Ir para conteúdo

lucasbraganca

Colaboradores
  • Total de itens

    576
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que lucasbraganca postou

  1. Dá pra se comunicar só com inglês em qualquer lugar da Alemanha, não precisa se preocupar. Quanto ao tempo eu realmente não sei porque não conheço Nurnberg. =]
  2. Olha, pode não ser a cidade mais badalada, mas é LINDA. Sério, é perfeita. Viena eu achei legal, mas por eu já ter ido pra outros lugares "similares", eu só achei mais do mesmo. Vc pode comprar na hora, vai ser um pouco mais caro, mas vai te dar liberdade de ir antes ou depois se você gostar. Eu fui no inverno, então não tive essas preocupações. E vc decidiu passar por Zagreb por causa da rota ou porque tem curiosidade? Porque, vamos dizer assim, lá não tem muita coisa. Eu não me arrependi de ter ido porque eu estava do lado, então foi ótimo pra conhecer, mas não valeria um esforço (na minha opinião, claro).
  3. Oi Roberta! O negócio é o seguinte, o ideal é realmente você traçar uma rota que siga um fluxo direto, ENTRETANTO, se conhecer a Grécia é o seu sonho e se vc não tiver muitas oportunidades pra viajar, eu acho que vale sim a pena fazer a rota que você quer. Eu falo isso porque na minha segunda viagem eu fui pra Turquia (que era COMPLETAMENTE fora da rota) e não me arrependi. Isso é você que tem que pesar e resolver, mas se é seu sonho, faça de tudo pra ir, mesmo que te atrapalhe um pouco. Quanto ao tempo em cada cidade, eu geralmente não conto como dias úteis os dias de deslocamento porque você pode perder um avião, estar muito cansada, ter problemas no check-in de hotel, enfim, N coisas que podem te atrapalhar nesse dia, então em teoria vc teria: 2 dias em Madri 3 dias em Roma 5 dias na Grécia 1 dia em Florença 1 dia em Veneza 3 dias em Paris 3 dias em Londres Eu acho que você está ficando pouco tempo em cada lugar, eu retiraria um lugar pra fazer uma redistribuição, principalmente colocar mais tempo em Paris. Você separou muito bem os trechos que vai ter que fazer de avião e de trem. Realmente pelo fato dos lugares que você escolheu serem distantes, a melhor opção é avião e quando não (exatamente os casos que você citou), é melhro de trem. Quanto a Grécia eu não posso ajudar pq não fui. Sobre os albergues, dá uma olhada no www.hostelworld.com. Lá tem os relatos de quem já foi, mapa de localização, fotos, etc. Eu sempre faço tudo por lá. Mas também tem a opção do www.homelidays.com. É uma boa pra quem vai com namorado porque lá vc aluga peguenos apartamentos por poucos dias, de vez em quando sai mais em conta do que hostel e vc tem total liberdade e privacidade (se é que esse é o seu objetivo). Qualquer coisa é só falar =]
  4. Vou colocar o que seria o ideal pra mim. Dias em cada lugar: Tiraria esse dia do Vaticano e colocaria em Paris. Mesmo andando com muita calma pelo museu e por tudo, você não irá gastar um dia só indo até lá. Locomoção: Talvez valha a pena comprar um passe do EU Rail pra sua viagem. Tem vários pacotes e sai bem em conta. Além disso, eu sempre compro minhas passagens em agências de viagem porque algumas vezes eles conseguem colocar mais de uma cidade em uma só passagem. Exemplo: em 2009 paguei uma passagem pra Paris que fez escala na Alemanha (poderia ter ficado lá uns dias) e depois fez "escala" em Amsterdã por 5 dias. Ou seja, com uma passagem só eu poderia ter viajado pra 3 lugares. Acomodação: Não se esquece de olhar no www.homelidays.com. Lá você encontra lofts, estúdios e apartamentos pra alugar por alguns dias. Já fiquei várias vezes (Amsterdã, Paris, Budapeste, etc) e é MUITO bom pra quando vc viaja com alguém porque você tem total privacidade e muitas vezes é mais barato que um quarto privado de hostel ou hotel. A única dica que eu daria fora isso é a seguinte: Pense no que você quer com essa viagem. Se for conhecer a Europa com sua esposa, ótimo, mas se vocês quiserem férias e aproveitar os lugares e o tempo juntos, eu diminuiria a quantidade de lugares e ficaria mais tempo em algumas cidades pra não ter pressa, não ficar cansado, poder fazer programas de casal, etc. Qualquer coisa é só falar. =]
  5. Existe sim. =] Na verdade, é difícil saber um lugar que a malha ferroviária da Europa não cubra. MAAAAAAAAAAAAAS, tenho que te fazer uma pergunta: Quem te falou que Budapeste é zuado? Eu achei lá sensacional e Viena, exatamente o contrário, achei sem graça em relação ao que vi. Claro que tudo é questão de gosto, mas achei Budapeste uma das cidades mais lindas que eu já fui na vida e pra mim, de toda a minha viagem, só pede pra Amsterdã. E ainda tem uma vantagem MUITO grande que é o preço. As coisas lá são ridiculamente em conta. Aluguel um apartamento e paguei menos do que em um hostel em qualquer lugar que o euro seja a moeda oficial. Enfim, tem trem pra Budapeste e pra Viena, mas eu escolheria, SEM DUVIDA, Budapeste.
  6. Não precisa de visto pra nenhum desses lugares que você vai passar porque todos são da UE. O hostel que você reservou em Viena (o único que eu conheço) é MARAVILHOSO, sério. =]
  7. Eu reservei um dia antes, mas tive problemas. Em VÁÁÁRIOS lugares que eu tentava reservar (isso em Huacachina), eles me falavam que não teria vôo no dia seguinte por causa de um acidente, aí eu até comecei a ficar com medo, mas em uma agência ela falou que era possível e eu fiquei achando que ela queria passar a perna em mim, mas resolvi pagar pra ver e foi tranquilo. Me buscaram, fui pro aeroporto, fiz o vôo e até hoje eu não entendi qual era daquele pessoal de ter me falado aquelas coisas.
  8. O problema é que os tours geralmente saem em horarios próximos como vc pode ter visto, mas principalmente porque o tour dura um dia inteiro. Aliás, isso no meu caso pelo fato de eu ter ido no inverno, mas se vc vai em outra época do ano eu realmente não sei como é. Mas enfim, quando eu fui tivemos pouco tempo para ver o templo de Arthemis porque já estava escurecendo, então sair mais tarde nem rolava. Apesar disso, é MUITO possível que lá, com agências do país você consiga arranjar isso por um preço mais em conta pelo fato deles terem mais contatos. =]
  9. Oi pessoal! To com um pequeno problema. Dia 3 de fevereiro eu pretendo ir de Edimburgo para Belfast de trem, mas não to conseguindo encontrar na internet (horario, preço, tempo de viagem) e assim não consigo me planejar. Já olhei passagens aéreas, mas acho que não vai dar muito certo porque tenho muita bagagem e as passagens baratas são todas de companias low-fare que não permitem bagagem ou então te cobram um absurdo por elas. É só isso, algm sabe onde eu posso pesquisar isso? No Google eu nao consigo encontrar (a menos que eu esteja sonsando aqui). Brigadão! =]
  10. Satiro, eu comprei essa passagem da TACA e não tive que pagar absolutamente nada. Tive a mesma duvida que você, mas arrisquei e deu certo... hehehe
  11. lucasbraganca

    Caral

    Marcos, não é muito perto não... hehehe... mas é tranquilo de ir. Eu, por exemplo, paguei uma agência que me levou lá de carro e o cara foi me contando muita coisa sobre o Peru. Tudo em português.
  12. Ci.Miki, vou acreditar em você e vou no Vale do Ihlara... hehehe E seu blog foi muito útil pra mim, brigadão! Então, o negócio é o seguinte: dia 15 - Istambul dia 16 - Istambul dia 17 - Istambul dia 18 - Istambul dia 19 - Istambul/Goreme Dia 20 - Goreme dia 21 - Goreme dia 22 - Goreme/Pamukkale dia 23 - Pamukkale/Selçuk dia 24 - Selçuk (passeio por Éfeso) dia 25 - dia 26 - dia 27 - dia 28 - Retorno para Istambul dia 29 - Istambul/Hamburgo To com tempo sobrando... hueahueaheauae... não achei que isso pudesse acontecer. Queria opiniões de como preencher esses dias. Melhor eu distribuir pelas cidades que eu já vou ou incluir alguma coisa? Tava pensando até em ir então a uma das ilhas gregas que tem perto da costa. O que vocês acham?
  13. O Portal del Sur (http://www.portaldelsurba.com.ar/) tem um bar no terraço que é MUITO bom, sempre tem música, gente, cerveja Quilmes... hehehe. Fiz grandes amigos lá que tenho até hoje e olha que já tem 5 anos que fui e não perdi contato com ninguém, aliás, já voltei pra Buenos Aires com eles... hehehe. =]
  14. Nan, Seu roteiro ta QUASE perfeito no meu ponto de vista. Aliás, tá tão bom que eu to com inveja porque ainda não tinha toda essa organização nas duas vezes que fui e acabei perdendo algumas coisas... hehehe. Mas por falar em perder, a maior dica que eu posso dar pro seu roteiro é: SE PERCA. Buenos Aires é uma das cidades mais gostosas de só sair andando descompromissadamente que eu conheço. Mas tem uma coisa muito boa que não tá no seu roteiro que é uma das melhores de Buenos Aires (talvez a melhor): PUERTO MADERO. Vá de dia pra ver o lugar, mas não deixe de voltar de noite pra comer alguma coisa. Tem muitos restaurantes lá, um melhor que o outro (um dos mais famosos é Siga La Vaca - que eu particularmente não gostei tanto... huahuaeuha). Sério, não deixa de ir, é mt bom. Lá tem um barco que você pode entrar também e tem a ponte La Mujer, um dos cartões postais da cidade. Bem nos prédios que rodeiam a feirinhas de San Telmo tem um restaurante muito bom chamado El Balcón. O preço é muito bom também... hehehe Ah! E eu excluiria o Jardim Japonês. Foi uma perda de tempo quando eu fui, nada de mais. E só pra constar, caso não saiba: No Malba que tá a obra "Abaporu" da Tarsila, eu só descobri lá e quase perdi. =] Guilherme, Sugiro que você vasculhe tudo do fórum da Argentina. 99% das suas perguntas serão respondidas. Aí sim, qualquer dúvida é só falar. =]
  15. Lordello, Eu sempre faço minhas reservas pelo hostelworld. Já fiz pelo booking também e nunca tive (nem conheço ngm que teve) problemas com isso não. Pra falar a verdade eu só costumo olhar os sites pra ver se tem mais fotografias ou algo do tipo, mesmo que tenha a opção de fazer a reserva lá eu faço pelo hostelword. David, Eu honestamente não conheço nenhum site gringo desses, mas acho muito possível que exista. Na minha humilde opinião, suas opções são duas coisas muito diferentes. Se você fizer um mochilão, por mais que você se vire no inglês durante toda a viagem, você não vai APRENDER inglês propriamente dito, vc vai melhorar muito a sua comunicação, mas aprender a língua de verdade eu diria que não. É claro que vai aprender um pouco, mas não se compara a fazer um curso e morar em um país que tinha inglês como lingua oficial. Resumindo: Viaje para viajar ou saia do Brasil pra fazer o curso e aprender realmente inglês. Tem que por na balança e ver o que é melhor pra vc.
  16. Pessoal, vi nos blogs da vida um grupo que viajou pra Turquia e tiveram um jantar nas ruínas de Éfeso. Alguém sabe algo sobre isso? Se é só para grupos, se tem como pagar e ir e o preço (caro, eu imagino) que é. Imagino que seja meio complicado alguém saber algo sobre isso, mas não custa tentar. Valeu!
  17. Samantha, Vou pegar avião porque o amigo que vai comigo tem 1,90 e todos que eu conheço que fizeram essas viagens de ônibus reclamaram do ônibus ser apertado, então ele nem vai caber... huaheuahea... mas eu devo fazer de Goreme pra Pammukale de ônibus e dps pra Selçuk também. Só Istambul - Capadócia e dps Izmir - Istambul que eu devo fazer de avião mesmo. Obrigado pela ajuda. =] Davlav, Eu vou diminuir mesmo o meu tempo em Pammukale, percebi que eu tava exagerando. E eu tinha lido seu relato sim, foi muito útil. O problema é que eu leio TANTA COISA que dps eu nem sei mais onde eu vi. Eu vou fazer excursão por lá mesmo, mas essa parada de andar de quadriciclo é só pra passear mesmo, uma amiga andou lá e falou que é muito divertido e tal, por isso vou fazer. Só uma coisa: Você acha melhor eu fechar pacote de turismo de todo o percurso em Istambul? Porque tem a opção de ir pra Goreme, por exemplo, e fechar tudo por lá mesmo, todos os passeios, talvez fique mais em conta. Eu também vou seguir sua sugestão de fazer todos os dias em Istambul de uma vez, só vou ter que reorganizar tudo que eu tava pensando porque achei que eu tava com o tempo apertado por lá e agora acho que to com tempo de sobra... hehehe Sandman, Vou fechar excursão mesmo. Valeu pela ajuda.
  18. Michelle, uma boa opção também é alugar um estúdio para os dias que você ficar lá. Quando fui aluguei um muito próximo a Notre Dame e gostei MUITO e saiu bem em conta na época. Você pode pesquisar nesse site aqui se tiver interesse: http://www.homelidays.com/ =]
  19. Então pessoal, estou indo pra Turquia dia 14 agora (ou seja, to correndo contra o tempo) e estou com alguns problemas que eu não consegui encontrar as respostas aqui no site. É o seguinte, estando em Pammukale é possível fazer um passeio que saia de manhã cedo, vá para Éfeso e a casa da Virgem Maria e retorne no mesmo dia ou é muito distante? Isso seria o ideal pra mim, pois pretendia voltar para Istambul de avião de lá mesmo. Vou colocar meu roteiro (q não conta com a possibilidade de ir a Éfeso e voltar a Pammukale no mesmo dia) e gostaria da opinião de vocês dia 15 - Istambul (Chegada e conhecer as redondezas) dia 16 - Istambul dia 17 - Istambul dia 18 - Istambul Dia 19 - Istambul/Goreme (to querendo fazer esse trajeto de avião, é fácil chegar em Goreme?) dia 20 - Goreme (Passeio de balão pela manhã e de quadricíclo de tarde) dia 21 - Goreme (Fazer algum passeio pelo vale a pé mesmo) dia 22 - Goreme/Pammukale (Qual a cidade com aeroporto mais próxima de Pammukale? é fácil chegar lá também?) dia 23 - Pammukale e Hierápolis (Primeiro Hierápolis e depois as piscinas naturais para pegar a luz do dia e também o pôr-do-sol) dia 24 - Pammukale (Um dia nas piscinas pagas. mais uma pergunta: é possível entrar na piscina no inverno?) dia 25 - Pammukale/Éfeso dia 26 - Éfeso (Visitar as ruínas de Éfeso e a casa da Virgem Maria.) dia 27 - Éfeso/Istambul dia 28 - Istambul dia 29 - Istambul/Hamburgo
  20. Bom, eu vou ficar na Europa um tempo fazendo curso de alemão em Hamburgo. Aí pensei em aproveitar e depois do curso conhecer a Escandinávia. Fui me informando, li bastante coisa aqui e pedi muita ajuda aos meus amigos pra resolver o que fazer. Eu realmente quero ir, mas todo mundo me desanima de ir no inverno. Eu já conheço o inverno Europeu, mas creio que lá seja mais frio ainda. Dizem que é ruim porque está quase o tempo todo de noite, que a cidade não está tão bonita, que o frio é demais e que não vou aguentar, enfim, uma infinidade de coisas. Minha outra opção seria ir e conhecer todo o Reino Unido, mas não é exatamente o que eu quero. Aí na Escandinávia eu vou para Copenhagem, Oslo (não vou a Fjordes porque já me convenceram que não vale a pena no inverno), Estocolmo, Tallin (Estônia), Helsinki e terminar em São Petersburgo. O que vocês me aconselham? Será que vou conseguir aproveitar essas cidades mesmo de noite e com muita neve? A minha pressa é só porque já está em cima da hora de comprar as passagens, pois vou pra Turquia dia 15 de dezembro e, portanto, preciso resolver por qual cidade vou voltar. OBS: Um dos fatores de eu querer ir aí também é pelo fato de ser muito mais fácil eu ir pro Reino Unido uma outra vez, mas dificilmente vou poder ir para Escandinávia em uma outra oportunidade. Valeu =]
×
×
  • Criar Novo...