Ir para conteúdo

casal100

Membros de Honra
  • Total de itens

    1.611
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

39 Excelente

4 Seguidores

  1. Condicionamento físico - como se preparar?

    Patrick, Tenho problema de tendinite/bursite nos ombros e coxa. E problema na cervical(que melhorou muito depois que comecei a usar cloreto de magnésio, pra você ter idéia do problema, meu ortopedista já queria marcar operação kkkk). Tenho 59 anos de idade. Nunca fiz nenhum preparo antes de trekkings ou longas caminhadas, mas dou algumas dicas : .invista em bons equipamentos, principalmente mochila/isolante térmico /saco de dormir, use bastões de caminhada. .procure sair bem cedo e caminhar devagar, pois o W não é tão difícil, indo devagar e com algum preparo físico não terá grandes problemas. Se for fazer no verão, terá um longo dia pois o pôr do sol eh depois das 22 horas.
  2. Karen, Outra coisa é, que levando dólar você carrega menos notas, reduzindo o volume (um terço a menos ). Tente fazer um bolsinho no sutien e deixe um pouco de dinheiro nele, em caso de assalto e levarem sua doleira, terá algum dinheiro .
  3. Como fazer uma longa viagem a pé?

    http://horahnoticias.com/index.php?i=noticia&id=1612 Somos o que sonhamos! Cara, seu projeto é viável sim, veja o exemplo desse senhor. Mas vai exigir muito planejamento e determinação, pois o desafio é enorme, e realmente não será fácil executá-lo(creio que será a caminhada mais desafiante aqui no Brasil, em estrada), eu nunca li algo tão relevante. Fiz muitos trechos na América do Sul a pé, mas não passa nem perto do que está pretendendo fazer. Isso me deixou muito animado, numa dessa, posso até embarcar! Quaisquer informações que precisar, que eu souber, estarei aqui pronto a te ajudar. Muita sorte!
  4. Malle, Ótimo projeto, parabéns pela iniciaiva. E, sucesso nesta empreitada.
  5. Farei um resumo de nossa estadia em Ubatuba- SP. Afim de recuperar uma lesão, resolvemos tirar 10 dias em Ubatuba - SP, local agradabilíssimo com pessoal gentil e hospitaleiro. Pegamos um ótima safra de Tainha e camarões, todos os dias esbaldamos com frutos do mar frescos a um preço bem acessível. Nestes 10 dias caminhamos por várias praias, sempre saindo antes das 06 horas da manhã e durante 5 horas caminhávamos cerca de 20 quilômetros. Hospedagem: Pousada Sossego, Fone 012 3832-2136 Itaqua - Ubatuba-SP. Lugar ótimo, cama boa, tv, ventilador, wifi, ar condicionado cozinha com todos utensílios, geladeira e fogão, sofá cama, varanda. Preço: R$55 o casal sem café da manhã. RECOMENDO. Algumas fotos:
  6. Poxa Sandro, muito legal sua ajuda. Muito obrigado mesmo pela consideração. Quando vc for dar as dicas sobre alimentação, favor considerar que tanto minha PARCEIRA e eu temos intolerância alimentares, dentre elas: Glutén, lactose/proteína do leite, corantes e conservantes, alho, carne de porco.
  7. Sandro, Muito obrigado pela atenção e carinho. Abs
  8. http://mochilabrasil.uol.com.br/blog/ninguem-pode-lhe-dizer-se-voce-e-ou-nao-capaz-de-fazer-algo-a-nao-ser-voce-mesmo
  9. Casal vai de Rio Branco a Cusco de bike

    Parabéns pelo relato!
  10. Lua de Mel e Mochilão

    Já saí de Quito e fuI até a patagônia de ônibus em 32 dias, foi muito corrido e desgastante, revi muitos lugares neste trajeto. Vocês precisam definir as prioridades, quais serão as prioridades? Museus, praias, parques, cidades históricas, capitais. ...e assim por diante. Definindo isso, vai facilitar para nós tentarmos opinar a respeito.
  11. Lua de Mel e Mochilão

    Concordo com o Ricardo, 20 dias é muito pouco tempo para sair de Cartagena e chegar até o Chile, principalmente se for de busao. Ficarão no mínimo uns 8 dias dentro do busao issó se der tudo certo. Lua de mel é um evento único, para muita gente, é o único evento de uma vida.
  12. 16° dia - 10.08.2017 - Quinta-feira Saída de SJB da Serra da Canastra e chegada a SJB do Glória - Mg Trecho feito de carro. Saímos depois das 08 pois o parque só abre neste horário. Passamos na nascente do rio São Francisco, paramos no centro de visitantes mas estava fechado. Almoçamos em São Roque de Minas. Passamos em Piunhim rapidamente e seguimos para Capitólio(tem um pedágio $5,80),conhecemos rapidamente a cidade e fomos até o mirante dos Cannyon na estrada. Uns quilometros a mais pegamos estrada de terra à direita e fomos para SJB do Glória. Hospedagem: Pousada Manga Rosa em SJB do Glória, ver dias anteriores. ÚLTIMO DIA EM MINAS GERAIS 11.08.2017 - Sexta-feira Saída de SJB da Glória-Mg e chegada a Batatais-Sp Trecho de carro Tomamos café da manhã, e partimos rumo a Passos, atravessamos a ponte sobre o rio grande e pouco depois chegamos a Passos. Atravessamos a cidade rumo a Franca-SP, estrada asfaltada com pouco movimento. Reencontramos o Jean e a família dele (aquele que nos deu carona no parque), ficamos 5 horas num animado papo(que pessoal amável), depois partimos e resolvemos pernoitar em Batatais. Hospedagem: hotel Candeias, camas ótimas, tv aberta, ventilador, frigobar, wifi, limpo. Preço $63 por pessoa com café da manhã. RECOMENDO. BATATAIS: Simpática cidade do interior paulista, visitamos o acervo do Portinari na igreja matriz da cidade. Povo muito hospitaleiro. Algumas fotos: Nascente do rio São Francisco Praia artificial em Capitólio -Mg Mirante Cannyon capitólio (próximo estrada) Barragem de Furnas, e aqui que segura toda aquela água do lago. Lembrança de Franca-SP, fábrica da Amazonas (estive nesta fábrica a uns 40 anos atrás). Como o tempo Passa rápido.
  13. 15° dia - 09.08.2017 - Quarta-feira Saída de SJB da Canastra e chegada à garagem de pedra e retorno ao distrito de SJBC. +- 24 Kms em aprox. 04:45hrs Acumulado: 324 kms Tivemos que sair mais tarde, o parque só abre as 08 da manhã. Entramos no parque e pegamos estrada com subida forte e longa, depois algumas retas e descida no final. Passamos por dois trevos para Sacramento, mais à frente passamos pela entrada da cachoeira do Fundão, mais uns 4 kms chegamos a garagem de pedra. Essa atração é bem simples, mas o mirante que fica atrás dela tem um ótimo visual de montanha. Na volta tivemos a grata surpresa de ver, bem de perto, um tamandua-bandeira, ele quase nos "atropelou", passou uns 5 metros na nossa frente. MEMORÁVEL! Retornamos à SJBC pelo mesmo caminho, passamos pela portaria e fomos até o topo de uma cachoeira entrar num lago pequeno com água muito fria. Hospedagem: a mesma do dia anterior. Algumas fotos: Do lado esquerdo entrada para cachoeira do Fundão Chegando a garagem de pedra Garagem de pedra abaixo Lindo visual de montanha atrás da garagem de pedra Aparição do tamandua-bandeira. MEMORÁVEL! Atravessou a estrada na nossa frente. SEM DÚVIDA O MOMENTO MAIS EMOCIONANTE DA VIAGEM Garagem de pedra.
  14. 13° dia - 07.08.2017 - Segunda-feira Saída de Delfinopolis e chegada a São João Batista da Canastra - MG +- 111 kms em aprox. 03:20hrs OBS.: Trecho feito de carro. Abastecemos o carro em Delfinopolis(Gasolina a $4,40 o litro), calibramos os pneus, compramos alguns petiscos. No trevo viramos à esquerda, pegamos estrada de terra com muita poeira e pouco movimento de veículos. Passamos ao lado do lago de furnas com belos mirantes. Depois de uma forte e longa descida chegamos num entrocamento e viramos à direita (esse trecho tem muita costelas de vaca e buracos). Mais alguns kms chegamos noutro entrocamento e viramos novamente à direita (neste trecho tem subidas fortes com buracos). Extensas plantações de milho, soja, sorgo, trigo... algumas criações de carneiros e gado. Após este entrocamento chegamos no topo com estrada mais larga e sem muitos buracos, atravessamos alguns mata -burros. Chegamos a primeira portaria, segundo o guarda pode montar barraca no espaço gramado perto da Guarita (fora do parque), não foi cobrado tarifa pra ingresso no parque. Percorremos mais alguns quilômetros até a segunda portaria e poucos metros chegamos ao distrito de SJB da Canastra. Obs.: A uns 55 kms de Delfinopolis tem algumas casas. Numa das casas serve marmitex mas não tem hospedagem Mais uns 25 kms chegamos na portaria do parque (não estão cobrando entrada). Neste trecho só tem hospedagem a uns 6 kms da rodovia (deve ser caro, pois é hotel fazenda ) não tem nenhum apoio. ALTIMETRIA: Portaria parque saída para Sacramento: 1265 msnm São João Batista da Canastra: 1170 msnm SÃO JOÃO BATISTA DA CANASTRA (distrito de São Roque de Minas): muito pequeno, algumas casas, tem uma mercearia, padaria pequena, algumas 4 pousadas, camping, vi somente um restaurante. Pousada de $55 a $100 por pessoa. Alguns moradores fornecem refeições a $25, na baixa temporada tem que reservar. Hospedagem: Pousada Vila Canastra 035 98818-6366, quarto pequeno, uma beliche com colchão fino, banheiro compartilhado, ventilador, wifi fraca. Preço: $60 por pessoa sem café da manhã. Obs.: Tem área de camping $35 por pessoa sem café da manhã. Tem cozinha mas sem fogão. Tem churrasqueira. Tem opção de quartos mais caro, mas sem café da manhã. Fornece refeição, cara e pouca, não compensa. 14° dia - 08.08.2017 - Terça-feira Saída São João Batista da Canastra chegada a Cachoeira do Fundão e retorno à SJB da Canastra. +-33 kms em aprox. 08:10 hrs Acumulado: 310 kms IDA: Acordamos antes da 05 da manhã, o tempo estava frio com poucas nuvens, no transcorrer do dia o sol foi infernal. Saímos às 05:30hrs, seguimos um bom trecho até o trevo para Araxa, Viramos à direita, passa mata-burro e continue seguindo a principal. . Passa a segunda ponte de madeira e continue na principal(no entrocamento continue à esquerda ) No topo vire a direita chegando num colcho feito de um tronco de árvore do outro lado da cerca. Siga à direita beirando a cerca de arame. Atravessa porteira de ferro. Mais à frente tem um colchete à direita, não entre, continue mais uns metros e atravesse outra porteira de ferro. Quando chegar numa porteira de ferro à esquerda continue reto rente à cerca, vire à esquerda no colchete entre nele e siga, vai ver um curral à esquerda, pegue a trilha que desce até o riacho (trilha bem demarcada) atravesse, pega uma subida forte até estrada. Na estrada vire à esquerda, descida forte com muitos buracos e valas, pedras soltas. Chegamos numa casa, o morador estava trabalhando mais a frente. Seguimos à estrada até entrada da trilha, seguimos pela encosta com muita pedra e precipícios até base da cacheira, lago bem grande. Chegamos em 03:55horas, altitude na base da cachoeira: 955 msnm RETORNO: Fomos por outro caminho, por dentro do parque. Pegamos uma subida fortíssima de uns 7 kms num sol forte. Chegamos na estrada principal do parque e viramos à direita, mais alguns quilômetros chegamos num trevo e viramos à direita e seguimos até outro trevo, seguimos à direita até portaria do parque, anotaram nossos dados e logo chegamos ao distrito de SJB. A mulher que disse que faria o almoço não tinha chegado até às 16 horas, resolvemos ir na mercearia e comprar alguns petiscos pois na pousada não tinha fogão. Topo dentro do parque : 1350 msnm Tempo: 04:15hrs Hospedagem: o mesmo do dia anterior Algumas fotos: Amanhecendo A lua cheia foi nossa companhia por um bom tempo Cacheira do Fundão fica naquelas montanhas no horizonte Lindo amanhecer Primeira porteira em companhia com uma moradora que encontramos Caminho Já depois do colchete Depois do riacho sempre subindo até estrada Atravessando o rio, já dentro do PN Entrada da trilha para cachoeira do Fundão. Cachoeirado Fundão Primeira subida Na crista da montanha Lindo visual de montanha Viemos lah de baixo Quase no final da subida Chegada a SJB da serra da canastra
  15. Urgente...ajuda com roteiro!!Peru Out/17

    Vai sempre acompanhando os preços dos dias subsequentes, procure pesquisar os mapas dos hotéis nesses sites de hospedagem. Suerte!
×