Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ThRibeiro

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Fui olhar a nota fiscal da bota que comprei primeiro para escanear caso alguem tivesse interesse e surgiu uma dúvida que talvez alguem possa esclarecer, principalmente o LeoRJ que acho que mora no Chile, onde as comprei as botas. Na volta da patagônia para Santiago, fui na Tatoo Los Leones e pedi a mesma bota que comprei antes, só que um pouco menor. O vendedor, chamado Leonardo, me trouxe a mesma bota e uma outra de cor diferente e com um pouco mais de couro em cima. Segundo ele a mesma bota e mesmo modelo. Experimentei as duas, que ficaram ótimas e calçaram do mesmo jeito, e acabei comprando a de cor diferente pra variar e paguei cerca de 30 reais a mais. Há pouco chequei a nota fiscal da primeira e estava como SCARPA NANGPA-LA XCR FOG e a segunda que comprei como KAILASH GTX PEPER. Não entendi, já que se trata do mesmo modelo e só a cor e os detalhes do couro são diferentes. Alguem dá uma luz? pelo ao menos para que eu anuncie o modelo correto antes de vender. Vou tentar anexar uma foto das duas. O par da esquerda é comprado por último (Tam 43) e o da direita é o comprado primeiro (tam 43 e 1/2).
  2. Seguindo as dicas do fórum e, principalmente de LeoRj, comprei em Santiago uma Kailash GTX da Scarpa e minha esposa comprou uma Boreal em Ushuaia. Adoramos as botas!!! Cheguei a experimentar a Asolo Fugitive, mas achei bastante "dura" se comparada com a Scarpa ou mesmo com a Boreal. A Salomon realmente tá "queimada" em toda loja séria. Virou bota de shopping, segundo alguns vendedores. Amei a Scarpa, mas cometi um erro: na pressa de comprar, acabei optando por um número que depois se revelou um pouco grande para mim (43 e 1/2) e ficou um pouco folgado na parte de trás do pé. Na volta para Santiago, depois da Patagônia, passei de novo na Tatoo e comprei um número menor (43) que ficou perfeito no meu pé. Tô vendendo a 43 e 1/2 que só foi usada 3 dias em TDP, 3 em Ushuaia e 1 no Big Ice. Quem tiver interesse.... Agradeço então, todas as dicas do fórum,e, principalmete ao Leo. Bom demais!! as informações daqui são realmente super importantes.
  3. Assim como o colega Pedrada, fiquei com a esposa no "Los Calafates". Ótima localização, quarto amplo e limpeza 100%. O hostel é tranquilo e mais indicado pra casais. Só o café da manhã que é bem fraquinho, e nos 5 dias que fique por lá era sempre café,leite e croissant. Nada mais que isso. A dona é super simpática e dá ótimas dicas. Agora, um capítulo à parte é realmente o "Dieguito". Virei freguês do restaurante, que tá bem perto do hostel. Ótima comida, preços baixos, excelente atendimento e uns 20 tipos de empanadas. Não é turistico, e sim frequentado por "locais". Para mim, a melhor comida de Ushuaia.
  4. Realmente, passar um dia em El Calafate é total perda de tempo. Cometi esse erro! Recomendo um dia no Perito Moreno e um outro no Big Ice. Tem a navegação Todos os Glaciares, mas tem jeito de "esquemão" e eu acabei não fazendo. Acho que dois ou, no máximo, três dias em El Calafate são suficientes.
  5. Estava duas semanas atrás em El Calafate e na dúvida se realizava o mini ou o big. Tava até meio apreensivo, pois estou acima do peso e, na ocasião, com as pernas bem doloridas de algumas caminhadas anteriores. Resolvi então fazer o big e não me arrependi. Ao contrário, foi fantástico! uma experiência única que ninguém pode perder. O único trecho um pouco mais puxado é o da trilha que leva ao acampamento onde colocamos os grampos nas botas. Leva cerca de uma hora e é quase tudo subida, mas dá pra fazer tranquilo. A caminhada no gelo é fácil, sem muitas subidas e os grupos são pequenos. O tempo de permanência é ideal: cerca de 4 horas. Os guias da Hielo e Aventura são ótimos. Então se tem alguém na dúvida entre o mini e o big, um conselho: faça o big.
×
×
  • Criar Novo...