Ir para conteúdo

alessandro602

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que alessandro602 postou

  1. Barraca guepardo apolo 4 é muito ruim. Galera. Gostaria de dar minha contibuição sobre barracas. Acampo fazem mais de 20 anos, tinha uma barraca bem usada Iglu avande 4 e resolvi comprar uma nova em dezembro. Após ler algumas sugestões aqui no site. Decidi pela Guepardo apolo 4 Agora no final do ano usei pela primeira vez durante uma semana na Chapada Diamantina. E a minha avaliação é NEGATIVA. Não gostei da barraca, achei pesada, difícil de montar( tem muita vareta). Claro que o sistema de varetas deixa a barraca mais reforçada, isso pode ser útil para acampamentos extremos tipo lugar alto com muito vento/chuva. Mas para a grande maioria do Brasil principalemnte em campig protegido não é necessário tanto reforço ( ou seja muito reforço=peso). Outro fator ruim é a cor (amarela) por ser clara passa toda a luminosidade. (não é sempre que conseguimos uma sombra para acampar) .Ou seja, se for um dia de sol forte já nas primeiras horas da manhã fica insuportável o calor dentro.Pode ser útil para acampamento em lugares frios, mas não é o caso de quem acampa em 90% no Brasil e principalmente no verão. Outro fator negativo é a qualidade do material muito ruim. Já no primeiro uso parte da costura do piso abriu, um dos bolsos internos descusturou e algumas varetas soltaram a ponta de metal e “pasmem” uma das varetas quebrou... Até pode ser falta de sorte, mas provavelmente deve ser mesmo material ruim. Portanto, caso você esteja em dúvida em comprar uma barraca na minha humilde opnião não compre o modelo Guepardo Apolo 4. Abraços e boas aventuras!!! Alessandro Espelocini
  2. Barraca guepardo apolo 4 é muito ruim. Galera. Gostaria de dar minha contibuição sobre barracas. Acampo fazem mais de 20 anos, tinha uma barraca bem usada Iglu avande 4 e resolvi comprar uma nova em dezembro. Após ler algumas sugestões aqui no site. Decidi pela Guepardo apolo 4 Agora no final do ano usei pela primeira vez durante uma semana na Chapada Diamantina. E a minha avaliação é NEGATIVA. Não gostei da barraca, achei pesada, difícil de montar( tem muita vareta). Claro que o sistema de varetas deixa a barraca mais reforçada, isso pode ser útil para acampamentos extremos tipo lugar alto com muito vento/chuva. Mas para a grande maioria do Brasil principalemnte em campig protegido não é necessário tanto reforço ( ou seja muito reforço=peso). Outro fator ruim é a cor (amarela) por ser clara passa toda a luminosidade. (não é sempre que conseguimos uma sombra para acampar) .Ou seja, se for um dia de sol forte já nas primeiras horas da manhã fica insuportável o calor dentro.Pode ser útil para acampamento em lugares frios, mas não é o caso de quem acampa em 90% no Brasil e principalmente no verão. Outro fator negativo é a qualidade do material muito ruim. Já no primeiro uso parte da costura do piso abriu, um dos bolsos internos descusturou e algumas varetas soltaram a ponta de metal e “pasmem” uma das varetas quebrou... Até pode ser falta de sorte, mas provavelmente deve ser mesmo material ruim. Portanto, caso você esteja em dúvida em comprar uma barraca na minha humilde opnião não compre o modelo Guepardo Apolo 4. Abraços e boas aventuras!!! Alessandro Espelocini
  3. Oi Victor, Com certeza você deve aproveitar que vai ao Chile e comprar sua barraca por lá. Tem mais opções e os preços são muito melhores. Quanto ao TDP realmente dependendo da época e do dia os ventos são fortes. Porém os locais de acampamento são protegidos, próximos a paredões , embaixo de àrvores, ao lado dos abrigos. Portanto a barraca não precisa suportar os ventos "extremos" que se tiver você irá enfrentar nas trilhas. Estive lá por dez dias em junho/14 se precisar da alguma ajuda é só "mandar" abraço...
  4. Relato de viagem que fiz com a minha namorada em abril/2014. Dicas básicas: Leia os relatos aqui do mochileiros tem muita coisa legal; Use os aplicativos tripadvisor( para pesquisar dicas de atrações/bares/restaurantes), e o booking (para reservas) Leve parte da grana em dólares e seus cartões de crédito. Nossa primeira parada foi Santiago. Ficamos no Hostel Princesa Insolente. Um hambiente bem de hostel, com àrea de convivência e cozinha, limpo, preço justo e staff atencioso. Não temos do que reclamar , mas na próxima vez iremos procurar um hostel no bairro Bella Vista.para aproveitarmelhor um dos bairros mais legais de Santiago, cheio de opções (bares/restaurantes). Em Santiago sugiro que você faça o básico, um tour com a galera do Tour for Tips http://tours4tips.com/index-2.html . É um sistema legal, pois geralmente tem um guia bem descontraído e você paga o quanto achar “justo”. Só não vá fazer como duas "gringas" que estavam na nossa turma que depois do tour de mais de três horas não deixaram ném uma moedinha..rs..rs. Vá ao mercado público (sugiro escolher os restaurantes fechados fui duas vezes nos do meio e não achei a comida lá aquelas coisas) Vá ao bairro bella vista no final de tarde ou a noite(melhor) e escolha uma das diversas opções de bares e restaurantes. Reserve um dia para fazer um tour em uma vinícula.Faça reserva antecipada . Conheço duas, em ambas o esquema para chegar é praticamente o mesmo(conexão metrô e busão que tem sai praticamente a cada hora é fácil mas você irá gastar duas horas para chegar com calma).Informe-se no hostel ou no site das vinícolas Na Concha y Toro (escolha o tour Marques de Casa Concha, pois além de conhecer o local você irá fazer uma degustação com harmonização vinhos e queijos bem legal) reservas no site http://www.conchaytoro.com a outra é a Undurraga.Se tiver que escolher uma das duas opte pela Undurraga pois o tour é mais completo e o mais legal é que eles oferecem um serviço de Picnic. Onde você “aluga” uma cesta recheada de pães, queijos, patês e é claro uma boa garrafa de vinho ou espumante.Reseve com antecedência o tour e principalmente a cesta pois não deve ter muitas. Demos sorte o dia que fomos e a cesta estava livre Sugiro que você tente fazer o tour lá pelas dez/onze da manhã e depois vá curtir os jardins do lugar. Tomando vinho, comendo queijo e pães e se quiser até uma soneca (junto com a cesta vem uma manta de lã..rs..rs irresistível). Santa Cruz(chile): Uma ótima opção para quem quer conhecer um pouco da cultura vinícola do Chile. Cidade pequena e bem organizada. Consultei as opções de passeios no site da associação dos produtores http://www.rutadelvino.cl/. Tem bastante informação mas a grande dica é tentar marcar os passeio “por fora” ou seja através das pousadas ou mesmo direto nas vinícolas. Sai mais barato e você pode ir nas vinícolas que quiser e montar os passeios conforme o tempo que dispõe. Dois ou três dias na região é o suficiente. Vale a visita. PUCON : De Santa Cruz descemos para Pucon em ônibus...É importante verificar os horários pois você precisará fazer conexão em São Fernando mas é tranquilo. Pucon foi a primeira cidade com ares de montanha que visitamos na viagem. Tem aquele estilo de alpes suiços ou Gramado. Duas ou três ruas. Muitas lojas, restaurantes e hoteis. Toda a estrutura para turismo de montanha.Um visual muito lindo. Dá para fazer tudo à pé na cidade. Na rua princiapl tem várias agências oferecendo passeios. Fomos lá com o objetivo de subir no vulcão. Já havia lido relatos aqui que falavam da dificuldade e realmente é difícil. Sugiro que você reserve alguns dias para ficar na cidade e acompanhar a previsão do tempo. Pois é fundamental ter condições boas para subir. Fique atento a empresa e ao guia. Veja se realmente eles estão capacitados para subir. A agência que escolhemos era boa mas ficamos em dúvida se o guia “abortou” a subida no meio do caminho porque realmente não tinha condições climáticas para subir ou apenas porque estava com “preguiça'. O dia realmente estava frio, o vento forte, a subida é puxada mas “sei lá “ficamos na dúvida. Mas além do vulcão, as agúas termais e os parques da região valem muito a visita. Se você estiver em duas ou mais pessoas vale a pena alugar um carro e fazer os passeios por conta. De Pucon descemos em direção ao parque Torres de Paine que daí vou fazer um relato a parte.Porque é maravilhoso e vale detalhar mais. Espero ter ajudado você a programar sua próxima trip. Boa sorte e boa viagem !!! Alessandro Espelocini Florianópolis
  5. Galera, Gostaria de contribuir com o assunto. No início do mês de novembro comprei uma barraca Guepardo pelo site da loja. O prazo de entrega informado era de dez dias úteis. Hoje mandei uma msg perguntando sobre a previsão de entrega. Fui informado que por problemas com o fornecedor meu pedido chegaria somente no final do mês. A loja me ofereceu a possibilidade de cancelar o pedido. Como estou precisando da barraca para viajar de férias não posso esperar. Optei por cancelar o pedido (já havia pago o boleto). Mandei os dados de minha conta, o pedido foi cancelado e o dinheiro que paguei (total) foi devolvido no mesmo dia. Resumo da “ópera” fiquei um pouco descontente com o fato de o anúcio dizer que em dez dias úteis estaria com a barraca. Porém, se for um fato isolado tudo bem. Pois imprevistos com fornecedores podem a contecer. Mas quanto ao cancelamento do pedido foi super eficiente e rápido. Portanto mesmo não recebendo o produto a loja me pareceu séria e preocupada em resolver o problema. Abraços, boa sorte e boas Aventuras !!! Alessandro
  6. Tem aos monstes na China...rs..rs Tô a fim de testar... http://pt.aliexpress.com/item/Tent-accessories-double-tent-aluminum-rod-tent-double-aluminum-rod/1764007554.html
  7. Estive na TDP em julho.(fiquei na região aprox trinta dias) Já estive em lugares frios aqui da américa do sul. Antigamente ia com um blusão de lã super grosso e um casaco mega grosso...rs..rs frio não passava mas tudo super pesadp Depois de ler aqui no mochileiros comecei a viajar com o seguinte...Uma segunda pele(blusa e calça),camiseta de dryfit, um blusão de fleece e uma jaqueta impermeável. Vc terá roupa para qualquer tempo, frio, pouco frio ou nada de frio e uma mochila leve. Fiz isso desta vez na TDP e foi show...Claro que sem esquecer da touca de lã, luvas e meias quentes...Sugiro que vc entre no site da decatlhon http://www.decathlon.com.br/montanha Estes não são os melhores equipamentos(qualidade) mas se vc não vai usar com tanta frequeência vale o custo/benefício. E também vc pode comprar mais alguma coisa por lá mesmo... Quanto a bota tem também na Decatlhon (não trabalho lá..rs..rs mas acho fácil de comprar) Fui com uma simples de couro (sofri um pouco pois não era impermeável tinha que ficar cuidado para não molhar muito e ficar com o pé congelado)mas minha namorada foi com uma impermeável (tipo essa http://www.decathlon.com.br/montanha---aventura/aventura-homem/calcados-de-aventura/bota-masculina-forclaz-100-novadry-quechua_57425) e foi muito melhor. Boa sorte e boas aventuras....
  8. Olá galera, Ando pesquisando para comprar uma barraca nova. Estou decidido por uma Katmandu 3/4 Tenho uma dúvida. Posso comprar uma barraca Katmandu 3/4 e trocar as varetas de fibra por varetas de alumínio? Vai servir? Será que aumenta a resitência e diminui o peso? Valeu Boa sorte e bons acampamentos !!! Alessandro Florianópolis
  9. alessandro602

    Barracas DOITE

    Valeu Adrianooo... Mas já dei uma olhada nas lojas e eles não podem vender via net. Vou continuar procurando ou o jeito será ir ao Chuy ou voltar ao Chile (o que não é nada mal..rs..rs) abraço Alessandro
  10. alessandro602

    Barracas DOITE

    Valeu Adriano, Tentei achar na internet mas não encontrei nenhum site. O da doite parece que não vende para fora do Chile (mandei e-mail perguntando). Vc sabe de algum? Abraço
  11. alessandro602

    Barracas DOITE

    Ola pessoal, Como posso fazer para comprar uma barraca Doite aqui no brasil. Posso comprar pela web? Quero uma Tolima 4 que vi no Chile mas quando voltei na loja estava fechada..rs..rs Obrigado, abraço e boas trilhas... Alessandro Espelocini Florianópolis
  12. Parabéns pelo relato e obrigado por compartilhar as dicas e informações.Pretendo ir ao Chile agora em abril/14 e teu relato foi importante. Abraço Alessandro
  13. Oi, Primeiramente parabéns pelo relato. Ficou bonito, agradável de ler e útil... Pretendo ir para o chile em 04/14. E pretendo ficar 4 dias em Curicó (gosto bastante de vinhos), para visitar algumas vinícolas. Tem como vc me indicar as melhores por lá? Obrigado um abraço e "Boas Viagens !!!" Alessandro Espelocini Florianópolis
  14. Oi Yuri, Parabéns pelo relato. Irei em abril com minha namorada para o sul da Argentina e do Chile e teu relato é uma ótima fonte de informações. Obrigado E "boas viagens" !!! rs.rs Alessandro Espelocini Florianópolis
  15. Obrigado . Quanto a ondulação não sou um especialista. Mas o pais não é tão grande. Escolha um roteiro básico saíndo da capital e vai monitorando o swell com a ajuda dos locais. Um lugar imperdível que se vc puder deve ir. É Roca Bruja e Olies point. Acho q é como vc quer .Não é um secret mas só sufa que estiver de barco. Sai de manhã cedinho o barco. Uns 45 minutos está no primeiro pico. Onda perfeeeita geralmente pouca gente e diversão garantida. Fui com o pessoal do Hostel Oveja Negra. São argentinos mas conhecem muito de costa rica e de surf. Galera gente fina, sossegada. Não tem aquela parada de querer explorar turista. Fazem os passeios pela grana e para poder surfar nos picos. Um abraço e boas ondas!!!
  16. Hola Passarinho, Pretendo conhecer Mendoza e região em abril. Parabéns pelo relato. Foi bastante esclarecedor. Obrigado Alessandro/SC
  17. Oi Felipe, Realmente em Tamarindo tem umas ondinha bem legais. De todo o tipo. É uma cidade pequena, até com umas ruas de terra(sem asfalto), mas tem toda estrutura de uma cidade turística (ag de turismos, hoteis , bares, restaurantes, etc..etc) - Sim o cartão de crédito é aceito em todos os lugares - Eu levei poucos usn 500,00 e acabei usando cartão. Mas pelos meus cálculos é melhor levar a maioria em dólares, pelas taxas de saque no cartão de crédito , câmbio, etc.. é um pais seguro..mas andar com dólares precisa cuidar, pois um roubo em uma pousada vai complicar... - Sim. No aeroporto tem casas de câmbio. ó Negócio é trocar bem pouco, algo como 100,00 ou um pouco mais por garantia. Pois dá para pagar o táxi em dólares e a hospedagem também... - Cara um táxi da Capital até Tamarindo deve ter .Mas deve sair caro. Vc pode se informar, mandando e-mail para os albergues da capital e eles devem te dar a informação...Mas o mais barato é pegar um ônibus da capital até Tamarindo... Boa viagem e boas ondas!!!
  18. Oi, Moro em Florianópolis e costumo ir bastante para região da Penha. Um guia legal sobre Floripa e região é o : http://www.revistanaipe.com.br/naipe-na-rua/17-naipe-na-rua/650-guia-naipe-verao-2012 Sinceramente acho que vc não deve "perder' muito tempo no Beto Carreiro. Um dia inteiro é o suficiente para ver o proncipal. Depois sugiro vc "migar" para a região de Balneário Camboriu onde as prais são muito mais bonitas e então finalizar com Floripa. Se precisar de mais alguma informação será um prazer poder ajudar. Bom passeio. Um abraço Alessandro Espelocini
  19. Obrigado. Fico feliz em poder ajudar com as dicas e principalmente incentivar outras pessoas a viajar. E é isso mesmo. Pegar a galera as tralhas e se "jogar". Pé na estrada...rs..rs Uma braço, boa sorte e boas ondas... Alessandro
  20. Oi galera. Quando comecei a planejar minha viagem para a Costa Rica. Procurei na net e não achei muita informação e relatos sobre viagens. Por isso resolvi postar um pequeno resumo. Minha viagem foi durante o mês de maio de 2012. O objetivo principal era surfar e é claro conhecer a CR. Optei por viajar pela costa do pacífico... Caso alguém precise de mais alguma informação, posta aí que eu respondo e o que é legal é q fica de fonte de consulta para outros mochileiros. Antes do relato vou reproduzir um post que fiz no forum sobre o CS. Que diga-se de passagem descobri procurando informações para a viagem , me inscrevi e hoje faço parte do CS Florianópolis. É muito legal, recomendo para que gosta de viajar, receber pessoas ou até mesmo só para fazer novas amizades nos encontros que rolam.... ========================================================================================== http://www.111diaspelaal.com/?p=239" onclick="window.open(this.href);return false; Surfando em sofás... Esta é mais ou menos a tradução da expressão Couch Surfing, “… uma rede mundial sem fins lucrativos que conecta viajantes com nativos em mais de 230 países e territórios ao redor do mundo.. bla, bla bla.” segundo a própria página da comunidade (http://www.couchsurfing.com" onclick="window.open(this.href);return false;). Creio que esta frase resume bem o que é Couch Surfing (CS) mas o que explico neste post é porquê considero muito mais. Resumindo: Couch Surfing é uma rede social de viajantes e nativos que se comunicam com intuito de fazer amizade ou em busca de hospedagem gratuita. A comunidade tem um site com a mesma lógica de outras redes sociais como Orkut, Facebook, Linkedin, MySpace onde você adiciona e se comunica com amigos. A grande diferença é que está disponível uma ferramenta para que você busque hospedagem gratuita na casa de outros membros. Há também comunidades onde os membros organizam eventos e onde viajantes pedem sugestão de lugares para visitar. ============================================================================================== A revista parafina na edição 49 fez uma matéria bem legal sobre a CR... http://parafinamag.com.br/revista/ver/edicao/49" onclick="window.open(this.href);return false; ============================================================================================== Agora vamos ao relato..he...he Primeiro pensei em viajar por alguma agência de turismo que faz surf trip para a CR. Mas o problema é que eles só fazem para grupo fechado.Tipo se vc já tem parceria para ir. Um coisa legal é fazer um post aqui no mochileiros. Pode ser que alguém esteja indo na mesma época que vc. Fiz o meu e rolaram várias pessoas que estavam indo. Acabei não encontrado com eles, mas foi legal a troca de informações e se precisasse poderia contactá-los por lá. O que levar? Como faz calor o ano todo. Opte por uma mochila pequena. Pouca roupa (pois mandar lavar roupa sai barato e prático). Um pracha só é o suficiente( para quem é intermediário ou básico) caso precise dá para alugar por lá (tem prancha boa para alugar).Não é como as praias daqui que só tem toco..rs..rs. Dois intens importantes são o protetor solar e um repelente para mosquitos(tem em qualquer farmácia) e levei um outro ítem para mosquitos que foi um mosquiteiro de solteiro (vende em lojas de cama e mesa - as mais antigas- tire a armação de arame ou plástico e enrole.) fica de tamanho pequeno e é bem útil. Pois sabe como é ,lugar quente, com muita vegetação tem mosquito. Não é nada demais, mas como não consigo dormir com ném um mosquito que seja. Foi super útil. Um toalha de banho, boné. Comprei uma rede. Essas para acampamento Tem uma da trilhas e rumos bem pequena, custa em torno de R$50,00. É útil para quando vc está a fim de ficar o dia inteiro na praia. Como por lá tem coqueiros (como no nordeste do Brasil..rs..rs) Dá para amarrar a rede, descançar, esperar o mar melhorar e ficar curtindo o visual. Sempre levo paracetamol e vitamina C. Viajei pela Aeromexico (comprei pelo site decolar). Um vôo legal, a empresa é boa e fiz escala no México (esperei umas duas horas) foi tranquilo da até para comer uns tacos(autenticos) ou alguma coisa com pimenta..rs..rs. Um informação SUPER importante é que no site da empresa diz que não precisa visto para o México, mas quando fui embarcar me pediram o visto(puts..quase morri). Sorte que o visto pode ser tirado pela internet. O funcionário da Aero mesmo me passou o endereço (ele já tem uma cola com o endereço para entregar aos desavisados..rs..rs) .Mas o melhor e fazer antes..Outra coisa a Aeromexico cobra Us$50,00 por prancha. Cheguei em Sao Jose e fiquei no hostel Gaudys Bacpackers que reservei pela net e optei pelo transfer que eles oferecem do aeroporto até o hostel (custa US$25,00). Achei mais tranquilo, pois estava com mochila e prancha de surfe. Mas vc pode chegar , pegar um taxi ou ate bus para a cidade. O hostel é legal. Está próximo da rua principal e tem mercado, lanchonetes ,etc..bem proximo. San Jose não tem muita coisa interessante. Se vc tem pouco tempo e quer logo curtir a Costa Rica ou surfar. Dá para sair do aeroporto, pegar um táxi direto ao Terminal Coca Cola e tomar um bus para Jacó (tem a cada duas ou três horas) Leva em torno de três horas de viagem. E vc estará em uma surf city. Tipo Garopaba. Uma rua só, a uma quadra da praia . Bem legal. Rolam altas ondinhas em Jacó. Fiquei em um hostel chamado Hamburgues y Papas que está na rua Bohio e ali perto atras do bar Orange Pub tem outro. Diga-se de passagem. Hospedagem na CR não é problemas todas as cidades tem várias opçoes de hostel que em geral s custam U$15 em quartos compartidos. Dois ou três beliches. Em Jaco é legal alugar uma bike US$10 por dia. Depois sigo postando..Agora vou surfar...fuiiii !!! Pura Vida !! ============================================================================================= (segunda parte) Para quem vai para surfar. Jacó tem altas ondas. É uma praia bonita, grande com varios picos. Fiquei alguns dias em Playa Hermosa. Está a 8 km de Jacó. A onda é bem mais pesada e tubular..É para que tem um nível alto de surf. Nos dias em que estive lá era só gringo com equipamento de primeira botando pra baixo.. Vale a dica de que o pico é bem no Hotel Las Olas. Pois a praia é na beira da estrada e não tem uma entrada principal é toda fechada pelas pusadas. A Playa Hermosa é mais complicada para quem está viajando de ônibus pois não têm estrutura(mercado por exemplo). Somente os hoteis e seus restaurantes onde a comida claro é mais cara do que fazer no hostel. Acho que o ideal é ficar em Jaco e ir surfar um dia de bus ou taxi em Hermosa. Se gostar volta mais uma vez ou vai para se hospedar. Lá não tem hostel e o hotel que fiquei (muito simples até demais) custou USS30. De lá fui para Manuel Antonio(mais ao sul) que está dentro de um Parque Nacional. É super bonito, a vegetação tem ares de Parati . Foi o melhor Hostel que fiquei na CR. Se chama Manuel Antonio Bacpacker. Bem legal, novo e tem até piscina com vista para o mar e a selva. Aqui faz muito calor. Nada melhor do que depois do surfe ,da praia, ir curtir uma piscina no final da tarde. Ele não fica próximo da praia. Pois é um lugar de hoteis grandes. Mas tem bus a cada 15 minutos que leva até a praia .A praia é bonita tem uma valinha(onda) para surfar que é muiiito boa. E vai uma dica para quem surfa. Bem a direita, tipo uns 20 minutos caminhando pela areia, tem um pico chamado playta que é a saida de um rio...Galera !! Uma valinha mais que perfeita o dia que fui estava com um metrão gringo mas abrindo perfeito fui no final da tarde . Alto surf !! Falando em surf na CR tem um coisa importante que é a variação da maré que é bem maior que a nossa e que influencia muiito na condição de ter ou não ter onda. Tem que ficar de olho na tabua de marés. Os motoristas dos busao são gente fina com a galera que vai de prancha.. Falando nisso, peguei vários táxis e TODOS são super legais em dar uma força para embarcar a prancha..Nao rola estress em ter que descer , baixar banco, arrumar da melhor maneira possivel,etc....No Brasil nao rola essa atencao toda. Em Manuel Antonio tem um parque nacional onde rola um passeio pelo parque. Pode ser com guia que custa US$20. Eu fiz mas nao achei nada de extraordinario. Minha dica seria somente comprar a entrada para o parque. US$10 e fazer o camno sozinho . Dura aprox duas horas. É bem sinalizado e passa por duas prais lindas. Dá para caminhar e quase no final do passeio ficar nas praias . Uma parada bem Caribe. Mar azul e areia branca. ============================================================================================== De Manuel Antonio tinha planjado ir para Pavones. Mas achei meio longe para ir de busao afinal nao encontrei parceria para alugar um carro. E tambem porque é uma esquerda. E eu prefiro surfar para a direita..Mas todo mundo diz que tem que ir..que vale a pena..Mas fica para a proxima. Falando em busao e carro. Da para fazer na boa de busao.É claro que o carro dá mais conforto..mas os locais que fui e oss principais picos estao próximos dos hostels.. Me mandei para Malpais. Uma dica é sair cedo pois tem um ferry que sai de puntarenas as 09, 14 e 17hs. E depois tem que fazer mais duas horas de busao. Nao acho legal viajar muito tarde e chegar em cidades muito tarde da noite..so se vc ja tem o lugar certo onde vai ficar ou conhece o trajeto. Acabei ficando em Puntarenas perdi um dia de viagem, gastei o dobro da diária, mas sai no outro dia cedinho.Malpais e Santa Tereza sao juntas. Fiquei em Santa Tereza. Albergue Tranquilo(esse é o nome do hostel..rs..rs). Muito legal, na quadra da praia. Uma praia sem estrutura, bem natural. Somente uma rua e de terra(uma puta poeira). O mar é pesado e ainda por cima é so pedra no fundo . achei meio sinistro...rs..rs nem entrei estava grandao o swell. mas tinha bastante gente na agua. Em Santa Tereza conheci dois Argentinos. O Diego e o Nicolas.. Muito gente boa os "gringos".rs..rs Eles estavam de carro e acabei embarcando junto para Tamarindo.. Foi muito legal. Rachamos a despesa do carro. Saindo de Sta Teresa resolvemos ir pela costa(eles na verdade.porque por mim que já tinha lido relatos de estradas ruins na CR votei por ir pelo asfalto.mas como era minoria...rs..rs). A estrada de terra estava tranquila até que em uma descida que era puro barro o carro que era 4x4 derrapou e atolou em um barranco. Foi siniiiiistro!!!.e para piorar começou uma chuva daquelas de o céu desabar e nós no meio do nada.A CR é só mato e ainda mais em um estrada "alternativa" daí ja viu. Foi aquele silêncio...rs..rsEstava difcil até para sair do carro. Metemos o pé para fora e atolamos até a canela..O Nicolas resolveu sair andando em frente(pois para trás sabíamos que não tinha nada. A gente tinha visto a úlitma pessoa fazia umas duas horas..he..he). Mas como na vida nunca tudo esta perdido. Do nada apareceu um caminhao pequeno carregando uma galera. Eram algumas famílias que estavam indo para um jogo de futebol em outra comunidade por ali. Era domingo. Puta sorte nossa . A galera desceu no meio da lama. Foram super solícitos. Pegamos juntos e depois de uma hora de trabalho na lama conseguimos tirar o carro. depois disso foi a vez do caminhão deles atolar..Dai mais uma novela e mais duas horas no meio da lama até conseguir tirar o caminhao. Final das contas seguimos nosso caminho e eles resolveram voltar e cancelar o jogo pois a estrada estava muito ruim até tentaram subir o trecho que haviamos descido(eles estavam no sentido contrário do nosso) e não deu o caminhão desceu de ré com tudo pensei que iríamos assistir uma tragédia.mas no final foi só um susto. Acabamos nos despedindo deles em um rio, tomando banho e tirando um pouco da lama, dando risada e tomando uns trago que eles tinham na bagagem..O que mais bebia era o artilheiro do time..rs..rsApelidamos ele de "El Matador!!"Foi muito legal...he..he..he Viagem com aventura fica melhore!!! No final da tarde chegamos em outra cidade/praia bem pequenachamada Samara. Hostel na quadra da praia, bem legal e o mar com boas ondas(pequeno mas tinha uma brincadeira no final do dia) . Dorminos lá. Pela manhã mais um surf e simbora para a estrada. Nosso destino era Tamarindo. Chegamos no final da tarde no Hostel Oveja Negra. Tinha visto um relato de um rapaz que viajou pela América colocando ele entre um dos melhores. Cheguei cheio de espectativa, mas o lugar não é aquilo tudo (o de Manuel Antônio é bem melhor), mas o que vale no ON é que o astral é muito legal. Os donos são argentinos e todo mundo que trabalha lá é surfista então conhecem os picos, saí surf trip quase todos os dias (eles tem duas vans) então vc tem informações sobre as prais/ondas/swel. Galera gente boa. O hostel é bem locaizado (recomendo). Tamarindo foi a melhor parte da viagem (para quem quer surfar e curtir praia).É uma cidade pequena(como quase todas na CR).Acabei ficando duas semans por lá. Tem a praia principal com 5 ou 6 picos. Onda para iniciante, intermediário, profissa...etc.. E ali perto para quem estiver de carro e as mais pertos com uma bike resolve, tem várias prais com ondas de qualidade. Tem surf TODOS os dias de manhã e a tarde. Dá para "afiar"o surf. A CR é cheia de adjetivos como sempre a galera fala nos relatos, mas não dá para falar de novo. É um pais tranquilo, como a polulação não é grande , tem poucos carros na estrada, o povo é simpático, educado , as paisagens são bonitas, vale a pena e para que surfa NOSSAAA!! Tem muita onda. Mesmo eu que não sou um especialista(fissurado sim, mas especialista não..he..he) dá para surfar muito. Ném crowd tem. De Tamarindo sai surf trips para Roca Bruja e Olie.s point. É o passeio mais caro que fiz por lá . Custa USS80,00. Mas já vou avisando VALE MUITO A PENA!!. Sai às 5 da manhã do hostel, roda uma hora até uma baia . De lá pega um barco , mais uns 45 minutos no mar e chega primeiro em Olies. É estranho para que sempre chega na onda pela praia. Nessa a gente chega de barco , já tinha um barco ancorado e uns 5 carinhas surfando .Depois ficamos sabendo que era um veleiro e os caras tinha chegado na tarde anterior só para surfar bem cedo. Não dá para ver a onda. Parece que não tem nada mas saímos remando do barco em direção ao pico e em alguns minutos vc está mais no inside e vem as série marchando . Vou confessar fiquei meio com medo. A gente perde um pouco a referência pois as onda vem de alto mar(sei lá o que é). Mas a galera do hostel(foram uns 3) já foram botando para baixo. A primeira onda que o cara pegou era grande para caramba(para meus parấmetros de brasileiro) Metrão e meio consistente e ele botou para baixo e sumiu.. Foi surfando até la embaixoooo na areia(que onda) já fiquei amarradão mas cabreiro.. Fiquei mais fora da onda vendo a galera dropar. Mas depois de uma meia hora me acostumei com a onda e fui mais para o pico..Meu Deus do Céu que vala..Dropei a primeira (e não é história de surfista/pescador) a onda abre e tem uma parede perfeita..ela não quebra vai abrindo e ficando maior. Cara a melhor onda que ja peguei na minha via. E olha que surfo a mais de 15 anos.(só para vc ter uma idéia da moral da onda ...he..he). Dai foi só alegria. A onda vem grande, mas bate em umas pedras do costão . mas estão submersar(dá para ver as pontas na flor dágua) , e quebra para a direita. Sempre no mesmo lugar.É só de posicionar esperar e yeeeess. botar para baixo..Foram 4 horas de onda atrás de onda. Éramos nosso barco que tinha uns 6 surfistas e mais a galera do veleiro, que eram mais uns 6. Bem tranquilho, galera camarada, tinha onda para todo mundo e cada drop a galera gritava e botava pilha..muito legal..O difício foi a hora que o cara do barco avisou que íamos em frente para Roca Bruja eu não queria sair dali..queria ficar surfando até anoitecer...rs..rsMas o que é bom uma hora acaba. Remamos para o barco...uma agua, um lanche e vamos em frente. Quinze minutos depois chegamos a Roca Bruja(sempre quiz estar naquele lugar...). Quem surfa tem o filme Endlles Summer na memória. Ver aquela pedra gigante no meio do mar foi muito especial..O mar é mais power que Ollies deu para notar já na chegada ao pico. Porém infelizmente o vento já tinha começado e a formação não estava tão boa.. Na real peguei 3 ou 4 ondas e sai..fui para o barco..Mas só ter surfado Ollies point já valeu a trip... A galera surfou duas horas em roca bruja e voltamos para terra(uns 45 minutos de barco). Cara vale muito a pena ir... Depois fiquei mais uns dez dias em Tamarindo. Só no sossego. Surfe de manhã as vezes à tarde e na noite uma baladinha light. Terminada a moleza , um dia antes do vôo voltei para San José e depois Brasil.... Como esse é um relato principalmente para surfistas..rs..rs Preciso dizer o seguinte "DEMOROU!!!!" Pega a prancha , uma mochila pequena e te manda para a Costa Rica.he..he Só para ter uma idéia meu surfe que era de intermediário para ruim . Depois da viagem surfei 3 ou 4 vezes aqui em SC e percebi que meu surfe melhorou para "caralho". Claro que não sou lá essas coisas, mas não tenho dúvida que uma viagem dessas, mesmo que não tenha ido para treinar, me permitiu aperfeiçoar meu surf em ondas de qualidade. Mais uma vez vou dizer - DEMOROU brother!!!.. te joga para a Costa Rica e vai curtir o "Pura Vida"rs..rs... E na volta faz um relato par ajudar a galera que está de aprtida... Um abraço e boas ondas Alessandro
×
×
  • Criar Novo...