Ir para conteúdo

marcos.oliveira

Membros
  • Total de itens

    52
  • Registro em

  • Última visita

Sobre marcos.oliveira

  • Data de Nascimento 17-05-1985

Conquistas de marcos.oliveira

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. vai estar la quais dias? to indo dia 30/05 a 05/06 depois vou p eslovenia, sozinho tb
  2. Obrigado Tanaguchi,, cara, foi stopover mesmo, pela emirates promocional, tranquilo, tem a parada la do visto de 48 horas, que a propria emirates providencia paga uma taxa de 72 dolares se bem me lembro. a passagem deu 4.000 aproximadamente, não muito barato mais não muito caro tambem. bem tranquilo, qualquer coisa tamos ai. abraço
  3. Fala brother.. seus relatos são bacanas demais. fui pra tailandia em fevereiro e utilizei bastante seu relato, agora estou planejando australia e nz ano que vem e de cara ja vi seu nome por aqui. não vi o relato todo ainda pois este ta grande pra dana, muito maneiro.Eu estou pensando em talvez ficar por la um tempo maior, tipo 6 meses a um ano, sei la, trabalhando e estudando ou vinte e pouco dias mesmo so de turista mesmo. vou resolver, não é muito facil decidir pois teria que largar meu emprego no caso de ficar mais tempo la. vou continuar a ler e te fazer algumas perguntas. abraço e parabens pelo relato e pela trip
  4. 08/03/2015 Acordamos bem tarde, ressaca danada, quando acordamos fomos a praia, comemos, bebemos passeamos pela ilha, compramos os tickets para Phi Phi. 09/03/2015 Partimos pra Krabi, essa viagem foi demorada e cansativa, trajeto de ferry até o píer surati thani, depois pegamos um onibus, e ai até chegar la foi bem demorado, chegamos no final do dia, assim que descemos do onibus, não sabiamos onde estavamos nem onde iriamos. trocamos uma ideias com o pessoal la e resolvemos ir pra Ao Nang, na avenida principal la, onde ficavam a maioria dos hotéis. deixei meu irmão tomando cerveja em um bar e fui procurar hotel pra gente se hospedar, dificuldade era achar um com elevador, mais depois de muitas tentativas encontrei, aonang eco inn, muito bom hotel, quarto grande limpo, ótimo custo benefício. Fiz o check in e voltei para o bar, ficamos por la um tempo e voltamos para o hotel para descansar. 10/03/2015 Acordamos cedo e fomos procurar o que fazer, decidimos pegar um long tail e ir até railay beach, uma praia muito bonita e até perto, o long tail é aquele barquinho típico da Tailandia, apesar de ser bem simples foi mais facil de meu irmao acessar, eu carregava ele e colocava o no barco e depois pegava a cadeira de rodas, o caminho até la tem um visual muito bacana, chegamos a praia bem rapido, muito bonita a praia, ficamos la o dia todo, conhecemos um casal de brasileiros que morava na Australia e ficamos com eles la. Voltamos no final do dia e pegamos um maravilhoso por do sol, e por ali ficamos admirando aquele momento mágico. à noite fomos jantar comida tailandesa e depois ja fomos direto para uma festa la, e como sempre ficamos ate a manhã do outro dia na gandaia. 11/03/2015 Neste dia meu irmão não aguentou nada, bebeu todas na noite anterior, e ficou deitado o dia todo, eu dei umas voltas pela cidade, fui a praia e claro não deixei de assistir o espetacular por do sol de la. à noite voltei para o hotel e fui com meu irmão jantar, aproveitamos e passamos em uma loja de tours pesquisar uns passeios para o proximo dia, eu tinha ouvido falar de uma ilha chamada koh Hong, então perguntei à atendente, ela me mostrou alguns passeio que iam pra la, de lancha e tudo mais, só que quando mencionei com ela que meu irmão era cadeirante ela falou que não daria para ir, pois a ilha era longe e de difícil acesso, pois tinha que descer em um tipo de espuma sobre o mar la e bla bla bla, e seria dificil para ele, eu questionei, falei que davamos conta, mais ela não deu muita confiança não, até ligou para o dono da lancha la, ele ficou de retornar a ligação mais não retornou, ela então ofereceu outros passeios, mais nós queríamos ir pra tal Koh Hong, então conversei com meu irmao que tava me esperando do lado de fora da loja, decidimos dormir pra acordar cedo no outro dia e darmos um jeito. 12/03/2015 Acordamos cedo conforme planejado, descemos a avenida até o lugar onde vende os passeios de long tail, era nossa alternativa pra ir pra Koh Hong, como a ilha é mais longe geralmente o pessoal costuma ir de lancha nos passeios que nos tentamos compra na noite anterior, o long tail por ser uma barquinho mixuruca era pra lugares mais proximos, então conversamos la, pagamos e fomos de long tail mesmo, eu e meu irmão apenas. e valeu a pena a insistência, a ilha é fantástica, muito linda, paisagem sensacional, agua verdinha, sem ondas como todos lugares na tailandia, unico problema é que não vendia nem bebida nem comida, ainda fomos até a Hong Lagoon, uma lagoa top que tem la. ficamos la o dia todo.
  5. ola Carla, Parabens pelo relato. vou passar 2 ou 3 dias la em junho, o que vc me recomenda fazer neste curto tempo?
  6. 06/03/2015 Acordamos cedo para pegar o primeiro barco para Koh Tao, Sopha, dona do hostel, nos levou até o píer, muito gente fina ela. Não demorou muito ja estavamos la, a maioria da galera que vai pra Koh Tao é para mergulhar, fazer curso, pois la é muito barato, e tem muitas escolas de mergulho, o curso tinha uma duração de 4 dias, mais eu e meu irmão estavamos planejando fazer um dia só, o tal do batismo que o pessoal fala, ai fomos em algumas escolas procurar saber como seria para meu irmão mergulhar, se seria possível, algumas escolas toparam mais disseram que seria um desafio pois seria a primeira vez. Ai resolvemos fazer e agendamos o mergulho para um dia depois. Então fomos procurar um hotel para ficar, ficamos perto do píer mesmo para facilitar, Ananda Villa, o nome do hotel, muito bom, e não era caro, depois fomos comer e conhecer um pouco da ilha. Há noite encontramos as meninas, fomos jantar, cervejinha e depois de volta para o hotel. 07/03/2015 Fomos conhecer um pouco da ilha, conhecer as praias, os lugares mais bonitos, ficamos o dia todo passeando por la, ai pensamos se íamos sair à noite, pois no outro dia cedo era o mergulho, meu irmão gosta é da noite, de festas, me convenceu a ir procurar alguma balada, então procuramos saber os melhores bares, melhores festas, e fomos para em uma festa muito louca em um resort na beira da praia, lotada, galera louca, pessoal pulando na piscina pelado, rs, dançando em volta da piscina, na praia, loucura loucura. Mais o resultado disso tudo foi muito alcool, ao amanhecer estavamos chegando no hotel e o mergulho acabou ficando de lado, menos mal que ainda não tinhamos pago.
  7. 05/03/2015 A idéia era ja partir para Koh Tao, ilha proxima à Koh Phangan, porém acabamos não indo neste dia, as meninas foram cedo pois elas iriam fazer um curso de mergulho la, eu e meu irmão ficamos com preguiça de levantar cedo e arrumar mochila e resolvemos esperar o barco que sairia à tarde, mais quando fomos comprar descobrimos que tava tudo lotado, so tinha barco para o proximo dia. O jeito foi ficar relaxando ali por mais um dia, fomo até a praia, demos umas voltas pela cidade, fomos em uns barzinhos à noite e voltamos para o hostel.
  8. 04/03/2015 Ressaca, ressaca, ressaca. Fomos dormir devia ser umas 9 da manhã, loucura, dormimos o dia todo. acordamos a noite só para comer e tomar uma cerveja para arrebater, depois cama de novo. Minha opinião sobre a festa; eu gostei muito, tem gente que cria uma expectativa muito grande e acaba de certo modo se decepcionando um pouco, não foi meu caso, claro que podia ser melhor e tudo mais curti bastante, li relatos sobre andar descalço la, que não era bom por causa de garrafas na areia, cortar o pé, não vi problemas, muita gente descalça e de boa. Se vale a pena ir à Full Moon Party, claro que vale.
  9. 03/02/2015 - Full Moon Party Acordamos cedo, tomamos café no hostel, e fomos procurar o que fazer, neste momento ja éramos uns 7 brasileiros, alguns que conhecemos na internet, outros encontramos la, uma argentino ainda se juntou a gente. Decidimos alugar um carro, saia bem mais barato que andar de táxi, 2 brasileiros que encontramos la tinham alugado motos e foram atras de nós, pessoal todo muito bacana, então demos uma voltas de vitarinha pela ilha, fomos em uma cachoeira e em uma praia la bem bonita, não lembro o nome, normal né, ficamos por la curtindo até tarde, para então voltarmos e preparar para A Festa. Nosso hostel ficava de um lado da ilha e a festa acontecia do outro lado, mais não era problema, havia varios taxis pra levar o pessoal, os taxis são caminhonetes, a galera vai toda na carroceria, antes da festa rolou um pré full moon organizado pela dona do hostel, Sopha, gente boa ela, o rango era liberado, comida tailandesa e um churrasquinho la muito bom, galera se interagindo, gente de todo canto do mundo, todo mundo pintando os rostos, braços e tudo mais. A festa foi muito boa, muita gente, muita mulher bonita, de tudo quanto é canto, galera só querendo se divertir, não vi nenhuma confusão, todo mundo muito louco, claro que rola drogas e tudo mais é cada um curtindo na sua, em um momento la perdemos da galera, ficou só eu e meu irmão, mais sempre aparecia alguém trocando idéia com nós, dando maior moral e tudo, realmente foi a festa, ficamos por la até o nascer do sol.
  10. 02/02/2015 - Partindo pra Kho Phangan Neste dia tínhamos programado ir para o sul da Tailândia, para a ilha Koh Phangan, já haviamos comprado as passagens, fomos pela companhia aérea tailandesa Nok Air, pagamos mais ou menos 200 dolares para 2 pessoas, um pouco caro pois compramos com pouca antecedência, amigas nossas pagaram quase a metade. Essa passagem inclui o trecho aéreo, um trecho de onibus e de depois um ferry, é bem demorado, saimos de Bangkok era 12 hrs e chegamos em Koh Phangam à noite, umas 19 eu acho, ficamos hospedados no hostel Blessing Backpackers, muuuuito bom, caro por ser um hostel, 850 baths a diária, mais é também por causa da famosa Full Moon Party que seria no dia seguinte, aliás fomos pra essa ilha por causa dessa festa mesmo, considerada uma das melhores do mundo. Assim que chegamos ao hostel já saímos para comer e tentar conhecer um pouco da região, fomos ao mercado, comemos nas barraquinhas mesmo, o tal do pad thai. Tem que ter coragem para comer nas barraquinhas na rua, rs, da medo, rs.
×
×
  • Criar Novo...