Ir para conteúdo

walter_fiatfan

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Bom,um checklist basico de usado recem comprado é assim:ponto/desgate e se necessário troca dacorreia dentada e seus periféricos(se houver),velas,presença de borra de óleo no cabeçote/carter,troca de óleo,filtros,rasteamento da injeção eletronica e análise de valores,suspensão,sist arrefecimento (vazamentos ,proporção de aditivo e/ou troca),alimentação(bicos e bomba de comb),regulagem de valvulas(se for tucho mecanico) e elétrica.
  2. Depois de muito tempo fora do forum,de volta às atividades.... Cara,farei (quase) o mesmo trajeto só que ao contrário e irei no começo de outubro:começarei por Mendoza- Santiago-Chilloé,e infelizmente terei de cortar o Atacama,mas a parte da Patagonia é identica ao roteiro que vc traçou.E tenho algumas dúvidas ainda,tens como me ajudar? [off do topico]Li que vc ira de carro de passeio(Logan,né?),tambem irei de carro "normal"(Palio 1.3 16v).Não sei se te ajuda,mas eu comprarei várias peças de suspensão e algumas de motor em Santiago devido ao preço,e como sou mecanico tirarei 1/2 dia pa
  3. Bom,segue a minha indicação p/ quem quer se hospedar em Iguazu.O hostel é o El Guembe http://www.elguembe.com.ar/ Bem perto do terminal de onibus.Paguei A$ 100,00 p/ 2 na diária.Tem tanque p/ lavar roupas,churrasqueira e cozinha a disposição.Simples,porém limpo.O dono e a atendente são bem simpáticos e solicitos.Não tem serviço de remis e não aceita cartera de alberguista. A título de comparação,o Rouver ficaria por R$80,00 p/ 2 tb. Os que eu não recomendo em Iguazu são:Hotel Paraná,Tierra Colorada e Residencial Uno.Nestes 3,roupa de cama limpa não existe.E no Tierra Colorada tb tem
  4. Cara,vc deu sorte.Não que seja incomum,mas de passar direto!!!! Eu declaro ao menos o que no meu julgamento vai dar incomodação pq uma vez fui ameaçado de ter o carro lacrado em Campo Mourão pelo fato de ter um kit de lentes e 2 HD nao relacionados na DBA e estava no fundo de uma mochila cargueiro,ou seja,por uma "mixaria".
  5. Levando em conta a fama da regiao,a RF parte do pressuposto de que tudo é suspeito,daí o procedimento.Se a mercadoria estiver declarada,com NF-e anexado,não tem problema.
  6. Opa,obrigado pela correção,Deco.Isso pq eu vou a Foz seguido,praticamente desde que eu me entendo por gente... E Tiagope,já que vc quer ir embora pela Argentina,o único jeito possível (legamente) é com a DBA em mãos e avisar que está apenas em transito com as compras.E aqui é loteria.Já teve uma vez que tive de voltar p/ Santo Angelo pelo Brasil porque tinha estourado a cota de USD 300,apesar de estar tudo pago declarado na DBA. Com relação aos Correios,esquece.A RF abre tudo na triagem.Uma amiga minha mandou uns livros pra mim de Foz e até isso foi aberto. Revista de pessoas aco
  7. Vc tem que sair de CDE,descer em Foz (no TTU,por exemplo)e de lá pegar outro busao que faz Foz-Iguazú. Quanto a passar com eletronicos em Iguazú,depende do volume e quantidade.Se estiver com bastante coisa,só entra se tiver a DBA e DSTB carimbada. Mas uma coisa eu nao entendi.Vais fazer compras no Py,dormir na Arg e retornar ao Brasil,é isso?Pra quem é do RS e voltará por terra,faz sentido,se não for o caso,para em Foz mesmo,pq existe risco de ter dor de cabeça na aduana de Iguazu.Se der azar,é revista e raio X nas bagagens.
  8. Simplificando p/ um chavão do dia-a-dia dos muambeiros acerca disso: ponte é fácil,o difícil é a estrada.
  9. Fiquei no Hispano e realmente eu gostei.U$D 59 a diária p/ 2,achei razoável.A localização facilta muito p/ conhecer quase tudo.E tem boas parrillas ao redor. Eu sempre parava no Hotel Libertador,mas desta vez estava muito caído.
  10. Bom,vou dar meu pitaco p/ entornar o caldo sobre essa confusão da aduana de Iguazu. Fui e voltei de Bs. As/Uruguay via Foz (preço da gasolina fez com que eu optasse desse jeito).Passei 3 dias antes de seguir viagem em Iguazu com varias idas a Foz.Numa dessas idas,um infeliz só cadastrou os meus dados no sistema e me liberou sem papel.Qdo saí p/ Foz a menina me perguntou sobre o visto,e eu disse que nao tinha.Disse ainda que nao tinha o meu nome cadastrado no sist.,aí eu passei a CNH*,e tb disse que nao tinha nada,enfim,ela fez cara de quem mora em Entre Rios,cadastrou e me liberou sem mais
  11. A$ 40 é diaria em quarto coletivo.De R$100 em diante é quarto privado.
  12. ppviana Tb tenho alguma experiencia em viajar de carro pelo cone sul,mas confesso que sempre preferi fazer a emissão da cedula verde em Foz ou em Livramento,porem desta vez resolvi arriscar com seguro argentino na última viagem.Deu uma baita dor de cabeça,mas entrei no Uruguay com seguro argentino. Legal a tua explicação,inclusive esclareceu uma dúvida que sempre tive com relação aos paises andinos.Agora ficou uma dúvida no ar.Como havia dito,optei por arriscar a fazer um seguro na Argentina e apesar de vc e do fiscal uruguaio afirmarem de que nao é válido,a Afip trancou o pé e disse
  13. Galera A quem entrar a Iguazu de carro,cuidado que a fiscalização estava barrando os carros brasileiros que estão sem carta verde.Qdo entrei p/ pegar estrada no dia 31 nao incomodoram,mas voltando ontem (15/06) a fiscalização começou a barrar as 10:00 da manhã.
  14. Pessoal,fui mecanico e gostaria de avisar as pessoas que gostariam de viajar com carros de passeio de 2001 em diante,principalmente linha Fiat e GM com borboleta de aceleracao eletronica.Revisem a injecao eletronica e sobretudo a bateria,pois a queda de corrente te deixara com o carro sem aceleracao e o resto é hist. O defeito nao é facil de se diagnoticar pq a raiz do problema nao é clara,entao na duvida percam p/ medir a voltagem e corrente da bateria,alternador e seus consumidores. Eu mesmo revisei tudo no meu e passei um baita aperto em Foz e em Montevideo por conta de pane elet
  15. A quem for ao Uruguay e comprar cedula verde na Arg.Fiquem espertos com a implicacao dos fiscais devido ao titulo da cedula e se tem a sucursal escrito por extenso no Uy.Isso é motivo p/ barrarem e dar motivo p/ dar uma comissao.Tem um post meu na sessao Uy contando a via crucis que passei. E a quem for ao Chile é melhor fazer a emissao da cedula no Brasil,pois eu tenho quase certeza de que nao serve.
×
×
  • Criar Novo...