Ir para conteúdo

romeo-delta

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Outra dica. Caro viajante, na época de minha viagem o BUQUEBUS tinha um preço meio salgado, dessa forma optei por seguir de SACRAMENTO até FRAY BENTO pela rodovia mesmo, nesta cidade existe uma ponte que liga o URUGUAY e a ARGENTINA. Já na ARGENTINA de última hora incluí a cidade de ROSÁRIO na minha viagem, não me arrependo, é uma cidade linda, tem monumentos fantásticos, acho que vale mais a pena conhecer do que BUENOS AIRES, e ainda tive a experiência de rodar por estradas marginais ao rio PARANÁ, uma maravilha. Não passei por CÓRDOBA, não conheço, contudo, MENDOZA é fantástica vai
  2. Caro viajante, recentemente ABRIL de 2010, realizei viajem semelhante, e aí vão algumas dicas: Os carros de hoje são modernos e se adaptam automaticamente às condições do combustível, ou seja, não terás problemas com a questão do motor, mesmo em um carro novo. O combustível URUGUAIO, ARGENTINO e CHILENO não possuí álcool, ou seja, é mais puro, rende mais, o motor ficará mais limpo; Quando realizei referida viagem utilizava um FIAT IDEA 1.4, a média com combustível nacional girava entre 12 e 14 Km/l, já com o combustível desses países girava em torno de 14 e 16Km/l, haverá também um
×
×
  • Criar Novo...