Ir para conteúdo

Willian RB

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de Willian RB

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. É isso ai, tem mais umas coisinhas que meu primo esqueceu. Pra cruza a fronteira a gente foi primeiro faze a CIVP carteira de vacinação internacional que precisa para entrar na Bolívia, e descobrimos que a vacina do meu primo não tinha o numero do lote por que a enfermeira esqueceu de coloca, ai enquanto ele foi se vacina em Corumbá na garupa de um motoboy, eu fiquei na fila da imigração que era enorme e eu estava no fim, tinha uma americana muito gata que estava com a gente no hotel não sei falar inglês mas ficar olhando pra ela ajudou passar o tempo, quando abriu a imigração os gringos não demoraram muito para achar um jeito de furar a fila, conheci uns cara da França que estavam dando a volta ao mundo de bicicleta, ou quase isso, começou a me dar uma puta enxaqueca, eu fiquei mauzão. Era 4:30 nosso ônibus saia as 5:00 tive que dar um jeito mesmo com enxaqueca, furei a fila, peguei os papeis para preenche, pra mim pro meu primo e pro dois cada da França que tinha conhecido, preenchi e fui entrega furando a fila de novo, descobri que precisava da identidade do meu primo, fui pegar, voltei peguei o papel de saída do Brasil, passamos a fronteira, tinha mais uns papeis para preenche na Bolívia, quando vi já era 5:00 horas, troquei 100 reais por 500 pesos bolivianos peguei um taxi pra Puerto Soares. Era um lugar de outro mundo, descobri que banheiro se chama banho por que precisei usa um, acho que ninguém ia dar a mínima se eu fizesse em qualquer canto mas fui num banheiro, tinha que entrar num mercado, era tipo os documentários da índia, um galpão gente vendendo comida na entrada e lá dentro tinham muitas lojas não dava para saber ao certo onde acabava uma e começava a outra, mau tinha lugar pra andar e as pessoas, garotas e senhoras ficavam olhando como se eu fosse de outro mundo acho que eu olhava pra elas com essa mesma cara, cheguei ao banho tinha que paga, era sujo apertado e tinha cheiro ruim fiquei pensando pra que eles cobravam, mas não demorei voltei pra rodoviária, o ônibus chegou, os gringo que furaram a fila na imigração estavam todos no ônibus um cara me deu uma cerveja de latinha e uma pro gringo eu peguei e tomei, contrariando meu primo que fez uma cara feia, agradeci o cara e brindei a felicidade de não estar trabalhando asuhaushaushaushuashuahsaush, Vou postar mais da viagem aqui, mas não tenho muito tempo pra fazer isso, então posto um pouco por semana, espero que você tenha gostado.
  2. E ae galera Eu e meu primo saímos em uma viagem pela Bolívia, Chile e Peru com pouca grana no bolso e sem muito conhecimento, ficamos 1 mês viajando e gastamos R$ 3500.00. Vou postar uma versão resumida com os apuros que a gente passo e dicas de viagem pra quem quis copia essa loucura ou precisa de umas dicas, na continuação vou colocar a historia completa para quem se interessar. Nos começamos em Santa Catarina, de SC pra Mato Grosso do sul tem 1 hora de fuso horário no verão, saímos de manha de Formosa do sul em SC só passamos em Campo Grande e pegamos o ônibus pra Corumbá (não compre as passagens de ônibus ou trem para Santa Cruz na rodoviária de Corumbá, eu comprei hehehe, descobri depois que sai mais caro e quase perdi o ônibus, mas pergunte para quem vier te vender passagens onde tem um hotel bom, eles indicarão um hostel, “hostel=alberge eu não sabia”, me indicarão um, no google maps esta como CORUMBA HOSTEL tem piscina e tud,o mas tem outro nome lá. Va cedo para passar a fronteira, tenha certeza que a vacina tem o numero do lote. A fila é enorme e a imigração abre ai por umas 2:30, fure a fila hehehe, sério eu tinha comprado a passagem de ônibus pras 5:00 e se eu não tivesse furado a fila não tinha pego o ônibus, é só pedi o papelzinho para preenche e entrega depois lá dentro, os gringo(os cara que não são da américa do sul) não esperam na fila também. Me recomendarão não pega taxi logo na fronteira mas tive que fazer isso para não perde o ônibus. Troque dinheiro ai na fronteira, não sei por que, mas você consegue ganha até 5 pra 1. Os ônibus na Bolívia são umas porcarias, e os vendedores um saco. Na Bolívia e no Peru nas rodoviárias ”rodoviária=terminal de autobus” tem que pega uma coisa chamada TAXI é uma taxa de uso do terminal, no Brasil vem descontado na passagem, compre uns 10 minutos antes da hora do ônibus você vai precisa disso para passar no local de embarque (aushaushaushaushaush ou o que for mais parecido com isso), fique com o TAXI no bolso, eu acho que não precisa nem de passagem pra viaja na Bolívia mas em Santa Cruz um carinha venho me pedi e eu tinha jogado fora, (fingi que estava procurando nos bolsos, mostrei a passagem, e falei “nom compreendo”, A nos não sabíamos falar espanhol, no dia isso “colo” mas não recomendo). Uma dica muito importante é, PERGUNTE, se você não sabe saia pedindo pra todo mundo mesmo quem parece não saber de nada, os americanos sempre vão bem informados, vale a pena dividi o taxi para o hotel, eles sempre sabem uns hotéis legais, é mais fácil se você souber falar inglês, nem eu nem meu primo sabíamos, mas 80% da comunicação é corporal hehehe a gente se vira. Fiz um cartão de credito internacional para usar “la fora”. Na Bolívia funciona bem em qualquer caixa eletrônico,(não se assuste, o caixa eletrônico puxa o cartão mesmo, (eu me assustei), mas devolve no final da operação), no Chile tem uns caixas que não funciona e pra você tira dinheiro no caixa é descontado 3000 Pesos Chilenos, uns 30 reais. No Peru eu não consegui tira dinheiro em nenhum caixa, só num tal de Interbank em Cusco. A comida de lá é muito ruim, o que salva é que tudo tem batata frita “papas fritas”. Numa Rodoviária tinha só frango “frango=Pollo se fala Polho” e batata frita "batata frita=papas fritas" eu olhei pro frango não estava com uma cara boa pedi só papas fritas, mas não podia come só papas fritas tinha que pega pollo também ai a gente não pego nada, vai entende. Depois da segunda semana peguei uma infecção intestinal, se isso acontece vá para uma farmácia, serve aquelas de rodoviária mesmo, acho que os estrangeiros tem isso direto ai eles já sabem o que receita, tome o remédio como indicado, vai ficar bom em uns 2 dias. Só comi bem em La Paz comi um filé roquefort não lembro o nome do lugar, não sei se era por que fazia tempo que eu não comia nada de bom mas foi uma das melhores refeições da minha vida. As mulheres de lá gostão de turista (acho que em todo lugar), mas não são muito bonitas, para o meu gosto, o bom é que tem sempre umas gringa bonitas, mais um motivo pra saber falar inglês. Mas como as brasileiras não tem, vi mulher bonita antes de sai do Brasil e só vi novamente no aeroporto de São Paulo, acho que mulheres bonitas como no Brasil não tem em lugar nenhum do mundo. Taxi “lá fora” é bem barato, são bem ruins também. Pra você usa o banheiro tem que paga, isso não significa que o banheiro vai estar limpo, em alguns tem uns baldinho, você enche o balde de água em um tambor e joga na privada, às vezes nem tem a privada de lousa, só um buraco no chão, não tem banheiro nos ônibus da Bolívia e Peru por que as estradas são muito ruins, não acredite em propagandas enganosas, vá ao banheiro antes de pegar o ônibus. Quando o ônibus parava as senhoras de lá, aquelas que usam roupa típica, saiam do ônibus, rodeavam a saia em sua volta se abaixavam e faziam ai mesmo do lado do ônibus. Machu picchu Se tiver deslizamentos “derumbes” na estrada fale para o guia que você quer voltar, convença todo mundo do grupo que não vale a pena, o guia vai falar que vocês vão andar só cinco minutos e pegar outo carro, não é verdade, as agencias de viagem fazem de tudo pra não perder o dinheiro, inclusive colocar você em risco de vida, e se algum serviço não for prestado corretamente não adianta reclama que não leva a lugar nenhum. Eu caminhei por 8 horas no meio de deslizamentos em montanha por rios com correnteza que a alguns metros tinha uma cachoeira de 50m, correndo de pedras que rolavam dos morros, por cima de deslizamentos a noite, e depois mais 3 horas ao lado de uma estrada de trem, dormi 2 horas, e ainda subi waynna pichu no outro dia. Leve apenas umas duas mudas de roupa, duas calças umas tres camisas e duas blusas bem quentes pois faz muito frio no deserto, um chinelo de dedo, dois tenis bem confortaveis, e uma calça de moletom. Mas em uma mochila grande, volte com a mochila cheia de bugiganga pra galera do Brasil, compra umas 10 tocas para os amigos, e um monte de escultura de pedra no salar de uyuni lá é mais barato, não compre nada nas ilhas uros é tudo muito mais caro, sempre pechinche em Cusco ta tudo 25 Soles, você consegue compra por 15 mas vai ter que levar coisas como troco, você economiza uns 10 soles por peça desse jeito, se elas te oferecerem coisas baratas no troco não aceite, no troco por 10 soles pegue algo de 20 ou 25, parece maldade mas eles fazem sempre esses negócios. É isso ai, acho que escrevi a mais, era para ser só umas dicas, se quiserem posto o relato completo da viagem, espero que as dicas ajudem na sua viagem. Eu fui sem nenhum conhecimento, durante a viagem procurei umas coisas no mochileiros.com que me ajudou muito, mas gosto da aventura de estar num lugar desconhecido sem saber onde vou dormir o que vou comer ou pra onde vou amanha, isso sempre me fascinou, eu com certeza não iria ler esse post antes da viagem, iria querer descobrir essas coisas por conta. Foi muito divertido, ariscado mas divertido, e pra quem quiser fazer como eu fica a dica de perguntar, chegue nos lugares e pergunte, o que tem pra fazer, onde tem hotel, tudo, Ou então faça como quiser e descubra os segredos da melhor maneira, experimentando.
×
×
  • Criar Novo...