Ir para conteúdo

Anderson Gotrip

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Anderson Gotrip postou

  1. Olá, Depois de tanto pesquisar por aqui, enfim meu primeiro mochilão ja possui começo , meio e fim (acredito). Bom, postarei meu roteiro aqui não sei se enxuto demais ou detalhado demais, mas o que importa é que eu quero a opinião de vocês, dos que ja conhecem e dos que assim como eu estão planejando ir. Estou aberto a mudanças. Primeira pergunta: Penso em levar entre 4.500 a 5 mi reias. Passagens compradas antecipadas apenas Brasilia x Santa Cruz de la Cierra (ida e volta). O resto sera tudo com os 5 mil. Dá para 1 mês entre chile, peru e bolivia. Não farei nada de luxo, acho que o unico Hotel que irei ficar será em Lima, de resto apenas hostel. Segunda pergunta: Como faço para guarda meus dólares comprados aqui no Brasil, em casa? em alguma banco? ou devo comprar tudo de um unica vez quando estiver mais próximo da viagem, se for assim, levo tudo na mala? ouvi falar no visa travel (eu acho), não sei como funciona, vou pesquisar. Segue meu rascunho de roteiro: Brasil 01/06 Seg - Voo Brasilia - Sta Cruz de la Cierra Bolivia 01/06 Seg - Voo Sta Cruz - La Paz , descansar , aclimatização 02/06 Ter - Caminhar pela cidade, bike, mercado das bruxas, mirador Kili Ki dia e noite, museus, Reserva de Dowhill p/ 04/06 (empresa Gravity) e reserva de outros passeios. 03/06 Qua- Chacaltaya 04/06 Qui- Dowhill 05/06 Sex - Bus p/ Copacabana (4 hrs de viagem) saida da rodo de La Paz. Em copa: Cerro Calvario, por dol sol. 06/06 Sab - Bate volta p/ a Isla del Sol , parada no lado norte, volta no fim do dia (ultimo barco sai as 16h30). Em copa pega Bus para Puno (4 hrs de viagem) e de Puno p Cusco (bus cama sai a noite , 8 hrs de viagem) empresa San Matin.(não sei se da tempo de pegar bus puno no mesmo dia) Obs.: Guardar dinheiro para a taxa de saida da Bolivia Peru 07/06 Dom - Cusco: descansar, sair p conhecer a cidade, comprar entradas para MP, passagens do trem, boleto turistico ir em agencias para fechar passeios. 08/06 Seg - City Tour: dá uma volta pela cidade e dpois pega o bus para os arredores Qoricancha, Sacsayhuaman, Qengo, Pucapucara, Tambomachay. A noite balada Mama Africa. 09/06 Ter - Maras Moray pega bus ou van para ir. 10/06 Qua - Vale Sagrado : Mercado de Pisac, Ruínas de Pisac, parada em Urumba p/ Almoço, ponto final (p mim) Ollantaytambo. Fechar esse passeio e avisar ao guia que irei ficar em Ollantaytambo. Dormir por la e pega o trem para AC as 06 hrs da manhã. 11/06 Qui - Machu picchu : Ir para estação do trem bem cedinho ainda escuro. Ja que a saida é pela madrugada, avisar no hostel para preparar o café bem cedo. Em AC , correr pro hostel deixar as malas e ir para o ponto de bus para MP. Chegando em MP, carimbar o passaporte e ir direto para a entrada de Huayna Picchu. Quando descer e até a porta do parque e contratar um guia credenciado. De volta a AC, a noite ir no restaurante Indio Feliz. Levar qualquer coisa p/ deixar de lembrança. 12/06 Sex - Ir para a estação de trem e pegar para Ollantaytambo, descer la e escolher uma das varias vans para Cusco. Em Cusco pega Voo para Lima. 13/06 Sab - Hospedagem no Hotel Eiffel, conhecer Miraflores a noite tem Restaurante Rosa Nautica 14/06 Dom - Dia livre em Lima. Visitar o Salto del Fraile e dpois almocar no Herrabar no mesmo bairro , Churrillo. A noite ir ao parque circuito magico de aguas. 15/06 Seg - Ir até a Av. Mexico onde fica a empresa de bus Soyuz, nela comprar a passagem de Bus para Inca (4h30 de viagem). Chegando em Inca pegr um taxi para a Laguna Huacachina. Hospeda-se no hostel Casa de Arena e la mesmo fechar os passeios. 16/06 Ter - Passeios: Islas Ballestas , Buggue com Sandboarding . Tentar comprar as passagens para Arequipa pro dia seguinte. 17/06 Qua - Pegar estrada p/ Arequipa. Em Arequipa, dia de relaxar nos restaurantes da Praça. 18/06 Quin - Fazer o City Tour bus panoramico. Fechar passeio Rafting pro outro dia ou pro mesmo se der. 19/06 Sex - Rafting , comprar passagens para Arica 20/06 Sáb - Arica (praia e parque nacional) San Pedro de Atacama a Noite (13 hrs de viagem). Chile 21/06 Dom - SPA: Indicação de Hospedagem Albergue SONCHECK . Procurar a agencia Colque Tours e fechar os 4 principais passeios: Vale de la Luna (entrada 2000 pesos), Lagunas (feitas em dois passeios) e Geyser Del Tatio (entra 3000 pesos). O pacote com todo fica em media 45 000 pesos. Comprar o tour do salar de uyuni assim que chegar na cidade. A tarde já tem saida para o Valle da Luna as 16 hrs. 22/06 Seg - Passeio (não sei ao certo qual dos citados a cima) 23/06 Ter - Passeio (não sei ao certo qual dos citados a cima) Bolivia 24/06 Qua - Salar de Uyuni : Saida para o Salar de Uyuni pela manhã bem cedo. 25/06 Qui - Salar de Uyuni 26/06 Sex - Salar de Uyuni , chegada em Uyuni , ficar na cidade e parti para Sucre. Comprar passagens. 27/06 Sab - Sucre 28/06 Dom - Sucre 29/06 Seg - Voo de Sucre a Sta Cruz de La Cierra 30/06 Ter - Sta Cruz de La Cierra 31/06 Qua - Voo para o Brasil e ai, conselhos???
  2. posso ver nos meus arquivos e te respondo novamente. Abs, feliz ano novo!
  3. Olá Andrêzza, Hospedagem: Não fiquei hospedado em Barra Grande, mas achei esse Hostel aqui e vc pode está ligando p eles... http://ecoviagem.uol.com.br/brasil/bahia/barra-grande/albergue/hostel-barra-grande/ Conheço muito bem essa parte da bahia ( Baixo-sul "morro de sp, boipeba, itacaré, barra grande ") caso vc tenha alguma dúvida, só perguntar aqui. Setembro é um mês de muito sol , já em clima de verão , então.... é diversão garantida! Não deixe de ir em Taipu de Fora.. Abraços, esse site pode te auxiliar, quanto a hospedagens e etc... http://www.barragrande.net/marau/pousadas.php Anderson
  4. Conheço Boipeba( ja fui duas vezes) e para mim é o melhor lugar do Brasil. Um dia largo tudo p ir morar lá tbm. Minha praia preferida é Moreré. Bom, achava que era só eu que tinha trauma com os transportes de Salvador. Já perdi até avião pq desses Ferrys!
  5. Bom, então vou esperar pela parte que mais me importa, os Lençóis Maranhenses rsrsr. Aguardo seu relato!
  6. Olá patbanner, Espero ajudar. Bom, minha dica é: As cidades mais próximas do festival são Ituberá e Nilo Peçanha , em Ituberá os bancos são Brasil, Bradesco e Caixa. Em Nilo Peçanha só o Bradesco. O meu é Santander, passei muito perrengue, pois os caixas 24 hrs mais próximos que tinham era em Bom Despacho (prox a Salvador) ou em Itacaré. Optei por Itacaré 140 km e quando cheguei lá, estava quebrado . As coisas dentro do festival são muito caras, água, internet e etc..., na hora da fome, caminhe para praia do Pratigi (deve ser menos de 4km), e coma nas barraquinhas da praia que tem por lá. Pro café, compre muito tody ou outra coisa qualquer em algum mercado. Cuidado com os furtos. Bom, por enquanto só isso. Se precisar, pode perguntar. Anderson
  7. De inicio eu iria em fevereiro / 2014, mas, pesquisando por ai,vi que é uma época de chuva, não só em Marajó como também nos Lençóis Maranhenses. Então, levando em consideração esse ponto "chuva", optei por Junho (infelizmente, o único mês que da depois de Fev), por ser uma época de seca e de manifestações culturais no nordeste. No fim, irei para Campina Grande - Paraíba, vivenciar de perto o melhor São João do Brasil. Só espero que os preços não estejam tão alterados por ser o mês da Copa. Por sua ajuda, espero contribuir quando precisar... Se um dia resolver ir à Bahia (mais uma vez), tenho casa lá. Fica na mesma região de Itacaré, Morro de São Paulo e Ilha de Boipeba e a 17 km do Universo Parallelo. Beijos, Anderson
  8. Daniela, Valeu, ótimo! Caso eu tenha mais alguma dúvida, posto aqui. Obrigado, ótima semana! Anderson
  9. Olá dani, Ótimo relato, amei mesmo, Obrigado! pfv, saberia dizer quais os horários de retorno do Marajó para Belém , e os dias? Abraços, Anderson
  10. Pronto... irei em Junho. Não gosto muito da ideia "chuva" em minhas férias rsrs. Obrigado mesmo pelos dados atualizados. É difícil (já estava contando de ir em fevereiro) mas, para ser um momento único (sem chuva ), eu aguardo até junho. Desculpas, eu ainda não havia percebido o titulo do seu relato "bem grande" onde é claro JUN/2013, foi mal ! Vlw... e continue com seus relatos bacanas! abraços!
  11. Jaque , Beleza.... realmente é um valor acessível, eu vou em fevereiro , mas vi em alguns relatos que nessa época as lagoas ficam secas. Pela data do seu relato, deduzo que vc esteve la em Junho, ou foi antes? Obrigado pelos preços aqui postados, já foi de uma excelente contribuição. Abraços!
  12. Olá Jaque29MG Tudo bem? Gostei muito de encontrar o seu relato, e tenho algumas duvidas... Vc disse que o passeio para Betânia fica em 200 r$ para ate 6 pessoas (isso quer dizer 200 dividindo por 6 ou p cada? os outros que vc mencionou, segue a mesma linha?) "Preço dos passeios (até 6 pessoas): Lagoa do reflexo (barco) - 100 Lagoa Gaivota e Andorinhas - 140 Betânia- 200 Queimada dos Britos – 350 Travessia Santo Amaro x Atins em veículo 4x4 ( proibida pelo IBAMA) – 600" Como fez para chegar em Santo Amaro, vi em alguns relatos que é um "lógica" meio que complicada. Obrigado!
  13. Barra Grande é fantastica. Para quem curti badalação. O clima é de muito reggae e MPB. Como eu fui a tarde, ficou meio que inviável ir conhecer Taipus de Fora, eleita uma das 10 melhores praias do Brasil. Mas tudo bem, eu vou voltar lá ainda. Para chegar em Taipus de Fora, vc precisa ir para Barra Grande e lá pegar algum meio de transporte até Taipus. Acho que é um Jeep que faz isso. A passagem me informaram que custa R$ 10. Em Barra Grande , eu conheci a vila e depois fui caminhar pelas praias, que por sinal, são belissimas. Como já disse, ja era tarde, entao presenciei outro pôr do sol maravilhoso p fechar o dia. Se você puder ficar a noite lá, fique; pois há muita balada com diversos tipos de musicas diferentes, coisa que não acontece em Serinháem. Como nessa viagem eu optei por tranquilidade, Serinhaém naquele momento, estava sendo minha melhor opção. Nao via a hora de voltar e caminhar a noite pela praia sob um lindo ceu estrelado.
  14. Ilha do Góio - Como posso dizer? É um lugar bonito sem sombras de duvida, o mar verde, mas tão verde que lembra o Caribe, sua areia é branquinha. Aconselho para quem gosta de ir só para relaxar, pois alem de ser minuscula não tem nada para fazer. Tem um bar, varias pessoas, em sua maioria moradores da região. Não sei se foi porque eu tinha acabado de sair de outra ilha. Acho que foi isso, vi uma coisa que ja havia visto. Mesmo assim, nao fiquei desmotivado, desci do barco, pisei na areia, sentir o mar de novo, sentir o clima da ilha, fui ao bar, tomei agua de coco, retornei para o mar e me deu fome, queria almoçar. Falei com o Arilson (marinheiro), que muito sabio me indicou um restaurante não muito caro. Ele estava bem ali ao lado da ilha, so era atravessar (de barco) e pronto. Entao decidir ir almoçar. Almoçamos em um vilarejo chamado Ilha do Sapinho, muito boa a comida ,paguei cerca de R$ 70 a porção. Veio arroz, postas de peixe frito, camaroes, feijão, salada, farofa, pirão, pimenta. Para o marinheiro, eles dão a comida de graça. Achei bem legal essa troca de favores. O marinheiro leva o turista p o restaurante, e o restaurante o compensa com o almoço. Não lembro mais o nome do estabelicimento, mas, todos devem fazer isso também! Descansei bastante lá, pois ainda faltava ir para Barra Grande, já eram 15 hrs quando partimos. Obs. Não tirei fotos da Ilha do Goio, eu havia deixado a camera no barco, e acabou que eu fui esquecendo. Mas encontrei uma foto na internet que representa bem o que vi à primeira vista, ela é de autoria do Fabio Coppola.
  15. 3º dia- Esse dia separei para conhecer mais algumas belezas que ficam bem proximas a vila. Conversei com um pescador e ele topou em alugar seu barco por R$ 120, por um dia todo. Achei até barato, mas também o barco não era daqueles grandes. Partimos as 9 hrs da manhã, nossa primeira parada foi na Ilha da Pedra Furada. Tem esse nome por causa de uma grande pedra furada que tem lá. É uma ilha minuscula, muito calma, com ares de mata atlantica e muita pedra, o mar é verdinho. Eu gostei muito, mas nao passaria mais de 2 hrs lá. Há um restaurante, mas por ser o unico, o preço é bem salgado. Tomei banho de mar, passei pelas grutas (bem interessante), e já estava na hora de dá tchau. Proximo local, Ilha do Góio. obs. Tarija de R$ 6 para entrar na ilha.
  16. 2º dia - Cheguei em Barra de Serinhaém pela manhã. Como era dia 2 de fevereiro, e na Bahia essa data é muito comemorada (dia de Yemanjá), em Serinhaém nao seria diferente. Então nao quis perder tempo pegando um barco e levar quase 2 hrs p chegar lá. Fechei com um taxista e ele me cobrou R$ 120, para me levar até a vila. Quando cheguei fui logo guardando as malas (fiquei na casa de praia de uma amiga aqui de Brasilia), e sair correndo para pegar o festejo a Yemanjá, isso ja era umas 9.30 hrs. O festejo acontece da seguinte forma: Os pescadores com seus barcos saem em romaria para o mar, levando presentes como perfumes, flores, bonecas, pentes e etc... tudo isso para ser ofertado a Yemanjá. Diz a lenda que, se o presente não afundar, é por que ela não aceitou e se afundar, foi aceito. Tudo bem, vamos combinar que isso é uma poluição ao mar, e quem sofre com isso são os seres marinhos, mas... é tradição né? Quem vai mudar? Depois de participar dessa tradição, (foi bacana, vivenciar isso), já em terra, eles ainda fazem a lavagem da ponte (tipo aquela lavagem da escadaria do Senhor do Bonfim, muito famosa em Salvador). Se você não quiser sair molhado de agua salgada, então saia de perto, eles molham mesmo, ainda mais turistas. É um astral maravilhoso, tem as comidas logo apos a lavagem, tudo gratis. Eles mesmo se reunem e fazem as comidas tipicas da região, onde todos podem comer a vontade. Apesar de esta muito boa, eu passei um pouco mal, não vou mentir. A tarde fui caminhar na praia e presenciei um dos mais belos pôr do sol da minha vida (e olha que os de Brasilia, tbm são fenomenais). Agradeci muito ao universo, a Deus, por está ali. Hospedagem... Há algumas pousadas por lá. Quem gosta de acampar, eu vi que há espaços que dá para fazer isso super de boa, e não precisa pagar. É so conversar com algum morador, todos são gente boa.
  17. olá... Como eu achei o lugar encantador, resolvi escrever sobre, o que é ótimo, já que não vi post nenhum relacionado ao lugar. Barra de Serinhaém é uma ilha de pescadores (em sua maioria), localizada no baixo-sul da Bahia, mais precisamente na costa do dendê no município de Ituberá. São mais ou menos 300 km da capital baiana (Salvador) para a localidade. Para quem estiver de carro em Salvador, é só atravessar de ferry boat para Bom Despacho, de la pegar a estrada, que ao meu ver é boa. Você irá passar por Nazaré, Valença, Taperoá, e Nilo Peçanha, após Nilo Peçanha, preste atenção, pois você ira entrar em outra rodovia para a Praia de Patrigi, chegando na praia, pergunte a qualquer pessoa que entenda sobre o local, se da para você seguir a viagem pela praia até a Barra de Serinhaém (17 km), pois dependendo do horario que você chegar, a maré pode está cheia, ai será preciso espera-la baixar para poder passar. Tem uma estrada por dentro, mas eu não recomendo para "os marinheiros de primeira viagem" , mesmo que seu carro seja muito bom, você corre o risco de atolar ou até mesmo se perder. Para quem vai de busão (eu prefiro, pois , salito e carro não combina rsrs), é super de boa a viagem. Você em Salvador, vai até o porto de São Joaquim, compra sua passagem ( R$ 4) para atravessar de ferry boat para Bom Despacho, em Bom Despacho, é só ir até os guichês das empresas de onibus (recomendo Aguia Branca e Cidade Sol, escolha os que tem ar), e comprar sua passagem ( R$ 28) para Ituberá. Chegando em Ituberá, você se imforma na rodoviaria, ou ate mesmo com os taxistas como ir para Barra de Serinhaem, pois a viagem sera feita de barco e leva cerca de 2hrs (sim, 2hrs). De Itubera saem barcos para Serinhaem, pela manha as 6.30 hrs , pela tarde 13 hrs (de segunda a sexta, valor da passagem 8 reias) e aos sabados as 12 hrs ( 8 reias tbm) e tem aos domingos que tbm sai por volta das 6.30 hrs da manha. Eles vao sair da Ponte Saici ( se o estiver seco) ou do Cáis ( se o rio estiver cheio). Bom, espero ter sido claro, nessa parte de como chegar. obs. Em Salvador o ferry boat começa a funcionar a parti das 6.30 hrs (acho) ate as 18 hrs. Onibus para Ituberá funcionam (em menor escala até as 21 hrs e no fds acho que vai ate as 20 hrs) Pousada em Ituberá, recomendo a P. Jerusalem, barata e com um cafe maravilhoso. Fica prox aos cais de onde saem os barcos para Barra de Serinahém. Essas dicas servem também para quem quer ir curti o Universo Parallelo. 1º dia Sair de Brasilia a tarde de avião com parada em São Paulo, cheguei em Salvador e fiz o trajeto que já expliquei. Cheguei em Ituberá 23 hrs da noite. Dormir na Pousada Jerusalem.
  18. Muito show, gosto por demais desse tipo de paisagem. Minha pergunta é... Se eu for de onibus, consigo passar por todos esses pontos? Inclusive o acapamento? é frio? Valeu
×
×
  • Criar Novo...