Ir para conteúdo

hugo martins

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de hugo martins

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Fique a vontade para perguntar! O comercio fecha por volta das 16h se não me falhe a memória. Depois disso tudo fica meio deserto. Eu não tive problemas nenhum de assalto e etc... Mas também na saia a noite. Ao contrario da cidade do cabo... çá é mais segura... tem um shopping que fica aberto até as 21h... e também tem o waterfront que é um dos principais pontos turístico cheio de lojas e também o aquário (muito bacana) vale a pena!!! Andar de carro é bem tranqüilo...ficar espero com a sinalização...pois a mão é inglesa...fora isso é muito bem sinalizado... O safári é muito tranqüilo... se ficar inseguro compre o guia/mapa que vende na entrada do park em diversas línguas... todo cruzamento de ruas dentro do parque tem uma plaquinha indicando para onde esta indo. Muito bem sinalizado....no park vc só pode andar de carro ... jamais pode descer do carro....de perto?? Girafas, elefantes... eles passam colado no carro... La é proibido mexer com os animais...(buzinas/assobiar/bater no carro) ... porque se eles assustarem podem atacar o carro. Eu contratei um guia...pois eles param muito rápido para ver os animais...as vezes vc não fica numa posição boa...e tal...esse é o lado ruim...porem eles se comunicam...ou seja...se alguém viu algum animal difícil de se vê...eles avisam pelo rádio... Eu vi... Muiiiiiiiiiiiito elefante e muiiiiiiiiiiiitas girafas.... veados de diversos tipos...muitos pássaros... rinocerontes, zebras, hipopótamo, jacaré, javali, leão (utilizando binóculo...estava muito longe no pé de uma árove...) ..os felinos são os mais difíceis de se vê. Eu acho que a única maneira de entrar na afria do sul (avião internacional saindo do Brasil) é via Johannesburg.... Vc está fazendo um roteiro bacana... Entre porto Elizabeth e ciade do cabo... tem algumas cidadezinhas que fazem mergulho com o tubarão branco... não fiz porque estava fora do meu orçamento... era uns 800,00 reais por pessoa... e corre o risco de não vê o tubarão. Rsrsr Desculpe o português... estou no serviço..e tive que responder correndo!!! Mais alguma pergunta!? Abraço!
  2. Olá Fabio Não pense em ir......Vá !!!! O Site do park é :: http://www.krugerpark.co.za :: Vc poderá consultar o horário que o park abre e fecha. Isso varia da época do ano e de portaria para portaria. Pelo site vc consegue fazer a reserva do hotel dentro do park. Eu não comprei antecipado. Comprei quando cheguei no park. O lado negativo de não fazer a reserva, você corre o risco de não encontrar uma hospedagem mais em conta. Eu me hospedei no “Camp Skukuza” - Muito bom! http://www.krugerpark.co.za/Kruger_National_Park_Lodging_&_Camping_Guide-travel/skukuza-camp.html Na viagem, encontramos outros brasileiros que iam entrar no park pelo Orpen Gate – fica mais ao norte. Depois pretendiam sair pelo Malelane Gate. Nos andamos 4.500 km... Johannesburg – Kruger e depois fomos contornando o litoral até chegar em cape town. É muito chão! Depois voltei de avião de cape town p/ Johannesburg. Vc pode consultar os aeroportos/voos pelo site: http://www.flysaa.com (é uma empresa aérea grande da áfrica do sul) ou pelo site www.decolar.com Eu aluguei um carro pequeno para toda a viagem...um Chevrolet SPARK. Qualquer carro de passeio está apto a andar no safári Kruger. Fui em dezembro... lá estava muito quente! É bom alugar um carro com ar condicionado. Em relação a aluguel do carro, é aconselhável fazer a reserva daqui do Brasil... para não correr o risco de ter que alugar um carro que o seu valor esteja fora do orçamento previsto. Espero ter respondido suas dúvidas...! Se não pergunte novamente!!! Abraço
  3. Distâncias Johannesburg até a entrada do parque kruger park = + ou – 450km Port Elizabeth até a entrada do parque kruger park = + ou – 1.500km (esse trajeto, eu acho melhor fazer de avião) Cape Town p/ Port Elizabeth = + ou – 800km Neste trajeto é interessante conhecer: Cabo das agulhas, Cidade de Stellenbosch (viniculas), mossel bay, knysa, e também dar uma paradinha no mais alto bungy jumper (http://www.faceadrenalin.com/) No kruger park, aconselho a alugar um carro em johannerburg e fazer reserva de hospedagem dentro do park. Ficar no mínimo dois dias inteiros e uma noite. Abraço
  4. 1 - Primeiramente, desculpe pelo atraso na resposta! 2 - Chegando no aeroporto de em johannesburg, existem várias locadoras de veículos. Nós alugamos pela http://www.budget.co.za (tivemos um contra tempo. O pára-brisa do carro trincou na estrada quando passava um carro na sentido contrario. Tivemos o azar de uma pedrinha do assalto chocar contra o nosso vidro. Porém não atrapalhou nada a nossa viagem. Entreguei o carro com o pára-brisa trincado. Eu achava que o vidro estava no seguro, e não estava. Somente fiquei sabendo do valor cobrado no cartão de credito depois que chegou a faturar. Pesquisei na internet e descobri que paguei o dobro do valor do vidro.) – Ou seja, se eu tivesse trocado o vidro por conta própria, pagaria menos. Sugestão, ver exatamente o que o seguro contratado cobre. Documentos que a Budget me solicitou. - Carteira Internacional - Passaporte - Cartão de crédito Aluguei um carro pequeno Spark da GM. Paguei mais ou menos uns 60 a 70 reais por dia. Tinha direito a 120km por dia, somente um condutor, seguro mais taxa de deslocamento, pois devolvi o carro na cidade do cabo (cape town). O carro tinha direção hidráulica, som e ar. Você pode alugar um GPs. Eu comprei um mapa na livraria que por sinal foi muiiiiiiito útil! DEZ/JAN 2011 a gasolina estava equiparando a Minas Gerais por volta de 2,50 a 3,00 o litro. 3 - Aconselho a ir de carro alugado para o Kruger. Nos chegamos a noite em johannesburg, pernoitamos em um albergue e bem cedo pegamos a estrada e fomos para Nelspruit. Dormimos em Nelspruit e bem cedo pegamos a estrada novamente. As estradas com nome de “N” estavam perfeitas!!! Um “tapete”! Alias andamos por varias estradas e todas estavam boas. A um ano atrás fiz norte/nordeste do Brasil de carro (8.500Km) nossas estradas são um lixo comparadas as da áfrica do sul. 4 – Skukuza fica mais no centro sul do park. Nos entramos pelo Melane Gate e saímos pelo crocodilo Bridge Gate. Na estrada encontramos com outros brasileiros que optaram para entrar no parte pelo norte e foram descendo para o sul. Conhecemos somente o sul do parte. Se vc for subir muito, terá que dormir em outro camp Ao entrar no park, eles vendem o mapa da Kruger bem detalhado. Todos os camp tem seu sistema de hospedagem interligado, ou seja, vc pode fazer a reservada de qualquer lugar do park. OBS: todos os “camp“ são pontos de apoios com hotéis (podem ir do simples ao luxuoso), posto de gasolina, , lanchonete e minisupermercado, alguns tem banco. Espero ter respondido todas as perguntas, se não...rsrs pergunte novamente!!! E mais uma vez, desculpe na demorar da resposta! Abraços!
  5. Olás! Deixo aqui minha experiência na Africa do Sul (Dez/Jan 2011) No final de dezembro de 2010 fui para África do Sul com minha esposa e meu sogro. Ficamos 20 dias passeando pelo país. Fizemos nossa viagem por conta própria, sem agência de viagem, sem reservas de hotéis e nos hospedando em backpackers (hostel/albergue). A chegada foi em Johannesburg, onde alugamos um carro e começamos nossa aventura. Um real equivale a 3,40 randes, moeda da África do Sul. De acordo com os sul-africanos, a língua oficial é o Africanês, porém, a comunicação é feita através do inglês, tanto escrita quanto falada. Estava curioso para nadar nas águas dos oceanos Índico e Atlântico que banham a Àfrica do Sul. Mas o máximo que consegui foi molhar os pés. A água não é para peixe e sim para pinguins. É muito gelada! Fizemos nosso roteiro baseados em pesquisas na internet principalmente através das experiências postadas neste site. Passamos por várias cidades, destacando: Johannesburg, Capetown, Nelspruit, Port St. Johns, Grahamstown, Stellenbosch, Porto Elizabeth, Knysna, Gansbaai, além de cortar de norte a sul um pequeno país chamado Swazilandia. O percurso foi aproximadamente de 4100 km, dirigindo na mão inglesa, com o volante no lado direito do carro, e passando marcha com a mão esquerda. Fizemos o Safari no National Kruger Park. Lá, é possível encontrar os cinco animais mais respeitados do continente -“Big Five” (chamados de os “Cinco Grandes”): o leão, o rinoceronte preto, o búfalo, o leopardo e o elefante. Porém, é muito difícil dar de cara com todos eles em um só dia. É preciso sorte e paciência. Passamos dois dias e uma noite nesse parque, que conta com mais de 300 km de estrada. Velocidade máxima permitida de 50 km/h. Portanto, se você quer mesmo ver os animais, não passe dos 20 km/h. Existem diversos pontos de apoio no Kruger. Cada ponto de apoio é chamado de camping. Eles vão de sofisticados hotéis a simples áreas de acampamentos tradicionais. Todos são cercados e protegidos, para evitar que os animais entrem. Sua infraestrutura conta com minisupermercados, lojas de souvenir, posto de gasolina, banheiros, bancos, lanchonetes. Conseguimos ver nesses dois dias: diversos pássaros, tartarugas, jacaré, leão, hipopótamo, muitas girafas, elefantes, zebras, hiena, várias espécies de veados, rinocerontes, javali. Algumas cidades próximas à Cidade do Cabo (Cape Town) oferecem diversos passeios para mergulhar com os famosos tubarões brancos. O passeio dura em média 3 horas e custa aproximadamente 700 reais por pessoa. Achei salgado o preço e muito gelada a água. Ficou para a próxima oportunidade. Outro parque interessante é o Lions Park. Nele são criados leões tradicionais e leões brancos. Todos são procriados em cativeiro. O parque oferece a oportunidade para o visitante “brincar” com os filhotes de 4 e ou 8 meses de vida. Visitamos ainda o famoso Cabo da Boa Esperança, que já foi conhecido pelos europeus como Cabo das Tormentas. Conhecemos outros pontos turísticos: a Table Moutain, Waterfront, Two Oceans Aquarium, e dois estádios de futebol que foram palcos da Copa do Mundo de 2010 na África (Porto Elizabeth e Cidade do Cabo). Foi uma aventura e tanto! Para quem gosta de viajar e conhecer locais diferentes, eu indico passar alguns dias na África do Sul, principalmente para fazer o Safari no Kruger e conhecer a Cidade do Cabo. Kruger Park Skukuza - é um dos vários ponto de apoio para o visitante do Kruger park. Tem supermercado, posto de gasolina, loja de conveniencias, banheiros, restaurantes, lanchonetes e hospedagem - Esses pontos de apoio são conhecidos como CAMPING Difícil identificar, mas são milhares de pássaros! Fronteira entre Africa do Sul e Suazilândia (gastamos aproximadamente 2 horas para atravessar o páis de norte a sul) Pé na estrada!!! Porto Elizabeth Nelson Mandela Bay Stadium - Porto Elizabeth Igreja Anglicana na cidade de Knysna MOSSEL BAY - Museu de Bartolomeu Dias Estradas... Paramos na beira da estrada e vimos um grupo de focas Cidade de Gansbaai Porto do Sol - Gansbaai Boulders beach Cabo das Agulhas - Farol Cabo das Agulhas - Marco :: Encontro das águas do Oceano Índico com o Atlântico Lyons Park Cidade do Cabo Two Oceans Aquarium Cidade do Cabo Victoria and Alfred Waterfront 6061 km é a distância entre a Cidado do Cabo(África do Sul) e a cidade do Rio de Janeiro (Brasil) Cidade do Cabo Table Mountain Vista da Cidade do Cado do Topo da Table Mountain Table Mountain vista do centro da Cidade do Cabo Cidade do Cabo Robben Island Museum - Local onde Nelson Mandela ficou preso 18 anos. Parque do Cabo da Boa Esperança
×
×
  • Criar Novo...