Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Sorrent

Membros
  • Total de itens

    339
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutra

2 Seguidores

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Bolívia, Chile, Peru, México, Belize, Guatemala, Honduras, Itália, Tailândia, laos, Camboja, Vietnã, África do Sul, Moçambique, Zimbábue, Zâmbia, Namíbia, Portugal, Rússia, Ucrânia, Hungria, Áustria, Alemanha, República Tcheca e polônia
  • Meus Relatos de viagem
    https://www.mochileiros.com/topic/16958-bol%C3%ADvia-chile-e-peru-30-dias-inesquec%C3%ADveis/
    https://www.mochileiros.com/topic/29390-m%C3%A9xico-belize-guatemala-e-honduras-35-dias-incr%C3%ADveis/

Últimos Visitantes

583 visualizações
  1. Que legal saber que após todos esses anos o meu relato continua inspirando algumas pessoas. Realmente é uma viagem foda e eu revivi a minha vendo algumas das suas fotos. Abraço.
  2. Caraca, nem sabia que este relato ainda estava vivo depois de tantos anos e tantos relatos novos. Bom saber que ainda ajuda alguém.
  3. Putz, que bom que não sou o único a pensar assim, rss. João, concordo com você que todos acabamos sendo um pouco experts, mas como o Filipe disse, viagem é algo muito pessoal, e nisso eu também concordo. O problema pra mim é alguém pegar essa experiência pessoal e querer "vender", querer transformar isso em algo lucrativo. Se eu quisesse algo todo certinho, todo definido, todo à prova de imprevistos eu iria numa agência de viagens e compraria um pacote. Eu estou indo para o meu quinto mochilão e com certeza isso é algo pessoal e não algo pra querer me tornar "melhor" que ninguém. Em todos eles busquei informações de relatos aqui do fórum mas sempre me recusei a ler blogs. Prefiro ler um relato enorme de alguém compartilhando sua experiência de forma gratuita aqui no fórum do que ler um post de um blog preocupado com o Google Adsevice. Quando fiz meus relatos (e farei mais se possível) a ideia era "eu fui e foi foda, façam isso também" e não "vejam essas dicas imperdíveis e com isso eu ganho alguns centavos de dólar". Acho que muitos relatos são "cópias" pois a grande maioria das pessoas que gosta de viajar tem basicamente a mesma realidade, ou seja, férias de 30 dias uma vez por ano. Some a isso a questão de lugares clássicos como disse o Filipe e vc acaba tendo muitas viagens parecidas mesmo. Quando eu tiver 6 meses pra viajar e puder realmente explorar imagino que será diferente. Por enquanto apenas tento sentir o gosto do que é ser mochileiro. Só que pra esses lugares clássicos não acho que eu precise de alguém me contando, não preciso que um blogueiro me diga que se eu for pra Paris deveria conhecer a Torre Eiffel. Quanto aos menos clássicos, concordo com a Julia, cada um vai descobrindo e desmembrando, aí é que está a graça ao meu ver. Se for pra seguir a lista do blogmochileiropicadasgalaxias.com.br eu iria na CVC e diria, "cara, monta um pacote aí pra mim". Como disse o Casal100, quem alimenta isso? Ser mochileiro é legal, está na moda. Eu já conheci pessoas que adoravam encher o peito e dizer "olha como eu sou mochileiro, olha quanto tempo eu fico fora de casa", tá cheio disso por aí. Eu particularmente fujo desse tipo de pessoa, seja rodando pelo mundo, ou na internet buscando informações pra próxima viagem. Por sinal Tito, só comprei as passagens e peguei as informações básicas, rsss (vistos, vacinas bla bla) . Defini um roteiro do que provavelmente seria viável mas o que vai acontecer, como vai acontecer, onde vou ficar, etc só vou saber na hora rsss. A ideia é ir pra África do Sul, Moçambique, Zimbábue, Botsuana e Namíbia.
  4. Já faz algum tempo que venho reparando muito em certas coisas e comecei a pensar: será que sou o único que vê dessa forma? Não sei como nem quando começou essa onda mas hoje é extremamente comum a figura do "expert em viagem". Não precisa clicar muito por aí e logo você vai achar uma infinidade de blogs com "dicas imperdíveis" ou "tudo que você precisa saber" sobre determinado lugar, etc. Não é incomum ver alguém que fez um mochilão de 30 dias, voltou, dividiu sua viagem em 30 posts e montou um blog, e vai intercalando com listas do "10 melhores isso", "10 melhores aquilo". Tudo com uma nítida ajuda do bom e velho Google. Pra citar um exemplo (não vou por nomes nem links aqui pois a ideia não é essa), me mandaram um link outro dia de "10 lugares para viajar gastando pouco". Ok, mais do mesmo mas lá fui eu ver. Um dos itens da lista era o pouco conhecido Turcomenistão, seguido de um belo texto exaltando suas qualidades. Aí eu pergunto: sério mesmo que alguém acredita que em tempos de crise, pegar um avião para o Turcomenistão é mais barato do que, sei lá, ir para El Calafate? Enfim fica a questão no ar. Outro ponto da lista era a nem tão popular Luang Prabang, mais uma vez com um belo texto ressaltando suas belezas naturais e seu custo de vida baixo "apesar de seu toque de recolher à meia noite". Olha, eu já fui para Luang Prabang, me diverti muito com novos amigos até altas horas da madrugada e não vi nenhum toque de recolher. Aquela velha máxima de "não acredite em tudo o que lê na internet" parece que chegou de vez aos blogs de viagem e seus "experts". Não quero ser hipócrita, eu mesmo tenho relatos de viagem aqui no fórum e gosto da ideia, mas em nenhum momento os fiz com a intenção de ganhar dinheiro, mendigar cortesias, ser uma referência ou me autoproclamar qualquer coisa. Meus relatos são uma mera narrativa da minha viagem, com todas as suas cagadas e acertos e cada um faz o uso das informações que julgar melhor. E na verdade é esse o ponto central da questão aqui, eu quando viajo gosto de encontrar viajantes e não experts. Gosto de compartilhar experiências e não de saber que lugar X tem a melhor comida (talvez influenciado por uma cortesia), enfim gosto de mochilar com mochileiros. Dicas são úteis, bastante, e todos sabemos que muita gente sonha em ganhar a vida viajando, só que tem gente que junta isso e deixa tão visível que, pelo menos em mim, acaba criando um efeito inverso. Hoje em dia tem até curso, isso mesmo, curso pra aprender a viajar, ministrado por grandes mochileiros!!! Nem sempre tudo tem que dar 105% certo na viagem pois os contratempos são parte da experiência e a experiência é que me faz viajar. Concorda? Concorda em partes? Achou tudo o que eu disse uma grande baboseira? Sem problemas, opine aí.
  5. Oi Lilian. Estou pensando seriamente no Sul da África. O problema é esse dólar a 4 reais.
  6. Vlw Matheus. Está sendo bem legal ter o hostel e ficar sempre rodeado de mochileiros. Quando vier a SP passe lá sim, nem que seja só pra tomar uma caipirinha e vamos contar nossas experiências.
  7. Dia 28/11 tem festa no hostel. Apareçam https://www.facebook.com/redmonkeyhostel/
  8. Chris fiz todo o roteiro de ônibus sim. Está tudo detalhado no relato.
  9. Perderam a inauguração, mas semana que vem tem mais, se puderem, apareçam. Vejam as fotos: https://www.facebook.com/redmonkeyhostel
  10. Nossa, ta foda, mta coisa pra resolver. Opa, tenho sim, vai ser dia 17/10 mesmo. O endereço é R. Vitorino Carmilo, 664. Fica a três quadras do metrô Marechal Deodoro. Bjuss
  11. Putz Lilian nem que eu quisesse eu conseguiria fazer um relato agora, com essas coisas do hostel rolando. Vai ficar pras conversas de bar mesmo. Marcio, lenda é demais ein hahaha, mas passe lá sim e me conte como foi o desafio de encontrar alguma boliviana gata
  12. Putz, to empolgado pra casa ficar pronta logo mas acho que só a partir de 01/10 vou poder mostrar algo pra vocês. Por enquanto os quartos estão sendo pintados, banheiros reformados, etc Pra quem leu o relato, o Saulo e o Adriano também vão na inauguração então vai ser uma boa maneira de juntar o povo pra trocar umas ideias sobre viagens, fora outras pessoas que também conheci por meio do forum. Lilian infelizmente não vou poder fazer relato da Ásia, o motivo eu te conto pessoalmente dia 17/10 ok? rsssss Mas eu pretendo voltar lá, aquele lugar é incrível, e aí sim fazer um relato.
  13. Aeee Licka quero ver ein. Promoção de inauguração: quem chegar no bar e me falar "30 dias inesquecíveis" ganha um shot grátis!!!!!!
  14. Valeu povo, espero vocês por lá. Tá uma correria por aqui pra conseguir fazer tudo, vocês não têm ideia Pra ter certeza que vamos deixar tudo em ordem, mudamos a festa de inauguração para dia 17/10 mas daremos detalhes em breve, assim que as reformas na casa estiverem mais adiantadas . Já aceitaremos hospedagens antes dessa data mas em caráter experimental. Robson, me manda uma msg privada, ou email e podemos trocar algumas ideias.
  15. Agosto de 2015 Por que estou escrevendo isso? Realmente não faz parte do mochilão pela América do Sul mas está totalmente ligado a ela pois foi onde tudo começou. Não vou escrever muito pois a ideia não é mudar o foco do tópico mas apenas uma maneira de compartilhar algo que até teve contribuição deste relato. Cruzando a Bolívia, o Chile e o Peru eu descobri a minha paixão por viajar, e eu viajei sempre que e o tempo e o dinheiro permitiram. 2012 foi a América do Sul, 2013 a Itália, 2014 a América Central e em 2015 a Ásia. Foi numa noitada no Vietnã, voltando para o hostel em algum momento da madrugada já meio anestesiado que eu parei............ pensei..........pensei........e falei pra mim mesmo: "Ei, eu poderia fazer isso, poderia abrir um hostel" A partir daquele momento, em meio às festas em ilhas, templos milenares, pernas de tarântula que comi, baldes de drinks, festas de lua cheia e praias paradisíacas, parte de mim estava pensando nessa ideia do hostel e como levar ela a diante. Dia 5 de julho voltei ao Brasil depois de 35 dias fantásticos pela Ásia com muita história pra contar mas só pensava nesse hostel. A ideia seria procurar um lugar legal com calma, deixando para 2016 talvez mas foi aí que cruzei uma oportunidade única. Uma casa de 1930 enorme (na verdade são duas casas) com uma localização perfeita no centro de São Paulo e uma série de outras características que facilitariam todo o processo de abertura do hostel ali, afinal eu queria abrir um hostel onde eu me hospedaria. Não esperei e já fui atrás e foi daí que surgiu a ideia do Red Monkey Hostel. Quem já leu meus relatos sabe que gosto de uma boa bagunça, e a minha ideia é trazer um pouco do ambiente descontraído que vi pelos diversos países em que passei. Nossa festa de inauguração está prevista para dia 03/10 e o convite está feito a todos. Aos que moram em São Paulo, mesmo que não se hospedem, venham bater um papo sobre viagens enquanto jogamos uma boa partida de beer pong ou juntamos alguns mochileiros para um Jager train no bar. Será uma boa maneira de conhecer pessoalmente várias pessoas que o contato é apenas virtual aqui pelo Mochileiros.com, e quem sabe compartilhar aquelas histórias que não puderam ser contadas aqui A casa está em obras agora mas curtam e acompanhem nossa página no Facebook para fotos e mais informações em breve. http://www.facebook.com/redmonkeyhostel Aguardo vocês lá macacada
×
×
  • Criar Novo...