Ir para conteúdo

diegofii

Membros
  • Total de itens

    162
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Ahh, só pra lembrar: a pederneira dela risca melhor que uma Coleman. Eu tive uma, que foi embora com a subtração ocorrida. Essa risca fácil e com bastante fagulhas. Abraço
  2. Isso porque ela queria me dar SÓ uma pederneira... Kkk
  3. E esta é a faça que recebi de dia dos pais. Guepardo Kampy Abraço a todos
  4. Grande Cabral, parceiro de longa data!! Das perdas, as maiores foram as artesanais, mas já estou me organizando para repor, principalmente porque sou amigo do cuteleiro, e tinha desenhos meus. A brutalidade da BK2 é incontestável. Até minha esposa se surpreendeu, filhas e sogra também. Ter uma faca deste porte serve de referencial, assim como um Victorinox e Mora. Até, na minha opinião, ítens que todo colecionador deva possuir, ou ao menos ter contato com estas maravilhas de lâminas. Obrigado pelas palavras amigo, e realmente, este negócio que iniciei já me abriu novas possibilidades!! Abraço
  5. Boa noite galera!! Dei uma sumida, mas voltando para os amigos. Infelizmente sofri baixas em minhas facas durante um roubo em minha empresa. Fiquei com 1/3 das minhas facas, mas reconheceu a coleção. No próximo post eu adiciono a faca que recebi de minha filha mais velha no dia dos pais, mas a que venho mostrar aqui é velha conhecida de todos e dispensa as apresentações: Kabar BK2!!! Enquanto estava amarrado aos afazeres como servidor público, meu sonho ficou 4 anos engavetado. Agora que tenho meu próprio negócio, o "patrão" achou por bem desengavetar sonhos. Graças a isso também virão novas facas em breve, que irei postando por aqui. Abraço amigos, saudades da galera!!
  6. André, Muito bonita mesmo. Vai ser sua nova aquisição? Abraço
  7. Esse canivete não é dificil de encontrar, pelo contrário. http://shopping.tray.com.br/oferta/canivete-tatico-m-tech/id:532171 Esse é só um exemplo, mas em muitas lojas de caça e pesca vc encontra dele. O AURA da Nautika também é bonito, mas não sei a qualidade. Abraço
  8. Cara, esse Rescue depois que apareceu no Desafio em Dose Dupla Brasil vai virar febre... kkkk. Não estou dizendo que vc esteja atrás dele por febre, mas que logo eles vão querer dar uma aumentadinha no preço, isso vão. Eu acho o conjunto dele interessante, mas eu não gosto dele por um motivo: muito cabo pra pouca lamina. Por isso acabei optando por um no mesmo preceito, da MTech, mas com a lamina lisa, e camuflagem urbana. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-441425848-canivete-mtech-first-response-_JM Eu paguei na loja 30 dilmas, é um canivete muito bom, gosto muito da lamina e da pegada dele. E a lamina é toda lisa, com um fio muito bom, mas depois que eu cabralizar ele vai ficar melhor ainda. Abraço.
  9. Cara, relaxa, eu mesmo ando com o Victorinox no bolso e mais um. Alterno esse um com uma lamina simples, sendo ou um Zebu, o xing ling que eu descrevi anteriormente e um Smith & Wesson Extreme Ops Pequeno, mais ou menos do tamanho de um isqueiro, quando fechado, mas 16cm aberto. Porque? o S&W e o Xing Ling tem função rápida, pra corte ou pra defesa, caso um dia eu venha precisar. Já o Zebu fica mais pra corte mesmo. Mesmo estando todo o tempo com o Victorinox, ainda assim algumas vezes levo um deles comigo, por conveniencia. O problema com a guepardo é que tem coisa muito boa e coisa muito ruim, então a gente dá muito tiro no escuro, esse foi o único motivo pra eu ter dito "Guepardo é mais ou menos". E o porque de eu ter dito isso? Simples, aprendi que faca e canivete tem que ser confiável, não dá pra gente dar um tiro no escuro. Eu entendi sim o seu ponto de vista. Quando eu disse não mistura as coisas, não foi pra vc ficar apenas com o Vic, mas pra vc não embarcar numa possível furada. Se vc tiver contigo um Guepardo que vc confia muito, que vc já testou e o bicho aguenta o que VOCÊ costuma fazer, é pra botar o bicho pra ralar mesmo. Até porque na hora do aperto, o Victorinox, salvo os modelos de abertura com uma mão, não vai te ajudar tão rápido. Nem o meu Zebu fará isso. Quando vc pega uma marca que é uma porcaria, vc fala: os produtos dessa empresa são um lixo, não confio. Com a Guepardo, vc vai ouvir falar que a Faca Amazon, por exemplo, é um lixo pois tem o tang soldado, mas a minha e do Cabral é monobloco. mas já vi tang soldado, dela e da Police, ou seja, pura loteria. Nas facas que eu tenho, eu confio, mas e as que vierem, se eu não abrir e acabar comprometendo a estrutura, não vou saber. Esse era o ponto que eu deveria ter explicado. Com os canivetes, por exemplo, um que deveria ser a paixão de todos, o Survival, é outro alvo de controvérsias totalmente discrepantes, pois tem os que se dão muito bem e não tiveram qualquer problema com ele e os que tem eles como um LEGO, em pecinhas desmontáveis e muitas vezes, NÃO montáveis. E o que eu disse sobre a escolha do Vic, ainda mantenho a perspectiva de que o conjunto deve TE FAVORECER. Acho por exemplo o Vic Hunter muito legal, mas quando eu vejo o saca-rolhas, perco na hora a vontade de te-lo. pra mim, um espaço inutil, no qual eu seria ate´capaz de ir a uma autorizada, tentar, quem sabe, trocar por uma ferramente que ME favorecesse. Abraço, e não esqueça de postar o seu Vic aqui pra gente quando tu decidir qual será teu companheiro de aventuras.
  10. Parafraseando os posts do facebook, véi, na boa.... Cara, não mistura as coisas, Victorinox é Victorinox, Guepardo é mais ou menos. Só depois que eu comecei a usar produtos de qualidade eu fui entender. Claro que tem muita coisa boa, até mesmo chinesa, como é o caso de uma cópia que tenho de um canivete da Extrema Ratio, que é firme pacas, não amolece, tem 4mm de espessura. Mas um victorinox é tipo uma namorada: você pode ter uma variedade, mas só uma te completa. Victorinox é assim, não adianta muito a gente ficar falando e dando opinião. Eu mesmo queria 3 coisas no meu: serra, chave de fenda e escariador. Não queria saca-rolhas. Achei o Hiker, mas por uma certa ajuda do destino depois que efetuei a compra não havia mais esse modelo, e acabei saindo com o Fieldmaster, bonus na tesoura e no gancho. Poe no papel o que vc precisa, dá uma estudada e procura o modelo certo PRA VOCÊ. Abraço
  11. Eu já comprei desse vendedor do ML duas vezes, muito gente fina, o produto usado nem parece ser usado, e compensa realmente. Abraço
  12. Cara, entre em contato com a TRamontina pelo SAC, e forneça o nº 2525/05, esse é o código da sua faca, pergunte o tipo de aço e tudo o mais que quiser, eles podem até demorar de 1 a 10 dias a responder, mas respondem sim, mesmo a faca tendo saido de linha. Depois posta aqui pra gente. Abraço
  13. Gasparello, já tinha visto deu vído logo que vc lançou, estou no seu canal do YT. Eu realmente acho essa muito bonita, mas quando cheguei na loja e comparei a que comprei com esse modelo novo, a bainha gritou no meu ouvido pra levar a faca, kkkk. Você poderia fazer um vídeo comparativo pra gente entre essa Commanderde 7", a Commander "tática" de 6" e a faca Guepardo Fish, ia ser bem legal. Gilberto, eu to atras desta faca também, já vi em duas lojas, acho que no próximo mês estará comigo, achei o desenho dela muito legal. Se você entrar em contato com o SAC da Tramontina, eles te informam aço, dureza, só perguntar direitinho o que vc quer saber e dar o numero de código da faca, aquele que fica atrás da embalagem. Até mais pessoal
  14. Pode deixar, Trauco, meu bom amigo. Assim que der quero fazer um review de algumas de minhas facas, e ela com toda certeza é uma das que vão ser muito bem testadas. Diferente das novas, essa é feita em aço DIN 4110, mesmo a nova parecida com esta é feita em Aço AISI 420. Em poucos testes que fiz aqui em casa, como sentar o reio em uma madeira e arrancar as lascas, e logo depois usar a mesma para tirar finas raspas (não sei se estou me fazendo entender, mas da mesma madeira, logo apos sentar o reio em uma parte, fiz um trabalho mais delicado, fatiando a madeira mais fino que salame). Se eu tinha algum preconceito com a Tramontina, perdi totalmente. Pode ter produto ruim, mas a construção da faca e da bainha superaram minhas expectativas. Inclusive, o fator determinante para esclher essa faca não foi nem preço e nem aço, mas a bainha. Muitíssimo bem construída, em nylon rígido, uma corda de qualidade pra amarrar na perna, e ela possui um sistema em que a faca entra angulada na bainha, o que me permitiu colocar uma faca artesanal dentro sem que uma encoste na outra (o que é incrível) que posso usar como aquelas skinner que algumas facas de sobrevivência possuem. Seguem fotos: Abraço a todos
  15. Fala galera, minha última aquisição. A minha primeira Tramontina que não vai pra cozinha. Tramontina Commander 7" polida. Abraço a todos, até mais
×
×
  • Criar Novo...