Ir para conteúdo

MarioCP

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que MarioCP postou

  1. Olá Pessoal, Estou acabando de retornar da viagem que teve como objetivos 1 – Do Atlântico ao Pacífico; 2 – Deserto de Atacama; 3 – Mão do Deserto. Foram 17 dias e 8.600 km de muita curtição, superação e pilotagem nos extremos, porém, nenhuma novidade que não tinha sido estimada na fase de planejamento. Saímos do Rio de Janeiro no sábado de Carnaval e após São Paulo até quase Posadas já na Argentina, muita chuva. No primeiro dia => fizemos o trecho Rio de Janeiro x Ourinhos, divisa entre SP e PR. Segundo dia => Ourinhos x Foz do Iguaçu. Terceiro dia => Foz x Posadas com meio dia dedicado as ruínas de San Ignácio e chegada cedo ao hotel. Quarto dia => Posadas até Pres, Roque Saenz Penna, neste dia passamos por vários postos sem gasolina em Resistência, rolou um stress. Quinto dia => Pres. Saenz Penna x Juy Juy, trecho de retas intermináveis e descobrimos o porquê de Pampas Del Infierno (45º as 13:30h) sol implacável. Sexto dia => Subida pelos Caracoles Argentino, Susques até Paso de Jama com pernoite não programada no hotel do Posto junto a fronteira da Argentina com o Chile devido a quebra de uma das motos e tempo muito ruim. Sétimo dia =>Paso de Jama até San Pedro do Atacama. Melhor dia da viagem a máquina fotográfica foi pequena para registrar tantas paisagens bacanas. Oitavo dia => San Pedro do Atacama Nono dia => Vale da Muerte, Vale da Lunna e La Mano Del Desierto com Pernoite em Antofagasta. Com direito a pernoite virado para o Pacífico. Inicio do retorno. Pessoal, algumas preocupações não se confirmaram, por exemplo, fui parado pela polícia duas vezes na Argentina e mais uma no Chile, mostrei os documentos e liberado sem nenhum problema. Em quase todos os postos policiais na beira da estrada o policial está ao lado da estrada parando e pedindo documentos. Não tive nenhum problema. As estradas, muito boas, exceto no trecho de Pampas de Los Guannacos e Joaquim Victor Gonçales, um trecho aproximado de 100 a 150 km. Sofri muito com o mal da altitude, desta forma é muito importante comprar e durante toda a travessia dos Andes, mascar a folha de Coca – não é alucinógeno, ajuda a suportar o ar rarefeito. Valeu cada km rodado!!!! Todos os detalhes estão no blog: http://peregrinosnoatacama.blogspot.com.br/2013/02/o-retorno.html#comment-form Fotos: http://pt.fotoalbum.eu/peregrinosnoatacama
  2. Olá Richard, boa noite!!! Dois comentários, também estarei saindo do Rio de Janeiro no Carnaval (dia9 - sábado), só que de moto com destino ao Deserto de Atacama no Chile e já fiz várias pesquisas e ainda não encontrei como resolver sobre a Carta Verde. O Banco HSBC não está mais fazendo este seguro, consegui no Banco do Brasil, porém so se você tiver o veículo segurado por lá, assim também foi na Porto seguro. De forma que ainda não consegui fazer este seguro e estou bastante preocupado pelo fato de faltar menos de quinze dias. Quanto ao planejamento da viagem irei pernoitar em Ourinhos, divisa entre o SP e PR e no segundo dia chegando a Foz. Acho um pouco temerária seu planejamento de ficar quase 20 horas com poucas paradas na direção. As condições das estrads tem ficado muito mais perigosa em função de diversos fatores, motoristas inexperiente, carros mais potentes com abusos, embriaguez, etc e etc....... uma lista interminável o que exige nossos reflexos na direção muito mais apurados, como já dirigi muito por todo o Brasil e ví muitas coisas indesejáveis, penso que vale uma reflexão sobre o custo / benefício de ir direto sem dormir. De qualquer forma fico fazendo parte da torcida para que de tudo certo e você possa depois relatar sua viagem com muitos fatos pitoresticos e muitas coisas boas. Um abraço e boas estradas.
  3. Olá Pessoal, Compartilho com vocês o relato de uma viagem que eu e mais um grupo de amigos fizemos, saindo do Rio de Janeiro com destino a Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina. De lá fomos até Foz do Iguaçu, onde aproveitamos para realizar pequenos sonhos de consumo na Ciudad Del Lest e visita as Cataratas onde iniciamos o retorno via interior de São Paulo. Foram 4.300 km em 9 dias de muita adrenalina onde pudemos testar nossos limites e das máquinas também. Inicialmente saímos em 8 motos, sendo que no primeiro dia em Paraty, dois colegas tiveram que abandonar o comboio por motivos particulares. Daí em diante seguimos eu e mais 5 motos. 1º dia 04/02/12 (sábado) – Saída da Barra da Tijuca as 8:30 h enfrentando um grande engarrafamento pela avenida Brasil e Rio Santos em direção a Angra dos Reis com previsão de chegada em Paraty no início da tarde. Devido o abandono dos dois colegas terminamos atrasando nossa partida em direção a Ubatuba, aonde chegamos por volta das 17:30 h, com essa demora, fomos obrigado a mudar nosso planejamento que previa ir até Caraguatatuba e de lá subir a serra pela rodovia dos Tamoios. Devido a mudança no planejamento inicial em Ubatuba subimos a serra em direção Taubaté e de lá seguimos até o destino final do dia em São Jose dos Campos-SP, por volta das 20:00. Surpreendeu-nos a subida da serra de Ubatuba para Taubaté, um verdadeiro show para moto. Recomendo a subida dessa serra aos motociclistas. Penso em fazer novo passeio programando essa subida e descida. 2º dia 05/02 (domingo) – Saída de S.J. dos Campos pela Dutra até a Rodovia Carvalho Pinto passando logo cedo pelo Centro de SP, como era domingo pela manhã, foi um passeio pela maior cidade do Brasil até pegar a rodovia Régis Bitencurt. Novo engarrafamento na serra do Cafezal devido a um acidente. Continuamos até Registro onde fizemos mais uma parada para descanso e de lá em direção a Curitiba / S. José dos Pinhais aonde chegamos por volta das 17:00 3º dia 06/02 (segunda) – Saída de S. José dos Pinhais por volta das 8:30 até Joinville para um descanso e mais barrinhas de cereais. De Joinville fomos até Camboriú onde paramos para uma água de coco de frente para a praia e seguimos até Florianópolis onde estava previsto uma chegada mais cedo para descanso e um passeio pela Ilha. No meu caso aproveitei para realizar programação feita para revisão da minha Boulevard M800. A noite fomos tomar um chope na lagoa da Conceição com uns camarões de tira gosto. 4º dia 07/02 (terça) – Saímos de Florianópolis com trânsito intenso pela BR-101 em direção a Laguna e de lá para Lauro Muller, onde iniciamos a subida da famosa Serra do Rio do Rastro-SC que valeu a pena!! Uma maravilha essa serra para se fazer de moto. De lá passamos por São Joaquim em direção a Campos Novos nosso destino para pernoite onde tivemos uma recepção maravilhosa promovida pelo Diretor de Turismo Gilson e o Moto Club da cidade. 5º dia 08/02 (quarta) – Saída de Campos Novos, passando por São Lourenço do Oeste, Realeza (PR) até Foz do Iguaçu aonde chegamos por volta das 18:30. Durante todos estes dias fomos duramente castigados pelo sol implacável. 6º dia (quinta) – Folga nas motos e passeios em Foz, Puerto Iguazu, Ciudad Del Lest. 7º dia (sexta) – Novamente as máquinas nas estradas maravilhosas do Paraná, pena que os pedágios são tão caros, tiveram alguns que custaram mais de R$ 6,00. Passamos por Cascavel, Maringá, Londrina e fomos pernoitar em Cornélio Procópio quase divisa com SP conforme o planejado. Durante o dia driblamos várias nuvens pesadas com chuvas torrenciais, tivemos alguns pingos e não chegamos a utilizar as capas de chuva. 8º dia (sábado) – De volta a SP, agora em direção a Baurú, Brotas e Valinhos, estradas maravilhosas com o pedágio liberado para as motos onde podemos dar algumas esticadas sentindo o vento no rosto desfrutando da liberdade da pilotagem, continuando a driblar as nuvens ameaçadoras em nossa volta. Depois de Valinhos pegamos a rodovia Washington Luiz em direção a Campinas já com os diversos Pardais que se intensificaram na Rodovia D. Pedro, que parece ser a indústria da multa. Uma quantidade absurda de radares. Chegamos ao nosso destino do dia em Atibaia por volta das 17:00 9º dia (domingo) – Novamente na estrada, agora com a ansiedade da chegada, seguimos pela rodovia D. Pedro até a rodovia Carvalho Pinto para pegar a rodovia Pres. Dutra, onde fizemos uma para estratégica em Aparecida do Norte para agradecer a viagem ter sido realizada conforme o planejado e sem nenhum incidente que comprometesse nossa programação e segurança do grupo. Chegamos ao Rio as 15:00 e fomos recebidos por nossos familiares com muita histórias para contar. Quem tiver mais interesse em fotos e filmes, pode acessar o blog: http://viagemsulbrasil.blogspot.com/ Um abraço a todos Mario PS Estou anexando a planilha de controle da viagem e link do planejamento realizado. Planilhas de controle b.pdf Planilhas de controle b.pdf
  4. Olá Pessoal, Concluímos a viagem abaixo em 12/02/2012. Ao todo percorremos 4.300 km com 6 motos. Criamos um blog (http://viagemsulbrasil.blogspot.com/) que tem mais detalhes da viagem. Qualquer dúvida estamos por aqui. Um abraço a todos, Mario
  5. Olá Pessoal, Este é meu primeiro post no Mochileiro e desde já me desculpe às falhas eventualmente cometidas. Bem, eu e mais um grupo de amigos LOUCOS POR MOTOS, no inico de fevereiro/12, estaremos fazendo uma viagem pelo sul do Brasil, saindo da cidade do Rio de Janeiro pelo Litoral Sul, São Paulo, Curitiba, Florianópolis até Tubarão. A partir dai iremos em direção ao interior de Santa Catarina e Paraná até Foz do lguaçú. Claro, já que estaremos por lá, não custa nada dá uma chegadinha a Argentina e Paraguai. A partir dai iremos dar inicio ao retorno pelo interior do Paraná e São Paulo (Ourinhos, Bauru, Brotas e Campinas), pegando as rodovias D. Pedro e Dutra até o Rio de Janeiro. Praticamente não iremos passar duas vezes pela mesma rodovia, exceto o trecho de Medianeira x Foz. Infelizmente não posso postar um PPS o detalhamento da viagem. (são 4 MB) com animação. Mas aceito sugestão como divulgar. Saudações e boas estradas aos motociclistas MarioFoz 1 Direto ppt.pdf
×
×
  • Criar Novo...