Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Luh Rodrigues

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Luh Rodrigues postou

  1. Oiee. N vou mais pra Cancun. Vou pra Ilha de Pascoa
  2. Oi, pessoal! Estarei no Chile do dia 04/05 - 11/05. Fico do dia 04 - 06 em Santiago e dps vou pra Ilha de Páscoa. Alguém estará por lá nesse período?
  3. Oi, pessoal. Estarei em Nassau no período de 30/04 - 03/05. Alguém pretende estar por lá no mesmo período??
  4. Luh Rodrigues

    Cuba - Jun/2018

    Oiee! Alguém estará por Cuba no período de 31/05 - 10/06? Bjs!!
  5. oiee!Poxa vida. Quase q nos encontramos por lá! Chego lá dia 31/05
  6. Oi, Caio! Então, eu não me lembro ao certo dos demais horários. Mas como queríamos aproveitar o dia todo em Arica, pegamos o último bus. A passagem de Arica para La Paz saiu por 6000 pesos! Pois é. Foi bad! Mas como vc falou, que bom que não aconteceu nada pior com a gente
  7. Oi, Maria! O nome da agência que fechamos o passeio do Uyuni era a Colque Tours. Gostei bastante do atendimento. Tinha dois guias, porque fomos em 2 carros. Um era mais caladinho e o outro falante. Mas eram bem atenciosos! E a agência que fizemos o passeio de bike é a Barracuda Biking. A agência fica dentro do Loki de La Paz. Olha, eu levei grana e cartão. No dia do assalto só tinha o cartão comigo e não me levaram nada de dinheiro! Mas fica tranquila. Vários amigos já fizeram esse passeio e não foram assaltados como nós. Azar nosso mesmo!
  8. Olá, pessoal! Ano passado um amigo deu a ideia de fazermos um mochilão. Era algo que eu queria muito fazer. Uma amiga havia me dado de presente o livro "O Guia do Mochileiro Viajante" e ali eu me inspirei. Juntamos uma galera e decidimos que a viagem seria feita em outubro. Passaríamos por Peru, Bolívia e Chile em 24 dias. Vou contar aqui pra vocês como foi, o que vimos, o que vivemos e o perrengue que passamos. Nossa passagem saiu por R$ 766, ida e volta. Embarcamos em Guarulhos, fizemos escala em Assunção e de lá para Santa Cruz de La Sierra. Na volta saimos de Cusco, fizemos uma escala de mais de 10 horas em Lima e de lá pra São Paulo. Roteiro: São Paulo Santa Cruz de La Sierra Sucre Potosí Uyuni Atacama Arica La Paz Copacabana Cusco Arequipa Ica Cusco Lima São Paulo 01/10: Embarcamos às 09:10. Houve um atraso no voo porque algum passageiro despachou a mala e não embarcou. Ficamos esperando mais de uma hora até o cidadão ser encontrado. Chegamos em Assunção bem em cima da hora e embarcamos no voô rumo à Santa Cruz. Chegamos lá e descobrimos que haveria um voo para Sucre. A empresa que faz esse trajeto é a Amaszonas. Ao invés de demorarmos mais de 10 horas fazendo esse percurso por ônibus e por estradas perigosas, levamos uns 20 minutos no voo de teco-teco. O avião era confortável até. A passagem custou 423 bols. Chegamos em Sucre no fim da tarde e lá procuramos um hostel. O hostel era péssimo. (Não me lembro o nome). Mas dormimos bem porque estávamos extremamente cansados. 02/10: Acordamos e fomos tomar café e passear um pouco. Sucre é uma cidade pequena mas muito bonita, tem um arquitetura linda. Lembro que passamos pelo Mercado Municipal da cidade e é preciso ter estômago forte. Vimos coisas bizarras rs. Procuramos por folhas de coca lá mas não encontramos. No começo da tarde fomos procurar ônibus para Potosí e pegamos um que sairia num horário próximo e custou 17,50 bols. O caminho pra Potosí é lindo, você só vai subindo. Chegamos em Potosí, a cidade mais alta do mundo, fomos comer algo e tomamos uma cerveja local, Potosína. As cervejas de lá não são servidas geladas rs. De lá pegamos um táxi para rodoviária. Pela primeira vez senti os efeitos da altitude. Fiquei sem fôlego ao subir uma pequena escadaria rs. Não é difícil achar passagem pra Uyuni lá. A mulherada fica gritando os lugares e horários e escolhemos o que achamos melhor. A gente sempre pedia pra ver fotos dos ônibus ou até mesmo vê-los antes de comprar. Pagamos 26 bols e o ônibus fedia e tocava uma música local. 03/10: Chegamos em Uyuni por volta da meia-noite e fazia muiiito frio: -3oC! Como estavávamos congelando e não tinha como sair para procurar, ficamos no primeiro hostel que entramos. Péssimo, banheiros imundos. Mas não havia opções. Pagamos 35 bols para passar a noite. Acordamos e fomos procurar o passeio pelo Uyuni. Fechamos com uma agência e pagamos 897 bols. Conhecemos o Cemitério de Trens (eu achei que ia ser um saco mas foi mto lega!!!), fizemos o tour pelo Salar, almoçamos por lá, conhecemos a Isla do Pescado e de lá partimos para o hotel de Sal. Jantamos por lá, tomamos vinho e dormimos. O banho lá tem limite de 8 minutos e tem fila. Você faz amizades na fila hahaha 04/10: Acordamos, tomamos café e fomos para os passeios do dia. Conhecemos lugares lindos, lagunas, almoçamos em frente a uma das lagunas, conhecemos a Arbol de Piedra. Fazia um sol lindo mas o vento era extremamente gelado. De lá passamos a noite em humilde hotel em frente à Laguna Colorada. 05/10: Nesse dia acordamos às 04 da manhã. Fazia muiiiiiiito frio, o guia nos disse que a noite chegou a fazer -10C. Fomos fazer o passeio dos gêisers, que é fantástico. Sai uma fumaça fedida e quente da terra hahha. De lá seguimos para o passeio nas termas naturais, alguns dos meninos foram corajosos e mergulharam, é bem quentinho e sai fumaça até. De lá fomos rumo à fronteira Bolívia x Chile, tivemos que pagar 15 bols na imigração. A própria empresa que fez o passeio fez o traslado até o Atacama. Chegamos no Atacama e decidimos nos hospedar no Hostal La Florida. Almoçamos no restaurante Restobar Grado6, carinho (7900 pesos chilenos) mas comida excelente! Melhor ceviche da vida rs. Começamos a procurar os passeios a fazer e vimos que não valeria a pena fazer os passeios lá pois além de serem caros, já tínhamos conhecido coisas semelhantes na Bolívia. Decidimos partir no dia seguinte, compramos a passagem para Calama (2900 pesos chilenos) e para Arica (12000 pesos chilenos). Ahh ... Quase fomos expulsos desse hostel pois havia um casal já idoso que reclamou que estávamos fazendo barulho na área do hostel onde era o lugar que havia redes, bancos, mesas e tals, enfim, lugar pra se conversar mesmo. Mas segundo eles, estávamos sendo desrespeitos pois eles queriam dormir. À noite comemos pizza e bebemos cerveja. Dica: no Chile não se pode beber cerveja na rua! 06/10: Acordamos, fomos ao mercado e compramos coisas para café e almoço. A meta era economizar e o Chile é muiito caro!! À tarde pegamos o ônibus para Calama e chegamos lá à noite, jantamos lá e comemos as famosas salchipapas (fritas e salsichas). Embarcamos à noite para Arica. 07/10: Chegamos em Arica pela manhã e nossa meta era passar o dia todo lá. Nos arredores da rodoviária não tem muita coisa para se fazer então deixamos nossas mochilas na rodoviária e de lá pegamos um ônibus que nos deixou no centro da cidade. Chegando lá, imagina a nossa felicidade ao encontrar um McDonald's!! Tomamos café lá e depois voltamos para almoçar. Arica é uma cidade muito linda, tem umas praças bonitas e é tudo bem cuidado. De manhã subimos o mirante que tem uma vista perfeita da cidade. Almoçamos no Mc e depois fomos para praia, molhamos os pés nas águas geladas do Pacífico e um amigo corajoso mergulhou. À noite fomos em um pub no centro e de lá fomos para rodoviária. Nosso ônibus atrasou muito e estava muuito frio. Íamos de lá para La Paz, só que não nos informaram que a fronteira estaria fechada, aí no meio da madrugada nosso ônibus parou e tivemos que esperar o amanhecer e a fronteira abrir. Passamos muito frio nessa madrugada. Foi punk. 08/10: Chegamos em La Paz e da rodoviária pegamos um táxi até o hostel que decidimos ficar, que era o Loki. Recomendo muito, tem uns quartos legais, ambiente muito bom e festa todo dia!! Fomos dar passeio pela cidade e à noite ficamos no hostel. 09/10: No próprio hostel tem uma agência de passeios e lá fechamos o passeio de bike pela Estrada da Morte. O passeio custou 433 bolivianos. À noite uma parte dos amigos ficou no hostel e outra saiu de balada. 10/10: Dia do passeio de bike. Acordamos cedo e fomos até o pub que seria o ponto de encontro, lá tomamos café e depois seguimos em um micro-ônibus para o local onde começaríamos o passeio. Eu estava com medo no começo, confesso hahaha Primeiro a gente desce uma estrada asfaltada com paisagens lindas ao redor. É necessário ter mta atenção, qualquer errinho você pode cair do penhasco . Depois de uns minutos de descida, começa o verdadeiro passeio na estrada da Morte. É uma estrada de terra batida, estreita e dá a largura de um caminhão. O passeio tem o total de 4 horas. Começa muito frio lá em cima e pelo meio do caminho vai esquentando. No fim do passeio estávamos exaustos mas valeu demais a pena. 11/10: Tiramos o dia para passear pela cidade. Nossa ideia era almoçar no Hard Rock mas o lugar estava fechado. Achamos estranho e deduzimos que era um Hard Rock fake rs. Fomos em um restaurante chamado The Steakhouse, comemos carnes maravilhosas lá e à noite demos uma volta pela cidade e depois voltamos para o bar do hostel. 12/10: Ficamos de boa curtindo a cidade e saímos para fazer comprinhas. 13/10: Fizemos o check-out e fomos pegar o ônibus para Copacabana. O ônibus você pega perto do cemitério de La Paz. O nosso motorista era um brasileiro, gente boa demais. Os motoristas lá são tudo doidos, dirigem loucamente. Ao longo do caminho você vai vendo o Titicaca. Depois de um tempo o ônibus para e você tem que descer para fazer a travessia de balsa e fica no aguardo do ônibus fazer a travessia também. O tempo tava meio estranho e parecia que o bus ia cair daquela balsa rs. Depois a viagem segue até Copacabana. Chegamos lá e já procuramos um hostel e uma agência para ver nosso passeio para a Isla Del Sol no dia seguinte. Acabamos ficando em um hostel horrível, um dos piores da viagem. Não lembro o nome (desculpe-me), só sei que ele tinha uma entrada de gramado e no mesmo lugar tinha um restaurante. Na agência fechamos o tour para Isla e nossa passagem para Cusco, o total ficou em 175 bols. 14/10: Dia do passeio para Isla del Sol. O passeio de barco é bem tranquilo e a paisagem é linda. A imensidão do Titicaca é surreal. É bom levar uns trocados pois tivemos que pagar 15 bols para a entrada e dar mais 10 bols para o guia. O passeio é bem bacana e cansativo, tem umas descidas e subidas mas o guia é paciente e sempre fazia paradas. No final do passeio, o guia dá umas explicações sobre a ilha e a cultura religiosa deles. Na volta, você pode fazer o mesmo percurso de ida ou dar a volta pela ilha, eu optei por voltar pelo mesmo caminho mas os outros amigos optaram por dar a volta na ilha. Eles disseram que não vale muito a pena. Almoçamos por lá e voltamos para Copacabana. Assim que chegamos, jantamos, passamos na agência e pegamos nossas mochilas para embarcarmos para Cusco. 15:/10: Chegamos em Cusco pela manhã e fomos à procura de um hostel, ficamos no Wild Rover. Bem legal lá, a intenção era ficar no Loki mas ele era mais afastado. Saímos para almoçar e fomos em um restaurante chamado Fuego Burgers. Excelente, tão bom que voltamos lá de novo depois. Ficamos no hostel à noite. 16/10: Dia de ficar de boa turistando. Cusco é uma cidade muito linda e agradável, vale a pena tirar um tempo para ficar batendo perna por lá! Almoçamos no KFC de lá que é muito gostoso! Como tínhamos dias sobrando, resolvemos ir à noite para Arequipa. Na hora de pagar a passagem a mulher do guichê fez uma confusão e tive que pagar duas vezes!! Bom ficar atento a isso! 17/10: Chegamos em Arequipa pela manhã e de lá fomos à procura de um hostel. Escolhemos o hostel e depois saímos a procura do que fazer. Fechamos passeio com uma agência para fazer o rafting no Rio Chili, o passeio saiu por 60 soles. Eu nunca tinha feito rafting na vida e foi bem legal. Fiquei com medinho mas consegui! À noite, em Arequipa, procuramos lugar para fazer o passeio do Canion del Colca. Fechamos por 60 soles e lá mesmo fechamos a passagem para Ica, por 100 soles. 18/10: Acordamos beeem cedo para o passeio do Canion. A van foi nos buscar no hostel. O passeio é bem bonito, a guia vai explicando tudo e fomos parando no caminho para tirar fotos. Mas é beeem cansativo. Demos sorte que vimos o vôo do condor! E depende bem da época para ele aparecer mas vimos e tiramos várias fotos!! À noite voltamos e foi uma correria para conseguirmos ir para rodoviária e ir para Ica. 19/10: Chegamos em Ica pela manhã e a cidade é pequena e fofa. Procuramos agência para fechar o passeio para o Oasis de Huacachina! Deixamos as mochilas na agência e fomos de van para lá. O oasis é uma coisa linda demais! Muito top e agradável ficar lá, tem restaurantes e hostes para quem quer passar a noite por lá. Gostamos tanto que queríamos passar a noite lá mas não conseguimos mudar nossa passagem de volta para Cusco. Aproveitamos muito o dia e fizemos o passeio de buggy, TOP! Cada manobra feita naquele deserto foi uma aventura, esse passeio tem que ser feito! Os meninos fizeram sandboard lá tmb. No fim do dia, foi uma correria para voltarmos para Ica e seguirmos rumo à rodoviária. Chegamos em tempo e nosso ônibus atrasou, embarcamos e aí passamos o perrengue. Por volta de 01h da manhã nosso ônibus foi parado e desviado da rota. 5 bandidos armados entraram e começaram a falar alto. Pediram para fazermos fila e descer do onibus, ao descer pediram nossos $$ e nos revistavam. Na fila pra descer e só pensava no meu cartão de memória. Não havia passado as fotos do passeio em Arequipa nem do dia do Oasis. Descemos do ônibus e ficamos deitados no chão esperando os bandidos revistarem nosso ônibus. Eles levaram o tempo que queriam. Não revistaram o bagageiro. Mandaram-nos voltar para ônibus e estava uma zona lá dentro. Tudo revirado, perdi minha Nikon recém-adquirida, meu celular e até minha bota os malditos levaram. Meus amigos perderam filmadora, celular, relógio e roupas. De lá fomos para delegacia mais próxima e demorou horrores para liberarem a gente. FIcamos lá esperando o BO. (Eu precisava dele para poder recuperar meu celular junto com a minha seguradora). Chegamos em Cusco quase 20 horas, uma viagem que era pra demorar umas 14 horas, levou quase 24! Jantamos e fomos dormir. 20/10: Eu e mais dois amigos decidímos que não iríamos mais fazer o passeio para Machu Picchu. Os outros dois continuaram com o roteiro original. E foram atrás de agências para fechar o passeio. Dessa parte não posso falar pois não fiz. Machu Picchu será visitada em breve, sem pressa. 21/10: Os dois amigos foram para o passeio de Machu Picchu e eu e os outros dois ficamos curtindo Cusco. Fomos no Museo del Pisco, recomendadíssimo! Eles fazem uns drinks fantásticos e à noite fomos em um pizzaria chamada Chez Maggy. Excelente! 22/10 e 23/10: Ficamos de boa curtindo a cidade. 24/10: Dia de retornar para SP. Fizemos uma maledita escala de 15 horas em Lima. Não façam isso, pior coisa! HAHAHA Tirando os perrengues, a viagem foi sensacional. Me desculpem pela falta de detalhes em alguns casos. Segue algumas fotos da viagem!
×
×
  • Criar Novo...