Ir para conteúdo

Carlos FD

Membros
  • Total de itens

    44
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    6

Carlos FD venceu a última vez em Outubro 8

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

84 Excelente

Links para Redes Sociais

1 Seguidor

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Fiz uma boa amizade aqui, Pedro, da Venezuela, que ta morando em Amsterdam. Era o último dia dele em Praga e resolvemos ir jantar num bar-restaurante. No caminho, Pedro comprou o ticket dele dentro do bondinho, usando um cartão de crédito. Tivemos que pegar o metrô, ocasião em que um fiscal solicitou nossos tickets (se você estiver com celular na mão vai ser abordado, ctz). Mostrei o meu, ok. Quando Pedro mostrou o dele, o fiscal apontou que na verdade ele tinha comprado um ticket de criança, que custava 12 czk ao invés dos 24. Não teve jeito, pediu o passaporte e aplicou a multa de 800 czk (+- 35 euros). O curioso é que ele recebe o dinheiro e não te dá nenhum comprovante de pagamento, nem registra em nenhum lugar a operação. Haha. Fomos no Kantýna e a comida é sensacional, assim como a cerveja. Comi feito um condenado e paguei 438 czk, apx 16 euros. Vale cada centavo.
  2. É exatamente assim! Eles não param pra admirar as coisas, simplesmente passam rápido! Bom, ontem foi um novo dia, e com ele uma chuva que GLÓRIA A DEUXX esvaziou um pouco a cidade. Pelo menos pra mim a vibe mudou completamente. Eu simplesmente comprei um passe de 24h e saí sem roteiro. Eu tava puto no dia anterior, pra falar a verdade, pelo fato de não ter visto as duas coisas mais relevantes pra mim: o cemitério judeu e a John Lennon Wall. Cobrar para entrar nas sinagogas eu até entendo, mas cobrar pela entrada no cemitério? Pra mim não rola. Se querem preservar a paz e a espiritualidade, simplesmente não permitam a entrada de pessoas que não guardam relação direta com os mortos dali. Agora fazer dinheiro com isso? Me recusei a ir. O muro de Jhon Lennon ta todo coberto, a foto que tirei é da única parte visível. Ontem acabei vendo muita coisa legal, inclusive a Universidade em que Einstein deu algumas aulas:
  3. Não tive uma boa primeira impressão de Praga.. Talvez por ter criado muita expectativa. A cidade é insanamente abarrotada de turistas, 80% chineses que saem com o celular na mão parecendo uns doidos filmando tudo torto. Em cada esquina aparecem grupos com até umas 300 pessoas. Todo e qualquer ponto turístico da cidade vai estar lotado, ficando difícil até para andar. Mas amanhã será um novo dia e espero que role um sentimento por essa cidade. Vou procurar sair em horários alternativos. Gastos do dia: 1 pacote de pão integral, chá 1.5L, queijo, presunto e cookies 126 Czk; Adaptador universal de tomada 100 Czk; Pizza 69.9 Czk; talheres plásticos 2 Czk; 2 tickets de transp público 48 czk. Aproximadamente 13.5 euros.
  4. bate bola rápido Café da manhã reforçado em Nuremberg e saída pra Praga às 12:15. Chegada às 16:15. Gastos do dia: um sanduíche grande comprado na rodoviária para comer durante a viagem por 3.8 euros, já que todos os mercados de Nuremberg estavam fechados por ser domingo. Checkin feito em Praga, comprei um ticket de trem por 1 euro numa loja vietnamita, mais caro, mas tinha que chegar logo na loja de câmbio Exchange antes que fechasse. Troquei 30 euros, deu 756 Czk. Passei no mercado Billa e comprei a janta por 29.9 Czk ou apx 1.16 E. Gastos do dia: 3.8 e + 1 e + 1.16 e = 5.96 euros.
  5. Nuremberg é linda demais Pirem aí sair do calor de Barcelona pra pegar 0° aqui? A sorte foi que no último dia em BCN eu comprei na primark luvas, gorro, cachecol e uma calça moletom, tudo por 22 euros. O frio ta cortando demais aqui. Ps: ja fui na Oktoberfest, jaja conto
  6. Eu já perdi a conta de quantas conversas significativas tive com pessoas totalmente estranhas. Conversas com Yafit, a canadense; com Isabela outra canadense que conheci no meio da praça em Barcelona; com Latifa, uma médica marroquina de 45 anos, oncologista, numa mureta do castelo de Montjuic; com Katherine, médica grega no trem do aero de Munich para a ZOB; com Nelson, um alemão que falava um pouco de português, no ônibus a caminho de Nuremberg; com René, um El Salvadorenho que mora em Los Angeles atualmente e é meu colega de quarto aqui em Nuremberg. As pessoas e as conversas dessa viagem estão me transformando. Algumas delas vão ser "single serving friends" (Clube da Luta), mas que em nada tem a sua importância diminuída. Elas vem, preenchem e vão embora. Mas deixam valiosas lições. René, depois de uma longa conversa disse o seguinte para mim: "Você escolheu o melhor meu amigo. Sabe por quê? Você escolheu ser amigo de Deus. Esses advogados Mickey Mouse por aí, que ganham milhões e milhões não são amigos das pessoas. Não queira ter milhões, fama, nada disso. Queira ser apenas você. Seja apenas você"
  7. Sucede que Copenhagen era o destino final do ônibus e não uma parada no caminho, falha nossa. Cheguei em Nuremberg e comemorei pelo hostel ser porta com porta com a rodoviária. No entanto, ao entrar no quarto meia noite ja me bateu a vontade de ir embora. Luzes acesas e todo mundo acordado. O quarto parecia um MANGUE. E pra piorar não tinha locker debaixo da minha cama. Eu pedi pra me mudarem de quarto, mas no outro também não tinha. Ja tava decidido a vagar pelas ruas de Nuremberg atrás de um hostel com lockers, mas fui convencido a ficar esta noite e resolver amanhã. O hostel é descolado, muito bem localizado mas sem locker é complicado
  8. Ps2: descobri agora que no caminho para Nuremberg, pararemos em Copenhagen, Dinamarca. Que viagem. Esse flixbus é uma maravilha, tem poltronas confortáveis, luz individual, tomada, banheiro e wifi.
  9. Ps: meia hora aqui e já me apaixonei 1847361 vezes. Que lugar meus amigos e minhas amigas, tanto para homens solteiros quanto para mulheres solteiras
  10. De quebrada na estação ZOB em Munique, esperando o buzao pra Nuremberg 21:00. 13 euros o passe pra sair do aero até esta estação, barril. Mas da pra usar durante o dia inteiro em qualquer transporte público. Pirem aí que eu entrei no trem errado e ia parar la na pqp. Ja dentro do vagao perguntei pra uma mulher que nao soube me informar, mas um cara ouviu a pergunta e me disse que nao era o correto. Levantei rápido e consegui saira tempo. Taquepareo, demora MUITO pra sair do aero e chegar nesta estação
  11. DIA 03 AINDA Parque de la ciudadela. Pense num lugar bonito Parque de la ciudadela Arco do Triunfo. Porra, bonito. Do parque ja se consegue ver o arco. Tinha um artista de rua muito bom. Gravei um pequeno vídeo, se tiver como postar aqui, envio. Que energia. Peguei um metrô de volta pro bairro que estou, les corts, que fica do lado do Camp Nou. Entrei pra conhecer o que dava Andei 11km hoje, metade do primeiro dia. Voltei mais cedo pro hostel, umas 19, pra descandar as pernas. Hoje fiz uma extravagância, comprei um combo Big Mac, batata frita e coca 500ml por 7.6E em Las Ramblas meio dia (faltou uma foto, jaja posto). No jantar de agora a pouco comprei um macarrão bacana com dois pedaços de frango empanado com queijo e presunto dentro por 4.5E, dois sucos de 330ml por 0.64E cada e uma garrafa de 2L de água por 0.81 E. No primeiro dia eu comi uma paella nesse mesmo esquema de comida pronta que custou 2.99E, junto com um suco de 0.64E Até o momento minha refeição mais cara custou 7.6E Fim do dia 03
  12. Finalizei o dia na praia de barceloneta, só olhando o que o povo tava fazendo. À essa altura eu tava quase chamando o guincho pra me levar de volta pro hostel. Durante a noite eu tive problemas pra dormir. Quando consegui pegar no sono, um fdp ficou entrando e saindo TODA hora do quarto, umas 2 da manhã. Ele deveria estar de sacanagem ou com diarréia. Tive que tomar um remédio pra dormir pqp DIA 03 Bairro gótico. Confesso que esperava um dark side mais acentuado, pelo tanto que li. É bonito, mas é nutella. Várias lojas vendendo coisas chics em todas as ruelas. Yafit tirou essa foto. Depois que Yafit foi fazer a parte do roteiro que era só dela, encontrei essa galeria que tinha traços de RAIZ. Várias lojas com coisas bem dark. No entanto, cometi o erro de entrar numa loja temática de Game of Thrones. Me deixei envolver pelo ambiente, música da abertura alta no interior... Acabei comprando um imã de geladeira com meu quote preferido de Tyrion "i drink and i know things" 7E. Mirian, a dona da loja, muito gente boa tirou uma foto minha no trono. Bran the Broken is not my king Mercat de la boqueria. Entrei vi uns bichos mortos e alguns vivos e me saí. Muita gente tava comendo lá dentro, mas eu não tive vontade. No caminho vi um protesto sobre as mudanças climáticas por que estamos passando. Fiquei alguns minutos acompanhando. Acho que o nome desse local é Centro de conservação de memória e cultura. Curti
  13. Uma praça que achei bonita, sentei e relaxei durante um bom tempo no caminho pra casa La Mia La Mia (primeiro indício que Gaudí usava alguma coisa) Casa Batlho (a certeza de que Gaudí usava alguma coisa. Ninguém sóbrio consegue ter essa genialidade. Um salve à loucura. A que mais gostei) Andando sem rumo me deparei com a Universidade de Barcelona. Como a porta estava aberta, entrei. Um monte de aluno pam, de mochila simplesmente me infiltrei. Lá tem um jardim bem bonito. Eis que uma aluna islâmica se aproxima de mim com um papel na mão e pergunta se eu sabia onde que era a sala. Falei que era meu primeiro dia na universidade e estava tão perdido quanto ela. 😎 Port Vell de quebrada. Eu tava na merda já, morto das pernas. Comprei um Monster Edição Rehab 1.6E (but i wont go, go, go) e uns cookies zero açúcar 1E e passei bem. Perdi a hora aí.
  14. Sagrada Família Parque Guell Parque Guell (o som que esse cara tava fazendo transmitia uma energia surreal. Fiquei por uns bons minutos ali) Arte de rua saindo do Guell Casa Vicens (achei bonita bagarai)
  15. Dia 02 YAFIT Infos pra quem chega em BCN pelo El Prat: Os bilhetes podem ser comprados diretamente nas máquinas, que ficam coladas nas zonas de embarque. Se você tiver que se dirigir ao terminal 2, basta pegar um ônibus de cor verde gratuito. Para pegar o trem R2 você tem que andar feito a desg%&#£$€ até chegar na estação de embarque. Eu comprei o T10, que dá direito à 10 viagens sem limite temporal. Cheguei no Hostel cansado bagarai, paguei os 107 euros restantes (19.9 ja tinham ido no credito), o cara falou um espanhol rápido eu só concordei sem entender nada de tão cansado. Depositei mais 5E pela chave magnética do quarto que, em teoria, serão devolvidos. Ao entrar no quarto pensei que estaria só, quase comemorei mas avistei um cadeado. Quando a cidadã entrou dei um buenas noches e fiquei na minha. Até que a língua coçou e perguntei se ela falava inglês e de onde era. Ela respondeu que era canadense e que tinha um nome um pouco diferente, YAFIT. Pois bem, Yafit se tornou minha primeira boa amizade dessa viagem. Serumaninha de alma leve. Depois de trocarmos ideias, perguntei pra ela onde que eu poderia comprar mais tickets de transp público em local próximo. A resposta dela foi: "ah, eu não sei, eu tento fazer tudo andando". Taquepariu doido, como assim? Tudo? Em resumo, eu simplesmente estou fazendo TUDO andando. No final do dia, já sem perna, pego o transp publico de volta pro hostel. Mas, andando, eu consegui me familiarizar com a cidade e sentir a energia que vem das ruas. Não vou levar assim até o final, ficaria sem condições físicas, mas a sintonia que você pega com a cidade andando vale todo o cansaço. Yafit, canadense que mora em Lille, trabalha no booking.com, fizemos a Sagrada Família e o bairro gótico juntos. Gente boa No próximo post deixo fotos de onde já estive
×
×
  • Criar Novo...