Ir para conteúdo

Juliana C. Faria

Membros
  • Total de itens

    72
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Juliana C. Faria postou

  1. Olá Maria, tudo bem? Bela escolha pra sua primeira viagem! Tenho alguns posts no meu blog sobre Portugal e Espanha, caso queira algumas dicas: www.mochilamundoafora.com.br Boa viagem!
  2. Olá Evertton, tudo bem? Sugiro as praias de Portugal, são lindas!!! Tenho uns posts no meu blog, caso queira dar uma olhada... http://mochilamundoafora.com.br/2018/02/lagos-tesouro-do-algarve/#more-1428 Boa viagem!
  3. Olá Alexandre! Sugiro a Pousada Romã (na verdade é uma casa e eles alugam alguns quartos). Costuma ter o mesmo preço de um hostel, com a vantagem do banheiro privativo. Fica a 10 minutos de caminhada do Centro Histórico. Na época em que eu fui, não incluía café da manhã. Pousada Romã – Paraty [email protected] Se precisar de dicas sobre Paraty, tenho alguns posts no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Abraço e boa viagem!
  4. Olá Luis! Escolheu bem! Com certeza vc vai adorar o Uruguai! Quanto às suas dúvidas, vamos lá... 1 - Acho um ótimo lugar pra se explorar sozinho sim! O transporte público é bom e as pessoas amigáveis e dispostas a ajudar 2 - Levei reais + cartão de crédito e não tive problemas, todos as casas de câmbio trocam reais e assim vc não perde duas vezes (não tem que trocar pra dólares / depois pra pesos) 3 - Sim, com a maior antecedência possível! É claro que pode acontecer uma promoção relâmpago de última hora, mas não dá pra contar com isso... Se não aparecer vc tá lascado! 4 - Meu roteiro foi: Montevideu - Colônia do Sacramento - Punta - Cabo Polônio e eu recomendo cada um desses lugares, cada um deles deixou uma recordação boa! Tenho posts com dicas no meu blog, se vc quiser conferir: http://www.mochilamundoafora.com.br Abraço e boa viagem!
  5. Olá Haveroth! Belíssimo relato! Fotos incríveis!!! Fiz esse trekking em junho e bateu a maior saudade quando li seu texto! Também tive o prazer de conhecer o Lobo! Esse é trilheiro! Caso alguém precise de mais informações tenho dicas no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Abraço!
  6. Olá Petroni, tudo bem? As duas pessoas que eu conheço que poderiam indicar guia são a Sandra da Pousada Refúgio do Mamanguá ou o Teteco. A Sandra, por ser vinculada a uma pousada, teria que te indicar um guia oficialmente habilitado, o que provavelmente sairia mais caro, já o Teteco iria te indicar um guia local, o que também não chega a ser uma pechincha, mas acho q sai mais barato. Uma outra opção seria vc chegar sozinho até Ponta Negra (não é difícil) e de lá tentar negociar com alguma criança local pra te levar. Todas as crianças da vila conhecem bem os caminhos e tem um preparo físico invejável! Em Ponta Negra não deixe de dar uma esticada até a cachoeira do saco bravo. Vale muito a pena! Se quiser maios informações sobre o Mamanguá ou Paraty, tenho posts no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Boa viagem!
  7. Olá Débora, Fica tranquila que vc não era a única com poucas informações... Quando comentei com meus amigos que tinha ido pra lá, muitos disseram nunca ter ouvido falar! Vai sim que a viagem vale muito a pena, o Instituto Inhotim é lindíssimo! E se vc tiver com um tempinho de sobra dá até pra combinar com outros destinos em Minas, já que boas opções por lá não faltam... Boa Viagem!
  8. Olá Flávio, tudo bem? O mais importante vc já tem, que é a vontade de viajar! O resto vai acontecendo naturalmente e vc vai aprendendo com seus erros e acertos, eu diria até que essa é a melhor parte, esse aprendizado de cada viagem. Acho que um bom ponto de partida seria definir um lugar que desperte o seu interesse e começar a planejar cada detalhe de uma viagem pra lá, buscando informações sobre promoções de passagem, de hospedagem e é claro, lendo todos os relatos de quem já foi e que possa contribuir com aquelas informações de "bastidores", que vc não encontra em qualquer site. Vc disse que é do Maranhão e eu penso, porque não começar justamente por aí? Uma das viagens mais lindas que já fiz na vida foi pro Maranhão. Meu roteiro incluiu São Luís, Barreirinhas, Travessia a pé dos Lençóis Maranhenses e Chapada das Mesas. Não tenho palavras pra descrever as belezas naturais do seu estado. Certamente seria um bom ponto de partida! Caso vc queira informações sobre essa e outras viagens com foco mais em trilha e natureza, tenho alguns posts no meu blog:http://www.mochilamundoafora.com.br E também fico à disposição pra qualquer dúvida! Ótimas viagens pra vc!
  9. Esse é um passeio que recomendo pra quem gosta de arte e pra quem não gosta também! Difícil é não se encantar com o Inhotim, o maior museu a céu aberto da América Latina, que integra natureza e arte contemporânea em um gigantesco espaço de 140 hectares. A melhor parte é que essa pode ser uma viagem barata! Pra economizar na hospedagem, sugiro o Hostel 70, localizado em Brumadinho , a 300m da rodoviária e a apenas 4km do Inhotim. Quem precisar de mais informações, pode acessar o meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Hostel 70 http://www.hostel70.com/
  10. Olá Mistybr! Seja lá qual for a ordem do seu roteiro, tenho certeza de que vai ser uma viagem incrível, pois os destinos forma muito bem selecionados! Se vc decidir começar pela Bolívia, eu sugiro tomar o cuidado de não fazer o downhill no primeiro dia. Seria interessante adaptar-se um pouco com a altitude antes de qualquer esforço físico. Se precisar de informações sobre a estrada da morte, Salar e outros roteiros na Bolívia, tenho alguns posts no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Uma ótima viagem pra vc!
  11. Olá pessoal, Fiz o passeio de 3 dias pelo Salar com a Empexsa e gostei muito. As refeições foram muito boas, os alojamentos também e o guia foi nota 1000!!! Se quiserem conferir o relato no meu blog com detalhes de preços, aí vai: http://mochilamundoafora.com.br/2014/12/uyuni-ponto-de-partida-para-o-deserto-de-sal/#more-234 Abraço!
  12. Olá Vinícius! É isso mesmo... Chegar em La Paz não é tão fácil assim... Minha opção foi pegar o voo SP-Santa Cruz da Gol, passei um dia lá e depois segui para La Paz com um voo da Amaszonas. Claro que isso encareceu muito a viagem, mas como eu tinha pouco tempo, não pude optar por fazer esse trajeto até La Paz de ônibus... Se precisar de dicas, tenho vários posts no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Boa viagem!
  13. Olá Math! O Parque do Itatiaia é um lugar mágico! Recomendo muito essa viagem! Já fui duas vezes, na primeira fiz Prateleiras e Pico do Couto e na segunda repeti Prateleiras e fiz tbém Agulhas Negras. Me hospedei em Itamonte e estava relativamente perto do Parque, porém, fui de carro, então nessa parte do deslocamento não vou poder te ajudar muito. Tenho informações das trilhas e hospedagens no meu blog, caso queira conferir, aí vai: http://www.mochilamundoafora.com.br Se precisar de outras informações, é só falar! Boa viagem!
  14. Olá Boschi, tudo bem? Fiquei apaixonada pela região, recomendo demais! A Serra do Rio do Rastro eu também conheci, mas essa confesso que foi de carro! Rss! Caso vc tenha interesse em fazer o pedal em grupo, dá uma olhada nessa página do face, acho que nesse período set / out vai um pessoal pra lá... https://www.facebook.com/pedalserrascatarinense?fref=ts E se quiser informações sobre a Serra do Rio do Rastro ou sobre trekkings na região, tenho alguns textos no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Capricha nas roupas de frio e tenha uma ótima viagem! Abraço!
  15. Olá Thais! Que ótima escolha para o ano novo! Passei 15 dias no Uruguai e me encantei com o país e com as pessoas. Achei seu roteiro muito bom, incluindo realmente os principais pontos do Uruguai. Caso precise de dicas sobre Montevidéu, Punta, Colônia e Cabo Polônio, tenho alguns textos no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br Uma ótima viagem pra vc!
  16. A Serra do Corvo Branco foi assim batizada devido à presença abundante de uma ave local, o Urubu Rei, um belo pássaro de plumagem clara, apelidado erroneamente pelos locais de Corvo Branco. O equívoco não foi corrigido e é dessa forma que a serra íngreme, de curvas acentuadas e altitude de 1740m é conhecida até hoje. Além do tráfego habitual de veículos que realmente precisam transitar por ela, a serra atrai também inúmeros turistas, que se aventuram em suas curvas apenas para disfrutar a bela paisagem e fotografar o momento. Minha opção de acesso não foi a mais comum e muito menos a mais fácil, resolvi fazer o percurso de bicicleta! O ponto de partida foi o centro de Urubici e de lá pedalamos por 6h, rodando nesse período 60 km (ida e volta), tudo isso com o objetivo de tornar a visita a esse cartão postal ainda mais especial. Um dos pontos de grande interesse do caminho é a passagem pela comunidade de São José. O tempo parece ter parado por ali e observar o gado pastando, os laguinhos contornando a estrada e até os porcos que andavam livremente, ajudou a esquecer um pouco o cansaço. Se te disserem que esse pedal é fácil, não acredite! O terreno em 70% do trajeto é asfaltado e nos 30% restantes oscila entre terra e pedras soltas (meu pesadelo!), na opinião de uma iniciante como eu, o grau de dificuldade é bem grande sim! Principalmente na ida, onde as subidas são mais frequentes e longas. Os 3 últimos quilômetros da ida são os piores, muito íngremes e com muita pedra solta, mas a recompensa pra quem resolver enfrentar as pirambeiras é a belíssima vista que a serra proporciona, emoldurada por um corte de 90m, feito na rocha pelo homem, o maior corte rodoviário trincheiro do país. No período de nossa visita, havia ocorrido uma queda de barragem na serra, tornando-a interditável a partir do ponto do desmoronamento, porém, o conceito “interditável” é bem relativo e enquanto permanecemos por lá, observamos algumas motos que de forma bem irresponsável se arriscaram a transpor o obstáculo, correndo o risco de irem parar no fundo do abismo. Felizmente, não presenciamos nenhum acidente. Aproveitamos a pausa pra fazer um lanche e observar aquele presente da natureza. A volta foi mais fácil, mas me pareceu infinita devido ao cansaço acumulado. Nossa chegada foi devidamente brindada com cerveja! A sensação de conquista pessoal se sobrepôs ao desgaste físico e foi realmente muito prazeroso concluir algo que parecia estar tão acima do meu limite. O trajeto que percorremos é parte do já tradicional “Pedal Serras Catarinenses”, que acontece 1 vez ao ano e está indo para sua 4a edição. Quem tiver interesse (e preparo físico) pode obter maiores informações acessando o link abaixo. São dois dias de pedal bem pesados! No primeiro dia ocorre a subida à Serra do Rio do Rastro e no segundo, o desafio é ir do centro de Urubici até Anitápolis (passando pela Serra do Corvo Branco). Informações sobre Pedal Serras Catarinenses: https://www.facebook.com/pedalserrascatarinense?fref=ts Quem precisar de mais informações sobre Urubici e arredores pode consultar no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br
  17. Olá Ferppt! Nossa! Tive sorte de não pegar esse motorista maluco! Rss! Sobre a bike, como sou muito baixinha, peguei a menor que eles tinham e que talvez não seja tão solicitada quanto às grandes, por isso não tive maiores problemas. Quanto à pressa, assino embaixo! Eles reclamavam sempre que alguém ficava pra trás. Abraço!
  18. Olá Janinha, Nunca estive em Conceição do Mato, mas uma boa dica pra pesquisar o tempo é o site da climatempo, eles costumam ser bem certeiros. Dá uma olhada nesse link: http://www.climatempo.com.br/previsao-do-tempo/cidade/4153/conceicaodomatodentro-mg Se quiser dar uma esticadinha em Minas e conhecer Conceição do Ibitipoca, tenho algumas dicas no meu blog: www.mochilamundoafora.com.br Abraço e boa viagem!
  19. Olá Marina! Belíssimo post! Muito rico em informações e com ótimas fotos! Acabei de voltar de Ibitipoca, quem precisar de informações recentes, pode consultar o post que fiz pro meu blog. http://www.mochilamundoafora.com.br Abraço!
  20. Olá Erica, tudo bem? Eu fui de avião até Montevidéu e de lá fiz Colônia, Punta e Cabo Polônio de ônibus (em 15 dias). Perdi bastante tempo nessas locomoções, creio que de carro vc vai conseguir aproveitar muito mais o seu tempo. Fiquei encantada com o que vi, passaria um mês por lá tranquilamente... Se quiser dicas sobre roteiro, tenho alguns posts no meu blog: www.mochilamundoafora.com.br Um outo blog que me ajudou muito nas pesquisas foi esse: www.viveruruguay.com.br Abraço e boa viagem!
  21. Olá Luka! Se possível me add no grupo! Sou de SP e estou sempre buscando novas trilhas (11) 99992-9277 Abraço!
  22. Olá Skuzam, Digamos que a Bela Vista é mais "descolada", muitas baladas alternativas e grande concentração do público GLS. Pra curtir a noite é bem legal e animado. Já pra morar, eu iria preferir os Jardins, sem dúvida. O trânsito é BEM caótico ! Isso nas duas regiões, que aliás ficam relativamente próximas. Qunato à segurança, vale a pena tomar os cuidados que qualquer cidade grande exige (não dar bobeira com o celular, não utilizar caixas eletrônicos à noite, etc...) Se precisar de dicas sobre turismo em SP, tenho alguns textos no meu blog: www.mochilamundoafora.com.br Bem vindo à terra da garoa!
  23. Olá Eliane, Obrigada por prestigiar o blog! Precisando de mais informações é só falar! Um ótima viagem!
  24. Olá Eliane! Se vc for se hospedar nos alojamentos, não vejo necessidade. Quando eu fui peguei neve e mesmo assim a temperatura dentro do hostel de sal e do outro alojamento, que era bem simples, estava ok. Nos forneceram cobertores suficientes e foi tranquilo. Se quiser maiores detalhes sobre o salar e outros destinos na Bolívia, tenho alguns textos no meu blog: www.mochilamundoafora.com.br Boa Viagem!
  25. Olá Aretinha, Esse link menciona o CCB, que já vi um comentário aqui alertando que não é um bom custo benefício. Mas nesse mesmo link tem também um disque camping que talvez possa ser útil. http://www.arraialdocabo-rj.com.br/servicos/camping.html Boa viagem!
×
×
  • Criar Novo...