Ir para conteúdo

CleoPeixoto

Membros
  • Total de itens

    217
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que CleoPeixoto postou

  1. Oiii!! Olha, sendo bem sincera eu achei que a divisão ficou muito boa! Eu incluiria a lagoa do japonês que não fomos e acho que talvez colocaria 1 dia a mais em ponte alta pq é uma cidade mais animada e tal... Mas fora isso eu achei que a divisão ficou bem boa. Fizemos tudo com calma Talvez procure mais alguns passeios nos arredores de palmas.. as vzs acha alguma coisa diferente q eu não fui nem conheço... nao sei. boa sorte.
  2. Adorei o relato, parabens!!!! Vou para a índia em fevereiro e estava com desejo de fazer esse trekking em janeiro (uns 20 dias antes do meu roteiro pra india), porém não tenho um condicionamento físico excelente. Já fiz várias trilhas por aqui pelo Rio, mas acho que nenhuma tão puxada quanto. Acho que a mais puxada que já fiz foi a travessia petro-tere. Será que seria tipo impossível fazer? rsrs Outra: eu acho que fazer por conta própria, no meu caso, não seria muito indicado, mas não tenho vontade de ter carregadores pra carregar minhas coisas, porém gostaria de um guia. Você sabe quanto mais ou menos seria? Li que o guia+carregadores são uns 2 ou 3 mil reais, porém se fosse só o guia poderia sair mais barato, né? A questão não é nem exatamente me perder por que li alguns relatos de pessoas que fizeram como vc e foram por conta própria e disseram que é bem sinalizado, mas é mais o medo de dar algo errado e não ter uma ajuda "oficial". O que vc acha sobre isso? por favoor, termine o relato!!!!!!!
  3. Adorei o roteiro!!! Só umas dicas: Monkey Beach vc consegue perfeitamente encaixar junto com Maya bay. Inclusive eles geralmente vão pra monkey beach depois de maya bay mesmo... E esse dia que vc reservou pra monkey (dia 9) eu deixaria como dia livre pra andar de caiaque e aproveitar a ilha por conta própria (que não pude fazer por que passei muito mal o dia inteiro que reservamos pra isso!). Em Cebu, no dia 14 eu colocaria Sumilon Island antes de tudo. Fizemos isso e pegamos a ilha completamente vazia. Depois iria direto pra aguinid falls e em seguida canyoneering! Boa sorte e boa viagem!
  4. Obrigada querido! Infelizmente nós nunca temos certeza se estamos fazendo um bom turismo e pela dúvida prefiro sempre evitar. É muito conveniente e fácil escolher acreditar que tá tudo bem. Mas fico com o benefício da dúvida. E que bom saber que tem pessoas que também acham importante debatermos e falarmos sobre essas questões. Obrigada novamente
  5. Olá!! Então, por ordem: 1) Cebu: Pra chegar em Cebu pegamos um vôo desde Manila e chegamos em Cebu City. Porém a parte "boa" pra se hospedar fica longe, então de Cebu City até Oslob (que foi onde nos hospedamos), pegamos um onibus. Na volta a mesma coisa. 2) El Nido: Saímos do aeroporto de Cebu até o aeroporto de El Nido, que é super rústico. Do aeroporto de El Nido nós pegamos um tuk tuk e chegamos até o centro de El Nido. 3) Railay: Pegamos um voô desde Bangkok até Krabi. De Krabi pegamos um barco noturno até a praia de Railay. 4) Koh Phi Phi: De Railay até Koh Phi Phi fomos também de barco, pela manhã. Se não me engano só tem um horário. 5) Koh Samui: De Phi Phi fomos pra Krabi novamente de barco. De Krabi pegamos um onibus até uma cidade (se não me engano era Surat Thani) e dela pegamos um ferry para Koh Samui. Nós compramos esses 3 trechos em 1 bilhete só, direto em uma agência de phi phi. Assim que chegamos em Koh Samui pegamos um tuk tuk até o local do nosso hostel. 6) Koh Tao: De Koh Samui pegamos um ferry direto pra koh tao. Chegando em koh tao pegamos um taxi pro hostel (que era bem perto, se bobear dava pra ir a pé rsrs) E por último Bangkok, que foi de avião mesmo rsrs É isso ! Realmente não deixei bem explicadinho os trajetos. Obrigada por perguntar e me lembrar tb, hehe
  6. Nossa, que relato maravilhoso!!! Parabéns! E as fotos estão belíssimas. Eu ainda não escolhi o roteiro nem nada, mas gostei que vc fez muitos trekkings. Era tranquilo conseguir fechar assim na hora ? Terei uns 25 dias, então acho que ficaria apertado pra fazer trilhas longas ou travessias. Outra coisa: Você se sentiu seguro em tirar a câmera da bolsa pra fotografar nas cidades maiores? Obrigada!
  7. Caramba!!!! Ameiii seu relato!!! Super completo ... E essas fotos??????? Nossa, cada uma mais linda que a outra. Você pode me dizer qual camera e lente usou? A grande maioria está bem nítida! Parabéns! gostei muito!
  8. Uau ! Adorei o relato! Também estou esperando algumas fotos!!! Mas as dicas foram ótimas!!! Anotei várias coisas aqui! Ainda estou montando meu roteiro, rsrs E adorei sobre o passeio de acampar no deserto e sobre Jaisalmer!!! Obrigada pela contribuição!
  9. Oi querido! Seu relato está ótimo! Muito bem detalhado, principalmente suas opiniões pessoais à respeito das cidades, etc. Eu gostaria de saber se você se sentia desconfortável/inseguro em usar sua camera profissional na rua... Parabens novamente!
  10. Só vi sua mensagem hoje (desculpa), mas eu coloquei os valores de combustível e pedágios logo no início do relato ! O total seria 182(combustivel) + 54 (pedagios) = 236 Se forem 4 pessoas, dá 60 reais pra cada um ! Bjs
  11. Tem pros e contras. De fato a proibição da pesca é muito benéfica, sempre. Mas pelo que li antes, o fato de darem comida também faz com que eles não se afastem dos barcos e isso é perigoso por que quando forem pra outros lugares (do mundo) em que a pesca não é proibida, se sentirão atraídos pelos barcos, já que vão achar que vão ganhar comida. E parece que isso tem acontecido. Enfim, não sabemos exatamente o que é ou não é verdade. Mas por essas dúvidas preferi não fazer. E se tem uma opção melhor lá em Filipinas mesmo, acho mais válido. Mas não conseguimos incluir no roteiro, infelizmente. Deve ser uma super experiência. Depois posta suas fotos aqui se quiser Turismo é sempre bem vindo, principalmente em regiões mais pobres. Com certeza o lucro gerado foi muito positivo. E acredito que com isso eles possam mais pra frente repensar sobre essa prática de alimenta-los e seguir o exemplo de Donsol.
  12. Luizchianca, eu vou comentar sobre isso depois que acabar o relato Mas eu não quis fazer por que antes eu procurei saber sobre o nado e todos os relatos falavam que eles alimentavam os animais e achei várias páginas falando sobre a influência negativa que essa prática tem feito sobre os animais (mudando ciclo reprodutivo, entre outros). Então na dúvida preferi não fazer. Tem nado com os tubarões baleias em Donsol, uma cidade próxima à Manila. Lá eles não alimentam. Achei menos invasivo. Todo turismo com animais eu fico com um pé atrás! Rsss É isso! Mas imagino que deva ser uma experiência incrível.
  13. Oláaa Antes de começar, aqui está o link da pasta do google drive com os docs que usamos e o principal: a planilha com as abas de roteiro, passagens, hospedagens e os gastos da viagem dia a dia. Lugares visitados: Filipinas: Cebu - Oslob Canyoneering Kawasan Falls Sumilon Island El Nido Tour A: Small Lagoon, Big Lagoon, Secret Lagoon, Shimizu Island, 7 Commando Beach Tour C combinado: Pinagbuyutan island, Snake Island, Hidden Beach, Cadlao Lagoon Nacpan Beach Las Cabanas Manila Só uma noite pra dormir mesmo; fomos ao Shopping Tailandia: Railay Beach Bangkok MBK Shopping Khaosan Road Grand Palace + Wat Phra Kaew Wat Pho Bayoke Tower Wat Arun Pôr do sol no Rio Phraya Chatuchak Market Koh Phi Phi Bamboo Island Monkey Beach Maya Bay Koh Samui Big Buddha Wat Plai Laem Fisherman’s Village Mae Nam Beach Chaweng Beach (a noite) Koh Tao Taatoh Beach John Swan Viewpoint Ao Leuk beach Tanote Bay Koh Nangyuan Hospedagem Os preços que colocarei ao lado são referentes à 1 diária. Bangkok (1º hospedagem): Guesthouse Rambuttri = 1080 baht quarto duplo Chegamos 1 dia antes do previsto em bangkok (graças à bagunça da decolar!) e não conseguimos adiantar os vôos para filipinas, então ficamos nesse hostel. É do lado do Rambuttri Village (que é o que de fato ficamos quando chegamos oficialmente em bangkok - no final da viagem). O quarto é bom, apesar de no dia só ter disponível no 5o andar. Tinha TV, frigobar, o banheiro era ótimo, água quente... Não tem café da manhã. Ou se tem é a parte (não me recordo). É simples, mas uma boa opção pra quem tá com pouca grana. Provavelmente na khaosan tenha mais baratos, mas também não queríamos ficar rodando. Bangkok (2ª hospedagem): Rambuttri Village Inn & Plaza = 1.650 baht quarto duplo Ouvi tantas críticas boas quanto à esse hotel, principalmente em relação à localização, que de fato é maravilhosa. A Rambuttri é um charme à parte, é paralela à khaosan. Apesar de ser também animada, é BEM MENOS barulhenta e muvucada quanto à khaosan. Enfim: localização perfeita. Porém acho que chegamos com as expectativas muito altas. O quarto é bom, confortável. Tem TV, Frigobar, um banheiro beeem espaçoso, mas nada demais. Pelo tanto que falam e principalmente pelo preço esperava mais, mesmo tendo pegado o quarto mais barato. Mas gente, é muito bom o quarto. Eu é que estava esperando uma suite linda e maravilhosa por tanta popularidade e preço alto. kkkkk Contudo o café da manhã é muito bom! Bastante farto e tem muitas comidas típicas inclusive. Nesse ponto ele foi ótimo. Deu pra dar uma boa reforçada antes de sair pra bater perna. Mas apesar das impressões com relação ao quarto (somente) ainda assim se tivesse que escolher novamente acho que escolheria esse mesmo hotel pela localização, que é realmente muito boa. Só acho que poderia ser mais barato pelo que oferece aos quartos básicos. Cebu City: Tr3ats Guest house = 900 php quarto duplo O hostel em si é normal. O quarto é simples: Banheiro super apertado sem nenhuma divisória pra tomar banho, rs... Não tem café da manhã. Porém a localização é péssima. Não sei se todos os lugares em cebu city são assim mas nos sentimos MUITO inseguras à noite naquele lugar, principalmente na rua do hostel. Cebu/Oslob: Lagnason's place = 1500 php quarto duplo Nós adoramos esse hotel!! Em Oslob não tem muitas opções de hostel ou lugares baratos, lá tem muito resort e hotel, então optamos pelo mais "barato" que achamos. E valeu a pena por que ele é uma graça. Em uma das noites em que ficamos teve karaokê com os funcionários do hostel e nós - bebuns - resolvemos nos meter no meio pra cantar. kkkkk Eles oferecem pacotes - com um preço justo, achamos - pra vários passeios e inclusive eles também oferecem serviço de jeepney (ou tuk tuk, até agora to em dúvida kkkkkkkk) até o centrinho por 40 php (que é tipo 2 reais!!!!). Do hotel até o centro eram uns 5-10 minutos de jeepney. Mas não tinham muitos hotéis exatamente no centro, a maioria era no entorno mesmo. E lá todos andam de jeepney ou scooter para ir aos lugares. O nosso quarto tinham 2 camas de casal e por causa desse motivo a movimentação ficava um pouquinho prejudicada, mas nada demais. O banheiro era Ok, com uma divisória de cortina pro banho. Tinha TV e frigobar. O café da manhã a gente escolhe no dia anterior (ou na hora mesmo) no cardápio, mas achei fraco pois nem um suco tinha. Nós comemos um sanduiche de queijo com ovo. Apesar do quarto ser simples e do café da manhã não ser dos melhores, nós gostamos. Acho que mais pelo conjunto, rs El Nido: Out Melting Pot (OMP) Hostel = 600 php por cama em dormitório Apesar desse ser um hostel super famosinho e eu ter tido muitas indicações, não amei. De fato ele é bem animado. No segundo andar fica uma galera conversando todas as noites. Tem beer pong.. Se você quer farra, é aqui! Porém eu não gostei do quarto. Não do que eu fiquei. Me colocaram numa cama que ficava em cima do ar condicionado e com a cara no ventilador. Se eu sentava tinha o ar em cima de mim. E tava uma bagunça generalizada no quarto. Sei que isso não tem nada a ver com o hostel em si, mas sim com os hóspedes que pelo visto são desorganizados, mas não gostei tanto. Já fiquei em vários dormitórios mil vezes melhores. Achei o espaço do quarto pequeno pra tanta gente também. Fiquei em um dormitório de 8 pessoas e era bem pequeno (talvez isso explique a bagunça). Eu ACHO que tem quarto duplo nesse hostel, não tenho certeza.... Se tiver, acho que é a melhor opção. O café da manhã é bem básico. Pão com pasta de amendoim ou geléia. Uma fruta, geralmente banana. E suco. O "bom" é que eles oferecem os tours com um descontinho para os hóspedes. Nós procuramos em várias agências e realmente lá era mais barato (200 php a menos, coisa assim). A localização é ótima, bem no centrinho mesmo. Manila: Pink Manila Hostel = 570 php por cama em dormitório Nós adoramos esse hostel !!!! O quarto era OK. Simples, mas confortável. Banheiro não tão grande, mas limpo. Não tinha divisória no chuveiro. Porém o espaço externo é perfeito pra descontrair. Tem uma mesa de sinuca, piscina (uma graça) e um bar. Fizemos um miojo a noite e ficamos bebendo... foi ótimo. Tem café da manhã, porém nós tínhamos um vôo bem cedinho então não conseguimos comer nada. O cara que estava na recepção na hora até perguntou se queria que ele preparasse alguma coisa rápida, mas achamos melhor não aceitar, com medo de se atrasar. Ele então pediu um uber pra gente até o aeroporto. Muito bom. Railay: Railay viewpoint Resort = 1600 baht quarto duplo Acredito que foi um dos melhores da viagem. Chegamos sem muitas expectativas, mas quando entramos no quarto ele era bem grande e bem bonito também. O banheiro também não tinha divisória (acho que isso é cultural da ásia, kkk), mas era bem espaçoso. A decoração estava muito boa e era bem limpo também. Quanto a localização não é exatamente boa ou ruim por que Railay é muito pequena. Qualquer hotel que você pegar vai estar bem localizado ! hahahaha Esse particularmente ficava no final da praia (o lado "feio", que é mais barato), perto de um bar - que não lembro o nome - que toca música todos os dias, bem perto da arena de luta. Pausa para falar do café da manhã: MUITO BOM!!!! Mesmo! Tem várias opções e eles fazem o seu ovo na hora. Você pode escolher se quer estrelado, se quer tipo omelete e também escolhe o que quer colocar dentro (tomate, queijo, presunto, cebola....). E lá tem um iogurte MARAVILHOSO. Recomendo muito. Phi Phi: Ibiza House Phi Phi =~ 630 baht a cama (com as taxas incluidas) Sim, ficamos em um dos party hostels...kkkkkkkkkk E não, não era tão barulhento à noite quanto a gente pensa que será. Esse hotel tem a parte chique (dos quartos privativos) e a parte mochileira, que é a dos dormitórios. Nós ficamos no dormitório e sinceramente foi um dos melhores que já fiquei. Muito organizado, a divisão das camas era ótima, bem espaçoso... O banheiro que era mais ou menos... a privada acho que não tinha tampa kkkk Eu só tomei banho lá. Sempre que ia fazer número 1 ou 2 eu ia nos banheiros de fora, que a aparência era melhor. As festas desse hostel (e de todos os outros), ao contrário do que eu pensava, só ocorrem alguns dias da semana. Nesse hostel especificamente são nas terças, quintas e domingos. Nós conseguimos pegar 1 pool party lá. São muito animadas!!! Adorei !! Eles vendem os buckets e as cervejas na piscina, tem o dj da casa e tal... Enfim, pra quem ficar chapado será muitoo bom!! Pra quem ficar sóbrio, é só uma festa animada na piscina. kkkkkkkkkk Eu já estava imaginando maior pegação, etc... Mas não é bem assim. rsrs a localização dele é ótima, BEM em frente à praia principal e não tem café da manhã, infelizmente! Koh Samui: Ark Bar beach resort = 2400 baht quarto duplo + café da manhã Simmmm, outro party hotel! hahahahah Amamos isso! E pra nossa felicidade bora de quarto duplo! Nós também adoramos esse hotel! Ele é um dos mais famosos, principalmente por que os shows de fogo acontecem bem em frente ao hotel (acho que é patrocínio do bar do hotel). Então a galera toda vai pra lá a noite. É o point. Também não achei o quarto tão barulhento não. Dá até pra ouvir a música bem ao fundo, mas muito tranquilo. Os quartos mais perto da recepção são mais silenciosos (bem mais). O quarto em si é ótimo, muito espaçoso, o banheiro é MUITO BOM e esse tem divisória!!!!!!!!! uhuuu :'> O café da manhã foi médio. A qualidade da comida estava ótima, mas lá eles tem uma cartela e você só pode escolher até 5 itens (acho que são 5, não lembro direito) da cartela. Exemplo: suco+pão+queijo+presunto+ovo Não gostei muito desse sistema..Mas foi a única "reclamação". Koh tao: Goodtime Beach hostel = 500 baht por cama Assim que chegamos no hostel tivemos uma impressão não tão boa, provavelmente pela agência de esportes aquáticos ser do mesmo dono e ficar "colada" com o mesmo, fazendo com que o chão da passagem ficasse 24h/dia molhado e cheio de areia (além também de ser passagem entre a rua e a praia!). Porém o quarto é excelente, um dos mais arrumadinhos que também já fiquei, além de ter uma porta de correr de vidro MARA que dá pra praia! Infelizmente não tem café da manhã, mas o 7eleven é bem em frente, facilitando nossa vida! A localização de início pode parecer complicada por que assim que você chega em Koh Tao você se depara com uma rua cheia de lojinhas e.... cadê a rua onde tem os hostels? Pois é, vc não acha assim de primeira.. Perguntamos aqui e ali (pois não queríamos pegar taxi) e falaram que precisaríamos subir a rua das lojinhas inteira que é uma ladeira e depois seguir pra esquerda... Bom, se você quer economizar cada centavo, faça isso, não é tãaaao longe assim. MAS preferimos ceder ao taxi pq qualquer andada com mochilão é um sacrifício! hahahaha E quando vc chega na rua dos hostels é que vc se encontra em Koh Tao! Partindo disso, a localização é ótima ! Gastos: Passagens Aéreas: R$2235 (externas SP-Bangkok-SP) + R$271 (extra Rio-SP) + R$2070 (internas) = R$4.576 Passagens internas: Bangkok-Manila-Bangkok (Philippine airline) = PHP 7.870 = R$798,95 Manila>Cebu (AirAsia) = PHP 1.543 = R$124,85 Cebu>El Nido (AirSwift) = PHP 6.704 = R$516,70 Puerto Princesa>Manila (AirAsia) = PHP 2.147,16 = R$173,71 Bangkok>Krabi (Thai Airways) = BHT 1.365 = R$148,11 Koh Tao>Surat Thani [barco] + Surat Thani>Bangkok [avião] (NokAir) = BHT 2.834,95 = R$ 307,57 [*]Hospedagem = R$2.350 [*]Alimentação = PHP 4.432 + BHT 8.241,5 + R$68,87 =~ R$1110 [*]Transporte = PHP 1.945 + BHT 3.198 =~ R$418 [*]Passeios (considerando aluguel de Caiaque/scooter) = PHP 7.170 + BHT 4.225 =~ R$846 Gasto TOTAL (por pessoa) = R$4.576 (passagens) + R$2350 (hospedagens) + R$3.574 (gastos na viagem) = R$10.500 OBS: Nós levamos $1.200 (dólares) no total e o dinheiro acabou todo, até os centavos!! kkkk Mais especificamente no último dia, de compras! kkkkkkk 1º dia: Conexão em Istambul O aeroporto de Istambul é gigante e tem várias comidinhas legais. Pena que ficamos pouco tempo, tanto na ida quanto na volta. rs 2º dia: Bangkok Chegamos em bangkok e logo compramos o ticket de van para Rambuttri. Porém pra van sair precisa encher e além da gente chegaram só mais 2 pessoas. Então ficamos lá cerca de 30min e nada.... Decidimos pedir o dinheiro de volta e perguntamos à uma menina se ela queria rachar o taxi conosto. Por sorte ela também iria ficar naquela região. Tentamos pechinchar mas o máximo que conseguimos foi 500 e aceitamos. Assim que chegamos na Rambuttri (e simmmm, ela é super charmosa!!!!) fomos até o hotel que ficaríamos no final da viagem pra ver se tinha quarto vago pra 1 noite, mas tudo lotado... Por sorte conseguimos um outro na mesma rua. Não era lá essas coisas - além de termos ficado no 5o andar e não ter escadas - mas só pra dormir tava bom. Tomamos banho, descansamos um pouco e fomos jantar e curtir na khaosan (uhuul). Resolvemos comer em um restaurante na khaosan mesmo e eu, já animada pra comer comida thailanda pedi um curry amarelo (vem com arroz) com pouca pimenta! O garçom me garantiu que era tranquilo e eu acreditei. Mas genteeee..... estava MUITO MUITO MUITO apimentado!!! Eu nem sou fresca com pimenta, mas olha.. eu tentei mas realmente não consegui comer tudo. O sabor estava ótimo, mas estava insano! Pedi 2 cocas pra ver se minha boca pararia de arder! Peçam sem pimenta, pelo amor de deus! Qualquer coisa lá! Tudo já é a base de curry, que já é apimentado. Se vocÊ ainda adicionar pimenta, vai ter hemorróida até o final da viagem! hahahaha Fiquei frustrada e não quis comer mais nada. Fomos então curtir a noite na tão famosa Khaosan! Sim, ela é uma rua maravilhosamente louca. Você olha pra um lado tem gente plantando bananeira, olha pro outro tem gente dançando desengonçado, olha pra frente tem gente pulando... E é ótimo por que você pode se soltar e fazer o que quiser, dançar do jeito que quiser que ninguém vai te julgar! Então, é super necessário vc dar uma passada e sentir o clima! Gastos do dia: 3º dia: Bangkok>Manila Acordamos cedinho e decidimos tomar café num restaurante na própria Rambuttri que servia um menu local, que já me interessei. Acompanhado do pão de forma, vinha o macarrão tradicional deles (que não é igual ao que a gente come aqui! acredite! Tem vários tipos. Vc pode inclusive pedir de outro tipo. O tradicional é um transparente/branco que é meio borrachudo) com um ovo e algo parecido como uma carne moída. Tirando o macarrão (que comecei a pedir pra mudar sempre, depois!), estava tudo ótimo. Rambuttri pela manhã: Fomos então dar uma passeada pela Khaosan pela manhã... Fica praticamente tudo fechado na verdade, só alguns bares abertos vendendo café da manhã mesmo, mas acho que se vc tiver hospedado por ali, vale dar uma passada. Quando compramos as passagens tinham quase 2h entre o voo bangkok>manila e manila>cebu, porém depois que compramos começamos a ler sobre atrasos de voo nos aeroportos das filipinas e sobre os terminais serem distantes uns dos outros. E isso começou a me preocupar por que ficamos com medo se conseguiríamos pegar o vôo manila>cebu em tempo. Então nosso principal objetivo era não despachar as malas principalmente nesse primeiro trecho (levamos mochilão de 40L e deu tudo certo). Por sorte ficamos nos assentos perto da porta então assim que o avião pousou, nós saimos correndo pra passar pela imigração, pegar o taxi até o outro terminal e fazer o check in. Ufa! Deu tudo certo no final e ainda chegamos com uma certa antecedência!!! Saltamos no aeroporto de Cebu e pegamos um taxi (fica uma fila interminável) até nosso hostel em Cebu City, que acreditem, é distante! Demorou quase 1h, também por que tinha muito trânsito. Porém estávamos mortas de fome, então resolvemos sair na rua pra comer alguma coisa. Existe uma rede de restaurante nas filipinas chamada Chowking. Eu associaria com uma comida chinesa... Rodamos rodamos e resolvemos ficar por ali mesmo pois era o lugar mais movimentado que tinha, mas a comida foi bem mais ou menos. Voltamos pro hostel morrendo de medo! Conversando com o taxista no dia seguinte ele perguntou se a gente tinha conhecido a cidade e falou o nome de um monumento famoso lá... E então eu fiquei com a impressão de que escolhemos o "lado errado" da cidade. Talvez em outro ponto seja mais tranquilo em relação à segurança. Gastos do dia: 4º dia: Cebu (Tumalog Falls) Pegamos um taxi até a rodoviária e de dia a cidade parecida ser outra daquela que vimos no dia anterior, rs E logo que chegamos já tinha um onibus em direção à oslob. Ficamos uns 20 minutos esperando o onibus sair e durante esse tempo entrou vendedor de tudo quanto é tipo. Assim que chegamos em Oslob estávamos famintas e fomos em uma pizzaria (não tem muitas opçoes ali no centrinho. Fomos em uma que fica numa rua transversal à paralela). A pizza estava ótima e foi a primeira vez que pedi um shake (que tem em tudo quanto é canto) por lá. Estava muuito bom! Lá tem duas opções: ou vc aluga scooter ou fica andando de jeepney (ou tuk tuk, até hoje não sei qual é o certo). Como estávamos com as mochilas, fomos de jeepney até o nosso hotel pra fazer check in etc.... E pegamos outro jeepney até o centrinho novamente para alugar uma scooter. Decidimos ir à tumalog falls que é bem pertinho, porém no meio do caminho percebemos algo estranho e quando fomos ver o pneu tinha furado. Voltamos então devagar onde alugamos afim de trocar por outra. Porém eles não tinham mais scooters pra alugar. Pedimos o dinheiro de volta e resolvemos ir de jeepney mesmo! Chegando na entrada da estradinha que sobe o cara nos deixou lá e tivemos que pegar uma moto (pago a parte) para subir a cachu, já que era bem íngrime e o jeepney não iria subir. Combinamos um horário de voltar. A cachoeira é bem bonita, o verde é lindo... Mas como o tempo estava meio nublado, a água não ficou tão clarinha quanto nas fotos que vemos no google, rs E infelizmente ela é super rasinha (bate no tornozelo), então nem dá pra mergulhar direito..kkk Acabou que só tiramos fotos com a gopro e pelo fato do tempo não estar 100% elas não ficaram muito focadas. Mas é claro que nós mergulhamos assim mesmo. Quando fomos embora já não tinha mais ninguém de tanto que demoramos !!! Voltando da cachu: Jeepney (ou tuk tuk hahaha) A noite voltamos no centrinho pra jantar e pedi uma sopa deliciosa e um prato local (que fiz unidunitê no cardápio) que também estava maaaaaravilhoso. Acho que é o restaurante mais arrumadinho por lá, fácil de achar ! Gastos do dia: 5º dia: Cebu (Sumilon Island + Kawasan Falls) No dia anterior nós vimos no mapa onde ficava os lugares que queríamos ir e vimos que era meio longe pra irmos de scooter. Iríamos demorar muito e o dinheiro que gastaríamos não compensaria tanto, então decidimos fechar um pacote com o nosso hostel para a sumilon island + kanyoneering (chegando na kawasan ao final) e depois disso iríamos pra Aguinid Falls, já com os transportes (carro + barco) e almoço incluídos. E nós decidimos a ordem das atrações. Acordamos beem cedinho, tomamos o café que pedimos no dia anterior também e fomos para a sumilon island. Chegando lá pegamos um barco apenas eu e Raquel !!!! Tudo private! kkkk De vez em quando faz bem! No pier esperando nosso barco Pier E o passeio já começou maravilhoso por que o visual até lá é lindo e a água é maravilhosa!!! E quando chegamos na ilha, só tinha a gente, foi maravilhoso... Pudemos tirar várias fotos com a ilha vazia!!! O lugar é incrível, definitivamente vale a pena incluir no roteiro e façam como nós: cheguem bem cedinho (por volta das 7h) Na verdade a ilha não é só esse pedacinho de areia não. Tem uma um hotel que tem umas piscinas naturais dentro porém paga-se pra entrar, então nós resolvemos ficar só naquele pedacinho de terra - que já é tudo de bom! Olhem como realmente não tinha ninguém! A cor da água é impressionante!! Caribe total Felicidade define! AMAMOS o passeio e super recomendo a visita à ilhazinha! Quando deu umas 8h começaram a chegar uns barcos lotados e era a hora em que estávamos indo embora...rsrs Dali teria umas 3h até a kawasan, então fizemos um lanche na rua mesmo e seguimos viagem! Nosso motorista nos deixou no armazem onde tem os capacetes, coletes e sapatos pra vestir, tudo também incluído no valor do passeio (que se não me engano era em torno de 1500-2000). Lá vestimos as roupas e como não tínhamos aquela boia amarela da gopro, ele pegou uma garrafa dágua vazia e amarrou no bastão da gopro. Dessa forma caso caisse iria flutuar! Não quis levar a câmera profissional por que achei arriscado, muitos saltos e além de ter medo de entrar água (apesar de ficar dentro da bolsa a prova dágua) fiquei com medo de quebrar ou danificar também. Dali nós fomos de moto até o local onde iniciaríamos a trilha... E foi tipo rally kkkkk :'> :'> :'> A trilha é bem rápida, dura uns 30min. Pelo nome, nós achavamos que canyoneering tinha alguma coisa a ver com aqueles raftings, algo com caiaque... Mas quando chegamos lá nós entendemos que na verdade canyoneering era um passeio pelo rio, com saltos, escaladas, até chegar na Kawasan! Pelo radical da palavra realmente sugere alguma coisa com canyon, mas nem pensamos nisso, rsrsrs E na hora a expectativa caiu um pouco, mas rapidamente foi superada por que o passeio é INCRÍVEL! Também super recomendo!!! E o lugar é lindíssimo! Nosso guia atrás me esperando tirar foto! kkk E antes de falar sobre a Kawasan preciso falar sobre algo que ocorreu comigo durante o passeio. Como já falei tem vários saltos (temos videos de alguns!!) então chegou uma hora que tinha uma poça grande de água com algumas pedras ao redor... Daí eu estava super animada com tanto salto e perguntei ao guia se poderia saltar ali. Sabe quando a gente vê as pedras ao redor mas no meio parece fundo??? Ele então não me respondeu nem sim nem não, apenas fez uma cara de dúvida e falou "this is a shallow water".. Porém eu não fazia idéia do que era shallow. E o inglês deles não é lá dos bons... Então eu comecei a pensar que ele pudesse estar falando yellow, ou algo parecido hahahahaha Então na minha cabeça achei que fosse pra pular na parte mais amarela, algo assim (??????) E... pulei!!!!! Pra que???? Bati a perna na pedra!!! POR SORTE - e por não ser muito alto), só aconteceu um arranhão (bem feio por sinal) que doeu muuito na hora, além de ter ficado branco - parecia que tinham raspado um pedaço da minha pele. E eu comecei a ficar desesperada achando que aquele branco era meu osso (????) e o guia tentando me acalmar... Daí fiquei massageando ao redor pra ver se dava uma melhorada... Até que consegui, meio mal, continuar a andar e terminar o passeio. Então aprendi depois: shallow = raso! Nessas horas que nosso inglês vai melhorando kkkkk Mas também foi um erro da minha parte, já que ele não afirmou que eu poderia pular. Mas também ele deveria ter dito que não, ao invés de fazer uma cara de dúvida pra mim... Enfim, passado o susto... terminamos o passeio e chegamos então a Kawasan !!!!!!!!!!!!! Porém ela tem 2 partes. A primeira é a menorzinha... que também é incrivelmente maravilhosa! Olha esse azul/verde!!!!!!!! E foi aqui, olhando pra essa beleza que nós almoçamos!!!! A comida estava deliciosa e veio bastante coisa! E a segunda que é a famosa das fotos do google!! Seguimos pra ela após o almoço! E ela consegue ser ainda mais linda que a primeira... incrível. Infelizmente eu não estava com a minha câmera profissional e a minha gopro já tinha acabado a bateria (o passeio durou umas 5h kkkkk), só restou a gopro da raquel, que tava com pouca bateria mas deu pra tirar umas fotos kkkk O "barquinho" de bambu levou a gente até pertinho da queda e o guia tirou váaarias fotos! (na real a maioria ficou péssima, com água na lente... é a vida! kkkkk) O passeio que deveria durar entre 2-3h durou 5h e acabou que não conseguímos visitar a Aguinid Falls pelo horário (saímos de lá eram 17h!), já que tem horário de visitação. Fica pra próxima!!! Voltamos mortas... Descansamos um pouco e voltamos pro centro pra lanchar!!! Eu super recomendo fazer o passeio fechando um pacote. Em geral eu sou contra isso, mas acho que valeu bastante a pena, principalmente pra não ter que voltar 3h dirigindo de moto estando super cansada... Recomendadíssimo! Gastos do dia: Por que eu não quis fazer o nado com os tubarões baleia? Sim, tenho certeza que deve ser uma experiência única e maravilhosa estar ao lado de um animal tão grande e tão lindo! PORÉM por que realmente você quer essa experiência? Pra aproveitar o contato com a natureza de forma genuína (por que voce ama animais) OU pra ter uma foto pra postar no instagram ou no facebook??? Eu escolho a primeira opção e é exatamente por isso que eu tento, sempre que posso, não fazer um turismo exploratório quando envolve animais. A gente falha as vezes? Claro. É impossível termos certeza de tudo que acontece... E foi com essa dúvida que eu resolvi pesquisar a respeito pra ter certeza (ou ter achar que tenho certeza) de que era "ok" fazer esse tipo de passeio. Achei diversas páginas falando pra não fazer esse nado mais precisamente em OSLOB! E o motivo? Diversos!!!! Basicamente os barqueiros de Oslob alimentam os tubarões todos os dias, no mesmo horário, condicionando o animal à sempre ir até aquele lugar rotineiramente ganhar alimento de graça... Até aí pode parecer ok, mas segundo diversos sites essa prática tem afetado o ciclo reprodutivo dos animais que são, originalmente migratórios, porém com a prática tem ficado muito mais tempo em Oslob do que o normal.... E também por isso, eles não estão mais se afastando dos barcos, que seria uma reação natural de um animal, justamente por que estão associando o barco à comida. Nas Filipinas especificamente tem atualmente uma lei em vigor que proíbe a pesca dos tubarões baleia, porém em países vizinhos não há essa lei ainda, então, o fato deles não se afastarem dos barcos está também diminuindo sua espécie. Talvez daqui há alguns anos (muitos? poucos?), seja um animal com possível risco de extinção. Enfim, são váaarios fatores, não ficarei aqui citando todos, apenas os principais.... Pode ser exagero? Pode, claro!!!! MAS PELA DÚVIDA, prefiro certeza de que não estou contribuindo com a prática!! CONTUDO existe uma alternativa pra quem quer muito fazer o passeio: tem uma cidade chamada Donsol, que fica próxima à Manila, que também faz o nado, mas sem oferecer alimento. A cidade já está na rota dos animais, então eles automaticamente passam também por ela.... Apesar de não ter a hora exata, é quase certo de vê-los! EU, Cléo, optaria por essa cidade! Infelizmente só descobrimos esse lance depois de já termos fechado o roteiro, então não conseguimos incluí-la, o que é uma pena... Não quero aqui julgar quem fez o nado ou quem vai fazer! Cada um sabe da sua vida, mas muitas pessoas me perguntaram o motivo de não ter feito, então estou explicando! Quem sabe se o número de turistas diminuir, eles não repensam em parar com a prática de alimentá-los... Só pra deixar claro: Sou super a favor do turismo na região! Gera renda e tem resultados positivos pra população local ! É mais em relação à pratica de alimentá-los! Mas enfim, não sou entendida do assunto... Procurem melhor na internet! 6º dia: Cebu > El Nido Tomamos café da manhã e resolvemos fechar o transfer do hotel mesmo em direção ao aeroporto de Cebu. Achamos mais vantagem do que fazer a baldeação, sem contar que não iríamos economizar uma grana tão grande. Posteriormente poderíamos repor essa grana comendo um miojo kkkkkk Fizemos hora no aeroporto e resolvi almoçar no Jolibee, uma rede bem famosa por lá, porém a comida estava uma porcaria. Não sei se por que a rede era ruim mesmo ou se era por que estava especificamente no aeroporto (que tudo é meio sem gosto, rs). Chegamos já a noite em El nido. Pagamos o hostel e fomos dar uma volta na cidade. Encontramos um mexicano muuuito bom!!!! Gostei tanto que pedi burrito depois mais taco kkk Ficamos bebendo um pouco e fomos dormir por que havíamos fechado o passeio do tour A pro dia seguinte, que é um dos mais recomendados. Gastos do dia: 7º dia: El Nido: Tour A (Small Lagoon, Big Lagoon, Secret Lagoon, Shimizu Island, 7 Commando Beach) Como o hostel dá desconto para quem está hospedado (e acho que foi o valor mais barato que vi por lá), resolvemos ir pelo grupo e achamos que seria mais animado também. Por azar o tempo estava nublado então os lugares não foram tão bonitos quanto poderiam ser. Eu teria visitado novamente a Big lagoon e a small lagoon (que são os pontos principais de el nido) se tivesse mais tempo. Gente, vou postar as fotos da big e da small lagoon mas eu não faço idéia de qual é qual hahahaha No meio do caminho... Chegando na Secret Lagoon, que não tem nada de secret pq estava lotada Secret Lagoon E eu achei a praia de fora da secret lagoon, mais bonita, mas como não era tour privado, nós tiramos umas fotos correndo por que o barco já estava saindo!!! Depois nós paramos na Shimizu Island pra almoçar!!!! E surpreendentemente apesar de ser uma paradinha pro almoço, ela é uma graça. Adoramos essa paradinha... O almoço demorou bastante (umas 2h)... Shimizu Island Fui dar uma olhadinha no barco pra ver se o almoço já estava ficando pronto e olha só que lindo: Meu prato: peixe, carré, arroz, guacamole, mexilhão, um molho estilo molho a campanha... TOP! muito bom! E coca cola ou água de acompanhamento! E a última parada do tour foi a maravilhosa 7 Commando Beach! A água não é aquele verde lindo mas a praia em si é super charmosa. O melhor de tudo é que o tempo já tinha aberto um pouco, então podemos aproveitar mais. Queria que tivesse ficado assim mais cedo Pedi um mango shake no bar que tem na praia e tava ótemooo Andamos mais pro final da praia e tinham esses coqueiros maras !! 7 Commando Beach Jarque posando! E um dos pontos altos dessa praia é esse balanço!!!!!!!!!!!!! Que delícia!!!! Apesar do tempo ter ficado nublado na maior parte do tempo, nós adoramos o passeio! El Nido é maravilhosa!!!!!!! E o dia de amanhã conseguiu ainda superar o dia de hoje! Achamos um podrão filipino e comemos um hamburguer tradicional mesmo...rsrs Hoje era o dia de uma festa que recebemos o flyer no dia anterior, porém nós achamos que não ficaria cheia (??? por quee?) e nos surpreendemos por que no dia seguinte todos falavam dessa festa kkkkkkkkkk Ou seja: se te oferecerem um flyer de festa, VÁ PARA A FESTA! HAHAHAHA Até por que a cidade é pequena então é provavel que todos estejam na festa! Perdemos de conhecer um pouquinho mais da noite de El nido ! Gastos do dia: 8º dia: El Nido: Tour C e D combinados: Pinagbuyutan island, Snake Island, Hidden Beach, Cadlao Lagoon No tour A do dia anterior nós conhecemos a Livia, uma blogueira brasileira - e adoramos!!!! Nós 3 ficamos meio desgostosas do passeio pelo fato dos lugares todos estarem bem cheios, então nós combinamos de tentar fechar um tour privado pra hoje. A idéia era conseguir mais umas 3 pessoas pra conseguir dividir mais o valor, mas ninguém se interessou, então nós barganhamos em várias agências e conseguimos fechar por 2000 cada uma de nós. Eu não tenho certeza, mas acho que o nome da agência era Snake, algo assim , kkkk E o melhor de tudo: conseguimos fazer um roteiro BEM personalizado! Exatamente com os lugares que queríamos, em especial a Snake Island, Secret Beach e a Pinagbuyutan Island - que vimos numa foto e adoramos! Ficamos de confirmar no dia anterior mas perdemos o horário, então acordamos bem cedo - tipo 6h - e quando foi 7h já estávamos na agência pra fechar na hora. Por sorte - ou não - conseguimos fechar na mesma hora com o roteiro que discutimos no dia anterior!! 8h estávamos no barquinho rumo ao nosso tour personalizado, só nós 3!!!!!!! Nossa primeira parada foi a maravilhosa Snake Island!!! A praia é muito linda e eu super aconselho fazer uma trilha curtinha pra olhar a vista de cima, que visual! Fala se não fica uma foto top de perfil??!! hahahaha Nós 3, lindas! Descemos e curtimos mais um pouco dessa praia, que era praticamente nossa, mas acabamos não tirando mais fotos... Em seguida: rumo à Pignabuyutan Island! Chegamos e não tinha absolutamente NINGUÉM!!!!!!!!!! Que praia mais charmosa com esses coqueiros lindos! El nido <3 Em seguida nosso destino era a linda Secret Beach, PORÉM, o mar estava super mexido... Muitas ondas e a maré estava muito alta, o que impossibilitaria de entrarmos na praia. Limos mais de um relato contando a mesma coisa. Parece que essa praia só vai quem tiver com muita sorte mesmo, rsrs Olha ela alí!! Secret Beach O guia então nos levou pra um lugar próximo à essa praia pra gente fazer snorkel...E que água. Extremamente transparente e um azul maravilhoso!!! Acabou que não perguntamos o nome do lugar... Nosso próximo destino foi a linda e maravilhosa e praia mais linda da vida toda: Hidden Beach! MEU DEUS, que praia é essa?!!?!?!?!? E o melhor e mais incrível de tudo: SÓ TINHA A GENTE!!!!!! ISSO MESMO, A PRAIA TODA SÓ PRA GENTE! Foi um pouco complicado pra chegar nela por que o mar estava bem agitado e o barco não pode atracar na praia pelo fato de ser mt rasa, então a gente tem que nadar até a praia com várias ondas e corais embaixo pra dar mais aventura...kkkk Depois de 30min nadando e tentando chegar na praia, conseguimos! hahahah, sacanagem Olha isso minha genteeeeeee... Hidden Beach Apaixonada Eu sou viciada em tirar fotos jogando o cabelo! hahahaha Créditos para a Livia @liviajando pela foto espetacular! Nós ficamos tão empolgadas com o lugar, que nem fomos até a areia kkkkkkk E depois desse momento incrível nós achamos que não veríamos nada tão lindo como aqela praia, até que o guia fala que vai levar a gente para a Cadlao Lagoon, pra substituir a Secret Beach que não conseguímos visitar.... WTF????????? Esse cara quer matar a gente do coração?!?!?!?!?! E se Hidden Beach foi eleita a praia mais linda que já vi, com toda certeza a Cadlao Lagoon é a lagoa mais linda que já vi, por que não tem como uma ser mais bonita que a outra, elas estão empatadas! hahahaha QUE LUGAR MAIS INCRÍVEL DA VIDA TODA! Cadlao Lagoon E por mais engraçado que seja, esse foi só um encaixe que o guia fez... Imagina os outros lugares incríveis que El Nido tem e não vimos??? Fico maravilhada só de pensar!!! Quero voltar, agora!! Posso? Gastos do dia: 9º dia: El Nido: Nacpan Beach + Las Cabanas Depois do dia maravilhoso de ontem, nós resolvemos descansar um pouco e curtir as praias da região mesmo... Alugamos uma scooter e fomos até Nacpan Beach, pois tivemos muitas críticas positivas! E é super fácil de chegar, apesar de todo mundo colocar um terror pelo chão de terra hahahah Saindo do centrinho de El Nido: Um pouco antes de chegar tem que pagar uma taxa e lá tem estacionamento e alguns bares. Mas nem cogitamos almoçar por lá por já imaginarmos os preços...rsrs Apesar de não ser uma das praias paradisíacas que vimos ontem, aquele azul da água é lindíssimo e acho que vale o passeio!!!! Até aproveitei a extensão da praia pra dar uma corridinha! Tem coisa melhor que correr de cara pra esse mar??? E láaaaa no meeio do mar tinha uma casinha.... E é lógico que a primeira coisa que pensamos foi irmos até lá! E rendeu altas fotos...rs Ficamos um tempão lá aproveitando e curtindo o dia com um pouco mais de calma, sem aquela correria dos barcos, rsrs Foi um dia muito relaxante e gostoso! Dali fomos até Las cabanas, uma praia local, que indicam pra assistir o pôr do sol. Lá pedimos nossa comida e esperamos o sol baixar.. Que tarde gostosa! Só posso dizer que AMEI El Nido Nesse mesmo dia provei o famoso Halo Halo. É ... diferente! kkk Só provando pra saber... (peguei do google essa foto kkk) Antes de devolvermos a scooter passamos no terminal de onibus e compramos as passagens de onibus pra puerto princesa e mais à noite pegamos uma jeepney até o terminal. Chegamos em puerto princesa de madrugada (umas 5h). Pegamos um taxi e fomos até o aeroporto que ainda estava fechada. Nós falamos com o cara que estava na portaria e ele nos deixou entrar. Ficamos do lado de fora esperando abrir pra pegar nossos voos com destinos à Manila e então à Tailandia yaaay! Gastos do dia: 10º dia: El Nido>Manila Saímos de El Nido na noite do dia anterior como mencionei e chegamos em Manila pela manhã. Como ouvimos tudo de ruim e mais um pouco Manila, bateu um terrorzinho então resolvemos que iríamos ficar no shopping mesmo (passeio super turista! hahhaha) Assim que chegamos vimos um outdoor do Outback! Pra que?????? Me fala!? Só comendo comida esquisita, a primeira coisa que pensamos foi : vamos no outback!!!!!!!!!!!!!!!!! Pedir cebola, batata frita, tudo de "bom" que temos direito e passa tudo no cartão! HAHAHAHAH E não deu outra. Saímos rolando de lá hahahahah Nem as roupas que iríamos experimentar dariam mais em nós Sobre o shopping de Manila: fomos no maior deles (pedimos o taxista pra deixar a gente no maior hahaha), mas não lembro o nome. E curiosamente tem MUITA coisa falsificada.... Mas também tem algumas lojas bem baratas. A gopro 5 (não tem falsificação da gopro) estava R$1300 em uma loja lá. Eu já tenho, mas pra quem não tem achei super vantajoso. Eletronicos principalmente. Como eu tinha perdido minhas havaianas em El Nido (alguém roubou na praia, só pode! rs) eu decidi comprar outra. Até tinha uma loja da havaianas, mas estava hiper cara.... Algo como 80 reais cada. aahahahah Então fui na Bench e comprei uma simplesinha mesmo (que joguei no lixo no fnial da viagem pq já estava trash). Na volta ficamos bebendo no hostel Gastos do dia: 11º dia: Manila>Railay Beach Hoje o dia foi super corrido, praticamente só voando. Saimos de Manila cedo, pegamos um voo até bangkok . Em bangkok pegamos um voo até Krabi e de Krabi um barco até Railay. Chegamos já à noite, mas estava bombando a cidade. O nosso hotel ficava pertinho de um bar (último bar da praia - onde tem o mangue) que tava super animado. Tinha DJ e acabamos bebendo uns drinks malucos por lá hahaha Conhecemos também 2 indianos super legais!!! Que acabaram encontrando a gente em Phi Phi depois. Gastos do dia: 12º dia: Railay Beach Esse dia demos uma vacilada legal ! Nós acordamos super de ressaca... Mas como só tinhamos esse dia em Railay e programamos passeios, resolvemos agitar a vida! Tomamos o café maravilhoso do nosso hotel e fomos para o pier procurar algum barqueiro pra fazer desconto nos passeios. Queríamos a Hong Island (que disseram que é maravilhosa) e as 4 ilhas (que na verdade são 3, se vc ler por aí ahhaah)... Então depois de chorar muito ele fez o passeio por 2.000 baht. Ótimo! Entramos no barco e passaram-se uns 20 minutos e o tempo fechou de uma forma absurda. O céu estava totalmente preto e começou a chover .... E Raquel bebada caída no barco E além disso um frio horrível! Então, pensamos pensamos e resolvemos que iríamos voltar. Não fazia sentido curtir o dia com aquele tempo horroroso. Tentei falar com o guia em inglês que queríamos voltar, mas ele não entendia nada do que eu falava. Não sabia o que era verbo e nem nada... Até que a Raquel manda "FINISH" e faz o sinal com a mão de que acabou. "BACK" HAHAHAHHAAHHA Aí ele entendeu tudo. E nós retornamos. Na hora de pegar o dinheiro de volta, achei que ele fosse devolver tipo 1800, até 1500 estaria ok pelo combustível e o tempo dele e tal. Mas não... Ele só devolveu 1000. Nós ficamos muito P$# E falamos muito mas não teve jeito. Fiacmos passeando pela cidade e quando deu 13h o sol começou a abrir novamente. HAHAHAHAHHA Se arrependimento matasse.... Mas o tempo não ficou limpo. Tava meio nublado também. Então ficamos pela cidade mesmo. Almoçamos num restaurante maravilhoso, que na verdade é de um hotel, de frente pra praia. Estava com a decoração do dia dos namorados , que lindo <3 Ficamos ali pelo centrinho e depois fomos até o outro lado de Railay, que é onde tem a praia de fato, mais bonita. (é só entrar em alguma ruazinha que você chega do outro lado. Centrinho Praia de Railay Lado oposto (mangue) à praia: Olha como fica a praia com a maré baixa! Incrível! rs Assistimos o "pôr do sol", mas não teve nada demais pq o tempo estava super fechado... E a noite saimos pra comer e ficamos um pouco no mesmo bar do dia anterior, mas não prolongamos a noite. Eu só posso dizer que AMEI Railay e gostaria de ter ficado pelo menos 1 dia a mais pra curtir a cidade, fazer os passeios que não conseguimos e queria muito ter alugado o caiaque. Pena que o tempo não ajudou! A cidade é uma gracinha, vale super a pena a visita. E achamos que o artesanato lá é um pouco mais personalizado do que em Phi Phi e Koh Tao. Mais artesanal mesmo! Gostamos muito. E se soubéssemos disso teriamos comprado mais roupas e coisinhas lá Gastos do dia: 13º dia: Railay Beach > Phi Phi Acordamos, fizemos check in e já fomos comprar o ticket pra Phi Phi na praia mesmo e lá ficamos esperando o barco chegar. A praia do nosso lado amanheceu com a maré baixa também: Praia de Railay Nós amamos Railay!!!! É uma cidade muito charmosa e vale a pena gastar aí uns 2 dias da viagem pra dar uma relaxada. Chegamos em Phi Phi a tarde, fizemos check in no hotel e a recepcionista logo falou que teria pool party no dia seguinte...uhuuul animação!!! À noite, toda noite, rolam os shows de fogo na beira da praia. É muiiito divertido! Cada bar "patrocina" os shows. E tem também free buckets pras mulheres que levantarem as blusas (mas sinceramente não vi ninguém fazendo isso) ou pra quem participar das brincadeiras (passar por debaixo da corda, etc).. Gastos do dia: 14º dia: Koh Phi Phi: Bamboo Island + Monkey Beach Esse dia resolvemos fechar um passeio de barco para Bamboo Island, Tong Beach e Monkey beach. Bamboo island é uma praia paradisíaca e maravilhosa para muitos (ouvimos muita gente falando que amou a praia, etc) porém, aqui pertinho do rio nós temos praia semelhantes como arraial do cabo, por exemplo. Então pra gente era uma praia normal, e não uma "praia thailandesa" rsrsrs Mas ainda assim é linda, porém cuidado com as expectativas. Bamboo Island Foto clássica no barquinho, rsrs Dali iríamos para Tong beach, porém o mar estava um pouco revolto, segundo o guia então não pudemos ir. Fomos só até monkey beach mesmo. À caminho Monkey Beach Achei essa praia de monkey beach até mais bonita do que a Bamboo island, se não fosse pelos 300 barcos parados e pelos milhoes de macacos hahahaha E um OBS aqui importante: NÃO ALIMENTEM OS ANIMAIS Tem várias placas espalhadas e ainda assim vi muita gente dando banana e afins para os macacos NA FRENTE DA PLACA. É muita cara de pau! Gente, vamos respeitar a natureza e fazer um turismo decente. Uma fotinha no facebook/instagram não vale a preservação da fauna e flora né? Gastos do dia: 15º dia: Koh Phi Phi: Maya Bay + Monkey Beach Tem milhares de tipos de tour que levam à Maya Bay. Uns amigos brasileiros que conhecemos fecharam um que ficava manhã+tarde no barco com comida + bebida liberada por uns 2000 baht (não lembro exatamente o valor, mas era em torno disso) e ia à maya bay e outras praias. A gente super se empolgou de fazer esse... Festinhaaa com bebidaaa etc.. MASSSS depois caímos na real e achamos que não compensava financeiramente afinal o que mais tem na ilha é bebida... rsrs Então decidimos fechar o mais baratinho (não anotei o nome da agência #fail) que incluía Maya Bay + Pileh Lagoon + Monkey Beah + 1 parada pra snorkel que não lembro agora o nome, saindo as 6h, com café da manhã incluído. Assim que a gente estava saindo da agência pra ir pro barco, já com o guia, comecei a me sentir muito mal e acabei vomitando!!!! Hein? Entrei no barco e continuei muito mal... Mas iniciamos o passeio. Sol nascendo no meio do mar! Lindo! Como chegamos MUITO cedo, de fato a praia estava vazia, porém o sol ainda não batia lá dentro.... Nós já tinhamos lido sobre isso, mas optamos por ir esse horário mesmo assim! Acho que pra quem vai ficar mais tempo na ilha, até vale a pena ir em 2 horários (cedinho pra pegar vazia e mais tarde pra pegar com sol) MAS a praia é incrível e lindíssima de qualquer jeito !!!!! Vale MUITO a pena a visita! Barquinhos chegando... Eu estava passando tão mal que só consegui tirar algumas fotos e me joguei na canga... Deu a hora de ir embora e fomos caminhando até o barco... Até que.. bléeeeeeh.. dei um vomitaço muito grande no meio da água. Fiquei MORTA de vergonha!!!! Várias pessoas olharam em volta... E foi tipo cena de filme que o vômito meio que voa! kkkkkkkkkkkkk Que merda! E aquela água azul cristalina cheia de vômito? Meu deus, que horror! Pelo menos posso dizer que fui uma das únicas a vomitar nas águas tailandesas, ou na mesma água que dicaprio entrou! HAHAHAHAH Na real só faltou o DiCaprio mesmo, pq a praia é perfeita! Indo embora e o sol saindo! Olha a cor da água como fica mais clara, que lindo! Dali o barquinho parou numa área de fazer snorkel... Ele disse no dia anterior uns tubaroes pequenos foram vistos ! Porém eu estava tão mal que não consegui descer do barco. As meninas que estavam com a gente também estavam passando mal, e o guia também (wtf? hahahaha), então a gente pulou o snorkel rsrsrs Dali fomos pra Pileh Lagoon, que nossaaaasinhora, é um lago MARAVILHOSO! Chegando em Pileh Lagoon Nosso barco foi o primeiro a chegar... MAS o nosso barqueiro era tão ruim que não conseguia chegar até o meio do lago!!! Olhem esse visu !!!!!!!!! E ficou lá um tempão mexendo no motor e tal.... Até que outros barcos (IGUAIS AO NOSSO) começaram a chegar e entraram tranquilamente e foram até o final.... Sério, eu tava ficando irritada já! E depois que tinham uns 10 barcos lá, eu resolvi sair e ir andando/nadando mesmo pq era inacreditável aquilo. A lagoa maravilhosa só pra gente e o cara não conseguia chegar. Peguei o chinelo e fui andando nas pedras... Olha que incríveeeeel meodeos! A minha cara ficou uma merda em todas as fotos (que raiva por isso! hahaha) Depois de uns 30/40min ele conseguiu finalmente chegar.... Mas eu já estava na água há mt tempo! Nem consegui tirar fotos tops dentro do barquinho hahahaha Saindo da Pileh, que praia maravilhosa! E que raiva desse barqueiro kkkk Dali fomos para a Monkey Beach, porém não era a mesma de ontem.. Era uma outra em que os macacos são maiores mas também mais agressivos. Porém estava vazia!!!! Minha amiga tirou várias fotos Tops com os macaquinhos !!! E eu fiquei dentro do barco pq eu melhorava e piorava.... Ainda estava muito enjoada! Perdi a foto com o macacoooo! ahhaha TEORICAMENTE esse era o dos dias que programamos pra alugar o caiaque e passear pela ilha, logo depois de maya bay, afinal chegamos 12h do passeio. Mas eu não me aguentava em pé... Paramos na praia principal de Phi Phi mesmo e eu só conseguia estender a canga e ficar deitada. Vomitei mais umas 4x... E quando dei uma melhoradinha (eu não tava aguentando levantar) fomos até o centro pra eu ir até algum hospital pra tentar acionar o seguro. Porém era maior burocracia e eles disseram não tinha como me falar o valor sem antes realizar a consulta, sendo que pra eu acionar o seguro eu precisava falar o valor... Então fiquei com medo de me consultar e não conseguir acionar o seguro e no final ter que pagar a consulta. Então deixei pra lá e fui até uma farmácia mesmo. Eu expliquei os sintomas pra moça e ela logo me deu 2 remédios. Acho que essas reações são muito comuns por lá com os turistas então eles tem remédios já certos pra cada tipo. Eu tomei os remedios e fui pro hostel deitar, que era só o que eu conseguia fazer hahaha Parei de vomitar , mas ainda tava bem mal..Nem comi nada o resto do dia inteiro. Fiquei morgada na cama pra estar 100% (ou quase isso) pro dia seguinte. A noite fomos comprar o ticket pra koh samui e vimos em várias agencias e fechamos em uma já com os 3 trechos: ferry + onibus + ferry por 350. Foi o melhor preço que achamos. De qualquer forma é só pechinchar. Gastos do dia: 16º dia: Koh Samui Queríamos ter feito a trilhazinha (super pequena) que dava pra Koh Phi Phi de cima, mas não fizemos já que acordei tarde pra ver se me recuperava bem. Só deu tempo de comprar sanduiche no 7eleven pq tava esfomeada dps de ficar 1 dia inteiro sem comer, mas com medo de não descer....rs A viagem é demoradinha e tem uma parada em Koh Phangan antes. E nessa hora entram umas pessoas com cara de derrotadas, de ressaca, outras entram até bebendo hahahahahah E aí a gente pensa que lá deve ser bemmmm baladado! Mas só isso que tem de bom, pelo que ouvimos. No próprio ferry (já direto pra koh samui - depois de passar pelo ferry de phi phi pra krabi e de krabi pra o lugar que saem os ferrys pra koh samui - não lembro o nome desse) passou uma mulher oferecendo transfer para o hotel em koh samui. Nós decidimos não fechar por que pensamos que a oferta de tuk tuk/taxi seria bem grande assim que descessemos do ferry. MAS isso não aconteceu.... Chegamos lá e as vans apareceram pegando quem já tinha fechado o transfer. Tentamos fechar de última hora mas estavam lotados. Tinha um tuk tuk bem em frente. Perguntamos o valor (100) porém só sairia quando estivesse razoavelmente cheio e só tinha eu e minha amiga. Fomos ver o valor do taxi mas.. inviável. Ficamos lá quase 1h esperando o tuk tuk sair. Enquanto isso o sol foi se pondo e rendeu boas fotos no pier! Até que chegaram + uns 3 turistas e ele finalmente saiu. Chegamos no hotel com o dia escuro já... MAS o hotel que ficamos era maravilhoso e sabíamos que tinham os shows de fogo à noite!!!! São todos muitos animados! (quando acabar o relato procuro as fotos que tiramos, por que foram de celular, tem que garimpar aqui rs) E especialmente nessa noite teve corda de fogo! Eu AMO pular corda!!!! MAS pra pular precisava dar alguma quantia pra ajudar... dei 20 baht (2 reais) e pulei. Aqui o vídeo pra quem quiser assistir: É demais!!!!!!!!!! No final do video eu erro, mas editei pra não aparecer HAHAHAHAH 17º dia: Koh Samui: Big Buddha + Wat Plai Laem Alugamos uma scooter num agencia em frente à recepção do hotel pra rodar a cidade e visitar os templos. Nossa primeira parada foi ao Templo do Big Buddha, o mais famoso da cidade e também um dos mais famosos da Thailandia. Pra quem vai à Koh Samui, é indispensável a visita. Aliás os templos como um todo são muito lindos e por não ser uma cidade tão turística, não ficam tão cheios. O templo do Big Buddha é realmente incrível ! Faz jus a fama! Entradinha... Olha como estava vazio!!!! Parte de trás do buda: Olha esse marzão, que lindo! Visto de cima do templo... Detalhe nas construções... Dando continuidade ao nosso passeio energético, fomos para o Wat Plai Laem, que é outro templo maravilhoso e estava ainda mais vazio que o anterior. Eu particularmente admiro MUITO a cultura budista, apesar de não ter muito conhecimento sobre. Então visitar esses templos me passou uma paz incrível. Acho que é uma experiência que todos deveriam ter ao menos uma vez na vida, ainda que sua religião seja outra. Budismo prega a paz, não tem como não se sentir bem perto dessas esculturas fantásticas. Samurais budistas na entrada de quase todos os templos da Thailandia... Que templo maravilhoso! Vale muito a pena a visita! Dali nós fomos visitar Filherman's Village, que é uma vilazinha com uns bares, restaurantes, lojinhas... Tudo bem charmoso. Porém decidimos mesmo almoçar na praia Mae Nam, que é também muito charmosa e linda! Escolhemos um barzinho pé na areia pra relaxar ainda mais! Que delícia! O prato que pedi, Massaman, foi meio aleatório, mas foi um dos melhores currys que comi na viagem. Estava delicioso. Vale a pena provar! Dali continuamos a volta à ilha, mas acabamos não tirando mais fotos. Nosso hostel era em uma área bem comercial, então tinham várias galerias com lojinhas... Eu comprei umas coisinhas e acabei jantando por lá um pad thai que vinha dentro de um ovo. Isso mesmo, o ovo envolvia o macarrão... Quando achar a foto no cel eu posto aqui, rsrsrs Estava delicioso também. Á noite fechamos o transfer pra Koh Tao e mais festeeenha! 18º dia: Koh Samui > Koh Tao Saimos de Koh Samui bem cedinho (madrugamos) pra conseguir ainda aproveitar dia em Koh Tao. Chegando em Koh Tao você tem 2 opções: andar até o centrinho , que é MUITO perto, ou pegar um taxi. Só que assim que você chega vê uma ladeira bem grande e só de pensar em subir aquela ladeira com mala E não ter certeza se é realmente perto ou não, resolvemos ir de taxi. MAS acho que super vale a pena ir andando. é bem perto mesmo, mas a ladeira assusta hahaha Fizemos check in no hostel, alugamos uma scooter (adoramos isso! hahaha) e fomos dar uma volta... Na verdade só passeamos, sem destino mesmo... Eu adorei Koh Tao, é uma cidade muito calma e tranquila! As praias não são lindas e maravilhosas igual falammm neah, mas vale a pena! A noite também tem show de fogo mas é mais calminho do que em Phi Phi e Koh Samui. Fica até mais vazio também..rs 19º dia: Koh Tao: Taatoh Beach + John Swan Viewpoint + Ao Leuk Beach + Tanote Bay Acordamos, alugamos a scooter, pegamos um mapinha e começamos a rodar pra conhecer a ilha! Começamos pela Taatoh beach, que sinceramente é bonita e tal, mas normalzinha... Lá tem um caminho de madeira que fizeram que leva até a Freedom beach. Porém, não me pergunte por que, nós fomos até um pedaço e voltamos. kkkkkkkkkkk Acho que a freedom beach é linda. Mas deu algum bug na gente e não fomos, ficamos ali pela Taatoh mesmo.. hahaha Dali eu resolvi subir até o viewpoint John Swan! O valor da entrada é 50, que é meio que um valor sugerido que o cara cobra, mas eu não tinha trocado e ele também não tinha troco pra mim, então me fez por 25 mesmo. No caminho já dá pra ver as praias lindas lá embaixo! O viewpoint mesmo é lindo! Vale a pena subir! Olha esse azul!!!! Dali nós seguimos o mapa e fomos parar na Ao Leuk beach (que parecia ser bonita pela foto da internet hahaha) Realmente é linda, além de que tem várias cadeiras de praia de madeira pra relaxar... Delicinha total! PORÉM a praia em si tem muita alga (ou foi a época, não sei), o que deixa o aspecto meio de sujo... Tem um restaurante nessa praia e resolvemos almoçar ali mesmo!! Eu vi um prato de salada no prato de uma menina e fiquei de olho grande !!! O cardápio tem várias saladas boas... Daí resolvi variar e estava ótima. Aprovada! Dali fomos pra Tanote Bay, que não é uma praiaaa maravilhosa com areia branca e água azul cristalina, mas tava muito gostosinha pra relaxar também! Ficamos um bom tempo ali... até o finalzinho da tarde, um pouco antes do sol se pôr, que foi quando fomos embora pra assistir o por do sol no deck do nosso hostel, na praia principal!!! Que por sinal valeu muito a pena! Foi um pôr do sol fantástico! AMAMOS! Até o cachorrinho curtiu! Á noite fomos num restaurante e comi um green curry, que sinceramnte foi o único que não gostei do sabor. Acho que tinha algum tempero diferente dos tradicionais ou então alguma folha com sabor forte... Mas em compensação pedi um Lassi de banana que estava delicioso!!! É como se fosse um shake, peçam! 20º dia: Koh Tao: Koh NangYuan Koh NangYuan é uma ilhazinha que fica pertinho de Koh Tao (muito perto mesmo!), onde tem bares, a praia é linda e um mirante MARA. É um dos grandes atrativos de Koh Tao e não é pra menos. Lá é lindo mesmo, vale super a pena a visita. Como não sabíamos a proximidade da ilha, nós combinamos com um barquinho pra levar e deixar a gente de volta! Tentamos covencer de diminuir o preço mas não rolou muito... Fizemos o combinado na própria praia principal de Koh Tao mesmo, que tb é linda! Depois que entramos no barquinho, chegou mais gente e encheu ! E deu tipo 10 minutos no máximo pra lá.. É SUPER perto MESMO. E é em frente!! O negócio é saber disso lá na hora rsrsrs Então nós podíamos tranquilamente ter alugado um caiaque e ido remando! Seria delicinha e bem mais barato! hahahaha Infelizmente o dia não estava ensolarado, mas ainda assim a praia estava maraaa! É esse azul/verde lindo mesmooooooo Olha essas pedrinhas Relaxar e passar o dia todo na praia foi a coisa mais deliciosa da vida! Muito bom! Como era de se esperar a comida era super cara no restaurante, então nós só ficamos beliscando mesmo. Tomei um shake de manga e uma cerveja... Deixamos pra comer melhor à noite, na volta pra Koh Tao. E como falei lá também tem um mirante MARA. É só seguir pelo deck de madeira que tem na praia: Nós esperamos todos irem embora e tiramos as últimas fotos com o lugar vazio! Que lindeza. Imagina o pôr do sol nessa praia? Quando chegamos tomamos banho, comemos e tal... E depois teve mais uma dose maravilhosa de pôr do sol !!!! Só não foi mais lindo que o do dia anterior por que estava nublado o tempo, mas ainda assim valeu a pena! A gente sempre pode acumular mais um pôr do sol néah? 21º dia: Koh Tao > Bangkok Esse dia foi uma enrolação só!!! Nós tinhamos a combinação de ferry+avião que compramos direto na NokAir que era Koh Tao até Bangkok, porém com 3 trechos: - Koh Tao > Surat Thani (ferry) - Surat Thani > Nakhon airport (onibus) - Nakhon airport > Bangkok (aviao) Se você olhar pelo mapa, vai ver que Chumphon é mais perto de Bangkok do que Surat Thani, que não faria muito sentido em descer pra Surat Thani de Koh Tao pra depois ir pra bangkok...Porém essa opção de ferry+aviao só tinha opção por surat thani e como achei mais prático pra comprar tudo de uma vez só, fechei assim. Porém, nós sairíamos as 6h de Koh Tao e chegaríamos apenas 16:55 em Bangkok, perderíamos o dia todo praticamente só pra esperar voo ... Então nós olhamos no site antes de sair do hostel pra ver se tinham voos pra bangkok mais cedo. Voos que saissem de surat thani!!! E tinham, vários!!!! Em diversos horários. Então pensamos : vamos sair do ferry... E ao invés de a gente esperar até 10:45 (que era a hora que saia esse onibus pro aeroporto), a gente tentaria rachar um taxi ou uma van, ou algum transporte que fosse pro aeroporto mais cedo, assim que chegássemos... Afinal em todos os piers que chegavamos, tinham trocentos homens perguntando pra onde a gente queria ir, oferecendo taxi, etc... Logo achamos que seria super tranquilo. Então assim que descemos do ferry, tinha um homem com uma plaquinha escrito Nakhon. Porém o nosso onibus era só 10:45, então nós ignoramos o cara e pensamos: Se tudo der errado e não conseguirmos transporte, a gente espera até 10:45 pra pegar o nosso onibus e mantém o plano original. PORÉMMMMM nós ficamos procurando taxi, van, e qualquer coisa que pudesse levar a gente pro aeroporto imediatamente e quando nos demos conta todos os onibus tinham ido embora. Até aí tudo bem por que nosso onibus era só 10:45 então estávamos achando que o onibus só iria chegar mais tarde.... Aí fomos no guiche da nokair pedir informação pra saber se tinha algum onibus ou van que fosse pro aeroporto mais cedo. E ela explicou que nós tinhamos que ter pegado o onibus assim que saissemos do ferry, que aquele onibus que saiu cedo era o onibus de 10:45. Só que como só tinha 1 ferry , ele saiu mais cedo. E não sabiamos que era o mesmo e ÚNICO onibus que levaria a gente pra lá. Tentamos achar um taxi, mas nada... tava VAZIO o lugar. Em poucos minutos depois que os onibus sairam, não sobrou ninguém, só a gente! Começamos a ficar desesperadas com medo de perder o voo.. Tentei argumentar com a mulher, falando que não tinha como a gente saber que aquele onibus era de fato o onibus de 10:45, já que nós chegamos tipo 8:30.... Era disse que não poderia fazer nada, mas qe tinha um onibus saindo as 14:30 (se não me engano era esse horario) - ou seja SUPER em cima - mas que não tinha certeza se ele realmente ia sair, teria que esperar. E ainda assim nós teríamos que pagar esse onibus a parte por que nós perdemos o onibus do nosso pacote e ela não tinha nada com isso.... Como não tinha outra opção, nós pagamos e ficamos esperando dar a hora pra irmos pro mesmo aeroporto do pacote Nakhon, sair correndo e rezar pra conseguir fazer check in a tempo e pegar o voo!!! Por sorte deu tudo certo, mas foi o maior sufoco!!!! Assim que chegamos em bangkok, resolvemos ir naquele shopping MBK, pois tinhamos lido que era muito grande e tinha bastante opção de compra! Eu queria comprar ainda várias coisas tipicas, lembrancinhas etc.. Aproveitamos que já era um dia meio perdido e fomos... Até comprei algumas coisas, mas sinceramente não achei nada demais e beem menos do que todo mundo fala. A maioria das coisas é falsificada inclusive. Mas pra quem não tem o que fazer, é uma boa hahahahah 22º dia: Bangkok: Grand Palace + Wat Pho + Baiyoke Tower + Wat Arun Tentamos acordar razoavelmente cedo pra não chegar tãaoo tarde no grand palace. Chegamos por volta das 9h e já estava LOTADO. Sério, MUITO LOTADO, fiquei assustada. Como em todos os outros templos e dicas que li na internet, não se pode andar com os ombros de fora, então eu fui com uma regata mas coloquei um echarpe por cima pra cobrir (em Koh Samui inclusive tinham vários echarpes disponíveis pra pegarmos emprestado), MAS o cara da entrada não deixou eu entrar com o echarpe. Disse que tinha que ser uma camiseta ou casaco, algo que realmente fosse uma peça de roupa. Mas como o Grand Palace é um templo bem grande e popular, eles tem uma lojinha só com camiseta pra vc comprar roupa específica pra entrar no templo ou então um lugar que eles emprestam roupa. vc paga um valor e eles te devolvem o dinheiro ao final, quando vc entregar a roupa de volta. Aí tive que colocar uma blusinha horrorosa por cima, que estragou as fotos hahahaha Enfim, só de entrar lá já dá um desânimo ao ver tudo lotado, de verdade.... Não tem energia que salve! hahahaha Mas ainda assim o templo é maravilhoso! Tudo MUITO lindo!!!!! E é óbvio, tá em bangkok tem que ir né... por mais que seja cheio. Além de que é gigantesco! Incrível mesmo. Dizem que se vc chegar as 6:30/7h, muitoo cedo mesmo, quando tá abrindo, vc consegue pegar vazio... Mas nós bebemos no dia anterior então não conseguimos acordar cedo! Mas a idéia era fazer isso hahahaha Esses guerreiros maras! Olha esses detalhes... Olha essa blusinha horrível hahahaha Cheiooooooooo e muito quente!!!!!!!!!!!! Ouroooo! (nem sei se é ! hahaha) Não sei se amo ou odeio esse efeito da gopro! hahaha Aliás é impossível pegar as construções sem uma gopro ! HAHAHAHHA To brincando, um bom fotógrafo saberia, mas é tudo muito gigante, meu deus! Dali fomos pro Wat Pho que é o templo do buda reclinado!!!! UAU, que estátua maravilhosa! Lindíssima! Esse é um pouco mais vazio e lá deixaram eu usar meu echarpe normalmente, ufa. E do lado de fora tem maisss coisa bonita: http://cleopelomundo.com.br/Fotos/Filipinas_Tailandia/tailandia22_29.jpg[/img] Que lindo! Valeu muito a pena!!! Dali nós falamos pro taxista que queríamos ficar proximo da baiyoke tower por que queriamos almoçar (não lembro agora exatamente o lugar que mencionei p ele), e ele resolveu falar sobre um restaurante de frutos do mar que era ótimo e era pertinho de onde iríamos... Aceitamos. Mas quando chegamos era super caro... E ele não queria nos levar no lugar que a gente pediu por que nós haviamos concordado em ficar no restaurante. PQP que ódio! Por sorte não andamos muito até chegar num centrinho com várias lojinhas, tipo um saara... Aí entramos num shopping qualquer e almoçamos! Dali Jarque voltou pro hostel e eu fui pra Baiyoke Tower ...E na realidade acabei indo só pra comer por que quado cheguei lá era tipo 50 reais pra subir até o último andar no deck! Aproveitei que eu tava naquele hotel lindo maravilhoso pra comer um doce e me fingir de rica! HAHAHAHAH Esse restaurante do hotel é, na verdade no 26º se não me engano (que é o máxim que pode subir sem pagar)... E já tem uma vista legalzinha, mas nem deve se comparar com assistir lá de cima.. Revoltadíssima resolvi esquecer disso e ir direto pro Wat Arun aproveitar!!!! A travessia é super baratinha e super recomendo a visita ao templo. Não é tão bonito quanto os outros, mas tem seu charme. Eu já tinha lido que era lindo assistir o pôr do sol do outro lado do rio e ver o templo de longe... Então peguei o barco antes que o sol se pusesse e tentei achar um barzinho pra assistir, porém tudo caro a beça... Daí larguei de mão, entrei em um buraco lá que saiu num barzinho no 2o andar lindo demais, mas a cerveja era tipo 150 baht hahahaha E eu fiquei com mão de vaca e pedi só uma água, que era o mais barato do cardápio, só mesmo pra assistir o por do sol. MAS para a minha sorte (sqn) o templo estava super nublado então não ficou tão bonito quando poderia. Mas valeu mesmo assim! Eu já estava incomodada de estar naquele lugar só com gente aparentemente rica (e eu só com uma aguinha em cima da mesa), então esperei o sol se por e fui embora. Depois olhei na internet que o wat arun fica todo iluminado de noite, mas como ele estava em obra, não acendeu! Que pena! Seria lindo! Na volta pro hostel a paisagem do lado de fora do Grand Palace junto com o sol baixando ficou linda!!!!!! Nós fomos pra Khaosan (de praxe), mas eu tava com mta dor de cabeça, então nem prolongamos.. 23º dia: Bangkok: Chatuchak Market No dia anterior a Jarque se separou de mim cedo e ela voltou no MBK e também foi no chatuchack market. Ela contou que adorouu lá, que tem muuita coisa legal.. Eu já iria lá hoje, como programado, mas ela resolveu voltar!!!!! E NÓS FICAMOS O DIA INTEIRO FAZENDO COMPRAS no mercado local de bangkok! Isso mesmo Braseel! HAHAHAHAH O mercado é simplesmente gigantesco! Muito grande mesmo e dá pra se perder facilmente pq são muitas ruazinhas... Decidimos que iríamos gastar todo o dinheiro que sobrou lá (Muito dinheiro #sqn)... E nós estávamos loucas pra comprar a coisinhas que até esquecemos de tirar alguma fotinha hahahaha Mas valeu o dia. Chegamos na khaosan... Jarque foi pro hotel tomar banho e eu sai correndo procurando um studio de tatuagem pq jurei que faria a Yak Sant de bamboo!!!! Eu já estava pesquisando preços desde phi phi e incrivelmente o lugar mais barato foi em koh tao, num studio EM FRENTE AO NOSSO HOSTEL, que me cobrou 2000!! Porém eu achei que por ser uma ilhazinha não tão turística e também por que bangkok além de ser mais turística tinha muito mais opções, lá seria mais barato!!!! Ledo engano! Todos os studios que fui em bangkok (mais na khaosan mesmo) me cobraram 3000!!!!!!!!! Fiquei arrasada... E eu prometi que ia fazer a tatoo, mas sabe-se lá por que eu deixei pra fazer NO ÚLTIMO DIA, horas antes de pegar o vôo!!!!!!!!!!!!!!!! E apesar de querer a yak sant com as 5 listras, eu não queria a tradicional, queria uma diferente, que fosse só minha. Então expliquei a minha idéia e fundi as listras em 2 no meu braço, como um bracelete. MAS eu escolhi aleatoriamente o studio, até pq não tinha indicação nem nada néah... Fui em um que achei mais bonitinho na khaosan, mas o cara levou milhoes de anos pra conseguir colocar no estencil o dps no meu braço (pq era personalizada)...Já estava irritada achando que ia ficar horrível, mas o outro me garantiu que ele tatuava bem (bom, queria ganhar dinheiro tb neah)... No final deu tudo certo e eu amei a tattoo!!!!! Aqui tem um video que postei no insta dele furando no bamboo: Me perguntaram se dói mais ou menos que a tradicional. Na real achei a dor bem parecida... Cheguei no hotel e sai correndo pra tomar banho na piscina (pq já tinhamos feito check out) e fomos literalmente pegar um taxi pra conseguir chegar a tempo de pegar o voo. Mas não teve transito, então deu tudo certo e chegamos num horário razoavel! Ainda deu pra dar uma olhadinha no freeshop! AMAMOS A VIAGEM!!!!!!!!! DEMAIS DA CONTA! Só lugares maravilhosos e Filipinas nos surpreendeu muito positivamente! E se forem fazer um roteiro parecido, por favor, deixem filipinas por úlimo, por que sinceramente a Thailandia não conseguiu superar as paisagens belíssimas que as filipinas nos deu! Mas, claro, ainda assim é um país maravilhoso, com uma cultura linda e todos muito simpáticos!!! Amamos tudo! O que não conseguimos fazer, vamos voltaaar algum dia!!!!!!!!!
  14. Boa noite. Estou com uma certa dificuldade em achar hostels nas filipinas. Gostaria de indicação para : - Cebu (cebu city ou oslob - o que é melhor?) e - El Nido Aproveito para quem quiser, deixar sua indicação nos locais da tailandia que também vou visitar: - Koh Samui - Koh Tao - Railay Beach - Koh Phi Phi Obrigada!
  15. Camila, que máximo saber disso!!!! Qual carro você foi?? Deixaram entrar nas Dunas ou vcs não foram? Muito bom saber que deu tudo certo!!!
  16. Rodrigo, aluguei na Localiza!!! Só entrar no site!! boa sorte
  17. Hahaha obrigada Tiago!!! Juntas somos mais fortes [FLEXED BICEPS]
  18. Guilherme, posta na sessão de "companhia pra viajar". Cria um post, fala as datas que vc consegue rápido! Boa sorte
  19. Lariiiiii!!!!! Adorei que viu o relato! eu sempre faço! As vzs demoro um pouco kkkk Mas costumo fazer Tb amei conhecer vocês!!! E nossa travessia foi top demais! Rumo às próximas!!!
  20. CleoPeixoto

    Namíbia

    Hahahaha pois é, vim procurar aqui coisas relacionadas aos gastos por causa da promoçao ! Mas não achei ! Queria saber se é caro pois já vou viajar em fevereiro, mas essa promoção tá muito tentadora!!!
  21. Tudo bem??? Queria ir para Chapada no natal, como vc fez para encontrar pessoas que tbm iam pro mesmo local? Olá, tudo bem? Então, tem uma sessão aqui no site que se chama "Companhia para viajar". Eu entrei nessa sessão e já tinha um grupo marcando viagem pra lá. Eu só entrei no grupo. Mas se o lugar que vc quiser ir não estiver na lista, você pode criar um tópico na sessão chamando as pessoas pra irem com voce. Quanto mais detalhado for (se vc já tiver um intervalo de datas, se já tiver roteiro pronto, orçamento etc) mais fácil será de conseguir gente! [GRINNING FACE WITH SMILING EYES] Boa sorte!!!
  22. Essa viagem foi a mais requisitada de todos pra ter o relato, então vergonhosamente depois de 2 meses vou começar ! kkkkkkkk Fizemos essa viagem com 5 pessoas: Eu, minha mãe, uma amiga minha (Mariana) que tinha conhecido em Itacaré em outra viagem e mais 2 meninas (Bruna e Lais) que, por intermédio do mochileiros, resolveram ir com a gente !! E que grupo delícia ! Funcionou tudo perfeitamente! No link AQUI a planilha com o roteiro que definimos, as hospedagens que ficamos (tem também contato e preço de outras hospedagens que procuramos), uma lista de lugares pra ir, e algumas informações que fui caçando nos relatos..kkk Tudo isso entre abas !!! Roteiro: Fervedouros: Fervedouro Alecrim Fervedouro Bela Vista Fervedouro Buritizinho Fervedouro Encontro das Águas Fervedouro Buritis Fervedouro Rio do Sono Cachoeiras: Cachoeira das Araras Cachoeira do Prata Cachoeira da Formiga Cachoeira da Velha Cachoeira da Fumaça Outros: Serra da Catedral Encontro das Águas (rio) Dunas do Jalapão Serra do Espírito Santo Praia do Rio Novo Pedra Furada Extra: Ilha da Canela (Em Palmas) Hospedagem: São Félix: Pousada Capim Dourado [mostrar-esconder]A pousada não tinha quarto para 5 então fechou um quarto para 2 e um para 3 e fez R$56 a diária por pessoa em ambos os quartos. Eu achei muito bom o quarto, bem grande, limpo e tinha até ar condicionado (que achei até estranho pq a cidade era bem simplesinha..kkk Mas fazia um calor insuportável! kkkkk Tinha frigobar com opções de algumas bebidas para pagar a parte (cerveja tb ) com banheiro privativo. Limpeza: Muito bom Café da Manhã: Bom. Não achei incrível, mas foi bom! O engraçado é que no primeiro dia o café foi servido na área externa, numa mesa grande que ficava embaixo de um tipo de cabana, como se fosse uma casa de sapê mas aberta. Então quando chegamos pra tomar café tinham umas galinhas em cima da mesa ciscando a comida kkkkkkkkkk Algumas meninas acharam meio nojento..Eu só achei engraçado ! Mas acho que por conta desse episódio, no 3o dia o café foi servido na casa da dona, uma casinha em frente ! Wifi: Só pegava na área da recepção. No quarto era muito ruim. Eu recomendo a pousada ! Achei ótima!!! Contato: 63 99934-4339 (Maria)[/mostrar-esconder] Mateiros: Pousada Domiciliar [mostrar-esconder]Foi a MELHOR que ficamos !!!! Muito boa ! Essa foi uma indicação que vi num relato aqui no mochileiros se não me engano e quando vi "pousada domiciliar" já me interessei, por que tudo que é feito na nossa casa é feito com mais carinho! kkk E não deu outra. MAS quando chegamos demoramos pra achar o lugar por que eu fiz uma confusão. O nome da moça da pousada de São Félix era Maria, mas eu anotei Vaneça ! E então qunado chegou em Mateiros, eu perguntava "Vocês conhecem a pousada da Maria?"... E ninguém sabia qual era ! hahahahahah Que confusão !!! Até que um grupo, solidário, pediu o telefone. Demos o telefone e ele viu no celular dele que aquele telefone era da Vaneça, não da Maria ! hahahahah Aí foi que conclui que troquei os nomes! Enfim, quando chegamos na casa dela, MUITO BEM CUIDADA e reformada, o filho nos atendeu (não lembro o nome dele, sorry). E foi super solícito, deu várias dicas pra gente ! Adoramos ! Tinha um quarto de casal e um com 3 camas!!! Ele disse que poderíamos ficar a vontade pra escolher os quartos! O banheiro era entre um quarto e outro, de frente pra sala. A Vaneça chegou depois e conversou muito com a gente. Super simpática e ótima pessoa !!! Adoramos! Como era uma casa, tinha a cozinha toda a vontade pra cozinharmos ou colocar coisas na geladeira. Fizemos até brigadeiro de panela pra comer com cerveja Limpeza: Perfeito! Café da Manhã: MARAVILHOSO !!! Gente, que bolo delicioso !!! E apesar de ter sido apenas 3 dias em São Felix, parecia que estávamos há 1 semana comendo Pf no almoço e churrasquinho na janta, além de um café da manhã mais ou menos ! Então quando chegou aquele café maravilhoso nem acreditamos !!! Estava uma delícia! Tudo bem caprichado e delicioso! Wifi: Não tinha! Recomendo Com toda certeza!!!! Contato: 63 99956-4948 (Vaneça Ribeiro)[/mostrar-esconder] Ponte Alta: Pousada Planalto [mostrar-esconder]Essa pousada só ficamos 1 noite pois resolvemos ficar 1 dia a menos em Mateiros por conta da disposição dos lugares e das atrações. Conto isso no relato!! A cidade estava lotada pois estava tendo um festival de música eletronica se não me engano e quase não conseguimos achar vaga pra ficar. Nessa pousada a mulher nos ofereceu a diária por R$70 por pessoa com um quarto pra 5 pessoas. Achamos caro, porém todos os outros lugares que passamos estavam esgotados e a pousada que iríamos ficar no dia seguinte não tinha mais vaga. Aceitamos! O quarto era ok. Não muito grande, mas tinha uma geladeira e banheiro privativo. O estacionamento principal estava lotado, então ficamos num estacionamento atrás da casa, mas que pertencia à mesma. Café da Manhã: Muito bom!!! Tinham muitas frutas, algumas opções de pão, bolo... A qualidade do bolo nem se comparava com a da pousada anterior, mas mesmo assim só pela variedade de opções gostamos também! Limpeza: Ok Wifi: Bom Contato: 63 3378-1170 | 63 3378-1141[/mostrar-esconder] Ponte Alta: Pousada Águas do Jalapão [mostrar-esconder]A pousada é um pouquiiinho afastada do centrinho mas nada demais, ainda mais pra quem está de carro. Chegamos e tinha uma piscina maraa que infelizmente não iriamos poder usufruir pois só ficariamos 1 dia e iriamos embora no dia segunte pela manhã Ficamos em 2 quartos. um de 2 e um de 3 novamente. O quarto era bom, grande, mas não tinha frigobar. Porém tinha banheiro privativo. Limpeza: Ok Wifi: Ok Contato: 63 99996-4550[/mostrar-esconder] Gastos: Passagens aéreas = R$558,34 (Rio - Palmas) =>Como estávamos em um grupo de 5 pessoas, misturados entre BH, RJ e SP, precisaríamos conciliar as datas e horários dos voos de todos. Portanto acabei ficando com o vôo mais caro. Como eu tinha uma disponibilidade de datas maior, acabei cedendo as datas e pagando mais caro. Mas o pessoal de sp pagou uns 200 e pouco na passagem.. Acho que eu pagaria uns 300 se não tivesse que ter encaixado as datas com todos. Hospedagem = R$480 Alimentação = R$368 Transporte = R$872 Aluguel do carro (R$786) - para 7 dias (tarifa semanal com desconto!), incluindo seguro (39/dia), condutor adicional(7/dia) e lavagem (20) + Combustível Diesel S10 (R$86) Passeios = R$90 Outros = R$68 Gasto total (por pessoa) = R$1878 + R$558,34 (passagem aérea) = R$2436,34 Dicas úteis: Com ou sem agência/guia? Olha, antes de começar a pesquisar sobre Jalapão eu já não queria fazer a viagem com agência ou guia, porém após ler vários relatos aqui no mochileiro e em outros lugares comecei a ficar sem opção, pois 90% dos relatos são por agência e com guia! Consegui o contato de um cara que morava lá (postei no facebook e me deram o contato dele) e ele me encorajou dizendo que era super fácil andar por lá, contanto que tivesse um aparelho de gps ! E era a frase que eu precisava ouvir pra decidir que não iria por agência. Vamos arriscar tudo! Qual o problema? E não poderia ter sido a melhor decisão!!! Realmente é BEM fácil andar por lá! Eu recomendo MUITO o aparelho de gps (se vc baixar os mapas no celular, o gps também funcionará sem internet!, mas o aparelho é mais prático). Um mapa do lugar acho que é essencial, leve no celular mesmo! E se mesmo assim você não conseguir achar determinado lugar (pedra furada e cachoeira da fumaça tivemos bastante dificuldade), pergunte às pessoas pois todas são super solícitas e sabem onde ficam os lugares!!!! Nós usamos muito esses dois mapas (o primeiro está mais completo, mas o segundo tem a parte mais ao sul e as escalas estão melhores): 4x4 é necessário? Essa é uma opinião exclusivamente minha; eu acho que pelas estradas não é imprescindível a tração. Acredito que as outras meninas que foram comigo não concordem. Pra quem nunca viajou em estradas irregulares, com buracos, costela de vaca (aqueles tracinhos que faz com que o carro fique trepidando - lá tem MUITO) ou coisas do tipo, acho que pode preferir e achar necessária a tração (pois balança MUITO - muito mesmo). MAS pra quem já está um pouco acostumado (eu já tinha feito outras viagens com estradas bem ruins com carros 1.0) eu não alugaria uma 4x4 pois é a categoria mais cara !!! Como vcs viram nos gastos, dos 1800 que gastamos lá, 800 reais foi aluguel do carro ! rsrssrs Acho que uma duster já seria suficiente e economizaria uma boa grana! PORÉM dizem que não pode entrar carros sem tração no parque (onde vemos as dunas) e isso seria um problema. Levando isso em consideração, pode-se fazer a trilha a pé (acho que são 3km, nem é tanto assim. porém num sol infernal na sua cabeça hahahaha) ou então contratar um passeio exclusivamete pra lá. Bom, pela mão de obra acho que compensa a tração, mas só por isso memso. Se você não tiver planos de visitar as dunas ou achar que essa não é essencial na viagem (pra quem está cansado de ver dunas - é só isso), eu consideraria alugar uma duster ! NÃO USE PROTETOR OU QUALQUER TIPO DE CREME (CABELO/CORPO) ANTES DE ENTRAR NOS FERVEDOUROS Essa observação é MUITO importante!!! Quando estávamos trocando de roupa para entrar em um fervedouro, dois caras, que provavelmente eram biólogos ou cuidavam da preservação dos fervedouros, estavam conversando exatamente sobre isso. Eles falaram que a contaminação das águas estava cada vez maior e a morte dos peixes era cada vez maior atualmente. Por sorte resolvemos perguntar o motivo e ele nos explicou que muita gente passa protetor solar ou cremes de corpo/cabelo antes de entrar nos fervedouros (daí o motivo de alguns terem uma ducha na entrada) e a química presente nesses produtos afeta os peixes. Ele disse que os olhos dos peixes começam a ficar esbugalhados (e de fato vimos isso !!!!) até que explodem e os peixes morrem!!! E demora um bom tempo até que se tenha uma nova fase reprodutiva. Além de que limpar esses resíduos não é tão simples assim e não é uma prática que se faça com frequência lá. Por isso a consciência das pessoas era imprescindível. Comentamos que alguns fervedouros nem tinham esse aviso e outros tinham o aviso mas não explicavam o motivo, o que provavelmente fazia com que as pessoas não se importassem. Talvez colocando uma foto de como os peixes ficam, isso mexesse psicologicamente com as pessoas. Distâncias Anotei algumas distâncias que achei que poderiam gostar de saber. Pois as vezes ficávamos com essas dúvidas e não li muitos relatos falando sobre distâncias!! - São Felix > Cachoeira do Prata = 20km até a placa de Mateiros + 1km até a placa da cachoeira + 10km até a cachoeira = 31km - São Felix > Cachoeira das Araras = 15km - São Felix > Fervedouro Buritizinho = 50km - Fervedouro Buritizinho > Cachoeira da Formiga = 8km - Fervedouro Encontro das Águas = entrada ao lado da Cachoeira Da Formiga, é um do lado do outro (pra lados opostos) 4km pra dentro - Fervedouro Encontro das águas (placa) > Fervedouro Ceiça = 3km - Fervedouro Ceiça (placa) > Mateiros = 30km - Mateiros > Fervedouro Buritis = 10km - Mateiros > Serra Do Espírito Santo = 26km - Mateiros > Dunas = 37km+5km desde a placa = 42km - Mateiros > Cachoeira da Velha = 120km 1º dia (25/07/2016): Palmas > São Félix Depois de passar a madrugada toda dormindo no chão do aeroporto, quando deu umas 9h/10h (esperamos por que se pegássemos muito cedo teríamos que devolver muito cedo também) fomos retirar o carro na Localiza. Os problemas já começaram daí por que eu marquei a retirada do carro para 12h, porém ainda no Rio liguei para a Localiza falando que gostaria de retirar o carro mais cedo e se precisaria alterar a reserva; Eles me responderam que era só chegar no balcão mais cedo que teria carro para nós. Pois foi o que fizemos, mas tivemos que esperar 2h o carro chegar. Nós estávamos prevendo utilizar o seguro do cartão de crédito como já fiz diversas vezes em outras viagens, porém a moça da Localiza informou que caso desse algum problema com o carro (e problemas na região do jalapão era frequentes) e o carro tivesse por algum motivo que ficar retido, com o seguro do cartão nós teríamos que pagar as diarias. Eu liguei para o cartão pra confirmar essa informação e eles confirmaram. Pois então alugamos com o seguro da localiza mesmo !!! Por mais que no fundo eu soubesse que qualquer problema nem teríamos como ligar pra agência pq o celular não pega lá e também nós é que acabaríamos tendo que resolver o problema se não ficaríamos sem viagem (indo a um mecanico na hora, etc). Mas ignorei isso e alugamos com seguro ! E acho que foi mais prudente mesmo! Partimos para São Félix com parada em Novo Acordo para almoçar , onde achamos um PF barato. Lá não tem muita coisa e parecia feriado kkkk Seguimos viagem.. a paisagem é bem bonita!!! Pra quem curte serrado, é perfeita. Entrando na estrada de terra: Tava tudo muito bonito.. Iríamos chegar em São Félix ainda com o tempo bom, até que a Lais (que estava dirigindo) começa a sentir o volante puxando para o lado esquerdo. Resolvemos parar e tcharaaaan: pneu furado !!!!!!!!!!!!!! Sério isso??? Bem no início da viagem !!? E agora? O que fazer? Saimos do carro.. Um calor de 50º na cabeça.... Bom, vamos trocar o pneu então né! Primeiro: Cadê o step? Tecnicamente era pra estar na parte traseira.. Mas não tinha nada. Achamos o step, embaixo do carro ! Segundo: Agora é só pegar o macaco, tirar o step e trocar o pneu ! Muito simples! Achamos o macaco que estava dentro do carro num kit. Abrimos e tinham vários pedaços de ferro pra encaixar... E nós super inteligentes ficamos um tempinho tentando encaixar os pedaços mas não dava em nada ! kkkkkkk Não fazíamos idéia de como usar aquele macaco!!!!! Terceiro: Bom, vamos então tirar o step de baixo do carro. O que fazer? Nos enfiar embaixo do carro pra tentar tirar o step com a força ou alguma alavanca qua aparecerá na frente kkkkkkkkkkkk E rezar pra ele não cair na nossa cabeça !! pqp Perdemos uns 30min aí tentando resolver o problema hahahaha Eis que o nosso salvador chega de 4x4 ... Passa um homem e a gente quase se joga na frente do carro O moço trocou o pneu em 20 minutos gente!!!!!!!!!! Nem consigo acreditar ! hahahahah Ele pegou as varetas de ferro e juntou umas nas outras e então enfiou num buraquinho mínimo atrás do carro (isso soou esquisito ! ) e do nada o pneu caiu no chão ! kkkkkkkk Depois fez manualmente aquele carro de 500 toneladas (não sei, to chutando kkk) levantar pra tirar o pneu !! Enfim, ele fez tudo manual e rapido e eficaz ! aaté agora não consigo acreditar ! Bom, ele nos explicou que lá quase todo mundo tem 4x4 então eles estão acostumados ! E rolou a piadinha infame "mas 4 mulheres viajando sozinhas e querendo trocar o pneu?" - "ué amigo, só por que não sabemos absolutamente nada sobre como trocar o pneu de uma 4x4, nao quer dizer que sejamos incapazes! kkkk " Enfim, nós ficamos super preocupadas sobre o motivo do pneu ter furado. Ele falou que aquelas pedrinhas e aquele chão (ainda nem tinhamos chegado nas estradas esburacadas) não furam pneu e que provavelmente aquele pneu já estava ruim. Era bom anotar isso e falar na operadora quando fosse devolver o carro. Ele então sugeriu que voltássemos pra novo acordo pra consertar o pneu furado, até por que seria perigoso andar por aí sem step algum. Caso acontecesse novamente, o que faríamos?? Demos cada uma 20 reais pra ele e ele nos levou até um mecânico (ele já estava indo na mesma direção) em novo acordo. Lá eu aprendi a palavra "vulcanização" e demoramos umas 2h até o pneu ficar ok e podermos voltar a viagem ! Compramos uns biscoitos e sacos de lixo pra colocar nossas mochilas (disseram que mesmo com tudo fechado, ficaria imundas pela areia - e os sacos de fato ficaram imundos, pelo menos as mochilas ficaram intactas ! Conclusão: Chegamos em São Félix a noite e não conseguimos ver o Morro Vermelho que estava previsto no roteiro da travessia de Novo Acordo pra são Félix. E como era muito chão entre uma cidade e outra, nem compensava voltar no dia anterior pra isso ! Perdemos Na verdade tinham tantos morros parecidos que sempre achávamos que algum deles era o morro vermelho hahahahaha Chegamos exaustas em São Félix... A mulher da pousada estava dormindo. Graças à Vivo conseguimos sinal pra ligar pra ela, se não ficaríamos do lado de fora ! kkk Gastos do dia: 2º dia (26/07/2016): São Félix (Fervedouro Alecrim + Fervedouro Bela Vista) Ali no entorno de São Félix todas as cachoeiras são relativamente perto. Se o seu gps não achar por algum motivo é só perguntar pra alguém lá que eles te falam ! É bem simples. Fomos primeiro no fervedouro alecrim. E como foi o primeiro tivemos aquele extase do tipo "UAUUUUU" É realmente bem bonito e o melhor de tudo: só tinhamos nós !!!!!! :'> Essa questão de não afundar depende muito do fervedouro. Como é uma nascente, realmente vc não vai afundar de fato, mas não são todos que temos a sensação de ficar boiando não!!! Esse por exemplo não senti nada. Na verdade nós ficamos com um pouco de medo/receio de ficar ali no meio daquele circulo !!! HAHAHAHA Vai que algum bicho sai dali, sei lá né...Dá um medinho !!! É uma experiência engraçada !!! Dali seguimos para nosso segundo fervedouro do dia: Bela Vista, que é o maior (e mais bonito, dizem) da região. E ele faz juz à fama, pois é maravilho mesmo!!!!! De fato um dos mais bonitos! Aqui tenho que deixar um obs MUITO IMPORTANTE: Comentei isso no início do relato. Foi nesse fervedouro que os caras estavam falando sobre a contaminação da água por causa do protetor solar etc. Eu só passo protetor na hora que sinto que estou queimando do sol (fail !! kkk) então acabo não tendo costume de passar antes de sair, por isso eu fui a única a entrar na água. Após o banho delicioso nesse fervedouro maraaavilhoso, fomos almoçar lá na entradinha mesmo !!!! A comida foi um pouco cara (e só perguntamos o preço depois de comer..kkk) mas estava muito gostosa e bem servida, já que também foi feita só para o nosso grupo. Era um preço fixo e a gente que se servia, então todas nós repetimos. Apesar do preço valeu a pena! E uma cerveja pra refrescar não poderia deixar de rolar também: Quando estávamos almoçando um cara chegou e falou que viu o pedaço do paralama do nosso carro láaa atrás, no rio !!!! Não entendemos nada inicialmente. Foi aí que ele falou "vocês não viram? O carro de vocês está sem paralama".... Levantamos todas pra checar e meu deusssssssssss Nosso carro estava sem paralama!!!!!!! HAHAHAHAHAH MY GOD Já não bastava o pneu furado? kkkkkkkkkk Acontece que no dia anterior , quando estávamos na sabatina de chegar a São Félix passamos por uma poça de água beeem grande. Estava tudo escuro e antes de passar com o carro na poça paramos pra analisar se a mesma era muito funda. Acontece que mesmo com o farol, acabamos não tendo dimensão da extensão da poça e da sua profundidade e ficamos naquela duvida se passavamos rápido, devagar, se iamos pelos cantos...kkkk Um medo danado de atolar! E aí eis que surge um carro atrás da gente e passa voado pela poça. Pensamos "vamos fazer igual a ele !!". Aceleramos e passamos com tudo !!!! Porém um pedaço do carro ficou pra trás !! HAHAHHAHAHA Ou seja, se passarem por essa poça (o cara falou que ela nao seca nunca), passem devagar! Felizmente o local da poça não era muito longe da São Félix, então voltamos lá pra buscar o paralama !!!! E que bom que ele estava lá mesmo !!!!! O mesmo homem que falou do paralama sugeriu que visitássemos a Cachoeira das Araras, pela proximidade do local, já que estaríamos no mesmo caminho ! Aceitamos a sugestão! Trilha para cachoeira das araras: Ela não é tão atrativa, mas valeu pelo banho!!!!! Estava ótima a água! Na volta tivemos essa boa surpresa do comeciiinho do por do sol na estrada. Que lindo! A noite resolvemos ir até a praia de rio que tem por lá. É onde rolam alguns shows. Tinha até palco montado mas acho que o possível festival que estava tendo já tinha acabado. Ficamos por ali, bebendo umas, relaxando..kkk Soubemos de uma pizzaria que tinha no centrinho, porém a cidade estava sem luz (parece que o governo não estava com as contas em dia..) então não estava aberta. Contudo a moça da pousada falou que, mesmo sem luz, eles faziam entregas. Pedimos uma pizza e dividimos. Estava uma delícia!!!!!!!!! Pedimos uma metade com pimenta calabresa, mas na verdade não era pizza com pimenta e sim pimenta com pizza. Estava MUITO apimentada!!! Muito mesmo! kkkkkkkk Mas a outra metade estava mt boa! hahahah Como não foram todas a comer a pizza, decidimos ir à um churrasquinho da praça mais à noite e eu com minha solitária na barriga resolvi comer também E demos azar pois estava horrível: duro e insoço, sei lá Difícil arrumar uma comida boa nesse lugar ! Gastos do dia: 3º dia (27/07/2016): São Félix (Cachoeira do Prata + Serra da Catedral) Amanhecemos com essa cena linda: A galinha e seus pintinhos Nosso dia começa com destino à Cachoeira do Prata. É bem chatinho de chegar e por isso é interessante ter uma noção da quilometragem percorrida (não se desespere, você pegará essa prática durante a viagem!). Muitas vezes quando pedimos informação recebemos de volta "fica há 3km daqui"... E são 3km MESMO! De São Félix até a Cachoeira do Prata são 20km até a placa indicando o caminho para Mateiros e mais 1km até a placa da Cachoeira. Se bem me lembro a placa estava virada no sentido de quem vem de Mateiros para São Félix, então acho que chegamos a passar do ponto da primeira vez. Da placa até a cachoeira mesmo tem mais 10km (indicando inclusive na própria placa). E você roda, roda roda e parece que não vai chegar à lugar algum... Várias vezes pensamos "Tá errado gente, vamos voltar! Não chega nunca!!!", mas no final deu tudo certo e chegamos. Durante o percurso você se depara com várias bifurcações no meio da estradinha, mas não se preocupe pois todas levam ao mesmo lugar. Apesar dos pesares o caminho compensa pois é lindo demais ! Nos sentimos num safari na África do Sul, hahaha Quando a gente finalmente chegou ... UAU ! A cachu é lindissima! Super vale o deslocamento !! Mas pra quem tá com um tempinho a mais também! Você tem a opção de fazer uma trilha super leve até a parte de cima da Cachu, que é onde corre o Rio! Pela tranquilidade do local decidimos ficar por ali pra tomar banho e aproveitar ! Adorei o passeio! Super vale a pena pra relaxar e sair do stresse da viagem, muitas vezes corrida! Até meu trio de forró tirou fotinha Eu e mãe relaxando no rio!!! - Para chegar nessa parte do Rio é só seguir mais um pouco a trilha. Depois de 45343 tentativas... até que saiu uma decente! É chegada a hora do Almoço. Voltamos para São Félix e resolvemos também procurar algum lugar para assistir o pôr do sol! Eu vi umas fotos na internet de algumas pessoas que pareciam ter parado no meio da estrada e tirado fotos....Resolvemos retornar um pedacinho do caminho São Félix > Novo acordo para achar um viewpoint legal, até que achamos a Serra da Catedral (como a pedra tem um formato de uma igreja, algo assim, é fácil reconhecê-la). Literalmente no meio da estrada, de frente à pedra, tem um caminho de rato...Não tem sinalização alguma, foi na sorte mesmo, mas por que daria errado? rs Até que chegamos num local mais aberto, que dava pra tirar umas fotos legais.. Depois de percorrer esse caminho eu sismei que teria alguma trilha que nos levasse até o topo da serra. Não era possível que não tivesse! kkkkk Seguimos com o carro mais adentro. Acabamos passando por uns trechos que nos fizeram duvidar se aquele caminho realmente dava em algum lugar e se nosso carro poderia atolar, mas por sorte continuamos e achamos o "final" do caminho que sinalizava uma trilha de degraus de pneu. Aleluia! A escada acabou e não chegamos no topo, mas mesmo assim compensou pois a vista lá em cima é incrível !!!!! Eu sou meio sismada com as coisas. Quando coloco na cabeça que existe uma trilha, então existe uma trilha! hahaha Ainda tinha demarcação mais adianta então eu, de teimosa, resolvi continuar subindo na expectativa de chegar ao topo. Lais me acompanhou, mas infelizmente chegou uma hora em que a demarcação acabou e começamos a ter que subir nas pedras, então achamos mais prudente voltar! Infelizmente o sol estava se pondo para o lado oposto em que estávamos. Na hora em que tiramos a foto com o carro, lá embaixo, tinha uma bifurcação. Optamos por pegar o caminho da direita (no chute) e na hora nem paramos pra analisar a posição do sol, que estava à esquerda. Possivelmente se tivéssemos pegado o outro caminho, teríamos chegado em um mirante de frente para o sol. Enfim, atentem à isso na hora de escolher os caminhos ! Assim valeu o visual: Gastos do dia: 4º dia (28/07/2016): São Félix > Mateiros (Fervedouro Buritizinho + Cachoeira da Formiga + Fervedouro Ceiça + Fervedouro e Rio Encontro das Águas + Comunidade Mumbuca) Acordamos cedo e nosso destino hoje era a cidade de Matiros. De acordo com o mapa nossa primeira parada era o Fervedouro Buritizinho!!! E rodamos 50km pra chegar !!! É chão hein..kkkk Assim que a gente chega avista uma piscina de rio muito bonita também..Tem umas câmaras de ar de pneu pra servir de bóia! Óbvio que não pude perder a oportunidade ! hahaha Andando mais um pouco chega-se ao fervedouro de fato. Na minha opinião o mais bonito, parece uma hidromassagem: pequenininho e encantador ! Não deixem de entrar, a água é absurdamente transparente (como em quase todos os lugares do jalapao ! hahaha As fotos embaixo d'água aqui ficam maravilhosas!!!! Seguimos então mais 8km para a incrível Cachoeira da Formiga. Dizem que é a mais bonita do jalapão e eu tenho que concordar !!! Esse dia foi espetácular! Tenho trocentas fotos e foi difícil selecionar as melhores kkkkkkkk Ahh, e aqui vale uma observação: Essa foi a ÚNICA atração em que encontramos seres humanos em maior número! hahahaha Acho que essa cachu é o point de fds deles! Depois de um tempinho o pessoal foi embora !!! Uhuuul Fomos até a queda absorver essa energia gostosa !!!!!! Que delícia!!!!! Nadando mais pra esquerda tem uma área com uns troncos embaixo dágua.. dá pra ficar de bobeira ali também !!! E se atravessarmos esses troncos, temos uma área pequenininha, parecida até um pouco com o buritizinho !!!! A transparência da água ainda é maior. Tiramos várias fotos embaixo dágua, mas nenhuma foi digna de postar no relato ! HAHAHAHA Já era hora do almoço e como estávamos entre uma atração e outra, mas sem cidade próxima, resolvemos comprar uns belisquetes pra conseguir matar a fome. Lá tem um restaurante que oferece o almoço, porém achamos caro (se não me engano 35 reais por pessoa) e optamos por segurar a fome. Seguimos para o Fervedouro Encontro das águas. Aqui deixo um adendo: Durante o caminho um garoto nos acompanhou de bicicleta. Estacionamos o carro e ele seguiu. Assim que chegamos na entrada do fervedouro, ele estava lá de prontidão cobrando o valor. Na hora "sacamos" que ele só queria ganhar uns trocados mesmo, pois ao perguntar o preço ele disse "15 reais" e após retrucarmos que era caro (de propósito) ele em seguida respondeu "pode ser 10". Mas demos o dinheiro mesmo assim e acredito que qualquer valor que dessemos ele aceitaria. Perguntamos qual era o nome do fervedouro e o menino falou - "Ah, não tem nome!". Optamos por chamar de "Encontro das águas", o mesmo nome do Rio. Esse era bem simplesinho, mas como é caminho para o Rio, que é muito bonito e vale a visita, não custa dar uma passada! No caminho Eu ainda tava com receio de ficar no meio desse circulo! hahahaha Seguimos para o Rio... e gente!! Que lindo ! Bruna maravilhosa posando ! Voltando... Decidimos passar na comunidade Mumbuca para ver o artesanato local e conhecer. São umas casinhas que vendem artesanato de Capim Dourado. Compramos algumas coisas e seguimos para o Fervedouro Ceiça, que na realidade se chama Bananeiras, porém o nome do dono é Ceiça, então acabou ficando conhecido dessa forma. Destaque para esse fervedouro! Foi um o único que sentimos a pressão da nascente na água e você é literalmente empurrado para cima! Foi muito divertido. Após o banho fomos almoçar em um restaurante que fica no caminho para Mateiros. Já havíamos deixado a comida reservada na ida, por sugestão da dona. Pedimos uma galinha caipira e estava uma delícia. Recomendo! De lá até Mateiros foram mais 30km. Chegamos em mateiros, nos instalamos na pousada gostosa da Vaneça e à noite resolvemos meter o pé na jaca: comemos nuggets com cerveira e brigadeiro de panela de sobremesa ! Gastos do dia: 5º dia (29/07/2016): Mateiros (Fervedouro Buritis + Fervedouro Rio do Sono + Dunas do Jalapão) Nosso esquema no carro era tipo um rodízio. Cada dia uma menina dirigia um pouco, assim todos descansavam e ao mesmo tempo tinham a oportunidade de dirigir uma 4x4, que é uma experiência a parte. Hoje era o dia da Mariana (mais pra frente conto a relevância dessa informação). Nossa primeira parada: Fevedouro Buritis, 10km de Mateiros. Tem uma placa indicativa na entrada de uma estradinha de areia fofa. Dica: Se você não está acostumado ainda com a 4x4, não comece pela areia fofa !! Aqui também deixo uma observação: Todos os moradores que conversávamos falavam que quanto mais rápido a gente andasse, menos o carro chacoalharia, logo menos sentiríamos os efeitos da estrada ruim. E é verdade! Se você andar a 30km/h vai voltar cheia de galos na cabeça! Tente manter uma velocidade média de 60-70km/h (apesar de que lá eles falavam que iam à 100km/h). Contudo essa dica não serve para quando o terreno muda para areia fofa (que é o caso da estrada que dá nas dunas). O carro vai deslizar mais e as chances de acontecer um acidente são maiores, pela maior probabilidade de perda do controle do volante (que é MUITO sensível). E, infelizmente, foi isso o que aconteceu! Como era a primeira vez da Mari, ela não tinha pegado o jeito totalmente e com a empolgação de andar rápido (pela dica) não se ligou que a estrada tinha mudado, logo a velocidade também precisava diminuir um pouco. Por sorte não foi nada grave...Nosso carro estava indo "rápido", vários galhos, troncos e árvores à frente, areia fofa....Então ela perdeu rapidamente o controle do volante (pra conseguir reestabelecê-lo no nervosismo ainda em um terreno não propício é difícil), e foi o suficiente para batermos o carro em um tronco. Por sorte o tronco não era tão grosso então só amassou um pouquiiiinho a parte da frente e quebrou parte do para choque! (Se fosse uma árvore acho que também não teria acontecido nada por que por mais que estivéssemos em velocidade alta, não era alta o suficiente para haver uma batida grave. Afinal era 50-60km/h, não é tãao rápido assim! Mas suficiente para fazer um estrago no carro - alugado!). Bom, só tínhamos certeza de que aquele carro estava destinado a ser capenga, PQP Quanto azar !!!! Logo bateu aquele desespero de que teríamos que pagar pelo prejuízo. Mas o seguro cobria, não?? Passamos o restante do dia nessa dúvida e a Mari, tadinha, em choque, jurando que não pegaria mais o carro em nenhum momento (mentira, na pior estrada - de Mateiros para Ponte Alta, o maior percurso - ela pegou e dirigiu super bem! Dessa vez com mais cautela!). Por sorte, um senhor muito gentil (coincidentemente era o dono do restaurante e da propriedade em que fica o fervedouro Buritis) estava passando de moto na hora e ajudou a gente... Ele fez um remendo no carro com uma raiz verde de uma planta (acho que foi isso ! hahaha), servindo de arame. Muito gentil da parte dele. Stress a parte, chegamos no Fervedouro Buritis!!!! Esse foi outro que também amei (é difícil escolher um mais bonito, por que todos são lindos!), é espaçoso, a luz do sol entra bastante e como sempre, transparente! Vale a visita, recomendo! E as fotos tops debaixo d'água??? Pertinho do Buritis tem o Fervedouro Rio do Sono... Esse é bem bobinho, mas já que estávamos lá, resolvemos visitar!!! Mari posando, tentando ficar relax !!! Optamos por voltar para Mateiros e almoçar, pois a idéia era deixar as dunas para o fim da tarde, com objetivo de assistir ao por do sol. Se chegassemos muito cedo iríamos torrar a toa. Escolha mais que certa. Já na cidade resolvemos almoçar em um restaurante super recomendado por várias pessoas: Restaurante da Dona Rosa. Ela fez a comida na hora e estava ótima. Nesse dia o sol estava MUITO forte. E isso fez com que minha mãe desistisse de ir ao passeio das dunas ! Somou ao fato de que ela também já havia visitado dunas em outros lugares (no nordeste inclusive), logo não era uma atração imperdível para ela. Mas acho que o contraste vegetação + dunas é incrível! Chegando nas dunas! Esse negócio de subir em cima do carro tá viciando! Tentativa falha (ou não? kkkk) de fazer um tottem decente hahahah Da série : perdidas no deserto Sol começando a descer... QUE POR DO SOL MARAVILHOSO, INCRÍVEL, TOP DEMAIS! Tentativa de pular na foto kkkkkk Salvo o incidente do carro, nosso dia foi incrível !!!! Amamos !!!!! A noite resolvemos tentar comer uma pizza na pizzaria do centro, porém - que coerente! - não tinha pizza. E a justificativa foi a melhor: não tinha queijo PARA A PIZZA. Isso mesmo. Tinha queijo, mas não pra pizza. Tinha uma pilha de queijo, mas segundo a atendente aquele queijo era destinado ao hamburguer e ela não poderia usar o queijo do hamburguer na pizza (sendo que era o mesmo - mussarela), pois não tinha ordem para tal. HAHAHAHHAAH MEU DEUS Nós sugerimos até pagar a diferença, pois realmente estávamos com fome de pizza, mas nada feito... Uma pizzaria sem pizza! Mas com hamburguer! kkkkkkk Mudamos os planos e fomos ao espetinho famoso da cidade e deu muito certo !!! Estava uma delícia. Vem com farofa também. Eu ainda pedi 2 pastéis para alimentar minha solitária da barriga. Por sinal estavam muito bons também ! Recomendo! E bora dormir cedo pq amanhã temos que acordar as 3h30 pre pegar o nascer do sol! Gastos do dia: 6º dia (30/07/2016): Mateiros > Ponte Alta (Serra do Espírito Santo + Praia do Rio Novo + Cachoeira da Velha) Acordamos 3h30 como combinado (por recomendações que pegamos na internet e lá mesmo). A entrada da Serra do Espírito Santo fica antes das Dunas, na mesma estrada Mateiros > Ponte Alta. A noite a visibilidade é mais baixa, dificultando as vezes enxergar rapidamente a placa, porém havia um fluxo de carro entrando mato adentro. Não tínhamos dúvidas de que era ali. Coincidindo com a kilometragem também. No dia anterior pensamos em passar por ali para fazer um tipo de reconhecimento da área pra evitar se perder, mas não deu tempo então ficamos de prontidão esperando que algum grupo desse início à trilha. Tinham uns 4 grupos, cada um variando de 5 a 10 pessoas. Vimos uma galera andando numa direção e resolvemos confirmar o início da trilha. E começamos antes de todos: BURRICE!!!!!!!!!! Primeiro por que não queríamos ficar pra trás pra não parecer que estávamos seguindo o guia (é feio né) e também pq a idéia era sermos as primeiras (porém a pressa é inimiga da perfeição!). A trilha é razoavalmente rápida, sem muitos obstáculos. É toda no estilo degrau, logo cansa um pouco. Acho que demoramos uns 40min, sem grandes esforços, com lanterna a todo momento. Chegamos lá em cima e um "ufa" uníssono de todas nós foi ouvido. Conseguimos chegar a tempo do nascer !!!!! Ao convesar, anteriormente, com um morador, ele nos disse que para chegar no Mirante da Serra do Espírito Santo teria que fazer a trilha normal e depois, já no topo, andar mais 3km. Ficamos com essa informação na cabeça! Assim que chegamos no topo estava ainda tudo escuro e o céu era fantástico!!! Pena que eu, burra, preciso fazer um curso de fotografia urgentemente pra saber tirar foto e aproveitar minha câmera de verdade! Então as fotos do céu não foram as melhores... Enfim, logo no início avistamos uma placa "Mirante da Serra", algo assim, e a kilometragem ao lado (3km). Resolvemos seguir a trilha.. Porém estávamos morrendo de medo de não dar tempo de assistir o nascer do sol pois já eram tipo 5h20, por aí.. E estávamos estranhando muito o fato dos outros grupos estarem tão calmos, e tranquilos! Afinal estávamos ha uns 20min de distância do primeiro grupo e nenhum sinal de que eles estavam correndo ! Resolvemos então nos apressar...e à medida em que andávamos o sol começava a nascer atrás de nós beeeeeeem devagarzinho.... Começamos a achar MUITO estranho, por que o sol estava quase ha todo momento atrás de nós e parecia que a medida em que andávamos nos afastávamos mais do ponto mais lógico pra assistir ao nascer ! Já tinhamos andado uns 2km e nada do mirante...e a porcaria do sol já tinha nascido, mas ainda dava "tempo" de assistir... E começamos a ficar emburradas... Mas acreditando que em algum momento a trilha viraria para o lado e chegaria num mirante lindo onde poderíamos apreciar o final do nascer. MAS, isso não aconteceu! Não sabíamos se voltávamos pra uma tentativa - inútil - de pegar o finalzinho ou se seguíamos em frente... Bom, já estávamos ali.. Vamos até o final ! Seguimos e realmente deu em um mirante.... Do lado oposto do sol (óbvio). O local era até muito bonito, porém com a nossa frustração se tornou horroroso e eu nem quis tirar foto de tão puta que fiquei !!! Vou postar a foto da Lais: Voltamos, frustradas ao início da trilha (ainda no topo). No caminho, voltando... Então, quando chegamos de volta, percebemos que se olhássemos para a DIREITA e andássemos tipo 10 passos para o lado, estaríamos em um mirante FODA que daria pra ver perfeitamente o nascer do sol mais lindo de todos ! Ainda tinha mais um grupo... Esperamos eles sairem pra tirarmos algumas fotos. E as nossas caras de enterro não negavam o nosso erro! Um menino perguntou pra gente se tínhamos visto o nascer e só conseguimos responder "SIM", curto e grosso, HAHAHAHAHA Frustradíssimas fomos tirar fotos daquele mirante espetacular... Pois então, DICA: Quando chegar ao topo, VÁ PARA A DIREITA !!!!! HAHAHAH Gente, TALVEZ, em outra época do ano o sol se ponha do outro lado, aí tenha que fazer a trilha de 3km (ou se você for ver o pôr do sol e não o nascer, acredito que também tenha que ir para o lado oposto!!!). De qualquer forma, VÁ NA DIREÇÃO DO SOL!!!!!!!!!!!!! HAHAHAHAHA Dica super valiosa e importante (mais que óbvia, mas tudo bem) pra ninguém perder o nascer!!! Bom, voltamos pra pousada para pegar minha mãe (que não quis acordar cedo kkk) e também arrumar nossas coisas pois a viagem seria cansativa! Voltamos 26km MUDAS !!!! O carro veio num silêncio total ! Acho que nem a música do carro colocamos de tão putas que estávamos ! Gente, 10 passos!!!! É pra chorar! Paradinha no meio da estrada, já para Ponte Alta: A estrada para Ponte Alta realmente é a pior de todas, muito esburacada, cheia de pedras... Pra quem faz o sentido inverso ao nosso (99,9% dos grupos - hahahahah - na vdd até agora não sei pq resolvemos escolher esse sentido, acho que era pq queríamos ser do contra) tem sorte pois pega a pior estrada logo no começo e depois vai melhorando!! Nós fomos primeiro na Praia de Rio pra dar uma relaxada... E valeu muito a pena!!! Que Rio delícia!!!!! Nessas horas é bom ter um tempinho extra pra aproveitar com mais calma !! Quando chegamos tinha mais 1 grupo mas a praia era praticamente nossa ! Delícia! Seguimos para a Cachoeira... Na verdade queríamos chegar logo em Ponte Alta por que estávamos morreeeendo de fome e não tinha restaurante no meio do caminho nem nas atrações!!! Minha dica é fazer uma horinha em Mateiros e almoçar por lá antes de seguir estrada (mesmo que almoce 11h, por exemplo), pois só fomos almoçar à noite nesse dia. Ficamos o dia inteiro petiscando biscoito e fruta! De acordo com o mapa temos 2 entradas para a Cachoeira da Velha. Nós contamos 120km até a Cachoeira. Nós pegamos a primeira entrada e de acordo com o segundo mapa que postei aqui são 96km até a entrada (nesse mapa não diz que são duas, mas pelas contas acredito que esteja contando a segunda. Conte 5km a menos então!). Rodamos achando que essa cachu não chegaria.. pq é chão hein... Mas realmente ela faz jus à fama !!! É belíssima. Me lembrou até um pouco as Cataratas do Iguaçu. As quedas são bem grandes, vale demais a visita!!!! A Vaneça, da nossa pousada, falou comigo que tem um lugarzinho antes da queda principal que dava pra mergulhar e era mais calmo!!! Eu aproveitei a dica dela e óbvio que aproveitei o momento pra dar um mergulho!!!!!!!!!! Muito gostoso! As meninas ficaram com receio... A cachu é linda!!!!!! Dica: Essa foto eu tirei com a gopro e acabou saindo estourada! Se tiver uma câmera profissinal boa, o resultado será melhor! Fotos da gopro com cachoeiras em dias muito claros não ficam tão boas! Seguindo o caminho de madeira, dá pra mergulhar... E se seguir mais um pouco tem uma pequena trilha, onde dá pra ver as quedas mais de frente !!! Outra falha minha: Eu tinha deixado à camera profissional no carro, então não consegui tirar boas fotos nessa cachu.. Só tirei com a gopro mesmo! E como tinha muita sombra, também não ficou boa! Um flash nessa hora cairia bem..rsrs Mas até qe ficou legal só a silhueta! Chegamos em Ponte Alta no final do dia, umas 19h e MORTAS DE FOME, mas ainda precisávamos procurar um lugar pra dormir pois a nossa pousada não tinha mais vaga! Como falei lá na parte de hospedagem, estava tendo um festival de música, então a cidade estava BEEEM cheia! Demoramos até achar um lugar legal ! Optamos por ficar na pousada Planalto e não procuramos mais pq como era só uma noite, estavamos com fome e a cidade estava lotada, não valeria ficar por ali procurando..rsrs Jantamos um espetinho com cerveja !!!!!!! E capotamos! kkkkkkk Gastos do dia: 7º dia (31/07/2016): Ponte Alta (Cachoeira da Fumaça + Cachoeira do Soninho + Pedra Furada) Esse dia foi um sufoco pra decidir o que faríamos por que só tínhamos um dia pra explorar ponte alta. Tínhamos a opção de voltar naquela estrada do terror sentido Mateiros e ir à Gruta da Sussuapara (que ninguém estava animado pra dirigir naquela estrada), porém era sentido contrário à Pedra Furada (que era must-go) e às demais atrações como Cachoeira da Fumaça etc. Decidimos então que iríamos descer em direção à Cachoeira da Fumaça pra depois assistir o pôr do sol na Pedra Furada... Mas antes tivemos que guardar todas as malas do carro pra fazer o check in à tarde/noite (pra ganhar tempo) na outra pousada. Como o primeiro mapa tem uma péssima escala (e só fomos perceber isso nesse dia), nós rodamos rodamos rodamos e não chegava nunca à tal da entrada pra Cachoeira. Disseram haver uma placa, mas não achamos... Nós rodamos tanto que fomos parar na cidade de Pindorama Pedimos informação na cidade, mas parecia que era uma cidade fora do jalapão pq ninguém sabia do lugar que falávamos..kkkkk Resolvemos voltar pela mesma estrada na esperança de achar a entrada... Todo carro que passava por nós no meio da estrada (asfaltada, ufa) nós parávamos pra perguntar da entrada da cachoeira kkkkkkkkkkk Fizemos isso umas 3x. Até que finalmente achamos a entrada de acordo com o que um cara falou pra nós e tentando nos guiar pelas distâncias do segundo mapa! (o gps não achava). E desde a entrada até de fato a hora em que chegamos à cachoeira foi um calcula-aqui-calcula-ali de kilometragem que só jesus.... No final conseguimos achar, porém todas as viradas foram milimetricamente calculadas ! hahaahah E o segundo mapa foi imprescindível pra gente achar o lugar certo! As distâncias estão bem certinhas! Nós tínhamos lido que em um determinado momento tinha uma ponte toda quebrada, que não dava pra passar com o carro. Seria nesse local que deveríamos estacionar para então atravessar a ponte, a pé, e chegar na cachoeira. Conseguimos achar a ponte! E é bem fudidinha mesmo kkkkk Ouve até uns rec rec quando pisa-se! ::lol4:: Pra quem tem medo de altura, é um bom pedaço até terra firme do outro lado ! hahaha A Mari adorou a travessia! ::lol4::::lol4::::lol4::::lol4:: Chegamos do outro lado e não tinha muita coisa... Vários caminhos para vários lugares diferentes kkkk Porém logo em frente tinha uma casa, tipo uma fazenda na verdade... Com vários cachorros, galinha, porco... Uma fofura só. Conversamos com a dona e ela nos explicou como chegar. Na verdade ela disse "Tá vendo aquelas arvores verdes? Então, a trilha é logo ali" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ::lol4::::lol4::::lol4:: Olhamos e tinha um milhão de árvores, logicamente verdes.... Mas entendemos que eram umas que se destoavam, um verde mais verde HAHAHAHAHAHAH Agradecemos e tentamos a sorte. Não tem muito o que errar na verdade. O primeiro caminho já te leva à um mirante que dá pra ver a cachoeira bem de cima (só seguir o rio). A cachu é maravilhosa ! ::love:: Ainda maior do que a da Velha em comprimento! Muito bonita! Pra quem está com tempo curto, não sei se vale o sacrifício pra chegar até lá, mas eu recomendo!! Amei o visu!!!! O bom de ter o roteiro mais folgado é poder errar e ainda assim chegar no lugar certo, curtir e ir nessas cachus mais distantes, fora da rota tradicional !!!! Atravessamos a ponte e achamos uma trilha do outro lado... Seguindo a trilha a gente chega em uns pontos de visão ainda mais incríveis !!!!!!!! ::ahhhh:: Olha esse visu: pra nós compensou todo o tempo! ::otemo:: E aí tem aquele momento em que você tira 365 fotos e as 365 fotos ficam FODAS e você não consegue escolher as melhores pra pôr no relato ! hahahahaha Seguindo a trilha, nos deparamos com um "barranco"... Na verdade uma descida mais brusca que indicava a continuação da trilha para chegarmos pertinho da cachu!! Eu estava super animada, mas as meninas estavam um pouco descrentes, achando que eu era doida...kkkkkkkkk Então resolvemos abortar e curtir o dia no Rio mesmo! Mas eu tenho fé que era por ali a continuação! :lol: Voltamos e fomos até atrás da ponte , seguindo o sentido inverso do Rio. Ficamos um bom tempo ali, comemos uns belisquetes, nosso dia foi muito agradável ! :!: Dica: Por vezes eu esqueço de limpar a lente da gopro !!! E quando saio da água fica embaçada, ou com um aspecto nebuloso... Essa imagem tirei de um frame de video, não ficou 100% mas deu pra perceber que a galera tava super relaxada!! Também, com esse visu ! ::otemo::::otemo:: Pegamos o carro e voltamos tudo, dessa vez com direção à Pedra Furada. Na volta paramos na Cachoeira do Soninho pra tirar foto ! Não entramos nem ficamos por ali, mas resolvi registrar ! É bonita também. Relaxar ali deve ser uma delícia! Pra chegar à Pedra Furada, sugiro seguir aquele segundo mapa também! Dá pra se guiar legal. Lembro também que alguém nos disse que teríamos que pegar a estrada com os eucalíptos! E foi o que fizemos, que lugar lindo! ::cool:::'> A pedra furada é engraçada pois o furo, de longe, é beem pequeno ! Então pelas fotos que vimos antes estávamos imaginando uma pedra com um furo imenso que veríamos de longe kkkkkkkkk Mesmo assim quando chega perto do "furo", é até bem grande! rs Tudo depende da perspectiva.. O sol vai baixando e a paisagem vai ficando cada vez mais impressionantes! Não me perguntem do por que estou sem short! hahahahah E as fotos de silhueta ficam cada vez mais lindas!!! ::otemo:: Gastos do dia: 7º dia (31/07/2016): Ponte Alta> Palmas (Ilha da Canela) Hoje teria tudo para ser um dia tipicamente de despedidas, aquela tristeza de final de viagem, mas....NÃO FOI !!!!! Saímos cedo pois o vôo da Bruna era ainda na parte da manhã!! Como retiramos o carro só 12h, e os nossos voos (meu, da minha mãe, da mari e da lais) eram somente na parte da tarde, resolvemos atrasar a entrega do carro em 1h (pois também sabíamos que tinha essa tolerância!) e resolvemos passear por Palmas!! Pensamos em algumas opções e olhando na internet a Mari viu a Ilha da Canela !! Uma ilhota bem próxima a cidade e de fácil acesso. Conseguimos informações sobre como chegar na ilha e lá fomos nós !!! Um cara nos cobrou 20 reais ida e volta para chegarmos e voltarmos da ilha. Combinamos o horário de volta. E quando nós pensávamos que Tocantins não tinha mais nada a nos oferecer, eis que o destino nos traz à essa ilha linda e cheia de charme em pleno último dia de viagem que tinha tudo para ser monótono!!!!!!!!!!!!! Nós amamos! A ilha é bem pequenininha mas é muito linda e charmosa! Dá pra passar a manhã ou até mesmo o dia facilmente nela, por meros 20 reais (desenrolamos o valor já que iríamos ficar pouco tempo!!!!!!!! Inicialmente ficamos meio em dúvidas se valeria a pena nos deslocar, gastar mais dinheiro, fazer mais um passeio, com risco de atrasar a entrega dos carros, sei lá.... Mas resolvemos arriscar e não poderíamos ter tomado decisão melhor! Lá na ilha pedimos um peixe grande que serviu nós 4. Como estávamos numa ilha, não achei nem tão caro o valor final! A comida demorou bastante e acabamos até nos atrasando um pouco, mas nada que prejudicasse a entrega do carro ! Almocinho delícia! Assim que chegamos no aeroporto novamente para entregar estávamos com um certo receio de que os danos do carro fossem cobrados, apesar de que se pagamos o seguro não faria sentido pagar por danos relativamente pequenos. O seguro era de 8mil se não me engano... Enfim, fizemos o check out e de fato constataram que nós teríamos que pagar pelas avarias !!! Um total de uns 350 reais se não me engano ! Ahhhhhhhhh mas não íamos pagar MESMO! A mulher, na hora de alugar o carro, praticamente nos forçou a fazer o seguro da própria locadora (nós queríamos fazer o do cartão de crédito) e disse que o seguro do carro cobriria tudo relacionado ao carro!!! Pois então não fazia o menor sentido pagarmos o seguro pra termos que pagar as avarias. O seguro só seria eficiente caso alguém sofresse algum acidente grave, por exemplo? Que absurdo! E ainda tinha a questão do pneu, que quando aconteceu de furar o cara disse que aquele pneu já estava ruim pois não teria furado assim do nada numa estrada boa... Além de que pagamos a vulcanização a parte. Eles teriam é que nos reembolsar isso sim e não cobrar a mais ! A moça então mandou a gente preencher uns papéis relatando tudo isso que falávamos. Escrevi tudo no papel (acho que deu umas 5 folhas ! hahahahha) e rezamos para não vir nenhuma cobrança em casa ! kkkkkkkkkkkk E não veio nada ! Mas se viesse teria barraco! HAHAHAH Gastos do dia: E assim nossa viagem se encerra ! Espero que tenham gostado do relato. Demorei um tempo pra fazer, mas está aí !! qualquer dúvida, crítica ou elogio, por favor não hesitem em postar! Um beijo! :D
  23. E pucon foi amor a primeira vista! Ô cidadezinha linda e charmosa! Amei muito!!!! Essa da erupção vou me arrepender pra sempre de não ter tirado foto! Kkkk Mas os registros oficiais dos fotógrafos são incríveis também!! Com certeza ilustram muito melhor do que o que eu faria!! [GRINNING FACE WITH SMILING EYES]
×
×
  • Criar Novo...