Ir para conteúdo

gmcavichioli

Membros
  • Total de itens

    46
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que gmcavichioli postou

  1. Olá pessoal!! Já que o assunto aqui é crise eu gostaria de inserir uma dúvida acerca de custos de viagem aqui, se puderem me ajudar... Quero fazer uma viagem para a Europa na próxima primavera, uma viagem não muito longa, 10 dias ou 2 semanas. Entretanto estou na dúvida se vou para Portugal ou Espanha. Tenho vontade de explorar mais a Espanha, que eu já conheço mas quero conhecer melhor, no entanto dessa vez terei que lidar com uma diária de 100 euros por pessoa (fora hospedagem). Ouvi falar que os preços de Portugal são comparáveis ao Leste Europeu e muito melhores do que na Espanha, por exemplo. Como eu não conheço Portugal gostaria de saber se essa diferença de fato é real e gritante. Se vai fazer de fato diferença eu trocar de destino pela questão financeira. Quantos euros por dia (e por pessoa) considera-se razoável incluindo visita a atrações, refeições e balada (excetuando-se hospedagem)? Considera-se uma refeição média, sem ter que ficar no kebab ou mc donalds todo dia... hehe. Falando nisso, ouvi falar que Lisboa é uma das poucas cidades europeias onde se come em restaurante com estrela Michelin gastando-se 40, 50 euros por pessoa, isso confere ainda? Grato, Gabriel.
  2. Olá pessoal!! Quero fazer uma viagem para a Europa na próxima primavera, uma viagem não muito longa, 10 dias ou 2 semanas. Entretanto estou na dúvida se vou para Portugal ou Espanha. Tenho vontade de explorar mais a Espanha, que eu já conheço mas quero conhecer melhor, no entanto dessa vez terei que lidar com uma diária de 100 euros por pessoa (fora hospedagem). Ouvi falar que os preços de Portugal são comparáveis ao Leste Europeu e muito melhores do que na Espanha, por exemplo. Como eu não conheço Portugal gostaria de saber se essa diferença de fato é real e gritante. Se vai fazer de fato diferença eu trocar de destino pela questão financeira. Quantos euros por dia (e por pessoa) considera-se razoável incluindo visita a atrações, refeições e balada (excetuando-se hospedagem)? Considera-se uma refeição média, sem ter que ficar no kebab ou mc donalds todo dia... hehe. Falando nisso, ouvi falar que Lisboa é uma das poucas cidades europeias onde se come em restaurante com estrela Michelin gastando-se 40, 50 euros por pessoa, isso confere ainda? Grato, Gabriel.
  3. gmcavichioli

    Madri

    Olá galera!! Para quem esteve por Madri há pouco tempo poderia me dizer como estão os preços na cidade? Eu estou planejando uma viagem pra Europa na próxima primavera mas estou bem desatualizado com preços. Quantos euros por dia (e por pessoa) considera-se razoável incluindo visita a atrações, refeições e balada (excetuando-se hospedagem)? Considera-se uma refeição média, sem ter que ficar no kebab ou mc donalds todo dia... hehe Grato, Gabriel.
  4. gmcavichioli

    Barcelona

    Olá galera!! Para quem esteve por Barcelona há pouco tempo poderia me dizer como estão os preços na cidade? Eu estou planejando uma viagem pra Europa na próxima primavera mas estou bem atualizado com preços. Quantos euros por dia (e por pessoa) considera-se razoável incluindo visita a atrações, refeições e balada (excetuando-se hospedagem)? Considera-se uma refeição média, sem ter que ficar no kebab ou mc donalds todo dia... hehe Grato, Gabriel.
  5. Que absurdo, 1 real equivale a 2,15 pesos. Hoje, dia 16/05, no Banco Piano... tsc tsc tsc Tchau show de tango! rs
  6. Pessoal, Só pra registrar meu inconformismo. Viajo em julho e estou mto preocupado pois viajarei um mês pela Argentina e o peso não pára de subir. Hoje, 09-05, a cotação oficial mais em conta é no Banco Piano... 2,18... e pensar que há poucos meses era 2,50. Porca miséria... tsc tsc rs Abs
  7. gmcavichioli

    Santiago

    Olá pessoal, Sobre restaurantes em Santiago, e tb para o LeoRJ (pois percebi sua experiencia) ... eu tenho tentado me informar sobre as diferentes opções de Santiago nesse sentido. Eu estou relativamente convencido a ir em dois restaurantes que eu achei que tem boas críticas na internet: - o Puerto Fuy: não sei se conhecem, mas ele é baseado em frutos do mar e traz consigo a tendência de cozinha moderna que está em evidência na capital chilena; geralmente consideram-no impecável; pelo oq eu tenho pesquisado uma entrada, dois pratos principais e uma sobremesa com uma garrafa de vinho saem por 160 dólares (ou seja para 2 pessoas); - o Osaka, nipo-peruano no Hotel W; bom, era meu desejo desde o começo do projeto de ir pra Santiago de provar essa comida fusión que dizem ser excepcional; eu estava em dúvida em um desses em Baires (estarei lá antes de ir pra Santiago e estava em dúvida entre o Osaka de lá e o Parú) mas considerei que pela qualidade do peixe chileno talvez fosse melhor ir para o Osaka de Santiago mesmo; parece que sai uns 35 mil pesos por pessoa; Sobre o Astrid y Gaston, claro, é mto evidente a ênfase na qualidade que dão nesse restaurante. Em todo e qualquer post que li, mas dizem ser mto caro, mto mesmo. Coisa de 300 reais por pessoa, oq ja excederia seriamente meus planos. Qto vc acha que gasta nesse restô, LeoRJ? E caso conheçam, o que acham dos outros dois restaurantes que pus aqui. Um abs, Gabriel.
  8. E aí pessoal!! Tb aceito o roteiro, Rodrigo... Pode mandar no meu email tb? Mto obrigado! Sei que isso já foi discutido incessantemente aq no tópico mas eu não consegui achar uma resposta boa ainda... rs... existe algo que possa ser feito para evitar pegar notas falsas? Ou diminuir o prejuízo, sei lá... (desculpem o repeteco) Abs, Gabriel.
  9. gmcavichioli

    Mendoza

    Fabrício, a maioria das bodegas grandes que vc citou ficam em Lujan e vc estava em Maipu. Seria de fato um projeto e tanto ir de Maipu até Lujan de bike. Se fosse alugar uma bike em Lujan daí conseguiria chegar nessas bodegas... Abs
  10. gmcavichioli

    Mendoza

    Pessoal, alguém saberia me dizer se vale mesmo a pena conhecer a Catena Zapata? Eu estou achando a visita deles meio salgada em comparação com as outras: 25 dólares. Teria alguma outra bem legal pra me sugerir? Já está definido Ruca Malén e Pulenta Estate. Se alguém me indicar outra em Lujan, ou dar ênfase à Catena, serei grato. Saudações, Gabriel
  11. gmcavichioli

    Mendoza

    E aí pessoal, tudo bem? Vou pra Mendoza em julho e estou planejando um dia pra percorrer as vinícolas de Lujan de Cuyo de bike. Na minha pesquisa encontrei uma agência que faz aluguel de bike na região de Luján. Eles alugam a bike e dão mapa pra orientar no caminho até as bodegas da região e tal, parece que, inclusive, tem ciclovias e até idosos e crianças fazem esses passeios. Eu pensei em 3 bodegas. Quem conhecer elas, me diz o que acha, se minha escolha está bacana e tal. Eu escolhi muito atrelado ao vinho, mas não sei, às vezes a visita e a bodega não é das melhores. Pensei em: visita à Catena Zapata, almoço no Ruca Malén e visita ao Pulenta Estate. O que vcs acham? Outra coisa, ouvi o pessoal postando aí em cima sobre visita ao Valle de la Luna a partir de Mendoza e tal. Sei que existem agências que faz esse passeio, mas como é? Não é muito longe pra um bate volta? De Mendoza eu irei para Salta e planejei alguns dias pra conhecer Ischigualasto (Valle de la Luna) e o Talampaya, que fica uns 50 km do primeiro parque e na provincia vizinha de La Rioja. Entretanto, a minha meta era chegar lá pegando um bus de 2h até San Juan, depois outro de 4h até Valle Fértil e de Valle Fértil, no dia seguinte, sair de excursão para os parques, e sei que de Valle Fèrtil até os parques ainda tem mais meia hora de viagem, qr dizer... é distante pra conhecer a partir de um bate volta desde Mendoza, nao? Caso não seja, esses passeios que saem de Mendoza incluem o Talampaya tb? Eu pergunto pq, claro, às vezes seja uma alternativa pra tornar o passeio mais prático rs. Um abraço e obrigado pela ajuda, Gabriel.
  12. Olá pessoal! Gostaria de informações sobre as possibilidades de efetuar câmbio no Banco Piano fora do horário da matriz, que funciona das 10h às 16h (na Plaza San Martin). Devo chegar umas 14h30 em Baires, de uma quinta-feira. Como vou pousar no Aeroparque nao quero fazer câmbio por lá, claro. Minha ideia era ir pro centro no mesmo dia pra ja fazer o câmbio só que acho meio apertado fazer isso devido ao horario. Não seria prático levar a bagagem pro centro, entao teria de passar no hotel (me hospedarei em Palermo, do lado do Aeroparque) e depois ir pra la. Daí com ctz já terá passado das 16h. Visitando o site do Banco Piano eu me dei conta que eles têm uma sucursal em Belgrano, próximo de Palermo, mas lá não está claro de que ali eles fazem câmbio. Alguém sabe se faz? Por outro lado, como o amigo acima colocou, existe uma dependencia cambiaria dentro do Hotel Sheraton, na San Martin mesmo, lá diz que funciona das 07h às 21h30. Mas como é desse modo? Do mesmo jeito que a matriz? Mesma tarifa e tal? Fica aberto de segunda à sexta das 07h às 21h30? Alguém conhece? Grato pela ajuda, um abraço, Gabriel.
  13. gmcavichioli

    Córdoba

    Olá pessoal!! Queria uma ajuda de vcs pra fechar meu itinerário... meus últimos dias de viagem pelo noroeste argentino compreenderia sair de Salta rumo à Tucuman durante a noite (uma noite de viagem); conhecer Tucuman de dia, dai pegar um bus pra Córdoba a noite (uma noite de viagem), conhecer Córdoba de dia e de madrugada pegar o vôo que vem pro Brasil (direto do aeroporto de Córdoba). Estou em dúvida em relação ao trajeto pois não estou seguro que vale a pena ficar um dia em Tucuman. Por acaso alguem conhece (San Miguel de Tucuman)? Desculpe perguntar aqui mas eh pq o site nao tem forum pra essa região e tb pq essa decisão implicaria um dia a mais em Córdoba... Obrigado pela ajuda, Um abraço Gabriel
  14. Taciano, entrei em contato com o hostel Valle de la Luna, eles me informaram que só os transfer para os parques (a partir de Valle Fértil) custa 250 pesos. Além disso eu teria de pagar mais 100 pesos para entrar em Ischigualasto, 40 para entrar em Talampaya e além disso mais 115 pq em Talampaya só se pode fazer passeio com veículos da propria administração de parques e portanto sao eles que fazer. Quer dizer, essa brincadeira ficaria 505 pesos!! Eu fiquei chocado que tenha aumentado tudo isso, afinal quando vc foi chegamos a conclusão que vc teria gasto uns 230 pesos para fazer essas coisas!! Cara, cheguei a pensar, ou a inflação está absurda mesmo ou então o cara inflacionou o preço pq estou demonstrando interesse por e-mail. Sei lá... O que vc acha?? Abraços
  15. Oi Leo!! Então, sabe o que é... estudando os dois lugares eu criei uma ideia, e pode estar equivocada, claro, de que Viña e Valpo são cidades cujas modalidades são muito distintas. Viña me pareceu mais um balneariozão chique e bem frequentado; enqto Valpo, ainda que uma cidade turística tb devido ao seu valor histórico e tal, me pareceu também uma cidade com um valor cotidiano para o Chile. Quero dizer, extrapolando a ideia de mera receptora de fluxo turístico. Parece que a cidade tem seus 300 mil habitantes e que tb é sede do poder legislativo do Chile. E como todos comentam, da questão boêmia de Valpo, da vida universitária, de sua importância cultural e tal achei q ela sobrevivesse às questões da sazonalidade turística. Assim, claro que alteração haveria de ter em alta temporada, afinal, Valpo e Viña são vizinhas, mas quero dizer, achei que Valpo sobrevivesse em termos à essas questões. Sobre Viña, eu não pretendo pernoitar por lá, só mesmo dar uma passada pra não passar batido. Diferentemente de Valpo, que era o meu plano pernoitar. Mas de fato, seria decepcionante pernoitar em Valpo pra curtir a noite e as tradicionais casas de música estarem fechadas... Quer dizer, que nessa época Valpo está mais apagadinha mesmo? Valeu pela ajuda!! Gabriel.
  16. Boa noite pessoal, Preciso MUITO da ajuda de vcs pelo seguinte. Tenho uma dúvida sobre hospedagem, mais precisamente sobre aluguel de apê em Baires. Sei que existe tópico específico disso mas lá já postei um par de vezes e, não sei se pelo fato do tópico não ser muito ativo, meu post sempre fica ao léu rs. Como este tópico esá sempre bombando achei melhor por aqui mesmo, afinal, não deixa de ser uma questão porteña. Então, eu tenho buscado um apto pra alugar em Buenos Aires, um apê pra duas pessoas em Palermo Viejo ou na Recoleta. Achei uns 6 sites que faz esse tipo de serviço, principalmente num post colocado no blog Viaje na Viagem. A opção mais interessante, pelo menos pros critérios que eu tenho disposto, é o site Desig ( http://www.desigbuenosaires.com ). O interessante desse site, é que além de ter aptos bacanas com preços bons, o método de efetivar a reserva é através do pgto de um sinal de 20% do valor total do aluguel, e o melhor, isso através de cartão de crédito. Achei essa opção muito interessante pq não necessita transações bancárias via Western Union (que é meio arriscado e caro) e tb não cobram taxa de serviço, como os 45 dólares cobrados pela BYT Argentina. Entretanto, apesar do site ter sido indicado pelo Viaje na Viagem eu não encontrei nenhum relato pessoal de alguém que conheça a Desig. Gostaria de saber, se alguém conhece, se já contratou os seus serviços. Tenho procurado freneticamente... Grato pela ajuda, um abraço, Gabriel.
  17. Bom dia, pessoal! Gostaria de uma franca opinião de vcs. Em julho estarei indo pro Chile. Ficarei apenas 4 dias. Chego numa terça às 9h30 da manha e vou embora no sabado de manhã. A principio tinha pensado em pernoitar todas as noites em Santiago e fazer um bate-volta Viña/Valparaiso. Entretanto, estudando sobre os destinos tenho pensado seriamente em pernoitar uma das noites em Valparaíso, talvez a noite de quarta-feira. Pensei nessa possibilidade pelo fato de gostar de lugares historicos e tb pq as fontes q eu tenho lido sempre pontuam a boemia dessa cidade litoranea. Por outro lado, eu receio q essa noite a menos em Santiago pudesse comprometer conhecer a cidade. Gostaria de saber do pessoal q conhece a região se essa pernoite significa uma grande perda, diante dos numeros de dia q eu estarei no Chile e se realmente vale a pena. Ah, e antes q alguem me pergunte, ou sugira, eu nao incluirei vinicolas no Chile dessa vez pois logo em seguida estarei indo pra Mendoza. Grato pela ajuda, um abraço, Gabriel.
  18. Galera, alguem conhece a empresa pra aluguel de apartamentos chamada Desig Buenos Aires? http://www.desigbuenosaires.com/ Eu achei que essa empresa tem uns apês bem legais e o melhor é que não é necessário pagar a taxa de 45 dolares como a BYT. A empresa tb tem uns apês legais mas, apesar do site ter sido indicado pelo Viaje na Viagem eu ainda não falei com ninguém que tenha feito o aluguel por eles. Alguém conhece? Muito grato, Gabriel.
  19. gmcavichioli

    Santiago

    Bom dia, pessoal! Gostaria de uma franca opinião de vcs. Em julho estarei indo pro Chile. Ficarei apenas 4 dias. Chego numa terça às 9h30 da manha e vou embora no sabado de manhã. A principio tinha pensado em pernoitar todas as noites em Santiago e fazer um bate-volta Viña/Valparaiso. Entretanto, estudando sobre os destinos tenho pensado seriamente em pernoitar uma das noites em Valparaíso, talvez a noite de quarta-feira. Pensei nessa possibilidade pelo fato de gostar de lugares historicos e tb pq as fontes q eu tenho lido sempre pontuam a boemia dessa cidade litoranea. Por outro lado, eu receio q essa noite a menos em Santiago pudesse comprometer conhecer a cidade. Gostaria de saber do pessoal q conhece a região se essa pernoite significa uma grande perda, diante dos numeros de dia q eu estarei no Chile e se realmente vale a pena. Ah, e antes q alguem me pergunte, ou sugira, eu nao incluirei vinicolas no Chile dessa vez pois logo em seguida estarei indo pra Mendoza. Grato pela ajuda, um abraço, Gabriel.
  20. Olá pessoal, tudo bem? Queria ajuda de vocês pelo seguinte: eu comprei vários trechos de uma só vez (passagem multi-trechos) pelas Aerolíneas Argentinas e eles fizeram algumas alterações nos horários dos vôos após a minha compra ter sido efetivada, o que me prejudicou substancialmente. Tanto pelo meu roteiro quanto pelo fato dos meus horários terem ficado muito discrepantes com o meu companheiro de viagem, que terá de ir com outra companhia aérea mas que quando as passagens foram compradas nós tomamos os devidos cuidados para "casar" os horários dos nossos vôos. Tenho entrado em contato com a companhia aérea pra ver alguma solução que me seja mais favorável mais eles não têm se esforçado muito pra me ajudar. Gostaria da opinião de vocês, sugestões para o que eu posso fazer (e se posso) nesse caso. Eu comprei essa passagem multi-trechos com vários trajetos, nacionais (dentro da Argentina) e internacionais, inclui-se aí Guarulhos-Buenos Aires, Santiago-Mendoza, Salta-Buenos Aires dentre outros. As passagens possuem datas marcadas a partir do início de julho desse ano. Essa noite (01/03) fui informado por e-mail que os vôos de Guarulhos-Baires e Santiago-Mendoza tinha sofrido alterações. As alternativas que eles me deram espontaneamente (sem consulta prévia) são as seguintes: - Guarulhos para Buenos Aires, o vôo que ia chegar às 11h30 em Buenos Aires chegará, depois da alteração, às 13h40; - Santiago do Chile para Mendoza, que era um vôo direto e que chegaria em Mendoza às 11h30, agora será um vôo com conexão (em Buenos Aires! [Aeroparque]) e que chegará agora às 19h10; Quando entrei em contato eles me deram, para o primeiro vôo, além da opção de chegar no meu destino às 13h40 (que foi a alteração automática), a opção de estar embarcando no vôo das 06h, também das Aerolíneas, o que faria com que eu chegasse lá as 09h, fui informado inclusive que tal modificação não haveria custo. O atendente, ao telefone, alega que essa primeira alteração, antecipação de 2h30m no vôo está prevista na lei. Pelo que eu entendi, da fala dele, eles não estariam na lei se fosse alterado uma diferença de mais de 4h na chegada ao destino. Bom, evidentemente que pra mim esse horário ficou péssimo. Eu chegarei do interior do estado e não existe Airport Service (traslado) entre a rodoviária e o aeroporto internacional nesse horário o que me obrigará a tomar um taxi, encarar bandeira 2 e sem falar na grande distância entre a rodoviária de São Paulo e o Aeroporto de Guarulhos, o que encarecerá sobremaneira a corrida. Por convenção ou não, um vôo internacional que sai às 06h me obriga a estar no aeroporto às 04h da madrugada, mesmo que eu pudesse chegar um pouco mais tarde, 04h30, 05h (tem aqueles que se arrisca mais rs), é muito cedo! E inviável, claro... Cheguei a pedir um hotel em Guarulhos na noite que antecede esse trecho mas eles não quiseram oferecer pois alegam que já me deram a opção de ir às 06h da manhã. Já em relação ao segundo vôo, que compreende uma diferença de 07h40m de diferença entre o vôo que eu ía e que me foi sugerido, ou seja, que teoricamente está fora da lei pois supera as 4h, a única opção que eles me dão é a de cancelar todo o bilhete (o bilhete multi-trechos) com reembolso total e sem multa. Já que as outras opções de vôo são ainda piores do que essa. Mas não é esse meu interesse, afinal a essa altura do campeonato as outras companhias aéreas já não estão com tarifas mais competitivas e seria dar um tiro no próprio pé fazer isso. Quer dizer, eu comprei uma passagem pensando, além do preço, nas datas e horários especificadas; eles alteraram todo o trajeto por livre e espontânea vontade e a unica opção que me dão é: ir duas horas antes (no primeiro voo), o que me obriga a dormir em Guarulhos, e a chegar quase 8 horas depois daquilo que eu tinha comprado (no segundo vôo). Ou eu aceitaria essas condições ou então poderia pedir reembolso total e sem multa. Eu não sei, eu estou achando muito radical, não me parece uma atitude correta. Eles deveriam, ao meu ver, tentar oferecer acomodação, ou procurar vôo de outra companhia, não sei. Sinceramente gostaria da opinião de vocês... As vezes alguem passou por algo parecido... Muito obrigado pela ajuda, Um abraço, Gabriel.
  21. Mandou muito bem, Felipe! Muito obrigado pela ajuda... Abs
  22. gmcavichioli

    Mendoza

    E aí Bruno! Eu estava nessa mesma dúvida que vc até resolver comprar esse trecho por via aérea. Lendo os post aqui e em outros sites o que eu percebi é que mesmo no invernão não é tão comum fecharem a estrada. Quando fecham, fecham por pouco tempo, na maioria das vezes um dia. Pode fechar por mais tempo caso o tempo não cesse mas geralmente é rápido; Parece que essa é uma rodovia de importância economica ímpar então eles se preocupam em desocupá-la rapidamente. Minha amiga esteve la no inverno do ano passado e, de desinformada que foi, nem ficou sabendo que esse trecho era fechado algumas vezes durante o inverno devido à neve. Ele fez esse trajeto de ida e volta numa boa. Eu achei uma tarifa aérea muito boa, pela LAN, que fez com que compensasse totalmente por avião. Buenos Aires-Santiago E Santiago-Mendoza saiu por 350 reais com todas as taxas. É oq eu ia gastar com onibus leito se fosse fazer esses dois trajetos. O trecho fica mais barato se vc coloca um trecho de chegada e de saída, como no meu caso, chego em Santiago, saio de Santiago. Um trecho apenas o preço não era tão competitivo. Entretanto, a LAN divide em 10 x sem juros no cartão o que, por ex., as empresas de bus não fazer com cartões emitidos no Brasil. Talvez uma compra a prazo seja o caminho... Mas se não encontrasse eu não desistiria de fazer não, ao menos, claro, que a estrada estivesse interditada... rs Boa viagem, Abs
  23. Pessoal, tenho duas dúvidas. Por favor, quem puder me ajudar serei muito grato... 1) Alguém conhece alguma casa de tango na periferia de Baires? Algo longe do burburinho dos turistas, que geralmente os porteños frequentam e tal? 2) Estarei em Baires durante o feriado de 9 de julho, independencia do país, por acaso alguem ja esteve la nessa epoca e sabe oq rola por la? Acho que é só isso mesmo. Outra coisa, pessoal. Não sei se conhecem mas existe um guia de restaurantes e bares de Buenos Aires que é fantástico. Super interativo, traz relatos dos frequentadores de cada estabelecimento, nota para a comida, para o ambiente, para a carta de vinhos e ainda uma média de gastos no almoço e na janta. Chama-se Guía Oleo. Sugiro o pessoal que está interessado em pesquisar os estabelecimento porteños a utilizar este guia acessando o site: www.guiaoleo.com.ar . Dá de 10 nos nossos 4 rodas da vida... Abss Gabriel
  24. gmcavichioli

    Mendoza

    Passarinho, achei que o almoço no Cavas fosse mais salgado que no Ruca Malén. Pelo jeito parece que não... a não ser que a inflação argentina esteja absurdamente alta, o que eu não duvido rs. Mas oq vc achou do almoço la? Segundo o post do blog abaixo, em agosto de 2011 o almoço no Cavas saía por aproximadamente 170 pesos com o passeio e os vinhos harmonizados: http://www.nosnomundo.com.br/2011/08/cavas-wine-lodge-hotel-e-restaurante-cercado-por-vinhedos/ 200 pesos no Terraza de los Andes: http://www.nosnomundo.com.br/2011/04/degustacao-de-vinhos-e-almoco-gourmet-na-terrazas-de-los-andes/ e 190 pesos no Chandon: http://www.nosnomundo.com.br/2011/06/bebendo-estrelas-na-bodegas-chandon/
×
×
  • Criar Novo...