Ir para conteúdo

marcus.pedroso

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Cara, o fato de sua máquina aguentar só depende do cuidado que ela recebeu ao longo da vida. Trocas de óleo e manutenções básicas são fundamentais. Se você cuidou e cuida bem dela, ela vai te levar aonde quiser; se não, ela pode te deixar na primeira esquina. Situações inesperadas também acontecem, como queima de uma vela ou de uma bobina durante a viagem, furo de pneus, problemas com combustível... mas isso tudo faz parte da aventura. Não existe aventura com 100% de certeza de correr tudo como bem planejado. Em dezembro de 2012, fiz uma viagem de 1400km numa XTZ 125. Fui da minha cidade no centro-oeste mineiro até Arraial do Cabo-RJ. Em Barbacena, a XTZ com pouco mais de 1400km parou de segurar a lenta. Pra muita gente isso seria motivo de guincho, cancelar viagem, mover processos judiciais contra a montadora ou até mesmo tacar fogo na máquina. Eu simplesmente segui até o meu destino. Lá, regulei novamente o carburador e a moto voltou a segurar lenta e durante a viagem não apresentou mais problemas. Algum tempo depois o problema voltou e foi ficando cada vez pior. Como na minha cidade não tem concessionária Yamaha nem mecânico de confiança eu mesmo faço as manutenções. Uma boa limpeza no carburador e regulagem de válvulas acabou com o problema e nada mais aconteceu. Bom, resumindo, uma máquina por mais que esteja bem conservada ou nova, está sujeita a falhas, assim como nós. No mais bota logo gasolina no tanque e pegue a estrada. Se correr tudo bem, ótimo. Se acontecerem problemas, serão um tempero a mais pra suas histórias. Ah e uma boa dica: aprenda nem que seja um básico sobre mecânica. Isso pode te salvar em verdadeiros apuros, além de decretar sua independência para resolver os problemas que surgirem com sua máquina e fugir de possíves malandros, aproveitadores e picaretas.
  2. Óia eu aqui dinovo! Seguinte, conversei com o camarada aqui e queremos ver se encontramos um lugar bacana pra alugar com diárias entre R$150 e R$250, com chegada dia 07/01 e saída dia 12/01 em Arraial do Cabo. Alguém sabe de algum lugar bacana, particular ou imobiliária, com diárias entre esses valores que acomode 3 pessoas e uma garagem que caiba um carro? Dei uma olhada em alguns sites mas não encontrei muita coisa que me agradasse, até mesmo porque os preços estão mais altos do que essa margem que procuramos, e algumas casas que encontrei são gigantes para 3 pessoas (casas com garagem para 2 ou 3 carros, 2 banheiros, 4 quartos, acomodam 15 pessoas... esse tipo de coisa...). Bom, então se alguém souber de um lugar bacana assim, sem ser um muquifo, mas também não queremos uma mansão rsrs, e puder passar o contato por telefone ou email ficarei muito grato! Desde já obrigado pessoal! Você são dez!
  3. Ok pessoal! Obrigado pelas informações! Foram de grande ajuda! Estou combinando esta viagem com um amigo e vamos estudar a situação. Veremos o que é o melhor a fazer, qualquer dúvida volto a solicitar a opinião de vocês! Valeu mesmo gente!
  4. Opa! Tudo bom gente? Estou programando de ir na região dos lagos entre 06/01 a 13/01/2013, ou seja, logo após o reveillon. Nesse período a região está muito cheia? Qual a melhor cidade pra procurar onde ficar? Estou procurando por algo mais tranquilo, sem muito de farra, baladas e boates. Pelo que andei lendo Arraial do Cabo parece ser um lugar bacana. Os preços estão muito altos nessa temporada? Fica difícil de encontrar um lugar bacana pra ficar com preço bom sem fazer reserva? Digo isso pois estou programando, mas não pretendo fazer reserva pelo risco de desistir da viagem por vários motivos. Desde já obrigado ao pessoal que apoia muito com as informações por aqui!
  5. Amigo Julio. Há pouco tempo acompanho este site para coleta de informações sobre viagens, e me deparei com seu tópico. Então resolvi fazer o cadastro e expressar minha opinião. Sou completamente a favor da sua campanha, principalmente pelo seguinte: um rádio transmissor pode ser sua salvação num momento de grandes apuros e aparelhos celulares gastam dinheiro ao fazer uma chamada, isso quando tem sinal. Sou radioamador há alguns anos. Tenho essa paixão pela radiocomunicação desde moleque e futuramente uma coisa que farei é equipar minha moto com um rádio VHF/UHF próprio para motos, onde poderei além de conversar com quem estiver no rádio, ouvir uma rádio AM ou FM ou se preferir um MP3. É um investimento alto? Com certeza que sim! Mas acho que vale cada centavo investido. Quanto a opinião de desconfiança do amigo Lico acho o seguinte, ninguém precisa parar para ajudar. Se receber uma chamada de socorro, repasse-a para outras pessoas na rede pelo rádio ou para autoridades próximas. De certa forma é uma ajuda que você presta. É assim que funciona entre os caminhoneiros com sua enorme e bagunçada rede de comunicação via "rádio PX" mas que funciona muito bem. Acho que nós motociclistas somos os únicos que ainda não temos uma rede de rádio nas estradas. Os caminhoneiros, o pessoal do 4x4 e os radioamadores desfrutam dessa ferramenta fantástica com sucesso há muito tempo. Mesmo sendo otimista quanto a isso não dá pra fechar os olhos para os problemas que temos relacionado a radiocomunicação o que já é bem desanimador dentro da comunidade mais séria do assunto: a dos radioamadores. Mas se for bem usado, e o brasileiro aprender a ter uma boa educação e cordialidade com a voz que fala pelo radinho todos só teremos a ganhar. Caso contrário o resultado é frustrante. Um abraço a todos!
×
×
  • Criar Novo...