Ir para conteúdo

debora.zagotto

Membros
  • Total de itens

    24
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  1. Oi Ma.Gio, Vou tentar organizar uma planilha a respeito do meu roteiro e posto lá no meu blog http://ihviajei.com Enquanto isso você pode conferir também o relato da Carol que já está lá no blog bjs
  2. Dia de ir embora. Viajar é muito bom, mas pela primeira vez fiquei com muita saudade da minha casa e cansei de estar viajando. Acordamos cedo e a única coisa que programamos era ver a troca da Guarda do Palácio La Moneda, pois nosso vôo de volta era às 15:30hs, então tínhamos que chegar no aeroporto 13:30hs. Fomos de metrô até o centro, demos umas voltas e depois voltamos para esperar a Transvip que chegou até cedo demais para nos buscar. Chegando no aeroporto, a atendente da TAM perguntou se queríamos voltar num voo direto ao Rio (nosso voo original tinha conexão em Guarulhos). Aceitamos, mas o ruim disso era que nosso voo que a princípio seria 15:30hs passou a ser 18hs. Fomos almoçar ali no aero mesmo, pois não dava tempo de voltar ao centro pra fazer hora e também gastaríamos muito dinheiro com isso. Tomamos um chá de aeroporto. Mas no final chegaríamos no Rio no mesmo horário. Finalmente consegui terminar esse relato rs Quem tiver qualquer dúvida pode ficar à vontade para fazer perguntas.
  3. Bom, antes de continuar o relato dia a dia no Atacama, vou replicar aqui o relato que fiz no TripAdvisor sobre a Turismo Mitampi, porque não achei nenhum relato negativo sobre eles e me assustei com algumas coisas que aconteceram lá. Então que fique registrado, muitas pessoas escrevem maravilhas sobre eles e foi por isso que fui cegamente procurar por eles. Como eu explico no relato eu pessoalmente não tive problemas concretos, mas não quis arriscar já que eu tinha pouco tempo no Atacama. Fui para o Atacama no dia 23/08, um sábado, e já saí do Brasil decidida a fazer os passeios com a Turismo Mitampi devido aos elogios que eu lia na internet. Apenas uma pessoa relatou a respeito de um atraso para o passeio dos Geiseres o que me fez fazer esse passeio com a Grado 10. Assim que cheguei no Atacama, fui ao endereço que consta no site dessa empresa, Calle 28 de Agosto número 529 e era uma casa abandonada, não tinha ninguém lá e a porta estava fechada. Perguntamos na vizinhança e ninguém nunca tinha ouvido falar sobre essa agência. Voltamos no hotel e perguntamos à recepcionista se ela poderia tentar entrar em contato com a agência, já que ela tinha nos avisado que tinha outro casal hospedado e que eles fecharam os passeios com essa agência. Caso a gente não conseguisse falar com eles, fecharíamos tudo com a Grado 10. Infelizmente ela conseguiu. Ele marcou de ir ao hotel fechar com a gente às 19:30hs e fomos na Grado e fechamos o Geiser. À noite na hora marcada o sr Frias foi lá e fechamos o passeio do Valle de la Luna e Valle de la Muerte para o dia seguinte e Piedras Rojas que era o passeio que eu mais queria fazer para a segunda. Na terça de manhã voltaríamos para Santiago. Demos metade do valor a ele e combinamos que na noite seguinte ele passaria para buscar o restante. No domingo de manhã fizemos o Geiser com a Grado10 e o passeio foi tão maravilhoso que decidimos conversar com o tal casal de brasileiros para saber o que eles acharam da Mitampi, assim se eles falassem mal, tentaríamos cancelar e fazer com a Grado. Só que a Grado não faz Piedras Rojas, apenas Lagunas Altiplânicas que é metade do passeio. Para o nosso susto, a brasileira falou que chegou e pagou 600.000 pesos chilenos (cerca de U$1.200) por todos os passeios que eles fariam durante os 10 dias que ficariam lá e que os 2 primeiros dias foram maravilhosos, mas que no terceiro dia, que seria Geiser ela ficou de 4:30 às 6:30 da manhã aguardando e eles não apareceram e aí ela ficou mandando mensagens para o dono da agência no whatsapp que ele deu mas ele não respondia. Aí ela foi no departamento de turismo e perguntou e ninguém conhecia, foi na rua principal e ninguém conhecia essa agência, até que ela conheceu alguém que já tinha ouvido falar deles. Ele contou que a agência NÃO É REGULARIZADA no turismo do Atacama, inclusive o dono nem chileno é, é argentino, ou seja, caso ele suma, aquele boleto que ele entrega de garantia a vocês não vale de nada, ninguém sabe onde encontrar o tal do sr Frias porque ninguém tem o endereço deles. A sorte dela que o dono da agência tinha um outro telefone do cara e ligou pra ele e avisou que o casal chamaria a polícia. Aì o cara foi lá e devolveu o dinheiro. Gelei na mesma hora, ela tinha muitos dias lá, eu não poderia correr o risco que isso acontecesse comigo, e na hora que ela estava me contando isso, estávamos aguardando o guia para o vale da morte, ele marcou 15hs e já eram 15:30hs e ele não tinha aparecido. Eu já estava desesperada até que a recepcionista ligou pro cara da agência e pediu pra ele ir la a noite falar com a gente, ele primeiro não atendia o telefone de jeito nenhum, ele só atende quando alguém ameaça chamar a polícia. Marcou com a gente 18:30hs. Quando deu 15:45 o guia chegou. Fomos para o passeio do Valle da Muerte e nesse correu tudo bem. À noite ficamos esperando o sr Frias até 20hs e ele não apareceu. Aí eu comecei a enviar mensagem no whatsapp falando que chamaria a polícia, que denunciaria ele na internet e etc e aí ele resolveu aparecer. Tivemos que discutir muito para que ele devolvesse nosso dinheiro. Eu entendo o lado dele que até então fora o atraso do passeio anterior, eles não deram nenhum furo com a gente, mas seria o nosso último passeio e não estávamos mais confiando neles, não poderíamos arriscar. Todos os passeios saem no mesmo horário e caso eles não aparecessem, perderíamos o dia inteiro e não faríamos esse passeio, já que todas as outras agências já teriam saído e esse seria nosso último dia. Depois de muita discussão ele nos devolveu o dinheiro. Estou fazendo esse relato apenas para alertar. Como citei, nada aconteceu comigo, mas eu sou muito insegura e desconfiada, então realmente como só tinha um dia para fazer esse passeio decidi não arriscar.
  4. O Atacama foi o lugar que com certeza rendeu as melhores fotos da viagem. Mas nem tudo foram flores. Mas no final o saldo foi super positivo. Conforme relatos que peguei, vi que as melhores opções para ir ao Atacama seria de Sky (comprando pelo telefone) ou pela Lan Chile que não aceitava cartões de crédito emitidos fora do chile. Mas resolvi arriscar. entrei em http://www.lan.cl e comprei a passagem Santiago-Calama por U$200 ida e volta com taxas para nós 2. E meu cartão foi aceito sem problemas. Nosso chalé: Próximo relato: Nossos problemas com a Turismo Mitampi. Esse e mais relatos estão no meu blog www.ihviajei.com E muitas fotos no meu insta @ihviajei
  5. Nosso primeiro dia de ski. Esse e mais relatos estão no meu blog www.ihviajei.com E muitas fotos no meu insta @ihviajei
  6. Vou continuar, podem deixar. Estou um pouco enrolada essas últimas semanas, mas vou ver se consigo escrever o próximo até amanhã.
  7. Finalmente chegaram os dias mais esperados por mim: ver a neve pela primeira vez. E não bastava ser um bate-volta, queria viver aquilo, ficar hospedada no complexo. Esse e mais relatos estão no meu blog www.ihviajei.com E muitas fotos no meu insta @ihviajei
  8. Antes de viajar, trocamos 110.000 pesos aqui no Brasil mesmo para caso não conseguíssemos trocar logo que chegássemos lá. Não procurei saber qual era a taxa no aeroporto, mas sei que troquei por uma taxa muito ruim aqui no Brasil. Mas por segurança foi o melhor a fazer, já que em outra viagem, quando chegamos na Colômbia a casa do aeroporto estava fechada, os taxistas não gostam de receber dolar e passamos um sufoco. Esse valor deu para pagar o transfer, o jantar no sábado à noite e fazer compras no supermercado e todos os gastos do dia seguinte, que inclui um almoço e um jantar caro pra 2 pessoas. Na conversão aqui do Brasil cada R$=182 pesos chilenos. Pegamos o metrô Los Leones cedo em direção ao centro para trocar dinheiro. A intenção era trocar rápido pois nossos amigos nos encontrariam lá para irmos pra VDM. Chegamos na Paseo Ahumada por volta de 8:15hs, mas as casas de câmbio só abrem às 9hs, então não adiantou, tivemos que dar uma volta por ali pra esperar. Aproveitamos e andamos pela Plaza de Armas toda em obras e cercada de tapumes. Vimos alguns prédios históricos que não tínhamos visto no dia anterior e procuramos o Museu de Arte Pre Colombino, não entraríamos, só queria ver por fora, mas estava também cercado de obras. 9:00hs e fomos procurar a casa de câmbio. Fomos para a esquina da Paseo Ahumada com a Rua Agustinas e nesse ponto tem muitas casas na Agustinas, todas uma ao lado da outra com a cotação na porta. E todas as cotações eram muito parecidas. Na que entramos cada R$ = 228 pesos e cada U$ = 577 pesos. Fizemos a conta convertendo o quanto pagamos no dolar para ver e daria a mesma coisa, como estávamos com poucos reais, trocamos dolar mesmo. Dali nossos amigos nos encontraram e partimos pra Valpa e VDM. Como acabamos saindo um pouco mais tarde do que o planejado e o lugar é muito longe, decidimos ir direto pra Viña. Em Santiago estava muito sol e fazia muito calor, mas assim que chegamos em Viña percebemos a diferença na temperatura. Estava muito frio lá, com um vento gelado cortante. Um detalhe muito importante que não nos atentamos na hora de fazer o roteiro. Às segundas NENHUM museu abre. Então nem tinham muitas coisas para fazermos lá. Mas passamos na frente de todos para tirar foto. Começamos pelo relógio de flores, depois os castelos e nos indicaram visitar o Casino Municipal. Vimos que perto do Casino tinham muitos restaurantes, então fomos em Valparaíso vimos o que tinha para ver e voltamos pra VDM. Opinião minha, achei Valpa horroroso. Uma grande favela. Nem descemos do carro em nenhum momento. Talvez se não fosse segunda teríamos ido ao museu do Pablo Neruda. Mas VDM é muito bonitinho e valeu a pena gastarmos nosso tempo todo lá. Depois de rodar todos os pontinhos do mapinha que ganhamos no casino, fomos comer, já era por volta de 16hs. Achamos um rodízio de massas por 6.900 pesos e foi lá mesmo que comemos. Você escolhia a massa e o molho e podia comer quantas vezes quisesse. Depois de lá voltamos pro hotel direto muito cansados, o bate-volta é cansativo. Próximos dias: Valle Nevado.
×
×
  • Criar Novo...