Ir para conteúdo

Denis Vivan

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Ae Mochileiros ! Na primeira semana desse ano, tirei uma semaninha de férias do trampo e eu e a patroa fomos para Icapara (bairro de Iguape, no Vale do Ribeira). Como saímos de Botucatu-SP, resolvemos ir pelo Parque Carlos Botelho para conhecer o local. Fomos de Uno, com tralha de camping e 2 bikes naquele suporte vagabundo de por na tampa do porta malas... mais pra frente eu conto a furada... hehehe... Enfim, saímos de Botuca umas 5hs na segunda dea 02/01 e chegamos em São Miguel Arcanjo umas 7:30hs. Nem paramos na cidade, e fomos em direção à portaria do parque procurar um camping. Al
  2. Chegamos ao local, mas só vimos um pequeno sítio com ovelhas no local. O dono do lugar, Senhor Manuel, informou que antigamente era camping, mas devido à bangunça que havia, não recebia mais grupos. Após conversar, ele nos deixou acampar no local. Um gramado muito bom, bem arborizado, e uma cozinha com fogão, fogão à lenha, pia, etc... Tudo bem rústico, mas bem legal. É a cozinha que o próprio Sr Manuel usa, mas a gente acabou usando e conversando muito com ele. Ele cobrou R$20,00 por pessoa a diária. Meio caro, visto que o chuveiro do luar é frio, mas devido ao sossego, valeu a pena.
  3. Olá Mochileiros ! Eu, minha namorada, a sogra e o sogro aproveitamos o feriado de 12 a 15/11 (sábado a terça) para conhecer Sapopema-PR. Saímos de Bauru-SP às 5hs da manhã e chegamos em Ibaiti-PR umas 9hs... Resolvemos visitar o tal do Parque Ecológico da Mina Velha em Ibaiti. A entrada é gratuita e é muito bem cuidado o parque, tudo cimentado, com passarelas e mirantes. É um passeio pra família, bem light, mas vale a pena pra quem passar pela cidade. No final da trilha tem uma cachoeira com uma mina de carvão abandonada que passa por trás da cachoeira, onde se pode ver a cachoeiras "por
  4. Em Castro conhecemos o museu do Tropeiro e das mulheres dos tropeiros - Muito legais também, recomendo. Todos os museus por R$2 ou R$3 cada. Todos valem a pena. Já no final da tarde fomos ao camping da Dora (com a chave) e realmente estávamos só nós dois lá. Um frio absurdo, vento bem forte também. Quem já foi em Julho no canyon sabe do que estou falando. Montamos a barraca e arrumamos as coisas. Usamos a cozinha, fizemos uma sopa na churrasqueira, com lenha mesmo. Tomamos um vinho e fomos pra barraca. E o frio sem trégua. Na época, minha barraca era um igluzinho Capri 2 (barraquinha
  5. Ae mochileiros, beleza ?!? Sou de Bauru-SP e fui duas vezes a Tibagi-PR. Vou escrever um pouco sobre as viagens, epero que ajude. A primeira vez que fui foi no feriado de 9 de julho, sexta-feira (feriado no estado de SP). Tive aula na faculdade até as 22:00 e eu e a nomorada saímos de carro de Bauru pra chegar em Tibagi às por volta da 1h da madrugada. Fomos de barraca, mas tivemos que passar a noite de 5ª pra 6ª em uma pousadinha bem ruinzinha por uns R$30,00 cada. Acordamos na sexta e visitamos o Arroio da Ingrata (dizem que é uma cachoeira,mas uma quedinha bem pequena)... fomos no
  6. Denis Vivan

    Barracas MANASLU

    Olá galera !!! Tenho uma Manaslu Discovery Light desde o ano passado e uso bastante, diga se de passagem. Por enquanto só usei ela em campings, mas posso dizer que ela já passou por alguns testes: Ilha do Mel-PR (chuva) Analândia-SP (muita chuva e muito vento) Chapada dos Veadeiros-GO (sol) Sapopema-PR (chuva) Tibagi-PR (frio) Excelente barraca, aguentou os trancos sem nenhum problema. Não precisei usar o selador de costuras em momento algum, ela está do jeito que recebi, como nova. Muito resistente. A minha é laranjada e está em perfeitas condições. Super estável, não tem ven
  7. Nos recompomos, tomamos um banho e fomos "jantar" na cidade = lanche da praça central (muito bom!) Voltamos pro camping pra dormir... DORMIR O CARA*** A galera das barracas do lado ouvindo PAGODÃO no último !!! Depois de algumas horas de pavor dentro da barraca conseguimos dormir. No dia seguinte bem cedo deu uma ventarola que quase levou a maioria das barracas (INCLUSIVE DA GALERA DO PAGODÃO ) Confesso que fiquei feliz, porquê tiveram que acordar cedo pra arrumar o estrago ! Mais tarde arrumamos tudo e fomos pra fazenda do morro do Cuscuzeiro (R$5,00 po pessoa). Andamos
  8. Peguei o carro e fomos para uma cachoeira (essa sim é cachoeira) na entrada da cidade. A cachoeira e o lago são bem legais, mas a estrutura (escada, corrimão, banheiros e até um restaurante na beira do lago) estava lamentável, toda destruída, pichada e suja... abandono total. O tempo começou a fechar e voltamos para o camping. Quase chegando lá começou uma chuva torrencial, absurda. Passava enxurrada embaxo das barracas e o vento levando e rasgando tudo ! Chegamos, paramos o carro do lado das barracas, e a chuva sem trégua. E a galera que estava acampada toda encolhida na cozinha. Eu e o
  9. Ae pessoal !!! No final de semana do dia 08/10/11 eu, minha namorada, minha sogra e sogro fomos para acampar em Analândia . Saímos de Botucatu/SP e chegamos em umas 9hs lá. Sem indicação de camping, achamos o Camping do Escorrega . Bem legal, tem um banheiro bom, com chuveiro quente, restaurante, àrea sombreada para barracas e cozinha para o camping com pia e fogão de lenha. E pontos de luz para as barracas. E o camping tem uma vista muito boa do Morro do Cuscuzeiro, do Camelo e um paredão de pedra. Fechamos o camping por R$35,00 por pessoa a uma diária com café da manhã e almoço.
  10. À Noite ainda fomos pra cidade pra festa do "Zé Bagunça", uma festa junina na praça do centro da cidade. OBS: As cachoeiras e campings ficam meio longe da cidade, tudo uns ou 15 ou 20 km de uma para a outra. Então se prepare para rodar. Se estiver a pé ou bike vai precisar de bem mais de um final de semana para conhecer bem as coisas. A festa: MUITA gente, MUITO frio, mas muito legal. Dança, barraquinhas, fogueira, enfeites no tema, etc. Voltamos para a chácara e dormimos. Acordamos bem cedo e tinha até gelo no gramado... No domingo fomos embora bem cedo e passamos por Monte Sião pras mul
  11. Depois fomos na cachoeira Félix. Menor que a do Luis, mas com um lago bem grande pra banho embaixo. Ah, pagamos R$3,00 cada para entrar na propriedade da cachoeira. Lá tinha muita gente sentada e conversando perto, mas ninguém dentro. Por quê ? ÁGUA MUUUUITO FRIA !!! Enfim, depois fomos pro "Cristo Redentor" da cidade. Ah, a vista é boa, vale a pena. Depois ainda fomos pra um outro mirante , nem lembro o nome. Uma subida do inferno, quase que o uninho 1.0 não deu conta... mas lá em cima é bem mais legal que o anterior. Vimos um por do sol maravilhoso, e o vento gelado castigando. Ainda p
  12. Olá galera ! No meio desse ano (08/07/11) eu, minha namorada, a sogra e o sogro fomos pra Bueno Brandão passar um final semana... Como saímos de Botucatu-SP, acho que foram umas 3hs de viagem. Claro, tiramos fotos com o "Menino da Porteira" em Ouro Fino hahaha, inevitável. Em Bueno Brandão chegamos tudo certo, no sábado de manhã. Bem recebidos ao estilo mineiro, com toda hospitalidade que conhecemos. Fomos para acampar, mas com sorte o porteiro da Fazenda da Cachoeira do Luis nos indicou uma chácara em reforma que a dona podia nos alugar por R$15,00 por pessoa o final de semana. Aliás, f
  13. Galera, boa noite !!! Sou novo aqui (me registrei ontem!) mas já faz tempo que leio os tópicos do site... Aliás, PARABÉNS a todos que escrevem !!! O site é muito bom ! Como normalmente acampo com a patroa, ainda não peguei trips muito "roots"... vamos mais em camping mesmo. Mas pretendo melhorar - ou piorar - as trips...hehehe Quanto as espiriteiras, já fiz e testei várias, feitas de latas e modelos diferentes (a maioria, vista no site http://zenstoves.net) De longe, o melhor modelo é a Cyclone (a álcool - eu uso o de posto mesmo. é mais forte e mais barato). É muuuito forte (a chama s
×
×
  • Criar Novo...