Ir para conteúdo

vallac

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Meus pitacos Rafaela Muchale: se ainda der tempo troque sim a sua bota, pelo menos pela 38, e se for fazer caminhadas mais intensas troque por uma 39. O ideal ao comprar a bota é ir à tarde, com os pés mais cansados, calçar as duas meias que você pretende usar e ainda assim a bota deve ter um ligeira folga nos dedos para quando os pés incharem. Experiência própria. Fiz o Caminho de Santiago com uma bota apenas um número maior, e sofri demais com bolhas, mesmo a bota bem amaciada. Quanto à bota Vento. Comprei a Finisterre após pesquisas no fórum, as mais top não tem na minha cidade e não da
  2. Pessoal se alguém puder me ajudar. Estou treinando com uma bota Finisterre e apenas uma meia Lorpen Tri-Layer Light. Estava indo tudo bem achei que não ia precisar de liner, mas quando aumentei as distâncias caminhadas para 18, 20 km por dia começou a me dar bolha na sola do pé direito, só o direito o esquerdo está beleza. Se eu usar vaselina na sola do pé + uma meia liner (que até já comprei, mas ainda não estava usando) essas bolhas vão melhorar? Melhor dizendo, se isso vai evitar que apareçam. Também estou na dúvida sobre a amarração, dei uma olhada no video postado pela Stefânia e o tuto
  3. Bullseye eu vou passar uma noite em Pamplona, vou ver se dá pra entregar no hotel o HL micro ou o raid 1.6, se não der vou levar daqui o Orbit.
  4. Olá Bullseye! Então acho que vou de Orbit. Não tenho como comprar no exterior agora a não ser pela internet, e não queria deixar pra comprar na Espanha. Bom mesmo seria o OMM Raid 1.0 - 380 g mas não vende no Brasil, achei a 218 euros no site Wiggle já com frete mas ainda teria 60% de imposto de importação. Total +- 1050 reais. Na minha opinião é como usar uma Ferrari para ir à padaria. Se eu tivesse certeza de achar os produtos em Saint Jean Pied Port eu deixava pra comprar lá, não me importo de pagar um pouco mais por maior qualidade e menos peso, mas o imposto de importação quebra nossas
  5. Complementando o post acima, esqueci de dizer que futuramente (talvez no ano que vem) quero fazer a trilha inca até Macchu Pichu, em maio ou setembro, gostaria de saber se os modelos citados também iriam me atender ou vou precisar de um mais quente. Abraços.
  6. Olá a todos, vou fazer o Caminho de Santiago saindo no final de abril e pensei no saco Deuter Orbit +5º SL. A temperatura prevista para essa época nas cidades que eu vou passar é mínima de 2ºC e máxima de 20ºC e eu vou ficar em albergues e hostais, esse modelo seria adequado? Outra opção é o saco Ferrino Colibri (http://www.ferrino.it/en/catalog/sleeping-gear/86074-sleepingbag-colibri-plus), este estaria muito leve? Achei o Colibri melhor, mais minimalista, mas tem que ver se ele aguenta o frio. Estou perguntando pra ver se alguém conhece esse modelo já que não achei as especificações no site
  7. Olá Woodstock, a Titã se for esse preço mesmo está de graça. Eu pesquisei botas recentemente e a Titã costuma ser acima de R$ 400. Já a Finisterre comprei por R$ 350 mas foi por causa do meu número e da cor, você encontra mais barato na internet. Achei a Finisterre muito confortável apesar da aparência pesada. Obrigada ao André H. pelas dicas e pelos desejos de boa sorte. Valquiria
  8. vallac

    Mochilas DEUTER

    Eu de novo, consultei o SAC da Deuter e eles estão retirando a mochila Act Lite do mercado. A substituta, pelo menos para os tamanhos 35+10 SL e 40+10, é a mochila Pilgrim. As características são idênticas.
  9. vallac

    Mochilas DEUTER

    ACT LITE está saindo de linha? Estou procurando uma 35 + 10 SL e não encontro em lugar nenhum, lojas físicas (Brasília) e internet. Por outro lado, a Pilgrim 35 +10 SL me pareceu bem análoga à ACT Lite nas dimensões, layout, usos. Isso pelas fotos, pois não encontrei a Act Lite para comparar ao vivo com a Pilgrim. Esta se encontra facilmente. Alguém sabe dar essa informação ou já comprou a Pilgrim para dar uma opinião? Eu pretendo usar a mochila no Caminho de Santiago. Obrigada
  10. Obrigada André pelo feedback. Pra falar a verdade eu acho a Titã mais bonita, mas tenho visto reclamações de que o solado pode ser escorregadio em superfícies lisas e também que perde a impermeabilidade mais rápido. Nessas horas a segurança tem que falar mais alto que a beleza. Na verdade eu separei 40 dias para o Caminho, coloquei 30 no post apenas para dar uma idéia dos dias seguidos em que usarei a bota. Abraço
  11. Olá a todos, esse é meu primeiro post. Vou fazer o caminho de Santiago (cerca de 30 dias) e pretendo adquirir uma Vento Finisterre, porém li um comentário muito negativo no site da Vento quanto ao uso da Finisterre no Caminho, relativo à durabilidade do solado. Gostaria de saber a opinião dos usuários do mochileiros.com se essa bota é realmente indicada para o Caminho, apesar do nome aparentemente óbvio. E também se é uma bota adequada para mulheres. Eu li muitas opiniões favoráveis à Finisterre em vários foruns aqui do site, mas também não quero comprar um produto muito acima do que eu vou u
×
×
  • Criar Novo...