Ir para conteúdo

gabi_gabi

Membros
  • Total de itens

    7
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre gabi_gabi

  • Data de Nascimento 12-10-1984
  1. Dia 13/06 - O passeio com a Alternativa Turismo saiu por volta de dez horas do píer e fomos navegando pelo Rio Preguiças. O guia vai explicando algumas coisas até chegarmos em Vassouras. Nossas malas foram no barco, pois não iríamos retornar para Barreirinhas; de Caburé combinamos com a agência deles nos levarem até Atins. Vassouras é famosa pelos macaquinhos. As pessoas compram bananas para dar para os macacos e eles ficam enlouquecidos, pulando para tentar pegar o máximo que puderem. Não tem muita coisa pra fazer; pode andar nas dunas, tomar banho de rio ou então ficar sentado tomando uma água de coco esperando para seguir viagem (fica lá em torno de 30 a 40 minutos). Dica :'> cuidado com qualquer comida que comprar, pois os macacos atacam e levam embora se você der bobeira. Se for deitar na rede, tenha certeza que não tem nada nos bolsos, pois foi assim que meu marido perdeu o celular e quando percebemos, alguns barcos já tinham ido embora e ninguém achou... Depois seguimos para a comunidade de Mandacaru. Lá tem o famoso Farol que você consegue ter uma vista completa (mais ou menos) dos Lençóis; tem vários artesanatos que são bem mais baratos lá. Após esta parada, seguimos para Caburé, que de um lado é o rio e o outro o mar. Lá você pode alugar o quadriciclo para dar uma volta pela praia ou simplesmente tomar banho de rio e/ou mar. Quando chegar, já escolha o que vai comer e deixe marcado a hora que vai querer almoçar para não perder muito tempo depois. Lá aceita cartão de crédito, pois tem sinal da Vivo! Aproveitamos para pesquisar o preço do quadriciclo pois iríamos para Paulino Neves quando retornássemos de Atins. Estávamos conversando com um dos rapazes e aí chegou um outro senhor, dando outro preço e que morava ali, que era garantido. Achamos ele muito chato e insistente e acabamos fechando com um outro cara, que combinamos de nos encontrar dois dias depois as nove da manhã (R$150,00 para ir com dois quadriciclos até Paulino Neves; nós iríamos guiando um e dois outros guias no outro, para poder trazer de volta o quadriciclo). Encontramos nosso barqueiro que nos levou até Atins, aonde o Paulo da pousada Eco Pousada Filhos do Vento estava nos esperando. http://www.booking.com/hotel/br/eco-pousada-filhos-do-vento.pt-br.html?label=opensearch-plugin;sid=8002e0a0ac28c977f5b54bdbf4145d01;dcid=1;origin=disamb;srhash=2692122086;srpos=1 Pagamos R$144,00 na diária; a pousada é legal, rústica e com umas cabanas que são os quartos. Gostamos da acomodação, apesar de não estar muito limpo. Por ser baixa temporada, só tínhamos nós na pousada, o que foi bom e ruim ao mesmo tempo. Bom porque ficamos conversando e pegando algumas dicas, mas ruim porque não tem tanta oferta de passeio e você acaba fechando com a pousada, que não tem carro e muito menos barco, então o preço é superfaturado Dica :'> para fechar passeios, vá diretamente às pousadas que tem jeep e converse com eles; me lembro de ter visto a Pousada Irmão e Jurará. São as pousadas que tem linha da Vivo e aceitam cartão de crédito e tem wifi. COISA RARA em Atins! Atins é uma cidade rústica, toda de areia e não tem mordomias. Algumas pousadas oferecem mais conforto, mas se for olhar nas críticas todas tem reclamações. A cidade tem luz elétrica há oito anos...e estão para mudar para trifásico este ano ou no próximo, aí vai melhorar pois vai ter ar condicionado rsrsrs porque é quente...mesmo no inverno! Leve uma lanterna, pois a noite não tem muita iluminação nas ruas. A cidade tem uma casa dos pescadores que tem wifi gratuito, pois a maioria das pousadas não tem; só as que possuem Vivo. Então se internet for importante para você, verifique se a pousada oferece. Recebemos recomendação de ir comer pizza na pousada Maresias, pois no sábado é o dia que eles abrem o restaurante na baixa temporada. A pousada é bem bacana e tem um jardim lindo. As pizzas custam em torno de R$45,00 e foi a melhor pizza que já comemos em todas as viagens que fizemos até hoje! Senacional!!! O dono da pousada é italiano e é ele que faz as pizzas; super recomendo este local! A noite fomos até a praia (a pousada tem uma passagem que dá na praia) e fomos ver os plânctons, isto é, fomos chutar a água para que eles ficassem fluorescentes e podermos vê-los. É divertido. Tem que ser bem a noite quando estiver escuro, pois aí você conseguirá ver direitinho.
  2. Oi Maria! Você vai sozinha? Talvez valha a pena você checar esta opção quando chegar em Barreirinhas e tbm pensar na opção de ir para Tutóia mesmo e de lá pegar o ônibus que vai pra Parnaíba. Seguem os contatos de transporte em Atins, que tirei de um guia que pegamos lá. Então espero estar atualizado Xico da fia (98) 99608-3166 (barco) Mendez (98) 998832-8787 (barco e toyota) Lucimar (98) 98871-8498 (toyota) Nós fomos até Caburé e de lá pegamos o quadriciclo para Paulino Neves; vale muito a pena pois a paisagem é sensacional!!! Contato do Jhone, que faz o transporte de Paulino Neves para Tutóia de van; você pode perguntar se ele sabe se tem van de Paulino neves pra Parnaíba direto. (98) 98811-5426 - OI (98) 98400-0554 - CLARO Achei um cartão de um taxi de Parnaíba; você pode perguntar se ele faz este trajeto. Deve ser caro... Júnior (86) 99418-8898 Claro / (86) 99958-0604
  3. Olá Maria! De Atins retornamos para Caburé de barco; o cara da pousada que fechou pra gente mas eu tenho o nome do barqueiro, que você pode combinar diretamente e negociar um preço menor. Vou ver e te mando. Em Atins essa é a maior dica...só fechar passeios com quem tem bandeirantes e barco, senão os intermediários ganham por isso e você acaba pagando mais caro. Chegando em Caburé, fomos de quadriciclo* para Paulino Neves e de lá pegamos uma van para Tutóia, pois ficamos nesta cidade alguns dias...e vou te dizer que vale muito a pena!!! Vou terminar de escrever os próximos dias e dar algumas dicas. * O quadriciclo vimos os preços antes e acabamos por fechar com um tal de Gui, mas ele furou com a gente. Combinamos e ele não estava lá. Tem a dica do Sr. Celso; ele é meio mala, mas tem a vantagem de estar lá sempre, pois mora e tem um bar em Caburé. Pagamos R$160,00 por dois quadriciclos, pois queríamos ir guiando; então ele arrumou um outro cara para ir com ele e retornar guiando o segundo quadriciclo. Você vai direto para Parnaíba? Tem que ver então se tem transporte de Paulino Neves pra lá...sinceramente não sei te dizer pois paramos em Tutóia e depois de lá seguimos de ônibus. Qq coisa avise
  4. 12/06 - Chegamos em Barreirinhas por volta de oito da manhã e fomos para a pousada, que reservamos pelo booking.com Não curti muito a pousada mas era uma das mais baratas e íamos ficar uma noite só, então resolvemos arriscar. O quarto que nos deram não foi muito legal (acho que por ter reservado pelo site; temos essa impressão dos quartos reservados pelo booking. Alguém mais acha que os quartos são inferiores aos demais?) Pousada Atairu - R$120,00 a diária (tem ar condicionado e chuveiro quente mas o banheiro era horroroso - minúsculo - o café da manhã era razoável e as funcionárias bem simpáticas. Fica bem em frente ao píer, que saem os passeios de barco e da rua que tem os bares e restaurantes). http://www.booking.com/hotel/br/pousada-atairu.pt-br.html?sid=f5111b1f1d50e4ddd11b782a86050f1a;dcid=4;dist=0;group_adults=2;sb_price_type=total;srfid=0b704ef03836a9c75f12bb83b81c5c15fdd27017X1;type=total;ucfs=1& Comentário do meu esposo: O tamanho do banheiro era ridículo, tinha que sentar de lado para fazer as necessidades, pois o espaço entre a privada e a parede era muito pequeno. Após a acomodação, fomos tomar café da manhã numa lanchonete e procurar as agências para ver os preços dos passeios. Fomos na EcoDunas e São Paulo Ecoturismo, recomendadas por alguns mochileiros e por serem as maiores e mais famosas, são as mais caras. Acabamos optando por fazer o passeio para Vassouras / Mandacaru / Caburé (R$70,00 por pessoa) com a Alternativa Turismo, que nos foi recomendada pela pousada que ficaríamos em Atins, pois após o almoço em Caburé, eles nos deixariam lá de graça e o rapaz da pousada estaria nos esperando na praia. Dica :'> se for para Atins após este passeio (senão pode ir de quadriciclo) , não esqueça de perguntar para agência qual o valor para deixa-lo em Atins, pois se tiver que fechar em Caburé, vai pagar uma fortuna e vai ficar mofando lá... Acabamos escolhendo um passeio para a Casa da Farinha, que fica no Rio Preguiças. Pagamos R$35,00 por pessoa para nos levarem e buscarem na casa da farinha em horário combinado, já na casa da farinha pagamos mais R$30,00 pela explicação do guia que é dono da casa. É um passeio bem interessante pois a família que mora lá, tem um local para fazer farinha de mandioca e o guia é muito inteligente, explica e demonstra todo o processo da produção da farinha. As famílias que vivem do cultivo da mandioca utilizam este espaço e deixam cerca de 10% da produção como pagamento pela utilização do espaço. Valeu o passeio cultural Almoçamos por lá e o barco retornou para nos pegar na hora combinada. A tarde fomos para a Lagoa Bonita (R$60,00); pegamos o jeep bandeirantes na porta da agência e seguimos viagem. Se prepare, pois sacode que é uma beleza, os galhos vão batendo no carro e leva quase uma hora para chegar. Temos que descer do jeep para entrar numa balsa, que também segue com o carro e depois seguir viagem. Ficamos com a impressão que as agências não são proprietárias dos bandeirantes, na verdade eles ficam vendendo lugares e próximo a hora de saída dos passeios ligam para os motoristas para alocar os turistas. O guia do passeio é da agência, que por sinal foi bem atencioso. Achei bem zoneado a alocação nos bandeirantes, tanto que tínhamos comprado para a lagoa Azul e no final não tinha como ir, acabamos indo para a Bonita. Dica :'> muito protetor solar, água, chapéu com cordinha para não voar e camisa de proteção UV, óculos de sol, bolsa com fecho. Passe protetor no corpo todo pois como venta muito nesta época, você não sente o sol queimar. A melhor castanha que comemos na viagem foi a que é vendida na lagoa Bonita. Nos arrependemos pois comprarmos um pouco pra petiscar, depois não encontramos mais nada parecido em toda a viagem. O circuito da Lagoa Bonita é de fato bem bonito rs o guia vai explicando algumas coisas, paramos para nadar nas lagoas e depois voltamos para ver o pôr do sol lá da parte inicial. A subida é bem íngreme e pessoas mais idosas ou com dificuldades para caminhar, terão muita dificuldade para subir, pois tem partes que temos que ir segurando na corda que serve de suporte. A noite saímos para jantar e comemos uma pizza num restaurante da Avenida Beira Rio, chamado A Cabana. Nada demais, mas não estava ruim.
  5. 1º dia - 11/06 Embarcamos às 19:44 no GIG com a GOL; paramos em Brasília e seguimos para SLZ; chegamos por volta das três da manhã e ficamos aguardando o Sr. Paraíba, que contratamos para fazer o transporte de SLZ para Barreirinhas. Este contato peguei no post da Erika que tem várias dicas ! http://www.mochileiros.com/rota-das-emocoes-lencois-maranhenses-delta-das-americas-jericoacoara-e-fortaleza-t100600.html Tem algumas opções de transporte para Barreirinhas e a melhor que encontramos foi essa van, pois já tinha o relato da Erika e também de outras pessoas que já tinham ido. O ônibus sai por volta das cinco da manhã, o taxi é caro...então optamos pela van que foi R$50,00 por pessoa e teríamos a "garantia" de que conseguiríamos chegar ao destino final. Digo isso pois não adianta você ligar com um mês ou uma semana de antecedência para marcar...tem que ligar uns 2 dias antes e avisar que está indo e quantas pessoas são. Pra quem gosta de tudo certinho, essa viagem é um bom desafio, pois ninguém anota nada; é tudo na confiança! Na verdade é uma sprinter e ele sai recolhendo as pessoas que moram em SLZ mas trabalham lá em Barreirinhas. Ele nos buscou no aeroporto por volta de 4 da manhã; quando chegou me ligou e não teve erro. Ele faz esse trajeto todos os dias, então conhece bem a estrada. Fomos na frente com ele, pois quando nos buscou o carro já estava lotado. Contatos: Sr. Paraíba (98) 99164-6555 - R$50,00 por pessoa Sr. Guilherme (98) 99164-7558 - R$60,00 por pessoa A estrada é meio sinistra, com vários caminhões, sem iluminação e mão dupla, então é bom ir com alguém que conheça pra ter mais segurança. Não indico alugar carro pois em Barreirinhas se faz tudo a pé ou de barco...
  6. Olá pessoal ! Vou compartilhar com vocês o roteiro da viagem que fiz com meu marido em junho de 2015 para os Lençóis Maranhenses e também uma planilha de custos, para vocês terem algumas referências de valores, lembrando que fomos em baixa temporada...a alta começa em julho e agosto, pois são as férias de verão dos europeus e este é o maior público da região (infelizmente)! 11/06 - Embarque do Rio de Janeiro para São Luís (SLZ) 12/06 - Chegada em SLZ e ida para Barreirinhas 13/06 - Passeio para Vassouras / Mandacaru / Caburé / Atins 14/06 - Passeio para o Canto de Atins 15/06 - Ida para Tutóia 16/06 - Passeio pelo Delta do Parnaíba 17/06 - Ida para Parnaíba / Ida para SLZ 18/06 - Passeio em SLZ 19/06 - Retorno para Rio Fiquem tranquilos que vou dar todos os detalhes de cada dia
  7. Olá! Adorei as dicas...estou programando a viagem para março de 2012! Será nossa primeira viagem estilo mochilão e estamos avaliando se compraremos 2 mochilas...ou se levaremos uma mochila e uma mala média. Acha viável? Chegaremos em Santa Cruz e estou vendo o que é melhor...ir para La Paz, para comprar casaco e talvez bota ou se vamos direto para Sucre. Alguma dica? Obrigada. Bjss
×
×
  • Criar Novo...