Ir para conteúdo

Porreca

Colaboradores
  • Total de itens

    193
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Porreca postou

  1. Você não precisa de carro pra se deslocar por Santiago, Vina e Valpariso. O transporte público funciona muito bem. Inclusive, acredito que será mais fácil se deslocar sem o carro, para evitar o trânsito de Santiago. Para Mendoza também há um busão. Utilizei os serviços da CATA e fiquei muito satisfeito. Daí, em Mendoza já pode ser um bom negócio alugar um carro. Muitos dos principais pontos de interesse são distantes e pode ser muito prático ter o carro. Mas uma das coisas mais legais de se fazer em Mendoza é visitar as vinícolas. Daí misturar bebida e direção não rola. Pode ter certeza de que se você fizer um tour pelas vinícolas, na última já estará alto o suficiente para ter dificuldades para controlar o riso. Pode ser que seja jogo alugar para descer para Bariloche e passear por lá. Passa de novo para o lado Chileno de bus e aluga um lá pra passear e voltar pra Santiago. Acho isso mais prático do que tentar arrumar a documentação do carro ou se privar de atividades durante a viagem por estar dirigindo. Abraços
  2. Porreca

    Barcelona

    Tentando colaborar com vcs. Em 2012 fui a um jogo no Camp Nou. Fiquei no L da frase "Mes que um club" escrita na arquibancada. Os lugares estavam marcados e o pessoal estava respeitando. Não consegui comprar lugares lado a lado pra mim e minha esposa. Tivemos que comprar lugares um atrás do outro. O meu ingresso foi comprado pelo site e o dela na bilheteria um dia antes do jogo, já q ela decidiu só lá q iria. Na hora do jogo sentamos nos locais marcados, mas como até o intervalo de jogo a pessoa do assento ao meu lado não apareceu, ela veio e sentou comigo. Foi uma experiência muito bacana, principalmente pq sou fã do Barça e do Messi. Mas como fui num jogo muito sem importância, Barça x Real Sociedad, foi tudo um pouco xoxo. A torcida realmente não anima muito e o jogo em si foi bem fraco. O Barça foi burocrático. Mas jogos mais importantes são muito difíceis de encontrar ingresso. Num geral valeu muito!
  3. Luiz, depende da data que você vem pra cá, quanto você está disposto a gastar, qual o tipo de animação você está procurando e se estará de carro ou a pé. Em Tiradentes você gastará mais com hospedagem e com as atividades, em compensação a oferta de bares é restaurantes e melhor. Em São João os preços são mais amigáveis mas há menos opções de atividades noturnas e hospedagens. Além disso as coisas não estão necessariamente próximas. Em Tiradentes tudo de interesse à noite fica a uma caminhada muito curta (no máximo 10 minutos) da maioria das pousadas e do centro. Em São João você teria que usar o transporte público, que não é dos melhores, ou taxi, o que vai minar sua economia com a hospedagem. Em Tiradentes você terá basicamente bares e restaurantes, em São João há algumas opções de baladinhas, mas sinceramente são bem fracas. Mas em agosto acontece, dos dias 21 a 30, o festival gastronômico de Tiradentes. Isso aumenta bem os preços de tudo na cidade. Mas ao mesmo tempo tem diversos shows grátis ocorrendo nas praças e muitos outros eventos. Pra mim é o melhor evento da cidade. Minha indicação depende do meio de locomoção. Se estiver a pé, não vai ter muito jeito. O melhor é mesmo ficar em Tiradentes a noite, tudo é mais perto e mais fácil. Mas se prepare pra gastar um pouco mais, principalmente nos finais de semana do Feitival. Se estiver de carro, venha pra São João sem pensar duas vezes. Você paga mais barato na hospedagem, tem boas opções de pousadas muito aconchegantes e pode ir e voltar pra Tiradentes a hora que quiser. De carro se gasta uns 15 minutos do centro de Tiradentes ao centro de São João. Além de também poder aproveitar alguma atração de São João que você ache interessante. Qualquer dúvida estamos por aqui.
  4. A minha foi uma FIT dessas mais simples. Viajei pela Vueling e pela Easyjei. As duas me fizeram colocar a mochila naquela caixa mas não em todos os trechos. Pelo que entendi dependeu mais do agente da cia do que da mochila, pq me fizeram colocar a mochila na caixa só no início da viagem, quando ela estava menos cheia, e nenhuma vez no final, quando já estava bem mais cheia. De qualquer forma a minha coube sem problemas.
  5. Porreca

    Barcelona

    Outro comentário é sobre o dia 5. Os lugares que você planejou para a manhã ocupam bastante tempo e não são exatamente próximos uns dos outros. Acho difícil fazer todos na parte da manhã de maneira satisfatória. Lembrando que pelo menos a Sagrada Família merece bastante atenção pq é muito grande e tem muitos detalhes, é um desperdício de tempo e dinheiro só dar uma passada por lá.
  6. Não fui sarcástico em momento algum. Me desculpe se assim lhe pareceu. Apenas não vejo sentido em continuar um debate que não vai chegar a lugar algum. Até porque minha intenção não é convencer, só informar. Você pensa de um jeito e eu de outro. A vida é feita também de discordâncias. Sigamos em frente. Abraços
  7. Só pra você entender o que eu quis dizer. No seu exemplo de Lima e Bogotá, quando a passagem em reais subisse de valor, ela também subiria em pontos. Ou seja, independente se você está voando para a Lima, Bogotá ou Ilha de Páscoa, se o valor sobe em reais, ele vai subir em pontos. Estabelecer a relação entre voos diferentes, para lugares diferente me parece um pouco fora de razão. Faça o teste. Pesquise uma passagem em pontos e reais agora, pesquise daqui 30 dias e pesquise no dia anterior ao da viagem que você vai ver que tanto o preço em reais quanto em pontos tem o mesmo comportamento. Abraços
  8. Veja bem, promoção é promoção. E nem todo mundo pode aproveitar as promoções, já que a maioria das pessoas tem férias determinadas e só pode viajar nessa época. O que disse do preço em pontos acompanhar o preço em reais é considerando o preço normal, sem promoção. Ou seja, se você entrar no site da companhia aérea em torno de 90 dias antes da viagem verá alguns valores, se entrar 60 dias depois verá outros valores maiores tanto em pontos quanto em reais, se entrar 30 dias antes verá outros valores maiores tanto em pontos quanto em reais e assim por diante. Nesse raciocínio os valores em pontos e em reais andam juntos. O mesmo acontece com valores em épocas especiais, ou seja, se for viajar em feriados vai pagar mais caro em pontos e em reais. Foi isso. Abraços
  9. Legal Porreca, não saquei muito bem a relação pontos x valor do real, mas pelo que parece vc deu sorte nesses valores né!? Eu peguei uma ida e volta pra Santiago agora em maio por R$ 400,00...só preciso agora acumular as milhas no programa certo! Um abraço! O que eu quis dizer é que o preço da passagem em milhas e em real tem o mesmo comportamento. Ou seja, se ele aumenta seu valor em reais, também vai aumentar em pontos. Por isso que disse que você pode usar a mesma lógica para comprar passagens com dinheiro ou com pontos. Coisas do tipo: comprar as passagens com 60-90 dias de antecedência, preferir viajar fora de feriados, viajar às terças e coisas do tipo. Não sei se dei sorte. Eu planejei a viagem com alguns meses de antecedência e comprei as passagens quando os valores estavam adequados. Se tivesse deixado para comprar as passagens num prazo mais apertado, certamente cairia dentro dos valores citados pelo pessoal aí acima. Qquer dúvida é só falar. Abraços
  10. Há um ano quando fui para BAs fiquei no Florida Suites. Achei muito bom. É limpo, organizado e possui todos os recursos que podemos querer. Organiza passeios, pub craws, festinhas e tudo mais. No subsolo há um bar que não atrapalha em nada quem está nos quartos. A rua é bem movimentada, tem diversas lojas e muitos cambistas. Para não cair em roubada, pergunte no hostel que eles indicam um cambista de confiança. Num geral achei que vale muito a pena e se voltar a BAs ficarei nele com certeza. Abraços
  11. Fiquei em Pocitos e foi fantástico. Tinha atividades por perto, fica perto do rio e da praia, tem restaurantes, casas de câmbio, farmácias e tudo mais. Fui a pé para o centro um dos dias e usei o transporte público em outros e foi bem de boa. Fiquei no Hostel Unplugged Pocitos e tbm gostei. Um hostel simples mas bastante aconchegante. Cobram um preço justo. Abraços
  12. Ratificando o que disse o Trota, ano passado tive uma experiência muito boa com o Multiplus e a TAM. Peguei uma viagem SP-Montevideo por 6000 pontos e Santiago-SP por 8000 pontos. Tenho consciência de que esses são preços promocionais, mas ficaram bastante tempo valendo. Os valores das passagens em pontos acompanham o movimentos dos valores em reais, então se você seguir o mesmo padrão com pontos que segue com as compras em reais, vai achar coisas muito boas na TAM tbm. Abraços
  13. Porreca

    Mendoza

    Uma coisa sobre o Alta Montanha que você tem que avaliar é que se o dia estiver nublado, você não vai ver quase nada. Aconteceu comigo e foi um pouco frustrante. E não dá pra saber ao certo, pq vc precisa reservar o passeio no dia anterior e o tempo nas montanhas muda muito. Pelo menos foi o que me disseram no hostel. Se a intenção é ir para o Santiago depois, há a opção de contratar um transfer para lá. A vantagem desse método é que você pode parar ao longo do caminho que é lindíssimo. Assim você até elimina a necessidade de fazer o Alta Montanha e acaba aproveitando o que seria uma viagem para fazer um passeio. Só que vai sair bem caro, pq vc vai ter que contratar até Santiago, que é longe. Talvez se estiver dividindo em 3 ou 4 pode valer a pena. Infelizmente não sei te falar o valor de um serviço assim nem te indicar quem faria. Quando fui, a opção que escolhi foi ir de busão mesmo. A empresa CATA faz esse trajeto. Há diversos horários e preços que variam de acordo com os serviços oferecidos durante a viagem e o conforto do busão. No meu caso escolhi um busão de preço intermediário e que estivesse num horário que me atendesse bem. O ônibus tinha internet e almoço incluído. Os ônibus são muito bons e geralmente tem dois andares. Fiz questão de escolher a primeira poltrona do lado esquerdo no andar de cima. Isso me permitiu ter uma visão privilegiada da estrada e das montanhas do lado esquerdo, que é o mais bonito na minha opinião. Se escolher o lado direito você terá uma visão melhor das caracoles do lado chileno. Mas não acho que vale a pena, pq o lado esquerdo do trecho argentino da estrada é muito mais bonito. Acho que essa opção vale muito a pena e será a mais em conta.
  14. Porreca

    Mendoza

    Oi @kakazeth! Vou agora em março e pelo que tenho pesquisado o preço das visitas nas vinícolas em si não são muito caros, o máximo que achei até agora é 100 pesos, não sei se foge muito disso. Só se você for almoçar junto! O que fica mais caro é o preço do remis mesmo, em algumas regiões mais afastadas da cidade não tem como ir de ônibus, então se quiser visitar acaba dependendo um pouco desse serviço. E eles cobram de acordo com a região e por carro! Mas em outras dá pra ir de ônibus circular da cidade e ir se virando por lá! O tour da montanha que pesquisei tem custado de 470 a 490 pesos com o preço da entrada no Parque Aconcágua! =) Um passeio muito comum é ir de busão de Mendoza até Lujan e lá alugar uma bicicleta para fazer um tour próprio pelas Vinícolas. Ano passado eu fiz isso e saiu bem barato. Sobre as estradas serem meio desertas, sempre é possível conseguir companhia no próprio hostel. Fiquei 5 dias lá em Mendoza e todos os dias tinha gente saindo pra fazer exatamente isso. Estou longe das minhas anotações, mas acredito que o aluguel da bike tenha ficado nuns 40~60 pesos então não vou chutar o preço aqui porque posso simplesmente errar por muito. Normalmente o próprio hostel sabe indicar a loja para aluguel das bikes e em grupo pode se conseguir preços melhores. Sobre o Alta Montanha, também não me lembro do preço, mas é importante ficar atento pq muitos dos passeios não entram no Parque Aconcágua. O meu mesmo, só foi até o portão e depois fomos até quase a divisa com o Chile, almoçamos e voltamos. É bom saber direitinho dos detalhes do passeio antes de contratar.
  15. Como já indicaram antes, é melhor procurar por pousadas pois não há hostels. A opção do Couchsurfing é muito boa. O grupo de São João é muito ativo e as pessoas são muito gente fina. Vale a pena procurar. Eu moro em São João e pode ter certeza que São João é uma cidade que tem muitas coisas pra fazer. Há diversos museus e várias igrejas belíssimas pra se conhecer. Sempre há programas culturais e dependendo de quando for pode pegar desde recitais de música clássica até peças de teatro com atores globais. Além disso, os preços de Tiradentes são impeditivos. Em São João vc encontra pousadas muito boas a preços muito menores do que em Tiradentes. Alimentação tbm será mais barata. Pra conhecer toda Tiradentes você gasta menos de um dia. Pode chegar lá por volta das 10h e as 15h terá visto tudo que há pra ver. Sem contar que a cidade é feita para turistas, o que tira muito da graça. Quem frequenta a cidade nota que ela é meio "fabricada". Entretanto, vale a pena conhecer. Mas São João é muito mais interessante. Sobre o tempo para ficar, tudo depende dos interesses que você tem. Se for muito interessada em história e cultura do período colonial e imperial, pode ser que 4 dias sejam o ideal, já considerando os deslocamentos. Se for mais para conhecer tudo, 3 dias é suficiente. Qualquer dúvida é só falar. Abraços
  16. Viajei durante 32 dias pela Europa no inverno com uma mochila de 60l e deu tranquilo. Depende muito do seu planejamento de roupas, mas pra mim deu e sobrou. Inclusive, se pretende viajar em companhias aéreas de baixo custo, esse é o tamanho máximo que vai caber no limite da maioria das empresas. Abraços
  17. Como o Lúcio falou, os valores mais comuns que já vi giram em torno de USD1000. Mas as passagens geralmente atingem seu melhor preço mais ou menos em 90 dias antes da viagem. Então vale a pena esperar mais um pouco tbm. Utilize o www.skyscanner.com para ver os preços. É uma ferramenta muito útil pois já lista as passagens mais baratas. Tente fazer seus trajetos às terças feiras pois é um pouco mais barato tbm.
  18. Uma boa prática é confirmar a reserva junto ao estabelecimento alguns dias antes da sua chegada. Isso independente da forma de reserva. Nessa confirmação vc já verifica se tem alguma taxa adicional e coisas assim. Vale a pena.
  19. Qualquer hotel que fique no centro vai te atender. Os pontos turísticos ficam espalhados pela cidade então não tem como ficar próximo de todos. No máximo perto das praças centrais da cidade. Mas desses que vc falou, o mais bem localizado é o Rex, que fica em frente a uma das praças mais bonitas da cidade. Mas os outros dois não esta longe tbm não. Quanto à qualidade, infelizmente não posso lhe dar mais informações do que diz a fachada do hotel. Não os conheço por dentro e como tenho família aqui em Poços eu nunca me hospedei aqui. No quesito fachada, o Rex tbm é o melhor!
  20. Tente no site da Andesmar. Talvez encontre alguma coisa.
  21. Depende da sua intenção. Se vc quiser relaxar, andar nas praças e jardins e conhecer os pontos turísticos com tranqüilidade, eu acho q com uns 3-4 dias vc faz tudo. Mas veja, essa seria uma viagem tranqüila e pra descansar. Dá pra passear bastante, tomar banho nas termas com águas sulfurosas medicinais e relaxantes, aproveitar a vista, curtir algum programa cultural que esteja rolando na cidade e coisas desse tipo. E Poços tem um ar agradável que geralmente atrai as pessoas que vão com a intenção de relaxar a ficarem mais um ou dois dias. Mas pra conhecer mesmo acho q isso está bom. Agora se vc quiser ir só pra fazer os esportes radicais q vc disse, um fds tá mais do q suficiente. Como disse não tem tantos esportes radicais assim e vc vai conseguir fazer tudo em dois dias. Abraços
  22. Há muitas formas de se comparar lentes. Essa forma que vc descreveu é só uma delas. De qquer forma, eu indico a 18-105mm pois entendo q ela é superior. A grande maioria das pessoas não sente falta dessa distância focal mas sente o peso e o tamanho da lente. Sem contar os outros fatores q já disse. Quando estiver na Europa Cris, vc pode pedir pra testar a lente na sua câmera. Muitas lojas permitem q vc teste a lente antes de comprar e vc vai poder decidir melhor se vai precisar dessa lente mais longa. Sobre as outras lentes que vc citou, não valem muito a pena pq vc perde muito sem a faixa grande angular da lente. A grande maioria das fotos caseiras q a gte tira ficam nessa faixa. Tirar uma foto da família com uma 55mm vai ser bem mais complicado. Abraços
  23. Eu discordo um pouco do Marcos. A 18-105mm é uma boa lente. Serve para diversas situações, é relativamente pequena e tem uma qualidade ótica muito boa. As fotos da 18-200mm que vi são bem inferiores às da 18-105mm. Não acho q isso seja preciosismo, pq já que vc vai gastar uma grana em lentes que gaste numa melhor. A distância focal de 200mm não me faz tanta falta assim. Pense bem pq lentes são caras e a qualidade das suas fotos vai depender diretamente da qualidade das lentes. Abraços
  24. Ei kona, td bem? Parapente vc encontra no morro do Cristo. Não tem erro, ao chegar lá em cima vc vai ver placas indicando o local onde ocorrem os saltos e qquer um sabe indicar. Fica a uns 3 minutos de carro da estátua do Cristo. Vc contrata lá na hora mesmo. Além disso eu sei que tem outros tipos de esportes, mas infelizmente não vou saber te indicar nenhuma agência q preste esse serviço. Sempre fazemos trekkings, mas vamos por conta própria pois astrilhas são bem tranqüilas. Como disse a nnaomi, em Águas da Prata vc encontra algumas opções e em Andradas tbm (fica a +/- 40km de Poços). Mas nada de muito radical. Abraços
×
×
  • Criar Novo...