Ir para conteúdo

Sérgio Kennedy

Membros
  • Total de itens

    88
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra
  1. Esqueci de falar que, lá em cima é possível adquirir o bilhete de descida. Atentar para o horário da cabine de venda pois ela fecha antes do bondinho. Por tanto, se subir pela trilha e quiser descer pelo bondinho compre o bilhete lá em cima logo que chegar. Outra coisa: Cariocas, estudantes e moradores do RJ com comprovação na hora da compra do bilhete tem desconto.
  2. Fiz essa trilha 4 vezes, é show! Antes era possível ficar lá por cima e descer gratuitamente pelo bondinho após às 19:00h. Porém, agora não se permite mais. Era ótimo fazer essa descida 0800 no bondinho, não permitem mais. Na chegada lá em cima, pela trilha, já deparamos com uma catraca, um agente de segurança para checagem de temperatura e comprovação de que tá com a máscara (isso para atualidade sobre o covid-19, 21/11/2020) já te alertam sobre o horário máximo de descida 18:00h que terá que ser feito pela trilha pois o bondinho não fará o transporte gratuito. Por tanto, quem fez 0800 fez, q
  3. Que pena! Só vi teu poste hoje. A trilha é toda grátis sim (desde que suba a pé e desça a pé), falo isso porque antes quando passava das 19:00h era permitido descer pelo bondinho 0800, descia quem era da trilha e quem não era. Agora não permite mais. Porém, continua valendo subir a pé e descer a pé gratuitamente como sempre foi.
  4. Boa noite! Era ótimo fazer essa descida 0800 no bondinho, eu fiz 4 vezes. Atenção: Tudo mudou, não permitem mais. Na chegada lá em cima, pela trilha, já deparamos com uma catraca, um agente de segurança para checagem de temperatura e comprovação de que tá com a máscara (isso para atualidade sobre o covid-19, 21/11/2020) já te alertam sobre o horário máximo de descida 18:00h que terá que ser feito pela trilha pois o bondinho não fará o transporte gratuito. Por tanto, quem fez 0800 fez, quem não fez esqueça!
  5. Eu estive em Buenos Aires em maio/2014 e não fiz câmbio algum. Nas áreas turísticas eles aceitam o Real sem problema. Você só tem que ficar por dentro do valor de câmbio e dos valores dos produtos que você já conhece no Brasil. Por exemplo, quanto custa uma pizza para 4 pessoas aqui no Brasil? Digamos, 30Reais + alguma bebida = 50Reais. Bom, se você sabe disso e está lá fora, e eles te cobram esse média, perder tempo indo atrás de câmbio pra quê? Vá curtir a cidade, linda, charmosa, uma Europa aqui perto da gente. Boa viagem!
  6. Sérgio Kennedy

    Madri

    IMIGRAÇÃO, minha dica é: Se você está indo só, gente NÃO CONVERSEM COM NINGUEM NA FILA. Eu já fiz algumas viagens internacionais com familiares e sozinho tambem, mas nunca alguem puxou assunto comigo na fila. Desta vez, nov/2013, eu viajei sozinho e estava na fila da imigração em Madrid - Barajas - (os agentes estavam já fazendo a peineirada logo após a saída do avião, a fila quase não andava)e fiquei conversando com uma moça de SP que viajou no mesmo voo que eu, era a primeira viagem dela internacional e eu estava tentando tranquilizá-la, e na hora eu fui pra um agente e ela pra outro, da
  7. Criskeune, Eu passei em família (eu, minha irmã, minha sobriha e o namordado dela) pela imigração alemã. Perguntei se poderíamos nos dirigir os quatro juntos ao guiche e o agente apenas perguntou se estávamos viajando juntos, respondemos que sim, e ele autorizou. E só nos perguntou quantos dias iríamos passar e nos deu as boas vindas.
  8. Valeu Adriano. Eu nem havia notado a data. Realmente, em 5 anos as coisas mudam e muito. Obrigado.
  9. Tem algumas dicas aqui que terminam sendo uma furada: Mensagempor MauroBr. » 26 Nov 2008, 12:22 Uma dica de albergue: Piccadilly Backpackers. Muito bem localizado, com uma diária de 17 libras em um quarto para 4 pessoas, com café da manhã. Eu fiquei no Oxford. Agora vejam essa sobre o mesmo albergue: Re: Hotéis e Albergues - Londres Mensagempor rkoerich » 09 Ago 2013, 08:29 Eu NÃO recomendo o Picadilly Backpacker, pior experiencia que tive na minha vida. Quartos claustrofóbicos, sujos, sem lockers para guardar mochila... Banheiros péssimos. De bom só a localização.
  10. Rosana, eu sempre fico no Generator. Quanto a ser central x não central, ou próximo aos pontos turísticos isso é besteira. Você vai ter que comprar um ticket pro dia mesmo, e o ticket vai te da´direito em andar nos meios de transporte quantas vezes quiser, depois, o tempo de deslocamento é muito pouco... ainda aposto no Generator. Boa Viagem.
  11. Cesarpinho, Já tentou ver passagem de ônibus Frankfurt x Berlin pela euroline? Outra coisa, caso marque de trem, faz uma forcinha e pague um pouquinho a mais pra marcar um assento, caso contrário, se você não encontrar uma poltrona vaga (é bem provável que não encontre) você vai ter que viajar junto às bagagens, a sensação é das mais terríveis, você mais parece um retirante...fiz isso uma vez e nunca mais repeti. A sensação é tipo como se todos alí que estão nas poltronas pagaram suas passagens e você está indo de penetra. kkkkkkk....no mais a Alemanha um show de organização e SEGURANÇA. Boa
  12. Por exemplo, em Londres eu nunca fui, mas tem um hostel muito bom que é o mesmo que fiquei em Berlin é o GERATOR, é uma rede de hostel, é bem grande e tem quartos pra casal. Em Berlin paguei 35,00Euros por pessoa num apartamento quadruplo. O ap casal saia por 45,00/pessoa com um ótimo café da manhã incluso. Se quiser ver mais detalhes dele veja na página dos tópicos de hostel da Alemanha que lá eu postei fotos.
  13. Eliane e outros mais, Eu acho meio difícil que vocês consigam alguma informação mais precisa aqui sobre HOTEL porque o público aqui é basicamente de mochileiros, ou seja, buscamos (eu me incluo) sempre o mais barato e mais vantajoso, praticamente não ficamos em hotel e sim em hoStel = albergue. Só em Paris que eu fiquei num hotel, demais localidades na Europa eu sempre fiquei em hoStel. Entende?
  14. Sérgio Kennedy

    Bruxelas

    Imartin, Não sendo na Nord, o resto é legal. Mas, sempre com cautela, ok? Você verá que Bruxelas é bem povoada por não belgas e não dê confiança, no mais, curta na boa que dá pra viver bons momentos. Se for até a Grand Place, tem uma "rua coberta" tipo uma galeria de nome parecido IRENE, na metade dela, tem uma rua que a corta de forma perpendicular, entranda à esquerda nessa rua, vindo da Grand Place tem muitos restaurantes e barzinhos excelentes. Jantei lá num restaurante italiano chamado ARLEQUINS, acho que se escreve assim, com direito a lareira e tudo mais, por menos de 20 euros por pess
×
×
  • Criar Novo...