Ir para conteúdo

cdrogerioliveira

Colaboradores
  • Total de itens

    15
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre cdrogerioliveira

  • Data de Nascimento 12-08-1978

Bio

  • Ocupação
    Dentista - Ortodontista
  1. Fiz um breve relato na sessão "Roteiros de Viagem" da mochilada que dei por lá. Bora Bora é realmente muuuito caro, mas as outras ilhas nem tanto. Na próxima vez que eu voltar por lá vou levar uma barraca!
  2. Sobre o tranporte, no sudeste asiático é mais fácil que viajar no Brasil, pois vc pode comprar os tickets em qualquer albergue ou ag. de turismo que tem aos montes em qq cidade turísca. Nem te preocupa em fazer reserva de nada, compra as passagens tudo na hora que é tranquilo e mais barato. Hospedagem também é muito fácil, todas as cidades turísticas do sud. asiático tem regiões onde se concentram os albergues e tem dezenas de opções, é só chegar e procurar que acha fácil. Eu viajei 4 meses nessa região(Indonésia, Cingapura,Malásia, Tailândia, Laos, Camboja e Vietnã) nunca fiz reserva de nada
  3. Cara, 18 dias para fazer tudo isso tá corrido demais! Só se fizer alguns trechos de avião, e mesmo assim será corrido. Eu passei 1 mês na Tailândia para ficar satisfeito, 15 dias no Camboja e 1 mês no Vietnã. Se vc é mochileiro e gosta realmente de curtir o lugar, faça com calma. Na correria vc nem aproveita direito a viagem como deveria. Vc poderia passar esses 18 dias na Tailândia e fazer bem feito, pois se perde tempo nos deslocamentos querendo ou não. Fazer viagens a noite é para economizar tempo e não dinheiro pois nessa região tudo é muito barato...hospedagem se gasta 4-5 usd em média(p
  4. Pô Xaliba, vou ter que descordar em relação ao mergulho. Eu também mergulhei em Sharm el-Sheikh no navio Thistelgorm e no Parque Nacional Ras Muhamed foi sem dúvida meus melhores mergulhos na região. Mas o Blue Hole em Dahab não fica atrás não, é igualmente fantástico. Concordo que Dahab não tem nada de especial, senão o mundo sub aquático.
  5. Estou mochilando pelo O. Médio por esses dias... Para sair de Israel por Eliat vc paga 101 NIS. Eu entrei para Taba no Egito. A entrada de Petra está: 1 dia= 50 JD 2 dias = 55 JD e 3 ou 4 dias = 60 JD
  6. Felipe, eu estou viajando pelo Oriente Médio e cruzei por terra essa fronteira. Fui para Aqaba(sul da Jordânia) e entrei em Israel para Eliat, foi tranquilo, só me perguntaram o que eu iria fazer lá...e eu disse que era turismo. Pronto. Eu ouvi várias histórias de gente que demora horas na imigração, mas comigo foi moleza. Pedi para eles me carimbarem num papel separado na saída da Jordânia e outro papel na entrada de Israel, eles fizeram sem problema nenhum. Depois de viajar por Israel, entrei pelo Egito por Taba onde eles carimbaram no passaporte. Eu ainda tinha esperança de entrar na Síria
  7. Passei pela Jordânia em maio de 2011. Eu preferi conhecer o deserto a pé, e não através de passeios de jeep como 99% dos turistas fazem. Estudei o mapa do deserto e peguei umas dicas de um americano que conheci pelo caminho. Chegando na vila de Wadi Rum, fiquei na Rest House, um acampamento que oferece barracas bem baratas(3JD). De lá comecei a jornada...bastante água e comida na mochila pois iria passar o dia inteiro no deserto. Este é um trecho do meu blog que conto a saga: “A missão era atravessar uma cadeia de montanhas até chegar no outro lado, depois chegando na areia, teria que circu
  8. Passei 3 dias na Ilha de Páscoa em Agosto de 2010. Apesar do pouco tempo, como a ilha é pequena deu pra ver tudo com bem calma. Lá não é preciso fazer passeio nenhum através de agência que nem os turistas japoneses. Dá pra fazer tudo sozinho de bicicleta ou de motinha., basta estudar bem o mapa da ilha e a respeito de cada local...e morcegar alguma explicação dos guias dos grupos... Não fiquei em hotel, fiquei na casa de um cara gente boa através do Couchsurfing, com quem peguei mais umas informaçãoes e mapas para roda sozinho por lá.Mas tem gente que aluga quartos por lá...(eles ficam no ae
  9. Eu fiz um trekking de um dia só no Fox Glacier, bem perto de lá. Também foi demais! Só de colocar aquelas travas de ferro nas botas especiais para gelo já foi demais..e andar no meio daquele gelo todo naquelas paisagens super diferentes...valeu muito.
  10. Visitei a Polinésia Francesa em agosto de 2010 como parte de minha volta ao mundo passando por Papeete(Tahiti), Bora Bora, Huahine e Moorea. Cheguei em Papeete num voo do meu ticket RTW da Oneworld, e fiz alguns trechos entre as ilhas de avião...pois no meu planejamento inicial eu estava preocupado com tempo e tal...se fosse de novo eu faria de barco mesmo que além de curtir o visual, seria mais barato. A Polinésia de um modo geral é ABSURDAMENTE CARA , definitivamente não é lugar pra mochileiro, aliás só vi eu de mochileiro por lá. A maioria são famílias e casais de lua de mel. Mas eu tente
  11. Ah, e em relação à vegetação...vc não vai ver muita diferença entre a vegetação do Brasil. No Laos, passei uns dias na região de 4mil ilhas no extremo sul, divisa com o Camboja e me senti em casa(moro na região amazônica) tudo muito igual!!! vegetação, cor da água do rio, os mosquitos e os botos. As montanhas no Laos, na região de Krabi e Ph Phi ...e na Halong Bay no Vietnã são lindas...um pouco parecido com a região de Angra e Ilha Grande no Rio de Janeiro. Cuidado para não fazer uma viagem muito na correria e não sobrar tempo de relaxar...simplesmente ver o tempo passar, que é o objeti
  12. Olá, Estou fazendo uma volta ao mundo, e passei 4 meses só no sudeste asiático. Eu gosto de viajar com calma, passei um mês entre a Indonésia, Cingapura e Malásia, um mês na Tailândia, um mês entre o Laos e Camboja e mais um mês no Vietnã...Fica difícil escolher algum lugar porque depende muito do que você gosta de ver e fazer. Por exemplo, vc disse que prefere festivais ...eu também adoro, mas as festas em Vang Vieng no Laos na beira do rio eu achei demais! Bem, acho que vc não vai pra Malásia, mas tem umas ilhas paradisíacas lá, fui na ilha de Redang e Perhentians ... ma-ra-vi-lho-sas. A
×
×
  • Criar Novo...