Ir para conteúdo

Elizandrea

Membros
  • Total de itens

    45
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Ainda não tenho os contatos do Andrey, então... Se alguém puder me ajudar.
  2. Marcos, obrigada pelos esclarecimentos. Vou tentar descobrir se há alguma feira desses utilitários, pois, nada melhor que ver em detalhes.
  3. Gostaria de saber a diferença de motorhome para trailer!? A partir de quanto se pode comprar um desses? Precisa ter carteira D para dirigir? No Brasil, como é o mercado de seguro e o índice de roubo desses transportes? Quem puder me ajudar a tirar essas dúvidas, eu agradeço.
  4. Gente, não sei se vou fazer uma pergunta muita louca, mas... Como tudo é possível! Existe alguma tribo indígena que faz hospedagem para turistas? Eu sempre tive vontade e curiosidade de viver um final de semana em uma aldeia indígena: dormir em redes ou esteiras, aprender seus costumes, comer com as mãos, etc. Será que só fotógrafos e repórteres podem experimentar essa diversidade? Alguém sabe se é possível?
  5. Gento, passei pra te deixar mais umas dicas. Como vc vai ficar muito tempo poderá conhecer também a região dos Lagos. Cabo Frio e Búzios são muito procuradas por turistas. Mas, Ponta Negra e Jaconé recebe as tribos mais alternativas. Ficam todas na Região dos Lagos do Rio. Eu adoro Ponta Negra. Apesar de valer à pena conhecer Cabo Frio e Búzios, a turma que fica por lá é de patricinhas e a mauricinhos. Na minha opinião, um tanto sem graça. Olha... Esqueci de te dar uma dica super legal de bar. Existe um bar chamado Bar Luiz na Rua da Carioca. Essa rua é próxima aos Arcos da Lapa e da Cinelândia. Dê uma passadinha lá. O bolinho de bacalhau e o chopp de lá já ganharam prêmios. Eu ontem te dei a dica da Av. Rio Branco. Corra ela do final ao início. O final dela é justamente na Cinelândia aonde fica o Teatro Municipal. O início dela é marcado pelo CCBB. É um centro de cultura onde rola várias exposições, filmes sem muito "merchan", além de programas culturais diversos. Tem uma biblioteca enorme lá também. Ah! Por falar em biblioteca, em frente ao Teatro Municipal tem a Biblioteca Nacional. Na outra esquina tem o prédio de Belas Artes. A ABI fica na rua do meio desses dois prédios e também é um prédio antigo. A ABL fica próxima. Existe no centro do Rio um restaurante de visão panorâmica, mas não me recordo aonde fica. Acho que algum porteiro pode te dar a dica. Eu ainda não fui, mas foi inaugurado recentemente, no Rio, um novo museu de arte contemporânea. Vi as fotos e é muito bonito. Ele fica perto do Pier Mauá (onde se embarca para os Cruzeiros; ou seja, início da Av. Rio Branco). E, por falar nisso, o Museu de Arte Moderna também fica perto da Cinelândia, coladinho ao aeroporto Santos Dumont (final da Av. Rio Branco, do outro lado da Av. Beira Mar). Lembre-se! Esta a Av. Rio Branco se começa a visitar pelo final. Acho que, pra vc conhecer tudo no Centro vai ter de usar dois dias, pois não adianta acordar cedo, pois ninguém lá começa a trabalhar 7h. Outra dica: se vc chegar pelo Santos Dumont use o metrô. Basta atravessar o grande viaduto em frente ao aeroporto, circundar a esquina que vc vai ver a sua esquerda e já estará na Rio Branco. Se for pelo Internacional, pegue o ônibus articulado expresso BRT. A passagem é super barata e ele não pára em qualquer lugar, por isso é super seguro. Se me lembrar de mais alguma coisa, passo aqui novamente. Por fim, desculpe os erros de português de ontem. Acabei comendo algumas vírgulas e escrevendo tamborim com "u".
  6. Oi, Andrey! Na verdade, vou à trabalho e aproveito pra passear. Quero sim os seus contatos e se puder me passar uma pousada bem baratinha e tranquila em Aracaju, também agradecerei.
  7. Oi, Amanda! Vc não incluiu vida noturna no seu roteiro. Como não sei se não gosta ou foi esquecimento, vai umas dicas. Não deixe de conhecer a Lapa e Santa Teresa. Como vc já se programou para o dia, então em Santa Teresa vc não conseguirá conhecer tudo, mas ainda vale à pena passar por lá. Respondendo sobre sua pergunta para o Pão de Açúcar, vc pode ir de ônibus do Centro do Rio. Qualquer um que vá para Cosme Velho. Inclusive também tem ônibus do Centro para os outros lugares que vc mencionou. E, para o Jardim Botânico, o ônibus é o mesmo que serve para o Pão de Açúcar, por isso aconselho fazer no mesmo dia. No entanto, acho que vc fez um roteiro muito longo pra poucos dias. Se eu fosse você, cortaria a parte de Niterói agora pra incluir coisas que vc passará por perto indo pra esses outros passeios que quer fazer. Deixe Niterói pra uma volta ao Rio. Inclusive, eu acabei de dar umas dicas para o Gento. Dá uma olhadinha na resposta que dei pra ele, pois acho que pode te ajudar também. Se continuar com dúvidas, pode mandar uma mensagem.
  8. Olá, Gento! Olha... Os Albergues da Juventude e também muitos de outras redes estão bem instalados. Você encontra vários na zona sul do Rio. Se vc prefere praias escolha um localizado em Copacabana ou Ipanema. Se gosta de lugares mais boêmios, escolha um da rede "Cama com Café" que estão localizados em Santa Teresa. O bondinho ainda não foi consertado, mas é fácil andar de ônibus por lá. Mas, se vc escolher ficar na praia, não deixe de fazer dois dias por Santa Teresa. O lugar é bairro tradicional dos artistas plásticos e as casas ficam abertas pra vc conhecer as obras. Os bares de lá, são pontos de conversas de pessoas mais antenadas. Rola Foucault, Nietzsche, Leonardo Boff e outros junto com pastéizinhos e chopps. Também não deixe de dar uma esticada na Cinelândia na parte do dia e emendar com a Lapa à noite. A Lapa é o melhor bairro do Rio. Lá tem bares pra todos os bolsos. Rola todo tipo de música e tribo, portanto vc não vai ficar deslocado. Só um alerta! Cuidado com os pivetes. Eles ficam pescando quem tá muito distraído bebendo e batem as carteiras e mochilas dando sopa. Olha... Se vc é como eu, do tipo que também adora conhecer e comprar pechinchas, não deixe de ir à Madureira. É o bairro do subúrbio carioca mais famoso. Lá tem as escolas Portela e Império Serrano, além de um comércio que vende de tudo. Se vc for numa sexta ou sábado, ainda pega o esquenta tamburim na quadra da escola. Dezembro já começaram os ensaios. Vá também conhecer os barracões das outras na Cidade do Samba. É ao lado da Rodoviária e vários ônibus passam lá. Ah! Vá aos pontos turísticos de praxe: Pão de Açúcar, Corcovado e Maracanã. Mas, não esqueça dos prédios antigos na Cinelândia. Além do Teatro Municipal que é belíssimo, existem outros prédios na Av. Rio Branco que vale à pena conhecer. Tire um dia pra ir na Quinta da Boavista. Vc entra no metrô e segue até a estação de São Cristóvão. A Quinta da Boavista tem um zoo reformado e um museu. Ah! Tem de ser no mesmo dia que vc vai conhecer o Maracanã, pois as estações são muito próximas. Agora, vamos subir a Serra, pois vc mencionou que quer conhecer Petrópolis e Teresópolis. Não acho que vale à pena passar nas duas, a menos que vc vá no mesmo dia. Separe um tempo pra Friburgo. Como vc ficará bastante dias, há dois lugares lindos que vc deve dar uma esticadinha: Parati e Ilha Grande. Na ilha Grande vc pode acampar. Vá por Angra, pois assim vc conhece outra cidade. Agora, como vc irá no final do ano, esses lugares já terão reservas esgotadas. Faça rápido o roteiro e reserve os hotéis e pousadas. Mas, se não der, leve barraca. Todos esses lugares têm ponto pra camping. No Rio, capital, o ponto de camping é no Recreio. O Recreio fica na zona oeste do Rio ao lado da Barra da Tijuca. É muito bonito, mas longe da zona sul e da Lapa. Então, é melhor conhecer, mas não ficar por lá. Bom... Espero que tenha te ajudado.
  9. Olá! Vou conhecer Pão de Açúcar em Al e percebi que, de Aracaju a distancia é menor que de Maceió. Além disso, as passagens aéreas são mais baratas pra Aracaju. Qual o melhor roteiro pra se chegar lá? Como faço pra sair de ônibus de Aracaju, caso escolha essa rota?
  10. Fiquei curiosa: o que é corrida de orientação?
  11. Vc não disse o que está procurando, mas pra maio existem várias festas regionais. Se vc curte rodeio, uma das festas mais cheias é a de Jaguariúna, pois os shows são muito bons. Tem Camping lá. Se você quiser praia, vai ter de seguir mais para longe do sul, pois maio é período de chuvas. Se quiser frio, uma boa escolha pode ser São Lourenço em Minas ou Itaipava no Rio. Nesse período começa um friozinho bem fraquinho, e essas cidades têm muitas opções baratas de pousada e alimentação.
  12. Nossa! Se vc vai até São Luís, dará pra passar em muitas praias nota 10. Tenho muitas pra recomendar, mas, pra começar, deixo a dica de Canoa Quebrada no Ceará. É simples, rústica e linda!
  13. Obrigada, galera, pelas dicas! Achei interessante o fato de levar para ter os carimbos dos países. A minha preocupação é que, levando o passaporte é mais uma coisa pra se preocupar devido a furtos.
  14. Eu já li que, para viagens aos países do Mercosul não é necessário visto em passaporte. Gostaria de saber se, mesmo assim, é necessário levar passaporte para visitar os países pertencentes ao bloco?
  15. Eu sou alérgica crônica e tomo alguns cuidados para não ter uma crise de asma. A barraca deve ser levada ao sol antes do acampamento. Não adianta vc lavar a barraca muito antes de acampar. É necessário que ela seja lavada e colocada ao sol na semana do acampamento, pois quando guardada ela fica com um odor insuportável aos alérgicos. Uma coisa muito importante para nós, os alérgicos, é não abrir perfume ou qualquer coisa forte dentro da barraca. Se você for acampar com alguém que teima em usar loções ou perfumes fortes, peça pra colocar longe da barraca e dar um tempo para entrar. Pelo próprio material das barracas, o cheiro forte fica impregnado e depois, pra tirar, só lavando. Outra coisa que sempre faço é levar um ventilador. Pode ser um desses pequenos, pois ajuda a manter a barraca fresca. Por fim, como minha alergia está ligada à bronquite, coloco um potinho com água no canto da barraca, perto da cabeça, na hora de dormir. Espero que essas dicas te ajudem pro próximo acampamento.
×
×
  • Criar Novo...