Ir para conteúdo

pespis

Membros
  • Total de itens

    35
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Seguinte galera, bosque das fadas, aquele bosque perto do luar, tem uma arvore caída bem na trilha...Fiquem espertos, pois dá um perdido. A Arvore esta bem no meio da trilha. Fica a dica. Mas basta procurar as fitas. Para quem sai do ciririca e vai por cima, depois do última chance, marcamos a entrada da trilha com fitas brancas, pois a trilha some ao entrar na mata. Pusemos fitas na estrada e logo dentro do mato. A trilha esta fechando muito rápido. Uma quiçaça dos diabos.
  2. Estivemos no ciririca ( em breve relato com fotos) e passamos pelo PP. Trilha muito boa, arvores caídas, raizes, ( consegui fotografar um Bacurau, pássaro relativamente raro por aquelas bandas ) trilha bem movimentada. Minha preocupação é com o estado que esta tomando a coisa, pessoas sujando a trilha, o pico, ( encontramos uma garrafa de vidro de cachaça de banana ) o que me incomoda é que algumas pessoas sobem sem um calçado apropriado ( solado liso) sem uma luva para dar apoio, vão subindo na loucura ,não sou medium, não prevejo nada, mas é o óbvio que quanto mais gente , maior a possibilidade de um acidente. Espero que esteja errado, mas o risco de um acidente esta se tornando sério pela falta de respeito com o lugar e o despreparo.Desejo que todos possam acessar a montanha, mas com o minimo de conhecimento, encontrei 3 garotos, sem camisa, tenis branco, solado liso, ruim de cachaça, quando cheguei na bica , um dos malditos tinha vomitado dentro dela...pô velho assim não dá.Só falta dar um acidente ali e decidirem interditar, ai muitos pagam por poucos. Abraços
  3. no rio grande do sul - Lajeado - Colinas - Santa Clara do Sul - todas próximas....lajeado é um pólo industrial , tem de tudo 100 mil habitantes, colonização alemã. Colinas foi considerada a cidade mais bonita do RS . 120 Km de porto alegre. Santa clara é a típica cidade europeia com casas sem muros e todos conhecem todos. É a cidade dos mallmann - ( meus parentes) da shirley mallmann e da veridiana mallmann , o irmão da shirley toca na banda do meu primo ( banda de fundo de quintal) Eu moro em campo mourão - Pr - Próximo a Maringá,- maringá tem tudo e esta a 100 km de londrina.Londrina é uma capital reduzida, grandes shoppings, casas gigantescas e pessoas ricas. O progresso do paraná começou por ali, com o café nos anos 1950/1960. Espero que ajude.
  4. otávio, uma pergunta que não cala, pra chegar onde estavam, tiveram que passar pelo itapiroca, que de lá se avista o PP...mas que raios estavam pensando ??? É só olhar do alto do itapiroca , pra constatar a altura...não dá pra entender... Estive na região uma vez, e prometo voltar, mas antes estudei tudo o que pude pra evitar justamente este tipo de coisa.. Isso aí é coisa de pía de apartamento ....hauhauahaha abraços
  5. otávio, legal a palestra, pena que eu moro bem longe, mas uma ideía, grave o aúdio e disponibilize pra galera...eu iria ouvir com o maior prazer....abraços e fique com DEUS.
  6. otávio, muito obrigado. Já tenho o seu relato salvo aqui. Obrigado.Sei que vai demorar eu ir (+- 6 meses) e podem haver muitos contratempo, trabalho, faculdade, família e etc.. mas espero conseguir um tempo para ir. abraços.
  7. Amigos - pretendo fazer em julho saindo do Dilson PP-Itapiroca-Ciririca até a graciosa, ãã2::'> se alguém tiver maiores detalhes, manter contatos, relatos, dicas, pretendo sair pelo dilson e chegar a graciosa, nada de ataque e loucura, mas sim com tempo de sobra. Já vi um relato do jorge soto, falta o do Getúlio. Abraços.
  8. Putz.... esse getúlio é complicado....... o cara desencava coisa do arco da velha.....assim não vale ..... Valeu pela explicação..é que o troço é ir desencavando mesmo. É que eu faço história e alguns ( eu mesmo até esses dias atras) nunca havíamos ouvido falar destas janelas. Pessoal trazendo historia para a luz atual é legal mesmo. Abraços.
  9. Amigos, mais detalhes que recebi.... Amigo meu mandou o mail abaixo, detalhes pelo cinismo do AMIGO ......heheheheh Eu conheço a usina (barragem e captação) que alimenta o túnel até a usina Parigot de Souza, fica na BR 101 uns 40 km depois de Curitiba, sentido SP, mas os demais pontos não sei onde fica. Também não sei se é aberto a visitação, mas, aparentemente sim. Quando trabalhava em Curitiba, equipamos um veículo (da Copel) com uns 40 faróis auxiliares, que iria percorrer o túnel para inspeção, mas foi o contato mais próximo que tive com esses buracos. De qualquer forma, você não tem mais idade para essas aventuras, a não ser que contrate um grupo de logística e resgate para te acompanhar (carregar)....rárararara. mede seis metros de diâmetro e 18 km de extensão. O Lago é lá na BR que vai pra SP e a usina lá em Antonina. Já esses outros, abandonados, não sei para que servem, devem ser para a obra na época. ( essas são as janelas) então amigos já sabemos....quem sabe a copel, não autoriza uma visita ???? Tem alguém ai que conheça alguém influente, gerente, amigo e etc ???? abraços
  10. MUito bom jorge, mas em questão de um encontro com o tinhoso, prevalece o bom senso, e o caldo de galinha ... Mas um bichinho deste, garrar na perna, se você precisar andar, esta literalmente no colo do Medonho, pois sabe-se locomoção vai fazer a peçonha agir mais rápido. Lembrando que o tamanho neste caso faz diferença - maior mais veneno, eu sendo magrelo vixe....é sentar e rezar... hauhauaha Mas meu tio, certa vez foi pescar e uma bicha destas ( pequena) ai deu-lhe uma no dedão do pé. Meu pai contava as gargalhadas que o dedão ficou da grossura dum salame....hauahuahuaha, detalhe ele continuou pescando e tomando pinga até o outro dia. Não deu em nada, então depende do organismo do cabra, saúde e etc... abraços
  11. Uma dúvida paira no ar.... Olhando num mapa que achei na net ....tem mais janelas e tem uma espécie de duto de ventilação , ou seja essa parada ai tem mais "janelas", passagens e aberturas... Alguém mais se habilita ? Há de fato mais passagens ???? Tenho um amigo na Copel, vou pedir mais fatos, dessa obra ai .... olhem aqui : http://penhascoaventura.blogspot.com.br/2010/11/janela-da-cotia-caminho-da-conceicao.html rapaiz, isso ai dá um livro....
  12. Augusto disse : O problema nessa trilha é se for picado lá perto das Janelas, o trecho até Antonina é longo e isso pode complicar. Você foi bonzinho hein ?????? Esse complicar seria o correto ( não sendo pessimista, mas realista ) morrer... Um bichinho daquele tamanho tem peçonha pra matar até a minha sogra ......hauahauhauahauha Mas brincadeiras a parte, getúlio, grande relato....já dei um crtl c no bicho...vai ficar pra breve futuro.
  13. A questão da combrança gera muita discussaõ. Nada mais justo cobrar, para deixar o carro, usar o banheiro e o camping. É justo, pois nada é de graça. Pessoal reclama de pagar, mas passa a noite numa Balada tomando Whiski de 100 barão. Ok. Mas a preocupação minha fica restrita por exemplo na questão de segurança ( ok fui uma vez lá e pretendo voltar )pois se não tiver segurança onde se deixam as coisas. E espero que o dilson e o proprio pessoal do Iap, entrem num concenso.Mas também não acho certo cobrar como o amigo citou acima , só para passar por uma ponte.
  14. LeoPera, dia 17 de Julho estive nas montanhas ( foi minha primeira viagem para lá, pois moro no interior -Campo mourão ) , conversando com o dilson, ele mesmo nos comentou que sim, o governo iria desapropiar, pois era só uma questão de tempo e pelo visto foi bem rápido, eu nem ligo se o cara cobra 10, 15 ou 20, pois se for pra praia se gasta muito mais, o problema é que sabemos como o governo resolve os problemas, ou abre o fecha tudo e não permite mais visitas, ai o povo abre outras trilhas , burla a fiscalização e vira aquela zona que a gente conhece ou vira uma cataratas do iguaçu , 40 paus a cabeça e pronto. Comentarios do proprio dilson : Posso fazer um estacionamento, pois o governo quer só a estrada e vai construir no máximo uma guarita pro guarda do iap, beleza, eu vou ser obrigado a fazer um estacionamento, cercado, com segurança, vou pagar alguém para cuidar, resultado, vai custar muito mais caro para quem vem, pois quem vem deixa seu carro e quer ter seu bem guardado, cuidado.... Vocês acham que o guarda do iap, sendo que a estrada vai ser pública vai vigiar o carro de alguém ? ( se bem que o dilson fecha a porteira, e tudo bem ). Isso que vós digo prestem atenção , vai atrair um monte de desocupado e vai acontecer igual a tantas trilhas, onde ocorrem roubos, saques e etc... O dílson mesmo afirmou que já teve que calçar um cabra na arma .... Infelizmente estamos perdendo mais um atrativo....( e eu espero que realmente não)
  15. Estrada de servidão dentro da Fazenda Pico Paraná, que dá acesso à montanha mais alta do Sul do Brasil foi desapropriada com o intuito de tornar gratuita a entrada à montanha. Fonte: Redação e Prefeitura de Campina Grande do Sul A prefeitura municipal de Campina Grande do Sul – PR, desapropriou o leito da estrada de servidão que dá acesso ao maior conjunto de montanhas do Sul do Brasil. O objetivo, segundo o site da prefeitura, é tornar gratuito o acesso ao Parque Estadual do Pico Paraná, onde fica a montanha com nome homônimo e outros picos que são muito populares no montanhismo brasileiro. O Parque do Pico Paraná foi criado através do reaproveitamento de terras devolutas no ano de 2002, mas nunca recebeu infraestrutura. Circulado por propriedades particulares, ele não tinha acesso público, apenas pela fazenda Pico Paraná que cobrava a quantia de R$ 10.00 por pessoa e acréscimo de mais R$5.00 se o visitante chegasse entre as 18 e as 22 horas. A cobrança, que não é a única em montanhas no estado, era bastante criticada e gerou diversos episódios polêmicos. A Fazenda, por sua vez, oferecia camping, estacionamento e uma casa de apoio ao visitante por este valor. Desapropriação De acordo com o proprietário da fazenda Pico Paraná, Dilson Serigheli, os funcionários da Prefeitura de Campina Grande agiram com truculência e usando um trator destruíram a porteira de sua propriedade e o curral onde ele criava cabras. “Eles botaram pra baixo minha porteira e do dia para a noite minhas cabras ficaram sem lugar para dormir”. O Fazendeiro ainda afirma que não recebeu o dinheiro da desapropriação e a quantia oferecida é menos da metade do que ele precisaria para cercar os novos limites da propriedade. De acordo com a prefeitura, quem irá fazer o controle do acesso ao Pico Paraná será o Instituto Ambiental do Paraná – IAP. Uma nova base será construída para recepcionar os visitantes. Recurso Quem esteve neste final de semana no Pico Paraná ainda teve que pagar para acessar a montanha. O proprietário da fazenda afirma que está entrando com recurso contra a prefeitura. Ele não concorda com o valor da indenização, que de acordo com ele é de R$15 mil. E diz que a prefeitura deveria desapropriar a fazenda inteira pelo valor de mercado e não apenas o leito da estrada que tem apenas 500 metros. “Eu escolhi viver do turismo e com isso preservar a natureza. Antigamente aqui era somente pastagem e apenas na minha propriedade é que a mata nativa se recuperou. Diversos vizinhos plantam pinus e tem atividades econômicas que geram impactos ambientais. Eu preservei a natureza e agora vou perder a principal fonte de renda da fazenda”. Desabafou Serigheli. oK....MAS E AGORA ?????? Se muitos reclamavam de ter que pagar, como deixar os veiculos em segurança...eu não confio no governo os meus bens, pois quando e se contruirem algo do iap, vai ser igual ao anhangava, que o guardinha some depois das 17:30 Hrs. Eu não acho nem certo e nem errado, mas não confio no governo, cuidando dos parques, pois logo eles vão restringir tudo e ira ficar pior, pois a tendencia do governo e sempre pior tudo que ele toca. Antes o dilson cobrava, mas fechava a porteira, de certo modo seu carro, moto, ficava "trancado" na fazenda , mas e agora ? lembrando que a maioria dorme nas montanhas, como fica ? Mas ficar atentos e cobrar o estado....vamos usar nossa determinação das caminhadas para a luta contra este tipo de abuso que certamente ira acontecer. Se já uns achavam ruim vai ficar pior.
×
×
  • Criar Novo...