ter bastante recurso, mas obviamente que o problema seria usar um android com GPS numa trilha de mais de 2 dias, já que as baterias de smartphones não duram quase nada. A Google também tem um projeto de mapeamento que chama My Tracks, ainda em versão beta (tudo é beta eternamente hoje em dia), mas bem mais limita
  16. Pois é menina, tô pensando seriamente em fazer a volta inteira da Ilha Grande no Carnaval. Vai estar cheio de gente mesmo, dificilmente se eu me perder não me acho rapidinho. Meu maior problema é esse, sou perdida demais!
  17. Legal seu relato, já estive no Monte 2 vezes e nunca consegui chegar na Proa. O Fabian já foi meu carregador também, muito gente boa!
  18. Essa trilha é linda e a praia mais ainda. Mas entrei pelo caminho do duto da Petrobrás, e não por essa entrada. Éuma subida BEM punk de mais ou menos 45 minutos sendo que no final vc já está meio torto de tanto cansaço. Felizmente não vi esses lixos por lá, muito pelo contrário, a trilha tava bem limpa. Pra quem gosta de lugares bem selvagens em apenas 1 dia, essa trilha e essa praia são nota 10.
  19. Pico da Neblina - 13 dias de 6-9 horas de caminhada por dia, subida em desnível de quase 2000 em apenas 3 dias de caminhada, muita lama, chuva, frio e ventos fortes nas partes mais altas. Mais o peso da mochila, carregando suprimentos pra quase 2 semanas. Perrengue nível master.
  20. Parabéns Cris! A única coisa que me segura pra fazer trilha sozinha é que eu sou muito perdida! Mas acho que vc é das minhas (trilheira sem frescura),e vou te adicionar!
  21. Oi Dimitri! O problema da fronteira na verdade deve ter sido frescura do pessoal da Venezuela, porque a pessoa que organizou minha viajem disse que nunca tinha passado por isso antes. E olha que ele já organizou MUITA viagem pro Monte! Eu fui com a Roraima Adventures (www.roraima-brasil.com.br) do Magno, que já foi pro Monte 47 vezes, e trabalha com um guia ótimo que é o José Caraca. O normal é fazer 5 ou 6 dias, mas eu fiz 8, e vale muito mais a pena porque vc conhece muito mais lá em cima, e as coisas mais bonitas são as mais distantes, como o lago Gladys por exemplo. Outra agência l
  22. Atualmente eu só viajo sozinha. Custa mais caro, mas essa é a única pequena dor de cabeça. Entre os meus amigos sou a única que tem emprego estável, ganha uma grana legal e que gosta de se enfiar nos fins de mundo da vida, total sem frescura. Eu não deixo de ir ou fazer qualquer coisa por falta de companhia, porque vc SEMPRE acaba conhecendo muita gente no caminho. Mesmo em lugares inóspitos vc encontra outros viajantes. Mas realmente não é pra qualquer um. Tem que GOSTAR de ficar sozinho, porque em muitos momentos, principalmente nos lugares menos visitados por outros viajentes,
×
×
  • Criar Novo...